SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
E ducação
                 A mbiental                                                    programa aracruz de educação ambiental




                             Publicação da área de Meio Ambiente Florestal da Aracruz Celulose
 Ano 4 - Nº 46



  Que planeta queremos
deixar para nossos filhos?




   Todos nós queremos melhorar as nossas vidas. Por isso, o ser humano
sempre está em busca do desenvolvimento. Entretanto, o desenvolvimento
    que queremos deve considerar a qualidade de vida das pessoas e os
limites ecológicos do planeta, de forma a garantir sua própria sustentação
  a longo prazo. O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às
necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações
             futuras atenderem às suas próprias necessidades.
Sustentabilidade
Nunca antes se ouviu falar tanto nessa palavra quanto nos dias atuais. Mas o que
isto quer dizer? O conceito de sustentabilidade surgiu na década de 80, com o
jargão “desenvolvimento sustentável”, e significa ser capaz de satisfazer às pró-
prias necessidades sem reduzir as oportunidades das gerações futuras (Relatório
Brundtland – Nosso Futuro Comum – ONU, 1987).
DESENVOLVIMENTO: CRESCIMENTO, AMPLIAÇÃO, PROGRESSO, MELHORIA
SUSTENTÁVEL: CAPAZ DE SE SUSTENTAR
Além do crescimento econômico, deve haver igual-
dade de oportunidades e equidade na distribuição
de renda para eliminar os riscos de colapsos e de-
gradação ambiental. Uma economia precisa crescer
de forma sustentável.
A sustentabilidade possui três dimensões: a ecoló-
gica, a econômica e a social.
4Ecológica: os recursos naturais são limitados, por
   isso devem ser utilizados dentro dos limites de
   regeneração e crescimento naturais.
4Econômica: deve haver crescimento econômico e aumento de potencial de
   produção em regiões onde as necessidades básicas das pessoas não estão
   sendo atendidas, além de igualdade de oportunidades e equidade na distribuição
   de renda. A miséria degrada o meio ambiente, causando sobre-exploração dos
   recursos e mais pobreza, num círculo vicioso.
4Social: satisfazer as necessidades e aspirações humanas é o principal objetivo do
   desenvolvimento sustentável, que requer a promoção de valores que mantenham
   os padrões de consumo dentro das possibilidades ecológicas.



                     FIQUE POR DENTRO!
     Rio-92: um marco para a sustentabilidade do planeta
  A convenção Rio-92, promovida pela ONU no Rio de Janeiro, foi a maior
  reunião já realizada para tratar a questão da sustentabilidade do planeta. Contou
  com a participação de delegações de 175 países e dela resultaram diversos
  documentos e tratados importantes, incluindo a “Carta da Terra”, a Agenda
  21 (base para elaboração do plano de preservação do meio ambiente de cada
  país), a Convenção da Biodiversidade, a Convenção de Mudanças Climáticas
  e a Convenção de Combate à Desertificação.
Formamos uma sociedade sustentável?
Várias civilizações já entraram em colapso por desconhecimento de que
precisavam utilizar os recursos naturais de forma sustentável. A história abaixo
é verdadeira. Leia-a junto com seus colegas procurando entender o que deu
errado na Ilha de Páscoa.


                   História da Ilha de Páscoa

    “A        udaciosos navegantes polinésios, há cerca de 1.600 anos, alcançaram uma
    ilha bastante isolada, a aproximadamente 3600 km da costa do Chile, dando a ela
    o nome de “Rapa Nui” (“Umbigo do Mundo”). Os navegantes encontraram uma ilha
    tropical exuberante, com palmeiras altas e águas claras. Seus descendentes formaram
    uma civilização complexa que acreditava estar só no mundo.
    Entre os séculos 11 e 14, a sociedade rapa nui viveu seus dias de glória, construindo
    casas, santuários e imensas estátuas Moai, em honra aos chefes e deuses. A
    agricultura eficiente resultou em grande crescimento populacional.
    As palmeiras da ilha eram utilizadas para construir grandes canoas para pesca em
    alto-mar, além de fornecer alimentos, vestimentas, ferramentas e de servir como
    instrumentos de rolagem para o transporte das grandes estátuas Moai, esculpidas a
    partir das pedras do vulcão Rano Raraku.
    No final do século 16 e início do século 17, a maior parte das palmeiras já havia
    sido devastada, levando a espécie à extinção. Com o desmatamento, grande parte
    do solo ficou descoberto e as chuvas passaram a levar para o mar quase toda a
    camada superficial do solo, obstruindo os bancos de pesca costeiros. A agricultura
    ficou impraticável, não havia mais fonte de madeira
    para construção de barcos pesqueiros e não havia
    para onde escapar.
    Assim, o povo rapa nui esgotou os recursos
    limitados de que dispunham e viram aquele paraíso                  América do Norte

    tropical se transformar em uma prisão desolada, o que os
    levou à guerra e à decadência cultural. Quando derrotavam
    os membros de determinado clã, os vencedores                  Oceano
    derrubavam os moais do vilarejo de cara para o                Pacífico        América
                                                                                   do Sul
    chão – a maior humilhação que podia ser feita.
    Quando as expedições européias chegaram à
                                                                       Ilha de
    ilha, no século 19 (denominando-a então de Ilha                    Páscoa
    de Páscoa), encontraram uma sociedade primitiva,
    caótica e canibal.”
Agora é com você!




                                                                                      Pauta 6
O que a história da Ilha de Páscoa tem a ver com sustentabilidade?
O povo rapa nui, ao devastar os recursos naturais de sua ilha sem pensar
no futuro, provocou um desequilíbrio ambiental que colocou em perigo sua
própria chance de sobrevivência. Ele foi o causador de sua própria ruína.




Nesta trágica história há algumas lições a serem aprendidas. Você consegue
traçar os paralelos entre os erros dos rapa nui e os erros que cometemos
hoje na nossa sociedade global?

1- Crescimento populacional                  ( ) Desperdício, consumismo,
   excessivo                                     falta de planejamento
2- Corte desordenado das palmeiras           ( ) Desrespeito pela cultura e
                                                 religião de outros países
3- Destruição dos moais das tribos
   rivais                                    ( ) Falta de políticas para o
                                                 controle da natalidade
4- Uso excessivo das palmeiras para
                                             ( ) Desmatamento das
   transportar os moais                          florestas tropicais

  “As pessoas devem aprender a viver dentro dos limites ecológicos do
  planeta, aprender a minimizar danos ambientais e tomar a responsabilidade
  por suas ações porque estas podem ameaçar outras espécies, assim
  como o próprio homem. As pessoas também têm a responsabilidade de
  manter o planeta em boas condições para as futuras gerações.”
                          (Richard B. Primack – Biologia da Conservação)
                                                               Resposta: 4, 3, 1, 2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016
Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016
Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016Elaine Paraguai
 
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaXiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaAtividades Diversas Cláudia
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaLuis Silva
 
Cruzadinha Planeta Terra.pdf
Cruzadinha Planeta Terra.pdfCruzadinha Planeta Terra.pdf
Cruzadinha Planeta Terra.pdfMary Alvarenga
 
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medieval
Caça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medievalCaça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medieval
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medievalMary Alvarenga
 
Os grandes projetos de mineração do Brasil
Os grandes projetos de mineração do BrasilOs grandes projetos de mineração do Brasil
Os grandes projetos de mineração do BrasilEditora Moderna
 
Cruzadinha - O Islamismo
Cruzadinha - O Islamismo Cruzadinha - O Islamismo
Cruzadinha - O Islamismo Mary Alvarenga
 
Capitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governoCapitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governocriecchi
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FShaieny Leite
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Mary Alvarenga
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima PortuguesaMary Alvarenga
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Mary Alvarenga
 
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)GernciadeProduodeMat
 
Atividades ciências 6ª série - profª elisangela
Atividades ciências  6ª série - profª elisangelaAtividades ciências  6ª série - profª elisangela
Atividades ciências 6ª série - profª elisangelaCarlos Siqueira
 

Mais procurados (20)

Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
 
FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016
Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016
Descritores geo 9º ano simulado a 2ª etapa 2016
 
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaXiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e Genética
 
Cruzadinha Planeta Terra.pdf
Cruzadinha Planeta Terra.pdfCruzadinha Planeta Terra.pdf
Cruzadinha Planeta Terra.pdf
 
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medieval
Caça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medievalCaça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medieval
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medieval
 
Os grandes projetos de mineração do Brasil
Os grandes projetos de mineração do BrasilOs grandes projetos de mineração do Brasil
Os grandes projetos de mineração do Brasil
 
Cruzadinha - O Islamismo
Cruzadinha - O Islamismo Cruzadinha - O Islamismo
Cruzadinha - O Islamismo
 
Caça palavras mudanças climaticas
Caça palavras mudanças climaticasCaça palavras mudanças climaticas
Caça palavras mudanças climaticas
 
Capitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governoCapitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governo
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
 
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)
HISTÓRIA | 3ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13CHS603)
 
Atividades ciências 6ª série - profª elisangela
Atividades ciências  6ª série - profª elisangelaAtividades ciências  6ª série - profª elisangela
Atividades ciências 6ª série - profª elisangela
 
Mpb na ditadura
Mpb na ditaduraMpb na ditadura
Mpb na ditadura
 
O Tempo e a História - 6 ANO
O Tempo e a História - 6 ANOO Tempo e a História - 6 ANO
O Tempo e a História - 6 ANO
 

Destaque

Questionario para calcular a pegada ecologica
Questionario para calcular a pegada ecologicaQuestionario para calcular a pegada ecologica
Questionario para calcular a pegada ecologicazeopas
 
Gestão ambiental e sustentabilidade
Gestão ambiental e sustentabilidadeGestão ambiental e sustentabilidade
Gestão ambiental e sustentabilidadeEva Bomfim
 
Mapa de historias
Mapa de historiasMapa de historias
Mapa de historiasangulus
 
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectanea
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectaneaFichas+de+avaliação+8º+ano colectanea
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectaneanascimentomarta
 
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011DOM Strategy Partners
 
A pegada ecologica
A pegada ecologicaA pegada ecologica
A pegada ecologicaIlda Bicacro
 
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARC
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARCPráticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARC
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARCArc Engenharia
 
Artigo Científico - O uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...
Artigo Científico - O  uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...Artigo Científico - O  uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...
Artigo Científico - O uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...Pricilla Abrantes
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidadeTrabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidadenorivalfp
 
Pegada ecológica final
Pegada ecológica finalPegada ecológica final
Pegada ecológica finalAna Tavares
 
Aula de escrita criativa
Aula de escrita criativaAula de escrita criativa
Aula de escrita criativasilviarelva
 

Destaque (15)

Atividade de geografia Pegada ecológica
Atividade de geografia Pegada ecológicaAtividade de geografia Pegada ecológica
Atividade de geografia Pegada ecológica
 
A Pegada Ecológica
A Pegada EcológicaA Pegada Ecológica
A Pegada Ecológica
 
Questionario para calcular a pegada ecologica
Questionario para calcular a pegada ecologicaQuestionario para calcular a pegada ecologica
Questionario para calcular a pegada ecologica
 
Gestão ambiental e sustentabilidade
Gestão ambiental e sustentabilidadeGestão ambiental e sustentabilidade
Gestão ambiental e sustentabilidade
 
Mapa de historias
Mapa de historiasMapa de historias
Mapa de historias
 
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectanea
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectaneaFichas+de+avaliação+8º+ano colectanea
Fichas+de+avaliação+8º+ano colectanea
 
Exame final
Exame finalExame final
Exame final
 
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
 
A pegada ecologica
A pegada ecologicaA pegada ecologica
A pegada ecologica
 
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARC
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARCPráticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARC
Práticas de sustentabilidade aplicadas na construção civil - Case ARC
 
Artigo Científico - O uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...
Artigo Científico - O  uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...Artigo Científico - O  uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...
Artigo Científico - O uso do Marketing 3.0 pela empresa Natura, como estraté...
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidadeTrabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
 
Pegada ecológica final
Pegada ecológica finalPegada ecológica final
Pegada ecológica final
 
Aula de escrita criativa
Aula de escrita criativaAula de escrita criativa
Aula de escrita criativa
 

Semelhante a Ensinando sobre sustentabilidade através da história da Ilha de Páscoa

Semelhante a Ensinando sobre sustentabilidade através da história da Ilha de Páscoa (20)

Rio 20
Rio 20Rio 20
Rio 20
 
Rio 20
Rio 20Rio 20
Rio 20
 
Resenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o HomemResenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o Homem
 
Introdução a gestão para sustentabilidade [2014]
Introdução a gestão para sustentabilidade [2014]Introdução a gestão para sustentabilidade [2014]
Introdução a gestão para sustentabilidade [2014]
 
Carta da terra
Carta da terraCarta da terra
Carta da terra
 
Power Point Andre
Power  Point  AndrePower  Point  Andre
Power Point Andre
 
Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2
 
Manual da bolota 2019.pdf
Manual da bolota 2019.pdfManual da bolota 2019.pdf
Manual da bolota 2019.pdf
 
Inspiração das águas
Inspiração das águasInspiração das águas
Inspiração das águas
 
Pegada ecológica
Pegada ecológicaPegada ecológica
Pegada ecológica
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
 
Apresentacao ppt formacao_cf2017_pk
Apresentacao ppt formacao_cf2017_pkApresentacao ppt formacao_cf2017_pk
Apresentacao ppt formacao_cf2017_pk
 
Meio ambiente questoes
Meio ambiente questoesMeio ambiente questoes
Meio ambiente questoes
 
Meio ambiente questoes
Meio ambiente questoesMeio ambiente questoes
Meio ambiente questoes
 
Parcerias empresas e 3º setor na Amazônia. Um documento para discussão.
Parcerias empresas e 3º setor na Amazônia. Um documento para discussão.Parcerias empresas e 3º setor na Amazônia. Um documento para discussão.
Parcerias empresas e 3º setor na Amazônia. Um documento para discussão.
 
Cartadaterra
CartadaterraCartadaterra
Cartadaterra
 
Campanha da Fraternidade 2017 - Formação
Campanha da Fraternidade 2017 - FormaçãoCampanha da Fraternidade 2017 - Formação
Campanha da Fraternidade 2017 - Formação
 
Slide cf 2017 (1)
Slide cf 2017 (1)Slide cf 2017 (1)
Slide cf 2017 (1)
 
Ativ 3valsimone
Ativ 3valsimoneAtiv 3valsimone
Ativ 3valsimone
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 

Mais de Colégio Parthenon

Mais de Colégio Parthenon (20)

Exame final
Exame finalExame final
Exame final
 
Médias do 3º trimestre
Médias do 3º trimestreMédias do 3º trimestre
Médias do 3º trimestre
 
Notas rec 14-11
Notas rec   14-11Notas rec   14-11
Notas rec 14-11
 
Resultados (simulado e trimestrais geral)
Resultados (simulado e trimestrais geral)Resultados (simulado e trimestrais geral)
Resultados (simulado e trimestrais geral)
 
Resultados (simulado e trimestrais mat, geo,ing, port, fís, filo, soc)
Resultados (simulado e trimestrais mat, geo,ing, port, fís, filo, soc)Resultados (simulado e trimestrais mat, geo,ing, port, fís, filo, soc)
Resultados (simulado e trimestrais mat, geo,ing, port, fís, filo, soc)
 
Resultados finais do simulado
Resultados finais do simuladoResultados finais do simulado
Resultados finais do simulado
 
Calendário nov dez
Calendário nov dezCalendário nov dez
Calendário nov dez
 
Apresentação regionalização
Apresentação regionalizaçãoApresentação regionalização
Apresentação regionalização
 
Apresentação regionalização
Apresentação regionalizaçãoApresentação regionalização
Apresentação regionalização
 
Arcos
ArcosArcos
Arcos
 
Lista de exercícios progressões aritméticas
Lista de exercícios   progressões aritméticasLista de exercícios   progressões aritméticas
Lista de exercícios progressões aritméticas
 
Lista de exercícios progressões aritméticas
Lista de exercícios   progressões aritméticasLista de exercícios   progressões aritméticas
Lista de exercícios progressões aritméticas
 
Sequências
SequênciasSequências
Sequências
 
Classificados para 2 fase obf
Classificados para 2 fase  obfClassificados para 2 fase  obf
Classificados para 2 fase obf
 
2 série
2 série2 série
2 série
 
1 série
1 série1 série
1 série
 
3 série
3 série3 série
3 série
 
Plano de estudos de geografia
Plano de estudos de geografiaPlano de estudos de geografia
Plano de estudos de geografia
 
Lista de exercícios 1º em - áreas
Lista de exercícios   1º em - áreasLista de exercícios   1º em - áreas
Lista de exercícios 1º em - áreas
 
Lista de exercícios 1º em - trigonometria
Lista de exercícios   1º em - trigonometriaLista de exercícios   1º em - trigonometria
Lista de exercícios 1º em - trigonometria
 

Último

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 

Último (20)

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 

Ensinando sobre sustentabilidade através da história da Ilha de Páscoa

  • 1. E ducação A mbiental programa aracruz de educação ambiental Publicação da área de Meio Ambiente Florestal da Aracruz Celulose Ano 4 - Nº 46 Que planeta queremos deixar para nossos filhos? Todos nós queremos melhorar as nossas vidas. Por isso, o ser humano sempre está em busca do desenvolvimento. Entretanto, o desenvolvimento que queremos deve considerar a qualidade de vida das pessoas e os limites ecológicos do planeta, de forma a garantir sua própria sustentação a longo prazo. O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades.
  • 2. Sustentabilidade Nunca antes se ouviu falar tanto nessa palavra quanto nos dias atuais. Mas o que isto quer dizer? O conceito de sustentabilidade surgiu na década de 80, com o jargão “desenvolvimento sustentável”, e significa ser capaz de satisfazer às pró- prias necessidades sem reduzir as oportunidades das gerações futuras (Relatório Brundtland – Nosso Futuro Comum – ONU, 1987). DESENVOLVIMENTO: CRESCIMENTO, AMPLIAÇÃO, PROGRESSO, MELHORIA SUSTENTÁVEL: CAPAZ DE SE SUSTENTAR Além do crescimento econômico, deve haver igual- dade de oportunidades e equidade na distribuição de renda para eliminar os riscos de colapsos e de- gradação ambiental. Uma economia precisa crescer de forma sustentável. A sustentabilidade possui três dimensões: a ecoló- gica, a econômica e a social. 4Ecológica: os recursos naturais são limitados, por isso devem ser utilizados dentro dos limites de regeneração e crescimento naturais. 4Econômica: deve haver crescimento econômico e aumento de potencial de produção em regiões onde as necessidades básicas das pessoas não estão sendo atendidas, além de igualdade de oportunidades e equidade na distribuição de renda. A miséria degrada o meio ambiente, causando sobre-exploração dos recursos e mais pobreza, num círculo vicioso. 4Social: satisfazer as necessidades e aspirações humanas é o principal objetivo do desenvolvimento sustentável, que requer a promoção de valores que mantenham os padrões de consumo dentro das possibilidades ecológicas. FIQUE POR DENTRO! Rio-92: um marco para a sustentabilidade do planeta A convenção Rio-92, promovida pela ONU no Rio de Janeiro, foi a maior reunião já realizada para tratar a questão da sustentabilidade do planeta. Contou com a participação de delegações de 175 países e dela resultaram diversos documentos e tratados importantes, incluindo a “Carta da Terra”, a Agenda 21 (base para elaboração do plano de preservação do meio ambiente de cada país), a Convenção da Biodiversidade, a Convenção de Mudanças Climáticas e a Convenção de Combate à Desertificação.
  • 3. Formamos uma sociedade sustentável? Várias civilizações já entraram em colapso por desconhecimento de que precisavam utilizar os recursos naturais de forma sustentável. A história abaixo é verdadeira. Leia-a junto com seus colegas procurando entender o que deu errado na Ilha de Páscoa. História da Ilha de Páscoa “A udaciosos navegantes polinésios, há cerca de 1.600 anos, alcançaram uma ilha bastante isolada, a aproximadamente 3600 km da costa do Chile, dando a ela o nome de “Rapa Nui” (“Umbigo do Mundo”). Os navegantes encontraram uma ilha tropical exuberante, com palmeiras altas e águas claras. Seus descendentes formaram uma civilização complexa que acreditava estar só no mundo. Entre os séculos 11 e 14, a sociedade rapa nui viveu seus dias de glória, construindo casas, santuários e imensas estátuas Moai, em honra aos chefes e deuses. A agricultura eficiente resultou em grande crescimento populacional. As palmeiras da ilha eram utilizadas para construir grandes canoas para pesca em alto-mar, além de fornecer alimentos, vestimentas, ferramentas e de servir como instrumentos de rolagem para o transporte das grandes estátuas Moai, esculpidas a partir das pedras do vulcão Rano Raraku. No final do século 16 e início do século 17, a maior parte das palmeiras já havia sido devastada, levando a espécie à extinção. Com o desmatamento, grande parte do solo ficou descoberto e as chuvas passaram a levar para o mar quase toda a camada superficial do solo, obstruindo os bancos de pesca costeiros. A agricultura ficou impraticável, não havia mais fonte de madeira para construção de barcos pesqueiros e não havia para onde escapar. Assim, o povo rapa nui esgotou os recursos limitados de que dispunham e viram aquele paraíso América do Norte tropical se transformar em uma prisão desolada, o que os levou à guerra e à decadência cultural. Quando derrotavam os membros de determinado clã, os vencedores Oceano derrubavam os moais do vilarejo de cara para o Pacífico América do Sul chão – a maior humilhação que podia ser feita. Quando as expedições européias chegaram à Ilha de ilha, no século 19 (denominando-a então de Ilha Páscoa de Páscoa), encontraram uma sociedade primitiva, caótica e canibal.”
  • 4. Agora é com você! Pauta 6 O que a história da Ilha de Páscoa tem a ver com sustentabilidade? O povo rapa nui, ao devastar os recursos naturais de sua ilha sem pensar no futuro, provocou um desequilíbrio ambiental que colocou em perigo sua própria chance de sobrevivência. Ele foi o causador de sua própria ruína. Nesta trágica história há algumas lições a serem aprendidas. Você consegue traçar os paralelos entre os erros dos rapa nui e os erros que cometemos hoje na nossa sociedade global? 1- Crescimento populacional ( ) Desperdício, consumismo, excessivo falta de planejamento 2- Corte desordenado das palmeiras ( ) Desrespeito pela cultura e religião de outros países 3- Destruição dos moais das tribos rivais ( ) Falta de políticas para o controle da natalidade 4- Uso excessivo das palmeiras para ( ) Desmatamento das transportar os moais florestas tropicais “As pessoas devem aprender a viver dentro dos limites ecológicos do planeta, aprender a minimizar danos ambientais e tomar a responsabilidade por suas ações porque estas podem ameaçar outras espécies, assim como o próprio homem. As pessoas também têm a responsabilidade de manter o planeta em boas condições para as futuras gerações.” (Richard B. Primack – Biologia da Conservação) Resposta: 4, 3, 1, 2