SlideShare uma empresa Scribd logo
Tecnologia Assistiva
“Para as pessoas, a tecnologia torna as coisas mais fáceis.
Para as pessoas com deficiência,
a tecnologia torna as coisas possíveis”.

Mary Pat Radabaugh
TA
 
   
 

TA é uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, 
que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas
e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à 
atividade e participação, de pessoas com deficiência, incapacidades 
ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, 
qualidade de vida e inclusão social.

 
 
Comitê de Ajudas Técnicas da Secretaria Nacional dos Direitos 
Humanos da Presidência da República, 2008.
TA
 
 
 
TA  é  uma  área  do  conhecimento,  de  característica  interdisciplinar,  que 
engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços
objetivam  promover  a  funcionalidade,  à  atividade  e  participação,  de 
pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua 
autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social.
 
 
Comitê de Ajudas Técnicas da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da 
Presidência da República, 2008.
 
 
 
Legislação
 
 
Decreto 3298 de 1999, que no artigo 19, fala do direito do cidadão brasileiro com 
deficiência às Ajudas Técnicas.
 
Nele consta que:
 
Consideram-se ajudas técnicas, para os efeitos deste Decreto, os elementos que
permitem compensar uma ou mais limitações funcionais motoras, sensoriais ou
mentais da pessoa portadora de deficiência, com o objetivo de permitir-lhe superar
as barreiras da comunicação e da mobilidade e de possibilitar sua plena inclusão
Decreto  5296  de  2004  que  dá  prioridade  de  atendimento  e  estabelece 
normas  gerais  e  critérios  básicos  para  a  promoção  da  acessibilidade  das 
pessoas  com  deficiência  ou  com  mobilidade  reduzida,  possui  um  capítulo 
específico  sobre  as  Ajudas  Técnicas  (VII)  onde  descreve  várias  intenções 
governamentais  na  área  da  tecnologia  assistiva,  além  de  referir  a 
constituição do CAT/SEDH.
 
 
 
 
 
O texto do decreto 3298/1999 está disponível em: 
http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/txt/dec3298.txt
 
O decreto 5296/2004 está disponível em: 
www.planalto.gov.br/CCIVIL/_Ato2004-2006/2004/Decreto/D5296.htm
Perguntas comuns:
 
 
 
 Como saber o que meu aluno quer se ele não pode falar?
 Será que ele entende e aprende?
 Como participará das atividades de recorte, pintura, desenho?
 Ele se sentirá excluído se ficar observando?
 Ele pode alimentar-se sozinho?
 Quem auxiliará na higiene e banheiro?
 E o aluno cego, o que é necessário para que acompanhe e tenha acesso ao que 
é disponibilizado a todos?
 O conhecimento é construído nas trocas comunicativas entre alunos e 
professor e entre colegas. Como ficará meu aluno surdo?
 

 Tecnologia Assistiva – Criatividade – Resolução de Problemas

 
 
 
Cada pergunta que surge no contexto educacional comum, se 
torna um objetivo de intervenção da Educação Especial que 
visa o desenvolvimento de autonomia, independência e 
emancipação do aluno com necessidades educacionais 
especiais.
 
 
A Educação Especial não trabalhará para resolver os 
problemas do aluno, ela buscará instrumentos que o auxilie a 
resolver suas próprias questões.
TA - Legislação
 
 
 
No  Brasil,  assim  como  a  acessibilidade  é  um  direito  adquirido  pelo 
cidadão,  os  recursos  e  serviços  de  TA  que  a  possibilitam  também  o 
são.  Só  que  na  legislação  brasileira,  ao  invés  de  encontrarmos  o 
termo Tecnologia  Assistiva, encontraremos  o  termo Ajudas  técnicas 
no Art.61 do decreto 5296 de dezembro de 2004, quando se trata de 
garantir:
 
  
“Produtos, instrumentos, equipamentos ou tecnologia adaptados ou
especialmente projetados para melhorar a funcionalidade da pessoa
portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida, favorecendo a
autonomia pessoal, total ou assistida”.
TA - Legislação
 
 
 
O  Decreto  3298  de  20  de  dezembro  de  1999  cita  quais  são  os  recursos 
garantidos as pessoas com deficiência e entre eles encontramos:
 
“Equipamentos, maquinarias e utensílios de trabalho especialmente
desenhados ou adaptados para o uso por pessoa portadora de deficiência;
elementos de mobilidade, cuidado e higiene pessoal necessários para facilitar
a autonomia e a segurança da pessoa portadora de deficiência; elementos
para facilitar a comunicação, a informação e a sinalização para a pessoa
portadora de deficiência; equipamentos e material pedagógico especial para
a educação, capacitação e recreação da pessoa portadora de deficiência;
adaptações ambientais e outras que garantem o acesso, a melhoria funcional
e a autonomia pessoal.
TA = Romper Barreiras = Garantir Acesso:
 
 
  Espaço físico
 
  
 Relações interpessoais
 
  
 Projetos e ações variadas do contexto escolar
  
 
 Conhecimento
Auxílios para a vida diária
 
 
 
Materiais e produtos para auxílio 
em tarefas rotineiras tais como 
comer, cozinhar, vestir-se, tomar 
banho e executar necessidades 
pessoais, manutenção da casa 
etc.
 
No contexto educacional, são 
exemplos, os materiais escolares 
e pedagógicos especiais ou 
adaptados.
Material Escolar Adaptado
Material Pedagógico Adaptado
LIVROS CONVENCIONAIS ADAPTADOS
LIVROS CRIADOS E ADAPTADOS
Recursos de acessibilidade ao computador

Equipamentos de entrada e saída (síntese de voz –
auxílios alternativos de acesso (ponteiras de cabeça,
de luz), teclados modificados ou alternativos,
acionadores, softwares especiais (de reconhecimento
de voz, etc.), que permitem as pessoas com deficiência
a usarem o computador. Ex.: DOS VOX Jaws, Braille
Fácil, Lente Pro.
NCE/UFRJ
Recursos de Hardware - Teclados
Recursos de Hardware – mouses
Recursos de Hardware acionadores
Adequação Postural:

Os objetivos da adequação postural será
desenvolver um projeto personalizado de
prescrição de recursos específicos que atendam
as necessidades dos cadeirantes, buscando
melhor suporte corporal, conforto, alívio de
pressão e aumento da função, entre outros.
Comunicação Alternativa e Ampliada CAA

Uso de gestos manuais, expressões
faciais e corporais, símbolos gráficos
(desenhos, fotos, miniaturas, língua
escrita), voz digitalizada ou sintetizada
como meios de efetuar a comunicação
face-a-face de indivíduos não oralizados.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidadeSlides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias AssistivasEducacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
silvanatsal
 
Tecnologias assistivas nas escolas
Tecnologias assistivas nas escolasTecnologias assistivas nas escolas
Tecnologias assistivas nas escolas
Sandrastos
 
Deficiências e Tecnologias Assistivas
Deficiências e Tecnologias AssistivasDeficiências e Tecnologias Assistivas
Deficiências e Tecnologias Assistivas
aiadufmg
 
Relatório 3º período Area de Projecto
Relatório 3º período Area de ProjectoRelatório 3º período Area de Projecto
Relatório 3º período Area de Projecto
Flávia Vieira
 
BALANZA DE PAGOS
BALANZA DE PAGOSBALANZA DE PAGOS
BALANZA DE PAGOS
johanaslideshare
 
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
Miguel Lopez
 
Inclusão e Tecnologias Assistivas Slides
Inclusão e Tecnologias Assistivas  SlidesInclusão e Tecnologias Assistivas  Slides
Inclusão e Tecnologias Assistivas Slides
profandre
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
Zuleika Zanuzzio
 
Mobilidade - Tecnologia Assistiva
Mobilidade - Tecnologia AssistivaMobilidade - Tecnologia Assistiva
Mobilidade - Tecnologia Assistiva
Israel Cefrin
 
Onde Deus me quer
Onde Deus me querOnde Deus me quer
Onde Deus me quer
profandre
 
O uso de recursos multimídia em sala de aula
O uso de recursos multimídia em sala de aulaO uso de recursos multimídia em sala de aula
O uso de recursos multimídia em sala de aula
Norton Guimarães
 
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e PerspectivasDesenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
Suzana Viana Mota
 
Apresentação tecnologia assistiva
Apresentação tecnologia assistivaApresentação tecnologia assistiva
Apresentação tecnologia assistiva
Fernando Sebenello
 
Cegos Presentation Deutsch 2009 03 Linked In
Cegos Presentation Deutsch  2009 03 Linked InCegos Presentation Deutsch  2009 03 Linked In
Cegos Presentation Deutsch 2009 03 Linked In
DieterFleiter
 
Manual web
Manual webManual web
Manual web
Ivone Reges
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia AssistivaTecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
Centro Paula Souza
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
fla211
 
Lucas e vitor
Lucas e vitorLucas e vitor
Lucas e vitor
vitor
 
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic SlideshareInovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
Manuela Francisco
 

Destaque (20)

Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidadeSlides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
Slides sobre tecnologia assistiva acessibilidade
 
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias AssistivasEducacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
 
Tecnologias assistivas nas escolas
Tecnologias assistivas nas escolasTecnologias assistivas nas escolas
Tecnologias assistivas nas escolas
 
Deficiências e Tecnologias Assistivas
Deficiências e Tecnologias AssistivasDeficiências e Tecnologias Assistivas
Deficiências e Tecnologias Assistivas
 
Relatório 3º período Area de Projecto
Relatório 3º período Area de ProjectoRelatório 3º período Area de Projecto
Relatório 3º período Area de Projecto
 
BALANZA DE PAGOS
BALANZA DE PAGOSBALANZA DE PAGOS
BALANZA DE PAGOS
 
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
TECNOLOGIA DE LOS MATERIALES
 
Inclusão e Tecnologias Assistivas Slides
Inclusão e Tecnologias Assistivas  SlidesInclusão e Tecnologias Assistivas  Slides
Inclusão e Tecnologias Assistivas Slides
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
 
Mobilidade - Tecnologia Assistiva
Mobilidade - Tecnologia AssistivaMobilidade - Tecnologia Assistiva
Mobilidade - Tecnologia Assistiva
 
Onde Deus me quer
Onde Deus me querOnde Deus me quer
Onde Deus me quer
 
O uso de recursos multimídia em sala de aula
O uso de recursos multimídia em sala de aulaO uso de recursos multimídia em sala de aula
O uso de recursos multimídia em sala de aula
 
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e PerspectivasDesenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
Desenvolvimento e Tecnologia Assistiva: Desafios e Perspectivas
 
Apresentação tecnologia assistiva
Apresentação tecnologia assistivaApresentação tecnologia assistiva
Apresentação tecnologia assistiva
 
Cegos Presentation Deutsch 2009 03 Linked In
Cegos Presentation Deutsch  2009 03 Linked InCegos Presentation Deutsch  2009 03 Linked In
Cegos Presentation Deutsch 2009 03 Linked In
 
Manual web
Manual webManual web
Manual web
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia AssistivaTecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Lucas e vitor
Lucas e vitorLucas e vitor
Lucas e vitor
 
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic SlideshareInovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
Inovar Para Todos Acessibilidade Nas Tic Slideshare
 

Semelhante a Tecnologia Assistiva

Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o SapucaiaCapacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
guesta7e113
 
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidadesComunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
RICARDOCORDEIRO35
 
Assistiva
AssistivaAssistiva
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdftablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
AlexLima16301
 
Tecnologias Assistivas
Tecnologias AssistivasTecnologias Assistivas
Tecnologias Assistivas
Soraia Prietch
 
Introducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistivaIntroducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistiva
Valter Costa
 
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades EspeciaisTecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
ricardoandreia
 
Introducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistivaIntroducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistiva
KarenSuelen3
 
Ajudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
Ajudas Técnicas e Tecnologias AssistivasAjudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
Ajudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
Instituto Consciência GO
 
Tecnologia de comunicação
Tecnologia de comunicaçãoTecnologia de comunicação
Tecnologia de comunicação
Lena Rosa
 
Tecnologia Asssitida
Tecnologia AsssitidaTecnologia Asssitida
Tecnologia Asssitida
Claudinéia da Silva
 
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
ruberval costa
 
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistivaAcessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
ruberval costa
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia AssistivaTecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
professorasdaoficina
 
Educação&tecnologia assistiva
Educação&tecnologia assistivaEducação&tecnologia assistiva
Educação&tecnologia assistiva
Clarissa Kauss
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
Márcio Darlen Lopes Cavalcante
 
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivasTecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
Instituto Consciência GO
 
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para alunos Pedagogia Universidade ...
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para  alunos Pedagogia Universidade ...Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para  alunos Pedagogia Universidade ...
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para alunos Pedagogia Universidade ...
Trinclusão Consultoria para Inclusão
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva Tecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
Tatiane Rauber Dedé
 

Semelhante a Tecnologia Assistiva (20)

Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o SapucaiaCapacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
 
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidadesComunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
Comunicação Alternativa e possibilidades: construindo possibilidades
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
 
Assistiva
AssistivaAssistiva
Assistiva
 
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdftablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
tablogversofinal-131025082923-phpapp02.pdf
 
Tecnologias Assistivas
Tecnologias AssistivasTecnologias Assistivas
Tecnologias Assistivas
 
Introducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistivaIntroducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistiva
 
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades EspeciaisTecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
Tecnologias ao Serviço das Pessoas com Necessidades Especiais
 
Introducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistivaIntroducao tecnologia assistiva
Introducao tecnologia assistiva
 
Ajudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
Ajudas Técnicas e Tecnologias AssistivasAjudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
Ajudas Técnicas e Tecnologias Assistivas
 
Tecnologia de comunicação
Tecnologia de comunicaçãoTecnologia de comunicação
Tecnologia de comunicação
 
Tecnologia Asssitida
Tecnologia AsssitidaTecnologia Asssitida
Tecnologia Asssitida
 
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva (1)
 
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistivaAcessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
Acessibilidade lei-13146-2015-da-tecnologia-assistiva
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia AssistivaTecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
 
Educação&tecnologia assistiva
Educação&tecnologia assistivaEducação&tecnologia assistiva
Educação&tecnologia assistiva
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
 
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivasTecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas EducativasAssistivas
 
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para alunos Pedagogia Universidade ...
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para  alunos Pedagogia Universidade ...Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para  alunos Pedagogia Universidade ...
Palestrante Tatiana Rolim -Contribuicoes para alunos Pedagogia Universidade ...
 
Tecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva Tecnologia Assistiva
Tecnologia Assistiva
 

Mais de Paula Pereira

Livrodosdesejos
LivrodosdesejosLivrodosdesejos
Livrodosdesejos
Paula Pereira
 
Testelivro
TestelivroTestelivro
Testelivro
Paula Pereira
 
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problemaMensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
Paula Pereira
 
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
Paula Pereira
 
Roma 090507125559-phpapp01
Roma 090507125559-phpapp01Roma 090507125559-phpapp01
Roma 090507125559-phpapp01
Paula Pereira
 
Nte
NteNte
Terminologia
TerminologiaTerminologia
Terminologia
Paula Pereira
 
Tempo Integral
Tempo IntegralTempo Integral
Tempo Integral
Paula Pereira
 
Sb ensino medio para blog
Sb   ensino medio  para blogSb   ensino medio  para blog
Sb ensino medio para blog
Paula Pereira
 
Caderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integralCaderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integral
Paula Pereira
 
Projeto Minha Cidade
Projeto Minha CidadeProjeto Minha Cidade
Projeto Minha Cidade
Paula Pereira
 
Curso de Manutenção Preventiva
Curso de Manutenção PreventivaCurso de Manutenção Preventiva
Curso de Manutenção Preventiva
Paula Pereira
 

Mais de Paula Pereira (12)

Livrodosdesejos
LivrodosdesejosLivrodosdesejos
Livrodosdesejos
 
Testelivro
TestelivroTestelivro
Testelivro
 
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problemaMensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
Mensagem+1+dia++ +2+aluno+problema
 
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
PREMIO NACIONAL DE REFERENCIA EM GESTÃO 2014
 
Roma 090507125559-phpapp01
Roma 090507125559-phpapp01Roma 090507125559-phpapp01
Roma 090507125559-phpapp01
 
Nte
NteNte
Nte
 
Terminologia
TerminologiaTerminologia
Terminologia
 
Tempo Integral
Tempo IntegralTempo Integral
Tempo Integral
 
Sb ensino medio para blog
Sb   ensino medio  para blogSb   ensino medio  para blog
Sb ensino medio para blog
 
Caderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integralCaderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integral
 
Projeto Minha Cidade
Projeto Minha CidadeProjeto Minha Cidade
Projeto Minha Cidade
 
Curso de Manutenção Preventiva
Curso de Manutenção PreventivaCurso de Manutenção Preventiva
Curso de Manutenção Preventiva
 

Último

AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 

Último (20)

AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 

Tecnologia Assistiva