SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
PNEUMATOLOGIAPNEUMATOLOGIA
 PneumatologiaPneumatologia ( Pneuma+logia)( Pneuma+logia)
PneumaPneuma= Ar,Sopro; Fôlego + Logia= Estudo.
ParacletologiaParacletologia =Para(“ao lado”; “lado a lado”).
Caleo(=Chamar ou Convocar).
1- A Natureza do Espírito Santo:A Natureza do Espírito Santo:
1.1-Personalidade(1.1-Personalidade( A Pessoa do Espírito Santo).
É um ser pessoal,a 3ª. Pessoa da Trindade (João14:16-17.Mt.3:13-17)
Pois em uma Personalidade encontramos:
1.2-Intelecto: ( I Cor.2:10-13;I Cor.12:8;Rm.8:27);
Ensina(João 14:26,2:27); Testifica(João 15:26); Fala( At.13:2;21:11)
Revela(Lc.2:26;II Pe.1:21); Intercede(Rm.8:26).
1.3Sensibilidade:Rm.15:30(Amor do Epirito);Ef.4:30(Se
entristece),Is.63:10(Contristá-lo). tem ciúme(Tg.4:5).
1.4-Volição:( Desejo): ( distribui dons) I Cor.12:11 ;
At.16:6-11=Impedidos pelo Esp.Santo de ir a Ásia.
11
 1.5-1.5- Uso de Pronomes PessoaisUso de Pronomes Pessoais:
 Pronome( Palavras que substituem o nome).
 Eu(At.10:19-20);Ele ( João 16:8);Outro(João 14:16).
1.6- Tem Ações Pessoais:
Ele expressa ações pessoais,como pessoa viva e atuante:
Ordena(At.16:6-7); Ensina((João 14:26);Consola(At.9:31;João 14:26)
Revela( II Pe.1:21); Convence(João 16:8);Fala(Ap.2:7).
Impede Ações (At.16:6-7); Envia( At.13:4).
2.Exerce Cargos Pessoais2.Exerce Cargos Pessoais:
2.1-Mestre(Ensinará-João 14:26);2.2-Administra(At.16:6-7;At.13:2-4)
2.3-Consola(João 14:16); Outro=part.grega “haelos”(mesmo tipo), e
não “heteros”(Outro diferente).
2
 3-É Sensível as Ações do ser Humano:
 O Homem Pode: para Ele: Mentir( At.5:3); resistir a Ele(At.7:51);
 Blasfemar contra Ele(Mt.12:31-320; Entristecê-lo(Ef.4:30);
 4- A divindade do Espírito Santo:A divindade do Espírito Santo:
 4-1-Divino: (Atributos)
 Eternidade-(Hb.9:14); Onipresença-(Sl.139:7-10);
Onipotência(Lc.1:35;Rm.15:12-19)
 Onisciência(lCor.2:10), Imutabilidade.
 4.2-4.2-Relacionamento com a TrindadeRelacionamento com a Trindade:
 A verdade da Trindade pode ser vista em:
 Batismo de Jesus(Mt.3:16-17); Comissão Apostólica(Mt.28:19);
 Benção Apostólica(II Cor.13:13);Administração da igreja(Ef.4:4);
 Decisões divinas (Gn.1:26; 3:22;6:3;111:7).
3
PAIPAI
NÃO ÉNÃO É
FILHOFILHO
ESPÍRITOESPÍRITO
SANTOSANTO
ÉÉ ÉÉ
ÉÉ
NÃO
É
NÃO
É
NÃO
É
NÃO
É
 5-Atributos Divinos do Espírito Santo:
 Onipresente; Onisciente;Onipotente;Verdade,soberania; retidão,
Justiça; Santidade;Retidão;Bondade;Verdade.
 6-6-Trabalhos divinos do Espírito SantoTrabalhos divinos do Espírito Santo::
 Na CriaçãoNa Criação(Gn.1:2;Sl.104:30; Jó 33:4);(Gn.1:2;Sl.104:30; Jó 33:4);
 TransmissãoTransmissão da Vidada Vida( Gn.2:7; João 3:3; Rm.8:11;I Pe. 3:18).( Gn.2:7; João 3:3; Rm.8:11;I Pe. 3:18).
 ConvencimentoConvencimento( João16:8-11);( João16:8-11);Mensagem ProféticaMensagem Profética(II Pe.1:21);(II Pe.1:21);
 Ressurreição de JesusRessurreição de Jesus(II Cor.4:13-14);(II Cor.4:13-14); Dist.de DonsDist.de Dons(I Cor.12:7-11);(I Cor.12:7-11);
 Expulsão de DemôniosExpulsão de Demônios (Mt.12:22);(Mt.12:22); Administra a IgrejaAdministra a Igreja(Ef.4:22).(Ef.4:22).
 7-7- Nomes do Espírito Santo::
 O Consolador (João 14 a 17); Greg.=Parácleto-Ficar ao lado,também
=Advocatus.
 O Espírito de Deus ( Gn.1:2, Mt.3:16; I Cor.3:16).
 O Espírito de Cristo (João 14:26) Porque é enviado por Jesus
Cristo,p/ Glorificar a Cristo ( João 16:14).;O Espírito de Adoção
 (Rm.8:15); O Espírito de Vida ( Rm.8:2).

44
8- Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo:
8.1- FogoFogo:
Que Queima(Hb.12:29; Is.4:4);Fogo que Prova(I Cor.3:13-15);
Que Amolece( At.2:37); Que Ilumina( Ex.13:21; Gl.5:18).
8.2- VentoVento: a analogia é que o Espírito não vemos, e o Vento
também,mas o sentimos.(João 3:8).
No N.T. é “Pneuma”, e no A.T. é “Ruach”.
8.3-ÁguaÁgua:(Joaõ 7:37);Rio(Ez.47:1-2) ;Chuva(Is.55:10).
A Água é abundante nunca falta; refresca e dessedenta; indispensável a
Vida.
8.4-Óleo/Azeite/Unção:Óleo/Azeite/Unção:
Simbolismo: N a Orelha( Lv.14:17)=Habilitação p/ ouvir a voz de
Deus;p/ andar no caminho do Senhor.
OBS: Finalidade da Unção do Espírito: Consagração do sacerdote p/
ministrar as coisas sagradas( Lv.18:10-12;Rm.5:16;I Pe.2:9).
P/ Servir Eficientemente( At.10:38).
5
 Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo:Cont.
 8.5- Selo:(8.5- Selo:( Ef.1:13;II Tm.2:19).
 Significa o senhorio sobre algo.(Rm.8:9)=O crente é a propriedade de
Deus e habitação do Espírito Santo.
 Significava legitimidade e Autoridade:Os documentos eram
reconhecidos e válidos mediante o sêlo da União , do Estado.
 Significa também: Segurança e Preservação( Ef.1:14)= lacrado da
influência do meio ambiente.
 8.6- Uma PombaUma Pomba:
 Símbolo de pureza e inocência.
 Veio sobe Jesus no seu batismo
66
 Cap. II-O Espírito Santo no Velho TestamentoII-O Espírito Santo no Velho Testamento:
 87x é o Espírito Santo mencionado no V.T.
 23 dos 37 livros do V.T. fazem referência ao Espírito Santo.
2.1- O Espírito Santo no Antigo Testamento.(A.T.)
 2.1.2- O Espírito Criativo(dor).
 2.1.3- O Espírito Dinâmico: Obreiro;Oradores e profetas.
 2.1.4- O Espírito Regenerador.
2.1-Gn.1:2= Participou da criação do Universo, junto com os outros
componentes da trindade.
2.2- Na Produção de Líderes: (Dinâmico).
JoséJosé –Capacitando-p/ Administrar(Gn.41:38-40).
BezalelBezalel- Capacitando-o para execução e obras criativas(Ex.31:1-6).
Moisés- Capacitando-o p/ Liderar(Nm.11:16-25).
77
 Josué-Josué- Capacitando-o para conquistar(Nm.27:18;Dt.34:9.Jos.12:24b).
 SansãoSansão- Capacitando-o pra Libertar( Jz.13:25).
 Sobre os Juízes-(Jz.6:34; 11:29..).
 Davi- Capacitando-o para exercer o reinado;onde Davi,ora p/ que o
Senhor não retire dele o Seu Espírito. ( Sl.51:11)
 Sobre os ProfetasSobre os Profetas:
 A Ação do espírito Santo atingiu o ponto máximo,
no ministério dos profetas.
 Fizeram maravilhas pelo seu Poder:
 Elizeu; Elias;
 Falaram e Pregaram a Mensagem de Deus.
 ( I Pe.1:11;II Pe.1:21).
88
 A Ação do Espírito Santo é mais vasta no N.T. do que mesmo no
V.T., principalmente quando observamos essa ação na vida de Jesus
Cristo, e posteriormente na vida dos apóstolos.
 2.1- O Nascimento Virginal de Jesus Cristo(Lc.1:26-45;Mt.1:20;
 2.2- A Apresentação de Jesus no templo,a Simeão e Ana(Lc.2:30).
 2.3-O Batismo de Jesus Cristo(Mt.1:11-17).
 2.4-O Ministério Público de Jesus Cristo(Fp.2:7).
 2.5-A Ação sobre a natureza(Mc.4:39).
 2.6- A Cura dos enfermos( Mt.11:5;8:1-4).
 2.7- A Ação sobre os demônios(Lc.11:20;Mt.12:28).
 2.8- Sobre a morte( Lc.7:14-17;João 11:43).
 2.9- Na Crucificação e Ressurreição(Hb.9:14).
 OBS: Tudo isso através do ministério do Esp.Santo;o qual confiou;
 Jesus Tornou-se dependente de Deus,operando através do Espírito
99
 Cap.IV- O Espírito Santo na Igreja PrimitivaO Espírito Santo na Igreja Primitiva.
4.1- No Derramamento do Próprio Espírito Santo.:
O derramamento do Espírito Santo, no dia de Pentecostes,confirmou a
chegada de Cristo à destra de Deus,Pai. E a sua ascensão aos céus,o
Senhor, exerceu a prerrogativa messiânica que lhe foi outorgada;
enviar o espírito Santo sobre os outros.( At.2:33).
4.1.1-O Cumprimento da Promessa:
O Cumprimento da promessa de Cristo em dar o consolador( At. 1:8).
4.1.2-O Nascimento da Igreja:
Essa espera no cenáculo deu inicio ao nascimento da Igreja. Com
evento sobrenatural,mediante o poder do Espírito Santo.(At.2:1-4).
era festa das primícias,o pentecostes,7 semanas depois da páscoa,onde
Aconteceu uma nova dispensação do Espírito,este tempo é o da
dispensação do Espírito,entre a ascensão de Jesus Cristo e a sua 2ª
Vinda(parousia). Continuará pois o ministério do Espírito até que
Jesus retorne para buscar a sua noiva.
1010
 4.2- Provisão do Poder Divino para a Igreja:
 O Espírito Santo, é o executor da Grande ComissãoGrande Comissão e o
AdministradorAdministrador do Empreendimento missionário. Acontecendo os
milagres,conversões, acontecendo assim, tão rápido a divulgação do
evangelho, e perdurando e continuando até os dias atuais.
Desempenhando o seu papel como o “Produtor da história da Igreja”.
 4.3- A Morada Permanente do Espírito Santo:
 No dia de Pentecostes o Espírito Santo, foi enviado para habitar na
Igreja como o Seu templo, e sua presença localizar-se no corpo
coletivo e nos cristãos individualmente. É Ele o representante de
Cristo, e está em sue encargo a administração da Igreja até a volta de
Jesus Cristo.
 Esse direito era reconhecido por todos na igreja, onde havia
obediência e a sensibilidade de perceber a atuação do Espírito Santo,
na sua igreja. Movimento este comeado no Pentecostes e continua até
◦ os dias atuais. Continuando a sua ação atual em vários
aspectos:
11
 4.3.1-4.3.1- No Trabalho Geral da IgrejaNo Trabalho Geral da Igreja::
 Capacitando a Igreja p/ ganhar almas p/ Cristo ,e cuidar do rebanhoCapacitando a Igreja p/ ganhar almas p/ Cristo ,e cuidar do rebanho
através da pregação(através da pregação( I Pe.1:12;II Pe.1:12;I Tss.1:6;I Cor.2:4-5).Tss.1:6;I Cor.2:4-5).
 Capacitando na Oração(Capacitando na Oração( João 16:23João 16:23; Ef.6:18; Jd.20);; Ef.6:18; Jd.20);
 Auxiliando nos CânticosAuxiliando nos Cânticos(Ef.5:18-19)(Ef.5:18-19) e no Testemunhoe no Testemunho
Cristão(Cristão( At.8:4-5;35; 9:20At.8:4-5;35; 9:20).).
 4.3.2.4.3.2.-- Na Administração e Organização da IgrejaNa Administração e Organização da Igreja::
 Esta é a prerrogativa e o ministério do Espírito Santo,através de
homens escolhidos para cargos e ofícios nela. (At.6:3;15:28 e 20:28).
 4.3.3-4.3.3- Na Liderança Administrativa:Na Liderança Administrativa:
 Providenciou liderança administrativa e operou milagres por ação
direta.
 Ex: Felipe à Gaza; Direção a Ananias p/ orar por Saulo (At.9:10;15)
 Na Escolha de Missionários na Igreja de Antioquia( At.13:1-4).
12
 4.3.4- Na Chamada e Ordenação de ObreirosNa Chamada e Ordenação de Obreiros::
 Paulo tinha essa convicçãoPaulo tinha essa convicção( Rm.15:18-19):( Rm.15:18-19):
 BarnabéBarnabé foi também separado p/ uma missãofoi também separado p/ uma missão ( At.13:2-4).( At.13:2-4).
 4.3.5-4.3.5- Na Solução de Problemas e Discórdias:Na Solução de Problemas e Discórdias:
 O Problema da murmuração dos helenistas sobre os hebreus( At.6).
Estabeleceu assim o diaconato.
 Capacitando com sabedoria para solucionarem as diferenças entre
judeus crentes e os gentios novos convertidos( At.15:28); evitando a
fragmentação da Igreja e cumprindo os propósitos de Deus.
 Na Orientação da Obra Missionária( Ordenados e aprovados)
( At.8:29; 10:19:44; 13:2-4).
13
 Cap.V- O Espírito Santo no FuturoCap.V- O Espírito Santo no Futuro:
 5.- Preparar uma esposa(a Igreja) para Cristo, durante a dispensação
atual( At.15:14;I Cor.3:16).
 5.-Quando a esposa estiver preparada e houver “entrado a plenitude
dos gentios”( Rm.11:25); terá lugar o arrebatamento da Igreja;onde o
espírito Santo dará Sua administração ao Filho. O atual administrador
da Igreja, e quando esta o ignora ou o negligencia,deixando-o à parte,
esta sofre no objetivo de sua missão em salvar almas e conhecimento
espiritual dos seus membros.
 Porém teremos um período todo especial, quando da ascensão da
igreja; Onde o Espírito Santo irá operar de formas diferentes:
 5.1- Na TribulaçãoNa Tribulação:
 ( II Ts.2:7)- Nos mostra que quando a igreja for transladada, o
Espírito Santo, irá interromper o seu atual ministério,onde os que
ficarem e se arrependerem irão gozar de um status semelhante ao do
V.T.
( Rm.4:3). (Creu Abraão em Deus,e isto lhe foi imputado como
1414
 Na TribulaçãoNa Tribulação: Cont.
 O Espírito Santo também capacitará e sustentará os judeus e
gentios restantes, e deste modo lançará o fundamento para conversão
da nação judaica e a perseverança dos crentes, até ao ponto do
martírio.
 Obs: Mesmo q/ o Espírito Santo,não lhes faça regeneração; Ele
providenciará o ímpeto espiritual necessário para capacitá-los a crer
em Deus.(Ap.6:9-11; Ap.7:9).
 5.2- Na Revelação de CristoNa Revelação de Cristo:
 O Hábil governo de Jesus Cristo, será exercido , no e pelo Espírito
Santo.( Is.11:1-2).
A Parousia (retorno), a vitória no Armagedom, será uma
consequência do trabalho do Espírito Santo; onde os judeus
retornarão a Ele, pela efusão do Espírito Santo sobre
eles (Is.44:3);
(Ez.37:14);(Zc.12:10). 15
 Cap.5.ContCap.5.Cont.:
 5.3- No MilênioNo Milênio:
 Será um tempo da plenitude da ação do Espírito Santo aqui na terra,
onde haverá um derramamento como nunca houve ( Is.32:15).
Sendo um tempo de “ justiça, paz, repouso e segurança”(Is.32:16-17).
Podendo ser uma previsão do milênio (Ap.20:4).
Deus trará uma renovação( Is.44:3).
Deste modo, com o derramamento e a renovação completa; esta gloriosa
pessoa da Trindade irá por fim, tomar, certamente Seu lugar correto
em relação a toda a humanidade. Ele estará presente na terra para
presenciar o fruto de Seu afável trabalho, através de todos os séculos
da existência humana.
16
 Cap. 6- O Espírito Santo e o Pecador:O Espírito Santo e o Pecador:
 No Pecador o espírito Santo atua no convencimento do pecado
e na regeneração .
6.1-ConvencimentoConvencimento:
O Homem por si não dará o primeiro em direção à Deus. Por isso O
Espírito Santo tem a finalidade de fazer com que o pecador, sinta a
necessidade do Salvador (João 16:8-11).
Dando-se isto em três áreas:
Convencimento: do Pecado; da Justiça e do Juízo.
6.2- RegeneraçãoRegeneração:
Depois do convencimento se faz necessário a regeneração;
ocorrendo uma completa recriação ; não desenvolvendo uma melhor
natureza, mas uma nova natureza - (I Cor.15:45; João 3:5;Rm.8:9;
II Cor.5:17; Gl. 6:15).
17
 Cap.VII- “Cap.VII- “ O Espírito Santo e o CrenteO Espírito Santo e o Crente ”:”:
 7.1- Habita NeleHabita Nele:
 É tão básica que a bíblia descreve como seno templo do Espírito
Santo( I Cor.3:16;6:19). Trazendo a confirmação da filiação
(Gl.4:6).
 Jesus Cristo, prometeu que o relacionamento deles com o Espírito
Santo, mudaria após o calvário( João 14:17); e que ficaria para
sempre neles (João 14:16).
 A Principal função da habitação do Espírito Santo em nós;é exaltar e
glorificar a Cristo (João 16:14). E O Espírito Santo, irá falar de
Cristo a quem Ele glorifica e não de si mesmo.
 Esta é uma nova habitação. Nunca anteriormente ocorrido de maneira
geral, mantendo ao mesmo tempo um relacionamento pessoal com o
indivíduo.
 Quando dar-se esta habitação?. Inicia-se no momento da Conversão
( João 3:24).; precedendo assim qualquer outro tipo de
relacionamento.( Rm.8:9;II Tm.1:14; e
18
 7.2- Certificando a Filiação DivinaCertificando a Filiação Divina:
 Em( Rm.8:16)Rm.8:16); Paulo declara a confirmação de filiação divina.
 Uma boa parte da obra do ministério do Espírito Santo, é nos fazer
compreender que somos “filho de Deus” e “Co-herdeiros de Cristo”.
 Essa obra em nós, nos dá uma confiança , que facilita a nossa entrada
com “ousadia” no trono da graça ( Hb.10:19-23).
 7.3- Tem Ação na nossa Comunhão com Deus:Tem Ação na nossa Comunhão com Deus:
 ( Fp.2:1), vem nos falar desta comunhão com Jesus Cristo,através do
Espírito Santo; Assim como em ( II Cor.13:13). Onde o Espírito
Santo , e o crente regenerado compartilham coisas em comum.,
oferecendo assim, o Espírito, uma amizade e comunhão com o povo
de Deus.
 7.4-7.4- Assistindo no Louvor e na AdoraçãoAssistindo no Louvor e na Adoração::
 O Cristão do N.T., tem o privilégio de gozar do Ministério do EspíritoO Cristão do N.T., tem o privilégio de gozar do Ministério do Espírito
Santo, que lhe dá direção e provisão no processo do Louvor.(Ef.5:18-Santo, que lhe dá direção e provisão no processo do Louvor.(Ef.5:18-
19). Encher-nos do Espírito de Deus. E na Oração(Ef.6:18);19). Encher-nos do Espírito de Deus. E na Oração(Ef.6:18);
 e nos ajuda na oração(Rm.8:26-27).
19
 7.5-7.5- Instruindo e LembrandoInstruindo e Lembrando::
 (( João 14:26João 14:26); O Espírito Santo, ensina através da impressão direta,ou); O Espírito Santo, ensina através da impressão direta,ou
seja, através das Escrituras, e do recurso humano.em I João 2:27, oseja, através das Escrituras, e do recurso humano.em I João 2:27, o
Espírito nos ensina, e nos revela(Espírito nos ensina, e nos revela( I Cor.2:9-10I Cor.2:9-10).).
 7.6-7.6- Guiando:Guiando:
 Opera dirigindo o crente na tomada de decisões e solucionando
problemas.( Sl.32:8); devendo deixar de lado a auto-suficiência e a
sabedoria natural, necessitando da maturidade cristã. Esta direção
não deve ser confundida com os desejos e opiniões humanas. Paulo
foi preso, pela vontade divina.
 7.7-7.7- ConfortandoConfortando::
 Foi este ministério que foi dito por Jesus, que o Espírito Santo,faria.
O nosso parácleto, o nosso advogado, onde fala a favor daquele o qual
Ele ajuda .
20
 7.8- Santificando:Santificando:
 Quando ocorre a regeneração, o Espírito Santo efetua uma mudançaQuando ocorre a regeneração, o Espírito Santo efetua uma mudança
radical, dando-lhe uma mudança radical de vida. O Objetivo, é queradical, dando-lhe uma mudança radical de vida. O Objetivo, é que
uma vida cheia do Espírito, viva também no Espírito.uma vida cheia do Espírito, viva também no Espírito. ( Cl.3:9( Cl.3:9).).
 As seduções do pecado precisam ser vencidas e as tendências e osAs seduções do pecado precisam ser vencidas e as tendências e os
hábitos devem ser vencidos.hábitos devem ser vencidos.
 Muitos acham que seja afastando-se do mal, onde se for assim,Muitos acham que seja afastando-se do mal, onde se for assim,
provocaria um vácuo,devendo mesmo é consagrar-se a Deus.provocaria um vácuo,devendo mesmo é consagrar-se a Deus.
 Opera também, proporcionando poder para vencermos a carne; ondeOpera também, proporcionando poder para vencermos a carne; onde
a carne produz as obras da carne, e o Espírito produz os frutos doa carne produz as obras da carne, e o Espírito produz os frutos do
EspíritoEspírito( Gl.5:22-23( Gl.5:22-23).).
 7.9-7.9-Batizando e Curando:Batizando e Curando:
 Através do poder do Espírito Santo, Ele nos reveste com a suaAtravés do poder do Espírito Santo, Ele nos reveste com a sua
plenitude , assim como, nos curando através de sua ação.plenitude , assim como, nos curando através de sua ação.
2121
 Cap.8- Pecados Contra o Espírito SantoPecados Contra o Espírito Santo:
 Na Bíblia encontramos (05), cinco admoestações concernentes a
nossa relação para com o Espírito Santo. Destas,2(Duas)( Resistência
e Blasfêmia), referem-se a atitudes de pecadores. As outras (03) Três
 ( Mentir,entristecer e apagar). Refere-se a ações de crentes.
 Por Parte do DescrentePor Parte do Descrente:
 ( At.7:37-60; Ex.32:9; Dt.9:6; II Cr.30:8; Prv.29:1 e Gn.6:3). Nos
falar em resistir ao Espírito Santo. E como isto pode acontecer?.
 8.1- A Desatenção: Fazer pouco caso ,ou não o ouvindo( Prv.29:1).
 8.1.2- Procrastinação: adiando a decisão ao lado de Cristo.( Hb.2:3).
 8.1.3- Blasfêmia: O pecado + grave. (Mt.12:31-32). Em Mc.3:20-30;
a acusação dos fariseus de estar atuando por belzebu,era uma
acusação de que estava ligado a satanás. Blasfêmia=“ proferir
deliberada e maliciosamente palavras abusivas contra Deus”.
◦ A Blasfêmia envolve ofender, estando de modo claro e
deliberado em atitude de rejeição ao Espírito Santo.
22
 8.2-8.2- Por Parte do CrentePor Parte do Crente:Como Resistir ao Espírito Santo.:Como Resistir ao Espírito Santo.
 8.2.1-8.2.1- Mentir à pessoa do Espírito SantoMentir à pessoa do Espírito Santo::
 Ananias foi culpado por esta ofensa( At.5:3-4). Procurando a estima e
reconhecimento humano, preferiu mentir trazendo oferta enganosa.
 Achou esta devotadamente servindo a Deus, mas estava no momento
servindo a si próprio.
 8.2.2-8.2.2- Entristecer o Espírito SantoEntristecer o Espírito Santo:: ( Ef.4:30-31).
 Entristecer é causar tristeza, ferir, ou ofender . Sanders “ Entristecer é uma palavra
de amor. Alguém pode enraivecer um inimigo ,mas não entristecê-lo...Unicamente
alguém que ama pode ser entristecer. Este entristecimento dar-se quando o crente é
dirigido por motivos carnais.
 1.-Desejos e Palavras ìmpiasDesejos e Palavras ìmpias – (Ef.4:29-31).
 2-Amar as Coisas Mundanas-2-Amar as Coisas Mundanas- (I João 2:15). 3-Incredulidade--Incredulidade- (Hb.3:12).
4.IngratidãoIngratidão-(Sl.103:1-2). 5-Falta de Oração5-Falta de Oração 6-Rebelião-Rebelião- (Is.63:10).
 7-DesonestidadeDesonestidade-Fp.4:8;Rm.12:17;Rm.13:13). 8-AmarguraAmargura-(Ef.4:31;b.12:15).
9-A Falta de Atenção às Advertências9-A Falta de Atenção às Advertências( João16:13;Ap.2:3;Hb.3:7-8;Pv.1:22-
23).
 10-Desobediência às ordens divinas-10-Desobediência às ordens divinas-(I Sm.15;I Sm.16:14).
 11- Paixões Carnais e Atos Pecaminosos-Paixões Carnais e Atos Pecaminosos-(Lc.4:6;Jz.16:7;20- 22
 Primariamente,o entristecimento do Espírito,toma lugar o nível dos
motivos interiores, e Ele sonda os corações e sabe o que esta nele.
 No Tempo do N.T., Paulo escreveu aos ,Efésios-4:30 -“ E não
entristeçais o Espírito Santo de Deus, n o qual estais selados para o
dia da redenção” .
 Estava claro que,embora a igreja em Éfeso tenha começado
notavelmente ( At.19),viveu depois dentro de uma década de
distrações (Ef.5:18).
 Uma geração depois,João escreveu: “Lembra-te,pois, de onde caíste, e
arrepende-te, e pratica as primeiras obras;quando não,brevemente a ti
virei, e tirarei do seu lugar o castiçal,se não te arrependeres”.(Ap.2:5).
 UMA IGREJA QUE É CULPADA DE ENTRISTECER OUMA IGREJA QUE É CULPADA DE ENTRISTECER O
ESPÍRITO SANTO, ESTÁ CLARAMENTE EM ESTADO DEESPÍRITO SANTO, ESTÁ CLARAMENTE EM ESTADO DE
DECLÍNIO ESPIRITUAl.DECLÍNIO ESPIRITUAl.
23
 Como Resistir ao Espírito SantoComo Resistir ao Espírito Santo: Cont: Cont.
 A resposta do Espírito ao evento de que Ele está entristecido pelo
crente, é produzir convicção.
 Em vez de relacionar-se com comunhão Ele ministra condenação e
convicção.
 Gozo,poder e comunhão que normalmente caracterizam a vida do
crente são quebradas quando o Espírito Santo é entristecido.
 Continua habitando no crente ,porém dando convicção no lugar do
conforto que Ele normalmente oferece.
 A Resposta e mudança para o crente está no reconhecimento, através
da convicção, e assim confessando, deixa o estado de apatia
espiritual, e/ou pecado, que o estava distanciando e entristecendo o
Espírito Santo de Deus.
24
 8.2.3- Apagar o EspíritoApagar o Espírito: ( I Tss.5:19).
 O termo apagar significa=“ Sufocar”; ou “extinguir”, dano um aidéia
de apagar o fogo o a chama. Paulo ao escrever aos tessalonicenses
em I Tss.5:19-21; quis dizer: “ Não suprima nem subjugue,
expressões do Espírito Santo em sua comunhão”; ou mais
simplesmente: “ Não extinga o fogo do Espírito”.
Sanders escreve: “ Quando os métodos seculares são substituem a ação
espiritual,quando o louvor do homem é preferido ao louvor de Deus,
quando o culto é dirigido pelo homem em de ser dirigido por Deus, o
Espírito pode ser apagado”.
O Formalismo restringe a ação do Espírito Santo, e essa atitude
áspera, pode sufocar a operação do Espírito, o qual precisa sentir-se
em casa em uma atmosfera de espiritualidade onde possa operar
livremente.
25
 Cap.9 – Batismo no Espírito SantoBatismo no Espírito Santo:
 9.1- O PoderO Poder: O pentecostal acredita que “descobriu a fonte do
poder” que chama de Batismo no Espírito Santo.
 Acreditando assim que , obterá um poder , sensibilidade que nenhum
rito, cerimônia, ordenação ou comissão eclesiástica pode outorgar.
 9.2.-Profecias sobre o Batismo no Espírito SantoProfecias sobre o Batismo no Espírito Santo:
 Joel-(Joel2:16-18) e realizado em (At.2:16-18).
 Isaías-(Conhecido + como profeta messiânico, mas também sobre o
batismo do Espírito Santo( Is.44:3;28:11-12; 32:15;42:5).
 Sofonias-(como promessa de Deus;Sf.3:9).
 João Batista-(como precursor do Senhor;Mt.3:11;Mc.1:8;Lc.3:16;...)
 Jesus Cristo- (Prometeu a vinda do Espírito Santo;João 14:16;26;
15:26; 0 e o revestimento de Poder( Lc.24:49; At.1:4-5;At.1:8).
26
 9.3- Batismo no Espírito Santo:Batismo no Espírito Santo: TermimologiaTermimologia:
 A expressão Batismo no Espírito Santo,não se acha na Bíblia ,mas
mesmo assim,não deixa de ser bíblica.
 A terminologia da palavra Batismo= grego=BaptizoBaptizo(imergir; inserir,
purificar, lavar,etc.).
 A expressão “ Batismo no Espírito SantoBatismo no Espírito Santo”; é encontrada nos
evangelhos sinóticos que relatam a comparação que João Batista fez
entre seu trabalho do batizar em água e a obra futura de Jesus
( Lc.3:16; Mt.3:11; Mc.1:8Lc.3:16; Mt.3:11; Mc.1:8). E em At.1:5.
 O termo “ batismo no Espírito Santo”, é apenas uma, entre várias
frases bíblicas,baseados no N.T. “estar cheio do Espírito Santo”,
“receber o Espírito Santo”; “ser derramado o Espírito”; “ o espírito
Santo caindo sobre”; “ o espírito Santo vindo sobre”.
27
 9.4- A Natureza do Batismo no espírito SantoA Natureza do Batismo no espírito Santo:
 NegativamenteNegativamente:
 Não é o novo nascimento-regeneração
 Não é santificação
 Não é pagamento
 Não se baseia em emoções
 Não é obtido por meio de fórmulas
 Nãoé oriundo de homens
 Não é ter mais do Espírito
 Positivamente:Positivamente:
 É subsequente à salvação
 É a capacitação p/ o serviço
 É sobrenatural e experimentalmente está imerso no, ou submergido
 Pelo poder do Espírito Santo.
 É o cumprimento das promessas do Pai e de Jesus Cristo.
 É um dom gratuito; É sobrenatural.
2828
 9.5- O Propósito do Batismo no Espírito Santo:O Propósito do Batismo no Espírito Santo:
 OO propósito do batismo registrado em Atos, é “poder”.
 “dunamis”= poder. ( força; poder;energia). (At.1:8;Lc.24:49)
 Propósitos PrincipaisPropósitos Principais:
 9.5.1- O batismo no Espírito Santo é poder p/ testemunhar
 9.5.2- É a Capacitação do cristão para a manifestação de milagres.
 9.6- A Evidência inicial do Batismo no Espírito Santo:A Evidência inicial do Batismo no Espírito Santo:
 A maior controvérsia dar sobre a evidência inicial dessa experiência.
 O Pentecostal crê como Donald Gee: “ a doutrina distintiva é que o
falar noutras línguas é a evidência inicial do batismo no Espírito
Santo”.
 Outros grupos evangélicos creem que a prova do Batismo ; é a
manifestação dos frutos do Espírito(Gl.5:22).
 O Principal motivo é sermos testemunhas de Jesus Cristo.
2929
 Os Pentecostais acreditam que sua conclusão a respeito de serem as
línguas evidência física inicial do batismo no Espírito Santo, esta
baseado em Atos; Onde Lucas relata detalhes de como as pessoas
receberam o batismo no Espírito Santo; o falar em outras
línguas.sendo evidenciado no Pentecostes(At.2-glossolalia); na casa
de Cornélio(At.10:44-46) e a ocorrência no episódio que envolve os
discípulos em Éfeso( At.19:-6).
 Estudiosos concordam com esse ponto de vista;a manifestação física
visível do falar em outras línguas.
 Foi a manifestação visível que fez com que Simão, percebesse que os
samaritanos, haviam recebido o Espírito Santo, mediante a imposição
das mãos de Pedro e de João?.
 Obs: No caso de Paulo, ressaltam a sua declaração aos coríntios de
que ele falava em outras línguas( I Cor.14:18).
 Onde se argumenta de que o apóstolos falara em outras línguas;
quando recebeu o dom pentecostal do Espírito Santo.
3030
 Alguns ensinam que a evidência inicial das línguas nem sempre é
necessária, para assegurar que o indivíduo recebeu a plenitude do
Espírito.mas que qualquer um dos outros dons poderia ser a evidência
da experiência pentecostal.
 Porque Línguas é a evidência inicial para o batismo no EspíritoPorque Línguas é a evidência inicial para o batismo no Espírito
SantoSanto:
1- É o cumprimento das profecias no V.T. e no N.T.(Is.28:11-12;
I Cor.14:21).
2- Cristo disse na Grande comissão,que o cristão falará novas
línguas( Mc.16:15-17).
3- Os Discípulos, Judeus e Gentios falaram línguas( At.2;8;10 e 19).
4- Em todos os séculos da história da Igreja, tinham grupos de cristãos
que falaram em outras línguas.
5- O Apóstolo Paulo falou em línguas – ( I Cor. 14:18).
3131
 6- Quem fala em Línguas fala com Deus- ( I Cor.14:2).
 7- O Cristão que fala em línguas edifica a si mesmo- ( I Cor.14:4).
 8- Paulo diz que todo cristão deve falar em línguas- (I Cor.14:5).
 9- O Falar em línguas é o descanso e o refrigério prometido-(Is.28:1-
12).
 10- Paulo escreveu para a Igreja de Corinto ,que não se deve eliminar
o falar em línguas- (I Cor.14:39).
 11- Línguas estranhas é uma prova uniforme entre os Pentecostais;
do mundo.
 12- Línguas estranhas demonstram o valor que Deus tem colcocado
na língua humana.
 13- Corrobora para a evangelização, testemunho e missões em âmbito
mundial.
3232
 9.7- Diferença entre Batismo e o Dom de LínguasDiferença entre Batismo e o Dom de Línguas:.
 Certas pessoas não sabem a diferença entre línguas como sinal do
batismo no Espírito Santo e as línguas como a manifestação do dom
de línguas( I Cor.12:7-11).
 Porém a diferença esta no propósito e no uso.
 O falar em línguas é o sinal de que o Espírito Santo controla a pessoa
na hora de falar. E o Dom de línguas-(I Cor.12:10); manifesta-se
para outro fim, isto é, a edificação de quem fala em línguas; e
quando acompanhado com o dom de interpretação, edifica a Igreja-(I
Cor.14:4).
 Assim sendo, as línguas no batismo no Espírito Santo é para edificar
o cristão; e como o dom do Espírito é para edificar a congregação de
deve ser acompanhada de interpretação.
 Por isto, que todo cristão deve buscar não apenas o falar em línguas,
mas também ,ser cheio do espírito Santo ( Lc.11:9-13)
3333
 9.9- Princípios de Recebimento do Batismo no Espírito SantoPrincípios de Recebimento do Batismo no Espírito Santo:
 Não existe um método que facilite o receber.
 Não depende necessariamente do desejo de recebê-lo.
 Não depende do lugar.
 Nem de hora ou dia
 9.10 – O que impede o cristão de receber o Batiso no EspíritoO que impede o cristão de receber o Batiso no Espírito?.
 Pecado
 Falta de Interesse
 Buscar o dom e não o Senhor do Dom
 Auto-confiança,amargura,vaidade
 Falta de Perseverança,incredulidade
 Timidez,Orações macânicas.
 Ensinos falsos...etc......
3333
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoUEPB
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.RODRIGO FERREIRA
 
Aula 6 eclesiologia
Aula 6   eclesiologiaAula 6   eclesiologia
Aula 6 eclesiologiamagnao2
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaMárcio Martins
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéÉder Tomé
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãJoanilson França Garcia
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo André Rocha
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosRespirando Deus
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaErberson Pinheiro
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosRespirando Deus
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoViva a Igreja
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraGesiel Oliveira
 

Mais procurados (20)

A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Aula 6 eclesiologia
Aula 6   eclesiologiaAula 6   eclesiologia
Aula 6 eclesiologia
 
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
Estudo biblico 23  dons espirituais - part1Estudo biblico 23  dons espirituais - part1
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
 
Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
 
Cristologia aula03
Cristologia aula03Cristologia aula03
Cristologia aula03
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
 
Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 

Semelhante a Aula de pneumatologia

Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptx
Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptxPneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptx
Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptxbpclaudio11
 
Luzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuiza Dayana
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaErberson Pinheiro
 
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santo
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santoLBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santo
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santoNatalino das Neves Neves
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdfSEDUC-PA
 
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Éder Tomé
 
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptxEstudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptxTiago Silva
 
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Éder Tomé
 
Primeira parte da série atos 2
Primeira parte da série atos 2Primeira parte da série atos 2
Primeira parte da série atos 2Pr. Márcio Santos
 
Pneumatologia prof sandro valentin
Pneumatologia prof sandro valentinPneumatologia prof sandro valentin
Pneumatologia prof sandro valentincasa
 
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto CremosSeminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto CremosTullyEhlers1
 

Semelhante a Aula de pneumatologia (20)

Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptx
Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptxPneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptx
Pneumatologia - a Doutrina do Espirito Santo.pptx
 
PNEUMATOLOGIAEBDOK.pptx
PNEUMATOLOGIAEBDOK.pptxPNEUMATOLOGIAEBDOK.pptx
PNEUMATOLOGIAEBDOK.pptx
 
Cetadeb sonora- ms
Cetadeb  sonora- msCetadeb  sonora- ms
Cetadeb sonora- ms
 
Quem é o espírito santo
Quem é o espírito santoQuem é o espírito santo
Quem é o espírito santo
 
O espírito santo
O espírito santoO espírito santo
O espírito santo
 
Luzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosanto
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
 
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santo
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santoLBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santo
LBA 2017 3 TRI Lição 5 - A identidade do espírito santo
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 09 - Espírito Santo (1).pdf
 
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
 
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptxEstudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
 
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
Lição 2 - A Atuação do Espírito Santo no Plano da Salvação (Windscreen)
 
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito SantoLição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
 
ESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTOESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTO
 
Primeira parte da série atos 2
Primeira parte da série atos 2Primeira parte da série atos 2
Primeira parte da série atos 2
 
Pneumatologia prof sandro valentin
Pneumatologia prof sandro valentinPneumatologia prof sandro valentin
Pneumatologia prof sandro valentin
 
Ebd 2011 lio 2 NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO
Ebd 2011 lio 2   NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTOEbd 2011 lio 2   NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO
Ebd 2011 lio 2 NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO
 
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto CremosSeminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
 
Dons pwp
Dons pwpDons pwp
Dons pwp
 
Dons pwp
Dons pwpDons pwp
Dons pwp
 

Último

pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptxFabianoHaider1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 

Último (8)

pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 

Aula de pneumatologia

  • 2.
  • 3.  PneumatologiaPneumatologia ( Pneuma+logia)( Pneuma+logia) PneumaPneuma= Ar,Sopro; Fôlego + Logia= Estudo. ParacletologiaParacletologia =Para(“ao lado”; “lado a lado”). Caleo(=Chamar ou Convocar). 1- A Natureza do Espírito Santo:A Natureza do Espírito Santo: 1.1-Personalidade(1.1-Personalidade( A Pessoa do Espírito Santo). É um ser pessoal,a 3ª. Pessoa da Trindade (João14:16-17.Mt.3:13-17) Pois em uma Personalidade encontramos: 1.2-Intelecto: ( I Cor.2:10-13;I Cor.12:8;Rm.8:27); Ensina(João 14:26,2:27); Testifica(João 15:26); Fala( At.13:2;21:11) Revela(Lc.2:26;II Pe.1:21); Intercede(Rm.8:26). 1.3Sensibilidade:Rm.15:30(Amor do Epirito);Ef.4:30(Se entristece),Is.63:10(Contristá-lo). tem ciúme(Tg.4:5). 1.4-Volição:( Desejo): ( distribui dons) I Cor.12:11 ; At.16:6-11=Impedidos pelo Esp.Santo de ir a Ásia. 11
  • 4.  1.5-1.5- Uso de Pronomes PessoaisUso de Pronomes Pessoais:  Pronome( Palavras que substituem o nome).  Eu(At.10:19-20);Ele ( João 16:8);Outro(João 14:16). 1.6- Tem Ações Pessoais: Ele expressa ações pessoais,como pessoa viva e atuante: Ordena(At.16:6-7); Ensina((João 14:26);Consola(At.9:31;João 14:26) Revela( II Pe.1:21); Convence(João 16:8);Fala(Ap.2:7). Impede Ações (At.16:6-7); Envia( At.13:4). 2.Exerce Cargos Pessoais2.Exerce Cargos Pessoais: 2.1-Mestre(Ensinará-João 14:26);2.2-Administra(At.16:6-7;At.13:2-4) 2.3-Consola(João 14:16); Outro=part.grega “haelos”(mesmo tipo), e não “heteros”(Outro diferente). 2
  • 5.  3-É Sensível as Ações do ser Humano:  O Homem Pode: para Ele: Mentir( At.5:3); resistir a Ele(At.7:51);  Blasfemar contra Ele(Mt.12:31-320; Entristecê-lo(Ef.4:30);  4- A divindade do Espírito Santo:A divindade do Espírito Santo:  4-1-Divino: (Atributos)  Eternidade-(Hb.9:14); Onipresença-(Sl.139:7-10); Onipotência(Lc.1:35;Rm.15:12-19)  Onisciência(lCor.2:10), Imutabilidade.  4.2-4.2-Relacionamento com a TrindadeRelacionamento com a Trindade:  A verdade da Trindade pode ser vista em:  Batismo de Jesus(Mt.3:16-17); Comissão Apostólica(Mt.28:19);  Benção Apostólica(II Cor.13:13);Administração da igreja(Ef.4:4);  Decisões divinas (Gn.1:26; 3:22;6:3;111:7). 3
  • 7.  5-Atributos Divinos do Espírito Santo:  Onipresente; Onisciente;Onipotente;Verdade,soberania; retidão, Justiça; Santidade;Retidão;Bondade;Verdade.  6-6-Trabalhos divinos do Espírito SantoTrabalhos divinos do Espírito Santo::  Na CriaçãoNa Criação(Gn.1:2;Sl.104:30; Jó 33:4);(Gn.1:2;Sl.104:30; Jó 33:4);  TransmissãoTransmissão da Vidada Vida( Gn.2:7; João 3:3; Rm.8:11;I Pe. 3:18).( Gn.2:7; João 3:3; Rm.8:11;I Pe. 3:18).  ConvencimentoConvencimento( João16:8-11);( João16:8-11);Mensagem ProféticaMensagem Profética(II Pe.1:21);(II Pe.1:21);  Ressurreição de JesusRessurreição de Jesus(II Cor.4:13-14);(II Cor.4:13-14); Dist.de DonsDist.de Dons(I Cor.12:7-11);(I Cor.12:7-11);  Expulsão de DemôniosExpulsão de Demônios (Mt.12:22);(Mt.12:22); Administra a IgrejaAdministra a Igreja(Ef.4:22).(Ef.4:22).  7-7- Nomes do Espírito Santo::  O Consolador (João 14 a 17); Greg.=Parácleto-Ficar ao lado,também =Advocatus.  O Espírito de Deus ( Gn.1:2, Mt.3:16; I Cor.3:16).  O Espírito de Cristo (João 14:26) Porque é enviado por Jesus Cristo,p/ Glorificar a Cristo ( João 16:14).;O Espírito de Adoção  (Rm.8:15); O Espírito de Vida ( Rm.8:2).  44
  • 8. 8- Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo: 8.1- FogoFogo: Que Queima(Hb.12:29; Is.4:4);Fogo que Prova(I Cor.3:13-15); Que Amolece( At.2:37); Que Ilumina( Ex.13:21; Gl.5:18). 8.2- VentoVento: a analogia é que o Espírito não vemos, e o Vento também,mas o sentimos.(João 3:8). No N.T. é “Pneuma”, e no A.T. é “Ruach”. 8.3-ÁguaÁgua:(Joaõ 7:37);Rio(Ez.47:1-2) ;Chuva(Is.55:10). A Água é abundante nunca falta; refresca e dessedenta; indispensável a Vida. 8.4-Óleo/Azeite/Unção:Óleo/Azeite/Unção: Simbolismo: N a Orelha( Lv.14:17)=Habilitação p/ ouvir a voz de Deus;p/ andar no caminho do Senhor. OBS: Finalidade da Unção do Espírito: Consagração do sacerdote p/ ministrar as coisas sagradas( Lv.18:10-12;Rm.5:16;I Pe.2:9). P/ Servir Eficientemente( At.10:38). 5
  • 9.  Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo:Cont.  8.5- Selo:(8.5- Selo:( Ef.1:13;II Tm.2:19).  Significa o senhorio sobre algo.(Rm.8:9)=O crente é a propriedade de Deus e habitação do Espírito Santo.  Significava legitimidade e Autoridade:Os documentos eram reconhecidos e válidos mediante o sêlo da União , do Estado.  Significa também: Segurança e Preservação( Ef.1:14)= lacrado da influência do meio ambiente.  8.6- Uma PombaUma Pomba:  Símbolo de pureza e inocência.  Veio sobe Jesus no seu batismo 66
  • 10.  Cap. II-O Espírito Santo no Velho TestamentoII-O Espírito Santo no Velho Testamento:  87x é o Espírito Santo mencionado no V.T.  23 dos 37 livros do V.T. fazem referência ao Espírito Santo. 2.1- O Espírito Santo no Antigo Testamento.(A.T.)  2.1.2- O Espírito Criativo(dor).  2.1.3- O Espírito Dinâmico: Obreiro;Oradores e profetas.  2.1.4- O Espírito Regenerador. 2.1-Gn.1:2= Participou da criação do Universo, junto com os outros componentes da trindade. 2.2- Na Produção de Líderes: (Dinâmico). JoséJosé –Capacitando-p/ Administrar(Gn.41:38-40). BezalelBezalel- Capacitando-o para execução e obras criativas(Ex.31:1-6). Moisés- Capacitando-o p/ Liderar(Nm.11:16-25). 77
  • 11.  Josué-Josué- Capacitando-o para conquistar(Nm.27:18;Dt.34:9.Jos.12:24b).  SansãoSansão- Capacitando-o pra Libertar( Jz.13:25).  Sobre os Juízes-(Jz.6:34; 11:29..).  Davi- Capacitando-o para exercer o reinado;onde Davi,ora p/ que o Senhor não retire dele o Seu Espírito. ( Sl.51:11)  Sobre os ProfetasSobre os Profetas:  A Ação do espírito Santo atingiu o ponto máximo, no ministério dos profetas.  Fizeram maravilhas pelo seu Poder:  Elizeu; Elias;  Falaram e Pregaram a Mensagem de Deus.  ( I Pe.1:11;II Pe.1:21). 88
  • 12.  A Ação do Espírito Santo é mais vasta no N.T. do que mesmo no V.T., principalmente quando observamos essa ação na vida de Jesus Cristo, e posteriormente na vida dos apóstolos.  2.1- O Nascimento Virginal de Jesus Cristo(Lc.1:26-45;Mt.1:20;  2.2- A Apresentação de Jesus no templo,a Simeão e Ana(Lc.2:30).  2.3-O Batismo de Jesus Cristo(Mt.1:11-17).  2.4-O Ministério Público de Jesus Cristo(Fp.2:7).  2.5-A Ação sobre a natureza(Mc.4:39).  2.6- A Cura dos enfermos( Mt.11:5;8:1-4).  2.7- A Ação sobre os demônios(Lc.11:20;Mt.12:28).  2.8- Sobre a morte( Lc.7:14-17;João 11:43).  2.9- Na Crucificação e Ressurreição(Hb.9:14).  OBS: Tudo isso através do ministério do Esp.Santo;o qual confiou;  Jesus Tornou-se dependente de Deus,operando através do Espírito 99
  • 13.  Cap.IV- O Espírito Santo na Igreja PrimitivaO Espírito Santo na Igreja Primitiva. 4.1- No Derramamento do Próprio Espírito Santo.: O derramamento do Espírito Santo, no dia de Pentecostes,confirmou a chegada de Cristo à destra de Deus,Pai. E a sua ascensão aos céus,o Senhor, exerceu a prerrogativa messiânica que lhe foi outorgada; enviar o espírito Santo sobre os outros.( At.2:33). 4.1.1-O Cumprimento da Promessa: O Cumprimento da promessa de Cristo em dar o consolador( At. 1:8). 4.1.2-O Nascimento da Igreja: Essa espera no cenáculo deu inicio ao nascimento da Igreja. Com evento sobrenatural,mediante o poder do Espírito Santo.(At.2:1-4). era festa das primícias,o pentecostes,7 semanas depois da páscoa,onde Aconteceu uma nova dispensação do Espírito,este tempo é o da dispensação do Espírito,entre a ascensão de Jesus Cristo e a sua 2ª Vinda(parousia). Continuará pois o ministério do Espírito até que Jesus retorne para buscar a sua noiva. 1010
  • 14.  4.2- Provisão do Poder Divino para a Igreja:  O Espírito Santo, é o executor da Grande ComissãoGrande Comissão e o AdministradorAdministrador do Empreendimento missionário. Acontecendo os milagres,conversões, acontecendo assim, tão rápido a divulgação do evangelho, e perdurando e continuando até os dias atuais. Desempenhando o seu papel como o “Produtor da história da Igreja”.  4.3- A Morada Permanente do Espírito Santo:  No dia de Pentecostes o Espírito Santo, foi enviado para habitar na Igreja como o Seu templo, e sua presença localizar-se no corpo coletivo e nos cristãos individualmente. É Ele o representante de Cristo, e está em sue encargo a administração da Igreja até a volta de Jesus Cristo.  Esse direito era reconhecido por todos na igreja, onde havia obediência e a sensibilidade de perceber a atuação do Espírito Santo, na sua igreja. Movimento este comeado no Pentecostes e continua até ◦ os dias atuais. Continuando a sua ação atual em vários aspectos: 11
  • 15.  4.3.1-4.3.1- No Trabalho Geral da IgrejaNo Trabalho Geral da Igreja::  Capacitando a Igreja p/ ganhar almas p/ Cristo ,e cuidar do rebanhoCapacitando a Igreja p/ ganhar almas p/ Cristo ,e cuidar do rebanho através da pregação(através da pregação( I Pe.1:12;II Pe.1:12;I Tss.1:6;I Cor.2:4-5).Tss.1:6;I Cor.2:4-5).  Capacitando na Oração(Capacitando na Oração( João 16:23João 16:23; Ef.6:18; Jd.20);; Ef.6:18; Jd.20);  Auxiliando nos CânticosAuxiliando nos Cânticos(Ef.5:18-19)(Ef.5:18-19) e no Testemunhoe no Testemunho Cristão(Cristão( At.8:4-5;35; 9:20At.8:4-5;35; 9:20).).  4.3.2.4.3.2.-- Na Administração e Organização da IgrejaNa Administração e Organização da Igreja::  Esta é a prerrogativa e o ministério do Espírito Santo,através de homens escolhidos para cargos e ofícios nela. (At.6:3;15:28 e 20:28).  4.3.3-4.3.3- Na Liderança Administrativa:Na Liderança Administrativa:  Providenciou liderança administrativa e operou milagres por ação direta.  Ex: Felipe à Gaza; Direção a Ananias p/ orar por Saulo (At.9:10;15)  Na Escolha de Missionários na Igreja de Antioquia( At.13:1-4). 12
  • 16.  4.3.4- Na Chamada e Ordenação de ObreirosNa Chamada e Ordenação de Obreiros::  Paulo tinha essa convicçãoPaulo tinha essa convicção( Rm.15:18-19):( Rm.15:18-19):  BarnabéBarnabé foi também separado p/ uma missãofoi também separado p/ uma missão ( At.13:2-4).( At.13:2-4).  4.3.5-4.3.5- Na Solução de Problemas e Discórdias:Na Solução de Problemas e Discórdias:  O Problema da murmuração dos helenistas sobre os hebreus( At.6). Estabeleceu assim o diaconato.  Capacitando com sabedoria para solucionarem as diferenças entre judeus crentes e os gentios novos convertidos( At.15:28); evitando a fragmentação da Igreja e cumprindo os propósitos de Deus.  Na Orientação da Obra Missionária( Ordenados e aprovados) ( At.8:29; 10:19:44; 13:2-4). 13
  • 17.  Cap.V- O Espírito Santo no FuturoCap.V- O Espírito Santo no Futuro:  5.- Preparar uma esposa(a Igreja) para Cristo, durante a dispensação atual( At.15:14;I Cor.3:16).  5.-Quando a esposa estiver preparada e houver “entrado a plenitude dos gentios”( Rm.11:25); terá lugar o arrebatamento da Igreja;onde o espírito Santo dará Sua administração ao Filho. O atual administrador da Igreja, e quando esta o ignora ou o negligencia,deixando-o à parte, esta sofre no objetivo de sua missão em salvar almas e conhecimento espiritual dos seus membros.  Porém teremos um período todo especial, quando da ascensão da igreja; Onde o Espírito Santo irá operar de formas diferentes:  5.1- Na TribulaçãoNa Tribulação:  ( II Ts.2:7)- Nos mostra que quando a igreja for transladada, o Espírito Santo, irá interromper o seu atual ministério,onde os que ficarem e se arrependerem irão gozar de um status semelhante ao do V.T. ( Rm.4:3). (Creu Abraão em Deus,e isto lhe foi imputado como 1414
  • 18.  Na TribulaçãoNa Tribulação: Cont.  O Espírito Santo também capacitará e sustentará os judeus e gentios restantes, e deste modo lançará o fundamento para conversão da nação judaica e a perseverança dos crentes, até ao ponto do martírio.  Obs: Mesmo q/ o Espírito Santo,não lhes faça regeneração; Ele providenciará o ímpeto espiritual necessário para capacitá-los a crer em Deus.(Ap.6:9-11; Ap.7:9).  5.2- Na Revelação de CristoNa Revelação de Cristo:  O Hábil governo de Jesus Cristo, será exercido , no e pelo Espírito Santo.( Is.11:1-2). A Parousia (retorno), a vitória no Armagedom, será uma consequência do trabalho do Espírito Santo; onde os judeus retornarão a Ele, pela efusão do Espírito Santo sobre eles (Is.44:3); (Ez.37:14);(Zc.12:10). 15
  • 19.  Cap.5.ContCap.5.Cont.:  5.3- No MilênioNo Milênio:  Será um tempo da plenitude da ação do Espírito Santo aqui na terra, onde haverá um derramamento como nunca houve ( Is.32:15). Sendo um tempo de “ justiça, paz, repouso e segurança”(Is.32:16-17). Podendo ser uma previsão do milênio (Ap.20:4). Deus trará uma renovação( Is.44:3). Deste modo, com o derramamento e a renovação completa; esta gloriosa pessoa da Trindade irá por fim, tomar, certamente Seu lugar correto em relação a toda a humanidade. Ele estará presente na terra para presenciar o fruto de Seu afável trabalho, através de todos os séculos da existência humana. 16
  • 20.  Cap. 6- O Espírito Santo e o Pecador:O Espírito Santo e o Pecador:  No Pecador o espírito Santo atua no convencimento do pecado e na regeneração . 6.1-ConvencimentoConvencimento: O Homem por si não dará o primeiro em direção à Deus. Por isso O Espírito Santo tem a finalidade de fazer com que o pecador, sinta a necessidade do Salvador (João 16:8-11). Dando-se isto em três áreas: Convencimento: do Pecado; da Justiça e do Juízo. 6.2- RegeneraçãoRegeneração: Depois do convencimento se faz necessário a regeneração; ocorrendo uma completa recriação ; não desenvolvendo uma melhor natureza, mas uma nova natureza - (I Cor.15:45; João 3:5;Rm.8:9; II Cor.5:17; Gl. 6:15). 17
  • 21.  Cap.VII- “Cap.VII- “ O Espírito Santo e o CrenteO Espírito Santo e o Crente ”:”:  7.1- Habita NeleHabita Nele:  É tão básica que a bíblia descreve como seno templo do Espírito Santo( I Cor.3:16;6:19). Trazendo a confirmação da filiação (Gl.4:6).  Jesus Cristo, prometeu que o relacionamento deles com o Espírito Santo, mudaria após o calvário( João 14:17); e que ficaria para sempre neles (João 14:16).  A Principal função da habitação do Espírito Santo em nós;é exaltar e glorificar a Cristo (João 16:14). E O Espírito Santo, irá falar de Cristo a quem Ele glorifica e não de si mesmo.  Esta é uma nova habitação. Nunca anteriormente ocorrido de maneira geral, mantendo ao mesmo tempo um relacionamento pessoal com o indivíduo.  Quando dar-se esta habitação?. Inicia-se no momento da Conversão ( João 3:24).; precedendo assim qualquer outro tipo de relacionamento.( Rm.8:9;II Tm.1:14; e 18
  • 22.  7.2- Certificando a Filiação DivinaCertificando a Filiação Divina:  Em( Rm.8:16)Rm.8:16); Paulo declara a confirmação de filiação divina.  Uma boa parte da obra do ministério do Espírito Santo, é nos fazer compreender que somos “filho de Deus” e “Co-herdeiros de Cristo”.  Essa obra em nós, nos dá uma confiança , que facilita a nossa entrada com “ousadia” no trono da graça ( Hb.10:19-23).  7.3- Tem Ação na nossa Comunhão com Deus:Tem Ação na nossa Comunhão com Deus:  ( Fp.2:1), vem nos falar desta comunhão com Jesus Cristo,através do Espírito Santo; Assim como em ( II Cor.13:13). Onde o Espírito Santo , e o crente regenerado compartilham coisas em comum., oferecendo assim, o Espírito, uma amizade e comunhão com o povo de Deus.  7.4-7.4- Assistindo no Louvor e na AdoraçãoAssistindo no Louvor e na Adoração::  O Cristão do N.T., tem o privilégio de gozar do Ministério do EspíritoO Cristão do N.T., tem o privilégio de gozar do Ministério do Espírito Santo, que lhe dá direção e provisão no processo do Louvor.(Ef.5:18-Santo, que lhe dá direção e provisão no processo do Louvor.(Ef.5:18- 19). Encher-nos do Espírito de Deus. E na Oração(Ef.6:18);19). Encher-nos do Espírito de Deus. E na Oração(Ef.6:18);  e nos ajuda na oração(Rm.8:26-27). 19
  • 23.  7.5-7.5- Instruindo e LembrandoInstruindo e Lembrando::  (( João 14:26João 14:26); O Espírito Santo, ensina através da impressão direta,ou); O Espírito Santo, ensina através da impressão direta,ou seja, através das Escrituras, e do recurso humano.em I João 2:27, oseja, através das Escrituras, e do recurso humano.em I João 2:27, o Espírito nos ensina, e nos revela(Espírito nos ensina, e nos revela( I Cor.2:9-10I Cor.2:9-10).).  7.6-7.6- Guiando:Guiando:  Opera dirigindo o crente na tomada de decisões e solucionando problemas.( Sl.32:8); devendo deixar de lado a auto-suficiência e a sabedoria natural, necessitando da maturidade cristã. Esta direção não deve ser confundida com os desejos e opiniões humanas. Paulo foi preso, pela vontade divina.  7.7-7.7- ConfortandoConfortando::  Foi este ministério que foi dito por Jesus, que o Espírito Santo,faria. O nosso parácleto, o nosso advogado, onde fala a favor daquele o qual Ele ajuda . 20
  • 24.  7.8- Santificando:Santificando:  Quando ocorre a regeneração, o Espírito Santo efetua uma mudançaQuando ocorre a regeneração, o Espírito Santo efetua uma mudança radical, dando-lhe uma mudança radical de vida. O Objetivo, é queradical, dando-lhe uma mudança radical de vida. O Objetivo, é que uma vida cheia do Espírito, viva também no Espírito.uma vida cheia do Espírito, viva também no Espírito. ( Cl.3:9( Cl.3:9).).  As seduções do pecado precisam ser vencidas e as tendências e osAs seduções do pecado precisam ser vencidas e as tendências e os hábitos devem ser vencidos.hábitos devem ser vencidos.  Muitos acham que seja afastando-se do mal, onde se for assim,Muitos acham que seja afastando-se do mal, onde se for assim, provocaria um vácuo,devendo mesmo é consagrar-se a Deus.provocaria um vácuo,devendo mesmo é consagrar-se a Deus.  Opera também, proporcionando poder para vencermos a carne; ondeOpera também, proporcionando poder para vencermos a carne; onde a carne produz as obras da carne, e o Espírito produz os frutos doa carne produz as obras da carne, e o Espírito produz os frutos do EspíritoEspírito( Gl.5:22-23( Gl.5:22-23).).  7.9-7.9-Batizando e Curando:Batizando e Curando:  Através do poder do Espírito Santo, Ele nos reveste com a suaAtravés do poder do Espírito Santo, Ele nos reveste com a sua plenitude , assim como, nos curando através de sua ação.plenitude , assim como, nos curando através de sua ação. 2121
  • 25.  Cap.8- Pecados Contra o Espírito SantoPecados Contra o Espírito Santo:  Na Bíblia encontramos (05), cinco admoestações concernentes a nossa relação para com o Espírito Santo. Destas,2(Duas)( Resistência e Blasfêmia), referem-se a atitudes de pecadores. As outras (03) Três  ( Mentir,entristecer e apagar). Refere-se a ações de crentes.  Por Parte do DescrentePor Parte do Descrente:  ( At.7:37-60; Ex.32:9; Dt.9:6; II Cr.30:8; Prv.29:1 e Gn.6:3). Nos falar em resistir ao Espírito Santo. E como isto pode acontecer?.  8.1- A Desatenção: Fazer pouco caso ,ou não o ouvindo( Prv.29:1).  8.1.2- Procrastinação: adiando a decisão ao lado de Cristo.( Hb.2:3).  8.1.3- Blasfêmia: O pecado + grave. (Mt.12:31-32). Em Mc.3:20-30; a acusação dos fariseus de estar atuando por belzebu,era uma acusação de que estava ligado a satanás. Blasfêmia=“ proferir deliberada e maliciosamente palavras abusivas contra Deus”. ◦ A Blasfêmia envolve ofender, estando de modo claro e deliberado em atitude de rejeição ao Espírito Santo. 22
  • 26.  8.2-8.2- Por Parte do CrentePor Parte do Crente:Como Resistir ao Espírito Santo.:Como Resistir ao Espírito Santo.  8.2.1-8.2.1- Mentir à pessoa do Espírito SantoMentir à pessoa do Espírito Santo::  Ananias foi culpado por esta ofensa( At.5:3-4). Procurando a estima e reconhecimento humano, preferiu mentir trazendo oferta enganosa.  Achou esta devotadamente servindo a Deus, mas estava no momento servindo a si próprio.  8.2.2-8.2.2- Entristecer o Espírito SantoEntristecer o Espírito Santo:: ( Ef.4:30-31).  Entristecer é causar tristeza, ferir, ou ofender . Sanders “ Entristecer é uma palavra de amor. Alguém pode enraivecer um inimigo ,mas não entristecê-lo...Unicamente alguém que ama pode ser entristecer. Este entristecimento dar-se quando o crente é dirigido por motivos carnais.  1.-Desejos e Palavras ìmpiasDesejos e Palavras ìmpias – (Ef.4:29-31).  2-Amar as Coisas Mundanas-2-Amar as Coisas Mundanas- (I João 2:15). 3-Incredulidade--Incredulidade- (Hb.3:12). 4.IngratidãoIngratidão-(Sl.103:1-2). 5-Falta de Oração5-Falta de Oração 6-Rebelião-Rebelião- (Is.63:10).  7-DesonestidadeDesonestidade-Fp.4:8;Rm.12:17;Rm.13:13). 8-AmarguraAmargura-(Ef.4:31;b.12:15). 9-A Falta de Atenção às Advertências9-A Falta de Atenção às Advertências( João16:13;Ap.2:3;Hb.3:7-8;Pv.1:22- 23).  10-Desobediência às ordens divinas-10-Desobediência às ordens divinas-(I Sm.15;I Sm.16:14).  11- Paixões Carnais e Atos Pecaminosos-Paixões Carnais e Atos Pecaminosos-(Lc.4:6;Jz.16:7;20- 22
  • 27.  Primariamente,o entristecimento do Espírito,toma lugar o nível dos motivos interiores, e Ele sonda os corações e sabe o que esta nele.  No Tempo do N.T., Paulo escreveu aos ,Efésios-4:30 -“ E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, n o qual estais selados para o dia da redenção” .  Estava claro que,embora a igreja em Éfeso tenha começado notavelmente ( At.19),viveu depois dentro de uma década de distrações (Ef.5:18).  Uma geração depois,João escreveu: “Lembra-te,pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras;quando não,brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o castiçal,se não te arrependeres”.(Ap.2:5).  UMA IGREJA QUE É CULPADA DE ENTRISTECER OUMA IGREJA QUE É CULPADA DE ENTRISTECER O ESPÍRITO SANTO, ESTÁ CLARAMENTE EM ESTADO DEESPÍRITO SANTO, ESTÁ CLARAMENTE EM ESTADO DE DECLÍNIO ESPIRITUAl.DECLÍNIO ESPIRITUAl. 23
  • 28.  Como Resistir ao Espírito SantoComo Resistir ao Espírito Santo: Cont: Cont.  A resposta do Espírito ao evento de que Ele está entristecido pelo crente, é produzir convicção.  Em vez de relacionar-se com comunhão Ele ministra condenação e convicção.  Gozo,poder e comunhão que normalmente caracterizam a vida do crente são quebradas quando o Espírito Santo é entristecido.  Continua habitando no crente ,porém dando convicção no lugar do conforto que Ele normalmente oferece.  A Resposta e mudança para o crente está no reconhecimento, através da convicção, e assim confessando, deixa o estado de apatia espiritual, e/ou pecado, que o estava distanciando e entristecendo o Espírito Santo de Deus. 24
  • 29.  8.2.3- Apagar o EspíritoApagar o Espírito: ( I Tss.5:19).  O termo apagar significa=“ Sufocar”; ou “extinguir”, dano um aidéia de apagar o fogo o a chama. Paulo ao escrever aos tessalonicenses em I Tss.5:19-21; quis dizer: “ Não suprima nem subjugue, expressões do Espírito Santo em sua comunhão”; ou mais simplesmente: “ Não extinga o fogo do Espírito”. Sanders escreve: “ Quando os métodos seculares são substituem a ação espiritual,quando o louvor do homem é preferido ao louvor de Deus, quando o culto é dirigido pelo homem em de ser dirigido por Deus, o Espírito pode ser apagado”. O Formalismo restringe a ação do Espírito Santo, e essa atitude áspera, pode sufocar a operação do Espírito, o qual precisa sentir-se em casa em uma atmosfera de espiritualidade onde possa operar livremente. 25
  • 30.  Cap.9 – Batismo no Espírito SantoBatismo no Espírito Santo:  9.1- O PoderO Poder: O pentecostal acredita que “descobriu a fonte do poder” que chama de Batismo no Espírito Santo.  Acreditando assim que , obterá um poder , sensibilidade que nenhum rito, cerimônia, ordenação ou comissão eclesiástica pode outorgar.  9.2.-Profecias sobre o Batismo no Espírito SantoProfecias sobre o Batismo no Espírito Santo:  Joel-(Joel2:16-18) e realizado em (At.2:16-18).  Isaías-(Conhecido + como profeta messiânico, mas também sobre o batismo do Espírito Santo( Is.44:3;28:11-12; 32:15;42:5).  Sofonias-(como promessa de Deus;Sf.3:9).  João Batista-(como precursor do Senhor;Mt.3:11;Mc.1:8;Lc.3:16;...)  Jesus Cristo- (Prometeu a vinda do Espírito Santo;João 14:16;26; 15:26; 0 e o revestimento de Poder( Lc.24:49; At.1:4-5;At.1:8). 26
  • 31.  9.3- Batismo no Espírito Santo:Batismo no Espírito Santo: TermimologiaTermimologia:  A expressão Batismo no Espírito Santo,não se acha na Bíblia ,mas mesmo assim,não deixa de ser bíblica.  A terminologia da palavra Batismo= grego=BaptizoBaptizo(imergir; inserir, purificar, lavar,etc.).  A expressão “ Batismo no Espírito SantoBatismo no Espírito Santo”; é encontrada nos evangelhos sinóticos que relatam a comparação que João Batista fez entre seu trabalho do batizar em água e a obra futura de Jesus ( Lc.3:16; Mt.3:11; Mc.1:8Lc.3:16; Mt.3:11; Mc.1:8). E em At.1:5.  O termo “ batismo no Espírito Santo”, é apenas uma, entre várias frases bíblicas,baseados no N.T. “estar cheio do Espírito Santo”, “receber o Espírito Santo”; “ser derramado o Espírito”; “ o espírito Santo caindo sobre”; “ o espírito Santo vindo sobre”. 27
  • 32.  9.4- A Natureza do Batismo no espírito SantoA Natureza do Batismo no espírito Santo:  NegativamenteNegativamente:  Não é o novo nascimento-regeneração  Não é santificação  Não é pagamento  Não se baseia em emoções  Não é obtido por meio de fórmulas  Nãoé oriundo de homens  Não é ter mais do Espírito  Positivamente:Positivamente:  É subsequente à salvação  É a capacitação p/ o serviço  É sobrenatural e experimentalmente está imerso no, ou submergido  Pelo poder do Espírito Santo.  É o cumprimento das promessas do Pai e de Jesus Cristo.  É um dom gratuito; É sobrenatural. 2828
  • 33.  9.5- O Propósito do Batismo no Espírito Santo:O Propósito do Batismo no Espírito Santo:  OO propósito do batismo registrado em Atos, é “poder”.  “dunamis”= poder. ( força; poder;energia). (At.1:8;Lc.24:49)  Propósitos PrincipaisPropósitos Principais:  9.5.1- O batismo no Espírito Santo é poder p/ testemunhar  9.5.2- É a Capacitação do cristão para a manifestação de milagres.  9.6- A Evidência inicial do Batismo no Espírito Santo:A Evidência inicial do Batismo no Espírito Santo:  A maior controvérsia dar sobre a evidência inicial dessa experiência.  O Pentecostal crê como Donald Gee: “ a doutrina distintiva é que o falar noutras línguas é a evidência inicial do batismo no Espírito Santo”.  Outros grupos evangélicos creem que a prova do Batismo ; é a manifestação dos frutos do Espírito(Gl.5:22).  O Principal motivo é sermos testemunhas de Jesus Cristo. 2929
  • 34.  Os Pentecostais acreditam que sua conclusão a respeito de serem as línguas evidência física inicial do batismo no Espírito Santo, esta baseado em Atos; Onde Lucas relata detalhes de como as pessoas receberam o batismo no Espírito Santo; o falar em outras línguas.sendo evidenciado no Pentecostes(At.2-glossolalia); na casa de Cornélio(At.10:44-46) e a ocorrência no episódio que envolve os discípulos em Éfeso( At.19:-6).  Estudiosos concordam com esse ponto de vista;a manifestação física visível do falar em outras línguas.  Foi a manifestação visível que fez com que Simão, percebesse que os samaritanos, haviam recebido o Espírito Santo, mediante a imposição das mãos de Pedro e de João?.  Obs: No caso de Paulo, ressaltam a sua declaração aos coríntios de que ele falava em outras línguas( I Cor.14:18).  Onde se argumenta de que o apóstolos falara em outras línguas; quando recebeu o dom pentecostal do Espírito Santo. 3030
  • 35.  Alguns ensinam que a evidência inicial das línguas nem sempre é necessária, para assegurar que o indivíduo recebeu a plenitude do Espírito.mas que qualquer um dos outros dons poderia ser a evidência da experiência pentecostal.  Porque Línguas é a evidência inicial para o batismo no EspíritoPorque Línguas é a evidência inicial para o batismo no Espírito SantoSanto: 1- É o cumprimento das profecias no V.T. e no N.T.(Is.28:11-12; I Cor.14:21). 2- Cristo disse na Grande comissão,que o cristão falará novas línguas( Mc.16:15-17). 3- Os Discípulos, Judeus e Gentios falaram línguas( At.2;8;10 e 19). 4- Em todos os séculos da história da Igreja, tinham grupos de cristãos que falaram em outras línguas. 5- O Apóstolo Paulo falou em línguas – ( I Cor. 14:18). 3131
  • 36.  6- Quem fala em Línguas fala com Deus- ( I Cor.14:2).  7- O Cristão que fala em línguas edifica a si mesmo- ( I Cor.14:4).  8- Paulo diz que todo cristão deve falar em línguas- (I Cor.14:5).  9- O Falar em línguas é o descanso e o refrigério prometido-(Is.28:1- 12).  10- Paulo escreveu para a Igreja de Corinto ,que não se deve eliminar o falar em línguas- (I Cor.14:39).  11- Línguas estranhas é uma prova uniforme entre os Pentecostais; do mundo.  12- Línguas estranhas demonstram o valor que Deus tem colcocado na língua humana.  13- Corrobora para a evangelização, testemunho e missões em âmbito mundial. 3232
  • 37.  9.7- Diferença entre Batismo e o Dom de LínguasDiferença entre Batismo e o Dom de Línguas:.  Certas pessoas não sabem a diferença entre línguas como sinal do batismo no Espírito Santo e as línguas como a manifestação do dom de línguas( I Cor.12:7-11).  Porém a diferença esta no propósito e no uso.  O falar em línguas é o sinal de que o Espírito Santo controla a pessoa na hora de falar. E o Dom de línguas-(I Cor.12:10); manifesta-se para outro fim, isto é, a edificação de quem fala em línguas; e quando acompanhado com o dom de interpretação, edifica a Igreja-(I Cor.14:4).  Assim sendo, as línguas no batismo no Espírito Santo é para edificar o cristão; e como o dom do Espírito é para edificar a congregação de deve ser acompanhada de interpretação.  Por isto, que todo cristão deve buscar não apenas o falar em línguas, mas também ,ser cheio do espírito Santo ( Lc.11:9-13) 3333
  • 38.  9.9- Princípios de Recebimento do Batismo no Espírito SantoPrincípios de Recebimento do Batismo no Espírito Santo:  Não existe um método que facilite o receber.  Não depende necessariamente do desejo de recebê-lo.  Não depende do lugar.  Nem de hora ou dia  9.10 – O que impede o cristão de receber o Batiso no EspíritoO que impede o cristão de receber o Batiso no Espírito?.  Pecado  Falta de Interesse  Buscar o dom e não o Senhor do Dom  Auto-confiança,amargura,vaidade  Falta de Perseverança,incredulidade  Timidez,Orações macânicas.  Ensinos falsos...etc...... 3333