SlideShare uma empresa Scribd logo
Ligações Químicas
Prof. José Roberto
Diamantes convertidos a grafite pela ação de raios laser.
A estrutura formada pelas ligações covalentes foi
alterada pela energia da emissão do laser.
Temperaturas de Fusão e Ebulição
• Os modelos de ligação são importantes para
explicar as diversas propriedades que os
compostos apresentam;
• A temperatura de fusão e ebulição de um
material está diretamente ligada a intensidade
da força de atração de suas partículas.
Regra do Octeto para ligações
covalentes
• Na camada de valência dos não metais pode-se
acomodar até 8 elétrons;
• Os não metais buscam ligar-se entre si compartilhando
elétrons para alcançar a quantidade de 8 elétrons na
última camada;
• O grupo a que pertence o átomo indica a quantidade
de elétrons na camada de valência.
1A ou 1 2 A ou 2 3 A ou 13 4 A ou 14 5 A ou 15 6 A ou 16 7 A ou 17 8 A ou 18
1 elétron 2 elétrons 3 elétrons 4 elétrons 5 elétrons 6 elétrons 7 elétrons 8 elétrons
Metal Metal 3 ligações 4 ligações 3 ligações 2 ligações 1 ligação Octeto
completo
Carbono: Um elemento especial
Fulerenos e Nanotubos
Fulerenos e Nanotubos
Ligação covalente coordenada ou dativa
• Átomos que já realizaram suas ligações covalentes completando o octeto e
que possuem par de elétrons disponíveis podem “emprestar” esses pares
para outro átomo, fazendo então uma ligação covalente coordenada ou
dativa.
Exceções à regra do Octeto
Geometria Molecular
• Teoria da Repulsão dos Pares Eletrônicos de
Valência (VSEPR – Valence Shell Electron Pair
Repulsion)
VSEPR
• A geometria da molécula é definida pelo
arranjo que minimiza as forças de repulsão
entre os pares de elétrons ligantes e não
ligantes do átomo central.
Angular: Há dois pares de elétrons
não ligantes no átomo central e a
repulsão distorce os demais átomos
ligantes
Linear: Não há pares de
elétrons não ligantes no
átomo central
Geometria de moléculas com 3 átomos
Geometria de moléculas com 4 átomos
Átomo central sem pares de elétrons
não ligantes
Átomo central com pares de elétrons
não ligantes
Geometria de moléculas com 5 átomos
• Não há pares de elétrons não ligantes
Polaridade das Moléculas
• Os átomos tem diferentes eletronegatividades (capacidade de atrair com mais
intensidade os elétrons);
• Nas ligações covalentes de uma molécula, átomos mais eletronegativos deslocam
os elétrons das ligações para mais próximo de si;
• Isso gera cargas parciais elétricas na molécula, ou seja, “´polos de carga positiva e
negativa”
• Nesse caso, ocorre a formação de um “dipolo” (dois polos).
• Moléculas que apresentam esse fenômeno possuem ligação covalente polar e são
chamadas de POLARES;
• Moléculas que não apresentam esse fenômeno possuem ligação covalente apolar
e são chamadas de APOLARES.
Regra geral de solubilidade
• Semelhante dissolve semelhante e vice-versa;
• Substâncias polares dissolvem substâncias
polares;
• Substâncias apolares dissolvem substâncias
apolares
Moléculas diatômicas
Moléculas contendo mais de dois átomos
• Apolar • Polar
Molécula de água e amônia -
Polares
Forças intermoleculares
• São chamadas “Forças de Van der Waals”
• São de natureza elétrica e acontecem em moléculas polares e apolares.
• Determinam propriedades físicas das substâncias como temperaturas de
fusão e ebulição.
Rompimento das forças intermoleculares e
estado físico
Tipos de forças intermoleculares
Interações dipolo-dipolo
Ligação de Hidrogênio
Ligação de Hidrogênio
Estados físicos da água
Interações dipolo-induzido ou forças de
dispersão (forças de London)
Temperaturas de Fusão e Ebulição de substâncias moleculares
• Moléculas Apolares
Aumento da superfície de contato e aumento da
Temperatura de Ebulição
Temperatura de ebulição e tipos de forças intermoleculares
Solubilidade
• Substâncias iônicas
Solubilidade do Etanol em Água
Solubilidade do Etanol em Gasolina
Exercícios G1 a G25
Lista de Exercícios Q1 a Q30 para
entregar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
Roberto Bagatini
 
Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)
cmdantasba
 
Resumo ligações químicas
Resumo   ligações  químicasResumo   ligações  químicas
Resumo ligações químicas
Profª Alda Ernestina
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
José Nunes da Silva Jr.
 
Ligações covalentes trabalho de quimica
Ligações covalentes trabalho de quimicaLigações covalentes trabalho de quimica
Ligações covalentes trabalho de quimica
slidesescolares
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
estead2011
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
Damigol Gol
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
Kátia Elias
 
Ligacao covalente 22
Ligacao covalente 22Ligacao covalente 22
Ligacao covalente 22
uimica
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
Ana Dias
 
Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1
Abraão Matos
 
Aula ligação química lidiane
Aula ligação química lidianeAula ligação química lidiane
Aula ligação química lidiane
Thiago Santos
 
ligacoes quimicas
ligacoes quimicasligacoes quimicas
ligacoes quimicas
nanasimao
 
Ligações químicas (Resumo Geral)
Ligações químicas (Resumo Geral)Ligações químicas (Resumo Geral)
Ligações químicas (Resumo Geral)
Renata Gonçalves
 
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química OrgânicaLigações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
Ricardo Stefani
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
estead2011
 
Ligacoes quimicas geometria
Ligacoes quimicas   geometriaLigacoes quimicas   geometria
Ligacoes quimicas geometria
Rafael Milan
 
Ligações interatômicas
Ligações interatômicasLigações interatômicas
Ligações interatômicas
Bio Sem Limites
 
Propriedades das ligações
Propriedades das ligaçõesPropriedades das ligações
Propriedades das ligações
Lucas Mariano da Cunha e Silva
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
Efraim Lima
 

Mais procurados (20)

Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)
 
Resumo ligações químicas
Resumo   ligações  químicasResumo   ligações  químicas
Resumo ligações químicas
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Ligações covalentes trabalho de quimica
Ligações covalentes trabalho de quimicaLigações covalentes trabalho de quimica
Ligações covalentes trabalho de quimica
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Ligacao covalente 22
Ligacao covalente 22Ligacao covalente 22
Ligacao covalente 22
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
 
Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1
 
Aula ligação química lidiane
Aula ligação química lidianeAula ligação química lidiane
Aula ligação química lidiane
 
ligacoes quimicas
ligacoes quimicasligacoes quimicas
ligacoes quimicas
 
Ligações químicas (Resumo Geral)
Ligações químicas (Resumo Geral)Ligações químicas (Resumo Geral)
Ligações químicas (Resumo Geral)
 
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química OrgânicaLigações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
 
Ligacoes quimicas geometria
Ligacoes quimicas   geometriaLigacoes quimicas   geometria
Ligacoes quimicas geometria
 
Ligações interatômicas
Ligações interatômicasLigações interatômicas
Ligações interatômicas
 
Propriedades das ligações
Propriedades das ligaçõesPropriedades das ligações
Propriedades das ligações
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 

Destaque

Apresentação forças intermoleculares
Apresentação forças intermolecularesApresentação forças intermoleculares
Apresentação forças intermoleculares
Claudia Cinara Braga
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
Cláudio Santos
 
Introdução a interações moleculares
Introdução a interações molecularesIntrodução a interações moleculares
Introdução a interações moleculares
Marília Isabel Tarnowski Correia
 
Propriedades periódicas
Propriedades periódicasPropriedades periódicas
Propriedades periódicas
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Propriedades periodicas
Propriedades periodicas Propriedades periodicas
Propriedades periodicas
cmdantasba
 
Tipos de interações moleculares
Tipos de interações molecularesTipos de interações moleculares
Tipos de interações moleculares
Marília Isabel Tarnowski Correia
 
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Tabela periódica
Tabela periódica Tabela periódica
Tabela periódica
Daniela Trovão Barbalho
 

Destaque (8)

Apresentação forças intermoleculares
Apresentação forças intermolecularesApresentação forças intermoleculares
Apresentação forças intermoleculares
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Introdução a interações moleculares
Introdução a interações molecularesIntrodução a interações moleculares
Introdução a interações moleculares
 
Propriedades periódicas
Propriedades periódicasPropriedades periódicas
Propriedades periódicas
 
Propriedades periodicas
Propriedades periodicas Propriedades periodicas
Propriedades periodicas
 
Tipos de interações moleculares
Tipos de interações molecularesTipos de interações moleculares
Tipos de interações moleculares
 
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
Aula 05 - Estrutura dos átomos e molécula II (ligações quimicas)
 
Tabela periódica
Tabela periódica Tabela periódica
Tabela periódica
 

Semelhante a Aula atualizada 1ºano ligações químicas aprofundamento

AULA_6_ligao_qumica.pdf
AULA_6_ligao_qumica.pdfAULA_6_ligao_qumica.pdf
AULA_6_ligao_qumica.pdf
GabrielaCamargoMedei
 
Ligações químicas intensivo
Ligações químicas intensivoLigações químicas intensivo
Ligações químicas intensivo
quimicadacla
 
ligações químimicas e interações intermoleeculares
ligações químimicas e interações intermoleecularesligações químimicas e interações intermoleeculares
ligações químimicas e interações intermoleeculares
luizdr1
 
9aosatomos
9aosatomos9aosatomos
9aosatomos
Ana Garcez
 
"Somos Físicos" Eletronegatividade
"Somos Físicos" Eletronegatividade"Somos Físicos" Eletronegatividade
"Somos Físicos" Eletronegatividade
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Ciência dos Materiais
Ciência dos MateriaisCiência dos Materiais
Ciência dos Materiais
Carlos Brito Júnior
 
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICAQUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
autonomo
 
Propriedades físicas dos compostos orgânicos
Propriedades físicas dos compostos orgânicosPropriedades físicas dos compostos orgânicos
Propriedades físicas dos compostos orgânicos
Carlos Henrique Souza
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
paolazeroum
 
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
RITADECASSIARODRIGUE20
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
Aninha Felix Vieira Dias
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
Daniel Levi
 
2a aula Quimica Geral.pptx
2a aula Quimica Geral.pptx2a aula Quimica Geral.pptx
2a aula Quimica Geral.pptx
ArionZandonaFilho
 
Ligação química
Ligação químicaLigação química
Ligação química
Lucas Mariano da Cunha e Silva
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
cmdantasba
 
Apostila diodos nova
Apostila diodos  novaApostila diodos  nova
Apostila diodos nova
Adriano Martin
 
Ligações químicas.ppt
Ligações químicas.pptLigações químicas.ppt
Ligações químicas.ppt
frajolah
 
Propriedades F Sicas
Propriedades F SicasPropriedades F Sicas
Propriedades F Sicas
Telso M Ferreira Junior
 
Unidade 01 Teoria Estrutural
Unidade 01   Teoria EstruturalUnidade 01   Teoria Estrutural
Unidade 01 Teoria Estrutural
José Nunes da Silva Jr.
 
Capitulo 1 diodos
Capitulo 1 diodosCapitulo 1 diodos
Capitulo 1 diodos
Emerson Candido
 

Semelhante a Aula atualizada 1ºano ligações químicas aprofundamento (20)

AULA_6_ligao_qumica.pdf
AULA_6_ligao_qumica.pdfAULA_6_ligao_qumica.pdf
AULA_6_ligao_qumica.pdf
 
Ligações químicas intensivo
Ligações químicas intensivoLigações químicas intensivo
Ligações químicas intensivo
 
ligações químimicas e interações intermoleeculares
ligações químimicas e interações intermoleecularesligações químimicas e interações intermoleeculares
ligações químimicas e interações intermoleeculares
 
9aosatomos
9aosatomos9aosatomos
9aosatomos
 
"Somos Físicos" Eletronegatividade
"Somos Físicos" Eletronegatividade"Somos Físicos" Eletronegatividade
"Somos Físicos" Eletronegatividade
 
Ciência dos Materiais
Ciência dos MateriaisCiência dos Materiais
Ciência dos Materiais
 
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICAQUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
 
Propriedades físicas dos compostos orgânicos
Propriedades físicas dos compostos orgânicosPropriedades físicas dos compostos orgânicos
Propriedades físicas dos compostos orgânicos
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
3 Ligação interatômica v12.03.2015.pptx
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
2a aula Quimica Geral.pptx
2a aula Quimica Geral.pptx2a aula Quimica Geral.pptx
2a aula Quimica Geral.pptx
 
Ligação química
Ligação químicaLigação química
Ligação química
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Apostila diodos nova
Apostila diodos  novaApostila diodos  nova
Apostila diodos nova
 
Ligações químicas.ppt
Ligações químicas.pptLigações químicas.ppt
Ligações químicas.ppt
 
Propriedades F Sicas
Propriedades F SicasPropriedades F Sicas
Propriedades F Sicas
 
Unidade 01 Teoria Estrutural
Unidade 01   Teoria EstruturalUnidade 01   Teoria Estrutural
Unidade 01 Teoria Estrutural
 
Capitulo 1 diodos
Capitulo 1 diodosCapitulo 1 diodos
Capitulo 1 diodos
 

Mais de José Roberto Mattos

Células galvânicas (pilhas)
Células galvânicas (pilhas)Células galvânicas (pilhas)
Células galvânicas (pilhas)
José Roberto Mattos
 
Do macroscópico ao microscópico
Do macroscópico ao microscópicoDo macroscópico ao microscópico
Do macroscópico ao microscópico
José Roberto Mattos
 
Aula 2 2º ano - gases
Aula 2   2º ano - gasesAula 2   2º ano - gases
Aula 2 2º ano - gases
José Roberto Mattos
 
Aula 1 3ºano introdução aos processos eletroquímicos
Aula 1   3ºano introdução aos processos eletroquímicosAula 1   3ºano introdução aos processos eletroquímicos
Aula 1 3ºano introdução aos processos eletroquímicos
José Roberto Mattos
 
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicasJosé Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
José Roberto Mattos
 
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética químicaProfessor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
José Roberto Mattos
 
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividadeProfessor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
José Roberto Mattos
 
Professor José Roberto - Geometria molecular
Professor José Roberto - Geometria molecularProfessor José Roberto - Geometria molecular
Professor José Roberto - Geometria molecular
José Roberto Mattos
 
Professor José Roberto - Termoquímica completa
Professor José Roberto - Termoquímica completaProfessor José Roberto - Termoquímica completa
Professor José Roberto - Termoquímica completa
José Roberto Mattos
 

Mais de José Roberto Mattos (9)

Células galvânicas (pilhas)
Células galvânicas (pilhas)Células galvânicas (pilhas)
Células galvânicas (pilhas)
 
Do macroscópico ao microscópico
Do macroscópico ao microscópicoDo macroscópico ao microscópico
Do macroscópico ao microscópico
 
Aula 2 2º ano - gases
Aula 2   2º ano - gasesAula 2   2º ano - gases
Aula 2 2º ano - gases
 
Aula 1 3ºano introdução aos processos eletroquímicos
Aula 1   3ºano introdução aos processos eletroquímicosAula 1   3ºano introdução aos processos eletroquímicos
Aula 1 3ºano introdução aos processos eletroquímicos
 
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicasJosé Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
José Roberto de Barros Mattos - Reações orgânicas
 
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética químicaProfessor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
Professor José Roberto - Aula atualizada 2ºano cinética química
 
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividadeProfessor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
Professor José Roberto - Aula atualizada 2º ano radioatividade
 
Professor José Roberto - Geometria molecular
Professor José Roberto - Geometria molecularProfessor José Roberto - Geometria molecular
Professor José Roberto - Geometria molecular
 
Professor José Roberto - Termoquímica completa
Professor José Roberto - Termoquímica completaProfessor José Roberto - Termoquímica completa
Professor José Roberto - Termoquímica completa
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 

Aula atualizada 1ºano ligações químicas aprofundamento

  • 2. Diamantes convertidos a grafite pela ação de raios laser. A estrutura formada pelas ligações covalentes foi alterada pela energia da emissão do laser.
  • 3. Temperaturas de Fusão e Ebulição • Os modelos de ligação são importantes para explicar as diversas propriedades que os compostos apresentam; • A temperatura de fusão e ebulição de um material está diretamente ligada a intensidade da força de atração de suas partículas.
  • 4.
  • 5. Regra do Octeto para ligações covalentes • Na camada de valência dos não metais pode-se acomodar até 8 elétrons; • Os não metais buscam ligar-se entre si compartilhando elétrons para alcançar a quantidade de 8 elétrons na última camada; • O grupo a que pertence o átomo indica a quantidade de elétrons na camada de valência. 1A ou 1 2 A ou 2 3 A ou 13 4 A ou 14 5 A ou 15 6 A ou 16 7 A ou 17 8 A ou 18 1 elétron 2 elétrons 3 elétrons 4 elétrons 5 elétrons 6 elétrons 7 elétrons 8 elétrons Metal Metal 3 ligações 4 ligações 3 ligações 2 ligações 1 ligação Octeto completo
  • 6.
  • 7.
  • 9.
  • 10.
  • 13.
  • 14. Ligação covalente coordenada ou dativa • Átomos que já realizaram suas ligações covalentes completando o octeto e que possuem par de elétrons disponíveis podem “emprestar” esses pares para outro átomo, fazendo então uma ligação covalente coordenada ou dativa.
  • 15. Exceções à regra do Octeto
  • 16. Geometria Molecular • Teoria da Repulsão dos Pares Eletrônicos de Valência (VSEPR – Valence Shell Electron Pair Repulsion)
  • 17. VSEPR • A geometria da molécula é definida pelo arranjo que minimiza as forças de repulsão entre os pares de elétrons ligantes e não ligantes do átomo central.
  • 18.
  • 19. Angular: Há dois pares de elétrons não ligantes no átomo central e a repulsão distorce os demais átomos ligantes Linear: Não há pares de elétrons não ligantes no átomo central Geometria de moléculas com 3 átomos
  • 20. Geometria de moléculas com 4 átomos Átomo central sem pares de elétrons não ligantes Átomo central com pares de elétrons não ligantes
  • 21. Geometria de moléculas com 5 átomos • Não há pares de elétrons não ligantes
  • 22. Polaridade das Moléculas • Os átomos tem diferentes eletronegatividades (capacidade de atrair com mais intensidade os elétrons); • Nas ligações covalentes de uma molécula, átomos mais eletronegativos deslocam os elétrons das ligações para mais próximo de si; • Isso gera cargas parciais elétricas na molécula, ou seja, “´polos de carga positiva e negativa” • Nesse caso, ocorre a formação de um “dipolo” (dois polos). • Moléculas que apresentam esse fenômeno possuem ligação covalente polar e são chamadas de POLARES; • Moléculas que não apresentam esse fenômeno possuem ligação covalente apolar e são chamadas de APOLARES.
  • 23. Regra geral de solubilidade • Semelhante dissolve semelhante e vice-versa; • Substâncias polares dissolvem substâncias polares; • Substâncias apolares dissolvem substâncias apolares
  • 25. Moléculas contendo mais de dois átomos • Apolar • Polar
  • 26. Molécula de água e amônia - Polares
  • 27. Forças intermoleculares • São chamadas “Forças de Van der Waals” • São de natureza elétrica e acontecem em moléculas polares e apolares. • Determinam propriedades físicas das substâncias como temperaturas de fusão e ebulição.
  • 28. Rompimento das forças intermoleculares e estado físico
  • 29. Tipos de forças intermoleculares
  • 34.
  • 35. Interações dipolo-induzido ou forças de dispersão (forças de London)
  • 36.
  • 37. Temperaturas de Fusão e Ebulição de substâncias moleculares • Moléculas Apolares
  • 38. Aumento da superfície de contato e aumento da Temperatura de Ebulição
  • 39. Temperatura de ebulição e tipos de forças intermoleculares
  • 42. Solubilidade do Etanol em Gasolina
  • 43. Exercícios G1 a G25 Lista de Exercícios Q1 a Q30 para entregar