SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
CONHECENDO A
  SALVAÇÃO
   Discipulado
     Lição 3
TEXTO BÍBLICO
• E em nenhum outro há salvação, porque
   também debaixo do céu nenhum outro
 nome há, dado entre os homens, pelo qual
           devamos ser salvos.
                (Atos 4.12)
Objetivos da Lição
• Reconhecer a suficiência da morte expiatória de
  Cristo para a salvação de todos quantos nele
  creem;
• Explicar que, para ser salvo, o homem precisa
  arrepender-se de seus pecados, confessá-los,
  abandoná-los e aceitar a Jesus Cristo;
• Descrever os três principais aspectos da salvação:
  justificação, regeneração e santificação;
• Relacionar os principais efeitos negativos do
  pecado.
Introdução
•   Você agora é salvo;
•   A salvação é a maior bênção;
•   A salvação é a principal experiência espiritual;
•   A salvação é o tema central da Bíblia;
•   Todo crente deve conhecê-la bem;
•   Todo crente deve falar da salvação aos não
    crentes para que também sejam salvos.
I. O que é a salvação?
• É o resultado da morte expiatória de Jesus no
  Calvário que livra o homem da condenação
  eterna, causada pelo pecado (Ef 1.7;2.1).
• A salvação é:
1.1 Um ato soberano de Deus
• A salvação é um ato da soberana vontade
  divina, isto é, foi Deus mesmo quem quis nos
  reconciliar consigo através de seu Filho (2 Co
  5.18);
• Ela é ainda a demonstração do grande amor
  de Deus em favor da humanidade, condenada
  pelo pecado (Rm 3.10, 11,23);
• Em Cristo, todos podem ser salvos, libertos do
  pecado, tornando-se filhos de Deus (Jo 1.12).
1.2 Um ato de infinita
       misericórdia de Deus
• É dada graciosamente pela fé e não pelas obras
  ou méritos;
• O próprio Criador decidiu reconciliar o homem
  consigo;
• A salvação custou um alto preço: o sangue de
  Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus;
• Para nós, é concedida de graça, pela misericórdia
  infinita de Deus;
• Nada que façamos de bom é suficiente para
  pagar a salvação (Ef 2.8).
II. A necessidade da salvação
• Todos pecaram e o salário do pecado é a
  morte (Rm 3.23);
• Portanto, todos necessitam da salvação;
• Todos precisam arrepender-se dos seus
  pecados, confessá-los a Deus e abandoná-los
  definitivamente, aceitando o dom gratuito de
  Deus.
2.1 A origem do pecado
• Em Gn 1.26, 27 lemos que Deus criou o homem à sua
  imagem e semelhança e o colocou no Jardim do Éden;
• Permitiu-lhe comer de todas as árvores, menos de
  uma.
• A consequência de tal ato (desobediência) seria a
  morte;
• O homem possuía livre-arbítrio, podia discernir o bem
  e o mal, o certo do errado;
• Deus exigiu obediência incondicional;
• Mesmo usufruindo de tantas coisas boas, o homem
  desobedeceu e, assim, perdeu a comunhão com Deus;
Continuação 2.1
• Como representante da raça humana, ele
  transmitiu a sua descendência o estigma do
  pecado e a condenação da morte;
• A desobediência de Adão afetou toda a
  criação (Gn 3.6,17-19 e Rm 8.22);
• Nele todos pecaram e por ele entrou a morte
  no mundo;
• A desobediência dele originou o pecado e
  condenou à morte toda a sua geração.
2.2 A herança do pecado
• A morte passou a todos os homens (Rm 5.12);
• O pecado foi a herança maldita deixada a todos os
  homens;
• Como escapar desta condenação? do Juízo?
• Você estava morto em delitos e pecados e nada podia
  fazer para escapar do juízo divino;
• Deus, porém, em seu Filho, nos libertou da condenação
  da morte eterna (Jo 5.24);
• Cristo anulou, por sua morte e ressurreição, os efeitos
  do pecado;
• Você agora não precisa mais temer o juízo final.
2.3 Os efeitos do pecado
O pecado afetou o homem nas esferas física, mental e
  espiritual (Rm 3.10-18). As consequencias do pecado:
• Autojustificação: vestes de folhas (Gn 3.7);
• Medo: do Criador (Gn 3.8-10);
• A maldição: sobre a terra e o trabalho (Gn 3.17,18);
• A morte: o pó volta ao pó (Gn 3.19);
• A expulsão do Éden para que não comesse da árvore da
  vida (Gn 3.22,23);
• A violência e o homicídio (Gn 4.6);
• A corrupção geral do gênero humano (Gn 6.5, 11,12);
• Enfermidades: Isaías 1.6
III. Aspectos da Salvação

     São três (simultâneos):
3.1 Justificação
• O homem, morto em seus delitos e pecados, não
  tinha como justificar-se perante Deus;
• Justificação é um termo judicial que lembra um
  tribunal, onde Deus, o Supremo Juiz, absolve o
  pecador.
• Desta forma, Deus, o ofendido, reconcilia consigo
  mesmo o homem, o ofensor.
• A justiça de Cristo, o Justo, é concedida ao ser
  humano, mediante a graça divina (Rm 5.17-19).
3.2 Regeneração
• Mudança de condição: antes, inimigo de Deus;
  agora, filho de Deus (Jo 1.12);
• Novo nascimento;
• Este novo nascimento é efetuado pelo Espírito
  Santo em seu interior mediante o
  arrependimento e a fé na graça divina (Jo 3.3-
  8);
• Cena em família: o transgressor, antes banido,
  é restaurado ao convívio familiar.
3.3 Santificação
• Depois de restaurado, o homem abandona as
  práticas pecaminosas e separa-se (santifica-se)
  para o serviço do Senhor;
• A santificação é um ato do Espírito Santo no
  interior do crente que se reflete em seus atos
  exteriores (2 Co 5.17);
• Os resultados da salvação resumem-se em:
  possuir uma fé viva em Cristo; obter a vitória
  sobre o mundo e o pecado; tornar-se membro da
  família de Deus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
IBMemorialJC
 

Mais procurados (20)

Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
 
Lição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da SalvaçãoLição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da Salvação
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
 
Corpo alma espirito
Corpo alma espiritoCorpo alma espirito
Corpo alma espirito
 

Destaque

Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
ugleybson
 
Adoração ao santíssimo gjsv
Adoração ao santíssimo   gjsvAdoração ao santíssimo   gjsv
Adoração ao santíssimo gjsv
rnmarques
 
Adoração ao Santíssimo Sacramento
Adoração ao Santíssimo SacramentoAdoração ao Santíssimo Sacramento
Adoração ao Santíssimo Sacramento
JMVSobreiro
 
PaixãO E Morte
PaixãO E  MortePaixãO E  Morte
PaixãO E Morte
jcsa.media
 

Destaque (20)

Assembleia De Deus
Assembleia De DeusAssembleia De Deus
Assembleia De Deus
 
A Doutrina da Salvação
A Doutrina da SalvaçãoA Doutrina da Salvação
A Doutrina da Salvação
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisAula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
 
Adoração ao santíssimo gjsv
Adoração ao santíssimo   gjsvAdoração ao santíssimo   gjsv
Adoração ao santíssimo gjsv
 
Verdadeiro Amor
Verdadeiro AmorVerdadeiro Amor
Verdadeiro Amor
 
Adoração ao Santíssimo Sacramento
Adoração ao Santíssimo SacramentoAdoração ao Santíssimo Sacramento
Adoração ao Santíssimo Sacramento
 
PaixãO E Morte
PaixãO E  MortePaixãO E  Morte
PaixãO E Morte
 
Namoro
NamoroNamoro
Namoro
 
Apresentação Grupo Jovem
Apresentação Grupo JovemApresentação Grupo Jovem
Apresentação Grupo Jovem
 
PowerPoint Sono
PowerPoint SonoPowerPoint Sono
PowerPoint Sono
 
Perfil da Juventude Brasileira
Perfil da Juventude BrasileiraPerfil da Juventude Brasileira
Perfil da Juventude Brasileira
 
Grupo de jovens
Grupo de jovensGrupo de jovens
Grupo de jovens
 
Adoração terapia
Adoração terapiaAdoração terapia
Adoração terapia
 
A IMPORTÂNCIA DE VIVER EM GRUPO - TEMA PARA JOVENS
A IMPORTÂNCIA DE VIVER EM GRUPO - TEMA PARA JOVENSA IMPORTÂNCIA DE VIVER EM GRUPO - TEMA PARA JOVENS
A IMPORTÂNCIA DE VIVER EM GRUPO - TEMA PARA JOVENS
 

Semelhante a Conhecendo a salvação

HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdfHAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
Tiago Silva
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
SEDUC-PA
 
Salvação e arrependimento
Salvação e arrependimentoSalvação e arrependimento
Salvação e arrependimento
Joselito Machado
 
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdfSLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
MessiasBarbosa10
 
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptxsoteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
bpclaudio11
 

Semelhante a Conhecendo a salvação (20)

A doutrina da salvação
A doutrina da salvaçãoA doutrina da salvação
A doutrina da salvação
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
 
HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdfHAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
HAMARTIOLOGIA_ DOUTRINA DO PECADO (6).pdf
 
A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação
 
A obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula finalA obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula final
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvaçãoLBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
 
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvaçãoLBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvação
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 08 - Salvação.pdf
 
Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.
 
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃOlição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
 
Salvação e arrependimento
Salvação e arrependimentoSalvação e arrependimento
Salvação e arrependimento
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdfSLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
SLIDES - Panorama do Estudo da Doutrina da Salvação - Soteriologia.pdf
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptxsoteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
 
BATISMO-APOSTILA-COMPLETA.docx
BATISMO-APOSTILA-COMPLETA.docxBATISMO-APOSTILA-COMPLETA.docx
BATISMO-APOSTILA-COMPLETA.docx
 
Lição 13 a manifestação da graça da salvação 3º trimestre de 2015
Lição 13    a manifestação da graça da salvação 3º trimestre de 2015Lição 13    a manifestação da graça da salvação 3º trimestre de 2015
Lição 13 a manifestação da graça da salvação 3º trimestre de 2015
 
Sobre a necessidade da salvação
Sobre a necessidade da salvaçãoSobre a necessidade da salvação
Sobre a necessidade da salvação
 
Sobre a necessidade da salvação
Sobre a necessidade da salvaçãoSobre a necessidade da salvação
Sobre a necessidade da salvação
 

Mais de Josue Lima

Rodízio nº 43 21 a 27 de outubro de 2012
Rodízio nº 43   21 a 27 de outubro de 2012Rodízio nº 43   21 a 27 de outubro de 2012
Rodízio nº 43 21 a 27 de outubro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 39 23 a 29 de setembro de 2012
Rodízio nº 39   23 a 29 de setembro de 2012Rodízio nº 39   23 a 29 de setembro de 2012
Rodízio nº 39 23 a 29 de setembro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 38 16 a 22 de setembro de 2012
Rodízio nº 38   16 a 22 de setembro de 2012Rodízio nº 38   16 a 22 de setembro de 2012
Rodízio nº 38 16 a 22 de setembro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 37 09 a 15 de setembro de 2012
Rodízio nº 37   09 a 15 de setembro de 2012Rodízio nº 37   09 a 15 de setembro de 2012
Rodízio nº 37 09 a 15 de setembro de 2012
Josue Lima
 
Rodizio nº 36 02 a 08 de setembro de 2012
Rodizio nº 36   02 a 08 de setembro de 2012Rodizio nº 36   02 a 08 de setembro de 2012
Rodizio nº 36 02 a 08 de setembro de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 35 26.08 a 01.09.2012
Rodízio nº 35   26.08 a 01.09.2012Rodízio nº 35   26.08 a 01.09.2012
Rodízio nº 35 26.08 a 01.09.2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 33 12 a 18 de agosto de 2012
Rodízio nº 33   12 a 18 de agosto de 2012Rodízio nº 33   12 a 18 de agosto de 2012
Rodízio nº 33 12 a 18 de agosto de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 34 19 a 25 de agosto de 2012
Rodízio nº 34   19 a 25 de agosto de 2012Rodízio nº 34   19 a 25 de agosto de 2012
Rodízio nº 34 19 a 25 de agosto de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 31 29.07 a 04.08.2012
Rodízio nº 31   29.07 a 04.08.2012Rodízio nº 31   29.07 a 04.08.2012
Rodízio nº 31 29.07 a 04.08.2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 30 22 a 28 de julho de 2012
Rodízio nº 30   22 a 28 de julho de 2012Rodízio nº 30   22 a 28 de julho de 2012
Rodízio nº 30 22 a 28 de julho de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 32 05 a 11 de agosto de 2012
Rodízio nº 32   05 a 11 de agosto de 2012Rodízio nº 32   05 a 11 de agosto de 2012
Rodízio nº 32 05 a 11 de agosto de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 29 15 a 29 de julho de 2012
Rodízio nº 29   15 a 29 de julho de 2012Rodízio nº 29   15 a 29 de julho de 2012
Rodízio nº 29 15 a 29 de julho de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Josue Lima
 
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Josue Lima
 

Mais de Josue Lima (20)

Rodízio nº 43 21 a 27 de outubro de 2012
Rodízio nº 43   21 a 27 de outubro de 2012Rodízio nº 43   21 a 27 de outubro de 2012
Rodízio nº 43 21 a 27 de outubro de 2012
 
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
 
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
 
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012Rodízio nº 41   07 a 13 de outubro de 2012
Rodízio nº 41 07 a 13 de outubro de 2012
 
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012Rodízio nº 40   de 30.09 a 06.10.2012
Rodízio nº 40 de 30.09 a 06.10.2012
 
Rodízio nº 39 23 a 29 de setembro de 2012
Rodízio nº 39   23 a 29 de setembro de 2012Rodízio nº 39   23 a 29 de setembro de 2012
Rodízio nº 39 23 a 29 de setembro de 2012
 
Rodízio nº 38 16 a 22 de setembro de 2012
Rodízio nº 38   16 a 22 de setembro de 2012Rodízio nº 38   16 a 22 de setembro de 2012
Rodízio nº 38 16 a 22 de setembro de 2012
 
Rodízio nº 37 09 a 15 de setembro de 2012
Rodízio nº 37   09 a 15 de setembro de 2012Rodízio nº 37   09 a 15 de setembro de 2012
Rodízio nº 37 09 a 15 de setembro de 2012
 
Rodizio nº 36 02 a 08 de setembro de 2012
Rodizio nº 36   02 a 08 de setembro de 2012Rodizio nº 36   02 a 08 de setembro de 2012
Rodizio nº 36 02 a 08 de setembro de 2012
 
Rodízio nº 35 26.08 a 01.09.2012
Rodízio nº 35   26.08 a 01.09.2012Rodízio nº 35   26.08 a 01.09.2012
Rodízio nº 35 26.08 a 01.09.2012
 
Rodízio nº 33 12 a 18 de agosto de 2012
Rodízio nº 33   12 a 18 de agosto de 2012Rodízio nº 33   12 a 18 de agosto de 2012
Rodízio nº 33 12 a 18 de agosto de 2012
 
Rodízio nº 34 19 a 25 de agosto de 2012
Rodízio nº 34   19 a 25 de agosto de 2012Rodízio nº 34   19 a 25 de agosto de 2012
Rodízio nº 34 19 a 25 de agosto de 2012
 
Rodízio nº 31 29.07 a 04.08.2012
Rodízio nº 31   29.07 a 04.08.2012Rodízio nº 31   29.07 a 04.08.2012
Rodízio nº 31 29.07 a 04.08.2012
 
Rodízio nº 30 22 a 28 de julho de 2012
Rodízio nº 30   22 a 28 de julho de 2012Rodízio nº 30   22 a 28 de julho de 2012
Rodízio nº 30 22 a 28 de julho de 2012
 
Rodízio nº 32 05 a 11 de agosto de 2012
Rodízio nº 32   05 a 11 de agosto de 2012Rodízio nº 32   05 a 11 de agosto de 2012
Rodízio nº 32 05 a 11 de agosto de 2012
 
Rodízio nº 29 15 a 29 de julho de 2012
Rodízio nº 29   15 a 29 de julho de 2012Rodízio nº 29   15 a 29 de julho de 2012
Rodízio nº 29 15 a 29 de julho de 2012
 
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
 
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012Rodízio nº 27   1 a 7 de julho de 2012
Rodízio nº 27 1 a 7 de julho de 2012
 
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
 
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012Rodízio nº 26   24 a 30 de junho de 2012
Rodízio nº 26 24 a 30 de junho de 2012
 

Último

O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
thandreola
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (15)

O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 

Conhecendo a salvação

  • 1. CONHECENDO A SALVAÇÃO Discipulado Lição 3
  • 2. TEXTO BÍBLICO • E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. (Atos 4.12)
  • 3. Objetivos da Lição • Reconhecer a suficiência da morte expiatória de Cristo para a salvação de todos quantos nele creem; • Explicar que, para ser salvo, o homem precisa arrepender-se de seus pecados, confessá-los, abandoná-los e aceitar a Jesus Cristo; • Descrever os três principais aspectos da salvação: justificação, regeneração e santificação; • Relacionar os principais efeitos negativos do pecado.
  • 4. Introdução • Você agora é salvo; • A salvação é a maior bênção; • A salvação é a principal experiência espiritual; • A salvação é o tema central da Bíblia; • Todo crente deve conhecê-la bem; • Todo crente deve falar da salvação aos não crentes para que também sejam salvos.
  • 5. I. O que é a salvação? • É o resultado da morte expiatória de Jesus no Calvário que livra o homem da condenação eterna, causada pelo pecado (Ef 1.7;2.1). • A salvação é:
  • 6. 1.1 Um ato soberano de Deus • A salvação é um ato da soberana vontade divina, isto é, foi Deus mesmo quem quis nos reconciliar consigo através de seu Filho (2 Co 5.18); • Ela é ainda a demonstração do grande amor de Deus em favor da humanidade, condenada pelo pecado (Rm 3.10, 11,23); • Em Cristo, todos podem ser salvos, libertos do pecado, tornando-se filhos de Deus (Jo 1.12).
  • 7. 1.2 Um ato de infinita misericórdia de Deus • É dada graciosamente pela fé e não pelas obras ou méritos; • O próprio Criador decidiu reconciliar o homem consigo; • A salvação custou um alto preço: o sangue de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus; • Para nós, é concedida de graça, pela misericórdia infinita de Deus; • Nada que façamos de bom é suficiente para pagar a salvação (Ef 2.8).
  • 8. II. A necessidade da salvação • Todos pecaram e o salário do pecado é a morte (Rm 3.23); • Portanto, todos necessitam da salvação; • Todos precisam arrepender-se dos seus pecados, confessá-los a Deus e abandoná-los definitivamente, aceitando o dom gratuito de Deus.
  • 9. 2.1 A origem do pecado • Em Gn 1.26, 27 lemos que Deus criou o homem à sua imagem e semelhança e o colocou no Jardim do Éden; • Permitiu-lhe comer de todas as árvores, menos de uma. • A consequência de tal ato (desobediência) seria a morte; • O homem possuía livre-arbítrio, podia discernir o bem e o mal, o certo do errado; • Deus exigiu obediência incondicional; • Mesmo usufruindo de tantas coisas boas, o homem desobedeceu e, assim, perdeu a comunhão com Deus;
  • 10. Continuação 2.1 • Como representante da raça humana, ele transmitiu a sua descendência o estigma do pecado e a condenação da morte; • A desobediência de Adão afetou toda a criação (Gn 3.6,17-19 e Rm 8.22); • Nele todos pecaram e por ele entrou a morte no mundo; • A desobediência dele originou o pecado e condenou à morte toda a sua geração.
  • 11. 2.2 A herança do pecado • A morte passou a todos os homens (Rm 5.12); • O pecado foi a herança maldita deixada a todos os homens; • Como escapar desta condenação? do Juízo? • Você estava morto em delitos e pecados e nada podia fazer para escapar do juízo divino; • Deus, porém, em seu Filho, nos libertou da condenação da morte eterna (Jo 5.24); • Cristo anulou, por sua morte e ressurreição, os efeitos do pecado; • Você agora não precisa mais temer o juízo final.
  • 12. 2.3 Os efeitos do pecado O pecado afetou o homem nas esferas física, mental e espiritual (Rm 3.10-18). As consequencias do pecado: • Autojustificação: vestes de folhas (Gn 3.7); • Medo: do Criador (Gn 3.8-10); • A maldição: sobre a terra e o trabalho (Gn 3.17,18); • A morte: o pó volta ao pó (Gn 3.19); • A expulsão do Éden para que não comesse da árvore da vida (Gn 3.22,23); • A violência e o homicídio (Gn 4.6); • A corrupção geral do gênero humano (Gn 6.5, 11,12); • Enfermidades: Isaías 1.6
  • 13. III. Aspectos da Salvação São três (simultâneos):
  • 14. 3.1 Justificação • O homem, morto em seus delitos e pecados, não tinha como justificar-se perante Deus; • Justificação é um termo judicial que lembra um tribunal, onde Deus, o Supremo Juiz, absolve o pecador. • Desta forma, Deus, o ofendido, reconcilia consigo mesmo o homem, o ofensor. • A justiça de Cristo, o Justo, é concedida ao ser humano, mediante a graça divina (Rm 5.17-19).
  • 15. 3.2 Regeneração • Mudança de condição: antes, inimigo de Deus; agora, filho de Deus (Jo 1.12); • Novo nascimento; • Este novo nascimento é efetuado pelo Espírito Santo em seu interior mediante o arrependimento e a fé na graça divina (Jo 3.3- 8); • Cena em família: o transgressor, antes banido, é restaurado ao convívio familiar.
  • 16. 3.3 Santificação • Depois de restaurado, o homem abandona as práticas pecaminosas e separa-se (santifica-se) para o serviço do Senhor; • A santificação é um ato do Espírito Santo no interior do crente que se reflete em seus atos exteriores (2 Co 5.17); • Os resultados da salvação resumem-se em: possuir uma fé viva em Cristo; obter a vitória sobre o mundo e o pecado; tornar-se membro da família de Deus.