SlideShare uma empresa Scribd logo
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
ORIENTAÇÕES
O Slide aqui apresentado, tem como objetivo apresentar um
RESUMO do Livro estudo na Disciplina. Dessa forma:
1. Realize a leitura com total cuidado e oração.
2. Utilize a Bíblia, Dicionários e outras fontes teológicas para
acompanhamento das passagens mencionadas.
3. As imagens são meramente ilustrativas.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
INTRODUÇÃO
Naturalmente para que alguém obtenha êxito como mensageiro
de Deus deve possuir certas qualidades, ou satisfazer a
determinadas condições.
O fator essencial, a característica de maior importância, é a
piedade, que, no dizer do apóstolo, "para tudo é proveitosa",
I Timóteo 4:8.
1
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
Só o crente consagrado, verdadeiramente espiritual, alcançará
grandes vitórias por Deus e para Deus. O homem leviano,
superficial, poderá ser notável orador político e obterá talvez o
aplauso e admiração de muitos, porém jamais conseguirá tornar-
se um eficiente pregador ou um instrumento poderoso usado
pelo Senhor.
2
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
3
Qualidades do Pregador do Evangelho
No mínimo três elementos são essenciais à eficiência do seu
trabalho: humildade, para alcançar graça; oração, a fim de
conseguir poder; estudo da Bíblia, para obter sabedoria.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
4
Preparo Individual do Pregador
Antes mesmo de preocupar-se com a mensagem, deve o
pregador cuidar de si. É princípio inegável que aquilo que ele faz
depende do que ele é. Daí as recomendações de Paulo a
Timóteo: "Tem cuidado de ti mesmo (a pessoa) e da doutrina"
(o trabalho); e mais adiante:
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
5
Preparo Individual do Pregador
"Procura apresentar-te aprovado perante Deus, como obreiro
que não tem de que se envergonhar (o indivíduo) e que maneja
bem a palavra da verdade", (a ação) (I Timóteo 3:16 e II Timóteo
2:15).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
6
Preparo Individual do Pregador
Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é
indispensável uma preparação completa, a qual abrange três
aspectos: físico, intelectual e espiritual.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
7
Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é
indispensável uma preparação completa, a qual abrange três
aspectos: físico, intelectual e espiritual.
O pregador compreensivo se
dedicará às matérias essenciais, ao
tipo de estudo mais proveitoso para
o seu ministério. Não perderá os seus
momentos preciosos com leituras
supérfluas ou que nada edificam.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
8
Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é
indispensável uma preparação completa, a qual abrange três
aspectos: físico, intelectual e espiritual.
Por isso, o pregador terá que ler
muito (ser leitor inveterado e
insaciável de informações). Ler
jornais, revistas, livros; ouvir rádio,
ver televisão (menos o que não
presta); estar se informando dos mais
diversos noticiários do mundo. Ele
precisa ver, ouvir e sentir o seu povo.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
9
Preparo Espiritual do Pregador
O pregador deve,
prioritariamente, buscar a
qualidade espiritual. O bom
condicionamento físico e o
preparo intelectual são bons, e
até necessários, mas nada disso
adianta, se o pregador não
empenhar-se na busca da
santidade, (I Timóteo 4:13).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
10
Preparo Espiritual do Pregador
Estudo da Bíblia. O pregador deve levar a sério o estudo das Sagradas
Escrituras. Para obter sucesso em sua labuta no dia a dia, o pregador ou
pastor precisa desenvolver o hábito de estudar com afinco o Santo Livro.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
11
Preparo Espiritual do Pregador
Oração: Devido a grande importância do assunto, dedicaremos alguns
parágrafos à oração, como fator sem igual para o progresso espiritual do
obreiro.
Alguém, numa certa ocasião, disse acertadamente: "A oração é a primeira,
a segunda e a terceira coisa necessária ao pregador". O pregador que não
se dedica à oração, não pode ser bem sucedido em seu ministério.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
12
Aqueles que o Senhor chama
Consideremos então a importância do crente redimido por Jesus Cristo ser
o arauto das verdades eternas do Evangelho. Como crentes em Cristo,
muitos privilégios tenho tido em minha vida. Porém, nenhum outro
privilégio pode se comparar com a oportunidade de servir o meu Criador.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
13
Aqueles que o Senhor chama
Pregar o Evangelho de Cristo, não quer dizer com isso, que todos devem
ocupar a direção ou liderança de uma determinada igreja. Aprendemos
nas Escrituras Sagradas que nem todos são chamados para ocuparem o
pastorado da igreja.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
14
Aqueles que o Senhor chama
Algumas mulheres que foram milagrosamente curadas por Cristo,
acompanhavam-no e o serviam com as suas posses (Lucas 8:1-3).
Aprendemos, então, que as mulheres podem fazer muito em prol do
Evangelho.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
15
O que é chamado deve obedecer imediatamente
Quando alguém se sente chamado para o ser pastor, evangelista ou
pregador, não deve hesitar, mas sem delongas aceitar a chamada de Deus.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
16
O que é chamado deve obedecer imediatamente
Temos o exemplo do apóstolo Paulo, que quando chamado, não
questionou com Deus, mas imediatamente aceitou o grande desafio de ser
usado pelo Senhor.
Veja Gálatas 1:16-17.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
17
O que é chamado deve obedecer imediatamente
Também o profeta Isaías, no Antigo Testamento, é um exemplo de
obediência imediata quando sentiu que Deus o estava chamando para o
ministério: "Depois disso ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei,
e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim". (Isaías
6:8).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
18
O que é chamado deve obedecer imediatamente
O chamado por Deus para pregar o Evangelho não deve esquecer que os
anjos também desejariam desempenhar este glorioso serviço. "...para as
quais coisas os anjos bem desejariam atentar" (I Pedro 1:12). Os anjos são
numerosíssimos, pertencentes a muitas ordens diferentes, dotados de
grande inteligência, poder e autoridade, e alguns deles são dirigentes de
vastas regiões dos mundos celestiais. Veja Efésios 1:21 e Apocalipse 19:17.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
19
Exemplos:
Gostaríamos de relacionar alguns homens, que apesar de serem fracos e
vulneráveis ao pecado, Deus os usou poderosamente para desempenhar
alguns trabalhos especiais:
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
20
Exemplos:
Moisés foi chamado especialmente para tirar o povo da escravidão do
Egito (Êxodo 3:10).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
21
Exemplos:
Deus chamou Josué para liderar o povo de Israel em direção da terra
prometida (Josué 1:1-2).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
22
Exemplos:
Samuel foi usado para ser o último grande Juiz da nação Hebraica e ajudar
o povo a escolher o primeiro rei de sua história (I Samuel 3:1-14; 8:6-7;
10:1).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
23
Exemplos:
Davi, o segundo rei da história de Israel, foi chamado pelo Senhor para
substituir Saul que deixara Israel com moral baixa (I Samuel 16:11-13).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
24
Exemplos:
Salomão foi chamado por Deus para dar continuidade ao reinado de seu
pai, o rei Davi (I Reis 1:37 e 2:1-4).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
25
Exemplos:
Jonas foi chamado para pregar a um povo estranho às alianças de Deus, o
povo de Nínive (Jonas 1:1-2).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
26
Exemplos:
Jesus chamou os doze apóstolos para estarem ao seu lado e, também, para
serem os primeiros fundamentos de sua Igreja (Lucas 9:1-6; I Coríntios
12:28).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
27
Exemplos:
Paulo, o apóstolo aos gentios, foi chamado pelo Senhor para sofrer pelo
seu nome (Atos 9:15-16).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
28
Exemplos:
Timóteo, o jovem companheiro do apóstolo Paulo, foi chamado para
trabalhar na causa do Evangelho (I Timóteo 4:14-15).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
29
Exemplos:
Alguns são chamados para exercerem o pastorado da igreja e outros são
chamados para o honrado trabalho diaconato (Atos 6:1-6 e I Timóteo 3:1-
10).
É bom lembrar novamente, que, quando alguém é chamado por Deus para
pregar o Evangelho, não se deve questionar o Todo-Poderoso. Lembremos
de Moisés e como ele queria fugir, mas não pôde (Êxodo 4:10-17).
Outro homem que procurou "tirar o corpo fora" foi Gideão, mas também
não pôde (Juízes 6:14-15).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
30
Dificuldades na vida do Pregador
A vida de quem prega o Evangelho de Jesus Cristo é marcada de muitos
obstáculos e dificuldades. É lamentável que a maioria não compreenda a
vida daquele que se entrega para o serviço de Deus. Aqueles que acham
que a vida do pregador, evangelista ou pastor é "moleza", são os que
menos cooperam na causa do Evangelho.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
31
A Pregação
As Sagradas Escrituras é a fonte inesgotável da mensagem de Deus. Suas
páginas inspiradas contêm tudo o que precisa o servo de Deus para o
desempenho eficiente da missão de pregar. Este maravilhoso Livro
apresenta variado material para o abastecimento perene do obreiro:
poesia, história, biografia, doutrina, profecia...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
32
Tipos de Pregação
Todos apreciam a variedade. Em razão disso, o pregador deve esforçar-se
para não se escravizar a um só tipo de mensagem, o que prejudicaria o seu
trabalho. Porém, ele tem que expor ao povo do Senhor "...todo o conselho
de Deus" (Atos 20:27).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
33
Tipos de Pregação
Nunca esquecer que em determinadas ocasiões, o pregador deve trazer
uma mensagem apropriada. EXEMPLO: Num velório, a pregação deve ser
mais séria; o pregador deve trazer uma mensagem de esperança às
pessoas que assistem.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
34
Tipos de Pregação
O servo de Deus deve ter sempre em mente que numa ocasião desta, as
pessoas estão mais receptivas do que, quando assistem culto em uma
festa de aniversário ou de casamento. No livro de Eclesiastes encontramos
as sábias palavras do rei Salomão: "Melhor é ir à casa de luto (velório) do
que ir à casa onde há banquete (festa); porque naquela (no velório) se vê o
fim de todos os homens, e os vivos (que estão no velório) o aplicam ao seu
coração" (Eclesiastes 7:2).
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
35
Tipos de Pregação
Há vários tipos de sermões, e naturalmente todos eles são úteis, mas
aquele que prega o Evangelho deve aprimorar-se no tipo de sermão que
mais lhe agrada. Porém, os tipos de sermões mais usados e conhecidos são
estes três: TÓPICOS, TEXTUAL E EXPOSITIVO. Vejamos então, através de
exemplos, como se desenvolve estes três tipos de sermões:
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
36
Tipos de Pregação
1º) Tópico: quando um assunto se desenvolve através de comparação de
diversos trechos da Bíblia. Muitos pregadores usam este tipo de sermão,
pois a vantagem de ser usado facilita com que o pregador apresente um
assunto mais completo. Jesus e seus apóstolos fizeram uso largamente
deste tipo de sermão.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
37
Tipos de Pregação
2º) Textual: quando não apenas o assunto, mas de igual modo os pontos
ou divisões são extraídos do próprio versículo. Assim, o pregador analisa
mais minuciosamente o conteúdo do texto, explicando as suas verdades,
ou salientando as suas frases. As divisões da mensagem correspondem
exatamente às cláusulas do versículo sobre o qual está baseada. É de
grande utilidade este método, pois consiste na interpretação do texto da
maneira mais completa.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
38
Tipos de Pregação
3º) Expositivo: é uma exegese da Escritura, a análise de um trecho da
Bíblia, com maior número de pormenores. Tem sido, por certo, o tipo
menos popular. Sem dúvida alguma, esse tipo de sermão exige um estudo
sério, uma meditação profunda. A essência do sermão expositivo é a
explicação detalhada de um trecho das Escrituras Sagradas escolhido pelo
pregador. Para este tipo de sermão, exige-se da parte do pregador um
cuidado especial, pois, se a exposição do trecho não for bem claro em sua
explanação, haverá da parte dos ouvintes uma interrogação ("no ar") pelo
fato de não te entendidos a mensagem.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
39
Tipos de Pregação
O sermão expositivo possibilita maior conhecimento bíblico tanto para o
pregador, como para os ouvintes. É um método rápido e eficaz para o
fortalecimento ou edificação da igreja; dá mais honra à Palavra inspirada; a
interpretação é mais exata, mais fiel, pois o mensageiro não tem
oportunidade de afastar-se do texto sob o impulso da imaginação, e,
enfim, a persistência ou hábito no seu uso torna-se uma grande bênção
para o obreiro.
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO
40
Tipos de Pregação
Creio que os exemplos destes três tipos de pregação é mais do que
suficientes para aqueles, que porventura podem aproveitar este estudo.
Disciplina - O Pregador e o Sermão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
faculdadeteologica
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Rodrigo Ribeiro
 
Missões_lição 3 - A igreja e missões
Missões_lição 3 - A igreja e missõesMissões_lição 3 - A igreja e missões
Missões_lição 3 - A igreja e missões
Natalino das Neves Neves
 
Hebreus
HebreusHebreus
Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
jaime junior
 
3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão
faculdadeteologica
 
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na VerdadeLição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Éder Tomé
 
é Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizaré Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizar
wagner souza
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
adnacoes
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Panorama do NT - Marcos
Panorama do NT - MarcosPanorama do NT - Marcos
Panorama do NT - Marcos
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
Respirando Deus
 
Lição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
Lição 12 - Jesus, o Homem PerfeitoLição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
Lição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
Éder Tomé
 
Doutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicasDoutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicas
CursosTeologicos
 
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
Amor pela EBD
 
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIAIBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
Coop. Fabio Silva
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
faculdadeteologica
 
Disciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia PastoralDisciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia Pastoral
faculdadeteologica
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
RODRIGO FERREIRA
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
RODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
Missões_lição 3 - A igreja e missões
Missões_lição 3 - A igreja e missõesMissões_lição 3 - A igreja e missões
Missões_lição 3 - A igreja e missões
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
 
3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão
 
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na VerdadeLição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
 
é Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizaré Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizar
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
 
Panorama do NT - Marcos
Panorama do NT - MarcosPanorama do NT - Marcos
Panorama do NT - Marcos
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Lição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
Lição 12 - Jesus, o Homem PerfeitoLição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
Lição 12 - Jesus, o Homem Perfeito
 
Doutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicasDoutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicas
 
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
1 Reis - A grandeza e a queda de Salomão
 
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIAIBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
 
Disciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia PastoralDisciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia Pastoral
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
 

Destaque

Disciplina de Homilética I
Disciplina de Homilética IDisciplina de Homilética I
Disciplina de Homilética I
faculdadeteologica
 
Disciplina de Oratória - Como Falar em Público
Disciplina de Oratória - Como Falar em PúblicoDisciplina de Oratória - Como Falar em Público
Disciplina de Oratória - Como Falar em Público
faculdadeteologica
 
Disciplina de Arqueologia Bíblica
Disciplina de Arqueologia BíblicaDisciplina de Arqueologia Bíblica
Disciplina de Arqueologia Bíblica
faculdadeteologica
 
Disciplina O Culto Bíblico
Disciplina O Culto BíblicoDisciplina O Culto Bíblico
Disciplina O Culto Bíblico
faculdadeteologica
 
Disciplina de Liderança
Disciplina de LiderançaDisciplina de Liderança
Disciplina de Liderança
faculdadeteologica
 
Disciplina de Bibliologia
Disciplina de BibliologiaDisciplina de Bibliologia
Disciplina de Bibliologia
faculdadeteologica
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
faculdadeteologica
 
Disciplina de Teologia do Antigo Testamento
Disciplina de Teologia do Antigo TestamentoDisciplina de Teologia do Antigo Testamento
Disciplina de Teologia do Antigo Testamento
faculdadeteologica
 
Disciplina de Missiologia
Disciplina de MissiologiaDisciplina de Missiologia
Disciplina de Missiologia
faculdadeteologica
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
faculdadeteologica
 
Disciplina História do Cristianismo
Disciplina História do CristianismoDisciplina História do Cristianismo
Disciplina História do Cristianismo
faculdadeteologica
 
07
0707
Disciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração EclesiásticaDisciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração Eclesiástica
faculdadeteologica
 

Destaque (13)

Disciplina de Homilética I
Disciplina de Homilética IDisciplina de Homilética I
Disciplina de Homilética I
 
Disciplina de Oratória - Como Falar em Público
Disciplina de Oratória - Como Falar em PúblicoDisciplina de Oratória - Como Falar em Público
Disciplina de Oratória - Como Falar em Público
 
Disciplina de Arqueologia Bíblica
Disciplina de Arqueologia BíblicaDisciplina de Arqueologia Bíblica
Disciplina de Arqueologia Bíblica
 
Disciplina O Culto Bíblico
Disciplina O Culto BíblicoDisciplina O Culto Bíblico
Disciplina O Culto Bíblico
 
Disciplina de Liderança
Disciplina de LiderançaDisciplina de Liderança
Disciplina de Liderança
 
Disciplina de Bibliologia
Disciplina de BibliologiaDisciplina de Bibliologia
Disciplina de Bibliologia
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Disciplina de Teologia do Antigo Testamento
Disciplina de Teologia do Antigo TestamentoDisciplina de Teologia do Antigo Testamento
Disciplina de Teologia do Antigo Testamento
 
Disciplina de Missiologia
Disciplina de MissiologiaDisciplina de Missiologia
Disciplina de Missiologia
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
Disciplina História do Cristianismo
Disciplina História do CristianismoDisciplina História do Cristianismo
Disciplina História do Cristianismo
 
07
0707
07
 
Disciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração EclesiásticaDisciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração Eclesiástica
 

Semelhante a Disciplina - O Pregador e o Sermão

21
2121
Lição 4 pastores e diáconos 3º trimestre de 2015
Lição 4   pastores e diáconos  3º trimestre de 2015Lição 4   pastores e diáconos  3º trimestre de 2015
Lição 4 pastores e diáconos 3º trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
Lbj lição 3 a organização da igreja
Lbj lição 3   a organização da igrejaLbj lição 3   a organização da igreja
Lbj lição 3 a organização da igreja
boasnovassena
 
Lição 04 - Pastores e diáconos
Lição 04 - Pastores e diáconosLição 04 - Pastores e diáconos
Lição 04 - Pastores e diáconos
Regio Davis
 
Cursoparaobreiros
Cursoparaobreiros Cursoparaobreiros
Cursoparaobreiros
Sara Ribeiro
 
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTORLIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
Ismael Isidio
 
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
Joel Silva
 
O chamado ministerial
O chamado ministerialO chamado ministerial
O chamado ministerial
Wilson Paulo de Santana Paulo
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Celso Napoleon
 
3aulabibliologia 180623135630
3aulabibliologia 1806231356303aulabibliologia 180623135630
3aulabibliologia 180623135630
rafaeldesouza76
 
3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática
RODRIGO FERREIRA
 
23
2323
Lição 4 pastores e diaconos
Lição 4   pastores e diaconosLição 4   pastores e diaconos
Lição 4 pastores e diaconos
Pr. Gerson Eller
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
 [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e... [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
José Carlos Polozi
 
Lição 8 aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
Lição 8   aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015Lição 8   aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
Lição 8 aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Pr. Gerson Eller
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
Natalino das Neves Neves
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇAINSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 

Semelhante a Disciplina - O Pregador e o Sermão (20)

21
2121
21
 
Lição 4 pastores e diáconos 3º trimestre de 2015
Lição 4   pastores e diáconos  3º trimestre de 2015Lição 4   pastores e diáconos  3º trimestre de 2015
Lição 4 pastores e diáconos 3º trimestre de 2015
 
Lbj lição 3 a organização da igreja
Lbj lição 3   a organização da igrejaLbj lição 3   a organização da igreja
Lbj lição 3 a organização da igreja
 
Lição 04 - Pastores e diáconos
Lição 04 - Pastores e diáconosLição 04 - Pastores e diáconos
Lição 04 - Pastores e diáconos
 
Cursoparaobreiros
Cursoparaobreiros Cursoparaobreiros
Cursoparaobreiros
 
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTORLIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10 – O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
 
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 08 Adultos
 
O chamado ministerial
O chamado ministerialO chamado ministerial
O chamado ministerial
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
3aulabibliologia 180623135630
3aulabibliologia 1806231356303aulabibliologia 180623135630
3aulabibliologia 180623135630
 
3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática
 
23
2323
23
 
Lição 4 pastores e diaconos
Lição 4   pastores e diaconosLição 4   pastores e diaconos
Lição 4 pastores e diaconos
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
 [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e... [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 11 - O dom ministerial de profeta e...
 
Lição 8 aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
Lição 8   aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015Lição 8   aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
Lição 8 aprovados por deus em cristo jesus 3º trimestre de 2015
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 4 pastores e diáconos.
 
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°trimestre2015 aula 3 oração e recomendação às mulh...
 
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇAINSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
 

Mais de faculdadeteologica

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
faculdadeteologica
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
faculdadeteologica
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
faculdadeteologica
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
faculdadeteologica
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
faculdadeteologica
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
faculdadeteologica
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
faculdadeteologica
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
faculdadeteologica
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
faculdadeteologica
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
faculdadeteologica
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
faculdadeteologica
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
faculdadeteologica
 
2 teologia da m issão
2 teologia da m issão2 teologia da m issão
2 teologia da m issão
faculdadeteologica
 

Mais de faculdadeteologica (20)

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
 
2 teologia da m issão
2 teologia da m issão2 teologia da m issão
2 teologia da m issão
 

Último

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 

Último (10)

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 

Disciplina - O Pregador e o Sermão

  • 1.
  • 2. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO ORIENTAÇÕES O Slide aqui apresentado, tem como objetivo apresentar um RESUMO do Livro estudo na Disciplina. Dessa forma: 1. Realize a leitura com total cuidado e oração. 2. Utilize a Bíblia, Dicionários e outras fontes teológicas para acompanhamento das passagens mencionadas. 3. As imagens são meramente ilustrativas.
  • 3. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO INTRODUÇÃO Naturalmente para que alguém obtenha êxito como mensageiro de Deus deve possuir certas qualidades, ou satisfazer a determinadas condições. O fator essencial, a característica de maior importância, é a piedade, que, no dizer do apóstolo, "para tudo é proveitosa", I Timóteo 4:8. 1
  • 4. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO Só o crente consagrado, verdadeiramente espiritual, alcançará grandes vitórias por Deus e para Deus. O homem leviano, superficial, poderá ser notável orador político e obterá talvez o aplauso e admiração de muitos, porém jamais conseguirá tornar- se um eficiente pregador ou um instrumento poderoso usado pelo Senhor. 2
  • 5. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 3 Qualidades do Pregador do Evangelho No mínimo três elementos são essenciais à eficiência do seu trabalho: humildade, para alcançar graça; oração, a fim de conseguir poder; estudo da Bíblia, para obter sabedoria.
  • 6. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 4 Preparo Individual do Pregador Antes mesmo de preocupar-se com a mensagem, deve o pregador cuidar de si. É princípio inegável que aquilo que ele faz depende do que ele é. Daí as recomendações de Paulo a Timóteo: "Tem cuidado de ti mesmo (a pessoa) e da doutrina" (o trabalho); e mais adiante:
  • 7. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 5 Preparo Individual do Pregador "Procura apresentar-te aprovado perante Deus, como obreiro que não tem de que se envergonhar (o indivíduo) e que maneja bem a palavra da verdade", (a ação) (I Timóteo 3:16 e II Timóteo 2:15).
  • 8. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 6 Preparo Individual do Pregador Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é indispensável uma preparação completa, a qual abrange três aspectos: físico, intelectual e espiritual.
  • 9. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 7 Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é indispensável uma preparação completa, a qual abrange três aspectos: físico, intelectual e espiritual. O pregador compreensivo se dedicará às matérias essenciais, ao tipo de estudo mais proveitoso para o seu ministério. Não perderá os seus momentos preciosos com leituras supérfluas ou que nada edificam.
  • 10. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 8 Para que o pregador seja bem sucedido em seu trabalho, é indispensável uma preparação completa, a qual abrange três aspectos: físico, intelectual e espiritual. Por isso, o pregador terá que ler muito (ser leitor inveterado e insaciável de informações). Ler jornais, revistas, livros; ouvir rádio, ver televisão (menos o que não presta); estar se informando dos mais diversos noticiários do mundo. Ele precisa ver, ouvir e sentir o seu povo.
  • 11. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 9 Preparo Espiritual do Pregador O pregador deve, prioritariamente, buscar a qualidade espiritual. O bom condicionamento físico e o preparo intelectual são bons, e até necessários, mas nada disso adianta, se o pregador não empenhar-se na busca da santidade, (I Timóteo 4:13).
  • 12. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 10 Preparo Espiritual do Pregador Estudo da Bíblia. O pregador deve levar a sério o estudo das Sagradas Escrituras. Para obter sucesso em sua labuta no dia a dia, o pregador ou pastor precisa desenvolver o hábito de estudar com afinco o Santo Livro.
  • 13. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 11 Preparo Espiritual do Pregador Oração: Devido a grande importância do assunto, dedicaremos alguns parágrafos à oração, como fator sem igual para o progresso espiritual do obreiro. Alguém, numa certa ocasião, disse acertadamente: "A oração é a primeira, a segunda e a terceira coisa necessária ao pregador". O pregador que não se dedica à oração, não pode ser bem sucedido em seu ministério.
  • 14. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 12 Aqueles que o Senhor chama Consideremos então a importância do crente redimido por Jesus Cristo ser o arauto das verdades eternas do Evangelho. Como crentes em Cristo, muitos privilégios tenho tido em minha vida. Porém, nenhum outro privilégio pode se comparar com a oportunidade de servir o meu Criador.
  • 15. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 13 Aqueles que o Senhor chama Pregar o Evangelho de Cristo, não quer dizer com isso, que todos devem ocupar a direção ou liderança de uma determinada igreja. Aprendemos nas Escrituras Sagradas que nem todos são chamados para ocuparem o pastorado da igreja.
  • 16. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 14 Aqueles que o Senhor chama Algumas mulheres que foram milagrosamente curadas por Cristo, acompanhavam-no e o serviam com as suas posses (Lucas 8:1-3). Aprendemos, então, que as mulheres podem fazer muito em prol do Evangelho.
  • 17. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 15 O que é chamado deve obedecer imediatamente Quando alguém se sente chamado para o ser pastor, evangelista ou pregador, não deve hesitar, mas sem delongas aceitar a chamada de Deus.
  • 18. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 16 O que é chamado deve obedecer imediatamente Temos o exemplo do apóstolo Paulo, que quando chamado, não questionou com Deus, mas imediatamente aceitou o grande desafio de ser usado pelo Senhor. Veja Gálatas 1:16-17.
  • 19. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 17 O que é chamado deve obedecer imediatamente Também o profeta Isaías, no Antigo Testamento, é um exemplo de obediência imediata quando sentiu que Deus o estava chamando para o ministério: "Depois disso ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim". (Isaías 6:8).
  • 20. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 18 O que é chamado deve obedecer imediatamente O chamado por Deus para pregar o Evangelho não deve esquecer que os anjos também desejariam desempenhar este glorioso serviço. "...para as quais coisas os anjos bem desejariam atentar" (I Pedro 1:12). Os anjos são numerosíssimos, pertencentes a muitas ordens diferentes, dotados de grande inteligência, poder e autoridade, e alguns deles são dirigentes de vastas regiões dos mundos celestiais. Veja Efésios 1:21 e Apocalipse 19:17.
  • 21. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 19 Exemplos: Gostaríamos de relacionar alguns homens, que apesar de serem fracos e vulneráveis ao pecado, Deus os usou poderosamente para desempenhar alguns trabalhos especiais:
  • 22. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 20 Exemplos: Moisés foi chamado especialmente para tirar o povo da escravidão do Egito (Êxodo 3:10).
  • 23. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 21 Exemplos: Deus chamou Josué para liderar o povo de Israel em direção da terra prometida (Josué 1:1-2).
  • 24. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 22 Exemplos: Samuel foi usado para ser o último grande Juiz da nação Hebraica e ajudar o povo a escolher o primeiro rei de sua história (I Samuel 3:1-14; 8:6-7; 10:1).
  • 25. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 23 Exemplos: Davi, o segundo rei da história de Israel, foi chamado pelo Senhor para substituir Saul que deixara Israel com moral baixa (I Samuel 16:11-13).
  • 26. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 24 Exemplos: Salomão foi chamado por Deus para dar continuidade ao reinado de seu pai, o rei Davi (I Reis 1:37 e 2:1-4).
  • 27. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 25 Exemplos: Jonas foi chamado para pregar a um povo estranho às alianças de Deus, o povo de Nínive (Jonas 1:1-2).
  • 28. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 26 Exemplos: Jesus chamou os doze apóstolos para estarem ao seu lado e, também, para serem os primeiros fundamentos de sua Igreja (Lucas 9:1-6; I Coríntios 12:28).
  • 29. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 27 Exemplos: Paulo, o apóstolo aos gentios, foi chamado pelo Senhor para sofrer pelo seu nome (Atos 9:15-16).
  • 30. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 28 Exemplos: Timóteo, o jovem companheiro do apóstolo Paulo, foi chamado para trabalhar na causa do Evangelho (I Timóteo 4:14-15).
  • 31. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 29 Exemplos: Alguns são chamados para exercerem o pastorado da igreja e outros são chamados para o honrado trabalho diaconato (Atos 6:1-6 e I Timóteo 3:1- 10). É bom lembrar novamente, que, quando alguém é chamado por Deus para pregar o Evangelho, não se deve questionar o Todo-Poderoso. Lembremos de Moisés e como ele queria fugir, mas não pôde (Êxodo 4:10-17). Outro homem que procurou "tirar o corpo fora" foi Gideão, mas também não pôde (Juízes 6:14-15).
  • 32. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 30 Dificuldades na vida do Pregador A vida de quem prega o Evangelho de Jesus Cristo é marcada de muitos obstáculos e dificuldades. É lamentável que a maioria não compreenda a vida daquele que se entrega para o serviço de Deus. Aqueles que acham que a vida do pregador, evangelista ou pastor é "moleza", são os que menos cooperam na causa do Evangelho.
  • 33. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 31 A Pregação As Sagradas Escrituras é a fonte inesgotável da mensagem de Deus. Suas páginas inspiradas contêm tudo o que precisa o servo de Deus para o desempenho eficiente da missão de pregar. Este maravilhoso Livro apresenta variado material para o abastecimento perene do obreiro: poesia, história, biografia, doutrina, profecia...
  • 34. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 32 Tipos de Pregação Todos apreciam a variedade. Em razão disso, o pregador deve esforçar-se para não se escravizar a um só tipo de mensagem, o que prejudicaria o seu trabalho. Porém, ele tem que expor ao povo do Senhor "...todo o conselho de Deus" (Atos 20:27).
  • 35. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 33 Tipos de Pregação Nunca esquecer que em determinadas ocasiões, o pregador deve trazer uma mensagem apropriada. EXEMPLO: Num velório, a pregação deve ser mais séria; o pregador deve trazer uma mensagem de esperança às pessoas que assistem.
  • 36. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 34 Tipos de Pregação O servo de Deus deve ter sempre em mente que numa ocasião desta, as pessoas estão mais receptivas do que, quando assistem culto em uma festa de aniversário ou de casamento. No livro de Eclesiastes encontramos as sábias palavras do rei Salomão: "Melhor é ir à casa de luto (velório) do que ir à casa onde há banquete (festa); porque naquela (no velório) se vê o fim de todos os homens, e os vivos (que estão no velório) o aplicam ao seu coração" (Eclesiastes 7:2).
  • 37. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 35 Tipos de Pregação Há vários tipos de sermões, e naturalmente todos eles são úteis, mas aquele que prega o Evangelho deve aprimorar-se no tipo de sermão que mais lhe agrada. Porém, os tipos de sermões mais usados e conhecidos são estes três: TÓPICOS, TEXTUAL E EXPOSITIVO. Vejamos então, através de exemplos, como se desenvolve estes três tipos de sermões:
  • 38. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 36 Tipos de Pregação 1º) Tópico: quando um assunto se desenvolve através de comparação de diversos trechos da Bíblia. Muitos pregadores usam este tipo de sermão, pois a vantagem de ser usado facilita com que o pregador apresente um assunto mais completo. Jesus e seus apóstolos fizeram uso largamente deste tipo de sermão.
  • 39. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 37 Tipos de Pregação 2º) Textual: quando não apenas o assunto, mas de igual modo os pontos ou divisões são extraídos do próprio versículo. Assim, o pregador analisa mais minuciosamente o conteúdo do texto, explicando as suas verdades, ou salientando as suas frases. As divisões da mensagem correspondem exatamente às cláusulas do versículo sobre o qual está baseada. É de grande utilidade este método, pois consiste na interpretação do texto da maneira mais completa.
  • 40. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 38 Tipos de Pregação 3º) Expositivo: é uma exegese da Escritura, a análise de um trecho da Bíblia, com maior número de pormenores. Tem sido, por certo, o tipo menos popular. Sem dúvida alguma, esse tipo de sermão exige um estudo sério, uma meditação profunda. A essência do sermão expositivo é a explicação detalhada de um trecho das Escrituras Sagradas escolhido pelo pregador. Para este tipo de sermão, exige-se da parte do pregador um cuidado especial, pois, se a exposição do trecho não for bem claro em sua explanação, haverá da parte dos ouvintes uma interrogação ("no ar") pelo fato de não te entendidos a mensagem.
  • 41. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 39 Tipos de Pregação O sermão expositivo possibilita maior conhecimento bíblico tanto para o pregador, como para os ouvintes. É um método rápido e eficaz para o fortalecimento ou edificação da igreja; dá mais honra à Palavra inspirada; a interpretação é mais exata, mais fiel, pois o mensageiro não tem oportunidade de afastar-se do texto sob o impulso da imaginação, e, enfim, a persistência ou hábito no seu uso torna-se uma grande bênção para o obreiro.
  • 42. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: O PREGADOR E O SERMÃO 40 Tipos de Pregação Creio que os exemplos destes três tipos de pregação é mais do que suficientes para aqueles, que porventura podem aproveitar este estudo.