SlideShare uma empresa Scribd logo
Módulo B5 – Lusofonia: A Língua Portuguesa para além de Portugal
Localização dos países da CPLP Portugal Cabo   Verde Angola   Moçambique Guiné-Bissau Brasil São Tomé e Príncipe Timor Leste
O conceito  «Lusofonia»  usa-se genericamente para designar o conjunto das comunidades de língua portuguesa no mundo.   Para além de Portugal,  há mais sete países que utilizam o Português como língua oficial:  Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste  A ideia da  criação de uma Comunidade reunindo os países de língua portuguesa  – nações irmanadas por uma herança histórica, pelo idioma comum e por uma visão compartilhada do desenvolvimento e da democracia.
A CPLP foi criada a  17 de Julho de 1996  numa cimeira constitutiva, realizada em, Lisboa. Dela fazem parte Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e, desde 2002, Timor-Leste. As Ilhas Maurícias, a Guiné Equatorial e o Senegal (na VII Cimeira) são países observadores associados.  É um meio privilegiado de difusão da criação cultural entre os povos que falam português e de projecção internacional dos seus valores culturais, numa perspectiva aberta e universalista;
DESCOBRIMENTOS E DESCOLONIZAÇÃO
Expansão da Língua Portuguesa no mundo: Descobrimentos e descolonização
Portugal Cabo Verde Brasil Moçambique Angola Guine Bissau Timor Cabo verde Brasil S.Tome e Príncipe Angola Moçambique Timor Países que falam português
 
 
Emigrantes África Portugal Alemanha Suíça Brasil Canada EUA
País descoberta independência  Cabo verde 1460 1975 Guine Bissau 1453 1973 S.Tomé e Príncipe 1471 1975 Brasil 1500 1822 Moçambique 1498  1975 Angola 1483 1975 Timor + 4 séc 1975
 
 
 
Cidadania e Mundo Actual Romário Pamukov
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object]
Ivo Sequeira
[object Object],São Paulo Palácio da Alvor-Brasilia
ÁREA : 8.514.215,3 CAPITAL : Brasília POPULAÇÃO : 190.732.694 milhões (Censo 2010)  QUANTIDADE DE MUNICÍPIOS:  5.435 MOEDA:   Real ( R$ ) NOME OFICIAL : República Federativa do Brasil NACIONALIDADE : brasileira DATAS NACIONAIS : 7 de Setembro (Dia da Independência ) e 15 de Novembro ( Proclamação da República ) PRESIDENTE : Dilma Rousseff
LOCALIZAÇÃO : leste da América do Sul CLIMA DO BRASIL  : equatorial, tropical, tropical de altitude, tropical atlântico, subtropical e semi-árido CIDADES DO BRASIL (PRINCIPAIS) : São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Goiânia, Recife, Manaus, Curitiba, Florianópolis, Belém, Maceió, Cuiabá, João Pessoa, Fortaleza, São Luís. COMPOSIÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA:  Pardos: 42,6%, Brancos: 49,7%, Negros: 6,9%, Indígenas: 0,3%, Amarelos: 0,5% (Fonte: PNAD 2006).  IDIOMAS : português (oficial) : cristianismo (católicos 71%, outros 10%), espiritismo, judaísmo, cultos afro-brasileiros.  Dados completos sobre Religiões no Brasil  DENSIDADE DEMOGRÁFICA : 22,4 hab./km2
Produtos Agrícolas:  algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, laranja, soja.  Pecuária : Bovinos, Eqüinos, Muares, Caprinos, Asinino, Bubalino, Suínos, Ovinos, Aves, Coelhos. Mineração : bauxita, ferro, manganês, ouro e petróleo. Indústria : de transformação, de bens de consumo e bens duráveis.
   O Brasil possui actualmente uma economia forte e sólida. O país é um grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente minerais, agrícolas e manufacturados. As áreas de agricultura, indústria e serviços são bem desenvolvidas e encontram-se, actualmente, em bom momento de expansão.
                                                    Estátua de D. Pedro I                                                      Cristo Redentor                                                    Estação da Luz                                                    Doze profetas                                          O Passageiro                                                                    -  Congresso Nacional Congresso Nacional
Carimbo Capoeira
Gastronomia Feijoada Brasileira Açai
[object Object],[object Object],CABO VERDE
A colonização portuguesa começou logo após a sua descoberta, sendo as primeiras ilhas a serem povoadas as de Santiago e Fogo.  Para incentivar a colonização a corte portuguesa estabeleceu uma carta de privilégio aos moradores de Santiago do comércio de escravos na Costa da Guiné.  Em Ribeira Grande – Santiago - estabelece-se a primeira feitoria que serviu de ponto de escala para os navios portugueses e para o tráfego e comercio de escravos que começava a crescer por essa época.  Mais tarde, com a abolição da escravatura e com condições climáticas poucos favoráveis, devido à sua situação geográfica, o país começou a dar sinais de fragilidade e entrou em decadência tendo uma economia pobre e de subsistência. No século XX, a partir da década de 50, começam a surgir os movimentos de libertação e independentistas um pouco por todo o continente africano.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],GASTRONOMIA
RECURSOS ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
San Filipe  Cidade de praia Cidade Velha de Santiago  Ribeira Grande de Santiago
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
São  Tomé e Príncipe  Ricardo  Marques
Na Ilha do Príncipe, em representação do Governo havia o administrador do Concelho com largas atribuições. A colónia achava-se dividida em dois concelhos, o de São Tomé e o do Príncipe, e em várias freguesias. Em  1960 , surge um grupo nacionalista opositor ao domínio português. Em  1972 , o grupo dá origem ao  Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe  (MLSTP), de orientação  marxista . Assim, em  1975 , após cerca de 500 anos de controlo de Portugal, o arquipélago é  descolonizado .
José Campaniço
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A língua mais falada em Timor-Leste era o indonésio no tempo da ocupação indonésia, sendo hoje o tétum (mais falado na capital). O tétum e o português formam as duas línguas oficias do país, enquanto o indonésio e a língua inglesa são consideradas línguas de trabalho pela actual constituição de Timor-Leste. Devido à recente ocupação indonésia, grande parte da população compreende a língua indonésia, mas só uma minoria o português . ,[object Object],baleotes ou beiros Curiosidades Os galos são considerados animais de estimação, entretanto, estas aves também são utilizadas como entretenimento e irresponsavelmente colocadas para brigar.
As Famílias Em Timor-Leste todos são considerados  irmãos, parentes uns dos outros. Os tios, irmãos do pai e respectivas mulheres são designados pais pelos filhos de mães irmãs, logo, filhos de mães irmãs são irmãos entre si. Os sobrinhos, filhos de irmãos, já não chamam pais aos tios mane foum: às tias, irmãs do pai, tratam-nas por ki'i e aos tios, maridos das tias, tratam-nos por bagi. O termo bagi também se aplica no tratamento recíproco entre o tio e os sobrinhos. Os primos tratam-se por rian que equivale a cunhado, abrindo a viabilidade do casamento dos filhos das irmãs com as filhas dos irmãos delas .
País descoberta independência  Cabo verde 1460 1975 Guine Bissau 1453 1973 S.Tomé e Príncipe 1471 1975 Brasil 1500 1822 Moçambique 1498  1975 Angola 1483 1975 Timor + 4 séc 1975
Portugal
Mapa da Ilhas: Mapa da madeira Mapa dos açores
Historia de Portugal    O território correspondente ao actual Portugal foi continuamente ocupado desde a Pré-História. Em 29 a.C. era habitado por vários povos, como os Lusitanos, quando foi integrado no Império Romano como a província da Lusitânia e parte da Galécia, influenciando fortemente a cultura, nomeadamente a língua portuguesa, na maior parte originada no latim. Após a queda do Império Romano, estabeleceram-se aí povos germânicos como os Visigodos e os Suevos, e no século VIII seria ocupado por árabes. Durante a reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143, e a estabilização das fronteiras em 1249, Portugal reclama o título de mais antigo estado-nação europeu Durante os séculos XV e XVI, os portugueses foram pioneiros na exploração marítima, estabelecendo o primeiro império colonial de amplitude global, com possessões em África, na Ásia e na América do Sul, tornando-se uma potência mundial económica, política e militar Em 1580, após uma crise de sucessão, foi unido a Espanha na chamada União Ibérica que duraria até 1640. Após a Guerra da Restauração foi restabelecida a independência sob a nova dinastia de Bragança, com a separação das duas coroas e impérios. O terramoto de 1755 em Lisboa, as invasões espanhola e francesas, a perda da sua maior possessão territorial ultramarina, o Brasil, seguidos da guerra civil, resultaram no desmembramento da estabilidade política e económica, reduzindo o estatuto de Portugal como potência global no século XIX.
 
OS PORTUGUESES NO MUNDO ,[object Object]
PORTUGAL BRASIL S.TOMÉ E PRÍNCIPE ANGOLA MOÇAMBIQUE GUINÉ-BISSAU CABO VERDE TIMOR-LESTE
Além dos cerca de dez milhões de portugueses residentes em Portugal, presume-se existirem cerca de cinco milhões mais espalhados pelo mundo,quer de primeira geração, quer luso-descendentes recentes, num total de cerca de quinze milhões de portugueses.
Política externa e defesa da Língua Portuguesa.  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object]
                             República Portuguesa                               República Federativa do Brasil                                República de Cabo Verde   República da Guiné-Bissau                                        República Democrática de São Tomé e Príncipe                                República de Angola                                Timor Leste  (observador)                               República Popular de Moçambique
PAÍSES MEMBROS E OBSERVADORES ASSOCIADOS DA CPLP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geografia c 12
Geografia c 12Geografia c 12
Geografia c 12
Ilda Bicacro
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
Pocarolas
 
Globalização t2
Globalização t2Globalização t2
Globalização t2
Anabelafernandes
 
Apresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União EuropeiaApresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União Europeia
Centro Jacques Delors
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
Rosária Zamith
 
A posição de Portugal
A posição de PortugalA posição de Portugal
A posição de Portugal
Idalina Leite
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
Carlos Vieira
 
12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização
Ilda Bicacro
 
Trabalho da espanha
Trabalho da espanhaTrabalho da espanha
Trabalho da espanha
Paloma Morais
 
Clima Em Portugal
Clima Em PortugalClima Em Portugal
Clima Em Portugal
analuisacvieira
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
cattonia
 
Geografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - PopulaçãoGeografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - População
Raffaella Ergün
 
O Turismo
O TurismoO Turismo
O Turismo
Diogo Mateus
 
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
CludiaBelluschiCosta
 
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
Diogo Mateus
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
Geografias Geo
 
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Formação da união europeia
Formação da união europeiaFormação da união europeia
Formação da união europeia
sophyzinha
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
Mariana Sousa
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
Maria Adelaide
 

Mais procurados (20)

Geografia c 12
Geografia c 12Geografia c 12
Geografia c 12
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
 
Globalização t2
Globalização t2Globalização t2
Globalização t2
 
Apresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União EuropeiaApresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União Europeia
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 
A posição de Portugal
A posição de PortugalA posição de Portugal
A posição de Portugal
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização
 
Trabalho da espanha
Trabalho da espanhaTrabalho da espanha
Trabalho da espanha
 
Clima Em Portugal
Clima Em PortugalClima Em Portugal
Clima Em Portugal
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Geografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - PopulaçãoGeografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - População
 
O Turismo
O TurismoO Turismo
O Turismo
 
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
 
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
 
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Cabo Verde
 
Formação da união europeia
Formação da união europeiaFormação da união europeia
Formação da união europeia
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 

Destaque

Cplp
CplpCplp
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESAIVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
Altair Marta
 
Ficha países cplp
Ficha países cplpFicha países cplp
Ficha países cplp
Helena Salazar
 
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimento
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimentoReferencial de educacao_para_o_desenvolvimento
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimento
psicologiaestoi
 
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
Jorge Almeida
 
As crises político na Guiné Bissau
As crises político na Guiné BissauAs crises político na Guiné Bissau
As crises político na Guiné Bissau
Novas da Guiné Bissau
 
Trabalho de l. portuguesa
Trabalho de l. portuguesaTrabalho de l. portuguesa
Trabalho de l. portuguesa
Ste Escola Bernardino
 
Portugal-Módulo B5
Portugal-Módulo B5Portugal-Módulo B5
Portugal-Módulo B5
Jorge Almeida
 
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacao
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacaoGuine bissau e cabo verde da unidade a separacao
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacao
barrosjonatas
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
Adelaide Jesus
 
Sistema ONU
Sistema ONUSistema ONU
Sistema ONU
carlieden
 
Amilcar cabral o heroi nacional-filosofia
Amilcar cabral   o heroi nacional-filosofiaAmilcar cabral   o heroi nacional-filosofia
Amilcar cabral o heroi nacional-filosofia
Aldair Do Rosario
 
Nutrissan
NutrissanNutrissan
8 ano 4b
8 ano 4b8 ano 4b
8 ano 4b
maritese
 
Powerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordoPowerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordo
carinaceu
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeia
RaQuel Oliveira
 
Cidadania mundial a base da paz
Cidadania mundial a base da pazCidadania mundial a base da paz
Cidadania mundial a base da paz
Mauricio Gonçalves
 
Diversidade linguística&cultural
Diversidade linguística&culturalDiversidade linguística&cultural
Diversidade linguística&cultural
Ana Lúcia Freilão Água
 
História e Geografia de Moçambique
História e Geografia de MoçambiqueHistória e Geografia de Moçambique
História e Geografia de Moçambique
clubeculturamix
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
myrianlaste
 

Destaque (20)

Cplp
CplpCplp
Cplp
 
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESAIVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
IVA NA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA
 
Ficha países cplp
Ficha países cplpFicha países cplp
Ficha países cplp
 
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimento
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimentoReferencial de educacao_para_o_desenvolvimento
Referencial de educacao_para_o_desenvolvimento
 
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
Portugal (CPLP-Módulo B5-CMA)
 
As crises político na Guiné Bissau
As crises político na Guiné BissauAs crises político na Guiné Bissau
As crises político na Guiné Bissau
 
Trabalho de l. portuguesa
Trabalho de l. portuguesaTrabalho de l. portuguesa
Trabalho de l. portuguesa
 
Portugal-Módulo B5
Portugal-Módulo B5Portugal-Módulo B5
Portugal-Módulo B5
 
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacao
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacaoGuine bissau e cabo verde da unidade a separacao
Guine bissau e cabo verde da unidade a separacao
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Sistema ONU
Sistema ONUSistema ONU
Sistema ONU
 
Amilcar cabral o heroi nacional-filosofia
Amilcar cabral   o heroi nacional-filosofiaAmilcar cabral   o heroi nacional-filosofia
Amilcar cabral o heroi nacional-filosofia
 
Nutrissan
NutrissanNutrissan
Nutrissan
 
8 ano 4b
8 ano 4b8 ano 4b
8 ano 4b
 
Powerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordoPowerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordo
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeia
 
Cidadania mundial a base da paz
Cidadania mundial a base da pazCidadania mundial a base da paz
Cidadania mundial a base da paz
 
Diversidade linguística&cultural
Diversidade linguística&culturalDiversidade linguística&cultural
Diversidade linguística&cultural
 
História e Geografia de Moçambique
História e Geografia de MoçambiqueHistória e Geografia de Moçambique
História e Geografia de Moçambique
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
 

Semelhante a Cplp

Países Lusófonos
Países Lusófonos Países Lusófonos
Países Lusófonos
Eduarda Costa
 
Países Lusófonos 1
Países Lusófonos 1Países Lusófonos 1
Países Lusófonos 1
Eduarda Costa
 
Variac3a7c3a3o linguc3adstica
Variac3a7c3a3o linguc3adsticaVariac3a7c3a3o linguc3adstica
Variac3a7c3a3o linguc3adstica
evocara
 
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Cabo Verde
Endl Félix Muriel
 
Cabo
CaboCabo
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Cabo Verde
Marília Valério
 
Rose Alva
Rose AlvaRose Alva
Rose Alva
kassiarios
 
Lusofonia
LusofoniaLusofonia
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
Endl Félix Muriel
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
Ste Escola Bernardino
 
Países lusófonos
Países lusófonosPaíses lusófonos
Países lusófonos
Cristina Alves
 
Ilhas de cabo verde
Ilhas de cabo verdeIlhas de cabo verde
Ilhas de cabo verde
Marília Valério
 
Cplp_Serta
Cplp_SertaCplp_Serta
Cplp_Serta
bibliotecaagansiao
 
O Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo VerdeO Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo Verde
aDIRIANA SILVI
 
Brasil
BrasilBrasil
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
ROSAMONTEIROMARQUES
 
àFrica do sul apresentação de slides
àFrica do sul  apresentação de slidesàFrica do sul  apresentação de slides
àFrica do sul apresentação de slides
soniaamelia
 
Condomínio Residencial no Estreito
Condomínio Residencial no EstreitoCondomínio Residencial no Estreito
Condomínio Residencial no Estreito
finhocrippa
 
2015 colibri de mesquita
2015   colibri de mesquita2015   colibri de mesquita
2015 colibri de mesquita
LelioGomes
 

Semelhante a Cplp (20)

Países Lusófonos
Países Lusófonos Países Lusófonos
Países Lusófonos
 
Países Lusófonos 1
Países Lusófonos 1Países Lusófonos 1
Países Lusófonos 1
 
Variac3a7c3a3o linguc3adstica
Variac3a7c3a3o linguc3adsticaVariac3a7c3a3o linguc3adstica
Variac3a7c3a3o linguc3adstica
 
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Cabo Verde
 
Cabo
CaboCabo
Cabo
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
 
Cabo Verde
Cabo VerdeCabo Verde
Cabo Verde
 
Rose Alva
Rose AlvaRose Alva
Rose Alva
 
Lusofonia
LusofoniaLusofonia
Lusofonia
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
Países lusófonos
Países lusófonosPaíses lusófonos
Países lusófonos
 
Ilhas de cabo verde
Ilhas de cabo verdeIlhas de cabo verde
Ilhas de cabo verde
 
Cplp_Serta
Cplp_SertaCplp_Serta
Cplp_Serta
 
O Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo VerdeO Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo Verde
 
Brasil
BrasilBrasil
Brasil
 
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
 
àFrica do sul apresentação de slides
àFrica do sul  apresentação de slidesàFrica do sul  apresentação de slides
àFrica do sul apresentação de slides
 
Condomínio Residencial no Estreito
Condomínio Residencial no EstreitoCondomínio Residencial no Estreito
Condomínio Residencial no Estreito
 
2015 colibri de mesquita
2015   colibri de mesquita2015   colibri de mesquita
2015 colibri de mesquita
 

Cplp

  • 1. Módulo B5 – Lusofonia: A Língua Portuguesa para além de Portugal
  • 2. Localização dos países da CPLP Portugal Cabo Verde Angola Moçambique Guiné-Bissau Brasil São Tomé e Príncipe Timor Leste
  • 3. O conceito «Lusofonia» usa-se genericamente para designar o conjunto das comunidades de língua portuguesa no mundo. Para além de Portugal, há mais sete países que utilizam o Português como língua oficial: Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste A ideia da criação de uma Comunidade reunindo os países de língua portuguesa – nações irmanadas por uma herança histórica, pelo idioma comum e por uma visão compartilhada do desenvolvimento e da democracia.
  • 4. A CPLP foi criada a 17 de Julho de 1996 numa cimeira constitutiva, realizada em, Lisboa. Dela fazem parte Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e, desde 2002, Timor-Leste. As Ilhas Maurícias, a Guiné Equatorial e o Senegal (na VII Cimeira) são países observadores associados. É um meio privilegiado de difusão da criação cultural entre os povos que falam português e de projecção internacional dos seus valores culturais, numa perspectiva aberta e universalista;
  • 6. Expansão da Língua Portuguesa no mundo: Descobrimentos e descolonização
  • 7. Portugal Cabo Verde Brasil Moçambique Angola Guine Bissau Timor Cabo verde Brasil S.Tome e Príncipe Angola Moçambique Timor Países que falam português
  • 8.  
  • 9.  
  • 10. Emigrantes África Portugal Alemanha Suíça Brasil Canada EUA
  • 11. País descoberta independência Cabo verde 1460 1975 Guine Bissau 1453 1973 S.Tomé e Príncipe 1471 1975 Brasil 1500 1822 Moçambique 1498 1975 Angola 1483 1975 Timor + 4 séc 1975
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15. Cidadania e Mundo Actual Romário Pamukov
  • 16.
  • 17.
  • 19.
  • 20. ÁREA : 8.514.215,3 CAPITAL : Brasília POPULAÇÃO : 190.732.694 milhões (Censo 2010)  QUANTIDADE DE MUNICÍPIOS: 5.435 MOEDA:   Real ( R$ ) NOME OFICIAL : República Federativa do Brasil NACIONALIDADE : brasileira DATAS NACIONAIS : 7 de Setembro (Dia da Independência ) e 15 de Novembro ( Proclamação da República ) PRESIDENTE : Dilma Rousseff
  • 21. LOCALIZAÇÃO : leste da América do Sul CLIMA DO BRASIL : equatorial, tropical, tropical de altitude, tropical atlântico, subtropical e semi-árido CIDADES DO BRASIL (PRINCIPAIS) : São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Goiânia, Recife, Manaus, Curitiba, Florianópolis, Belém, Maceió, Cuiabá, João Pessoa, Fortaleza, São Luís. COMPOSIÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA: Pardos: 42,6%, Brancos: 49,7%, Negros: 6,9%, Indígenas: 0,3%, Amarelos: 0,5% (Fonte: PNAD 2006). IDIOMAS : português (oficial) : cristianismo (católicos 71%, outros 10%), espiritismo, judaísmo, cultos afro-brasileiros.  Dados completos sobre Religiões no Brasil DENSIDADE DEMOGRÁFICA : 22,4 hab./km2
  • 22. Produtos Agrícolas: algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, laranja, soja.  Pecuária : Bovinos, Eqüinos, Muares, Caprinos, Asinino, Bubalino, Suínos, Ovinos, Aves, Coelhos. Mineração : bauxita, ferro, manganês, ouro e petróleo. Indústria : de transformação, de bens de consumo e bens duráveis.
  • 23.   O Brasil possui actualmente uma economia forte e sólida. O país é um grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente minerais, agrícolas e manufacturados. As áreas de agricultura, indústria e serviços são bem desenvolvidas e encontram-se, actualmente, em bom momento de expansão.
  • 24.                                                     Estátua de D. Pedro I                                                      Cristo Redentor                                                    Estação da Luz                                                    Doze profetas                                          O Passageiro                                                                    - Congresso Nacional Congresso Nacional
  • 27.
  • 28. A colonização portuguesa começou logo após a sua descoberta, sendo as primeiras ilhas a serem povoadas as de Santiago e Fogo. Para incentivar a colonização a corte portuguesa estabeleceu uma carta de privilégio aos moradores de Santiago do comércio de escravos na Costa da Guiné. Em Ribeira Grande – Santiago - estabelece-se a primeira feitoria que serviu de ponto de escala para os navios portugueses e para o tráfego e comercio de escravos que começava a crescer por essa época. Mais tarde, com a abolição da escravatura e com condições climáticas poucos favoráveis, devido à sua situação geográfica, o país começou a dar sinais de fragilidade e entrou em decadência tendo uma economia pobre e de subsistência. No século XX, a partir da década de 50, começam a surgir os movimentos de libertação e independentistas um pouco por todo o continente africano.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33. San Filipe Cidade de praia Cidade Velha de Santiago Ribeira Grande de Santiago
  • 34.
  • 35.  
  • 36. São Tomé e Príncipe Ricardo Marques
  • 37. Na Ilha do Príncipe, em representação do Governo havia o administrador do Concelho com largas atribuições. A colónia achava-se dividida em dois concelhos, o de São Tomé e o do Príncipe, e em várias freguesias. Em 1960 , surge um grupo nacionalista opositor ao domínio português. Em 1972 , o grupo dá origem ao Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe (MLSTP), de orientação marxista . Assim, em 1975 , após cerca de 500 anos de controlo de Portugal, o arquipélago é descolonizado .
  • 39.
  • 40.
  • 41. As Famílias Em Timor-Leste todos são considerados irmãos, parentes uns dos outros. Os tios, irmãos do pai e respectivas mulheres são designados pais pelos filhos de mães irmãs, logo, filhos de mães irmãs são irmãos entre si. Os sobrinhos, filhos de irmãos, já não chamam pais aos tios mane foum: às tias, irmãs do pai, tratam-nas por ki'i e aos tios, maridos das tias, tratam-nos por bagi. O termo bagi também se aplica no tratamento recíproco entre o tio e os sobrinhos. Os primos tratam-se por rian que equivale a cunhado, abrindo a viabilidade do casamento dos filhos das irmãs com as filhas dos irmãos delas .
  • 42. País descoberta independência Cabo verde 1460 1975 Guine Bissau 1453 1973 S.Tomé e Príncipe 1471 1975 Brasil 1500 1822 Moçambique 1498 1975 Angola 1483 1975 Timor + 4 séc 1975
  • 44. Mapa da Ilhas: Mapa da madeira Mapa dos açores
  • 45. Historia de Portugal   O território correspondente ao actual Portugal foi continuamente ocupado desde a Pré-História. Em 29 a.C. era habitado por vários povos, como os Lusitanos, quando foi integrado no Império Romano como a província da Lusitânia e parte da Galécia, influenciando fortemente a cultura, nomeadamente a língua portuguesa, na maior parte originada no latim. Após a queda do Império Romano, estabeleceram-se aí povos germânicos como os Visigodos e os Suevos, e no século VIII seria ocupado por árabes. Durante a reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143, e a estabilização das fronteiras em 1249, Portugal reclama o título de mais antigo estado-nação europeu Durante os séculos XV e XVI, os portugueses foram pioneiros na exploração marítima, estabelecendo o primeiro império colonial de amplitude global, com possessões em África, na Ásia e na América do Sul, tornando-se uma potência mundial económica, política e militar Em 1580, após uma crise de sucessão, foi unido a Espanha na chamada União Ibérica que duraria até 1640. Após a Guerra da Restauração foi restabelecida a independência sob a nova dinastia de Bragança, com a separação das duas coroas e impérios. O terramoto de 1755 em Lisboa, as invasões espanhola e francesas, a perda da sua maior possessão territorial ultramarina, o Brasil, seguidos da guerra civil, resultaram no desmembramento da estabilidade política e económica, reduzindo o estatuto de Portugal como potência global no século XIX.
  • 46.  
  • 47.
  • 48. PORTUGAL BRASIL S.TOMÉ E PRÍNCIPE ANGOLA MOÇAMBIQUE GUINÉ-BISSAU CABO VERDE TIMOR-LESTE
  • 49. Além dos cerca de dez milhões de portugueses residentes em Portugal, presume-se existirem cerca de cinco milhões mais espalhados pelo mundo,quer de primeira geração, quer luso-descendentes recentes, num total de cerca de quinze milhões de portugueses.
  • 50.
  • 51.
  • 52.                          República Portuguesa                         República Federativa do Brasil                          República de Cabo Verde República da Guiné-Bissau                                  República Democrática de São Tomé e Príncipe                          República de Angola                          Timor Leste (observador)                          República Popular de Moçambique
  • 53. PAÍSES MEMBROS E OBSERVADORES ASSOCIADOS DA CPLP