SlideShare uma empresa Scribd logo
Marta  Rocha  Francisca Fernan des Alunas do 11º C da Escola António Arroio (2008/2009) Prof. Joaquim Melro
 
A pena de morte é uma forma de punição muito controversa.  Os que hoje em dia ainda são a seu favor dizem que é eficaz na prevenção de futuros crimes e que é apropriada como punição para assassinato - discurso baseado na lei do “olho por olho; dente por dente”.  Os opositores dizem que é aplicada de forma ineficaz e que, como consequência, vários inocentes são executados. Também afirmam que é uma violação dos direitos humanos e que é usada de forma indiscriminada para executar pessoas de minorias étnicas como por exemplo, negros, indígenas, e os mais pobres.
Todo o crime pede punição proporcional, compatível com a sua natureza.  Há crimes tão hediondos que só a morte resolve;  A sociedade não deve trabalhar para sustentar os facínoras; Só a pena de morte tem valor suficientemente exemplar para coibir a brutalidade humana. A eliminação sumária do criminoso irrecuperável tem efeitos profiláticos. O risco da execução induz os possíveis assassinos a desistirem do crime pelo receio do castigo;  A prisão perpétua não tem suficiente poder de coerção da criminalidade e não garante a plena recuperação do criminoso. Não é justo que o dinheiro dos impostos de cidadãos cumpridores das leis sustente a prisão de criminosos que não respeitam nem o Estado nem a humanidade.
A pena de morte deve ser abolida em todos os casos sem excepções, porque: Viola o direito à vida assegurado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos.  Representa a total negação dos direitos humanos.  É o assassino premeditado e a sangue frio de um ser humano, pelo estado, em nome da justiça.  É o castigo mais cruel, desumano e degradante.  É um acto de violência irreversível, praticado pelo estado.  É incompatível com as normas de comportamento civilizado.  É uma resposta inapropriada e inaceitável ao crime violento.  Todo o ser humano tem o direito e o dever de se humanizar/recuperar
 
Enforcamento, serrote, fogueira, cadeira eléctrica, roda, estrangulamento, empalamento, esfolamento, mesa de esventramento, inanição, apedrejamento, afogamento, câmara de gás, decapitação entre muitos outros métodos, que habitualmente não são tão usados.
 
 
Hoje em dia a pena de morte já foi abolida em quase todos os países da Europa e Oceânia. Na América do norte foi abolida somente no Canadá e México e algumas áreas dos Estados Unidos. Na América do sul, em vários países como o Brasil, ainda mantem a pena de morte para alguns crimes.
36 estados dos EUA, a Guatemala e a maior parte do Caribe, da Ásia e da África ainda retêm a pena de morte para crimes comuns.   Na Rússia, a prática da pena de morte é ainda mantida em assuntos de carácter legal.
 
Portugal foi o primeiro Estado europeu a abolir este tipo de pena, embora parcialmente pois, sobre militares, continuava a vigorar. Abolida para crimes políticos em 1852. Abolida para crimes civis em 1867 no reinado de D. Luís. Abolida para todos os crimes, excepto por traição, durante a guerra, em Julho em 1867.
Abolição para todos os crimes, incluindo os militares em 1911. Readmitida a pena de morte para crimes de traição em tempo de guerra, em 1916. Abolição total em 1976.  A última execução conhecida em território português foi em 1846, em Lagos. Remonta a 1 de Julho de 1772 a data em que é executada pela última vez uma mulher.  Desde 1976, a pena de morte é um acto proibido e ilegal segundo a Constituição Portuguesa.
“ Um olho por um olho acabará por deixar toda a humanidade cega.” (Gandhi)
A AI luta para abolir a pena de morte, a tortura e outros tratamentos considerados cruéis a quem alegadamente cometeu um crime; Esta luta surge enquadrada n luta pela abolição dos abusos aos direitos humanos, seja por governos ou por quaisquer outros grupos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
Zé Luis Malaquias
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
nanasimao
 
Cp trabalho pena de morte (1)
Cp trabalho pena de morte (1)Cp trabalho pena de morte (1)
Cp trabalho pena de morte (1)
efacanico
 
O problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerraO problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerra
Luis De Sousa Rodrigues
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
Luma Feitosa
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
Isabel Cabral
 
Trabalho da eutanásia
Trabalho da eutanásiaTrabalho da eutanásia
Trabalho da eutanásia
figo
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de MorteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Joaquim Melro
 
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º anoEstatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Daniela França
 
Pena de morte
Pena de morte Pena de morte
Pena de morte
Isnailson Pinheiro
 
A Eutanásia
A EutanásiaA Eutanásia
A Eutanásia
marleneves
 
Aspectos históricos da execução da pena de morte
Aspectos históricos da execução da pena de morteAspectos históricos da execução da pena de morte
Aspectos históricos da execução da pena de morte
Hortencia Gomes da Silveira
 
Ensaio Filosófico
Ensaio FilosóficoEnsaio Filosófico
Ensaio Filosófico
nanasimao
 
Violência VS. Espírito Desportivo
Violência VS. Espírito DesportivoViolência VS. Espírito Desportivo
Violência VS. Espírito Desportivo
713773
 
Iniciação à atividade filosófica
Iniciação à atividade filosóficaIniciação à atividade filosófica
Iniciação à atividade filosófica
Filazambuja
 
Teoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawlsTeoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawls
Filazambuja
 
Violência vs Espírito Desportivo
Violência vs Espírito DesportivoViolência vs Espírito Desportivo
Violência vs Espírito Desportivo
João Duarte
 
Pena De Morte
Pena De MortePena De Morte
Pena De Morte
Gateira
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia Internacional
Espaço Emrc
 
Ao gas
Ao gasAo gas

Mais procurados (20)

Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Cp trabalho pena de morte (1)
Cp trabalho pena de morte (1)Cp trabalho pena de morte (1)
Cp trabalho pena de morte (1)
 
O problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerraO problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerra
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Trabalho da eutanásia
Trabalho da eutanásiaTrabalho da eutanásia
Trabalho da eutanásia
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de MorteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
 
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º anoEstatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
 
Pena de morte
Pena de morte Pena de morte
Pena de morte
 
A Eutanásia
A EutanásiaA Eutanásia
A Eutanásia
 
Aspectos históricos da execução da pena de morte
Aspectos históricos da execução da pena de morteAspectos históricos da execução da pena de morte
Aspectos históricos da execução da pena de morte
 
Ensaio Filosófico
Ensaio FilosóficoEnsaio Filosófico
Ensaio Filosófico
 
Violência VS. Espírito Desportivo
Violência VS. Espírito DesportivoViolência VS. Espírito Desportivo
Violência VS. Espírito Desportivo
 
Iniciação à atividade filosófica
Iniciação à atividade filosóficaIniciação à atividade filosófica
Iniciação à atividade filosófica
 
Teoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawlsTeoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawls
 
Violência vs Espírito Desportivo
Violência vs Espírito DesportivoViolência vs Espírito Desportivo
Violência vs Espírito Desportivo
 
Pena De Morte
Pena De MortePena De Morte
Pena De Morte
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia Internacional
 
Ao gas
Ao gasAo gas
Ao gas
 

Destaque

Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
Tiago Gomes
 
Pena de morte como diminuição da violência
Pena de morte como diminuição da violênciaPena de morte como diminuição da violência
Pena de morte como diminuição da violência
Michel Oliveira
 
A Questão da Pena de Morte
A Questão da Pena de MorteA Questão da Pena de Morte
A Questão da Pena de Morte
Chris x-MS
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
Cynthia Funchal
 
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
bibliotecaviriato
 
Manipulação genética
Manipulação genéticaManipulação genética
Manipulação genética
gracalourenco
 
Argumentos de autoridade
Argumentos de autoridadeArgumentos de autoridade
Argumentos de autoridade
Luis De Sousa Rodrigues
 
O que é a filosofia os problemas filosóficos.
O que é a filosofia   os problemas filosóficos.O que é a filosofia   os problemas filosóficos.
O que é a filosofia os problemas filosóficos.
Luis De Sousa Rodrigues
 
Síntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficasSíntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficas
mluisavalente
 
Aula sobre argumentação
Aula sobre argumentaçãoAula sobre argumentação
Aula sobre argumentação
Jamille Rabelo
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Luis De Sousa Rodrigues
 

Destaque (12)

Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Pena de morte como diminuição da violência
Pena de morte como diminuição da violênciaPena de morte como diminuição da violência
Pena de morte como diminuição da violência
 
A Questão da Pena de Morte
A Questão da Pena de MorteA Questão da Pena de Morte
A Questão da Pena de Morte
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
 
Manipulação genética
Manipulação genéticaManipulação genética
Manipulação genética
 
Argumentos de autoridade
Argumentos de autoridadeArgumentos de autoridade
Argumentos de autoridade
 
O que é a filosofia os problemas filosóficos.
O que é a filosofia   os problemas filosóficos.O que é a filosofia   os problemas filosóficos.
O que é a filosofia os problemas filosóficos.
 
Síntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficasSíntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficas
 
Aula sobre argumentação
Aula sobre argumentaçãoAula sobre argumentação
Aula sobre argumentação
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 

Semelhante a Argumentação e Filosofia. O Exemplo da pena de Morte (Rocha)

Direito penal iii homicídio
Direito penal iii   homicídioDireito penal iii   homicídio
Direito penal iii homicídio
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Aula 02   direito penal iii - homicídioAula 02   direito penal iii - homicídio
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Urbano Felix Pugliese
 
Pena de morte turma 17 (atualizado)
Pena de morte   turma 17 (atualizado)Pena de morte   turma 17 (atualizado)
Pena de morte turma 17 (atualizado)
Wallison Batista
 
Alice Bianchini IX Congresso LMP
Alice Bianchini  IX Congresso LMPAlice Bianchini  IX Congresso LMP
Alice Bianchini IX Congresso LMP
Atualidades Do Direito
 
Pena de morte - Cultura Religiosa
Pena de morte - Cultura ReligiosaPena de morte - Cultura Religiosa
Pena de morte - Cultura Religiosa
debvieir
 
Pena de Morte
Pena de MortePena de Morte
Pena de Morte
ProfCidadania1
 
homicidio
homicidiohomicidio
homicidio
mujaci
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
guest4caf18
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
guestcec7aa
 
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucessoQuem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
Jesus Rios
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Guida Abreu
 
A doença chamada homem
A doença chamada homemA doença chamada homem
A doença chamada homem
camilatrindadee
 
Pena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de AtualidadesPena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de Atualidades
Guilherme Lemos
 
Soldiers which Cae from Afar
Soldiers which Cae from AfarSoldiers which Cae from Afar
Soldiers which Cae from Afar
Israel Blajberg
 
Aula 3 - Os 70 anos da DUDH
Aula 3 - Os 70 anos da DUDHAula 3 - Os 70 anos da DUDH
Aula 3 - Os 70 anos da DUDH
Isabela Espíndola
 
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTEO INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
ESCRIBAVALDEMIR
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
roberto mosca junior
 
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah ArendtCrime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
Gustavo Pamplona
 
Teresina palestra pc
Teresina palestra pcTeresina palestra pc
Teresina palestra pc
AtualidadesdoDireito
 
Teresina palestra pc
Teresina palestra pcTeresina palestra pc
Teresina palestra pc
AtualidadesdoDireito
 

Semelhante a Argumentação e Filosofia. O Exemplo da pena de Morte (Rocha) (20)

Direito penal iii homicídio
Direito penal iii   homicídioDireito penal iii   homicídio
Direito penal iii homicídio
 
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Aula 02   direito penal iii - homicídioAula 02   direito penal iii - homicídio
Aula 02 direito penal iii - homicídio
 
Pena de morte turma 17 (atualizado)
Pena de morte   turma 17 (atualizado)Pena de morte   turma 17 (atualizado)
Pena de morte turma 17 (atualizado)
 
Alice Bianchini IX Congresso LMP
Alice Bianchini  IX Congresso LMPAlice Bianchini  IX Congresso LMP
Alice Bianchini IX Congresso LMP
 
Pena de morte - Cultura Religiosa
Pena de morte - Cultura ReligiosaPena de morte - Cultura Religiosa
Pena de morte - Cultura Religiosa
 
Pena de Morte
Pena de MortePena de Morte
Pena de Morte
 
homicidio
homicidiohomicidio
homicidio
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucessoQuem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
Quem disse que não existe pena de morte no brasil matéria realizada com sucesso
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
A doença chamada homem
A doença chamada homemA doença chamada homem
A doença chamada homem
 
Pena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de AtualidadesPena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de Atualidades
 
Soldiers which Cae from Afar
Soldiers which Cae from AfarSoldiers which Cae from Afar
Soldiers which Cae from Afar
 
Aula 3 - Os 70 anos da DUDH
Aula 3 - Os 70 anos da DUDHAula 3 - Os 70 anos da DUDH
Aula 3 - Os 70 anos da DUDH
 
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTEO INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
O INSTITUTO DIVINO DA PENA DE MORTE
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah ArendtCrime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
Crime politico, Terrorismo e Extradição: nos passos de Hannah Arendt
 
Teresina palestra pc
Teresina palestra pcTeresina palestra pc
Teresina palestra pc
 
Teresina palestra pc
Teresina palestra pcTeresina palestra pc
Teresina palestra pc
 

Mais de Joaquim Melro

Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
Joaquim Melro
 
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
Joaquim Melro
 
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos DepoisEbook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
Joaquim Melro
 
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARESSABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
Joaquim Melro
 
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
Joaquim Melro
 
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
Joaquim Melro
 
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
Joaquim Melro
 
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
Joaquim Melro
 
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
Joaquim Melro
 
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
Joaquim Melro
 
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa conferê...
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa  conferê..."O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa  conferê...
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa conferê...
Joaquim Melro
 
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
Joaquim Melro
 
Palestra 2 12 015
Palestra 2 12 015Palestra 2 12 015
Palestra 2 12 015
Joaquim Melro
 
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
Joaquim Melro
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta AgostinhoPoderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
Joaquim Melro
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de MenezesPoderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
Joaquim Melro
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher AurettaPoderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
Joaquim Melro
 
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da CostaPoderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
Joaquim Melro
 
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
Joaquim Melro
 
Argumentação e Filosofia- Questões tema Pena de Morte
Argumentação e  Filosofia- Questões tema Pena de MorteArgumentação e  Filosofia- Questões tema Pena de Morte
Argumentação e Filosofia- Questões tema Pena de Morte
Joaquim Melro
 

Mais de Joaquim Melro (20)

Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
Ciclo de Conferências PENSAR A (NA) ESCOLA EM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO DIGITAL: ...
 
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
Palestras FCT 2021-2022 - ESCOLA- MUNDO DO TRABALHO: QUE DESAFIOS À ESCOLA E ...
 
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos DepoisEbook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
Ebook Paulo Freire – A Educação como prática da Liberdade – 50 Anos Depois
 
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARESSABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
SABERES EM DIÁLOGO: PERCURSOS EPISTEMOLÓGICOS E PEDAGÓGICOS TRANSDISCIPLINARES
 
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
Ciclo de Conferências Em Busca de um Mundo Melhor: Ciência, Educação e Humani...
 
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
SEMINÁRIOS "FLORESTA E AMBIENTE - DA ECOLOGIA À ESTÉTICA E DA ÉTICA À EDUCAÇÃO"
 
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
1.º CICLO DE COLÓQUIOS - Os AFETOS também são INCLUSIVOS: VIVÊNCIAS da SEXUAL...
 
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
I CONGRESSO ESCOLA, LIDERANÇA, SUPERVISÃO E INCLUSÃO - ELSI (de 11 e 12 de no...
 
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
Ciclo de Palestras "Formação em Contexto de Trabalho: Reflexões, Inclusão e T...
 
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
Ciclo de Seminários Ciência, Educação e Democracia - Programa geral (provisor...
 
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa conferê...
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa  conferê..."O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa  conferê...
"O que foi o holocausto? Uma Abordagem trasndisciplinar" - Programa conferê...
 
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
Colóquio "FILOSOFIA, CONSCIÊNCIA E CRISE SOCIAL" (29 e 30 de janeiro 2016)
 
Palestra 2 12 015
Palestra 2 12 015Palestra 2 12 015
Palestra 2 12 015
 
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
Filosofia para crianças: O que podemos aprender com Paulo Freire?
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta AgostinhoPoderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
Poderes e limites da ciência - Ciclo de Conferências - Marta Agostinho
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de MenezesPoderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências - Marta de Menezes
 
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher AurettaPoderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
Poderes e limites da ciência - Ciclo de conferências Christopher Auretta
 
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da CostaPoderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
Poderes e limites da ciência -Cilco de conferências Conf Plamira Fontes da Costa
 
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
Argumentação e Filosofia - Questões Tema 1
 
Argumentação e Filosofia- Questões tema Pena de Morte
Argumentação e  Filosofia- Questões tema Pena de MorteArgumentação e  Filosofia- Questões tema Pena de Morte
Argumentação e Filosofia- Questões tema Pena de Morte
 

Último

Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 

Último (20)

Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 

Argumentação e Filosofia. O Exemplo da pena de Morte (Rocha)

  • 1. Marta Rocha Francisca Fernan des Alunas do 11º C da Escola António Arroio (2008/2009) Prof. Joaquim Melro
  • 2.  
  • 3. A pena de morte é uma forma de punição muito controversa. Os que hoje em dia ainda são a seu favor dizem que é eficaz na prevenção de futuros crimes e que é apropriada como punição para assassinato - discurso baseado na lei do “olho por olho; dente por dente”. Os opositores dizem que é aplicada de forma ineficaz e que, como consequência, vários inocentes são executados. Também afirmam que é uma violação dos direitos humanos e que é usada de forma indiscriminada para executar pessoas de minorias étnicas como por exemplo, negros, indígenas, e os mais pobres.
  • 4. Todo o crime pede punição proporcional, compatível com a sua natureza. Há crimes tão hediondos que só a morte resolve; A sociedade não deve trabalhar para sustentar os facínoras; Só a pena de morte tem valor suficientemente exemplar para coibir a brutalidade humana. A eliminação sumária do criminoso irrecuperável tem efeitos profiláticos. O risco da execução induz os possíveis assassinos a desistirem do crime pelo receio do castigo; A prisão perpétua não tem suficiente poder de coerção da criminalidade e não garante a plena recuperação do criminoso. Não é justo que o dinheiro dos impostos de cidadãos cumpridores das leis sustente a prisão de criminosos que não respeitam nem o Estado nem a humanidade.
  • 5. A pena de morte deve ser abolida em todos os casos sem excepções, porque: Viola o direito à vida assegurado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos. Representa a total negação dos direitos humanos. É o assassino premeditado e a sangue frio de um ser humano, pelo estado, em nome da justiça. É o castigo mais cruel, desumano e degradante. É um acto de violência irreversível, praticado pelo estado. É incompatível com as normas de comportamento civilizado. É uma resposta inapropriada e inaceitável ao crime violento. Todo o ser humano tem o direito e o dever de se humanizar/recuperar
  • 6.  
  • 7. Enforcamento, serrote, fogueira, cadeira eléctrica, roda, estrangulamento, empalamento, esfolamento, mesa de esventramento, inanição, apedrejamento, afogamento, câmara de gás, decapitação entre muitos outros métodos, que habitualmente não são tão usados.
  • 8.  
  • 9.  
  • 10. Hoje em dia a pena de morte já foi abolida em quase todos os países da Europa e Oceânia. Na América do norte foi abolida somente no Canadá e México e algumas áreas dos Estados Unidos. Na América do sul, em vários países como o Brasil, ainda mantem a pena de morte para alguns crimes.
  • 11. 36 estados dos EUA, a Guatemala e a maior parte do Caribe, da Ásia e da África ainda retêm a pena de morte para crimes comuns. Na Rússia, a prática da pena de morte é ainda mantida em assuntos de carácter legal.
  • 12.  
  • 13. Portugal foi o primeiro Estado europeu a abolir este tipo de pena, embora parcialmente pois, sobre militares, continuava a vigorar. Abolida para crimes políticos em 1852. Abolida para crimes civis em 1867 no reinado de D. Luís. Abolida para todos os crimes, excepto por traição, durante a guerra, em Julho em 1867.
  • 14. Abolição para todos os crimes, incluindo os militares em 1911. Readmitida a pena de morte para crimes de traição em tempo de guerra, em 1916. Abolição total em 1976. A última execução conhecida em território português foi em 1846, em Lagos. Remonta a 1 de Julho de 1772 a data em que é executada pela última vez uma mulher. Desde 1976, a pena de morte é um acto proibido e ilegal segundo a Constituição Portuguesa.
  • 15. “ Um olho por um olho acabará por deixar toda a humanidade cega.” (Gandhi)
  • 16. A AI luta para abolir a pena de morte, a tortura e outros tratamentos considerados cruéis a quem alegadamente cometeu um crime; Esta luta surge enquadrada n luta pela abolição dos abusos aos direitos humanos, seja por governos ou por quaisquer outros grupos
  • 17.