SlideShare uma empresa Scribd logo
O dragão e os ovos
Há muitos…muitos…anos…num mar, morava uma linda sereia com olhos
verdes, cabelos loiros e pulava muito.

Ali por perto, havia uma grande gruta onde morava um dragão malvado, que
queria destruir o mundo. Para impedi-lo tinham de descobrir a fórmula da
Paz.

O senhor Gaspar, que era pai da sereia Matilde vivia no vales das neves.

Passado algum tempo o senhor Gaspar resolveu mudar-se para Belém.

Um dia o senhor Gaspar resolveu ir ver a gruta do dragão.

Entrou e disse:

- Está aí alguém ?

Mas ninguém respondeu. E não teve outra escolha senão de ir ver o que
estava lá dentro. Viu uns lindos ovos que brilhavam, por isso apanho-os para
os vender.

A saída o dragão viu o senhor Gaspar a sair com os ovos. O dragão ficou
muito furioso e incendiou a casa dele, para ver se lá estavam os ovos.

Mas o senhor Gaspar já os tinha vendido.

Quando o senhor Gaspar voltou para casa viu que estava a arder por isso
chamou os Bombeiros.

E acabou-se o que era doce.



                                                    Matheus, Tatiana e luís
Uma aventura dos homens

No tempo das fadas…no deserto havia dois homens pobres à procura de
água.

Encontraram um rei, um extraterrestre, e o homem das três caras.

O rei convidou os para irem a uma ilha cheia de água e lá, eles descobriram
uma espada.

O rei disse:

- Nunca consegui tirar esta espada, nem os meus homens!

- Nós podemos ajudar a tirar a espada. Então os homens tiraram a espada
com todas as suas forças.

A recompensa foi riqueza.

Os homens foram para a cidade com muito de dinheiro e ouro e eles ficaram
a família mais rica de toda a cidade.

Meu dito meu feito este conto saiu perfeito.



                                                 Leandro, Joaquim e Carlos
O cavaleiro


No tempo em que os caracóis, não andavam com as casas às costas. Havia um
cavaleiro corajoso era forte e tinha um cavalo castanho para se montar.

E os pais distantes tinham desmaiado.

E o serviço do cavaleiro era encontrar uma erva que cura, a tal erva estava
no rio encantado.

E ao pé da planta havia uma cobra venenosa, e o cavaleiro não sabia.

E no rio vivia muitos duendes, e disseram ao cavaleiro que havia uma
serpente má, e era para ter muito cuidado e apanhou a erva.

Levou-a para casa deu aos pais a erva, e acordou e disseram:

-Obrigado, filho por nos teres salvado!

 E assim viveram felizes para sempre.



                                                            Ana Rita e Inês
A missão da fada Florinda


    No tempo em que os animais falavam, vivia uma fada chamada Florinda,
do planeta mágico e tinha uma missão: salvar o pai, que estava em Marte,
que é um planeta muito, muito grande.

      Então a fada procurou, procurou até que encontrou uma mulher –
policia que era uma grande amiga de infância da fada. Então a polícia disse: -
olá minha grande amiga Florinda !

-olá! Como estás Madalena?

- Bem! e tu ?

- Bem, mas agora isso não interessa, vim pedir-te uma ajuda porque tenho
uma missão que e : salvar o pai em Marte, mas não sei quem o raptou. Então
ajudas-me? Sim e claro. Lá foram elas e encontraram um homem suspeito,
que se parecia um raptor e estava com um grande saco ate parecia que
dentro dele havia uma pessoa . Então elas perguntaram .

– O que faz um homem sem poderes cá em Marte! Porque todos têm
poderes.

– Ora, estou a andar a toa. O que tem neste saco?

-Este?!

- sim, este mesmo não tem nada . então elas olharam e lã áestava o pai , o
ladrão foi preso , a fada cumpriu a sua missão e vitoria, vitoria acabou a
nossa historia.




                                                           Izabela e Rayssa
A receita da felicidade

No tempo em que as bruxas andavam de vassoura, existia um velho sábio que
andava à descoberta da receita da felicidade a procurar o Pai Natal.

-Porquê? Perguntou o gigante Flávio.

-Porque eu preciso de metade da receita da felicidade.

Respondeu o velho sábio Paulo.

Lá foram eles pela floresta fora, até que encontraram um labirinto. Foi
fácil, porque o gigante era muito grande e então ele via o caminho todo.

Eles encontraram o Pai Natal. O Sábio Paulo disse:

-Podes-me dizer a receita?

-Não! – Respondeu o Pai Natal.

Entretanto veio o gigante e disse:

-Diz já a receita, porque se não eu esmago-te.

- Está bem eu digo! – Respondeu o Pai Natal.

O Pai Natal disse-lhe a metade da receita e depois a receita ficou completa.

E o velho sábio Paulo disse:

-Vamos embora que amanhã há mais.

                                                               Laura e Erica
O MÁGICO E A BRUXA
   No tempo que as galinhas tinham dentes os gatos estavam sempre a ser mordidos, então
eles escondiam-se na torre.

  E encontrarão um mágico que gostava de fazer magia para ajudar o país
luminoso. Mas havia sempre uma bruxa que tentava estragar as coisas e um
dia deu a lista das coisas que queria estragar ao mágico:

    _ Os seus poderes.

    _ Destruir o país luminoso.

    _ Destruir a torre.

    _ Ter os poderes e a energia de todas a gente.

     _ Conquistar o mundo… e mais algumas coisas.

     A bruxa ficou à espera do mágico e enquanto esperava destruía o país.
Chegou o mágico e a bruxa descontrolou os poderes dele e lançou uma magia
ás vacas.

     E depois… foram-se as vacas e ficaram os bois.

                                                                       Marta e Tiago
As aventuras do x-5

Era uma vez, um robot no planeta do amor e um pirata que tinha uma
ajudante. Viviam numa casa abandonada e eles andavam à procura de um
tesouro. De repente o robot que se chamava x-5 ouviu o pirata Espanhol a
dizer à sua ajudante Carolina:

Temos de achar este tesouro, ele é muito valioso!

E o x-5 exclamou:

-Ah! Um tesouro.

-Tenho que o achar antes de eles.

E então ox-5 foi em busca do tesouro.

Escavou, escavou e esgravatou a areia da praia e encontrou um bocado mapa,
do tesouro.

O capitão Espanhol sobe logo, Sobe logo pelo bocado do mapa e disse à
Carolina:

-Eles têm uma ponta do mapa! -disse o capitão.

-Temos que detê-lo.

E o x-5 viu quando chegou a casa que não 1 parte do mapa mas sim 2.

E o capitão Espanhol encontrou as outras 2 partes do mapa.

E o x-5 procurou, procurou e achou a parte do meio, quer dizer que eram 5
partes do mapa do tesouro.

E o x-5 apercebeu-se logo que era o capitão que tinha as outras 2 partes do
mapa e teve uma grande ideia.

-Já sei! Tive uma grande ideia, vou dizer-lhe para juntarmos os bocados do
mapa e depois tiro-lhe os 2 bocados do mapa do tesouro, depois acho o
tesouro. E ele fez isso.

E agora…vamos embora que está na hora de acabar a nossa história.

                                             Francisco, Rodrigo e Eduarda
Aula de escrita criativa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Once upon a time portugalt
Once upon a time portugaltOnce upon a time portugalt
Once upon a time portugalt
Mar Jurado
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
Ricardo Leonardo
 
áRvores da floresta
áRvores da florestaáRvores da floresta
áRvores da floresta
catarina01
 
Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013
Marcia Facelli
 
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácilrecopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
Vera Moreira
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
SABERES E FAZERES EM NOSSAS MÃOS
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
Dcrist Santos
 
As Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
As Gotinhas Que Precisavam Tomar BanhoAs Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
As Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
Alda Palmeiro
 
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
Angelica Moreira
 
A princesa da chuva
A princesa da chuvaA princesa da chuva
A princesa da chuva
Lara Gonçalves
 
A Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia LerA Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia Ler
Graça Sousa
 
IV pedro malasartes e sua falecida mãe
IV  pedro malasartes e sua falecida mãeIV  pedro malasartes e sua falecida mãe
IV pedro malasartes e sua falecida mãe
Maria Aparecida de Almeida
 
Cartazes
CartazesCartazes

Mais procurados (13)

Once upon a time portugalt
Once upon a time portugaltOnce upon a time portugalt
Once upon a time portugalt
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
 
áRvores da floresta
áRvores da florestaáRvores da floresta
áRvores da floresta
 
Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013
 
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácilrecopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
As Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
As Gotinhas Que Precisavam Tomar BanhoAs Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
As Gotinhas Que Precisavam Tomar Banho
 
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
 
A princesa da chuva
A princesa da chuvaA princesa da chuva
A princesa da chuva
 
A Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia LerA Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia Ler
 
IV pedro malasartes e sua falecida mãe
IV  pedro malasartes e sua falecida mãeIV  pedro malasartes e sua falecida mãe
IV pedro malasartes e sua falecida mãe
 
Cartazes
CartazesCartazes
Cartazes
 

Destaque

Mapa de historias
Mapa de historiasMapa de historias
Mapa de historias
angulus
 
Escrita Criativa
Escrita Criativa Escrita Criativa
Escrita Criativa
Lurdes Augusto
 
Texto Oral e Escrito
Texto Oral e EscritoTexto Oral e Escrito
Texto Oral e Escrito
Grupo VAHALI
 
Jogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativaJogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativa
Ana Luis
 
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornaisJornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Yuri Almeida
 
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em redeJornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
Guilherme Avila
 
Texto sobre a ilha de páscoa
Texto sobre a ilha de páscoaTexto sobre a ilha de páscoa
Texto sobre a ilha de páscoa
Colégio Parthenon
 
ApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar IiApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar Ii
Marluce Alves Gama Andrade
 
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
Dores Pinto
 
Aula01 - Comunicação Oral e Escrita
Aula01 - Comunicação Oral e EscritaAula01 - Comunicação Oral e Escrita
Aula01 - Comunicação Oral e Escrita
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Comunicação oral e escrita aula 01
Comunicação oral e escrita aula 01Comunicação oral e escrita aula 01
Comunicação oral e escrita aula 01
Juline Rodrigues da Conceição
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
Míriam Klippel
 
Comunicação oral e escrita
Comunicação oral e escritaComunicação oral e escrita
TJMG - Ementa de Estudos
TJMG - Ementa de EstudosTJMG - Ementa de Estudos
TJMG - Ementa de Estudos
Ricardo Torques
 
Producao textual
Producao textualProducao textual
Producao textual
Lilian Larroca
 
Técnicas de expressão oral e escrita - Resumos
Técnicas de expressão oral e escrita - ResumosTécnicas de expressão oral e escrita - Resumos
Técnicas de expressão oral e escrita - Resumos
Cristiana Marques
 
Transformação de tirinhas em prosa narrativa
Transformação de tirinhas em prosa narrativaTransformação de tirinhas em prosa narrativa
Transformação de tirinhas em prosa narrativa
Lilian Larroca
 
Levantamento de características de gêneros textuais
Levantamento de características de gêneros textuaisLevantamento de características de gêneros textuais
Levantamento de características de gêneros textuais
Ana Paula
 
A escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosA escrita como produção de textos
A escrita como produção de textos
Ana Paula
 
Linguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e EscritaLinguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e Escrita
Anderson Cruz
 

Destaque (20)

Mapa de historias
Mapa de historiasMapa de historias
Mapa de historias
 
Escrita Criativa
Escrita Criativa Escrita Criativa
Escrita Criativa
 
Texto Oral e Escrito
Texto Oral e EscritoTexto Oral e Escrito
Texto Oral e Escrito
 
Jogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativaJogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativa
 
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornaisJornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
 
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em redeJornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
Jornalismo + Mídias Sociais = conteúdo criativo em rede
 
Texto sobre a ilha de páscoa
Texto sobre a ilha de páscoaTexto sobre a ilha de páscoa
Texto sobre a ilha de páscoa
 
ApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar IiApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar Ii
 
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
Ivo Rocha - Workshop de Escrita Criativa no Agrupamento de Escolas José Silve...
 
Aula01 - Comunicação Oral e Escrita
Aula01 - Comunicação Oral e EscritaAula01 - Comunicação Oral e Escrita
Aula01 - Comunicação Oral e Escrita
 
Comunicação oral e escrita aula 01
Comunicação oral e escrita aula 01Comunicação oral e escrita aula 01
Comunicação oral e escrita aula 01
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
 
Comunicação oral e escrita
Comunicação oral e escritaComunicação oral e escrita
Comunicação oral e escrita
 
TJMG - Ementa de Estudos
TJMG - Ementa de EstudosTJMG - Ementa de Estudos
TJMG - Ementa de Estudos
 
Producao textual
Producao textualProducao textual
Producao textual
 
Técnicas de expressão oral e escrita - Resumos
Técnicas de expressão oral e escrita - ResumosTécnicas de expressão oral e escrita - Resumos
Técnicas de expressão oral e escrita - Resumos
 
Transformação de tirinhas em prosa narrativa
Transformação de tirinhas em prosa narrativaTransformação de tirinhas em prosa narrativa
Transformação de tirinhas em prosa narrativa
 
Levantamento de características de gêneros textuais
Levantamento de características de gêneros textuaisLevantamento de características de gêneros textuais
Levantamento de características de gêneros textuais
 
A escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosA escrita como produção de textos
A escrita como produção de textos
 
Linguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e EscritaLinguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e Escrita
 

Semelhante a Aula de escrita criativa

Os contos
Os  contosOs  contos
Os contos
cristinapedrogao
 
Histórias 4.ºa
Histórias 4.ºaHistórias 4.ºa
Histórias 4.ºa
Dulce Monteiro
 
Contos
ContosContos
Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...
Bruno Reimão
 
Cartas andarilhas
Cartas andarilhasCartas andarilhas
Cartas andarilhas
EBS/PE da Calheta
 
Projeto Recontando Histórias
Projeto Recontando HistóriasProjeto Recontando Histórias
Projeto Recontando Histórias
Necy
 
Branca de neves
Branca de nevesBranca de neves
Branca de neves
raikabarreto
 
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELOSÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
Dulcilene Figueiredo
 
Lendas de Mondim de Basto Licínio Borges
Lendas de Mondim de Basto   Licínio BorgesLendas de Mondim de Basto   Licínio Borges
Lendas de Mondim de Basto Licínio Borges
Licinio Borges
 
Histórias com sabor a mar
Histórias com sabor a marHistórias com sabor a mar
Histórias com sabor a mar
marilize2
 
Pdf contos
Pdf contosPdf contos
Pdf contos
leilatutora
 
Doze lendas brasileiras como nasceram as estrelas - clarice lispector -
Doze lendas brasileiras   como nasceram as estrelas - clarice lispector -Doze lendas brasileiras   como nasceram as estrelas - clarice lispector -
Doze lendas brasileiras como nasceram as estrelas - clarice lispector -
VALERIADEOLIVEIRALIM
 
Fábrica De Histórias
Fábrica De HistóriasFábrica De Histórias
Fábrica De Histórias
sandra caturra
 
Pdf contos
Pdf contosPdf contos
Pdf contos
leilatutora
 
Em busca da terceira chave do conhecimento enviar
Em busca da terceira chave do conhecimento enviarEm busca da terceira chave do conhecimento enviar
Em busca da terceira chave do conhecimento enviar
isabel preto
 
Aprendendo
 Aprendendo Aprendendo
Aprendendo
Marcela Cappele
 
O patinho...
O patinho...O patinho...
O patinho...
Bruno Reimão
 
Estafeta de contos Grimm
Estafeta de contos GrimmEstafeta de contos Grimm
Estafeta de contos Grimm
jacquelineld
 
Textos a pares
Textos a paresTextos a pares
Textos a pares
SaraHonorio
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
cristiane gouvea
 

Semelhante a Aula de escrita criativa (20)

Os contos
Os  contosOs  contos
Os contos
 
Histórias 4.ºa
Histórias 4.ºaHistórias 4.ºa
Histórias 4.ºa
 
Contos
ContosContos
Contos
 
Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...
 
Cartas andarilhas
Cartas andarilhasCartas andarilhas
Cartas andarilhas
 
Projeto Recontando Histórias
Projeto Recontando HistóriasProjeto Recontando Histórias
Projeto Recontando Histórias
 
Branca de neves
Branca de nevesBranca de neves
Branca de neves
 
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELOSÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
 
Lendas de Mondim de Basto Licínio Borges
Lendas de Mondim de Basto   Licínio BorgesLendas de Mondim de Basto   Licínio Borges
Lendas de Mondim de Basto Licínio Borges
 
Histórias com sabor a mar
Histórias com sabor a marHistórias com sabor a mar
Histórias com sabor a mar
 
Pdf contos
Pdf contosPdf contos
Pdf contos
 
Doze lendas brasileiras como nasceram as estrelas - clarice lispector -
Doze lendas brasileiras   como nasceram as estrelas - clarice lispector -Doze lendas brasileiras   como nasceram as estrelas - clarice lispector -
Doze lendas brasileiras como nasceram as estrelas - clarice lispector -
 
Fábrica De Histórias
Fábrica De HistóriasFábrica De Histórias
Fábrica De Histórias
 
Pdf contos
Pdf contosPdf contos
Pdf contos
 
Em busca da terceira chave do conhecimento enviar
Em busca da terceira chave do conhecimento enviarEm busca da terceira chave do conhecimento enviar
Em busca da terceira chave do conhecimento enviar
 
Aprendendo
 Aprendendo Aprendendo
Aprendendo
 
O patinho...
O patinho...O patinho...
O patinho...
 
Estafeta de contos Grimm
Estafeta de contos GrimmEstafeta de contos Grimm
Estafeta de contos Grimm
 
Textos a pares
Textos a paresTextos a pares
Textos a pares
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 

Mais de silviarelva

O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_finalO blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
silviarelva
 
Meninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As CoresMeninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As Cores
silviarelva
 
Meninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As CoresMeninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As Cores
silviarelva
 
A Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a TartarugaA Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a Tartaruga
silviarelva
 
As Plantas
As PlantasAs Plantas
As Plantas
silviarelva
 
Dia De Reis
Dia De ReisDia De Reis
Dia De Reis
silviarelva
 

Mais de silviarelva (6)

O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_finalO blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
O blogue como_ferramenta_na_sala_de_aula_final
 
Meninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As CoresMeninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As Cores
 
Meninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As CoresMeninos De Todas As Cores
Meninos De Todas As Cores
 
A Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a TartarugaA Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a Tartaruga
 
As Plantas
As PlantasAs Plantas
As Plantas
 
Dia De Reis
Dia De ReisDia De Reis
Dia De Reis
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 

Aula de escrita criativa

  • 1. O dragão e os ovos Há muitos…muitos…anos…num mar, morava uma linda sereia com olhos verdes, cabelos loiros e pulava muito. Ali por perto, havia uma grande gruta onde morava um dragão malvado, que queria destruir o mundo. Para impedi-lo tinham de descobrir a fórmula da Paz. O senhor Gaspar, que era pai da sereia Matilde vivia no vales das neves. Passado algum tempo o senhor Gaspar resolveu mudar-se para Belém. Um dia o senhor Gaspar resolveu ir ver a gruta do dragão. Entrou e disse: - Está aí alguém ? Mas ninguém respondeu. E não teve outra escolha senão de ir ver o que estava lá dentro. Viu uns lindos ovos que brilhavam, por isso apanho-os para os vender. A saída o dragão viu o senhor Gaspar a sair com os ovos. O dragão ficou muito furioso e incendiou a casa dele, para ver se lá estavam os ovos. Mas o senhor Gaspar já os tinha vendido. Quando o senhor Gaspar voltou para casa viu que estava a arder por isso chamou os Bombeiros. E acabou-se o que era doce. Matheus, Tatiana e luís
  • 2. Uma aventura dos homens No tempo das fadas…no deserto havia dois homens pobres à procura de água. Encontraram um rei, um extraterrestre, e o homem das três caras. O rei convidou os para irem a uma ilha cheia de água e lá, eles descobriram uma espada. O rei disse: - Nunca consegui tirar esta espada, nem os meus homens! - Nós podemos ajudar a tirar a espada. Então os homens tiraram a espada com todas as suas forças. A recompensa foi riqueza. Os homens foram para a cidade com muito de dinheiro e ouro e eles ficaram a família mais rica de toda a cidade. Meu dito meu feito este conto saiu perfeito. Leandro, Joaquim e Carlos
  • 3. O cavaleiro No tempo em que os caracóis, não andavam com as casas às costas. Havia um cavaleiro corajoso era forte e tinha um cavalo castanho para se montar. E os pais distantes tinham desmaiado. E o serviço do cavaleiro era encontrar uma erva que cura, a tal erva estava no rio encantado. E ao pé da planta havia uma cobra venenosa, e o cavaleiro não sabia. E no rio vivia muitos duendes, e disseram ao cavaleiro que havia uma serpente má, e era para ter muito cuidado e apanhou a erva. Levou-a para casa deu aos pais a erva, e acordou e disseram: -Obrigado, filho por nos teres salvado! E assim viveram felizes para sempre. Ana Rita e Inês
  • 4. A missão da fada Florinda No tempo em que os animais falavam, vivia uma fada chamada Florinda, do planeta mágico e tinha uma missão: salvar o pai, que estava em Marte, que é um planeta muito, muito grande. Então a fada procurou, procurou até que encontrou uma mulher – policia que era uma grande amiga de infância da fada. Então a polícia disse: - olá minha grande amiga Florinda ! -olá! Como estás Madalena? - Bem! e tu ? - Bem, mas agora isso não interessa, vim pedir-te uma ajuda porque tenho uma missão que e : salvar o pai em Marte, mas não sei quem o raptou. Então ajudas-me? Sim e claro. Lá foram elas e encontraram um homem suspeito, que se parecia um raptor e estava com um grande saco ate parecia que dentro dele havia uma pessoa . Então elas perguntaram . – O que faz um homem sem poderes cá em Marte! Porque todos têm poderes. – Ora, estou a andar a toa. O que tem neste saco? -Este?! - sim, este mesmo não tem nada . então elas olharam e lã áestava o pai , o ladrão foi preso , a fada cumpriu a sua missão e vitoria, vitoria acabou a nossa historia. Izabela e Rayssa
  • 5. A receita da felicidade No tempo em que as bruxas andavam de vassoura, existia um velho sábio que andava à descoberta da receita da felicidade a procurar o Pai Natal. -Porquê? Perguntou o gigante Flávio. -Porque eu preciso de metade da receita da felicidade. Respondeu o velho sábio Paulo. Lá foram eles pela floresta fora, até que encontraram um labirinto. Foi fácil, porque o gigante era muito grande e então ele via o caminho todo. Eles encontraram o Pai Natal. O Sábio Paulo disse: -Podes-me dizer a receita? -Não! – Respondeu o Pai Natal. Entretanto veio o gigante e disse: -Diz já a receita, porque se não eu esmago-te. - Está bem eu digo! – Respondeu o Pai Natal. O Pai Natal disse-lhe a metade da receita e depois a receita ficou completa. E o velho sábio Paulo disse: -Vamos embora que amanhã há mais. Laura e Erica
  • 6. O MÁGICO E A BRUXA No tempo que as galinhas tinham dentes os gatos estavam sempre a ser mordidos, então eles escondiam-se na torre. E encontrarão um mágico que gostava de fazer magia para ajudar o país luminoso. Mas havia sempre uma bruxa que tentava estragar as coisas e um dia deu a lista das coisas que queria estragar ao mágico: _ Os seus poderes. _ Destruir o país luminoso. _ Destruir a torre. _ Ter os poderes e a energia de todas a gente. _ Conquistar o mundo… e mais algumas coisas. A bruxa ficou à espera do mágico e enquanto esperava destruía o país. Chegou o mágico e a bruxa descontrolou os poderes dele e lançou uma magia ás vacas. E depois… foram-se as vacas e ficaram os bois. Marta e Tiago
  • 7. As aventuras do x-5 Era uma vez, um robot no planeta do amor e um pirata que tinha uma ajudante. Viviam numa casa abandonada e eles andavam à procura de um tesouro. De repente o robot que se chamava x-5 ouviu o pirata Espanhol a dizer à sua ajudante Carolina: Temos de achar este tesouro, ele é muito valioso! E o x-5 exclamou: -Ah! Um tesouro. -Tenho que o achar antes de eles. E então ox-5 foi em busca do tesouro. Escavou, escavou e esgravatou a areia da praia e encontrou um bocado mapa, do tesouro. O capitão Espanhol sobe logo, Sobe logo pelo bocado do mapa e disse à Carolina: -Eles têm uma ponta do mapa! -disse o capitão. -Temos que detê-lo. E o x-5 viu quando chegou a casa que não 1 parte do mapa mas sim 2. E o capitão Espanhol encontrou as outras 2 partes do mapa. E o x-5 procurou, procurou e achou a parte do meio, quer dizer que eram 5 partes do mapa do tesouro. E o x-5 apercebeu-se logo que era o capitão que tinha as outras 2 partes do mapa e teve uma grande ideia. -Já sei! Tive uma grande ideia, vou dizer-lhe para juntarmos os bocados do mapa e depois tiro-lhe os 2 bocados do mapa do tesouro, depois acho o tesouro. E ele fez isso. E agora…vamos embora que está na hora de acabar a nossa história. Francisco, Rodrigo e Eduarda