SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
Baixar para ler offline
EAE – 74
CIÊNCIAS E RELIGIÃO
OBJETIVO DA AULA:
• Porque a ciência se divorciou da religião?
• Alta tecnologia na Atlântida há 20.000 anos atrás
aliando às Ciências, à Arte, a Filosofia e a Religião.
• Entidades de alto padrão espiritual renunciando a
promoções para permanecerem entre nós.
• Porque da intolerância religiosa!
• importância do aspecto religioso do espiritismo.
Nota: esta exposição apenas complementa as informações da
apostila que deve ser aprofundada nos estudos de casa.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 2
QUAL A MELHOR
RELIGIÃO?
“A melhor religião é a que mais te
aproxima de Deus, do Infinito”.
“É aquela que te faz melhor.”
A religião
que conseguir isso de ti
é a melhor religião...
“é aquela que te faz mais
compassivo”,
aquela que te faz mais sensível,
mais desapegado,
mais amoroso, mais humanitário,
mais responsável... mais ético...
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 4
Num passado remoto, que antecedeu
e precedeu à Era dos Dinossauros,
viveram na Terra desde povos
primários na escala evolutiva até
avançadas civilizações, tanto na
dimensão material como na espiritual,
todos buscando a luz que permite o
progresso rumo à felicidade e à paz.
Vamos ver o que aconteceu com a
Atlântida há 12.000 anos atras:
PALAVRAS DE HERMES
TRIMEGISTRO
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 5
Ver blog na EAE – 5
*Atlântida & Capelinos
RL-05 6
• avançada civilização, tecnologia e cultura;
• profundos conhecimentos científicos (baseadas na
energia motriz limpa “vril”);
• erguiam pesados blocos de rocha (pela indução
energética);
• total automação dos processos produtivos;
• veículos alados não poluentes;
• só reencarnavam espíritos iguais a nós em 2.200 ;
• visão liberta de paradigmas;
• enxergavam o plano invisível;
• não eram escravos do materialismo;
• desenvolveram faculdades paranormais;
• conquistaram o conforto e elevado padrão de vida;
• dominavam a tecnologia da informação (semelhante ao registros
akáshico);
ATLÂNTIDA HÁ 13.000 ANOS ATRAS
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 7
• 60 milhões de habitantes em harmonia;
• Meta: libertação das atividades rotineiras (para
dedicação ao processo criativo e progresso espiritual)
• 120 – 130 anos (existência regrada, sem vícios).
• As questões espirituais estavam intimamente
associadas à ciência.
• Era impossível falar de qualquer assunto sem
envolver a causa primária da vida, que é a realidade
espiritual.
• A medicina era muito avançada e os habitantes não
tinham carma a resgatar através de doenças
degenerativas.
ATLÂNTIDA HÁ 13.000 ANOS ATRAS
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 8
Um rapaz tinha desenvolvido uma
técnica de utilização da energia “vril”
que permitia matar as pessoas, à
distância, por asfixia.
Depois de desentender-se com seus
colegas de estudo, ele acabou
cometendo aquele crime absurdo para
testar seu invento e,
então, fôra preso numa “câmara de
isolamento mental”,
pois poderia comandar mentalmente a
energia “vril” e voltar a cometer novos
crimes para tentar libertar-se.
ACONTECIMENTO INUSITADO
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 9
Jesus explixou que a Atlântida atingiu
patamar superior ao programado para a
Terra e justo se fazia que os irmãos
aprovados migrassem para mundo
superior e que já estava sendo efetivada
a migração de espíritos rebeldes exilados
do Sistema de Capela.
Estes já se encontram reencarnando
sistematicamente e no período de cem
anos, esses irmãos de estágio evolutivo
inferior reencarnariam gradualmente na
Terra.
Essa transformação mudará o cenário
da Atlântida, determinando uma
decadência no nível espiritual de seus
habitantes.
ATLÂNTIDA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 10
ESPERA-SE QUE ESSES IRMÃOS REBELDES SE
ADAPTEM AO NOVO ORBE SEM CAUSAR TRAUMAS
OU DESAVENÇAS INCONTROLÁVEIS.
ATLÂNTIDA
Caso contrário, será necessário destruir o
continente para que os exilados de Capela
venham a reencarnar entre os povos
bárbaros do resto do planeta,
onde a tecnologia e o avanço ainda não
foram alcançados.
Conto com a vossa colaboração para
educar os rebeldes e mostrar-lhes o
caminho do amor.
Suportai com amor e paciência as “crianças
espirituais” que o Pai vos envia para
educar!.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 11
• Após 50 anos - não havia mais esperança para a Atlântida:
• O continente deveria ser extinto para que eles não destruissem o
planeta
• Já havia ocorrido o primeiro caso de estupro seguido de morte
• Já havia indícios de guerras entre cidades
• A crença no Deus Unico havia sido abandonada
• Foram criadas lendas e figuras mitológicas para o culto pagão...
• A própria policia tornou-se corrupta
• E nada continha o desequilíbrio dos capelinos que dominava a
• Os sacerdotes eram assassinados por não revelar o segredo da
energia “vril” para que os rebeldes não se utilizassem daquela
poderosa tecnologia.
• Os habitantes pacíficos estavam sendo substituídos por criaturas
insensíveis e com um gosto por artes música extremamente sensual
e vulgar.
• Em apenas um único século toda uma civilização havia-se
transformado como se todos tivessem sido obcecados pelas forças
do mal.
ATLÂNTIDA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 12
“Na época da catástrofe estávamos com 120 anos”
Násser (Ramatis) disse aos Capelinos de boa indole ao embarcarem
nas 12 naus conhecidas como Arca(s) de Noé (50 pessoas em cada):
- Cumprimos bem nossa tarefa! Escolhemos bem os meninos, eles
serão focos de luz no novo mundo e trarão um grande impulso
para as novas civilizações que se formarão na Terra.
Artemis (Hermes) respondeu:
- Sim, cumprimos nossa tarefa! Basta agora seguir o nosso
destino rumo ao novo planeta, onde já vivem nossos irmãos.
Atônis (AK) , com um brilho nos olhos, disse-nos:
- Não, minha missão ainda não terminou! Eu ficarei na Terra e
ajudarei os Capelinos a evoluir. Pedirei ao ‘Grande Espírito’ para
seguir trabalhando neste planeta por amor aos nossos irmãos
que iniciaram aqui na Atântida o seu ciclo de encarnações na
Terra.
Estávamos muito engajados na evolução dos capelinos para abandonar
a Terra. E foi assim que ficamos ao lado dos trabalhadores do Cristo .
• Artemis (Hermes Trimegistro / Ramosis);
• Násser (Ramatis, Filon de Alexandria / Pitágoras).
• Criste (a rainha Nefertiti , Amelie Boudet)
• Atônis (Akhenaton, Allan Kardec).
RENÚNCIA PLENA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 13
*ATLAS – um Capelino ...
RL-05 14
Organizou as Trevas;
Tornaram-se os Justiceiros..., impondo aos
poderosos a lei do Carma;
Convidou Andrey (líder das Trevas por 7.000
anos) a juntar o Egito;
Foi o Faraó Menés (que juntou o alto e baixo
Egito)
Depois foi Moisés (100 anos após Akhenaton);
Depois foi Maomé ....)
e atualmente esta reencarnado para ajudar na
transição planetária junto com Emmanuel, João e
outros....
Atualmente a Terra vive um processo inverso.
Ao invés de uma decadência cultural e moral, se
processará um avanço em todas as áreas em razão
da reencarnação sistemática no orbe de espíritos
eleitos por seus méritos obtidos em encarnações
anteriores, e do consequente exílio para um
mundo inferior daqueles que se rebelaram contra
o código moral trazido ao mundo pelos enviados
do Cristo.
O processo hoje se inverte em comparação com o
que aconteceu há 12.000 anos atrás.
REVERSÃO DOS VALORES
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 15
*Transição Planetária
100 anos de transição - de 1970 a 2070;
Partem os rebeldes e os acomodados;
Chegam os preparados e mais desenvolvidos (Índigo, Cristal, Gold...);
Ficam os “mansos e pacíficos” como dito por Jesus;
Estamos no período de moratória, de 1969 a 2019 – 50 anos;
O carma de todos virá à tona com força e poder total a partir de 2019...
Preparo para os Testes e Provas...
RL-05 16
CIÊNCIAS & RELIGIÃO
Os mesmos espiritos emigrados de Capela
reencarnarm sucessivamente nas margens
do Ganges.
 Uns, RESIGNADOS, aceitaram o degredo e
submissos às Leis de Deus desenvolveram
o lado intimo e oculto da vida.
 Outros, IRRESIGNADOS, não aceitaram o
degredo e insubmissos contavam
somente com eles proprios e nao mais
com Deus...
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 17
A SEPARAÇÃO DO HOMEM E DEUS
Há 10.000 anos os Capelinos reencarnam à margem do Ganges e
se ajuntam ou se separam por afinidades anteriores (de Capela) e
criaram nas Trevas uma comunidade de Poder e Domino.
OS RESIGNADOS (COM O DEGREDO E DECRETO DIVINO) ACEITAM E
ESPERAM. TEM FÉ E APRIMORAM CONHECIMENTO INTIMO. SUA VIRTUDE
A FÉ, SEU DEFEITO, DECORRENTE DO ORGULHO E EGOÍSMO: FAZEM CRIAR
CASTAS E SEPARATIVIDADE.
OS IRRESIGNADOS SEPARAM-SE DE DEUS, PERDEM A FÉ EM ALGO
SUPERIOR, SAEM PELO MUNDO ACREDITANDO SÓ EM SEU PODER
INDIVIDUAL, APRIMORAM OS MEIOS / CONHECIMENTOS MATERIAIS PARA
SOBREVIVEREM SOZINHOS. SUA VIRTUDE A IGUALDADE HUMANA, SEU
DEFEITO A FALTA DE FÉ E DE SENTIMENTO FRATERNO.
Dai pode-se dizer que houve a cisão entre o homem e Deus bem
como entre Ciência e Religião.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 18
3.500 anos atras, na 18ª Dinastia do Egito, eles
mesmos renascem trabalhando pelo Deus Único.
Nas 4 primeiras dinastias egípcia, os capelinos +
adiantados e + resignados mantiveram a
tradição do Deus Único e do conhecimento da
energia.
Com os capelinos rebeldes e insubmissos as tradições
e os conhecimentos foram se perdendo,
voltando-se ao paganismo, à idolatria e ao abuso
do poder.
Akhetaton (Amenófis IV), filho de Amenófis III, faraó
da 18ª dinastia (AK), veio com a missão de
reunificar o povo egípcio em torno do Deus
Único (Aton) e construiu uma cidade tecnologica
que se chamou também Akhetaton.
Tell El-Amarna/Akhetaton
PROJETO AMARNA (EGITO) - AKHETATON
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 19
Akhetaton tratava-se de um grande centro filosófico,
espiritual e científico, a cidade celestial, para onde
convergiram grandes sábios da Antiguidade, a fim de
promoverem o desenvolvimento espiritual e tecnológico
que teria levado a humanidade terrena para um estágio
semelhante ao atual, já na Era de Jesus.
Porém, os sacerdotes de Amon, espíritos enegrecidos
pelo ódio e pela ignorância, promoveram a derrocada do
Grande Projeto, que só se realizaria com o crescimento
espiritual do povo egípcio, o que não ocorreu.
PROJETO AMARNA (EGITO) - AKHETATON
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 20
“O projeto consistia em implantar o monoteísmo na civilização mais
adiantada da antiguidade para propiciar a vinda de Jesus, o Grande
Espírito, no Egito. Junto com Jesus nasceriam Sócrates, Platão, Aristóteles e
muitos outros cientistas. Caso o projeto tivesse tido êxito, a humanidade
atual teria entrado na era do computador 300 anos dC, conforme
planejamento divino.”
CIÊNCIAS OCULTAS?
Pode-se entender agora o motivo de se existir
“ciências ocultas” e “ esoterismo” pois como Hermes
falou nas primeiras dinastias do Egito antigo:
É preciso medir a verdade segundo as inteligências:
 velá-la aos fracos que os tornaria loucos,
 ocultá-las aos maus que delas poderiam
apreender senão fragmentos dos quais fariam
armas de destruição,
 encerra-a em teu coração, e que ela fale por tua
obra:
• a ciência será tua força,
• a fé tua espada,
• e o silêncio tua armadura invencível.
HERMES TRIMEGISTROEAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 21
CIÊNCIAS & RELIGIÃO
Hoje processa-se o reencontro do
oriente com ocidente.
Reencontram-se “Ciências e Religião”
para um crescimento mutuo.
Cada qual desenvolveu-se muito em
uma parte, porem, sozinhos nenhum
deles se torna autossuficiente.
O ocidente tem muito a dar em
melhorias da vida exterior e o oriente o
mesmo da vida interior
É o reencontro esperado.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 22
PROJETO CELESTE
Portanto os Capelinos promoveram a
crença pagã entres os gregos, os egípcios
e romanos.
Devido à falha do projeto Amarna, teve
que vir Moisés.
Moisés domou os espíritos
desequilibrados que relutavam em
aceitar o Deus Único.
1.300 anos depois de Moisés, Jesus é
recebido com hostilidades pelos espíritos
embrutecidos e petrificados no ódio e
vaidade.
Os projetos sagrados foram novamente
vitimados pelo atraso espiritual dos que
estavam no mando.
Isso impeliu a humanidade da Terra ao
período das trevas por 1000 anos (Idade
Média), e a fez caminhar sem rumo.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 23
PROJETO CELESTE
“Que o homem moderno desligue seu
televisor – hipnotizador moderno – e olhe
para dentro de si e descubra o que veio fazer
na Terra.
Não somos máquinas num universo limitado,
imposto pela sociedade materialista que crê
que o homem foi criado para comer,
trabalhar e dormir, e acordar novamente
num ciclo contínuo e alienado de viver sem
jamais refletir sobre quem é, de onde veio e
para onde vai.”
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 24
Para Jesus nascer aqui na Terra, 2 bilhões de
espíritos inferiores, cuja animalidade atingia
as raias do impossível, foram presos no
espaço, na zona equatorial da Terra.
Edificaram ali uma “ cidade das trevas” e por mil
anos ficaram presos, para que se implantasse
na Terra o Cristianismo.
Por volta do ano 1000, foram então abertas as
portas das trevas.
Porem, eles implantaram aqui na Terra a idade das
trevas (idade média) que por outros 1.000
anos permaneceriam como oportunidade de
se redimirem.
Instituíram “as cruzadas” e depois a “santa
inquisição” sendo finalmente “Hitler” um dos
últimos príncipes das trevas a tentar atear
fogo à Terra.
INTOLERÂNCIA
RELIGIOSA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 25
Atualmente no mundo existem:
• 2,0 bilhões cristãos
• 1,2 Bilhões de Muçulmanos (islã)
• 650 Milhões de Hinduístas
Século passado:
Século mais sangrento da história
• 15 mil guerras
• 80% religiosa (12mil)
• Cristãos: classe que mais crimes
cometeu!
INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 26
CATOLICISMO:
• Orgulho x humildade;
• Domínio e poder – escravização;
• Cobiça dos bens dos outros;
• Ajuizavam sobre a vida e a morte;
• Bispos e Papas: voz de Deus na Terra;
• O crime e a mentira – julgamentos;
• Altares / rituais / cerimônias;
• Pompa / luxo / escândalos;
• Língua latim – não era para o povo;
• Ídolos / canonizações / santos...
• Confissão auricular – confidencial !
• Comercialização de Indultos;
• Penas eternas, medo, terror;
• Contra a ciência (que mostra a verdade);
• Papas e Monarcas disputam poder econômico;
O mundo se encontra SATURADO de religiões intolerantes.
Porém, não se esquecer de que Jesus é
conhecido até hoje graças ao Catolicismo...
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 27
- Como era o ambiente na época de AK?
A igreja católica, além das
características acima, se fundamenta
no pecado original
Surgem então os reformadores:
• Francisco de Assis – Itália 1100 d.C.
• Wycliffe – Inglaterra – 1300 dC
• Jan Huss – Boemia – 1400 dC
• Lutero – Alemanha – 1500 dC
• Calvino – Itália – 1550 dC
• Giordano Bruno – Itália - 1600 dC
REFORMA
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 28
• Nasce em 1181/ 82 em Poverello (Itália)
filho de comerciante rico – Pedro
Bernardone.
• Vêm com Domingos de Gusmão junto a
uma falange de espíritos com missão de
exemplificar o amor e a humildade, o
perdão e a simplicidade.
• O 1º Tribunal da Inquisição foi instalado na
França em 1233.
• Deixou a casa paterna sem nada e segue a
voz do Cristo que lhe pede: “Francisco,
reconstrua a minha igreja”.
• Encontra-se certa vez com Domingos e
tratam da reforma da igreja de Deus.
• Morre com 44 anos em 1223.
FRANCISCO DE ASSIS
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 29
• Professor da Universidade de Oxford – Inglaterra
• um dos maiores sábios da época.
• Nascido em 1329 e doutorou-se em 1372.
• Mais eminente teólogo de seus dias,
• Foi o capelão do rei Ricardo II
• Tinha acesso ao Parlamento e traduziu a Bíblia,
• Aproveitava as fraquezas do clero para ridicularizá-lo
• apoiou o parlamento para recusar tributo ao Papa e
beneficio aos Bispos.
• Proclamava que a autoridade era de Deus, e não dos
Bispos ou Papas, e estabelecia que a relação com Deus era
direta sem precisar de intermediários.
• Isso foi um golpe para Roma.
• Achava que os eclesiastas deveriam estar submetidos ao
tribunal civil.
• Atacou e ironizou os perdões, as indulgencias, as
absolvições, os cultos e os santos.
• Não se deixou apanhar pelas armadilhas da inquisição e
morreu tranquilo de paralisia (foi mais hábil que Huss)
JOHN
WYCLIFFE
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 30
Jan Huss
• Nasce na Boemia (Tcheco) em 1369
• Forma-se teólogo e com 31 anos é
ordenado sacerdote
• Um ano depois se torna o Reitor da
Universidade.
• Estudou a obra de John Wycliffe
• Foi sacerdote católico e lutou contra
 a cobrança das indulgencias,
 da confissão auricular,
 dos cultos,
 das santificações,
 dos altares,
 do luxo e da pompa,
 da riqueza...
...pois nada disso dava a salvação, só a
própria pessoa e sem intermediários.EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 31
Jan Huss
• Queria que o povo soubesse a verdade
portanto, pregava em Tcheco e não em latim.
• Isso produziu um enfraquecimento das
regras canônicas.
• Praga começou a revoltar-se contra os
abusos eclesiásticos e Huss aparece como
chefe do partido Nacional, num conflito
político religioso.
• Estas atitudes e outras foram um golpe muito
grande contra a igreja católica que o
excomungou como herege.
• Foi excomungado em 1400 e com o apoio do
rei Venceslau foi festejado e homenageado
como herói nacional.
• Em 1409 o arcebispo acusa Huss de herege
por defender as idéias de Wycliffe e declara
interdição de pregar e queima seus livros.
• muito culto,
• professor universitário,
• reitor da Universidade da
Boemia,
• sacerdote da Capela de Belém
em Praga
• e grande orador.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 32
“ O tráfico das indulgencias, a política guerreira papal e a
infabilidade papal - que era uma blasfêmia -
escandalizou Huss”.
• O Papa pega Huss - ficou preso em recinto infecto.
• O Concilio condena a teoria de Wycliffe e depois o livro
“de Eclesias” de Huss.
• Resiste ás ameaças e tentações para abjurar.
• Em 1415 foi queimado vivo aos 46 anos de idade.
• Mesmo sendo tentado não abjurou
• Preso na fogueira disse:
“ Hoje vocês queimam o ganso (Huss), mas daqui a 100
anos vocês não pegam o cisne (Lutero)”.
• Ele foi uma das contraposições de Deus para sustar as
forças das trevas na Terra.
• Sua missão foi de fortalecer a fé nos corações dos
sofredores.
Jan Huss
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 33
• 1412 nasce na França – 3 anos antes da
morte de Huss.
• Ascende nela os mesmos ideais de Huss
• Passa a ter visões e começa:
 Fortalecer a fé nos corações dos
sofredores.
 Mostrar a presença de Deus em tudo
 Mostrar que somos constantemente
observados e amparados pelos anjos da
Luz em nome do Cristo.
• Heroína da fé dando coragem e animo que se
enraizou em muita gente.
• É traída por 100 francos, presa, interrogada
pelo tribunal
• Faz tremer os alicerces da escuridão
consciencial dos inquisidores.
Joana
D´Arc
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 34
• É condenada como bruxa e herege e
queimada viva com 17 anos
defendendo com bravura sua fé
inabalável.
• Jan Huss quis ser o primeiro em
espírito a abraçá-la na presença de
Cristo, que abençoou seu gesto
gigantesco de firmeza e decisão, ao
entregar-se como mexa viva para
aumentar o clarão da fé nos corações
humanos.
Joana D´Arc
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 35
Um fato bonito de fé aconteceu com a virgem de
Dorémi quando foi colocada junto a cela onde estava a
louca de Paris como chacota dos guardas.
Joana cura a mulher e depois vai para os infindáveis
interrogatórios da inquisição.
A mulher ficou sadia e é solta pelos guardas e vive
pelas ruas em busca de sua salvadora para agradecer
até que é atropelada por uma carruagem e morre.
Continua buscando sem tréguas até que vê uma
multidão e uma fogueira onde identifica sua salvadora
e vai em direção da fogueira sem medo para ajudá-la.
Abraça-se ao seu coração na fogueira com tanta
devoção que quando vão juntar as cinzas encontram-
no intacto, deixando dos inquisidores perplexos e sem
explicação para o fato.
A louca
de Paris
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 36
• Teólogo e reformador religioso alemão;
• nasce em 1484 de família de mineiros pobres;
• 1507 tornou-se monge Ordem dos Agostinianos;
• 1512 Lutero doutorou-se em Teologia na Universidade
de Wittenberg ;
• Assumiu a cátedra de Teologia Bíblica até a morte;
• Foi atuante pregador, professor e administrador;
• Desencadeia movimento a partir do estudo do Novo
Testamento onde convenceu-se de que os cristãos são
salvos não pelos próprios esforços e méritos, mas pelo
dom da graça de Deus, aceita pela fé!
• Em 1517 expôs na porta da Igreja suas 95 teses contra
a venda de indulgências e reformas no interior da
igreja Católica.
Martinho Lutero
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 37
• Lutero defendeu suas opiniões
e em 1520 foi levado a
inquérito pela Igreja romana
• Deu-se a condenação a seus
ensinamentos e sua
excomunhão pelo papa Leão X.
• Lutero iniciou a tradução do
Novo Testamento para o
alemão, o que propiciou
importante contribuição para o
desenvolvimento da língua
alemã.
• Suas idéias são propagadas e
desencadeia-se um movimento
reformador em vários países
europeus.
Martinho
Lutero
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 38
• Em 1525 casou-se com a monja exercendo
na prática sua tese de abolição do
celibato.
• Publica um pequeno catecismo para
ensinar crianças;
• Defende a construção de escolas para
rapazes e moças.
• Musico, compõe hinos que se tornam
prédicas evangélicas.
• Denuncia as injustiças sociais e cobra das
autoridades mudanças na ordem
econômica e social.
• Sua influência estendeu-se a norte e a
leste da Europa e seu prestígio contribuiu
para que Wittenberg se tornasse um
centro intelectual.
Martinho
Lutero
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 39
PERCEBEU QUE O CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES
QUE A IGREJA CATÓLICA IMPUNHA NÃO CONSEGUIA
PROPORCIONAR SALVAÇÃO PARA NINGUÉM.
Isso o deixou profundamente inseguro e
perturbado
Certa vez, ministrando um curso bíblico,
deparou-se com a carta de Paulo aos romanos
onde afirmava que:
“O HOMEM NÃO SE JUSTIFICA PERANTE DEUS COM
AS OBRAS DA LEI, MAS SOMENTE ATRAVÉS DA FÉ”.
Rompe então com o catolicismo e adotou a
doutrina da justificação pela fé como base da
salvação.
Sua morte ocorreu em 1546 quando o
movimento de ruptura com a igreja Católica
Romana havia acontecido irremediavelmente.
Martinho
Lutero
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 40
Teólogo e humanista francês:1509 -1564
Considerado discípulo de Lutero ;
Levanta o seguinte questionamento:
SE DEUS É ONIPOTENTE ENTÃO ELE CONHECE O
PRESENTE E O FUTURO, PORTANTO, SABE QUEM
ESTÁ PREDESTINADO À SALVAÇÃO E À PERDIÇÃO.
Surge então a doutrina da predestinação;
O homem nada pode fazer para sua salvação e
nenhum sinal exterior foi dado para saber se é
um eleito ou não.
NÃO É O COMPORTAMENTO QUE OS SALVA, MAS
OS ELEITOS DEVERIAM TRABALHAR PARA
APRESENTAR NATURALMENTE CERTO COMPORTA-
MENTO ÉTICO QUE LHE DARIA A “CERTEZA” DA
SALVAÇÃO.
Essa doutrina teve muita influencia nos EUA,
pois enfatiza o comércio.
Calvino
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 41
Giordano
Bruno
• Itália 1548 a 1600
• Luta contra o autoritarismo
cristão;
• Religioso dominicano;
• profundos conhecimentos
científicos e filosóficos;
• Segue Aristóteles, Copérnico,
Demócrito, Epicuro,...
• Teve que fugir da inquisição por
seus princípios avançados para
a época.
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 42
• Foi o principal representante do Universo
descentralizado, infinito, infinitamente
povoado, universo sem contorno, não
possuindo centro....
• Pregou em toda a Europa ocidental com
fervor de um evangelista.
• Defendeu a pluralidade dos mundos
habitados, a reencarnação... etc.
• Foi queimado vivo em Roma em 1600
• Uma multidão esperava que o Papa
Clemente VIII o perdoasse como fizera
antes para Galileu Galilei, que foi mártir
símbolo da intolerância religiosa Cristã.
• Nem uma palavra saiu do Vaticano:
a igreja custa muito a dar o braço a
torcer.
• 400 anos levou para a igreja pedir perdão
a quem afirmou que a Terra girava em
torno do Sol!
Giordano
Bruno
• Para mostrar primeiro a
intolerância religiosa oprimindo a
liberdade de pensar e se opondo a
qualquer descoberta cientifica.
• Depois para vermos que com o
conhecimento do povo, eles (os
que detém o poder temporal)
perderiam o poder, o que vem
acontecendo fortemente hoje.
• Depois para mostrar, através da lei
da reencarnação, que são os
mesmos protagonistas que estão
levando a chama da religião pura
e verdadeira através dos tempos
POR QUE CONTAMOS A HISTÓRIA DELES?
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 44
- Quem foi Francisco de Assis?
O profeta Daniel e depois.
João Evangelista - discípulo do Mestre
- Quem foi Jan Huss?
12.000 aC matemático na Atlântida
3.300 aC foi o sacerdote Amenófis (Akhenaton) no Egito
1.800 dC foi Allan Kardec (prof. Ravail)
- Quem veio a ser Giordano Bruno?
400 dC foi Hipacia - filósofa em Alexandria mota e
esquartejada por cristãos fieis ovelhas do Bispo Cirino
(São Cirino) que tinham rixa dela.
1847 dC foi Annie Besant notável oradora inglesa
sucessora da madame Blavatsky da Sociedade Teosófica.
- Quem foi Martinho Lutero?
(se tem indícios de ter sido Paulo de Tarso ou Estevão)!!
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 45
A HISTÓRIA DELES
Surgiu como ciência de observação com
consequências morais.
AK NÃO TINHA COMO DIZER NAQUELA ÉPOCA QUE O
ESPIRITISMO ERA UMA RELIGIÃO!
AK fez com que o espiritismo crescesse
vinculado ao Evangelho
Dessa vinculação surgiu a Religião Espírita
(RE dez 1868)
O termo RELIGIÃO foi deturpado com o
tempo pelo mau uso, significando culto
estruturado, rituais, dogmas e paramentos;
Para AK a origem da religião significa a
ligação, o laço que une as pessoas em torno
de determinado princípio – “Religare”.
ESPIRITISMO
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 46
Este laço é a CARIDADE:
1. A caridade benevolente que envolve as
qualidades do coração, o perdão das ofensas, a
boa vontade para com todos, a indulgência
para coma as imperfeições alheias.
2. Diferente da caridade beneficente que AK
classificou no seu sentido material.
AK não considerava o espiritismo como religião
(tradicionalmente conhecida) devido aos cultos e as
hierarquias por isso disse ser uma ciência de
observação com consequências morais.
A tarefa de AK fora de reorganizar o edifício da fé
que estava desmoronando.
ESPIRITISMO
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 47
COMO NOS RELIGARMOS A DEUS?
• As igrejas Cristãs se baseiam na cultura da CULPA e do MEDO;
• O Espiritismo se baseia no homem simples e ignorante porém perfectível;
• O homem que estaciona no caminho evolutivo se desliga de Deus;
• O “desligamento” é apenas aparente se sente separado de Deus
• Necessita sentir-se novamente ligado à Deus que o sustenta e o conduz.
• Procura uma religião “fora de si” que o possa aproximar de Deus.
• Depois vê que a “religação” é intima, passa a procurar Deus dentro de si.
• Propõe-se ao controle das paixões, dos prazeres efêmeros e ás mudanças de
hábitos.
• Propõe como busca da felicidade:
a busca de si mesmo,
do autoconhecimento,
da vivencia do amor incondicional,
da tomada de consciência,
da eliminação dos resquícios da animalidade,
da purificação dos sentimentos,
da correção dos pensamentos,
do desenvolvimento espiritual e
da adoração de Deus em espírito e verdade
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 48
*Desafios e Oportunidades...
Desafios:
• enormes tentações, provas, seduções, testes....
Oportunidades:
• nascemos numa época impar da história da Terra (Gaia);
• Podemos ganhar séculos em poucas décadas – se forem
corretamente vividas !
Armas:
• De que armas dispões para sua defesa ?
• Oração: viver o estado de oração pois este te liga ao
plano maior, ao governo sideral, aos dirigentes da
evolução;
• Vigilância: proteger-se da enorme invasão existente
ao nosso redor para não cair nas tentações.
RL-05 49
O HOMEM NO MUNDO
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO -CAP XVII - SEDE PERFEITOS
10....Purificai, pois, os vossos
corações e não consintais que
neles demore qualquer pensamento
mundano ou fútil.
• Iniciação Espírita – Pág. 110 a 115 – Ed. Aliança
• No Invisível – Leòn Denis – FEB
• Religião – Carlos Imbassahy
• Depois da Morte – Leòn Denis – FEB
• O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. 1, 6 – Allan Kardec
• Cristianismo e Espiritismo – Leòn Denis – FEB
• Religiões e Filosofias – Edgard Armond – Ed. Aliança
• Evolução para o Terceiro Milênio – Cap. 3 –Rizzini – Edicel
• O que é Espiritismo – Cap. I – 2o. diálogo – Allan Kardec
• O Livro dos Espíritos – Introdução, Perg. 658 a 660 – Allan Kardec
• O Consolador – Emmanuel / Chico Xavier – FEB
• Estante da Vida – Lição 3 e lição 26 – Irmão X / Chico Xavier – FEB
• São Francisco – João Nunes Maia – Lancelin e Miramez
• Akenaton – Roger Bottini / Hermes Trimegistro;
• Atlantida – Roger Bottini / Hermes Trimegistro
Bibliografia:
EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 50
AKHENATON
Tell el-Amarna é o nome atual em árabe de
uma localidade que funcionou como capital
do Antigo Egito durante o reinado do faraó
Akhenaton (também conhecido como
Amenhotep IV ou Amenófis IV), sendo
então designada como Akhetaton ("O
Horizonte de Aton").
Inegável que Brasília é, portanto, uma
nova Akhetaton, a cidade sagrada de
Aton, o deus Sol.
*Onde encontrar essa aula:
52

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religiosoEade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
JoyAlbanez
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
umecamaqua
 

Mais procurados (20)

Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religiosoEade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
Eade tomo-i-aula-2-roteiro-1-evolução-pensamento-religioso
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES IA113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
 
Curso Básico de Espiritismo 2
Curso Básico de Espiritismo 2Curso Básico de Espiritismo 2
Curso Básico de Espiritismo 2
 
Eae 71 o apocalipse de joão - mat did
Eae   71 o apocalipse de joão - mat didEae   71 o apocalipse de joão - mat did
Eae 71 o apocalipse de joão - mat did
 
Eae 1 aula inaugural rev01
Eae 1   aula inaugural rev01Eae 1   aula inaugural rev01
Eae 1 aula inaugural rev01
 
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae   86 - o plano divino e a lei da evoluçãoEae   86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
 
Aula reinos da natureza - eae - 83
Aula   reinos da natureza - eae - 83Aula   reinos da natureza - eae - 83
Aula reinos da natureza - eae - 83
 
Aula 39_Últimos Dias em Jerusalém_Escola de Aprendizes do Evangelho
Aula 39_Últimos Dias em Jerusalém_Escola de Aprendizes do EvangelhoAula 39_Últimos Dias em Jerusalém_Escola de Aprendizes do Evangelho
Aula 39_Últimos Dias em Jerusalém_Escola de Aprendizes do Evangelho
 
EAE - AULA 106 - O PAPEL DO DISCÍPULO
EAE - AULA 106 - O PAPEL DO DISCÍPULOEAE - AULA 106 - O PAPEL DO DISCÍPULO
EAE - AULA 106 - O PAPEL DO DISCÍPULO
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
 
Aula 27. Parábolas de Jesus. Usos e Costumes Sociais
Aula 27. Parábolas de Jesus. Usos e Costumes SociaisAula 27. Parábolas de Jesus. Usos e Costumes Sociais
Aula 27. Parábolas de Jesus. Usos e Costumes Sociais
 
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidadeCb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
 
Paz e espada
Paz e espadaPaz e espada
Paz e espada
 
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
 
Curso Básico de Espiritismo aula inaugural
Curso Básico de Espiritismo aula inauguralCurso Básico de Espiritismo aula inaugural
Curso Básico de Espiritismo aula inaugural
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 

Destaque

A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãOA Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
dianaesnero
 
A biblia e a ciencia
A biblia e a cienciaA biblia e a ciencia
A biblia e a ciencia
abimaelfilho
 
Seminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
Seminário Ciência, Religião e Des EnvolvimentoSeminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
Seminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
gilbraz
 
Origem da escola aprendizes do evangelho
Origem da escola aprendizes do evangelhoOrigem da escola aprendizes do evangelho
Origem da escola aprendizes do evangelho
Darlene Cesar
 
Princípios para uma cosmovisão bíblica
Princípios para uma cosmovisão bíblicaPrincípios para uma cosmovisão bíblica
Princípios para uma cosmovisão bíblica
Mauro RS
 

Destaque (20)

Eae 74 - ciencia e religião 5a. parte
Eae   74 - ciencia e religião 5a. parteEae   74 - ciencia e religião 5a. parte
Eae 74 - ciencia e religião 5a. parte
 
Religião x ciência
Religião x ciênciaReligião x ciência
Religião x ciência
 
Ciência vs religião
Ciência vs religiãoCiência vs religião
Ciência vs religião
 
AliançA Da CiêNcia E Da ReligiãO
AliançA Da CiêNcia E Da ReligiãOAliançA Da CiêNcia E Da ReligiãO
AliançA Da CiêNcia E Da ReligiãO
 
8. ciencia e fe 1
8. ciencia e fe 18. ciencia e fe 1
8. ciencia e fe 1
 
A Bíblia e a Ciência
A Bíblia e a CiênciaA Bíblia e a Ciência
A Bíblia e a Ciência
 
Por que creio na Bíblia
Por que creio na BíbliaPor que creio na Bíblia
Por que creio na Bíblia
 
A CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉA CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉ
 
A Bíblia e a Ciência Moderna
A Bíblia e a Ciência ModernaA Bíblia e a Ciência Moderna
A Bíblia e a Ciência Moderna
 
Terra: Evidências da Criação
Terra: Evidências da CriaçãoTerra: Evidências da Criação
Terra: Evidências da Criação
 
Religião egipcia
Religião egipciaReligião egipcia
Religião egipcia
 
Eae 74 - ciencia e religião 2a. parte
Eae   74 - ciencia e religião 2a. parteEae   74 - ciencia e religião 2a. parte
Eae 74 - ciencia e religião 2a. parte
 
A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãOA Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
A Ponte Entre A CiêNcia E A ReligiãO
 
A biblia e a ciencia
A biblia e a cienciaA biblia e a ciencia
A biblia e a ciencia
 
Seminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
Seminário Ciência, Religião e Des EnvolvimentoSeminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
Seminário Ciência, Religião e Des Envolvimento
 
Origem da escola aprendizes do evangelho
Origem da escola aprendizes do evangelhoOrigem da escola aprendizes do evangelho
Origem da escola aprendizes do evangelho
 
Religião e a ciência universal
Religião e a ciência universalReligião e a ciência universal
Religião e a ciência universal
 
Diluvio
DiluvioDiluvio
Diluvio
 
REFERENCIA PARA OS ALUNDOS - EAE 2 - OS 7 DIAS DA CRIAÇÃO
REFERENCIA PARA OS ALUNDOS - EAE 2 - OS 7 DIAS DA CRIAÇÃOREFERENCIA PARA OS ALUNDOS - EAE 2 - OS 7 DIAS DA CRIAÇÃO
REFERENCIA PARA OS ALUNDOS - EAE 2 - OS 7 DIAS DA CRIAÇÃO
 
Princípios para uma cosmovisão bíblica
Princípios para uma cosmovisão bíblicaPrincípios para uma cosmovisão bíblica
Princípios para uma cosmovisão bíblica
 

Semelhante a Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico

Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)
Regina Oliveira
 
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europaAula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
contatodoutrina2013
 

Semelhante a Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico (20)

Viajantes das estrelas
Viajantes das estrelasViajantes das estrelas
Viajantes das estrelas
 
Viajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas pptViajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas ppt
 
apresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptxapresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptx
 
A Matemática da Reencarnação
A Matemática da ReencarnaçãoA Matemática da Reencarnação
A Matemática da Reencarnação
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
Heresias - visão espírita
Heresias - visão espíritaHeresias - visão espírita
Heresias - visão espírita
 
Estudo do livro Roteiro lição 9
Estudo do livro Roteiro lição 9Estudo do livro Roteiro lição 9
Estudo do livro Roteiro lição 9
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
 
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra  Transição Planetária: de Capela a NibiruPalestra  Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
 
Exiladoscapela
ExiladoscapelaExiladoscapela
Exiladoscapela
 
A caminho da luz cap 4
A caminho da luz   cap 4A caminho da luz   cap 4
A caminho da luz cap 4
 
Carta bm-filosofia
Carta bm-filosofiaCarta bm-filosofia
Carta bm-filosofia
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)
 
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
 
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europaAula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
Aula 04 2013 - antecedentes e contemporâneos de kardec na europa
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
 
Transição Planetária - Aula 8 - Cap.16, 17
Transição Planetária - Aula 8 - Cap.16, 17Transição Planetária - Aula 8 - Cap.16, 17
Transição Planetária - Aula 8 - Cap.16, 17
 
Regeneração da Humanidade
Regeneração da HumanidadeRegeneração da Humanidade
Regeneração da Humanidade
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - a mediunidade atraves dos tempos
( Espiritismo)   # - amag ramgis - a mediunidade atraves dos tempos( Espiritismo)   # - amag ramgis - a mediunidade atraves dos tempos
( Espiritismo) # - amag ramgis - a mediunidade atraves dos tempos
 

Mais de Norberto Scavone Augusto

Mais de Norberto Scavone Augusto (20)

Apostila psv
Apostila psvApostila psv
Apostila psv
 
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoesEae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
 
A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte
A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parteA nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte
A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte
 
12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo
 
Os mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumiOs mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumi
 
Reencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modestoReencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modesto
 
Reforma intima real
Reforma intima realReforma intima real
Reforma intima real
 
O dever
O deverO dever
O dever
 
Ref anjos decaidos
Ref   anjos decaidosRef   anjos decaidos
Ref anjos decaidos
 
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
 
Há muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distanteHá muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distante
 
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
 
Relatos parte1final
Relatos parte1finalRelatos parte1final
Relatos parte1final
 
Reunião 34ª 18-02-2016
Reunião 34ª   18-02-2016Reunião 34ª   18-02-2016
Reunião 34ª 18-02-2016
 
Reunião 33ª 11-02-2016
Reunião 33ª   11-02-2016Reunião 33ª   11-02-2016
Reunião 33ª 11-02-2016
 
Hipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besantHipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besant
 
Mensagem de jesus história de um anjo
Mensagem de jesus  história de um anjoMensagem de jesus  história de um anjo
Mensagem de jesus história de um anjo
 
Reunião 31ª 28-01-2016
Reunião 31ª   28-01-2016Reunião 31ª   28-01-2016
Reunião 31ª 28-01-2016
 
Reunião 29ª 14-01-2016
Reunião 29ª   14-01-2016Reunião 29ª   14-01-2016
Reunião 29ª 14-01-2016
 
Reunião 11ª 27-08-2015
Reunião 11ª   27-08-2015Reunião 11ª   27-08-2015
Reunião 11ª 27-08-2015
 

Último

Último (7)

pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico

  • 1. EAE – 74 CIÊNCIAS E RELIGIÃO
  • 2. OBJETIVO DA AULA: • Porque a ciência se divorciou da religião? • Alta tecnologia na Atlântida há 20.000 anos atrás aliando às Ciências, à Arte, a Filosofia e a Religião. • Entidades de alto padrão espiritual renunciando a promoções para permanecerem entre nós. • Porque da intolerância religiosa! • importância do aspecto religioso do espiritismo. Nota: esta exposição apenas complementa as informações da apostila que deve ser aprofundada nos estudos de casa. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 2
  • 3. QUAL A MELHOR RELIGIÃO? “A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do Infinito”. “É aquela que te faz melhor.”
  • 4. A religião que conseguir isso de ti é a melhor religião... “é aquela que te faz mais compassivo”, aquela que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável... mais ético... EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 4
  • 5. Num passado remoto, que antecedeu e precedeu à Era dos Dinossauros, viveram na Terra desde povos primários na escala evolutiva até avançadas civilizações, tanto na dimensão material como na espiritual, todos buscando a luz que permite o progresso rumo à felicidade e à paz. Vamos ver o que aconteceu com a Atlântida há 12.000 anos atras: PALAVRAS DE HERMES TRIMEGISTRO EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 5 Ver blog na EAE – 5
  • 7. • avançada civilização, tecnologia e cultura; • profundos conhecimentos científicos (baseadas na energia motriz limpa “vril”); • erguiam pesados blocos de rocha (pela indução energética); • total automação dos processos produtivos; • veículos alados não poluentes; • só reencarnavam espíritos iguais a nós em 2.200 ; • visão liberta de paradigmas; • enxergavam o plano invisível; • não eram escravos do materialismo; • desenvolveram faculdades paranormais; • conquistaram o conforto e elevado padrão de vida; • dominavam a tecnologia da informação (semelhante ao registros akáshico); ATLÂNTIDA HÁ 13.000 ANOS ATRAS EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 7
  • 8. • 60 milhões de habitantes em harmonia; • Meta: libertação das atividades rotineiras (para dedicação ao processo criativo e progresso espiritual) • 120 – 130 anos (existência regrada, sem vícios). • As questões espirituais estavam intimamente associadas à ciência. • Era impossível falar de qualquer assunto sem envolver a causa primária da vida, que é a realidade espiritual. • A medicina era muito avançada e os habitantes não tinham carma a resgatar através de doenças degenerativas. ATLÂNTIDA HÁ 13.000 ANOS ATRAS EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 8
  • 9. Um rapaz tinha desenvolvido uma técnica de utilização da energia “vril” que permitia matar as pessoas, à distância, por asfixia. Depois de desentender-se com seus colegas de estudo, ele acabou cometendo aquele crime absurdo para testar seu invento e, então, fôra preso numa “câmara de isolamento mental”, pois poderia comandar mentalmente a energia “vril” e voltar a cometer novos crimes para tentar libertar-se. ACONTECIMENTO INUSITADO EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 9
  • 10. Jesus explixou que a Atlântida atingiu patamar superior ao programado para a Terra e justo se fazia que os irmãos aprovados migrassem para mundo superior e que já estava sendo efetivada a migração de espíritos rebeldes exilados do Sistema de Capela. Estes já se encontram reencarnando sistematicamente e no período de cem anos, esses irmãos de estágio evolutivo inferior reencarnariam gradualmente na Terra. Essa transformação mudará o cenário da Atlântida, determinando uma decadência no nível espiritual de seus habitantes. ATLÂNTIDA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 10
  • 11. ESPERA-SE QUE ESSES IRMÃOS REBELDES SE ADAPTEM AO NOVO ORBE SEM CAUSAR TRAUMAS OU DESAVENÇAS INCONTROLÁVEIS. ATLÂNTIDA Caso contrário, será necessário destruir o continente para que os exilados de Capela venham a reencarnar entre os povos bárbaros do resto do planeta, onde a tecnologia e o avanço ainda não foram alcançados. Conto com a vossa colaboração para educar os rebeldes e mostrar-lhes o caminho do amor. Suportai com amor e paciência as “crianças espirituais” que o Pai vos envia para educar!. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 11
  • 12. • Após 50 anos - não havia mais esperança para a Atlântida: • O continente deveria ser extinto para que eles não destruissem o planeta • Já havia ocorrido o primeiro caso de estupro seguido de morte • Já havia indícios de guerras entre cidades • A crença no Deus Unico havia sido abandonada • Foram criadas lendas e figuras mitológicas para o culto pagão... • A própria policia tornou-se corrupta • E nada continha o desequilíbrio dos capelinos que dominava a • Os sacerdotes eram assassinados por não revelar o segredo da energia “vril” para que os rebeldes não se utilizassem daquela poderosa tecnologia. • Os habitantes pacíficos estavam sendo substituídos por criaturas insensíveis e com um gosto por artes música extremamente sensual e vulgar. • Em apenas um único século toda uma civilização havia-se transformado como se todos tivessem sido obcecados pelas forças do mal. ATLÂNTIDA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 12
  • 13. “Na época da catástrofe estávamos com 120 anos” Násser (Ramatis) disse aos Capelinos de boa indole ao embarcarem nas 12 naus conhecidas como Arca(s) de Noé (50 pessoas em cada): - Cumprimos bem nossa tarefa! Escolhemos bem os meninos, eles serão focos de luz no novo mundo e trarão um grande impulso para as novas civilizações que se formarão na Terra. Artemis (Hermes) respondeu: - Sim, cumprimos nossa tarefa! Basta agora seguir o nosso destino rumo ao novo planeta, onde já vivem nossos irmãos. Atônis (AK) , com um brilho nos olhos, disse-nos: - Não, minha missão ainda não terminou! Eu ficarei na Terra e ajudarei os Capelinos a evoluir. Pedirei ao ‘Grande Espírito’ para seguir trabalhando neste planeta por amor aos nossos irmãos que iniciaram aqui na Atântida o seu ciclo de encarnações na Terra. Estávamos muito engajados na evolução dos capelinos para abandonar a Terra. E foi assim que ficamos ao lado dos trabalhadores do Cristo . • Artemis (Hermes Trimegistro / Ramosis); • Násser (Ramatis, Filon de Alexandria / Pitágoras). • Criste (a rainha Nefertiti , Amelie Boudet) • Atônis (Akhenaton, Allan Kardec). RENÚNCIA PLENA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 13
  • 14. *ATLAS – um Capelino ... RL-05 14 Organizou as Trevas; Tornaram-se os Justiceiros..., impondo aos poderosos a lei do Carma; Convidou Andrey (líder das Trevas por 7.000 anos) a juntar o Egito; Foi o Faraó Menés (que juntou o alto e baixo Egito) Depois foi Moisés (100 anos após Akhenaton); Depois foi Maomé ....) e atualmente esta reencarnado para ajudar na transição planetária junto com Emmanuel, João e outros....
  • 15. Atualmente a Terra vive um processo inverso. Ao invés de uma decadência cultural e moral, se processará um avanço em todas as áreas em razão da reencarnação sistemática no orbe de espíritos eleitos por seus méritos obtidos em encarnações anteriores, e do consequente exílio para um mundo inferior daqueles que se rebelaram contra o código moral trazido ao mundo pelos enviados do Cristo. O processo hoje se inverte em comparação com o que aconteceu há 12.000 anos atrás. REVERSÃO DOS VALORES EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 15
  • 16. *Transição Planetária 100 anos de transição - de 1970 a 2070; Partem os rebeldes e os acomodados; Chegam os preparados e mais desenvolvidos (Índigo, Cristal, Gold...); Ficam os “mansos e pacíficos” como dito por Jesus; Estamos no período de moratória, de 1969 a 2019 – 50 anos; O carma de todos virá à tona com força e poder total a partir de 2019... Preparo para os Testes e Provas... RL-05 16
  • 17. CIÊNCIAS & RELIGIÃO Os mesmos espiritos emigrados de Capela reencarnarm sucessivamente nas margens do Ganges.  Uns, RESIGNADOS, aceitaram o degredo e submissos às Leis de Deus desenvolveram o lado intimo e oculto da vida.  Outros, IRRESIGNADOS, não aceitaram o degredo e insubmissos contavam somente com eles proprios e nao mais com Deus... EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 17
  • 18. A SEPARAÇÃO DO HOMEM E DEUS Há 10.000 anos os Capelinos reencarnam à margem do Ganges e se ajuntam ou se separam por afinidades anteriores (de Capela) e criaram nas Trevas uma comunidade de Poder e Domino. OS RESIGNADOS (COM O DEGREDO E DECRETO DIVINO) ACEITAM E ESPERAM. TEM FÉ E APRIMORAM CONHECIMENTO INTIMO. SUA VIRTUDE A FÉ, SEU DEFEITO, DECORRENTE DO ORGULHO E EGOÍSMO: FAZEM CRIAR CASTAS E SEPARATIVIDADE. OS IRRESIGNADOS SEPARAM-SE DE DEUS, PERDEM A FÉ EM ALGO SUPERIOR, SAEM PELO MUNDO ACREDITANDO SÓ EM SEU PODER INDIVIDUAL, APRIMORAM OS MEIOS / CONHECIMENTOS MATERIAIS PARA SOBREVIVEREM SOZINHOS. SUA VIRTUDE A IGUALDADE HUMANA, SEU DEFEITO A FALTA DE FÉ E DE SENTIMENTO FRATERNO. Dai pode-se dizer que houve a cisão entre o homem e Deus bem como entre Ciência e Religião. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 18
  • 19. 3.500 anos atras, na 18ª Dinastia do Egito, eles mesmos renascem trabalhando pelo Deus Único. Nas 4 primeiras dinastias egípcia, os capelinos + adiantados e + resignados mantiveram a tradição do Deus Único e do conhecimento da energia. Com os capelinos rebeldes e insubmissos as tradições e os conhecimentos foram se perdendo, voltando-se ao paganismo, à idolatria e ao abuso do poder. Akhetaton (Amenófis IV), filho de Amenófis III, faraó da 18ª dinastia (AK), veio com a missão de reunificar o povo egípcio em torno do Deus Único (Aton) e construiu uma cidade tecnologica que se chamou também Akhetaton. Tell El-Amarna/Akhetaton PROJETO AMARNA (EGITO) - AKHETATON EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 19
  • 20. Akhetaton tratava-se de um grande centro filosófico, espiritual e científico, a cidade celestial, para onde convergiram grandes sábios da Antiguidade, a fim de promoverem o desenvolvimento espiritual e tecnológico que teria levado a humanidade terrena para um estágio semelhante ao atual, já na Era de Jesus. Porém, os sacerdotes de Amon, espíritos enegrecidos pelo ódio e pela ignorância, promoveram a derrocada do Grande Projeto, que só se realizaria com o crescimento espiritual do povo egípcio, o que não ocorreu. PROJETO AMARNA (EGITO) - AKHETATON EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 20 “O projeto consistia em implantar o monoteísmo na civilização mais adiantada da antiguidade para propiciar a vinda de Jesus, o Grande Espírito, no Egito. Junto com Jesus nasceriam Sócrates, Platão, Aristóteles e muitos outros cientistas. Caso o projeto tivesse tido êxito, a humanidade atual teria entrado na era do computador 300 anos dC, conforme planejamento divino.”
  • 21. CIÊNCIAS OCULTAS? Pode-se entender agora o motivo de se existir “ciências ocultas” e “ esoterismo” pois como Hermes falou nas primeiras dinastias do Egito antigo: É preciso medir a verdade segundo as inteligências:  velá-la aos fracos que os tornaria loucos,  ocultá-las aos maus que delas poderiam apreender senão fragmentos dos quais fariam armas de destruição,  encerra-a em teu coração, e que ela fale por tua obra: • a ciência será tua força, • a fé tua espada, • e o silêncio tua armadura invencível. HERMES TRIMEGISTROEAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 21
  • 22. CIÊNCIAS & RELIGIÃO Hoje processa-se o reencontro do oriente com ocidente. Reencontram-se “Ciências e Religião” para um crescimento mutuo. Cada qual desenvolveu-se muito em uma parte, porem, sozinhos nenhum deles se torna autossuficiente. O ocidente tem muito a dar em melhorias da vida exterior e o oriente o mesmo da vida interior É o reencontro esperado. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 22
  • 23. PROJETO CELESTE Portanto os Capelinos promoveram a crença pagã entres os gregos, os egípcios e romanos. Devido à falha do projeto Amarna, teve que vir Moisés. Moisés domou os espíritos desequilibrados que relutavam em aceitar o Deus Único. 1.300 anos depois de Moisés, Jesus é recebido com hostilidades pelos espíritos embrutecidos e petrificados no ódio e vaidade. Os projetos sagrados foram novamente vitimados pelo atraso espiritual dos que estavam no mando. Isso impeliu a humanidade da Terra ao período das trevas por 1000 anos (Idade Média), e a fez caminhar sem rumo. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 23
  • 24. PROJETO CELESTE “Que o homem moderno desligue seu televisor – hipnotizador moderno – e olhe para dentro de si e descubra o que veio fazer na Terra. Não somos máquinas num universo limitado, imposto pela sociedade materialista que crê que o homem foi criado para comer, trabalhar e dormir, e acordar novamente num ciclo contínuo e alienado de viver sem jamais refletir sobre quem é, de onde veio e para onde vai.” EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 24
  • 25. Para Jesus nascer aqui na Terra, 2 bilhões de espíritos inferiores, cuja animalidade atingia as raias do impossível, foram presos no espaço, na zona equatorial da Terra. Edificaram ali uma “ cidade das trevas” e por mil anos ficaram presos, para que se implantasse na Terra o Cristianismo. Por volta do ano 1000, foram então abertas as portas das trevas. Porem, eles implantaram aqui na Terra a idade das trevas (idade média) que por outros 1.000 anos permaneceriam como oportunidade de se redimirem. Instituíram “as cruzadas” e depois a “santa inquisição” sendo finalmente “Hitler” um dos últimos príncipes das trevas a tentar atear fogo à Terra. INTOLERÂNCIA RELIGIOSA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 25
  • 26. Atualmente no mundo existem: • 2,0 bilhões cristãos • 1,2 Bilhões de Muçulmanos (islã) • 650 Milhões de Hinduístas Século passado: Século mais sangrento da história • 15 mil guerras • 80% religiosa (12mil) • Cristãos: classe que mais crimes cometeu! INTOLERÂNCIA RELIGIOSA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 26
  • 27. CATOLICISMO: • Orgulho x humildade; • Domínio e poder – escravização; • Cobiça dos bens dos outros; • Ajuizavam sobre a vida e a morte; • Bispos e Papas: voz de Deus na Terra; • O crime e a mentira – julgamentos; • Altares / rituais / cerimônias; • Pompa / luxo / escândalos; • Língua latim – não era para o povo; • Ídolos / canonizações / santos... • Confissão auricular – confidencial ! • Comercialização de Indultos; • Penas eternas, medo, terror; • Contra a ciência (que mostra a verdade); • Papas e Monarcas disputam poder econômico; O mundo se encontra SATURADO de religiões intolerantes. Porém, não se esquecer de que Jesus é conhecido até hoje graças ao Catolicismo... EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 27
  • 28. - Como era o ambiente na época de AK? A igreja católica, além das características acima, se fundamenta no pecado original Surgem então os reformadores: • Francisco de Assis – Itália 1100 d.C. • Wycliffe – Inglaterra – 1300 dC • Jan Huss – Boemia – 1400 dC • Lutero – Alemanha – 1500 dC • Calvino – Itália – 1550 dC • Giordano Bruno – Itália - 1600 dC REFORMA EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 28
  • 29. • Nasce em 1181/ 82 em Poverello (Itália) filho de comerciante rico – Pedro Bernardone. • Vêm com Domingos de Gusmão junto a uma falange de espíritos com missão de exemplificar o amor e a humildade, o perdão e a simplicidade. • O 1º Tribunal da Inquisição foi instalado na França em 1233. • Deixou a casa paterna sem nada e segue a voz do Cristo que lhe pede: “Francisco, reconstrua a minha igreja”. • Encontra-se certa vez com Domingos e tratam da reforma da igreja de Deus. • Morre com 44 anos em 1223. FRANCISCO DE ASSIS EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 29
  • 30. • Professor da Universidade de Oxford – Inglaterra • um dos maiores sábios da época. • Nascido em 1329 e doutorou-se em 1372. • Mais eminente teólogo de seus dias, • Foi o capelão do rei Ricardo II • Tinha acesso ao Parlamento e traduziu a Bíblia, • Aproveitava as fraquezas do clero para ridicularizá-lo • apoiou o parlamento para recusar tributo ao Papa e beneficio aos Bispos. • Proclamava que a autoridade era de Deus, e não dos Bispos ou Papas, e estabelecia que a relação com Deus era direta sem precisar de intermediários. • Isso foi um golpe para Roma. • Achava que os eclesiastas deveriam estar submetidos ao tribunal civil. • Atacou e ironizou os perdões, as indulgencias, as absolvições, os cultos e os santos. • Não se deixou apanhar pelas armadilhas da inquisição e morreu tranquilo de paralisia (foi mais hábil que Huss) JOHN WYCLIFFE EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 30
  • 31. Jan Huss • Nasce na Boemia (Tcheco) em 1369 • Forma-se teólogo e com 31 anos é ordenado sacerdote • Um ano depois se torna o Reitor da Universidade. • Estudou a obra de John Wycliffe • Foi sacerdote católico e lutou contra  a cobrança das indulgencias,  da confissão auricular,  dos cultos,  das santificações,  dos altares,  do luxo e da pompa,  da riqueza... ...pois nada disso dava a salvação, só a própria pessoa e sem intermediários.EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 31
  • 32. Jan Huss • Queria que o povo soubesse a verdade portanto, pregava em Tcheco e não em latim. • Isso produziu um enfraquecimento das regras canônicas. • Praga começou a revoltar-se contra os abusos eclesiásticos e Huss aparece como chefe do partido Nacional, num conflito político religioso. • Estas atitudes e outras foram um golpe muito grande contra a igreja católica que o excomungou como herege. • Foi excomungado em 1400 e com o apoio do rei Venceslau foi festejado e homenageado como herói nacional. • Em 1409 o arcebispo acusa Huss de herege por defender as idéias de Wycliffe e declara interdição de pregar e queima seus livros. • muito culto, • professor universitário, • reitor da Universidade da Boemia, • sacerdote da Capela de Belém em Praga • e grande orador. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 32
  • 33. “ O tráfico das indulgencias, a política guerreira papal e a infabilidade papal - que era uma blasfêmia - escandalizou Huss”. • O Papa pega Huss - ficou preso em recinto infecto. • O Concilio condena a teoria de Wycliffe e depois o livro “de Eclesias” de Huss. • Resiste ás ameaças e tentações para abjurar. • Em 1415 foi queimado vivo aos 46 anos de idade. • Mesmo sendo tentado não abjurou • Preso na fogueira disse: “ Hoje vocês queimam o ganso (Huss), mas daqui a 100 anos vocês não pegam o cisne (Lutero)”. • Ele foi uma das contraposições de Deus para sustar as forças das trevas na Terra. • Sua missão foi de fortalecer a fé nos corações dos sofredores. Jan Huss EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 33
  • 34. • 1412 nasce na França – 3 anos antes da morte de Huss. • Ascende nela os mesmos ideais de Huss • Passa a ter visões e começa:  Fortalecer a fé nos corações dos sofredores.  Mostrar a presença de Deus em tudo  Mostrar que somos constantemente observados e amparados pelos anjos da Luz em nome do Cristo. • Heroína da fé dando coragem e animo que se enraizou em muita gente. • É traída por 100 francos, presa, interrogada pelo tribunal • Faz tremer os alicerces da escuridão consciencial dos inquisidores. Joana D´Arc EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 34
  • 35. • É condenada como bruxa e herege e queimada viva com 17 anos defendendo com bravura sua fé inabalável. • Jan Huss quis ser o primeiro em espírito a abraçá-la na presença de Cristo, que abençoou seu gesto gigantesco de firmeza e decisão, ao entregar-se como mexa viva para aumentar o clarão da fé nos corações humanos. Joana D´Arc EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 35
  • 36. Um fato bonito de fé aconteceu com a virgem de Dorémi quando foi colocada junto a cela onde estava a louca de Paris como chacota dos guardas. Joana cura a mulher e depois vai para os infindáveis interrogatórios da inquisição. A mulher ficou sadia e é solta pelos guardas e vive pelas ruas em busca de sua salvadora para agradecer até que é atropelada por uma carruagem e morre. Continua buscando sem tréguas até que vê uma multidão e uma fogueira onde identifica sua salvadora e vai em direção da fogueira sem medo para ajudá-la. Abraça-se ao seu coração na fogueira com tanta devoção que quando vão juntar as cinzas encontram- no intacto, deixando dos inquisidores perplexos e sem explicação para o fato. A louca de Paris EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 36
  • 37. • Teólogo e reformador religioso alemão; • nasce em 1484 de família de mineiros pobres; • 1507 tornou-se monge Ordem dos Agostinianos; • 1512 Lutero doutorou-se em Teologia na Universidade de Wittenberg ; • Assumiu a cátedra de Teologia Bíblica até a morte; • Foi atuante pregador, professor e administrador; • Desencadeia movimento a partir do estudo do Novo Testamento onde convenceu-se de que os cristãos são salvos não pelos próprios esforços e méritos, mas pelo dom da graça de Deus, aceita pela fé! • Em 1517 expôs na porta da Igreja suas 95 teses contra a venda de indulgências e reformas no interior da igreja Católica. Martinho Lutero EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 37
  • 38. • Lutero defendeu suas opiniões e em 1520 foi levado a inquérito pela Igreja romana • Deu-se a condenação a seus ensinamentos e sua excomunhão pelo papa Leão X. • Lutero iniciou a tradução do Novo Testamento para o alemão, o que propiciou importante contribuição para o desenvolvimento da língua alemã. • Suas idéias são propagadas e desencadeia-se um movimento reformador em vários países europeus. Martinho Lutero EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 38
  • 39. • Em 1525 casou-se com a monja exercendo na prática sua tese de abolição do celibato. • Publica um pequeno catecismo para ensinar crianças; • Defende a construção de escolas para rapazes e moças. • Musico, compõe hinos que se tornam prédicas evangélicas. • Denuncia as injustiças sociais e cobra das autoridades mudanças na ordem econômica e social. • Sua influência estendeu-se a norte e a leste da Europa e seu prestígio contribuiu para que Wittenberg se tornasse um centro intelectual. Martinho Lutero EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 39
  • 40. PERCEBEU QUE O CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES QUE A IGREJA CATÓLICA IMPUNHA NÃO CONSEGUIA PROPORCIONAR SALVAÇÃO PARA NINGUÉM. Isso o deixou profundamente inseguro e perturbado Certa vez, ministrando um curso bíblico, deparou-se com a carta de Paulo aos romanos onde afirmava que: “O HOMEM NÃO SE JUSTIFICA PERANTE DEUS COM AS OBRAS DA LEI, MAS SOMENTE ATRAVÉS DA FÉ”. Rompe então com o catolicismo e adotou a doutrina da justificação pela fé como base da salvação. Sua morte ocorreu em 1546 quando o movimento de ruptura com a igreja Católica Romana havia acontecido irremediavelmente. Martinho Lutero EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 40
  • 41. Teólogo e humanista francês:1509 -1564 Considerado discípulo de Lutero ; Levanta o seguinte questionamento: SE DEUS É ONIPOTENTE ENTÃO ELE CONHECE O PRESENTE E O FUTURO, PORTANTO, SABE QUEM ESTÁ PREDESTINADO À SALVAÇÃO E À PERDIÇÃO. Surge então a doutrina da predestinação; O homem nada pode fazer para sua salvação e nenhum sinal exterior foi dado para saber se é um eleito ou não. NÃO É O COMPORTAMENTO QUE OS SALVA, MAS OS ELEITOS DEVERIAM TRABALHAR PARA APRESENTAR NATURALMENTE CERTO COMPORTA- MENTO ÉTICO QUE LHE DARIA A “CERTEZA” DA SALVAÇÃO. Essa doutrina teve muita influencia nos EUA, pois enfatiza o comércio. Calvino EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 41
  • 42. Giordano Bruno • Itália 1548 a 1600 • Luta contra o autoritarismo cristão; • Religioso dominicano; • profundos conhecimentos científicos e filosóficos; • Segue Aristóteles, Copérnico, Demócrito, Epicuro,... • Teve que fugir da inquisição por seus princípios avançados para a época. EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 42
  • 43. • Foi o principal representante do Universo descentralizado, infinito, infinitamente povoado, universo sem contorno, não possuindo centro.... • Pregou em toda a Europa ocidental com fervor de um evangelista. • Defendeu a pluralidade dos mundos habitados, a reencarnação... etc. • Foi queimado vivo em Roma em 1600 • Uma multidão esperava que o Papa Clemente VIII o perdoasse como fizera antes para Galileu Galilei, que foi mártir símbolo da intolerância religiosa Cristã. • Nem uma palavra saiu do Vaticano: a igreja custa muito a dar o braço a torcer. • 400 anos levou para a igreja pedir perdão a quem afirmou que a Terra girava em torno do Sol! Giordano Bruno
  • 44. • Para mostrar primeiro a intolerância religiosa oprimindo a liberdade de pensar e se opondo a qualquer descoberta cientifica. • Depois para vermos que com o conhecimento do povo, eles (os que detém o poder temporal) perderiam o poder, o que vem acontecendo fortemente hoje. • Depois para mostrar, através da lei da reencarnação, que são os mesmos protagonistas que estão levando a chama da religião pura e verdadeira através dos tempos POR QUE CONTAMOS A HISTÓRIA DELES? EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 44
  • 45. - Quem foi Francisco de Assis? O profeta Daniel e depois. João Evangelista - discípulo do Mestre - Quem foi Jan Huss? 12.000 aC matemático na Atlântida 3.300 aC foi o sacerdote Amenófis (Akhenaton) no Egito 1.800 dC foi Allan Kardec (prof. Ravail) - Quem veio a ser Giordano Bruno? 400 dC foi Hipacia - filósofa em Alexandria mota e esquartejada por cristãos fieis ovelhas do Bispo Cirino (São Cirino) que tinham rixa dela. 1847 dC foi Annie Besant notável oradora inglesa sucessora da madame Blavatsky da Sociedade Teosófica. - Quem foi Martinho Lutero? (se tem indícios de ter sido Paulo de Tarso ou Estevão)!! EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 45 A HISTÓRIA DELES
  • 46. Surgiu como ciência de observação com consequências morais. AK NÃO TINHA COMO DIZER NAQUELA ÉPOCA QUE O ESPIRITISMO ERA UMA RELIGIÃO! AK fez com que o espiritismo crescesse vinculado ao Evangelho Dessa vinculação surgiu a Religião Espírita (RE dez 1868) O termo RELIGIÃO foi deturpado com o tempo pelo mau uso, significando culto estruturado, rituais, dogmas e paramentos; Para AK a origem da religião significa a ligação, o laço que une as pessoas em torno de determinado princípio – “Religare”. ESPIRITISMO EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 46
  • 47. Este laço é a CARIDADE: 1. A caridade benevolente que envolve as qualidades do coração, o perdão das ofensas, a boa vontade para com todos, a indulgência para coma as imperfeições alheias. 2. Diferente da caridade beneficente que AK classificou no seu sentido material. AK não considerava o espiritismo como religião (tradicionalmente conhecida) devido aos cultos e as hierarquias por isso disse ser uma ciência de observação com consequências morais. A tarefa de AK fora de reorganizar o edifício da fé que estava desmoronando. ESPIRITISMO EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 47
  • 48. COMO NOS RELIGARMOS A DEUS? • As igrejas Cristãs se baseiam na cultura da CULPA e do MEDO; • O Espiritismo se baseia no homem simples e ignorante porém perfectível; • O homem que estaciona no caminho evolutivo se desliga de Deus; • O “desligamento” é apenas aparente se sente separado de Deus • Necessita sentir-se novamente ligado à Deus que o sustenta e o conduz. • Procura uma religião “fora de si” que o possa aproximar de Deus. • Depois vê que a “religação” é intima, passa a procurar Deus dentro de si. • Propõe-se ao controle das paixões, dos prazeres efêmeros e ás mudanças de hábitos. • Propõe como busca da felicidade: a busca de si mesmo, do autoconhecimento, da vivencia do amor incondicional, da tomada de consciência, da eliminação dos resquícios da animalidade, da purificação dos sentimentos, da correção dos pensamentos, do desenvolvimento espiritual e da adoração de Deus em espírito e verdade EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 48
  • 49. *Desafios e Oportunidades... Desafios: • enormes tentações, provas, seduções, testes.... Oportunidades: • nascemos numa época impar da história da Terra (Gaia); • Podemos ganhar séculos em poucas décadas – se forem corretamente vividas ! Armas: • De que armas dispões para sua defesa ? • Oração: viver o estado de oração pois este te liga ao plano maior, ao governo sideral, aos dirigentes da evolução; • Vigilância: proteger-se da enorme invasão existente ao nosso redor para não cair nas tentações. RL-05 49 O HOMEM NO MUNDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO -CAP XVII - SEDE PERFEITOS 10....Purificai, pois, os vossos corações e não consintais que neles demore qualquer pensamento mundano ou fútil.
  • 50. • Iniciação Espírita – Pág. 110 a 115 – Ed. Aliança • No Invisível – Leòn Denis – FEB • Religião – Carlos Imbassahy • Depois da Morte – Leòn Denis – FEB • O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. 1, 6 – Allan Kardec • Cristianismo e Espiritismo – Leòn Denis – FEB • Religiões e Filosofias – Edgard Armond – Ed. Aliança • Evolução para o Terceiro Milênio – Cap. 3 –Rizzini – Edicel • O que é Espiritismo – Cap. I – 2o. diálogo – Allan Kardec • O Livro dos Espíritos – Introdução, Perg. 658 a 660 – Allan Kardec • O Consolador – Emmanuel / Chico Xavier – FEB • Estante da Vida – Lição 3 e lição 26 – Irmão X / Chico Xavier – FEB • São Francisco – João Nunes Maia – Lancelin e Miramez • Akenaton – Roger Bottini / Hermes Trimegistro; • Atlantida – Roger Bottini / Hermes Trimegistro Bibliografia: EAE 74 - CIÊNCIAS E RELIGIÃO 50
  • 51. AKHENATON Tell el-Amarna é o nome atual em árabe de uma localidade que funcionou como capital do Antigo Egito durante o reinado do faraó Akhenaton (também conhecido como Amenhotep IV ou Amenófis IV), sendo então designada como Akhetaton ("O Horizonte de Aton"). Inegável que Brasília é, portanto, uma nova Akhetaton, a cidade sagrada de Aton, o deus Sol.