CABO VERDE
Introdução
 Cabo Verde é um arquipélago de origem vulcânica
localizado na costa do continente africano, que é
constituído...
DADOS GERAIS
 CAPITAL: Praia
 POPULAÇÃO: 531 046 habitantes
 ÁREA TERRITORIAL: 4033 km²
 LÍNGUA OFICIAL: Português
 L...
História – Período de Feitorias e Colônia
 Foi descoberto em 1460 pelos portugueses, sendo
que a habitação do território ...
História – Processo de Independência
 Surgiu como uma tentativa de solução para as
reivindicações da elite crioula de ent...
Amílcar Cabral
 Não se pode falar no processo de independência de
Cabo Verde sem citar o grande líder Amílcar
Cabral(1924...
Política
 República Democrática Representativa
Semipresidencialista
 Regime Multipartidário
 Eleições são presidenciais...
Divisão Administrativa
 A capital cabo-verdiana é a cidade de Praia,
localizada na Ilha de Santiago.
 As principais cida...
Fig. 4 -> Ilhas do Barlavento e do Sotavento.
Algumas cidades Cabo-Verdianas...
Fig. 5 -> Paços do
Concelho na Cidade da
Praia.
Fig. 6 -> Vista da cidade
de Mindelo na ...
Geografia
Fig. 7 -> Vista de
satélite do arquipélago
de Cabo Verde
Fig. 8 -> Pico do Fogo,
o ponto mais elevado
do arquipé...
Geografia
Fig. 10 -> Deserto
Viana, na Ilha da Boa
Vista
Fig. 11 -> Praia
Grande, Calhau São
Vicente
Clima
Condições meteorológicas anuais
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Temperat
ura (°C)
24 24 25 25 25...
Economia
 Economia subdesenvolvida
 Sofre com uma carência de recursos devido ao alto
crescimento populacional
 As prin...
Obras Arquitetônicas e Patrimônio Cultural
Fig. 13 -> Igreja Nossa Senhora do
Rosário, construída em 1495, a mais
antiga i...
MAPA CULTURAL
Ilha do Sal
Ilha de São Vicente
Ilha de Santiago
Ilha da Boa Vista
Ilha do Fogo
Ilha Brava
Ilha de São Nicolau
Ilha do Maio
Artesanato
 Possui grande importância na cultura cabo-verdiana.
 A tecelagem e a cerâmica são artes muito
apreciadas no ...
Literatura
 A literatura cabo-verdiana é uma das
mais ricas da África Lusófona
 O país possuiu e possui grande
número de...
Música
 Há diversos gêneros musicais próprios, dos quais se
destacam a morna, a kizomba², o funaná, o
batuque e a colader...
Gastronomia
 A base da alimentação tradicional são os alimentos
produzidos localmente, quase sempre incorporando
o milho....
Religião
 A liberdade de religião está
prevista na Constituição do
País
 A população é predominante
Católica Apostólica ...
Festividades
 Geralmente em Fevereiro, o Carnaval é celebrado em
todas as ilhas com especial evidência para os de
Mindelo...
REFERÊNCIAS
 Cabo Verde. Fundo Monetário Internacional. Programa
das Nações Unidas para o
Desenvolvimento (PNUD): Relatór...
 Víctor Reis, Desenvolvimento em Cabo Verde: As
opções estratégicas e o investimento directo estrangeiro,
Lisboa:MIMO, 20...
Cabo Verde
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cabo Verde

4.568 visualizações

Publicada em

Slide apresentando um pouco da cultura e outras características de Cabo Verde

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Cabo Verde

  1. 1. CABO VERDE
  2. 2. Introdução  Cabo Verde é um arquipélago de origem vulcânica localizado na costa do continente africano, que é constituído por 10 ilhas, sendo que somente 9 são habitadas.  Foi descoberto em 1460 pelos portugueses, nesta época, todas as ilhas eram desabitadas e não haviam indícios de que já teriam abrigado vida humana.  Foi possessão portuguesa desde o século XV até 1975.
  3. 3. DADOS GERAIS  CAPITAL: Praia  POPULAÇÃO: 531 046 habitantes  ÁREA TERRITORIAL: 4033 km²  LÍNGUA OFICIAL: Português  LÍNGUA MATERNA: Crioulo Cabo-Verdiano*  MOEDA: Escudo Cabo-Verdiano (CVE)  ÓRGÃOS INTERNACIONAIS: ONU, OMC, CPLP, UA, CEDEAO  GOVERNO: República Semipresidencialista  PRESIDENTE: Jorge Carlos Fonseca  PRIMEIRO-MINISTRO: José Maria Neves
  4. 4. História – Período de Feitorias e Colônia  Foi descoberto em 1460 pelos portugueses, sendo que a habitação do território deu-se logo em seguida.  As primeiras ilhas povoadas foram a de Santiago e Fogo.  Em Ribeira Grande, na Ilha de Santiago foi instalada a primeira feitoria¹.  A população atual é resultado da miscigenação entre europeus e africanos, formando assim um povo com características próprias  A partir do século XX, na década de 50 começam a surgir os movimentos pró-independência no país, vinculados também a independência de Guiné-¹- Entrepostos comerciais europeus em territórios estrangeiros.
  5. 5. História – Processo de Independência  Surgiu como uma tentativa de solução para as reivindicações da elite crioula de então, que protestava contra o desleixo e a negligência da metrópole portuguesa em relação ao que se passava em Cabo Verde.  A 5 de Julho de 1975, proclamou-se a independência do país  Em 1991, o país conheceu uma viragem na vida política nacional, tendo realizado as primeiras eleições multipartidárias e instituindo uma democracia parlamentar.
  6. 6. Amílcar Cabral  Não se pode falar no processo de independência de Cabo Verde sem citar o grande líder Amílcar Cabral(1924-1973) , que foi um líder tanto para Cabo-Verde, quanto para Guiné-Bissau.  Com a instituição do PAIGC (Partido Africano para a Independência de Guiné e Cabo-Verde), Cabral foi decisivo na independência destes dois países. Fig. 1 -> Bandeira do PAIGC
  7. 7. Política  República Democrática Representativa Semipresidencialista  Regime Multipartidário  Eleições são presidenciais e legislativas  Mandatos são de 5 anos de duração Fig. 3 -> Jorge Carlos Fonseca, atual presidente de Cabo Verde. Fig. 2 -> Amílcar Cabral retratado em um selo da Alemanha Oriental
  8. 8. Divisão Administrativa  A capital cabo-verdiana é a cidade de Praia, localizada na Ilha de Santiago.  As principais cidades do país são: Praia e Mindelo.  São dez ilhas que constituem o país que se agrupam em duas formas:  Ilhas de Barlavento: Ilha do Sal, Ilha de São Nicolau, Ilha de Santo Antão, Ilha de São Vicente, Ilha da Boa Vista e Ilha de Santa Luzia.  Ilhas de Sotavento: Ilha Brava, Ilha do Maio, Ilha do Fogo, Ilha de Santiago.
  9. 9. Fig. 4 -> Ilhas do Barlavento e do Sotavento.
  10. 10. Algumas cidades Cabo-Verdianas... Fig. 5 -> Paços do Concelho na Cidade da Praia. Fig. 6 -> Vista da cidade de Mindelo na baía do Porto Grande, com o Monte Cara (à esquerda) e Santo Antão (ao fundo, à direita)
  11. 11. Geografia Fig. 7 -> Vista de satélite do arquipélago de Cabo Verde Fig. 8 -> Pico do Fogo, o ponto mais elevado do arquipélago, com 2829m, fica localizado na Ilha do Fogo Fig. 9 -> Vista da Ribeira de São Domingos, na Ilha de Santiago
  12. 12. Geografia Fig. 10 -> Deserto Viana, na Ilha da Boa Vista Fig. 11 -> Praia Grande, Calhau São Vicente
  13. 13. Clima Condições meteorológicas anuais Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Temperat ura (°C) 24 24 25 25 25 26 27 29 29 29 27 25 Precipita ção mm 5,3 3,8 1,3 0,0 0,0 0,0 0,8 14,1 33,6 6,5 2,5 1,6 Tabela 1 -> Condições meteorológicas anuais de Cabo-Verde  Clima árido ou semiárido  Possui duas estações do ano bem definidas, uma chuvosa de Agosto a Outubro e uma seca de Dezembro a Julho.
  14. 14. Economia  Economia subdesenvolvida  Sofre com uma carência de recursos devido ao alto crescimento populacional  As principais atividades econômicas são: a Agricultura, a Pesca, a Prestação de Serviços e mais recentemente o Turismo, devido a enorme beleza de suas orlas. Fig. 12 -> A atividade piscatória é uma das principais da economia Cabo-verdiana
  15. 15. Obras Arquitetônicas e Patrimônio Cultural Fig. 13 -> Igreja Nossa Senhora do Rosário, construída em 1495, a mais antiga igreja colonial do mundo, na Cidade Velha, na Ilha de Santiago Fig. 14 -> Ruas da Cidade Velha, considerada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2009. Foi a primeira capital do arquipélago e a primeira cidade construída pelos portugueses no continente africano
  16. 16. MAPA CULTURAL
  17. 17. Ilha do Sal
  18. 18. Ilha de São Vicente
  19. 19. Ilha de Santiago
  20. 20. Ilha da Boa Vista
  21. 21. Ilha do Fogo
  22. 22. Ilha Brava
  23. 23. Ilha de São Nicolau
  24. 24. Ilha do Maio
  25. 25. Artesanato  Possui grande importância na cultura cabo-verdiana.  A tecelagem e a cerâmica são artes muito apreciadas no país.  Produzido para utensílio, para decoração, o artesanato do Cabo Verde é muito singular e é verdadeiro instrumento de expressão da cultura popular.  Atua diretamente no Turismo. Fig.15 -> Boneca de pano confeccionada em Cabo Verde
  26. 26. Literatura  A literatura cabo-verdiana é uma das mais ricas da África Lusófona  O país possuiu e possui grande número de poetas e escritores renomados que produziram obras célebres. Fig.16 -> Eugênio Tavares (1867,1930) foi um grande poeta, escritor e jornalista cabo-verdiano
  27. 27. Música  Há diversos gêneros musicais próprios, dos quais se destacam a morna, a kizomba², o funaná, o batuque e a coladera.  Cesária Évora era a cantora cabo-verdiana mais conhecida no mundo, conhecida como a "diva dos pés descalços", pois gostava de se apresentar no palco assim. Também conhecida como a Rainha da Morna.  O povo cabo-verdiano é conhecido por sua musicalidade, bem expressa por manifestações populares como o Carnaval de Mindelo. ²- Kizomba é originário de Angola, mas está presente na cultura de
  28. 28. Gastronomia  A base da alimentação tradicional são os alimentos produzidos localmente, quase sempre incorporando o milho.  O prato nacional de referência é a catchupa, confeccionado com várias carnes (frango, vaca, porco e enchidos) acompanhado de milho “cochido”, feijão ou favas, batata e couve e enriquecido, por vezes, com ovos fritos ou peixe.  Vários pratos derivam de frutos do mar.
  29. 29. Religião  A liberdade de religião está prevista na Constituição do País  A população é predominante Católica Apostólica Romana (acima de 90%)  Há outras denominações religiosas, além da Católica, mas que não possuem um grande contingente de fieis como a anterior. Fig.17 -> Igreja de Nossa Senhora da Luz, São Vicente.
  30. 30. Festividades  Geralmente em Fevereiro, o Carnaval é celebrado em todas as ilhas com especial evidência para os de Mindelo (São Vicente) e São Nicolau;  Em Abril, a festa da Bandeira de São Filipe (Fogo);  Em Maio o Festival da Gamboa pelas festas da Cidade da Praia (Santiago);  Em Junho, as festas tradicionais de São João e Santo António (Brava, Santo Antão e São Nicolau). A tabanka precede o São João (Santiago e Maio);  Em Agosto, o Festival da Baía das Gatas (São Vicente), evento musical com projeção internacional;  Em Setembro, o Festival de Música de Santa Maria (Sal), incluído nas festas do Dia do Município (Nossa Senhora das Dores).
  31. 31. REFERÊNCIAS  Cabo Verde. Fundo Monetário Internacional. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD): Relatório de Desenvolvimento Humano 2013 – Ascensão do Sul: progresso humano num mundo diversificado (14 de Março de 2013). Página visitada em 15 de Março de 2013.  Decisão 98/744/CE do Conselho, de 21 de Dezembro de 1998, relativa aos aspectos cambiais relacionados com o escudo cabo-verdiano  LOPES, José Vicente. Cabo Verde, as Causas da Independência. Praia, 2005.  Brígida Rocha Brito e outros, Turismo em Meio Insular Africano: Potencialidades, constrangimentos e impactos, Lisboa: Gerpress, 2010  Carlos Teixeira Couto, Incerteza, adaptabilidade e inovação na sociedade rural da Ilha de Santiago de Cabo Verde, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  32. 32.  Víctor Reis, Desenvolvimento em Cabo Verde: As opções estratégicas e o investimento directo estrangeiro, Lisboa:MIMO, 2011  História concisa de Cabo Verde / coordenado e organizado por Maria Emília Madeira Santos, Maria Manuel Ferraz Torrão e Maria João Soares. Lisboa: Instituto de Investigação Científica Tropical, Praia (Cabo Verde): Instituto da Investigação e do Património Culturais, 2007. Pg.21-30  Michel Lesourd, Etat et société aux îles du Cap Vert, Paris: Karthala, 1995  APPIAH, Kwame Anthony (1997). Na casa de meu pai. Rio de Janeiro, Contraponto.  Enciclopédia Larousse (Vol.4) pág. 1299 ISBN 978-972- 759-924-0  Fundação Mário Soares. Fundacao-mario-soares.pt.  Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto.  RAU, Virginia. "Feitores e feitorias - "Instrumentos" do comércio internacional português no Séc. XVI", Brotéria, Vol. 81, nº 5, 1965

×