SlideShare uma empresa Scribd logo
A Reencarnação e o
   Desencarne
A vida eterna


“Ninguém poderá ver o reino de Deus se não
          nascer de novo” (João, 3:1-12 )
Experiência Humana
   “Depois do período infantil, atravessa
expressivas etapas de renovação interior, até
alcançar a madureza corpórea, não obstante
 apresenta-se com a mesma forma exterior,
 porquanto somente após o esgotamento da
    força vital no curso da vida, através da
 senectude ou enfermidade é que se inicia a
        transformação mais profunda”
(André Luiz em Evolução em Dois Mundos)
Desencarne
• Desencarnação Natural
  – É a morte pelo processo planejado para o corpo
    físico
  – Durante o processo de morte a consciência
    examina em retrospecto todos os acontecimentos
    da própria vida, imprimindo essas experiências
    magneticamente às suas células que se
    desdobrarão      em     unidades       físicas e
    psicossomáticas no corpo físico e espiritual
• Segregando substâncias mentais, por impulso
  renovador, a alma que desencarna com novas
  disposições, tem a intenção de se desligar
  mecanicamente dos órgãos físicos, e por
  automatismo o espírito se desliga desse corpo
  físico integrando seu corpo espiritual
                                    (LE questões 154 a 158)
Mantém sua personalidade humana, o
processo educativo que iniciou no berço, sem
perder a própria identidade, somando consigo
as experiências da vida carnal
                                    (LE questão 150)
• No momento em que o corpo físico deixa de
  funcionar o espírito é envolvido por sua força
  mental e fica submetido a densidade de sua
  vida mental, aos casulo dos seus pensamentos
  dominantes (LE questão 159)
• Cria a sua realidade
Densidade Mental
      O que aconteceu com eles?

• André Luiz (umbral)
• Joseph (acolhido, desconhecimento da vida
  espiritual, negou acolhimento)
• Eloísa foi acolhida pelos cuidados da tia
• Patrícia (despertou em boas condições)
• Os      espíritos   mais    primitivos    quando
  desencarnam assustam-se com a vastidão
  cósmica e com os espíritos benevolentes
  (fantasiando entre deuses do bem e do mau),
  sentindo-se acuados e sentindo falta da mundo
  físico fixam-se no reduto doméstico.
• Renascer na carne torna-se idéia fixa (recusando-
  se a vida no plano espiritual) e os órgãos do
  corpo espiritual se retraem ou atrofiam, fecham-
  se sobre si mesmos (ovo)
“Através do movimento incessante da
   renovação universal o principio inteligente
 incorpora a experiência que lhe é necessária,
  estagiando no plano físico e no plano extra-
 físico, recolhendo como é justo, a orientação
e o influxo das Inteligências Superiores em sua
     marcha laboriosa para as mais elevadas
                  aquisições”
 (André Luiz em Evolução em Dois Mundos)
• Reencarnação e Evolução
  – Regeneração
  – Experiência na Terra possibilita ascensões
    espirituais
  – Artistas e Cientistas dão continuidade ao seus
    trabalhos
  – Missão de auxílio e evolução do planeta
                                        (LE questões 167 a 170)
• Cada     entidade     reencarnante   apresenta
  particularidades na recorporificação
• Os espíritos mais evoluídos passam por um
  processo de planejamento em ligação sutil do
  corpo materno, podem plasmar por si mesmos
  em colaboração dos instrutores da Vida Maior o
  corpo da vida física
• Milhões de espíritos com evolução mediana
  precisam de preparo e cautela no planejamento
  da sua evolução.
Como assim?
• A reencarnação de Segismundo (Missionários
  da Luz)
  – O auxílio de Alexandre
  – Questões cármicas
  – Permissão dos Pais
  – O planejamento do corpo físico
  – O momento da concepção
Reencarnação compulsória
• Os espíritos inferiores entram em simbiose
  fluídica com as organizações femininas, as
  quais se agregam, passando pela atrofia do
  corpo espiritual “ovoidização”
• Com a fecundação os moldes do corpo físico
  ficam dependentes da hereditariedade.
• Reencarnações Especiais
  – Espíritos em estado de loucura ou sofrimento
    intenso, incapazes de escolher o seu caminho
    renascem com problemas mentais ou mutilações
    congênitas ao alado daqueles que devem
    abnegação e carinho.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
Denise Aguiar
 
2.8.1 O sono e os sonhos
2.8.1   O sono e os sonhos2.8.1   O sono e os sonhos
2.8.1 O sono e os sonhos
Marta Gomes
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Antonino Silva
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
Fatima Carvalho
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
Graça Maciel
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Cynthia Castro
 
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
Jorge Luiz dos Santos
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coem
Wagner Quadros
 
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSALFLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
Denise Aguiar
 
A cura de um lunático
A cura de um lunáticoA cura de um lunático
A cura de um lunático
nelmarvoc
 
Vida no plano espíritual
Vida no plano espíritualVida no plano espíritual
Vida no plano espíritual
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEMEspírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Wilma Badan C.G.
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
home
 
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual   - O fenômeno da morteVida no mundo espiritual   - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Denise Aguiar
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e ExpiaçõesEvangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Antonino Silva
 
providência divina
providência divinaprovidência divina
providência divina
Denise Aguiar
 

Mais procurados (20)

Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
 
2.8.1 O sono e os sonhos
2.8.1   O sono e os sonhos2.8.1   O sono e os sonhos
2.8.1 O sono e os sonhos
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
 
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coem
 
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSALFLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL
 
A cura de um lunático
A cura de um lunáticoA cura de um lunático
A cura de um lunático
 
Vida no plano espíritual
Vida no plano espíritualVida no plano espíritual
Vida no plano espíritual
 
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEMEspírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
 
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual   - O fenômeno da morteVida no mundo espiritual   - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e ExpiaçõesEvangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
Evangeliza - Terra - Planeta de Provas e Expiações
 
providência divina
providência divinaprovidência divina
providência divina
 

Destaque

Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
Jeanne Geyer
 
Planejamento Desencarnatório
Planejamento DesencarnatórioPlanejamento Desencarnatório
Planejamento Desencarnatório
Jorge Elarrat
 
Factos Espiritas em Portugal
Factos Espiritas em PortugalFactos Espiritas em Portugal
Factos Espiritas em Portugal
ADEP Portugal
 
Desencarnei e Agora?
Desencarnei e Agora?Desencarnei e Agora?
Desencarnei e Agora?
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
01/11/2013 -  Desencarnes coletivos01/11/2013 -  Desencarnes coletivos
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
Lar Irmã Zarabatana
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
paikachambi
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
Ponte de Luz ASEC
 
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolverAula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - AmorAula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula maior mandamento
Aula maior mandamentoAula maior mandamento
Aula maior mandamento
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - CaridadeAula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula Reencarnação
Aula Reencarnação Aula Reencarnação
Aula Reencarnação
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Aula m2 20120703 - sentimento fé
Aula m2   20120703 - sentimento féAula m2   20120703 - sentimento fé
Aula m2 20120703 - sentimento fé
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
A
AA
Aula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizaçõesAula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizações
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Amar ao proximo Familia
Amar ao proximo FamiliaAmar ao proximo Familia
Amar ao proximo Familia
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Aula realidade x ilusão
Aula realidade x ilusãoAula realidade x ilusão
Aula realidade x ilusão
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto  Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
Mocidade Espírita União Fraternal
 

Destaque (20)

Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
 
Planejamento Desencarnatório
Planejamento DesencarnatórioPlanejamento Desencarnatório
Planejamento Desencarnatório
 
Factos Espiritas em Portugal
Factos Espiritas em PortugalFactos Espiritas em Portugal
Factos Espiritas em Portugal
 
Desencarnei e Agora?
Desencarnei e Agora?Desencarnei e Agora?
Desencarnei e Agora?
 
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
01/11/2013 -  Desencarnes coletivos01/11/2013 -  Desencarnes coletivos
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
 
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolverAula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
Aula M2 - Conhecer reconhecer e envolver
 
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - AmorAula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
Aula M1 (14 e 15 anos) (26/07/12) - Amor
 
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
Aula M2 - (02/02/12) - O que é a mocidade?
 
Aula maior mandamento
Aula maior mandamentoAula maior mandamento
Aula maior mandamento
 
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - CaridadeAula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
 
Aula Reencarnação
Aula Reencarnação Aula Reencarnação
Aula Reencarnação
 
Aula m2 20120703 - sentimento fé
Aula m2   20120703 - sentimento féAula m2   20120703 - sentimento fé
Aula m2 20120703 - sentimento fé
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
 
A
AA
A
 
Aula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizaçõesAula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizações
 
Amar ao proximo Familia
Amar ao proximo FamiliaAmar ao proximo Familia
Amar ao proximo Familia
 
Aula realidade x ilusão
Aula realidade x ilusãoAula realidade x ilusão
Aula realidade x ilusão
 
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto  Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
Aula M1 (14 a 15 anos) (26/04/12) - Aborto
 

Semelhante a Desencarne

Reencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidadeReencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidade
Victor Passos
 
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
Ponte de Luz ASEC
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
Graça Maciel
 
A religiao interior
A religiao interiorA religiao interior
A religiao interior
Ivan Andrade
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Lar Irmã Zarabatana
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
Francisco Baptista
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Patricia Farias
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17
PABLO SOBRINHO
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Processo de Desencarnação
Processo de DesencarnaçãoProcesso de Desencarnação
Processo de Desencarnação
Eduardo Henrique Marçal
 
A reencarnação fortalece os laços de familia
A reencarnação fortalece os laços de familiaA reencarnação fortalece os laços de familia
A reencarnação fortalece os laços de familia
Henrique Vieira
 
Missionários da Luz - 75 anos
Missionários da Luz - 75 anosMissionários da Luz - 75 anos
Missionários da Luz - 75 anos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
Cynthia Castro
 
Emancipação da alma
Emancipação da almaEmancipação da alma
Emancipação da alma
Maria Salete da Cunha
 
Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11
Nivea Vogel Segato
 
Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramento
cab3032
 
Tablet reencarnação
Tablet  reencarnaçãoTablet  reencarnação
Tablet reencarnação
Alfredo Lopes
 

Semelhante a Desencarne (20)

Reencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidadeReencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidade
 
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
Aprofundando a transição: evolução, fases do desenlace e sensações inê...
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
 
A religiao interior
A religiao interiorA religiao interior
A religiao interior
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
 
Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Processo de Desencarnação
Processo de DesencarnaçãoProcesso de Desencarnação
Processo de Desencarnação
 
A reencarnação fortalece os laços de familia
A reencarnação fortalece os laços de familiaA reencarnação fortalece os laços de familia
A reencarnação fortalece os laços de familia
 
Missionários da Luz - 75 anos
Missionários da Luz - 75 anosMissionários da Luz - 75 anos
Missionários da Luz - 75 anos
 
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
Evolução em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo XIX - Alma e Reencarnação...
 
Emancipação da alma
Emancipação da almaEmancipação da alma
Emancipação da alma
 
Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11
 
Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramento
 
Tablet reencarnação
Tablet  reencarnaçãoTablet  reencarnação
Tablet reencarnação
 

Mais de Mocidade Espírita União Fraternal

Aula m2 2211
Aula m2 2211Aula m2 2211
Aula m2 20121108 - auto-estima
Aula m2   20121108 -  auto-estimaAula m2   20121108 -  auto-estima
Aula m2 20121108 - auto-estima
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Diferenças
DiferençasDiferenças
Inteligência Espiritual
Inteligência EspiritualInteligência Espiritual
Inteligência Espiritual
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traiçãoAula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 - Sexualidade
Aula M2 - SexualidadeAula M2 - Sexualidade
Aula M2 - Amor e paixao
Aula M2 - Amor e paixaoAula M2 - Amor e paixao
Aula M2 - Amor e paixao
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 (2O exercício de amar
Aula M2 (2O exercício de amarAula M2 (2O exercício de amar
Aula M2 (2O exercício de amar
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - GratidãoAula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - GratidãoAula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - GratidãoAula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos FéAula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Aula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
Aula M1 - 16 a 17 anos - GratidãoAula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
Aula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizaçõesAula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizações
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 - Magnetismo
Aula M2 - MagnetismoAula M2 - Magnetismo
Aula M2 - Foco e Realizações
Aula M2 - Foco e RealizaçõesAula M2 - Foco e Realizações
Aula M2 - Foco e Realizações
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicarAula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
Mocidade Espírita União Fraternal
 

Mais de Mocidade Espírita União Fraternal (20)

Aula m2 2211
Aula m2 2211Aula m2 2211
Aula m2 2211
 
Aula m2 20121108 - auto-estima
Aula m2   20121108 -  auto-estimaAula m2   20121108 -  auto-estima
Aula m2 20121108 - auto-estima
 
Diferenças
DiferençasDiferenças
Diferenças
 
Inteligência Espiritual
Inteligência EspiritualInteligência Espiritual
Inteligência Espiritual
 
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traiçãoAula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
Aula M1 (14 a 15) - Confiança e traição
 
Aula M2 - Sexualidade
Aula M2 - SexualidadeAula M2 - Sexualidade
Aula M2 - Sexualidade
 
Aula M2 - Amor e paixao
Aula M2 - Amor e paixaoAula M2 - Amor e paixao
Aula M2 - Amor e paixao
 
Aula M2 (2O exercício de amar
Aula M2 (2O exercício de amarAula M2 (2O exercício de amar
Aula M2 (2O exercício de amar
 
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - GratidãoAula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
 
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - GratidãoAula M2 (12/07/12) - Gratidão
Aula M2 (12/07/12) - Gratidão
 
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - GratidãoAula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
Aula M1 (14 a 15) (12/07/12) - Gratidão
 
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos FéAula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
Aula M1 - 14 e 15 anos - Setimentos Fé
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Aula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
Aula M1 - 16 a 17 anos - GratidãoAula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
Aula M1 - 16 a 17 anos - Gratidão
 
Aula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizaçõesAula M2 - Foco e realizações
Aula M2 - Foco e realizações
 
Aula M2 - Magnetismo
Aula M2 - MagnetismoAula M2 - Magnetismo
Aula M2 - Magnetismo
 
Aula M2 - Foco e Realizações
Aula M2 - Foco e RealizaçõesAula M2 - Foco e Realizações
Aula M2 - Foco e Realizações
 
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicarAula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
Aula M2 - Como se divertir sem se prejudicar
 
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
Aula M1 (24/05/12) (14 a 15) - Livre arbitrio
 
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
Aula M2 (17/05) - Como conciliar estudo, trabalho e espiritualidade.
 

Último

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (16)

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

Desencarne

  • 1. A Reencarnação e o Desencarne
  • 2. A vida eterna “Ninguém poderá ver o reino de Deus se não nascer de novo” (João, 3:1-12 )
  • 3. Experiência Humana “Depois do período infantil, atravessa expressivas etapas de renovação interior, até alcançar a madureza corpórea, não obstante apresenta-se com a mesma forma exterior, porquanto somente após o esgotamento da força vital no curso da vida, através da senectude ou enfermidade é que se inicia a transformação mais profunda” (André Luiz em Evolução em Dois Mundos)
  • 4. Desencarne • Desencarnação Natural – É a morte pelo processo planejado para o corpo físico – Durante o processo de morte a consciência examina em retrospecto todos os acontecimentos da própria vida, imprimindo essas experiências magneticamente às suas células que se desdobrarão em unidades físicas e psicossomáticas no corpo físico e espiritual
  • 5. • Segregando substâncias mentais, por impulso renovador, a alma que desencarna com novas disposições, tem a intenção de se desligar mecanicamente dos órgãos físicos, e por automatismo o espírito se desliga desse corpo físico integrando seu corpo espiritual (LE questões 154 a 158)
  • 6. Mantém sua personalidade humana, o processo educativo que iniciou no berço, sem perder a própria identidade, somando consigo as experiências da vida carnal (LE questão 150)
  • 7. • No momento em que o corpo físico deixa de funcionar o espírito é envolvido por sua força mental e fica submetido a densidade de sua vida mental, aos casulo dos seus pensamentos dominantes (LE questão 159) • Cria a sua realidade
  • 8. Densidade Mental O que aconteceu com eles? • André Luiz (umbral) • Joseph (acolhido, desconhecimento da vida espiritual, negou acolhimento) • Eloísa foi acolhida pelos cuidados da tia • Patrícia (despertou em boas condições)
  • 9. • Os espíritos mais primitivos quando desencarnam assustam-se com a vastidão cósmica e com os espíritos benevolentes (fantasiando entre deuses do bem e do mau), sentindo-se acuados e sentindo falta da mundo físico fixam-se no reduto doméstico. • Renascer na carne torna-se idéia fixa (recusando- se a vida no plano espiritual) e os órgãos do corpo espiritual se retraem ou atrofiam, fecham- se sobre si mesmos (ovo)
  • 10. “Através do movimento incessante da renovação universal o principio inteligente incorpora a experiência que lhe é necessária, estagiando no plano físico e no plano extra- físico, recolhendo como é justo, a orientação e o influxo das Inteligências Superiores em sua marcha laboriosa para as mais elevadas aquisições” (André Luiz em Evolução em Dois Mundos)
  • 11. • Reencarnação e Evolução – Regeneração – Experiência na Terra possibilita ascensões espirituais – Artistas e Cientistas dão continuidade ao seus trabalhos – Missão de auxílio e evolução do planeta (LE questões 167 a 170)
  • 12. • Cada entidade reencarnante apresenta particularidades na recorporificação • Os espíritos mais evoluídos passam por um processo de planejamento em ligação sutil do corpo materno, podem plasmar por si mesmos em colaboração dos instrutores da Vida Maior o corpo da vida física • Milhões de espíritos com evolução mediana precisam de preparo e cautela no planejamento da sua evolução.
  • 13. Como assim? • A reencarnação de Segismundo (Missionários da Luz) – O auxílio de Alexandre – Questões cármicas – Permissão dos Pais – O planejamento do corpo físico – O momento da concepção
  • 14. Reencarnação compulsória • Os espíritos inferiores entram em simbiose fluídica com as organizações femininas, as quais se agregam, passando pela atrofia do corpo espiritual “ovoidização” • Com a fecundação os moldes do corpo físico ficam dependentes da hereditariedade.
  • 15. • Reencarnações Especiais – Espíritos em estado de loucura ou sofrimento intenso, incapazes de escolher o seu caminho renascem com problemas mentais ou mutilações congênitas ao alado daqueles que devem abnegação e carinho.