SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
DORES – CANSAÇO – DESGASTES E SOFRIMENTOS: SEU MOTIVO (1ª. PARTE)
Somos Deus – apenas não estamos conscientes
desse atributo por estarmos inconscientes e
não acordados para a vida maior.
Nossa manifestação no universo se compõe de
um complexo energético agrupado em 7
subdivisões, ou 7 corpos, com funções
especificas:
1. CORPO FÍSICO + ETÉRICO f (ação);
2. CORPO ASTRAL f (emoção);
3. CORPO MENTAL f (pensamentos);
4. CORPO CAULSAL f (consciência);
5. CORPO INTUCIONAL f (intuição);
6. CORPO ESPIRITUAL f (vontade);
7. CORPO DIVINO F (verbo).
Nota: nomenclatura dos corpos é apenas didática.
Os 3 últimos corpos já estão mais próximos de
nosso Eu Superior e os 4 primeiros são partes
do nosso Eu Inferior ou EGO.
Quanto maior a amplitude energética menos
denso se torna o corpo, pois, o material fluídico
quanto mais energizado mais vibrante se
tornam seus átomos.
Esta energia divina manifestada através da sua
consciência na prática do bem, do amor
incondicional e no seu desenvolvimento
espiritual, o liberta, o sutiliza e o energiza,
passando para patamares vibracionais maiores
desapegando-se das necessidades impostas
pela matéria.
O problema do homem atual é que está
totalmente aprisionado ao plano físico, aos
seus 3 primeiros corpos desajustados, sendo
comandado pelo instinto animalesco, pelas
sensações fugazes e prazeres momentâneos.
Em suma, apenas pela “aparência”, pela
estética admitida e aceita pela sociedade atual.
Abusa da alimentação, álcool, drogas, prazeres
do sexo desregrado estimulando a
promiscuidade e a proliferação de doenças.
A mente é um poderoso dínamo que irradia
incessantemente a manifestação do espirito
que interage com todo o universo. A
manifestação mental não tem como ser freada,
é uma manifestação contínua e inconsciente
proveniente da energia infinita criada por Deus.
Do mesmo jeito que a mente espiritual emana
energia constantemente na forma de
pensamentos, ela também capta, como uma
grande antena, os pensamentos e energia dos
demais seres. A mente vai absorver as energias
mentais de acordo com o estado vibracional
que o espirito esteja apresentando no
momento.
Portanto, é indispensável para o progresso
espiritual do ser humano a disciplina mental e o
exercício diário de higienização mental,
excluindo todos os pensamentos ruins,
levianos, imorais, ou seja, de baixa amplitude
energética.
Nossa sociedade sofre de uma verdadeira
hipnose em massa, sintonizada integralmente
em uma frequência de baixo calão que não
refletem a verdadeira tarefa de buscar a
integridade moral e o desenvolvimento do
homem, espirito imortal, na busca de sua
ascensão a estágios superiores.
Os irmãos inferiores das trevas e dos umbrais
utilizam frequentemente do controle mental,
enfraquecem a mente humana através de
emanações de cunho materialista, de ambição,
de individualismo, sugerindo a busca constante
de prazeres do corpo, pela sedução, erotismo,
promiscuidade.
Hipnotizam, tornam o homem escravo dos
prazeres do corpo impossibilitando este de
realizar os trabalhos propostos para sua
evolução.
É justamente o mental que orienta o homem
em suas ações e vivencias, é sua bússola nos
comportamentos morais.
A Nova Era apenas comportará espíritos
disciplinados nas ações do mental constituída
DORES – CANSAÇO – DESGASTES E SOFRIMENTOS: SEU MOTIVO (1ª. PARTE)
por pensamentos altruístas, benfazejos, de
conduta de elevada estirpe moral.
Pelo descontrole e indisciplina mental
aprisionam-se em sentimentos e desejos
inferiores hipnotizando-se constantemente por
uma força que os repele do caminho para Deus.
As chaves que libertam dessa prisão estão na
vivência do Evangelho de Cristo. É preciso
acordar urgentemente desse torpor enquanto
ainda há tempo. É preciso ajustar essa antena
espiritual para as ondas que sintonizam no
amor, na fé, na tolerância, na prosperidade e
desligar definitivamente este canal de ilusão
que aprisiona, debilita e insensibiliza as ações
espirituais do espirito encarnado.
A educação da mente para fins benéficos vai
desde a leitura de assuntos de elevação moral,
conversas sadias e prósperas, até a
identificação dos pensamentos levianos e
negativos, e, principalmente, praticar
atividades que competem o homem em sua
autoestima, desprendimento e força interior.
REFERÊNCIA:
NOVA ERA – RAMATIS / CAP 3: A LIBERTAÇÃO DA MENTE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEMMundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
Wilma Badan C.G.
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
Graça Maciel
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
paikachambi
 
08 os corpos espirituais
08  os corpos espirituais08  os corpos espirituais
08 os corpos espirituais
Antonio SSantos
 
Obstaculos a reprodução
Obstaculos a reproduçãoObstaculos a reprodução
Obstaculos a reprodução
Shantappa Jewur
 

Mais procurados (20)

Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEMMundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
Mundo material e mundo espiritual - IEE - CEM
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
 
Finalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãOFinalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãO
 
Elementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do UniversoElementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do Universo
 
Sono e Sonhos na visão Espírita
Sono e Sonhos na visão EspíritaSono e Sonhos na visão Espírita
Sono e Sonhos na visão Espírita
 
Espírito E Matéria
Espírito E MatériaEspírito E Matéria
Espírito E Matéria
 
2.9.6 acao dos espiritos sobre os fenomenos da natureza
2.9.6   acao dos espiritos sobre os fenomenos da natureza2.9.6   acao dos espiritos sobre os fenomenos da natureza
2.9.6 acao dos espiritos sobre os fenomenos da natureza
 
08 os corpos espirituais
08  os corpos espirituais08  os corpos espirituais
08 os corpos espirituais
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
Moradas Espirituais
Moradas EspirituaisMoradas Espirituais
Moradas Espirituais
 
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2   a prece = importância, eficácia e açãoRoteiro 2   a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
 
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
 
Livro Sexo e Destino Cap.7
Livro Sexo e Destino Cap.7Livro Sexo e Destino Cap.7
Livro Sexo e Destino Cap.7
 
Obstaculos a reprodução
Obstaculos a reproduçãoObstaculos a reprodução
Obstaculos a reprodução
 
Lei de adoração
Lei de adoraçãoLei de adoração
Lei de adoração
 
Obsessao 1
Obsessao 1Obsessao 1
Obsessao 1
 
Muitas Moradas
Muitas MoradasMuitas Moradas
Muitas Moradas
 

Semelhante a A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte

Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
paikachambi
 
Corpos espirituais
Corpos espirituaisCorpos espirituais
Corpos espirituais
Amadeu Wolff
 
Nossos Corpos Espirituais
Nossos Corpos EspirituaisNossos Corpos Espirituais
Nossos Corpos Espirituais
cefeg2010
 

Semelhante a A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte (20)

Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.
 
Tratamento das Víciações
Tratamento das VíciaçõesTratamento das Víciações
Tratamento das Víciações
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
Le vida de insulamento voto de silencio
Le vida de insulamento   voto de silencioLe vida de insulamento   voto de silencio
Le vida de insulamento voto de silencio
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
 
Da Vida Espírita
Da Vida EspíritaDa Vida Espírita
Da Vida Espírita
 
Ambiente mental
Ambiente mental Ambiente mental
Ambiente mental
 
Corpos espirituais
Corpos espirituaisCorpos espirituais
Corpos espirituais
 
Sexualidade à Luz Da Doutrina EspíRita
Sexualidade à Luz Da Doutrina EspíRitaSexualidade à Luz Da Doutrina EspíRita
Sexualidade à Luz Da Doutrina EspíRita
 
Espiritualidade e saúde (fatima)
Espiritualidade e saúde (fatima)Espiritualidade e saúde (fatima)
Espiritualidade e saúde (fatima)
 
Corpos espirituais
Corpos espirituaisCorpos espirituais
Corpos espirituais
 
Nossos Corpos Espirituais
Nossos Corpos EspirituaisNossos Corpos Espirituais
Nossos Corpos Espirituais
 
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade  - SintoniaMecanismo das comunicações - Afinidade  - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
 
Parte 1 cláudia campos
Parte 1   cláudia camposParte 1   cláudia campos
Parte 1 cláudia campos
 
Curso de Entrevistadores - Sexualidade
Curso de Entrevistadores - SexualidadeCurso de Entrevistadores - Sexualidade
Curso de Entrevistadores - Sexualidade
 
Curso de Entrevistadores - Sexualidade
Curso de Entrevistadores - SexualidadeCurso de Entrevistadores - Sexualidade
Curso de Entrevistadores - Sexualidade
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
 
O caminho da cura
O caminho da curaO caminho da cura
O caminho da cura
 
A religiao interior
A religiao interiorA religiao interior
A religiao interior
 
Terapeuta naturalista
Terapeuta naturalistaTerapeuta naturalista
Terapeuta naturalista
 

Mais de Norberto Scavone Augusto

Mais de Norberto Scavone Augusto (20)

Apostila psv
Apostila psvApostila psv
Apostila psv
 
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoesEae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes
 
12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo
 
Os mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumiOs mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumi
 
Reencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modestoReencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modesto
 
Reforma intima real
Reforma intima realReforma intima real
Reforma intima real
 
O dever
O deverO dever
O dever
 
Ref anjos decaidos
Ref   anjos decaidosRef   anjos decaidos
Ref anjos decaidos
 
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
 
Há muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distanteHá muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distante
 
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
 
Relatos parte1final
Relatos parte1finalRelatos parte1final
Relatos parte1final
 
Reunião 34ª 18-02-2016
Reunião 34ª   18-02-2016Reunião 34ª   18-02-2016
Reunião 34ª 18-02-2016
 
Reunião 33ª 11-02-2016
Reunião 33ª   11-02-2016Reunião 33ª   11-02-2016
Reunião 33ª 11-02-2016
 
Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico
Eae  74   ciencia e religião   rev 02   mat didaticoEae  74   ciencia e religião   rev 02   mat didatico
Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico
 
Hipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besantHipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besant
 
Mensagem de jesus história de um anjo
Mensagem de jesus  história de um anjoMensagem de jesus  história de um anjo
Mensagem de jesus história de um anjo
 
Reunião 31ª 28-01-2016
Reunião 31ª   28-01-2016Reunião 31ª   28-01-2016
Reunião 31ª 28-01-2016
 
Reunião 29ª 14-01-2016
Reunião 29ª   14-01-2016Reunião 29ª   14-01-2016
Reunião 29ª 14-01-2016
 
Reunião 11ª 27-08-2015
Reunião 11ª   27-08-2015Reunião 11ª   27-08-2015
Reunião 11ª 27-08-2015
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 

A nova era - ramatis - dores e sofrimentos - 1a. parte

  • 1. DORES – CANSAÇO – DESGASTES E SOFRIMENTOS: SEU MOTIVO (1ª. PARTE) Somos Deus – apenas não estamos conscientes desse atributo por estarmos inconscientes e não acordados para a vida maior. Nossa manifestação no universo se compõe de um complexo energético agrupado em 7 subdivisões, ou 7 corpos, com funções especificas: 1. CORPO FÍSICO + ETÉRICO f (ação); 2. CORPO ASTRAL f (emoção); 3. CORPO MENTAL f (pensamentos); 4. CORPO CAULSAL f (consciência); 5. CORPO INTUCIONAL f (intuição); 6. CORPO ESPIRITUAL f (vontade); 7. CORPO DIVINO F (verbo). Nota: nomenclatura dos corpos é apenas didática. Os 3 últimos corpos já estão mais próximos de nosso Eu Superior e os 4 primeiros são partes do nosso Eu Inferior ou EGO. Quanto maior a amplitude energética menos denso se torna o corpo, pois, o material fluídico quanto mais energizado mais vibrante se tornam seus átomos. Esta energia divina manifestada através da sua consciência na prática do bem, do amor incondicional e no seu desenvolvimento espiritual, o liberta, o sutiliza e o energiza, passando para patamares vibracionais maiores desapegando-se das necessidades impostas pela matéria. O problema do homem atual é que está totalmente aprisionado ao plano físico, aos seus 3 primeiros corpos desajustados, sendo comandado pelo instinto animalesco, pelas sensações fugazes e prazeres momentâneos. Em suma, apenas pela “aparência”, pela estética admitida e aceita pela sociedade atual. Abusa da alimentação, álcool, drogas, prazeres do sexo desregrado estimulando a promiscuidade e a proliferação de doenças. A mente é um poderoso dínamo que irradia incessantemente a manifestação do espirito que interage com todo o universo. A manifestação mental não tem como ser freada, é uma manifestação contínua e inconsciente proveniente da energia infinita criada por Deus. Do mesmo jeito que a mente espiritual emana energia constantemente na forma de pensamentos, ela também capta, como uma grande antena, os pensamentos e energia dos demais seres. A mente vai absorver as energias mentais de acordo com o estado vibracional que o espirito esteja apresentando no momento. Portanto, é indispensável para o progresso espiritual do ser humano a disciplina mental e o exercício diário de higienização mental, excluindo todos os pensamentos ruins, levianos, imorais, ou seja, de baixa amplitude energética. Nossa sociedade sofre de uma verdadeira hipnose em massa, sintonizada integralmente em uma frequência de baixo calão que não refletem a verdadeira tarefa de buscar a integridade moral e o desenvolvimento do homem, espirito imortal, na busca de sua ascensão a estágios superiores. Os irmãos inferiores das trevas e dos umbrais utilizam frequentemente do controle mental, enfraquecem a mente humana através de emanações de cunho materialista, de ambição, de individualismo, sugerindo a busca constante de prazeres do corpo, pela sedução, erotismo, promiscuidade. Hipnotizam, tornam o homem escravo dos prazeres do corpo impossibilitando este de realizar os trabalhos propostos para sua evolução. É justamente o mental que orienta o homem em suas ações e vivencias, é sua bússola nos comportamentos morais. A Nova Era apenas comportará espíritos disciplinados nas ações do mental constituída
  • 2. DORES – CANSAÇO – DESGASTES E SOFRIMENTOS: SEU MOTIVO (1ª. PARTE) por pensamentos altruístas, benfazejos, de conduta de elevada estirpe moral. Pelo descontrole e indisciplina mental aprisionam-se em sentimentos e desejos inferiores hipnotizando-se constantemente por uma força que os repele do caminho para Deus. As chaves que libertam dessa prisão estão na vivência do Evangelho de Cristo. É preciso acordar urgentemente desse torpor enquanto ainda há tempo. É preciso ajustar essa antena espiritual para as ondas que sintonizam no amor, na fé, na tolerância, na prosperidade e desligar definitivamente este canal de ilusão que aprisiona, debilita e insensibiliza as ações espirituais do espirito encarnado. A educação da mente para fins benéficos vai desde a leitura de assuntos de elevação moral, conversas sadias e prósperas, até a identificação dos pensamentos levianos e negativos, e, principalmente, praticar atividades que competem o homem em sua autoestima, desprendimento e força interior. REFERÊNCIA: NOVA ERA – RAMATIS / CAP 3: A LIBERTAÇÃO DA MENTE