SlideShare uma empresa Scribd logo
Geralmente, se classifica a acuidade da lombalgia de acordo com o tempo, desde o seu
início:
 Fase aguda: entre 0 e 1 mês desde o início do episódio da dor lombar.
 Fase subaguda: entre 2 e 3 meses desde o episódio da dor lombar.
 Fase crônica: mais de 3 meses desde o episódio da dor lombar.
Outra classificação comum é a baseada na capacidade funcional de cada paciente:
 Aguda: representa os pacientes severamente limitados e incapazes de
permanecer em pé por mais de 15 minutos, sentar por mais de 30 minutos ou
caminhar mais do que ¼ de quilômetro sem agravar a dor.
 Subaguda: representa os pacientes que conseguem fazer as atividades
mencionadas na fase aguda (sentar, levantar ou andar por períodos mais longos),
mas não conseguem realizar as atividades de vida diária, como limpar e levantar
objetos pesados.
 Crônica: representa os pacientes capazes de fazer as atividades de vida diária,
mas que não conseguem realizar atividades de grande exigência física e de longa
duração, como manusear material pesado, participar de esportes competitivos ou
realizar tarefas domésticas pesadas.
Pode-se classificar também a gravidade ou acuidade da dor lombar de acordo com a
resposta do paciente aos movimentos ativos (por exemplo: flexão e extensão lombar) e
passivos (por exemplo: manobra de Lasègue) da seguinte forma:
 Se a dor ocorrer entre o início e a metade do movimento ativo ou passivo, a
condição é considerada aguda;
 Se a dor ocorrer na metade do movimento, a condição é considerada subaguda;
 Se a dor ocorre apenas no final do movimento, a condição é classificada como
crônica.
Todas as classificações são igualmente importantes para que se possa orientar a escolha
do melhor tratamento. Nesta tabela estão resumidas:
Cada etiologia deve receber tratamento individualizado específico.
Fisioterapia tem se mostrado benéfica para pacientes com Lombalgia aguda ou
subaguda ou com episódios recorrentes, eletroterapia para analgesia que são utilizados
no controle inicial da dor. Prescrição de medicamentos orientados pelo medico; e
posteriormente o fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna é o mais
indicado para uma menor recidiva das lesões.
O objetivo geral do tratamento é retornar as atividades que exigem grande demanda do
sistema musculoesquelético (esporte ou trabalho), melhorando a força, a resistência e o
controle do movimento de maneira que, durante as simulações das situações de alta
demanda, os pacientes consigam manter a coluna em posição neutra sem exacerbação
dos sintomas.
A Educação do paciente é um componente importante do tratamento de indivíduos
com dor lombar, independente da categoria em que eles se encaixam. As principais
recomendações são:
– evitar o repouso na cama
– permanecer ativo e levar uma vida ativa
– seguir orientação em relação a historia natural positiva da lombalgia.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
FUAD HAZIME
 
Manual Tens-Fes Clínico HTM
Manual Tens-Fes Clínico HTMManual Tens-Fes Clínico HTM
Manual Tens-Fes Clínico HTM
AmericanFisio
 
A CIF e a Funcionalidade
A CIF e a FuncionalidadeA CIF e a Funcionalidade
A CIF e a Funcionalidade
Cassia Buchalla
 
Ultra som
Ultra somUltra som
Ultra som
Nay Ribeiro
 
Recursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducaoRecursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducao
Nay Ribeiro
 
Lesoes Musculares
Lesoes MuscularesLesoes Musculares
Lesoes Musculares
Hugo Pedrosa
 
Manual de goniometria
Manual de goniometriaManual de goniometria
Manual de goniometria
Raíssa Moraes
 
Capsulite adesiva
Capsulite adesivaCapsulite adesiva
Capsulite adesiva
Gilmar Roberto Batista
 
Manual-fita-kinesio-pdf
 Manual-fita-kinesio-pdf Manual-fita-kinesio-pdf
Manual-fita-kinesio-pdf
Claudia Pinto
 
Epicondilite lateral
Epicondilite lateralEpicondilite lateral
Epicondilite lateral
adrianomedico
 
Avaliação respiratória
Avaliação respiratóriaAvaliação respiratória
Avaliação respiratória
resenfe2013
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
Fernando Farias
 
Aula 1 anamese
Aula 1 anameseAula 1 anamese
Aula 1 anamese
Fernanda Francalin
 
Aula Eletroterapia
Aula EletroterapiaAula Eletroterapia
Aula Eletroterapia
Jacqueline Bexiga
 
Eletroanalgesia - TENS
Eletroanalgesia - TENSEletroanalgesia - TENS
Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018
pauloalambert
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
lcinfo
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Marcha
MarchaMarcha
Marcha
Diana Soares
 
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia DermatofuncionalAcne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Universidade Norte do Paraná
 

Mais procurados (20)

Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
 
Manual Tens-Fes Clínico HTM
Manual Tens-Fes Clínico HTMManual Tens-Fes Clínico HTM
Manual Tens-Fes Clínico HTM
 
A CIF e a Funcionalidade
A CIF e a FuncionalidadeA CIF e a Funcionalidade
A CIF e a Funcionalidade
 
Ultra som
Ultra somUltra som
Ultra som
 
Recursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducaoRecursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducao
 
Lesoes Musculares
Lesoes MuscularesLesoes Musculares
Lesoes Musculares
 
Manual de goniometria
Manual de goniometriaManual de goniometria
Manual de goniometria
 
Capsulite adesiva
Capsulite adesivaCapsulite adesiva
Capsulite adesiva
 
Manual-fita-kinesio-pdf
 Manual-fita-kinesio-pdf Manual-fita-kinesio-pdf
Manual-fita-kinesio-pdf
 
Epicondilite lateral
Epicondilite lateralEpicondilite lateral
Epicondilite lateral
 
Avaliação respiratória
Avaliação respiratóriaAvaliação respiratória
Avaliação respiratória
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
 
Aula 1 anamese
Aula 1 anameseAula 1 anamese
Aula 1 anamese
 
Aula Eletroterapia
Aula EletroterapiaAula Eletroterapia
Aula Eletroterapia
 
Eletroanalgesia - TENS
Eletroanalgesia - TENSEletroanalgesia - TENS
Eletroanalgesia - TENS
 
Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Marcha
MarchaMarcha
Marcha
 
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia DermatofuncionalAcne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
 

Destaque

Crioterapia e turbilhão
Crioterapia e turbilhãoCrioterapia e turbilhão
Crioterapia e turbilhão
Renan Malaquias
 
Patogenia das doenças infecciosas
Patogenia das doenças infecciosasPatogenia das doenças infecciosas
Patogenia das doenças infecciosas
Iasmyn Florencio
 
Eletroterapia resumão
Eletroterapia resumãoEletroterapia resumão
Eletroterapia resumão
Morgana Vieira
 
Eletroterapia
EletroterapiaEletroterapia
Eletroterapia
Paulo Cardoso
 
Radiacao ultravioleta
Radiacao ultravioletaRadiacao ultravioleta
Radiacao ultravioleta
Nay Ribeiro
 
Lombalgia
LombalgiaLombalgia
Lombalgia
Reumatoguia
 
Ultrassom terapêutico
Ultrassom terapêuticoUltrassom terapêutico
Ultrassom terapêutico
laismoraes93
 
Estados patologicos. Abi
Estados patologicos. AbiEstados patologicos. Abi
Estados patologicos. Abi
doloresabigail
 
Tipos de depressão
Tipos de depressãoTipos de depressão
Tipos de depressão
Acqua Blue Fitnnes
 
Bibliografia 1
Bibliografia 1Bibliografia 1
Bibliografia 1
Hugo Pedrosa
 
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da LombalgiaReeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
Dra. Welker Fisioterapeuta
 
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICACurso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
CFM - Centro Formação Massagistas
 
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares ModernasBiblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Hugo Pedrosa
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
Andressa Macena
 
Lombalgia
LombalgiaLombalgia
Lombalgia
adrianomedico
 
Manual de coleta de material biologico
Manual de coleta de material biologicoManual de coleta de material biologico
Manual de coleta de material biologico
Centro Universitário Ages
 
Crioterapia
CrioterapiaCrioterapia
Crioterapia
Priscilla Nicole
 
Vias de acesso ao membro superior
Vias de acesso ao membro superiorVias de acesso ao membro superior
Vias de acesso ao membro superior
Renan Malaquias
 
Corrente interferencial
Corrente interferencial Corrente interferencial
Corrente interferencial
FUAD HAZIME
 
Calor e suas aplicações
Calor e suas aplicaçõesCalor e suas aplicações
Calor e suas aplicações
Bruno Tramontin
 

Destaque (20)

Crioterapia e turbilhão
Crioterapia e turbilhãoCrioterapia e turbilhão
Crioterapia e turbilhão
 
Patogenia das doenças infecciosas
Patogenia das doenças infecciosasPatogenia das doenças infecciosas
Patogenia das doenças infecciosas
 
Eletroterapia resumão
Eletroterapia resumãoEletroterapia resumão
Eletroterapia resumão
 
Eletroterapia
EletroterapiaEletroterapia
Eletroterapia
 
Radiacao ultravioleta
Radiacao ultravioletaRadiacao ultravioleta
Radiacao ultravioleta
 
Lombalgia
LombalgiaLombalgia
Lombalgia
 
Ultrassom terapêutico
Ultrassom terapêuticoUltrassom terapêutico
Ultrassom terapêutico
 
Estados patologicos. Abi
Estados patologicos. AbiEstados patologicos. Abi
Estados patologicos. Abi
 
Tipos de depressão
Tipos de depressãoTipos de depressão
Tipos de depressão
 
Bibliografia 1
Bibliografia 1Bibliografia 1
Bibliografia 1
 
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da LombalgiaReeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
Reeducação Dinâmica Muscular no Tratamento da Lombalgia
 
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICACurso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
Curso de Especialização em MASSAGEM TERAPÊUTICA
 
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares ModernasBiblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
 
Lombalgia
LombalgiaLombalgia
Lombalgia
 
Manual de coleta de material biologico
Manual de coleta de material biologicoManual de coleta de material biologico
Manual de coleta de material biologico
 
Crioterapia
CrioterapiaCrioterapia
Crioterapia
 
Vias de acesso ao membro superior
Vias de acesso ao membro superiorVias de acesso ao membro superior
Vias de acesso ao membro superior
 
Corrente interferencial
Corrente interferencial Corrente interferencial
Corrente interferencial
 
Calor e suas aplicações
Calor e suas aplicaçõesCalor e suas aplicações
Calor e suas aplicações
 

Semelhante a Dores aguda.sub aguda, cronica

Treinamento de força para populações especiais
Treinamento de força para populações especiaisTreinamento de força para populações especiais
Treinamento de força para populações especiais
felipethoaldo
 
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de ChikungunyaProtocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
Centro Universitário Ages
 
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casos
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casosPilates na Lombalgia crônica - relato de casos
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casos
Dra. Welker Fisioterapeuta
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunos
Isabela Luana
 
Rpg e Alongamento Segmentar - tese
Rpg e Alongamento Segmentar  - teseRpg e Alongamento Segmentar  - tese
Rpg e Alongamento Segmentar - tese
Dra. Welker Fisioterapeuta
 
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina BotulínicaReabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
adonems
 
Avaliação neuromotora
Avaliação  neuromotoraAvaliação  neuromotora
Avaliação neuromotora
Sandra Cristina Ramos
 
1333460315dor_lombar.pdf
1333460315dor_lombar.pdf1333460315dor_lombar.pdf
1333460315dor_lombar.pdf
MisslenyHaruna
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Alexandra Nurhan
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Alexandra Nurhan
 
2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.
Tony
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceito
AndreyLima16
 
Flexibilidade01
Flexibilidade01Flexibilidade01
Flexibilidade01
Gerson Faria
 
Avaliação mmss apontamentos
Avaliação mmss   apontamentosAvaliação mmss   apontamentos
Avaliação mmss apontamentos
Rosana
 
Mobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticosMobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticos
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Flexibilidade 01
Flexibilidade 01Flexibilidade 01
Flexibilidade 01
washington carlos vieira
 
Métodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscularMétodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscular
Alexandra Nurhan
 
Conheca Artrite Reumatoide
Conheca Artrite ReumatoideConheca Artrite Reumatoide
Conheca Artrite Reumatoide
Flecte
 
03
0303
Comparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
Comparativo entre RPG e Alongamento SegmentarComparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
Comparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
Dra. Welker Fisioterapeuta
 

Semelhante a Dores aguda.sub aguda, cronica (20)

Treinamento de força para populações especiais
Treinamento de força para populações especiaisTreinamento de força para populações especiais
Treinamento de força para populações especiais
 
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de ChikungunyaProtocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
Protocolo de Assistência aos Casos Crônicos de Chikungunya
 
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casos
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casosPilates na Lombalgia crônica - relato de casos
Pilates na Lombalgia crônica - relato de casos
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunos
 
Rpg e Alongamento Segmentar - tese
Rpg e Alongamento Segmentar  - teseRpg e Alongamento Segmentar  - tese
Rpg e Alongamento Segmentar - tese
 
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina BotulínicaReabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
 
Avaliação neuromotora
Avaliação  neuromotoraAvaliação  neuromotora
Avaliação neuromotora
 
1333460315dor_lombar.pdf
1333460315dor_lombar.pdf1333460315dor_lombar.pdf
1333460315dor_lombar.pdf
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
 
2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceito
 
Flexibilidade01
Flexibilidade01Flexibilidade01
Flexibilidade01
 
Avaliação mmss apontamentos
Avaliação mmss   apontamentosAvaliação mmss   apontamentos
Avaliação mmss apontamentos
 
Mobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticosMobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticos
 
Flexibilidade 01
Flexibilidade 01Flexibilidade 01
Flexibilidade 01
 
Métodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscularMétodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscular
 
Conheca Artrite Reumatoide
Conheca Artrite ReumatoideConheca Artrite Reumatoide
Conheca Artrite Reumatoide
 
03
0303
03
 
Comparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
Comparativo entre RPG e Alongamento SegmentarComparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
Comparativo entre RPG e Alongamento Segmentar
 

Mais de Acqua Blue Fitnnes

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Acqua Blue Fitnnes
 
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Acqua Blue Fitnnes
 
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Acqua Blue Fitnnes
 
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
Acqua Blue Fitnnes
 
12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida
Acqua Blue Fitnnes
 
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Acqua Blue Fitnnes
 
Transmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervosoTransmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervoso
Acqua Blue Fitnnes
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
Acqua Blue Fitnnes
 

Mais de Acqua Blue Fitnnes (8)

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
 
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
 
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)
 
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
 
12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida
 
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
 
Transmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervosoTransmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervoso
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
 

Dores aguda.sub aguda, cronica

  • 1. Geralmente, se classifica a acuidade da lombalgia de acordo com o tempo, desde o seu início:  Fase aguda: entre 0 e 1 mês desde o início do episódio da dor lombar.  Fase subaguda: entre 2 e 3 meses desde o episódio da dor lombar.  Fase crônica: mais de 3 meses desde o episódio da dor lombar. Outra classificação comum é a baseada na capacidade funcional de cada paciente:  Aguda: representa os pacientes severamente limitados e incapazes de permanecer em pé por mais de 15 minutos, sentar por mais de 30 minutos ou caminhar mais do que ¼ de quilômetro sem agravar a dor.  Subaguda: representa os pacientes que conseguem fazer as atividades mencionadas na fase aguda (sentar, levantar ou andar por períodos mais longos), mas não conseguem realizar as atividades de vida diária, como limpar e levantar objetos pesados.  Crônica: representa os pacientes capazes de fazer as atividades de vida diária, mas que não conseguem realizar atividades de grande exigência física e de longa duração, como manusear material pesado, participar de esportes competitivos ou realizar tarefas domésticas pesadas. Pode-se classificar também a gravidade ou acuidade da dor lombar de acordo com a resposta do paciente aos movimentos ativos (por exemplo: flexão e extensão lombar) e passivos (por exemplo: manobra de Lasègue) da seguinte forma:  Se a dor ocorrer entre o início e a metade do movimento ativo ou passivo, a condição é considerada aguda;  Se a dor ocorrer na metade do movimento, a condição é considerada subaguda;  Se a dor ocorre apenas no final do movimento, a condição é classificada como crônica. Todas as classificações são igualmente importantes para que se possa orientar a escolha do melhor tratamento. Nesta tabela estão resumidas:
  • 2. Cada etiologia deve receber tratamento individualizado específico. Fisioterapia tem se mostrado benéfica para pacientes com Lombalgia aguda ou subaguda ou com episódios recorrentes, eletroterapia para analgesia que são utilizados no controle inicial da dor. Prescrição de medicamentos orientados pelo medico; e posteriormente o fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna é o mais indicado para uma menor recidiva das lesões. O objetivo geral do tratamento é retornar as atividades que exigem grande demanda do sistema musculoesquelético (esporte ou trabalho), melhorando a força, a resistência e o controle do movimento de maneira que, durante as simulações das situações de alta demanda, os pacientes consigam manter a coluna em posição neutra sem exacerbação dos sintomas. A Educação do paciente é um componente importante do tratamento de indivíduos com dor lombar, independente da categoria em que eles se encaixam. As principais recomendações são: – evitar o repouso na cama – permanecer ativo e levar uma vida ativa – seguir orientação em relação a historia natural positiva da lombalgia.