SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
1
Aprendendo
sobre o
Jejum
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
2
Quase 1 entre 3 pessoas no mundo estão
acima do peso. São assustadores 2,1 bilhões
de pessoas. Sim, bilhões. Financiado pela
Fundação Bill & Melinda Gates, o
estudo Global Burden of Disease
Study, levantou dados de 188 países, entre
1980 e 2015. Algumas descobertas são
impressionantes. Por exemplo: o número de
pessoas obesas ou com sobrepeso cresceu
70% em três décadas.
Por quê devemos estudar sobre o Jejum?
Quase um terço do mundo está acima do
peso e corre risco de doenças e morte, diz
estudo
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
3
O Mundo Está Gordo é uma
interessante leitura sobre essa
complexa e crescente ameaça
social. Neste livro, Barry Popkin,
um dos maiores especialistas
mundiais em obesidade, sistema
alimentar global e nutrição, faz
um chamado à ação e oferece
sugestões práticas para
indivíduos, comunidades e
líderes políticos que poderão
beneficiar a todos.
Além do espiritual
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
4
Por Quê?
Talvez seja porque
estamos tão mergulhados
na “religião do bem-
estar” que não queremos
nos incomodar com
nenhuma ideia de fome ou
auto negação.
Por quê devemos estudar sobre o Jejum?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
5
Porque...
Porque, mais que nunca, os cristãos estão sendo
controlados por poderes demoníacos e precisam de
força para prevalecer contra o pecado.
O Jejum dos discípulos
Hebreus 12.1
1 Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande
nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do
pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é
proposta,
Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
6
Porque...
Porque os cristãos de todo mundo necessitam de soluções
para muitos problemas complexos e situações ameaçadoras
que enfrentam
O jejum de Esdras
Esdras 8.22 – 23
22 Tive vergonha de pedir soldados e cavaleiros ao rei para nos protegerem
dos inimigos na estrada, pois tínhamos dito ao rei: "A mão bondosa de
nosso Deus está sobre todos os que o buscam, mas o seu poder e a sua ira
são contra todos os que o abandonam".
23 Por isso jejuamos e suplicamos essa bênção ao nosso Deus, e ele nos
atendeu.
Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
7
Porque...
Porque a igreja precisa com urgência
de avivamento, e todas as tribos,
línguas e nações necessitam de
evangelização.
O jejum de Samuel....
Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum
8
O que é o Jejum?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
JEJUM – Definição
9
Em resumo, Segundo o
dicionário Aurélio,
Jejum é: “Abstinência total ou
parcial de alimentação em
determinados dias, por penitência
ou ordem religiosa ou médica.”
Essa prática vem desde o Antigo
Testamento, onde o povo de Israel
jejuava por diferentes razões
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
10
JEJUM – Regras
A bíblia
ordena o
jejum?
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
11
JEJUM – Regras
Não!
No Velho Testamento, na lei de Moisés, os
judeus tinham um único dia de jejum
instituído: o do Dia da Expiação Levítico
23.27, que também ficou conhecido como
"o dia do jejum" (Jeremias 36.6) e ao qual
Paulo se referiu como "o jejum" Atos 27.9.
Escola Bíblica
Leitura bíblica
Levítico 23.27
27 Mas aos dez dias desse sétimo
mês será o dia da expiação; tereis
santa convocação, e afligireis as
vossas almas; e oferecereis oferta
queimada ao Senhor.
dia que ficou conhecido como o dia do jejum.
Porem no novo testamento não há ordem para que nós jejuássemos.
Porem existe citações e orientações sobre o jejum.
Escola Bíblica
Leitura bíblica
Jeremias 36.6
6 Entra, pois, tu, e pelo rolo que
escreveste da minha boca, lê as
palavras do Senhor aos ouvidos do
povo, na casa do Senhor, no dia de
jejum; e também, aos ouvidos de
todos os de Judá, que vêm das suas
cidades, as lerás.
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
13
Escola Bíblica
Leitura bíblica
Atos 27.9
9 E, passado muito tempo, e
sendo já perigosa a
navegação, pois, também o
jejum já tinha passado,
Paulo os admoestava,
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
14
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
15
Não há regras fixas na Bíblia
sobre quando jejuar ou qual tipo
de jejum praticar, isto é algo
pessoal. Mas a prática do jejum,
além de ser recomendação
bíblica, traz consigo alguns
princípios que devem ser
entendidos e seguidos.
JEJUM – Regras
Escola Bíblica
Leitura bíblica
Mateus 6. 16 – 18
16 E, quando jejuardes, não vos mostreis
contristados como os hipócritas; porque
desfiguram os seus rostos, para que aos
homens pareça que jejuam. Em verdade vos
digo que já receberam o seu galardão.
17 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua
cabeça, e lava o teu rosto,
18 Para não pareceres aos homens que
jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e
teu Pai, que vê em secreto, te recompensará
publicamente.
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
16
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
O Jejum é Importante?
17
Pense!
Mateus 17.21
21 Mas esta casta de demônios não
se expulsa senão pela oração e
pelo jejum.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
18
Todas as vezes que a Bíblia
relata um jejum,
as pessoas o faziam com um
propósito.
No velho testamento vemos:
Consagração; Arrependimento de Pecados; Luto;
Aflições; Buscando Proteção; Intercessão;
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
19
Consagração
Números 6.3 – 4
3 De vinho e de bebida forte se apartará;
vinagre de vinho, nem vinagre de bebida
forte não beberá; nem beberá alguma
beberagem de uvas; nem uvas frescas nem
secas comerá.
4 Todos os dias do seu nazireado não
comerá de coisa alguma, que se faz da
vinha, desde os caroços até às cascas.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
20
Arrependimento de
Pecados
I Samuel 7.5 – 6
5 Disse mais Samuel: Congregai a todo o
Israel em Mizpá; e orarei por vós ao Senhor.
6 E congregaram-se em Mizpá, e tiraram
água, e a derramaram perante o Senhor, e
jejuaram aquele dia, e disseram ali: Pecamos
contra o Senhor. E julgava Samuel os filhos
de Israel em Mizpá.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
21
Luto
II Samuel 1. 12 e 3. 35
12 E prantearam, e choraram, e jejuaram até à
tarde por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo
povo do Senhor, e pela casa de Israel, porque
tinham caído à espada.
35 Depois todo o povo veio fazer com que Davi
comesse pão, sendo ainda dia; porém Davi jurou,
dizendo: Assim Deus me faça, e outro tanto, se,
antes que o sol se ponha, eu provar pão ou
alguma coisa.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
22
Aflições
II Samuel 12.16
16 E buscou Davi a Deus pela criança; e jejuou
Davi, e entrou, e passou a noite prostrado sobre a
terra
II Crônicas 20.3
3 Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o
Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
23
Buscando Proteção
Esdras 8.21 – 23
21 Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para
nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para
lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos
filhos e para todos os nossos bens.
22 Porque tive vergonha de pedir ao rei exército e
cavaleiros para nos defenderem do inimigo pelo
caminho; porquanto tínhamos falado ao rei, dizendo: A
mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam,
para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra
todos os que o deixam.
23 Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus, e
moveu-se pelas nossas orações.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
24
Buscando Proteção
Ester 4.16
16 Vai, ajunta a todos os judeus que se
acharem em Susã, e jejuai por mim, e não
comais nem bebais por três dias, nem de dia
nem de noite, e eu e as minhas servas
também assim jejuaremos. E assim irei ter
com o rei, ainda que não seja segundo a lei;
e se perecer, pereci.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
25
Intercessão
Daniel 9.3
3 E eu dirigi o meu rosto ao
Senhor Deus, para o buscar
com oração e súplicas, com
jejum, e saco e cinza.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
26
No Novo
Testamento....
Preparação para Batalha
Espiritual
Mateus 17. 21
21 Mas esta espécie só sai pela
oração e pelo jejum.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
27
No Novo
Testamento....
Estar com o Senhor
Lucas 2. 36 – 37
36 Estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel,
da tribo de Aser. Era muito idosa; havia
vivido com seu marido sete anos depois de
se casar
37 e então permanecera viúva até a idade de
oitenta e quatro anos. Nunca deixava o
templo: adorava a Deus jejuando e orando
dia e noite.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
Jejum tem que ter propósito
28
No Novo
Testamento....
Preparar-se para o
ministério
Lucas 4.2
2 onde, durante quarenta dias, foi
tentado pelo diabo. Não comeu
nada durante esses dias e, ao fim
deles, teve fome.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
29
Em Atos dos Apóstolos a
Igreja praticava o jejum em
diversas situações:
Ministrar ao Senhor
Atos 13.2
2 Enquanto eles ministravam perante
o Senhor e jejuavam, disse o Espírito
Santo: Separai-me a Barnabé e a
Saulo para a obra a que os tenho
chamado.
Jejum tem que ter propósito
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
30
Em Atos dos Apóstolos a
Igreja praticava o jejum em
diversas situações:
Enviar Ministérios
Atos 13.3
3 Assim, depois de jejuar e orar,
impuseram-lhes as mãos e os
enviaram
Jejum tem que ter propósito
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
31
Os Tipos de Jejum
A Bíblia mostra três tipos de jejum
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
32
Os Tipos de Jejum
Jejum Parcial
Deixar parte da sua alimentação,
exemplo, deixar de almoçar, ou de
tomar café da manha, ou mesmo
de comer carne, tomar
refrigerante, etc. O importante é
que deixe algo que seja constante
da sua alimentação. Se deixarmos
de comer algo que comemos só
de vez em quando, não é
considerando um jejum.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
33
Os Tipos de Jejum
Jejum Parcial
Daniel 10.2 – 3
2 Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três semanas completas.
3Manjar desejável não comi, nem carne, nem vinho entraram em minha boca,
nem me ungi com unguento, até que se passaram as três semanas.
Daniel deixou de comer apenas carne e manjar desejável, e não
tomou vinho. Provavelmente fez um regime a base de frutas e
legumes. Este tipo de jejum tem uma durabilidade maior, Daniel
jejuou três semanas (21 dias).
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
34
Os Tipos de Jejum
Jejum Normal
Este tipo de jejum deixa totalmente a comida, e é o
mais praticado. Durante este jejum não se come
nada em um período pré-determinado, porem se
bebe água.
Este foi o tipo de jejum que Jesus praticou no
deserto
durante 40 dias, pois a bíblia não diz que Jesus não
tenha bebido água. Pois quando Jesus terminou os
40 dias de jejum Ele teve FOME.
Mateus 4.2
2 Depois de jejuar quarenta dias e
quarenta noites, teve fome.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
35
Os Tipos de Jejum
Jejum Total
Este tipo de jejum é sem comida e sem água. Na bíblia existem poucas referências a
respeito deste tipo de jejum e que não ultrapassam o limite de 3 dias (a não ser o de
Moisés e Elias). Devemos nos lembrar que o objetivo do jejum é a mortificação dos
desejos da carne e não a morte do nosso corpo, que é totalmente dependente de água.
O melhor exemplo deste tipo de jejum é o de Ester:
Ester 4.16
16 "Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não
comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas
jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se
eu tiver que morrer, morrerei".
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
36
Os Tipos de Jejum
Jejum Total
Paulo praticou
Atos 9.9
9 Por três dias ele esteve
cego, não comeu nem
bebeu.
Escola Bíblica
37
A duração do Jejum
A Bíblia não determina uma duração exata do jejum. Nos textos
em que bíblia menciona a respeito da pratica do jejum, as
pessoas sim agiam de maneira diferente, por exemplo Davi se
cobria com sacos e cinzas, Daniel orava constantemente e assim
por diante.
Aula 19/08/2017
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
38
O que não pode faltar em um Jejum?
Leitura da
Palavra
Leitura da palavra de
Deus é muito
importante no jejum,
pois quando estamos
em jejum nosso espírito
está mais ligado ao
Espírito Santo, o que nos
ajudará a compreender
muito mais a palavra de
Deus.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
39
O que não pode faltar em um Jejum?
Oração
Não existe jejum sem oração. A oração é o
meio que temos de nos comunicarmos
com Deus.
É importante que ao começarmos um
jejum façamos uma oração estabelecendo
os nossos propósitos,
e no final orarmos para entregá-los a Deus.
Porem não é só nestes momentos que
devemos orar, e sim durante todo o jejum.
A oração não precisa ser necessariamente
de joelhos dobrados, pode ser enquanto
caminhamos, dirigimos, estudamos, etc.
Escola Bíblica
Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
Aula 19/08/2017
40
Jejum é um compromisso que fazemos,
e se decidimos fazê-lo devemos honrá-lo.
Romanos 14.6 – 7
6 Aquele que considera um dia como
especial, para o Senhor assim o faz.
Aquele que come carne, come para o
Senhor, pois dá graças a Deus; e
aquele que se abstém, para o Senhor
se abstém, e dá graças a Deus.
7 Pois nenhum de nós vive apenas
para si, e nenhum de nós morre
apenas para si.
Escola Bíblica
TABELA DE JEJUM SEMANAL
41
DATA DOMINGO SEGUNDA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA SÁBADO
Propósito
ESPIRITUAL
(Vida com Deus,
santificação,
obediência, ministério,
avivamento,
capacitação, palavra de
Deus).
FAMÍLIAR
(União do Lar,
Libertação e Salvação
da casa e
prosperidade de
todos).
IGREJA
(Missões, Jovens, escola
dominical- aprender e
ensinar com sabedoria,
despertamento da igreja,
salvação e orar pelos
cultos).
PROFISSIONAL E
ESTUDANTIL
(estratégias de estudo,
oportunidades, visão).
ESPIRITUAL
(Vida com Deus, santificação
obediência, ministério,
avivamento capacitação,
palavra de Deus).
SENTIMENTAL
(Sentimentos e
emoções, esperar,
preparação,
discernimento).
JEJUM ESPECÍFICO
Interceder por algo
urgente, emergente,
extraordinário.
Tipos de Jejum
Jejum de Comida:
1. Comum: Sem comer, apenas líquido ou água.
2. Completo: Sem comer e beber.
3. Parcial: Se abstém de delícias. Ex.: um mês sem Coca-Cola.
Jejum de áreas da Vida:
1. De TV, Internet, músicas...
2. De falar, De Dormir, De novela, De filme, De Sexo, De se dar algo, De Esporte.
3. Em grupo.
Razões Para
Jejuar
1. Abençoar o próximo.
2. Dar o controle da vida ao Espirito Santo.
3. Antes de tomarmos decisões importantes.
4. Vencermos o maligno. - 5. Pra se arrepender.
Conselhos para o
Jejum
1. Comece Devagar.Jejue em segredo.
2. Ler a Bíblia, orar e ajudar os outros durante o jejum.
3. Estabeleça um mínimo de jejum (hora pra começar e acabar).
4. Estabeleça Alvo Espiritual.
5. Oração no início e no fim do Jejum.
6. Quebrar com comida leve.
Alguns
1. Abre os olhos para revelações profundas.2. Leva a nossa vida de oração a um nível mais profundo.
3. Aproxima-nos das pessoas.4. A obra por nos realizada pelo Espírito atinge resultados maiores.
5. Produz Avivamento.6. Matar e Descontinuar pecados antigos.
Impedimentos
para Jejum
1. Achar que é legalismo ou Religiosidade.
2. Pouca dedicação a Deus. Achar que é greve de Fome ou Regime.
3. Achar-se superior ou garantia de salvação.
4. Motivação errada “Macumba Gospel”. Impressão de Apetite intensificado.
5. Ansiedade. - Jejuar do nosso jeito.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jejum
JejumJejum
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Moisés Sampaio
 
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaLição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Éder Tomé
 
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os GalardõesLição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Andrew Guimarães
 
12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute12. O Livro de Rute
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
Icm Bela Vista
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
RODRIGO FERREIRA
 
Manual do pastor
Manual do pastorManual do pastor
Manual do pastor
SERGIODEMELLOQUEIROZ
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Carlos Cirleno Neves
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
Rosana Eugenio Dos Santos
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Jejum e oração
Jejum e oraçãoJejum e oração
Jejum e oração
marcelino025
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoração
Jaed Gomes
 
Intercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
Intercessão estratégica - Definições e aspectos geraisIntercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
Intercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
Herberti Pedroso
 
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundoLição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
Éder Tomé
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

Jejum
JejumJejum
Jejum
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaLição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
 
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os GalardõesLição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
 
12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
Manual do pastor
Manual do pastorManual do pastor
Manual do pastor
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
 
Jejum e oração
Jejum e oraçãoJejum e oração
Jejum e oração
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoração
 
Intercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
Intercessão estratégica - Definições e aspectos geraisIntercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
Intercessão estratégica - Definições e aspectos gerais
 
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundoLição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
Lição 7 - Jesus, o Salvador do mundo
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
 

Semelhante a Aprendendo sobre o Jejum

2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
Joel Silva
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
Joel Silva
 
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdfReflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
Pedro Siena
 
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
Gerson G. Ramos
 
Boletim IPC Limeira 07/01/2018
Boletim IPC Limeira 07/01/2018Boletim IPC Limeira 07/01/2018
Boletim IPC Limeira 07/01/2018
Adelson R. Dos Santos
 
Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012
jesmioma
 
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Gerson G. Ramos
 
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos DificeisA Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
Márcio Martins
 
A provisão de deus em tempos difíceis
A provisão de deus em tempos difíceisA provisão de deus em tempos difíceis
A provisão de deus em tempos difíceis
Celso Napoleon
 
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
José Lima
 
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRLição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Ebd aula 2 4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
Ebd aula 2  4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.Ebd aula 2  4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
Ebd aula 2 4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
Mensagens Virtuais
 
Salmo 106
Salmo 106Salmo 106
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano BLeituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
José Lima
 
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israelHistoria de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
RICARDO CARDOSO
 
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGRLição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeisLição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Ailton da Silva
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Andrew Guimarães
 

Semelhante a Aprendendo sobre o Jejum (20)

2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 02
 
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdfReflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
Reflexoes Cristas Religiao Realidade ou Substituto (Encontro 3 de 8).pdf
 
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
 
Boletim IPC Limeira 07/01/2018
Boletim IPC Limeira 07/01/2018Boletim IPC Limeira 07/01/2018
Boletim IPC Limeira 07/01/2018
 
Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012
 
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
 
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos DificeisA Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
 
A provisão de deus em tempos difíceis
A provisão de deus em tempos difíceisA provisão de deus em tempos difíceis
A provisão de deus em tempos difíceis
 
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 18° Domingo do Tempo Comum - Ano B
 
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRLição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
 
Ebd aula 2 4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
Ebd aula 2  4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.Ebd aula 2  4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
Ebd aula 2 4°trimestre 2016 A proviisão de Deus em tempos difíceis.
 
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 4
 
Salmo 106
Salmo 106Salmo 106
Salmo 106
 
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano BLeituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 5° Domingo da Páscoa - Ano B
 
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israelHistoria de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
Historia de israel aula 5 e 6 o relacionamento da igreja com israel
 
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGRLição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
Lição 712016_Os ensinos de Jesus e o grande conflito + textos_GGR
 
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeisLição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 

Mais de Daniel de Carvalho Luz

OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAISOUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
Daniel de Carvalho Luz
 
One a one template
One a one template One a one template
One a one template
Daniel de Carvalho Luz
 
Gerenciando na Velocidade das mudanças II webinar setembro 2021
Gerenciando na Velocidade das mudanças   II webinar setembro 2021Gerenciando na Velocidade das mudanças   II webinar setembro 2021
Gerenciando na Velocidade das mudanças II webinar setembro 2021
Daniel de Carvalho Luz
 
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTUROFUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
Daniel de Carvalho Luz
 
Sustentabilidade da Liderança
Sustentabilidade da Liderança Sustentabilidade da Liderança
Sustentabilidade da Liderança
Daniel de Carvalho Luz
 
O GRANDE RECOMEÇO - RH
O GRANDE RECOMEÇO - RHO GRANDE RECOMEÇO - RH
O GRANDE RECOMEÇO - RH
Daniel de Carvalho Luz
 
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB palestra 02-12-2020
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB   palestra 02-12-2020ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB   palestra 02-12-2020
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB palestra 02-12-2020
Daniel de Carvalho Luz
 
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
Daniel de Carvalho Luz
 
ABIMAQ Gestao na velocidade da mudança
ABIMAQ  Gestao na velocidade da mudançaABIMAQ  Gestao na velocidade da mudança
ABIMAQ Gestao na velocidade da mudança
Daniel de Carvalho Luz
 
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
Daniel de Carvalho Luz
 
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5 Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
Daniel de Carvalho Luz
 
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção TURMA MBE-02 Aula 4
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção  TURMA MBE-02 Aula 4Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção  TURMA MBE-02 Aula 4
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção TURMA MBE-02 Aula 4
Daniel de Carvalho Luz
 
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
Daniel de Carvalho Luz
 
Ambiente de Negócios Inovação Centro Paula Souza - aula 2
Ambiente de Negócios  Inovação Centro Paula Souza - aula 2Ambiente de Negócios  Inovação Centro Paula Souza - aula 2
Ambiente de Negócios Inovação Centro Paula Souza - aula 2
Daniel de Carvalho Luz
 
Futurabilidade O GRANDE RECOMEÇO
Futurabilidade   O GRANDE RECOMEÇO Futurabilidade   O GRANDE RECOMEÇO
Futurabilidade O GRANDE RECOMEÇO
Daniel de Carvalho Luz
 
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
Daniel de Carvalho Luz
 
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
Daniel de Carvalho Luz
 
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
Daniel de Carvalho Luz
 
The Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
The Great Reset - O Novo Mundo dos NegóciosThe Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
The Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
Daniel de Carvalho Luz
 
Planejamento para Competitividade - parte 1
Planejamento para Competitividade - parte 1Planejamento para Competitividade - parte 1
Planejamento para Competitividade - parte 1
Daniel de Carvalho Luz
 

Mais de Daniel de Carvalho Luz (20)

OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAISOUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
OUSE SONHAR - PALESTRA PARA GRUPO DE JOVENS PROFISSIONAIS
 
One a one template
One a one template One a one template
One a one template
 
Gerenciando na Velocidade das mudanças II webinar setembro 2021
Gerenciando na Velocidade das mudanças   II webinar setembro 2021Gerenciando na Velocidade das mudanças   II webinar setembro 2021
Gerenciando na Velocidade das mudanças II webinar setembro 2021
 
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTUROFUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
FUTURABILIDADE - HABILIDADES PARA O FUTURO
 
Sustentabilidade da Liderança
Sustentabilidade da Liderança Sustentabilidade da Liderança
Sustentabilidade da Liderança
 
O GRANDE RECOMEÇO - RH
O GRANDE RECOMEÇO - RHO GRANDE RECOMEÇO - RH
O GRANDE RECOMEÇO - RH
 
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB palestra 02-12-2020
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB   palestra 02-12-2020ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB   palestra 02-12-2020
ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DE CAPÃO BONITO - AECB palestra 02-12-2020
 
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
3ª AULA DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO MANUFATURA AVANÇADA e INDUSTRIA
 
ABIMAQ Gestao na velocidade da mudança
ABIMAQ  Gestao na velocidade da mudançaABIMAQ  Gestao na velocidade da mudança
ABIMAQ Gestao na velocidade da mudança
 
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
Pós Graduação em Manufatura Avançada e Indústria 4.0
 
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5 Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
Ambiente de Negocios Inovacao e Estrategia de producao aula 5
 
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção TURMA MBE-02 Aula 4
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção  TURMA MBE-02 Aula 4Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção  TURMA MBE-02 Aula 4
Ambiente de Negócios, Inovação e Estratégias de Produção TURMA MBE-02 Aula 4
 
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
MBA EM ENGENHARIA E NEGÓCIOS - DISCIPLINA: Ambiente de Negócios, Inovação e E...
 
Ambiente de Negócios Inovação Centro Paula Souza - aula 2
Ambiente de Negócios  Inovação Centro Paula Souza - aula 2Ambiente de Negócios  Inovação Centro Paula Souza - aula 2
Ambiente de Negócios Inovação Centro Paula Souza - aula 2
 
Futurabilidade O GRANDE RECOMEÇO
Futurabilidade   O GRANDE RECOMEÇO Futurabilidade   O GRANDE RECOMEÇO
Futurabilidade O GRANDE RECOMEÇO
 
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
Ambiente de negócios, inovação e estrategias de produção
 
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
GESTÃO DE MUDANÇAS - parte 1
 
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
THE GREAT RESET - O NOVO MUNDO DOS NEGÓCIOS
 
The Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
The Great Reset - O Novo Mundo dos NegóciosThe Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
The Great Reset - O Novo Mundo dos Negócios
 
Planejamento para Competitividade - parte 1
Planejamento para Competitividade - parte 1Planejamento para Competitividade - parte 1
Planejamento para Competitividade - parte 1
 

Último

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 

Último (14)

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 

Aprendendo sobre o Jejum

  • 1. Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 1 Aprendendo sobre o Jejum
  • 2. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 2 Quase 1 entre 3 pessoas no mundo estão acima do peso. São assustadores 2,1 bilhões de pessoas. Sim, bilhões. Financiado pela Fundação Bill & Melinda Gates, o estudo Global Burden of Disease Study, levantou dados de 188 países, entre 1980 e 2015. Algumas descobertas são impressionantes. Por exemplo: o número de pessoas obesas ou com sobrepeso cresceu 70% em três décadas. Por quê devemos estudar sobre o Jejum? Quase um terço do mundo está acima do peso e corre risco de doenças e morte, diz estudo
  • 3. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 3 O Mundo Está Gordo é uma interessante leitura sobre essa complexa e crescente ameaça social. Neste livro, Barry Popkin, um dos maiores especialistas mundiais em obesidade, sistema alimentar global e nutrição, faz um chamado à ação e oferece sugestões práticas para indivíduos, comunidades e líderes políticos que poderão beneficiar a todos. Além do espiritual
  • 4. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 4 Por Quê? Talvez seja porque estamos tão mergulhados na “religião do bem- estar” que não queremos nos incomodar com nenhuma ideia de fome ou auto negação. Por quê devemos estudar sobre o Jejum?
  • 5. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 5 Porque... Porque, mais que nunca, os cristãos estão sendo controlados por poderes demoníacos e precisam de força para prevalecer contra o pecado. O Jejum dos discípulos Hebreus 12.1 1 Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
  • 6. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 6 Porque... Porque os cristãos de todo mundo necessitam de soluções para muitos problemas complexos e situações ameaçadoras que enfrentam O jejum de Esdras Esdras 8.22 – 23 22 Tive vergonha de pedir soldados e cavaleiros ao rei para nos protegerem dos inimigos na estrada, pois tínhamos dito ao rei: "A mão bondosa de nosso Deus está sobre todos os que o buscam, mas o seu poder e a sua ira são contra todos os que o abandonam". 23 Por isso jejuamos e suplicamos essa bênção ao nosso Deus, e ele nos atendeu. Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
  • 7. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 7 Porque... Porque a igreja precisa com urgência de avivamento, e todas as tribos, línguas e nações necessitam de evangelização. O jejum de Samuel.... Por quê devemos aprender sobre o JEJUM?
  • 8. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum 8 O que é o Jejum?
  • 9. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 JEJUM – Definição 9 Em resumo, Segundo o dicionário Aurélio, Jejum é: “Abstinência total ou parcial de alimentação em determinados dias, por penitência ou ordem religiosa ou médica.” Essa prática vem desde o Antigo Testamento, onde o povo de Israel jejuava por diferentes razões
  • 10. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 10 JEJUM – Regras A bíblia ordena o jejum?
  • 11. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 11 JEJUM – Regras Não! No Velho Testamento, na lei de Moisés, os judeus tinham um único dia de jejum instituído: o do Dia da Expiação Levítico 23.27, que também ficou conhecido como "o dia do jejum" (Jeremias 36.6) e ao qual Paulo se referiu como "o jejum" Atos 27.9.
  • 12. Escola Bíblica Leitura bíblica Levítico 23.27 27 Mas aos dez dias desse sétimo mês será o dia da expiação; tereis santa convocação, e afligireis as vossas almas; e oferecereis oferta queimada ao Senhor. dia que ficou conhecido como o dia do jejum. Porem no novo testamento não há ordem para que nós jejuássemos. Porem existe citações e orientações sobre o jejum.
  • 13. Escola Bíblica Leitura bíblica Jeremias 36.6 6 Entra, pois, tu, e pelo rolo que escreveste da minha boca, lê as palavras do Senhor aos ouvidos do povo, na casa do Senhor, no dia de jejum; e também, aos ouvidos de todos os de Judá, que vêm das suas cidades, as lerás. Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 13
  • 14. Escola Bíblica Leitura bíblica Atos 27.9 9 E, passado muito tempo, e sendo já perigosa a navegação, pois, também o jejum já tinha passado, Paulo os admoestava, Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 14
  • 15. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 15 Não há regras fixas na Bíblia sobre quando jejuar ou qual tipo de jejum praticar, isto é algo pessoal. Mas a prática do jejum, além de ser recomendação bíblica, traz consigo alguns princípios que devem ser entendidos e seguidos. JEJUM – Regras
  • 16. Escola Bíblica Leitura bíblica Mateus 6. 16 – 18 16 E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. 17 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, 18 Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 16
  • 17. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 O Jejum é Importante? 17 Pense! Mateus 17.21 21 Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.
  • 18. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 18 Todas as vezes que a Bíblia relata um jejum, as pessoas o faziam com um propósito. No velho testamento vemos: Consagração; Arrependimento de Pecados; Luto; Aflições; Buscando Proteção; Intercessão;
  • 19. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 19 Consagração Números 6.3 – 4 3 De vinho e de bebida forte se apartará; vinagre de vinho, nem vinagre de bebida forte não beberá; nem beberá alguma beberagem de uvas; nem uvas frescas nem secas comerá. 4 Todos os dias do seu nazireado não comerá de coisa alguma, que se faz da vinha, desde os caroços até às cascas.
  • 20. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 20 Arrependimento de Pecados I Samuel 7.5 – 6 5 Disse mais Samuel: Congregai a todo o Israel em Mizpá; e orarei por vós ao Senhor. 6 E congregaram-se em Mizpá, e tiraram água, e a derramaram perante o Senhor, e jejuaram aquele dia, e disseram ali: Pecamos contra o Senhor. E julgava Samuel os filhos de Israel em Mizpá.
  • 21. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 21 Luto II Samuel 1. 12 e 3. 35 12 E prantearam, e choraram, e jejuaram até à tarde por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo povo do Senhor, e pela casa de Israel, porque tinham caído à espada. 35 Depois todo o povo veio fazer com que Davi comesse pão, sendo ainda dia; porém Davi jurou, dizendo: Assim Deus me faça, e outro tanto, se, antes que o sol se ponha, eu provar pão ou alguma coisa.
  • 22. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 22 Aflições II Samuel 12.16 16 E buscou Davi a Deus pela criança; e jejuou Davi, e entrou, e passou a noite prostrado sobre a terra II Crônicas 20.3 3 Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá.
  • 23. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 23 Buscando Proteção Esdras 8.21 – 23 21 Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos filhos e para todos os nossos bens. 22 Porque tive vergonha de pedir ao rei exército e cavaleiros para nos defenderem do inimigo pelo caminho; porquanto tínhamos falado ao rei, dizendo: A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra todos os que o deixam. 23 Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus, e moveu-se pelas nossas orações.
  • 24. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 24 Buscando Proteção Ester 4.16 16 Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas servas também assim jejuaremos. E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci.
  • 25. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 25 Intercessão Daniel 9.3 3 E eu dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza.
  • 26. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 26 No Novo Testamento.... Preparação para Batalha Espiritual Mateus 17. 21 21 Mas esta espécie só sai pela oração e pelo jejum.
  • 27. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 27 No Novo Testamento.... Estar com o Senhor Lucas 2. 36 – 37 36 Estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era muito idosa; havia vivido com seu marido sete anos depois de se casar 37 e então permanecera viúva até a idade de oitenta e quatro anos. Nunca deixava o templo: adorava a Deus jejuando e orando dia e noite.
  • 28. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 Jejum tem que ter propósito 28 No Novo Testamento.... Preparar-se para o ministério Lucas 4.2 2 onde, durante quarenta dias, foi tentado pelo diabo. Não comeu nada durante esses dias e, ao fim deles, teve fome.
  • 29. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 29 Em Atos dos Apóstolos a Igreja praticava o jejum em diversas situações: Ministrar ao Senhor Atos 13.2 2 Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Jejum tem que ter propósito
  • 30. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 30 Em Atos dos Apóstolos a Igreja praticava o jejum em diversas situações: Enviar Ministérios Atos 13.3 3 Assim, depois de jejuar e orar, impuseram-lhes as mãos e os enviaram Jejum tem que ter propósito
  • 31. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 31 Os Tipos de Jejum A Bíblia mostra três tipos de jejum
  • 32. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 32 Os Tipos de Jejum Jejum Parcial Deixar parte da sua alimentação, exemplo, deixar de almoçar, ou de tomar café da manha, ou mesmo de comer carne, tomar refrigerante, etc. O importante é que deixe algo que seja constante da sua alimentação. Se deixarmos de comer algo que comemos só de vez em quando, não é considerando um jejum.
  • 33. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 33 Os Tipos de Jejum Jejum Parcial Daniel 10.2 – 3 2 Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três semanas completas. 3Manjar desejável não comi, nem carne, nem vinho entraram em minha boca, nem me ungi com unguento, até que se passaram as três semanas. Daniel deixou de comer apenas carne e manjar desejável, e não tomou vinho. Provavelmente fez um regime a base de frutas e legumes. Este tipo de jejum tem uma durabilidade maior, Daniel jejuou três semanas (21 dias).
  • 34. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 34 Os Tipos de Jejum Jejum Normal Este tipo de jejum deixa totalmente a comida, e é o mais praticado. Durante este jejum não se come nada em um período pré-determinado, porem se bebe água. Este foi o tipo de jejum que Jesus praticou no deserto durante 40 dias, pois a bíblia não diz que Jesus não tenha bebido água. Pois quando Jesus terminou os 40 dias de jejum Ele teve FOME. Mateus 4.2 2 Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.
  • 35. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 35 Os Tipos de Jejum Jejum Total Este tipo de jejum é sem comida e sem água. Na bíblia existem poucas referências a respeito deste tipo de jejum e que não ultrapassam o limite de 3 dias (a não ser o de Moisés e Elias). Devemos nos lembrar que o objetivo do jejum é a mortificação dos desejos da carne e não a morte do nosso corpo, que é totalmente dependente de água. O melhor exemplo deste tipo de jejum é o de Ester: Ester 4.16 16 "Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei".
  • 36. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 36 Os Tipos de Jejum Jejum Total Paulo praticou Atos 9.9 9 Por três dias ele esteve cego, não comeu nem bebeu.
  • 37. Escola Bíblica 37 A duração do Jejum A Bíblia não determina uma duração exata do jejum. Nos textos em que bíblia menciona a respeito da pratica do jejum, as pessoas sim agiam de maneira diferente, por exemplo Davi se cobria com sacos e cinzas, Daniel orava constantemente e assim por diante. Aula 19/08/2017 Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571
  • 38. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 38 O que não pode faltar em um Jejum? Leitura da Palavra Leitura da palavra de Deus é muito importante no jejum, pois quando estamos em jejum nosso espírito está mais ligado ao Espírito Santo, o que nos ajudará a compreender muito mais a palavra de Deus.
  • 39. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 39 O que não pode faltar em um Jejum? Oração Não existe jejum sem oração. A oração é o meio que temos de nos comunicarmos com Deus. É importante que ao começarmos um jejum façamos uma oração estabelecendo os nossos propósitos, e no final orarmos para entregá-los a Deus. Porem não é só nestes momentos que devemos orar, e sim durante todo o jejum. A oração não precisa ser necessariamente de joelhos dobrados, pode ser enquanto caminhamos, dirigimos, estudamos, etc.
  • 40. Escola Bíblica Prof. Daniel de Carvalho Luz – T. (15) 9 9126 5571 Aula 19/08/2017 40 Jejum é um compromisso que fazemos, e se decidimos fazê-lo devemos honrá-lo. Romanos 14.6 – 7 6 Aquele que considera um dia como especial, para o Senhor assim o faz. Aquele que come carne, come para o Senhor, pois dá graças a Deus; e aquele que se abstém, para o Senhor se abstém, e dá graças a Deus. 7 Pois nenhum de nós vive apenas para si, e nenhum de nós morre apenas para si.
  • 41. Escola Bíblica TABELA DE JEJUM SEMANAL 41 DATA DOMINGO SEGUNDA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA SÁBADO Propósito ESPIRITUAL (Vida com Deus, santificação, obediência, ministério, avivamento, capacitação, palavra de Deus). FAMÍLIAR (União do Lar, Libertação e Salvação da casa e prosperidade de todos). IGREJA (Missões, Jovens, escola dominical- aprender e ensinar com sabedoria, despertamento da igreja, salvação e orar pelos cultos). PROFISSIONAL E ESTUDANTIL (estratégias de estudo, oportunidades, visão). ESPIRITUAL (Vida com Deus, santificação obediência, ministério, avivamento capacitação, palavra de Deus). SENTIMENTAL (Sentimentos e emoções, esperar, preparação, discernimento). JEJUM ESPECÍFICO Interceder por algo urgente, emergente, extraordinário. Tipos de Jejum Jejum de Comida: 1. Comum: Sem comer, apenas líquido ou água. 2. Completo: Sem comer e beber. 3. Parcial: Se abstém de delícias. Ex.: um mês sem Coca-Cola. Jejum de áreas da Vida: 1. De TV, Internet, músicas... 2. De falar, De Dormir, De novela, De filme, De Sexo, De se dar algo, De Esporte. 3. Em grupo. Razões Para Jejuar 1. Abençoar o próximo. 2. Dar o controle da vida ao Espirito Santo. 3. Antes de tomarmos decisões importantes. 4. Vencermos o maligno. - 5. Pra se arrepender. Conselhos para o Jejum 1. Comece Devagar.Jejue em segredo. 2. Ler a Bíblia, orar e ajudar os outros durante o jejum. 3. Estabeleça um mínimo de jejum (hora pra começar e acabar). 4. Estabeleça Alvo Espiritual. 5. Oração no início e no fim do Jejum. 6. Quebrar com comida leve. Alguns 1. Abre os olhos para revelações profundas.2. Leva a nossa vida de oração a um nível mais profundo. 3. Aproxima-nos das pessoas.4. A obra por nos realizada pelo Espírito atinge resultados maiores. 5. Produz Avivamento.6. Matar e Descontinuar pecados antigos. Impedimentos para Jejum 1. Achar que é legalismo ou Religiosidade. 2. Pouca dedicação a Deus. Achar que é greve de Fome ou Regime. 3. Achar-se superior ou garantia de salvação. 4. Motivação errada “Macumba Gospel”. Impressão de Apetite intensificado. 5. Ansiedade. - Jejuar do nosso jeito.