SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
•O fluído cósmico é o plasma
divino, hausto do Criador ou força
nervosa do Todo-Sábio.
•Nesse elemento primordial,
vibram e vivem constelações e sóis,
mundos e seres, como peixes no
oceano.
Evolução em Dois Mundos Cap I
Plasma Divino
Uma comparação que podemos fazer é em ralação à vida
dentro da água. Assim como os peixes vivem totalmente
envolvidos pela água, nós vimemos totalmente envolvidos pelo
fluido cósmico universal
FLUIDO É
MATÉRIA?
Livro dos Espíritos – Q. 27
Há então dois elementos gerais do Universo:
a matéria e o Espírito?
• “Sim e acima de tudo Deus, o criador, o
pai de todas as coisas. Deus, espírito e
matéria constituem o princípio de tudo
o que existe, a trindade universal.
Há então dois elementos gerais do Universo: a matéria e o Espírito?
Cont.
• Mas ao elemento material se tem que juntar o fluido
universal, que desempenha o papel de intermediário entre o
Espírito e a matéria propriamente dita... Embora, de certo
ponto de vista, seja lícito classificá-lo (FCU) com o elemento
material, ele se distingue deste por propriedades especiais.
Se o fluido universal fosse positivamente matéria, razão não
haveria para que também o Espírito não o fosse. Está
colocado entre o Espírito e a matéria; é fluido, como a
matéria, e suscetível, pelas suas inumeráveis combinações
com esta e sob a ação do Espírito, de produzir a infinita
variedade das coisas de que apenas conheceis uma parte
mínima
• Obs: Conjunção adversativa: são palavras que unem duas ou mais
orações, estabelecendo entre elas uma relação de oposição.
A Gênese – Cap. VI - A lei e as forças
10. - Há um fluido etéreo que enche o espaço e penetra os corpos.
Esse fluido é o éter ou matéria cósmica primitiva, geradora do mundo
e dos seres. São-lhe inerentes as forças que presidiram às
metamorfoses da matéria, as leis imutáveis e necessárias que regem o
mundo. Essas múltiplas forças..., localizadas segundo as massas,
diversificadas em seus modos de ação, segundo as circunstâncias e os
meios, são conhecidas na Terra sob os nomes de gravidade, coesão,
afinidade, atração, magnetismo, eletricidade ativa... Ora, assim como
só há uma substância simples, primitiva, geradora de todos os corpos,
mas diversificada em suas combinações, também todas essas forças
dependem de uma lei universal diversificada em seus efeitos e que,
pelos desígnios eternos, foi soberanamente imposta à criação, para lhe
imprimir harmonia e estabilidade.
A Gênese – Cap. VI - A lei e as forças
11. - A Natureza jamais se encontra em oposição a si mesma: Uma só
é a divisa do brasão do Universo: unidade-variedade...Não podeis
apreciar esta lei em toda a sua extensão, por serem restritas e limitadas
as forças que a representam no campo das vossas observações.
Entretanto, a gravitação e a eletricidade podem ser consideradas como
uma larga aplicação da lei primordial, que impera para lá dos céus.
Todas essas forças são eternas - explicaremos este termo - e
universais, como a criação. Sendo inerentes ao fluído cósmico, elas
atuam necessariamente em tudo e em toda parte, modificando suas
ações pela simultaneidade ou pela sucessividade, predominando aqui,
apagando-se ali, pujantes e ativas em certos pontos, latentes ou
ocultas noutros, mas, afinal, preparando, dirigindo, conservando e
destruindo os mundos em seus diversos períodos de vida, governando
os maravilhosos trabalhos da Natureza.
Entendendo o Fluido
• Análise física
▫ Carvão
 coloração negra e macio
▫ Diamante
 incolor como a água e, quanto ao fator dureza, é a
mais dura das pedras preciosas
Ambos são constituídos por átomos de carbono
Entendendo o Fluido
Estrutura cristalina do
carvão
Estrutura cristalina
do diamante
OBS: O carvão se transforma em diamante quando sob
16000C e 50000 – 60000 atmosferas.
Entendendo o Fluido
Entendendo o Fluido
etéreo  sublime, puro
sutil  tênue, fino
gases
hidrogênio,
hélio,
nitrogênio,
oxigênio
gás hidrogênio : H2
gás oxigênio : O2
Entendendo o Fluido
Pela combinação desses gases :
H2 + ½O2  H2O
propriedades
novas
necessário à
vida
forma novamente
H2 e O2 quando
decomposto
Entendendo o Fluido
ou poderá ainda formar : Água Oxigenada -
Trata-se de um líquido viscoso e poderoso
oxidante
H2 + O2  H2O2
corrosivo, causa a
morte se ingerido
A Gênese – Cap. XIV, item 14
Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais, não
manipulando-os como os homens manipulam os gases, mas
empregando o pensamento e a vontade. Para os
Espíritos, o pensamento e a vontade são o que a mão
para o homem. Pelo pensamento, eles imprimem àqueles
fluidos tal ou qual direção, os aglomeram, combinam ou
dispersam, organizam com eles conjuntos que
apresentam uma aparência, uma forma, uma coloração
determinadas; mudam-lhes as propriedades, como um
químico muda a dos gases ou de outros corpos,
combinando-os segundo certas leis.
 “Nos fundamentos da Criação vibra o pensamento
imensurável do Criador e sobre esse plasma divino
vibra o pensamento mensurável da criatura, a
constituir-se no vasto oceano de força mental em que
os poderes do Espírito se manifestam.”
“Como todo alicerce vivo de todas as realizações nos
planos físico e extrafísico, encontramos o pensamento
por agente essencial. Entretanto, ele ainda é matéria, -
a matéria mental, em que as leis de formação das
cargas magnéticas ou dos sistemas atômicos
prevalecem sob novo sentido...”
Mecanismos da Mediunidade Cap IV
Pensamento Divino e Humano
Evolução em Dois Mundos Cap 13
• Esferas Espirituais: Muitos comunicantes
da Vida Espiritual têm afirmado, em
diversos países, que o plano imediato à
residência dos homens jaz subdivididos em
várias esferas. Assim é com efeito, não do
ponto de vista do espaço, mas sim sob o prisma
de condições, qual ocorre no globo de
matéria mais densa, cujo dorso o homem
pisa orgulhosamente.
Densidades dos fluidos ambientes
Planos e densidade
plano
mais
etéreo
plano n
plano 2
plano 1
plano da
Terra
densidade do H
0,071 mg/ml
densidade do U
19,07mg/ml
EDM – Co-criação em plano menor
• Em análogo alicerce, as Inteligências humanas
que ombreiam conosco utilizam o mesmo fluído
cósmico, em permanente circulação no
Universo, para a Co-criação em plano menor,
assimilando os corpúsculos da matéria com a
energia espiritual que lhes é própria, formando
assim o veículo fisiopsicossomático em que se
exprimem ou cunhando as civilizações que
abrangem no mundo a humanidade Encarnada
e a Humanidade Desencarnada.
Perispírito – L.E.
94. De onde tira o Espírito o seu invólucro semimaterial?
“Do fluido universal de cada globo, razão por que
não é idêntico em todos os mundos. Passando de
um mundo a outro, o Espírito muda de envoltório,
como mudais de roupa.”
94a) - Assim, quando os Espíritos que habitam mundos
superiores vêm ao nosso meio, tomam um perispírito
mais grosseiro?
“É necessário que se revistam da vossa matéria, já o
dissemos.”
Espírito puro e perispírito – L.E.
• 186. Haverá mundos onde o Espírito,
deixando de revestir corpos materiais, só
tenha por envoltório o perispírito?
▫ “Há e mesmo esse envoltório se torna tão
etéreo que para vós é como se não existisse.
Esse o estado dos Espíritos puros.”
Abordagem de Kardec
Espírito Perispírito Corpo físico
Uma única coisa
A idéia do perispírito analisada por Kardec e
apresentada como observação na questão 93
de O Livro dos Espíritos deve ser
considerada como uma forma didática de
apresentar algo complexo.
Abordagem de André Luiz
Evolução em Dois Mundos
Espírito Corpo físico
Duplo
etérico
Corpo
mental
Corpo
espiritual
Perispírito em várias partes.
densidade do H
0,071 mg/ml
densidade do U
19,07mg/ml
densidade
do FC
matéria
da Terra
densidade dos
fluidos ambientes
menos denso mais denso
Variação da densidade do FC
Analogamente às modificações do fluido cósmico desde a sua
forma mais pura até a mais grosseira, tem-se:
Variação de densidade
espírito
menos
denso
corpo
físico
perispírito
mais
denso
Fluido
cósmico
Duplo etérico  região entre planos de
existência?
plano n plano da
Terra
duplo
etérico
Nosso Lar
• Cap 7 - E onde está minha mãe? - exclamei, por fim.
Se me é permitido, quero vê-la, abraçá-la, ajoelhar-
me a seus pés!
• - Não vive em "Nosso Lar" - esclareceu Lísias -,
habita esferas mais altas, onde trabalha não
somente por você.
• Cap 36 - Tobias pós à minha disposição um
apartamento de repouso, ao lado das Câmaras de
Retificação, e aconselhou-me algum descanso. De
fato, sentia grande necessidade do sono. Narcisa
preparou-me o leito com desvelos de irmã.
Nosso Lar
• Cap 36 - Daí a instantes, sensações de leveza invadiram-
me a alma toda e tive a impressão de ser arrebatado
em pequenino barco, rumando a regiões
desconhecidas...
• Decorridos minutos, vi-me à frente de um porto
maravilhoso, onde alguém me chamou com especial
carinho: - André!... André!...
• Desembarquei com precipitação verdadeiramente
infantil. Reconheceria aquela voz entre milhares. Num
momento, abraçava minha mãe em transbordamentos
de júbilo. Fui conduzido, então, por ela, a prodigioso
bosque, onde as flores eram dotadas de singular
propriedade – a de reter a luz, revelando a festa
permanente do perfume e da cor...
Nosso Lar
• Cap 36 - Minhas impressões de felicidade e paz
eram inexcedíveis. Eu sabia, perfeitamente, que
deixara o veículo inferior no apartamento das
Câmaras de Retificação, em "Nosso Lar", e tinha
absoluta consciência daquela movimentação em
plano diverso. Minhas noções de espaço e tempo
eram exatas.
O corpo físico
 Formado por trilhões de células, dos
mais variados tipos e funções.
 Sangue:
 Glóbulos brancos e vermelhos.
 Neurônios;
 Musculares;
 Epiteliais;
 Renal;
 Etc., etc.,etc...
Evolução em dois mundos
cap 2 – corpo espiritual
• Do ponto de vista da constituição e função
em que se caracteriza na esfera imediata
ao trabalho do homem, após a morte, é o
corpo espiritual o veículo físico por
excelência, com sua estrutura
eletromagnética, algo modificado no que
tange aos fenômenos genésicos e
nutritivos, de acordo, porém, com as
aquisições da mente que o maneja.
Como fica o perispírito?
 Formado por trilhões de células,
dos mais variados tipos e funções.
 Sangue:
 Glóbulos brancos e
vermelhos.
 Neurônios;
 Musculares;
 Epiteliais;
 Renal;
 Etc., etc.,etc...
Corpo Espiritual -EDM Cap 2
Para definirmos, de alguma sorte, o corpo espiritual, é preciso
considerar que ele não é reflexo do corpo físico, porque, na
realidade, é o corpo físico que o reflete, tanto quanto ele
próprio, o corpo espiritual, retrata em si o corpo mental que lhe
preside a formação.
Como ficaria o sistema?
Corpo Mental
Duplo Etérico
Outro Perispírito?
Quantas Camadas
existem?
Relação Espírito, Perispírito e Corpo Físico
Como fica todo o conjunto?
“O ser humano é um conjunto harmônico de energias, constituído de espírito e
matéria, mente e perispírito, emoção e corpo físico, que interagem em fluxo
contínuo uns sobre os outros.”
Autodescobrimento – Joanna de Angêlis
A reencarnação seria
muito mais uma
questão psíquica do
que material.
corpo físico relativo ao
meio onde se encontrar
após a desencarnação
espírito
corpo
físico
perispírito
Definir se um espírito está encarnado ou não dependerá
do referencial adotado, pois a última camada de seu
envoltório será de densidade compatível a sua morada?
Desencarnação e densidade
AURA
Combinação dos
halos
energéticos das
células, órgãos,
conjunto de
órgãos e
pensamento.
A Gênese – Cap x – Princípio Vital
• há, na matéria orgânica, um princípio especial,
inapreensível e que ainda não pode ser definido:
o princípio vital. Ativo no ser vivente, esse
princípio se acha extinto no ser morto; mas, nem
por isso deixa de dar à substância propriedades
que a distinguem das substâncias inorgânicas.
• A atividade do princípio vital é alimentada
durante a vida pela ação do funcionamento dos
órgãos,
Livro dos Espiritos
• 65. O princípio vital reside em alguns dos corpos que conhecemos?
“Ele tem por fonte o fluido universal. É o que chamais fluido
magnético, ou fluido elétrico animalizado. “
N.K. Os órgãos se impregnam, por assim dizer, desse fluido
vital e esse fluido dá a todas as partes do organismo uma
atividade que as põe em comunicação entre si, nos casos de
certas lesões, e normaliza as funções momentaneamente
perturbadas. Mas, quando os elementos essenciais ao
funcionamento dos órgãos estão destruídos, ou muito
profundamente alterados, o fluido vital se torna impotente
para lhes transmitir o movimento da vida, e o ser morre.
Fim

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt

Fluído Cósmico (Universal)
Fluído Cósmico (Universal)Fluído Cósmico (Universal)
Fluído Cósmico (Universal)Antonino Silva
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoGuto Ovsky
 
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptx
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptxfluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptx
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptxFilipeDuartedeBem
 
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15Vilmar Vilaça
 
16917576 Espiritismo Infantil Historia 36
16917576 Espiritismo Infantil Historia 3616917576 Espiritismo Infantil Historia 36
16917576 Espiritismo Infantil Historia 36Ana Cristina Freitas
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Leonardo Pereira
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHenrique Vieira
 
A criação divina (sef)
A criação divina (sef)A criação divina (sef)
A criação divina (sef)Ricardo Akerman
 
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoCeiClarencio
 
A genese cap. xi
A genese cap. xiA genese cap. xi
A genese cap. xiDalila Melo
 
Há muitas moradas na casa do Pai
Há muitas moradas na casa do PaiHá muitas moradas na casa do Pai
Há muitas moradas na casa do PaiHenrique Vieira
 
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11Livro dos Espiritos Q185 ev13 11
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11Patricia Farias
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosAntonino Silva
 
Espiritismo e mediunidade 05
Espiritismo e mediunidade 05Espiritismo e mediunidade 05
Espiritismo e mediunidade 05Leonardo Pereira
 
Em busca de Deus - a criação
Em busca de Deus - a criaçãoEm busca de Deus - a criação
Em busca de Deus - a criaçãoPonte de Luz ASEC
 
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e ExpiaçõesEvangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e ExpiaçõesAntonino Silva
 

Semelhante a Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt (20)

Fluído Cósmico (Universal)
Fluído Cósmico (Universal)Fluído Cósmico (Universal)
Fluído Cósmico (Universal)
 
Fluido Cósmico Universal
Fluido Cósmico UniversalFluido Cósmico Universal
Fluido Cósmico Universal
 
EAE 2 a criação
EAE 2 a criaçãoEAE 2 a criação
EAE 2 a criação
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
 
Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.
 
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptx
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptxfluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptx
fluidocosmicouniversal-140416231307-phpapp01-convertido.pptx
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
 
16917576 Espiritismo Infantil Historia 36
16917576 Espiritismo Infantil Historia 3616917576 Espiritismo Infantil Historia 36
16917576 Espiritismo Infantil Historia 36
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu pai
 
A criação divina (sef)
A criação divina (sef)A criação divina (sef)
A criação divina (sef)
 
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
 
A genese cap. xi
A genese cap. xiA genese cap. xi
A genese cap. xi
 
Há muitas moradas na casa do Pai
Há muitas moradas na casa do PaiHá muitas moradas na casa do Pai
Há muitas moradas na casa do Pai
 
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11Livro dos Espiritos Q185 ev13 11
Livro dos Espiritos Q185 ev13 11
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
 
Espiritismo e mediunidade 05
Espiritismo e mediunidade 05Espiritismo e mediunidade 05
Espiritismo e mediunidade 05
 
Em busca de Deus - a criação
Em busca de Deus - a criaçãoEm busca de Deus - a criação
Em busca de Deus - a criação
 
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e ExpiaçõesEvangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
 

Mais de Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista

Mais de Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista (20)

Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
 
As mesas girantes e o espiritismo
As mesas girantes e o espiritismoAs mesas girantes e o espiritismo
As mesas girantes e o espiritismo
 
História do espiritismo.
História do espiritismo. História do espiritismo.
História do espiritismo.
 
O fenômeno espírita.
O fenômeno espírita.O fenômeno espírita.
O fenômeno espírita.
 
Espiritismo básico
Espiritismo básicoEspiritismo básico
Espiritismo básico
 
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
 
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz RibeiroESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
 
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
 
Fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
Fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz riberoFundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
Fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
 
Esde breve apresentação - 2º encontro
Esde   breve apresentação - 2º encontroEsde   breve apresentação - 2º encontro
Esde breve apresentação - 2º encontro
 
Esde recomendado pela mais alta espiritualidade
Esde   recomendado pela mais alta espiritualidadeEsde   recomendado pela mais alta espiritualidade
Esde recomendado pela mais alta espiritualidade
 
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
 
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
 
O amor
O amorO amor
O amor
 
Cremação - Opinião Espírita
Cremação - Opinião EspíritaCremação - Opinião Espírita
Cremação - Opinião Espírita
 
Colônias espirituais
Colônias espirituaisColônias espirituais
Colônias espirituais
 
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à EspiritualidadeO retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
 

Último

Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 

Último (14)

Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 

Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt

  • 1.
  • 2. •O fluído cósmico é o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. •Nesse elemento primordial, vibram e vivem constelações e sóis, mundos e seres, como peixes no oceano. Evolução em Dois Mundos Cap I Plasma Divino
  • 3. Uma comparação que podemos fazer é em ralação à vida dentro da água. Assim como os peixes vivem totalmente envolvidos pela água, nós vimemos totalmente envolvidos pelo fluido cósmico universal
  • 5. Livro dos Espíritos – Q. 27 Há então dois elementos gerais do Universo: a matéria e o Espírito? • “Sim e acima de tudo Deus, o criador, o pai de todas as coisas. Deus, espírito e matéria constituem o princípio de tudo o que existe, a trindade universal.
  • 6.
  • 7. Há então dois elementos gerais do Universo: a matéria e o Espírito? Cont. • Mas ao elemento material se tem que juntar o fluido universal, que desempenha o papel de intermediário entre o Espírito e a matéria propriamente dita... Embora, de certo ponto de vista, seja lícito classificá-lo (FCU) com o elemento material, ele se distingue deste por propriedades especiais. Se o fluido universal fosse positivamente matéria, razão não haveria para que também o Espírito não o fosse. Está colocado entre o Espírito e a matéria; é fluido, como a matéria, e suscetível, pelas suas inumeráveis combinações com esta e sob a ação do Espírito, de produzir a infinita variedade das coisas de que apenas conheceis uma parte mínima • Obs: Conjunção adversativa: são palavras que unem duas ou mais orações, estabelecendo entre elas uma relação de oposição.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. A Gênese – Cap. VI - A lei e as forças 10. - Há um fluido etéreo que enche o espaço e penetra os corpos. Esse fluido é o éter ou matéria cósmica primitiva, geradora do mundo e dos seres. São-lhe inerentes as forças que presidiram às metamorfoses da matéria, as leis imutáveis e necessárias que regem o mundo. Essas múltiplas forças..., localizadas segundo as massas, diversificadas em seus modos de ação, segundo as circunstâncias e os meios, são conhecidas na Terra sob os nomes de gravidade, coesão, afinidade, atração, magnetismo, eletricidade ativa... Ora, assim como só há uma substância simples, primitiva, geradora de todos os corpos, mas diversificada em suas combinações, também todas essas forças dependem de uma lei universal diversificada em seus efeitos e que, pelos desígnios eternos, foi soberanamente imposta à criação, para lhe imprimir harmonia e estabilidade.
  • 12. A Gênese – Cap. VI - A lei e as forças 11. - A Natureza jamais se encontra em oposição a si mesma: Uma só é a divisa do brasão do Universo: unidade-variedade...Não podeis apreciar esta lei em toda a sua extensão, por serem restritas e limitadas as forças que a representam no campo das vossas observações. Entretanto, a gravitação e a eletricidade podem ser consideradas como uma larga aplicação da lei primordial, que impera para lá dos céus. Todas essas forças são eternas - explicaremos este termo - e universais, como a criação. Sendo inerentes ao fluído cósmico, elas atuam necessariamente em tudo e em toda parte, modificando suas ações pela simultaneidade ou pela sucessividade, predominando aqui, apagando-se ali, pujantes e ativas em certos pontos, latentes ou ocultas noutros, mas, afinal, preparando, dirigindo, conservando e destruindo os mundos em seus diversos períodos de vida, governando os maravilhosos trabalhos da Natureza.
  • 13. Entendendo o Fluido • Análise física ▫ Carvão  coloração negra e macio ▫ Diamante  incolor como a água e, quanto ao fator dureza, é a mais dura das pedras preciosas Ambos são constituídos por átomos de carbono
  • 14. Entendendo o Fluido Estrutura cristalina do carvão Estrutura cristalina do diamante OBS: O carvão se transforma em diamante quando sob 16000C e 50000 – 60000 atmosferas.
  • 16. Entendendo o Fluido etéreo  sublime, puro sutil  tênue, fino gases hidrogênio, hélio, nitrogênio, oxigênio gás hidrogênio : H2 gás oxigênio : O2
  • 17. Entendendo o Fluido Pela combinação desses gases : H2 + ½O2  H2O propriedades novas necessário à vida forma novamente H2 e O2 quando decomposto
  • 18. Entendendo o Fluido ou poderá ainda formar : Água Oxigenada - Trata-se de um líquido viscoso e poderoso oxidante H2 + O2  H2O2 corrosivo, causa a morte se ingerido
  • 19. A Gênese – Cap. XIV, item 14 Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais, não manipulando-os como os homens manipulam os gases, mas empregando o pensamento e a vontade. Para os Espíritos, o pensamento e a vontade são o que a mão para o homem. Pelo pensamento, eles imprimem àqueles fluidos tal ou qual direção, os aglomeram, combinam ou dispersam, organizam com eles conjuntos que apresentam uma aparência, uma forma, uma coloração determinadas; mudam-lhes as propriedades, como um químico muda a dos gases ou de outros corpos, combinando-os segundo certas leis.
  • 20.  “Nos fundamentos da Criação vibra o pensamento imensurável do Criador e sobre esse plasma divino vibra o pensamento mensurável da criatura, a constituir-se no vasto oceano de força mental em que os poderes do Espírito se manifestam.” “Como todo alicerce vivo de todas as realizações nos planos físico e extrafísico, encontramos o pensamento por agente essencial. Entretanto, ele ainda é matéria, - a matéria mental, em que as leis de formação das cargas magnéticas ou dos sistemas atômicos prevalecem sob novo sentido...” Mecanismos da Mediunidade Cap IV Pensamento Divino e Humano
  • 21. Evolução em Dois Mundos Cap 13 • Esferas Espirituais: Muitos comunicantes da Vida Espiritual têm afirmado, em diversos países, que o plano imediato à residência dos homens jaz subdivididos em várias esferas. Assim é com efeito, não do ponto de vista do espaço, mas sim sob o prisma de condições, qual ocorre no globo de matéria mais densa, cujo dorso o homem pisa orgulhosamente.
  • 22. Densidades dos fluidos ambientes Planos e densidade plano mais etéreo plano n plano 2 plano 1 plano da Terra densidade do H 0,071 mg/ml densidade do U 19,07mg/ml
  • 23. EDM – Co-criação em plano menor • Em análogo alicerce, as Inteligências humanas que ombreiam conosco utilizam o mesmo fluído cósmico, em permanente circulação no Universo, para a Co-criação em plano menor, assimilando os corpúsculos da matéria com a energia espiritual que lhes é própria, formando assim o veículo fisiopsicossomático em que se exprimem ou cunhando as civilizações que abrangem no mundo a humanidade Encarnada e a Humanidade Desencarnada.
  • 24. Perispírito – L.E. 94. De onde tira o Espírito o seu invólucro semimaterial? “Do fluido universal de cada globo, razão por que não é idêntico em todos os mundos. Passando de um mundo a outro, o Espírito muda de envoltório, como mudais de roupa.” 94a) - Assim, quando os Espíritos que habitam mundos superiores vêm ao nosso meio, tomam um perispírito mais grosseiro? “É necessário que se revistam da vossa matéria, já o dissemos.”
  • 25. Espírito puro e perispírito – L.E. • 186. Haverá mundos onde o Espírito, deixando de revestir corpos materiais, só tenha por envoltório o perispírito? ▫ “Há e mesmo esse envoltório se torna tão etéreo que para vós é como se não existisse. Esse o estado dos Espíritos puros.”
  • 26. Abordagem de Kardec Espírito Perispírito Corpo físico Uma única coisa A idéia do perispírito analisada por Kardec e apresentada como observação na questão 93 de O Livro dos Espíritos deve ser considerada como uma forma didática de apresentar algo complexo.
  • 27. Abordagem de André Luiz Evolução em Dois Mundos Espírito Corpo físico Duplo etérico Corpo mental Corpo espiritual Perispírito em várias partes.
  • 28. densidade do H 0,071 mg/ml densidade do U 19,07mg/ml densidade do FC matéria da Terra densidade dos fluidos ambientes menos denso mais denso Variação da densidade do FC
  • 29. Analogamente às modificações do fluido cósmico desde a sua forma mais pura até a mais grosseira, tem-se: Variação de densidade espírito menos denso corpo físico perispírito mais denso Fluido cósmico
  • 30. Duplo etérico  região entre planos de existência? plano n plano da Terra duplo etérico
  • 31. Nosso Lar • Cap 7 - E onde está minha mãe? - exclamei, por fim. Se me é permitido, quero vê-la, abraçá-la, ajoelhar- me a seus pés! • - Não vive em "Nosso Lar" - esclareceu Lísias -, habita esferas mais altas, onde trabalha não somente por você. • Cap 36 - Tobias pós à minha disposição um apartamento de repouso, ao lado das Câmaras de Retificação, e aconselhou-me algum descanso. De fato, sentia grande necessidade do sono. Narcisa preparou-me o leito com desvelos de irmã.
  • 32. Nosso Lar • Cap 36 - Daí a instantes, sensações de leveza invadiram- me a alma toda e tive a impressão de ser arrebatado em pequenino barco, rumando a regiões desconhecidas... • Decorridos minutos, vi-me à frente de um porto maravilhoso, onde alguém me chamou com especial carinho: - André!... André!... • Desembarquei com precipitação verdadeiramente infantil. Reconheceria aquela voz entre milhares. Num momento, abraçava minha mãe em transbordamentos de júbilo. Fui conduzido, então, por ela, a prodigioso bosque, onde as flores eram dotadas de singular propriedade – a de reter a luz, revelando a festa permanente do perfume e da cor...
  • 33. Nosso Lar • Cap 36 - Minhas impressões de felicidade e paz eram inexcedíveis. Eu sabia, perfeitamente, que deixara o veículo inferior no apartamento das Câmaras de Retificação, em "Nosso Lar", e tinha absoluta consciência daquela movimentação em plano diverso. Minhas noções de espaço e tempo eram exatas.
  • 34. O corpo físico  Formado por trilhões de células, dos mais variados tipos e funções.  Sangue:  Glóbulos brancos e vermelhos.  Neurônios;  Musculares;  Epiteliais;  Renal;  Etc., etc.,etc...
  • 35. Evolução em dois mundos cap 2 – corpo espiritual • Do ponto de vista da constituição e função em que se caracteriza na esfera imediata ao trabalho do homem, após a morte, é o corpo espiritual o veículo físico por excelência, com sua estrutura eletromagnética, algo modificado no que tange aos fenômenos genésicos e nutritivos, de acordo, porém, com as aquisições da mente que o maneja.
  • 36. Como fica o perispírito?  Formado por trilhões de células, dos mais variados tipos e funções.  Sangue:  Glóbulos brancos e vermelhos.  Neurônios;  Musculares;  Epiteliais;  Renal;  Etc., etc.,etc...
  • 37. Corpo Espiritual -EDM Cap 2 Para definirmos, de alguma sorte, o corpo espiritual, é preciso considerar que ele não é reflexo do corpo físico, porque, na realidade, é o corpo físico que o reflete, tanto quanto ele próprio, o corpo espiritual, retrata em si o corpo mental que lhe preside a formação.
  • 38. Como ficaria o sistema? Corpo Mental
  • 42. Relação Espírito, Perispírito e Corpo Físico Como fica todo o conjunto? “O ser humano é um conjunto harmônico de energias, constituído de espírito e matéria, mente e perispírito, emoção e corpo físico, que interagem em fluxo contínuo uns sobre os outros.” Autodescobrimento – Joanna de Angêlis
  • 43. A reencarnação seria muito mais uma questão psíquica do que material.
  • 44. corpo físico relativo ao meio onde se encontrar após a desencarnação espírito corpo físico perispírito Definir se um espírito está encarnado ou não dependerá do referencial adotado, pois a última camada de seu envoltório será de densidade compatível a sua morada? Desencarnação e densidade
  • 45. AURA Combinação dos halos energéticos das células, órgãos, conjunto de órgãos e pensamento.
  • 46. A Gênese – Cap x – Princípio Vital • há, na matéria orgânica, um princípio especial, inapreensível e que ainda não pode ser definido: o princípio vital. Ativo no ser vivente, esse princípio se acha extinto no ser morto; mas, nem por isso deixa de dar à substância propriedades que a distinguem das substâncias inorgânicas. • A atividade do princípio vital é alimentada durante a vida pela ação do funcionamento dos órgãos,
  • 47. Livro dos Espiritos • 65. O princípio vital reside em alguns dos corpos que conhecemos? “Ele tem por fonte o fluido universal. É o que chamais fluido magnético, ou fluido elétrico animalizado. “ N.K. Os órgãos se impregnam, por assim dizer, desse fluido vital e esse fluido dá a todas as partes do organismo uma atividade que as põe em comunicação entre si, nos casos de certas lesões, e normaliza as funções momentaneamente perturbadas. Mas, quando os elementos essenciais ao funcionamento dos órgãos estão destruídos, ou muito profundamente alterados, o fluido vital se torna impotente para lhes transmitir o movimento da vida, e o ser morre.
  • 48. Fim