SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
EX.: PAIXÃO
O CÉREBRO EMOCIONAL
Lv.Inteligência Emocional – Daniel Goleman
 Razão x Emoção
 A emoção é um complexo
estado de sentimentos, com
componentes somáticos,
psíquicos e comportamentais,
relacionados ao afeto e ao
humor.
 “Todas as emoções são, em
essência, impulsos, legados
pela evolução, para uma ação
imediata, para planejamentos
instantâneos que visam a lidar
com a vida.” (Goleman, 1995).
EMOÇÕES Expressões intensas de sentimentos, diante
de situações vivenciadas.
SEQUESTRO EMOCIONAL O sequestro da amígdala é uma
reação emocional imediata e desproporcional em reação ao
estímulo que a desencadeou, porque é compreendido como
uma ameaça à estabilidade emocional.
“ NÃO SEI O QUE DEU EM MIM....”
GATILHOS EMOCIONAIS É uma reação mental,
relacionada as emoções, pensamentos e comportamentos.
Os gatilhos podem ser acionados através: Injustiça, falta de
respeito, traição, agressão física ou verbal, medo, raiva, etc.,
gerando um sequestro emocional.
AMIGDALA CEREBRAL
 No ser humano e animais , está
relacionada a resposta de medo e
prazer.
Quando falamos da amigdala,
podemos dizer que ela é uma das
mais importantes associadas ao
mundo das emoções, localizada
no sistema Límbico.
 É o que faz por exemplo, que
sejamos mais maleáveis do que
qualquer parente evolutivo
próximo, é a que nos permite
escapar de situações de risco ou
perigo, mas ela é também nos
obriga a lembrar de nossos
traumas infantis e tudo aquilo que
nos fez sofrer em algum momento.
AMIGDALA CEREBRAL
 Faz parte do chamado cérebro
profundo, na qual primam as
nossas emoções básicas como a
raiva, o medo e o instinto de
sobrevivência. Tem a forma de
uma amêndoa, sendo própria de
todos os vertebrados,
localizando-se nos lóbulos
temporais, fazendo parte do
sistema límbico e processando
tudo que tem relação com as
nossas emoções.
 São duas estruturas esféricas de
cada lado do cérebro, da
neuroanatomia do sistema
límbico, sendo uma das principais
áreas do controle da
agressividade.
ONDE SE LOCALIZA ?
 A amígdala, esta estrutura em
forma de amêndoa, fica na
frente do hipocampo, onde fica
nossa memória, é própria de
todos os vertebrados e se
localiza na profundidade dos
lóbulos temporais, fazendo
parte do sistema límbico e
processando tudo relacionado
a nossas reações emocionais,
estando diretamente envolvida
na nossa aprendizagem
emocional.
 O sistema límbico, também é
responsável pelas respostas
emocionais, o comportamento
e a memória.
VISUALIZAR VIDEO
SISTEMA LIMBICO
Ao olharmos a formação do
nosso cérebro com a ajuda da
neurociência vemos que ele foi
construído de forma
hierárquica.
Primeiro, o cérebro reptiliano,
baseado na sobrevivência.
Nossos ancestrais viviam
condicionados pela
autoproteção, tinham que lutar
muito para ter comida e
segurança.
Depois vieram as emoções, com
o sistema límbico, e, há 50 mil
anos, temos o cérebro do
Homo-sapiens-sapiens, com o
Neocortex trazendo funções
intelectuais superiores.
AMIGDALA X APRENDIZADO
EMOCIONAL
 A AMIGDALA nos ajuda a buscar uma
estratégia adequada depois de termos
identificado um estimulo negativo.
 Ter o controle da amigdala é
primeiramente reconhecer o que
sentimos, enumerando os
sentimentos; tornamos as emoções
negativas menos intensas.
 Desta forma, a amigdala se acalma,
aumentando a atividade da região do
Córtex pré frontal do cérebro, que
processa as emoções.
 Quando reconhecemos e nomeamos
o que estamos vivenciando nos
sentimos melhor.
 Exemplo: correr para fugir
AMIGDALA X APRENDIZADO
EMOCIONAL
 Exemplo: Saímos do trabalho e nos dirigimos
para o carro estacionado numa rua próxima.
 Esta noite a rua esta escura e, esta penumbra
nos coloca em sentido de alerta:
a escuridão é um cenário que, diante de
nossa evolução poderá nos remeter a
sensação de perigo eminente.
 Assim , apressamos nossos passos para ir ao
encontro do carro. De repente, alguém se
aproxima e nossa reação logica é começar a
correr para fugir.
 Com este exemplo, podemos concluir muitas
das funções instaladas na amigdala: ela nos
coloca em alerta de que a escuridão é um
risco e de que essa pessoa que se aproxima
também possa ser. Apesar de tudo, ela ainda
cria um aprendizado novo, ao deduzirmos, que
por causa do medo, no dia seguinte,
evitaremos estacionar novamente nesta rua.
AMIGDALA – LUTA X FUGA
 É preciso considerar que o impulso é o veículo da
emoção e que a semente de todo impulso é um
sentimento expansivo que procura se expressar na
ação.” – Daniel Goleman .
 Talvez seja um pouco estranho que a parte mais desenvolvida do
cérebro, como é o caso do córtex, possa ser dominada por uma
estrutura tão primitiva como a amígdala; contudo, é algo que faz
sentido se olhado do ponto de vista evolutivo.
 Há milhares de anos, esta era uma questão de sobrevivência.
 Quando caçávamos na selva e, por exemplo, nos deparávamos com
um leão, a amígdala desativava o resto das funções cerebrais
porque não era hora de parar para pensar no perigo ou fazer a
digestão ou ovular, era hora da resposta de luta/fuga.
 (apresentação: youtube – Amigdala & Hipocampo).
ESTRATÉGIA DA AMIGDALA
 As lembranças e experiências com muita
carga emocional fazem com que nossas
conexões sinápticas estejam associadas
a esta estrutura, provocando efeitos
como: taquicardia, aumento da
respiração e liberação de hormônios de
estresse.
 A amigdala nos ajuda a buscar uma
estratégia adequada depois de ter
identificado um estimulo negativo.
 Ter o controle da amigdala é
primeiramente RECONHECER o que
SENTIMOS, enumerando os sentimentos,
tornamos as emoções negativas menos
intensas, assim a amigdala se acalma,
aumentando a atividade na região do
Córtex pré frontal do cérebro, que
processa as emoções.
Gatilho emocional é uma resposta
mental em que experiências passadas são
revividas ou despertadas através das
emoções; envolvem pensamentos,
comportamentos. Ex: Quando crianças, as
coisas acontecem a nossa volta e nem
sempre vamos entender as circunstâncias
do momento, tudo pode parecer muito
ameaçador, grande demais para nossa
percepção.
Essas lembranças, traumas ficam gravados
em nosso subconsciente.
O termo subconsciente surgiu através de
estudos realizados pelo psicólogo clínico
francês Pierre Janet, e foi posteriormente
comprovada pelo psicanalista austríaco
Sigmund Freud, que apresenta sua primeira
descrição do nosso aparelho psíquico
separando-o em três instâncias: o
inconsciente, o pré-consciente
(subconsciente) e o consciente.
TIPOS DE GATILHOS
EMOCIONAIS
 Tipos de gatilhos emocionais
 Alguém lhe rejeitar;
 Alguém lhe ignorar;
 Alguém lhe abandonar ou
ameaçar fazer isso;
 Alguém terminar o
relacionamento com você;
 Alguém lhe criticar ou julgar;
 Alguém lhe censurar,
especialmente em público;
 Alguém agir com indiferença;
 Alguém debochar da sua cara;
GATILHO EMOCIONAL – Sombra
oculta
 A nossa reação emocional diante de situações negativas da vida
depende muito do que guardamos do passado.
Muitas vezes, reagimos de uma forma intensa a determinadas
situações quando temos consciência de que não deveríamos nos
afetar tanto. Outras vezes, nem temos consciência e achamos
plenamente normal a nossa reação, que, aos olhos de terceiros foi
desproporcional ao acontecimento.
Os gatilhos emocionais podem estar relacionados à pessoas,
palavras, opiniões ou situações que desencadeiam uma reação
emocional intensa e excessiva dentro de nós. Entre as emoções
mais corriqueiras quando um gatilho é desencadeado estão raiva,
tristeza, ansiedade, impulsividade, e medo.
 Um GATILHO EMOCIONAL pode ser considerado como uma
SOMBRA, na medida que precisamos RECONHECÊ-LO e ACOLHÊ-
LO , integrando a nossa personalidade.
 = Dê um nome ao seu gatilho, encontrando sua fonte.
 ACOLHA!
GATILHO EMOCIONAL –
ABANDONO I
 O que muitas pessoas não sabem é que a situação
chamada GATILHO não é a maior causadora do estresse
emocional que vivenciamos. O que em geral ocorre é que
ela tem características de uma outra situação, esta sim a
fonte do problema, que em geral foi vivida no passado,
possivelmente na nossa infância.
 E COMO ISSO ACONTECE?
 Um bom exemplo é a situação de “abandono” vivenciada
por uma criança, cujo pai ou mãe esqueceram de busca-la
na escolinha. Essa situação pode ser vivida como um
trauma de abandono, onde ela poderá sentir-se
desprotegida, desamparada e solitária, por não ter ainda
recursos para entender o que aconteceu.
GATILHO EMOCIONAL –
ABANDONO II

Esta memoria fica gravada de forma mais intensa no cérebro, mesmo que de
forma inconsciente (SOMBRAS).
Para um adulto, ficar esperando 30 minutos pode ser irritante mas não
absurdo, mas para uma criança pequena, isso pode ser percebido como
ameaçador a sua própria sobrevivência.
O QUE OCORRE então quando nosso parceiro “ESQUECE”
de nos pegar para jantar?
A semelhança com esta memória ATIVA reações primárias, ligadas ao instinto de
defesa e sobrevivência que visam nos PROTEGER de SENTIR NOVAMENTE a
mesma dor de quando éramos menores e desprotegidos.
Nesse momento, reagimos de forma IRRACIONAL ( sombra vindo a tona) e,
mesmo sendo adultos esquecemos de qualquer explicação mais racional como a
dificuldade de transito, trabalho de ultima hora, etc.
Quando ele chega para nos pegar, PROJETAMOS (mecanismo de defesa) nele
toda nossa RAIVA e FRUSTRAÇÃO não do adulto, mas da criança que não quer
mais ser ABANDONADA. ( Não pontual – com exceções)..
GATILHO EMOCIONAL –
ABANDONO III

Muitos não compreendem o efeito destes mecanismos de projeções que,
são disparados em situações GATILHO, através das mais variadas
situações emocionais, especialmente, oriundas de traumas da infância ,
e que jazem adormecidas no nosso inconsciente.
E COMO MELHORAMOS ISSO?
Nos reconectando de forma consciente com estas questões é possível
RESSIGNIFICAR de forma gradativa nossos traumas e questões oriundas do nosso
INCONSCIENTE PESSOAL, para que o trauma seja DESACOPLADO de um evento
cotidiano (um atraso para um encontro), de um sentimento profundo de abandono.
Desta forma, é possível passar pela situação desconfortável sem atrelar
a ela outros sentimentos intensos e enxergar mais facilmente que nem
sempre uma atitude alguém, foi feita para nos provocar, ou nos tirar do
sério, ou como falta de amor.
Este é um dos caminhos mais eficientes (SELF) para que brigas e
discussões frequentes sejam colocadas de lado para um caminho
harmonioso.
GATILHOS EMOCIONAIS -
AUTOCONSCIENCIA
 Todos temos GATILHOS e como uma
pistola estamos sempre “engatilhados”,
prontos para disparar automaticamente
diante de alguma ação externa, que possa
DESPERTAR dentro de nós, as mais
variadas EMOÇÕES NEGATIVAS, de
RAIVA, CULPA, INVEJA, MEDO, entre
outras.
 Nesta situação podemos REAGIR de modo
extremo, projetando nos outros nossas
mazelas internas, exaltados, magoados,
podendo ferir outras pessoas.
 Através da AUTOCONSCIENCIA,
conseguimos identificar em nós quais
ATITUDES ALHEIAS fazem disparar nosso
 GATILHO EMOCIONAL, gerando o
SEQUESTRO EMOCIONA.
O SEQUESTRO DA AMIGDALA e a
atualidade
 No entanto, no mundo atual, quando nos deparamos com um evento
de ESTRESSE importante, mesmo que não ameace a nossa
sobrevivência, como um engarrafamento no trânsito ou discussão
acalorada, A AMIGDALA PODERÁ NOS SEQUESTRAR,
especialmente, diante de determinados gatilhos: ansiedade, medo,
raiva, indiferença, desrespeito, arrogância, etc.
 Isto faz com que todo o nosso organismo se encha de adrenalina e
cortisol, que alteram nosso corpo ao longo de umas quatro horas de
sequestro emocional.
 E por isso, depois de uma emoção intensa provocada por um grande
agente de estresse, costumamos sentir durante um tempo o que
podemos chamar de uma “ressaca emocional”.
Esta ressaca se deve aos hormônios que circulam ainda pelo nosso
organismo e que fazem com que o mal-estar dure muito mais tempo.
LADO IRRACIONAL AMIGDALA – O
SEQUESTRO
 O sequestro da amígdala é um
termo usado pelo psicólogo
Daniel Goleman para explicar
este tipo de reação emocional
incontrolável.
 Ele, como especialista em
inteligência emocional,
explica que o segredo de nos
tornarmos irracionais tem a
ver com a falta momentânea e
imediata de controle
emocional, porque a amígdala
assume o comando do
cérebro.
AMIGDALA E O DESCONTROLE EMOCIONAL
 Injustiça, agressão física ou
verbal, falta de respeito, traição,
medo, raiva, ciúmes, etc., podendo
também estar relacionado a nossa
infância: memórias, traumas,
sentimentos, piadas, opiniões,
reações e comportamentos que
causam forte reações emocionais
– as ações correlatas a estes
gatilhos geralmente, são raiva,
tristeza, medo.
 Quando alguém APERTA o
nosso botão, pode acionar
um gatilho
 A expressão: “não sei o que deu
em mim” - esses rompantes são
chamados sequestro da amigdala.
O SEQUESTRO da AMIGDALA
 Alguma vez você já se sentiu
inevitavelmente tomado por uma
emoção muito poderosa que fez
você perder o controle?
 Alguma vez você se deixou levar
e disse coisas das quais logo se
arrependeu?
 Alguma vez você sentiu que era
uma emoção que conduzia o seu
cérebro?
 Se você respondeu
afirmativamente a alguma destas
perguntas, significa que você foi
sequestrado em algum momento
pela sua amígdala.
COMO ACONTECE ESSE
SEQUESTRO
 O sequestro da amígdala é uma
reação emocional imediata e
desproporcional em reação ao
estímulo (gatilho) que a
desencadeou, porque é
compreendido como uma ameaça
à estabilidade emocional.
 Isto acontece porque a amígdala
rouba a ativação de outras
áreas cerebrais, principalmente
o córtex, dominando a conduta
do sujeito e desligando a área
que nos torna mais racionais,
mais humanos.
SEQUESTRO RELÂMPAGO
 É um episódio que nos faz
literalmente PERDER A CABEÇA
(razão) e, eventualmente a lucidez .
 É quando somos tomados pela
emoção (RAIVA por exemplo), que
toma conta de todos nossos
pensamentos, onde corremos o risco
de agir de forma agressiva ou
imprudente, podendo surgir o
arrependimento pois, como tudo
ocorre muito rapidamente, quando
nos damos conta já dissemos,
fizemos algo que não gostaríamos.
 Após passar o efeito, ele perde a força
e recobramos a lucidez.
SEQUESTRO  Ex.02- Gatilho
Emocional
 Ex. Vamos supor que você tem um amigo que tenha "aprontado"
algumas com você. Na primeira vez, você relevou , na segunda você
desculpou e acabou deixando para lá novamente. Aí aconteceu uma
terceira vez e você já falou com ele de forma irritada. Após este
evento discutiram por uma pequena bobagem e você teve uma
reação intempestiva desproporcional : xingou, brigou, gritou e
acabou cortando a amizade.. Para quem assistiu de fora, sua reação
foi anormal. Para você que estava acumulando ressentimentos, o
último episódio foi a GOTA D’AGUA que acabou desencadeando o
sequestro da amigada. Nesse exemplo fictício, é fácil entender a
reação porque os eventos foram todos com a mesma pessoa.
Fica claro que a raiva acumulada, foi descontada no amigo
causador do sentimento. O problema é que na vida também
acontece da gente acumular de uma pessoa e descontar em outra.
Fazemos PROJEÇÕES ou transferências de sentimentos.
Acumulamos da infância na relação com os pais e irmãos, e
descontamos no marido, no amigo mais próximo, na namorada e etc.
 Podemos sofrer a rejeição dos pais e transferimos o medo para
nossos relacionamentos afetivos.
A RENOVAÇÃO DE ATITUDES surge quando nos CONSCIENTIZAMOS .
A SOMBRA ganha quando agimos motivados por uma RAIVA desproporcional,
quando traímos a confiança da pessoa amada. É preciso encontrar alguma
válvula de escape da sua emoção, de modo que você consiga abaixar a
excitação e evitar o sequestro emocional. Se afastar da situação e respirar
fundo, contando até 10, é um excelente método para se acalmar.
SEQUESTRO EMOCIONAL & GATILHOS ACIONADOS
- Como minimizar o sequestro emocional
mantendo o controle?
É importante observar suas reações emocionais para descobrir quais são os
gatilhos que antecedem o descontrole.
Quando as coisas não saem como você planejou, de que forma seu corpo
reage? Quais são seus comportamentos? Você fica agressivo ou triste? Ataca
ou engole a situação?
Após identificar seu modo de funcionamento, é preciso dominar as emoções e
iniciar o processo de racionalização para evitar uma resposta espontânea.
O sequestro emocional dura poucos segundos e, após esse período, é possível
avaliar as situações de forma racional antes de tomar qualquer atitude
impensada.
O que fazer diante dessa
situação?
 Talvez você tenha ouvido falar
que “quando estiver revoltado,
chateado, é bom contar até dez,
mas se você estiver muito
BRAVO, então conte até mil”.
 Esta é uma estratégia muito
inteligente porque quando a
gente começa a contar, ativa o
córtex, a parte frontal e lógica
do cérebro, que como dissemos
anteriormente, fica
inibida durante o sequestro
emocional.
MINIMIZANDO O SEQUESTRO
 Portanto, se você começar a
contar quando uma emoção
intensa causada pelo estresse
surgir, você poderá se distanciar
da mesma, ganhar espaço e
entender nesse momento o que
está acontecendo.
Você poderá voltar a usar a parte
lógica do seu cérebro para evitar
essas respostas impulsivas
provocadas quando estiver sob o
sequestro da amígdala.
 Outra estratégia que costuma
funcionar é focar na respiração de
forma consciente, a respiração
típica do MINDFULNESS
COMO SAIR DE UM SEQUESTRO
 Em resumo, para poder sair do sequestro da amígdala
quando um agente de estresse importante o ativar, é
preciso criar um espaço entre o que aconteceu e o
momento presente.
É muito recomendado realizar atividades que ativem a
parte lógica do seu cérebro ou outras, como o
mindfulness, que focam no presente e ensinam novos
caminhos para vivenciar a emoção que você estiver
sentindo.
 NOTA: Mindfulness, palavra que pode ser traduzida
como “atenção plena”, é a prática de se concentrar
completamente no presente. Em atenção plena, as
preocupações com passado e futuro dão lugar à uma
consciência avançada do “agora”, que inclui percepção
de sentimentos, sensações e ambiente.
FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
 Autoconhecimento;
 Autopercepção;
 Autoconfiança;
 Autogerenciamento;
 Auto-motivação;
 Empatia;
 Habilidades sociais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)PatiSousa1
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshareEduardo Manoel Araujo
 
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...Tacio Aguiar
 
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da Paternidade
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da PaternidadeRosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da Paternidade
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da PaternidadeRosana De Rosa
 
Tecnicas de Relaxamento
Tecnicas de RelaxamentoTecnicas de Relaxamento
Tecnicas de Relaxamentoangelo.alf
 
Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar PatiSousa1
 
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismo
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismoTranstornos mentais, obsessão e o espiritismo
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismoMarlon Reikdal
 
Aula 11 A Psicologia espírita por Joanna de Angelis
Aula 11  A Psicologia espírita por Joanna de AngelisAula 11  A Psicologia espírita por Joanna de Angelis
Aula 11 A Psicologia espírita por Joanna de AngelisProf. Paulo Ratki
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaRicardo Azevedo
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espíritoigmateus
 

Mais procurados (20)

Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
 
O reencarne segismundo
O reencarne segismundoO reencarne segismundo
O reencarne segismundo
 
Palestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritualPalestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritual
 
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...
Power point do Curso "Teoria e prática sobre Regressão, Progressão e Terapia ...
 
Conviver é preciso
Conviver é precisoConviver é preciso
Conviver é preciso
 
Mãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma BadanMãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma Badan
 
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da Paternidade
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da PaternidadeRosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da Paternidade
Rosana De Rosa -Palestra -Visão Espírita da Paternidade
 
Tecnicas de Relaxamento
Tecnicas de RelaxamentoTecnicas de Relaxamento
Tecnicas de Relaxamento
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismo
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismoTranstornos mentais, obsessão e o espiritismo
Transtornos mentais, obsessão e o espiritismo
 
O Poder da Palavra
O Poder da PalavraO Poder da Palavra
O Poder da Palavra
 
Aula 11 A Psicologia espírita por Joanna de Angelis
Aula 11  A Psicologia espírita por Joanna de AngelisAula 11  A Psicologia espírita por Joanna de Angelis
Aula 11 A Psicologia espírita por Joanna de Angelis
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Honrar Pai e Mãe
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
 

Semelhante a AMIGDALA SEQUESTRO EMOCIONAL.ppt

Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasAnatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasadrianomesquita13
 
O Erro de Descartes - António Damásio
O Erro de Descartes - António DamásioO Erro de Descartes - António Damásio
O Erro de Descartes - António DamásioPsicologia Fanor
 
Neurocinema - A Emoção no Cinema
Neurocinema - A Emoção no Cinema Neurocinema - A Emoção no Cinema
Neurocinema - A Emoção no Cinema PlusJuh
 
Anatomia de um Sequestro Emocional
Anatomia de um Sequestro EmocionalAnatomia de um Sequestro Emocional
Anatomia de um Sequestro EmocionalPricila Yessayan
 
Inteligência emocional pronto
Inteligência emocional prontoInteligência emocional pronto
Inteligência emocional prontoamandafonseca74
 
Pamplona mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmas
Pamplona   mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmasPamplona   mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmas
Pamplona mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmasFabricio Pamplona
 
educação socioemovional.pptx
educação socioemovional.pptxeducação socioemovional.pptx
educação socioemovional.pptxFoxBilingue
 
Augusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteAugusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteTalita Volponi
 
Comportamento Emocional
Comportamento EmocionalComportamento Emocional
Comportamento EmocionalTiago Malta
 

Semelhante a AMIGDALA SEQUESTRO EMOCIONAL.ppt (20)

O SEQUESTRO DA AMIGDALA CEREBRAL
O SEQUESTRO DA AMIGDALA CEREBRALO SEQUESTRO DA AMIGDALA CEREBRAL
O SEQUESTRO DA AMIGDALA CEREBRAL
 
As emoções
As emoçõesAs emoções
As emoções
 
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasAnatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
 
O Erro de Descartes - António Damásio
O Erro de Descartes - António DamásioO Erro de Descartes - António Damásio
O Erro de Descartes - António Damásio
 
Neurocinema - A Emoção no Cinema
Neurocinema - A Emoção no Cinema Neurocinema - A Emoção no Cinema
Neurocinema - A Emoção no Cinema
 
NO LIMITE DAS EMOÇÕES
NO LIMITE DAS EMOÇÕESNO LIMITE DAS EMOÇÕES
NO LIMITE DAS EMOÇÕES
 
Psicologia
PsicologiaPsicologia
Psicologia
 
Anatomia de um Sequestro Emocional
Anatomia de um Sequestro EmocionalAnatomia de um Sequestro Emocional
Anatomia de um Sequestro Emocional
 
Inteligência emocional pronto
Inteligência emocional prontoInteligência emocional pronto
Inteligência emocional pronto
 
Pamplona mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmas
Pamplona   mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmasPamplona   mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmas
Pamplona mente e cérebro 2012 não alimente seus fantasmas
 
Aula de cerebro
Aula de cerebroAula de cerebro
Aula de cerebro
 
As divergências na análse
As divergências na análseAs divergências na análse
As divergências na análse
 
educação socioemovional.pptx
educação socioemovional.pptxeducação socioemovional.pptx
educação socioemovional.pptx
 
COMPLEXOS NA VISÃO JUNGUIANA
COMPLEXOS NA VISÃO JUNGUIANACOMPLEXOS NA VISÃO JUNGUIANA
COMPLEXOS NA VISÃO JUNGUIANA
 
Mente asemcoes
Mente asemcoesMente asemcoes
Mente asemcoes
 
1 inteligencia emocional
1 inteligencia emocional1 inteligencia emocional
1 inteligencia emocional
 
Augusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteAugusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da mente
 
Psicologia: Cognição
Psicologia:  Cognição Psicologia:  Cognição
Psicologia: Cognição
 
Mecanismos de defesa do ego
Mecanismos de defesa do egoMecanismos de defesa do ego
Mecanismos de defesa do ego
 
Comportamento Emocional
Comportamento EmocionalComportamento Emocional
Comportamento Emocional
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ (20)

ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
 
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICASDOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
 
AS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMAAS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMA
 
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdfAUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
 
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docxA PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docxIMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
 
DROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITADROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITA
 
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 BUDA  - HERMANN HESSE.pptx BUDA  - HERMANN HESSE.pptx
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃOO FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
 
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docxNOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
 
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO . PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
 
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMADEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
 
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
 
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptxNIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADEAUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
 
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um  uma pedra preciosa adormecida. Somos como um  uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIOR
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
 

Último

slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 

Último (8)

slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 

AMIGDALA SEQUESTRO EMOCIONAL.ppt

  • 1.
  • 3. O CÉREBRO EMOCIONAL Lv.Inteligência Emocional – Daniel Goleman  Razão x Emoção  A emoção é um complexo estado de sentimentos, com componentes somáticos, psíquicos e comportamentais, relacionados ao afeto e ao humor.  “Todas as emoções são, em essência, impulsos, legados pela evolução, para uma ação imediata, para planejamentos instantâneos que visam a lidar com a vida.” (Goleman, 1995).
  • 4. EMOÇÕES Expressões intensas de sentimentos, diante de situações vivenciadas. SEQUESTRO EMOCIONAL O sequestro da amígdala é uma reação emocional imediata e desproporcional em reação ao estímulo que a desencadeou, porque é compreendido como uma ameaça à estabilidade emocional. “ NÃO SEI O QUE DEU EM MIM....” GATILHOS EMOCIONAIS É uma reação mental, relacionada as emoções, pensamentos e comportamentos. Os gatilhos podem ser acionados através: Injustiça, falta de respeito, traição, agressão física ou verbal, medo, raiva, etc., gerando um sequestro emocional.
  • 5. AMIGDALA CEREBRAL  No ser humano e animais , está relacionada a resposta de medo e prazer. Quando falamos da amigdala, podemos dizer que ela é uma das mais importantes associadas ao mundo das emoções, localizada no sistema Límbico.  É o que faz por exemplo, que sejamos mais maleáveis do que qualquer parente evolutivo próximo, é a que nos permite escapar de situações de risco ou perigo, mas ela é também nos obriga a lembrar de nossos traumas infantis e tudo aquilo que nos fez sofrer em algum momento.
  • 6. AMIGDALA CEREBRAL  Faz parte do chamado cérebro profundo, na qual primam as nossas emoções básicas como a raiva, o medo e o instinto de sobrevivência. Tem a forma de uma amêndoa, sendo própria de todos os vertebrados, localizando-se nos lóbulos temporais, fazendo parte do sistema límbico e processando tudo que tem relação com as nossas emoções.  São duas estruturas esféricas de cada lado do cérebro, da neuroanatomia do sistema límbico, sendo uma das principais áreas do controle da agressividade.
  • 7. ONDE SE LOCALIZA ?  A amígdala, esta estrutura em forma de amêndoa, fica na frente do hipocampo, onde fica nossa memória, é própria de todos os vertebrados e se localiza na profundidade dos lóbulos temporais, fazendo parte do sistema límbico e processando tudo relacionado a nossas reações emocionais, estando diretamente envolvida na nossa aprendizagem emocional.  O sistema límbico, também é responsável pelas respostas emocionais, o comportamento e a memória.
  • 9. SISTEMA LIMBICO Ao olharmos a formação do nosso cérebro com a ajuda da neurociência vemos que ele foi construído de forma hierárquica. Primeiro, o cérebro reptiliano, baseado na sobrevivência. Nossos ancestrais viviam condicionados pela autoproteção, tinham que lutar muito para ter comida e segurança. Depois vieram as emoções, com o sistema límbico, e, há 50 mil anos, temos o cérebro do Homo-sapiens-sapiens, com o Neocortex trazendo funções intelectuais superiores.
  • 10. AMIGDALA X APRENDIZADO EMOCIONAL  A AMIGDALA nos ajuda a buscar uma estratégia adequada depois de termos identificado um estimulo negativo.  Ter o controle da amigdala é primeiramente reconhecer o que sentimos, enumerando os sentimentos; tornamos as emoções negativas menos intensas.  Desta forma, a amigdala se acalma, aumentando a atividade da região do Córtex pré frontal do cérebro, que processa as emoções.  Quando reconhecemos e nomeamos o que estamos vivenciando nos sentimos melhor.  Exemplo: correr para fugir
  • 11. AMIGDALA X APRENDIZADO EMOCIONAL  Exemplo: Saímos do trabalho e nos dirigimos para o carro estacionado numa rua próxima.  Esta noite a rua esta escura e, esta penumbra nos coloca em sentido de alerta: a escuridão é um cenário que, diante de nossa evolução poderá nos remeter a sensação de perigo eminente.  Assim , apressamos nossos passos para ir ao encontro do carro. De repente, alguém se aproxima e nossa reação logica é começar a correr para fugir.  Com este exemplo, podemos concluir muitas das funções instaladas na amigdala: ela nos coloca em alerta de que a escuridão é um risco e de que essa pessoa que se aproxima também possa ser. Apesar de tudo, ela ainda cria um aprendizado novo, ao deduzirmos, que por causa do medo, no dia seguinte, evitaremos estacionar novamente nesta rua.
  • 12. AMIGDALA – LUTA X FUGA  É preciso considerar que o impulso é o veículo da emoção e que a semente de todo impulso é um sentimento expansivo que procura se expressar na ação.” – Daniel Goleman .  Talvez seja um pouco estranho que a parte mais desenvolvida do cérebro, como é o caso do córtex, possa ser dominada por uma estrutura tão primitiva como a amígdala; contudo, é algo que faz sentido se olhado do ponto de vista evolutivo.  Há milhares de anos, esta era uma questão de sobrevivência.  Quando caçávamos na selva e, por exemplo, nos deparávamos com um leão, a amígdala desativava o resto das funções cerebrais porque não era hora de parar para pensar no perigo ou fazer a digestão ou ovular, era hora da resposta de luta/fuga.  (apresentação: youtube – Amigdala & Hipocampo).
  • 13. ESTRATÉGIA DA AMIGDALA  As lembranças e experiências com muita carga emocional fazem com que nossas conexões sinápticas estejam associadas a esta estrutura, provocando efeitos como: taquicardia, aumento da respiração e liberação de hormônios de estresse.  A amigdala nos ajuda a buscar uma estratégia adequada depois de ter identificado um estimulo negativo.  Ter o controle da amigdala é primeiramente RECONHECER o que SENTIMOS, enumerando os sentimentos, tornamos as emoções negativas menos intensas, assim a amigdala se acalma, aumentando a atividade na região do Córtex pré frontal do cérebro, que processa as emoções.
  • 14. Gatilho emocional é uma resposta mental em que experiências passadas são revividas ou despertadas através das emoções; envolvem pensamentos, comportamentos. Ex: Quando crianças, as coisas acontecem a nossa volta e nem sempre vamos entender as circunstâncias do momento, tudo pode parecer muito ameaçador, grande demais para nossa percepção. Essas lembranças, traumas ficam gravados em nosso subconsciente. O termo subconsciente surgiu através de estudos realizados pelo psicólogo clínico francês Pierre Janet, e foi posteriormente comprovada pelo psicanalista austríaco Sigmund Freud, que apresenta sua primeira descrição do nosso aparelho psíquico separando-o em três instâncias: o inconsciente, o pré-consciente (subconsciente) e o consciente.
  • 15. TIPOS DE GATILHOS EMOCIONAIS  Tipos de gatilhos emocionais  Alguém lhe rejeitar;  Alguém lhe ignorar;  Alguém lhe abandonar ou ameaçar fazer isso;  Alguém terminar o relacionamento com você;  Alguém lhe criticar ou julgar;  Alguém lhe censurar, especialmente em público;  Alguém agir com indiferença;  Alguém debochar da sua cara;
  • 16. GATILHO EMOCIONAL – Sombra oculta  A nossa reação emocional diante de situações negativas da vida depende muito do que guardamos do passado. Muitas vezes, reagimos de uma forma intensa a determinadas situações quando temos consciência de que não deveríamos nos afetar tanto. Outras vezes, nem temos consciência e achamos plenamente normal a nossa reação, que, aos olhos de terceiros foi desproporcional ao acontecimento. Os gatilhos emocionais podem estar relacionados à pessoas, palavras, opiniões ou situações que desencadeiam uma reação emocional intensa e excessiva dentro de nós. Entre as emoções mais corriqueiras quando um gatilho é desencadeado estão raiva, tristeza, ansiedade, impulsividade, e medo.  Um GATILHO EMOCIONAL pode ser considerado como uma SOMBRA, na medida que precisamos RECONHECÊ-LO e ACOLHÊ- LO , integrando a nossa personalidade.  = Dê um nome ao seu gatilho, encontrando sua fonte.  ACOLHA!
  • 17. GATILHO EMOCIONAL – ABANDONO I  O que muitas pessoas não sabem é que a situação chamada GATILHO não é a maior causadora do estresse emocional que vivenciamos. O que em geral ocorre é que ela tem características de uma outra situação, esta sim a fonte do problema, que em geral foi vivida no passado, possivelmente na nossa infância.  E COMO ISSO ACONTECE?  Um bom exemplo é a situação de “abandono” vivenciada por uma criança, cujo pai ou mãe esqueceram de busca-la na escolinha. Essa situação pode ser vivida como um trauma de abandono, onde ela poderá sentir-se desprotegida, desamparada e solitária, por não ter ainda recursos para entender o que aconteceu.
  • 18. GATILHO EMOCIONAL – ABANDONO II  Esta memoria fica gravada de forma mais intensa no cérebro, mesmo que de forma inconsciente (SOMBRAS). Para um adulto, ficar esperando 30 minutos pode ser irritante mas não absurdo, mas para uma criança pequena, isso pode ser percebido como ameaçador a sua própria sobrevivência. O QUE OCORRE então quando nosso parceiro “ESQUECE” de nos pegar para jantar? A semelhança com esta memória ATIVA reações primárias, ligadas ao instinto de defesa e sobrevivência que visam nos PROTEGER de SENTIR NOVAMENTE a mesma dor de quando éramos menores e desprotegidos. Nesse momento, reagimos de forma IRRACIONAL ( sombra vindo a tona) e, mesmo sendo adultos esquecemos de qualquer explicação mais racional como a dificuldade de transito, trabalho de ultima hora, etc. Quando ele chega para nos pegar, PROJETAMOS (mecanismo de defesa) nele toda nossa RAIVA e FRUSTRAÇÃO não do adulto, mas da criança que não quer mais ser ABANDONADA. ( Não pontual – com exceções)..
  • 19. GATILHO EMOCIONAL – ABANDONO III  Muitos não compreendem o efeito destes mecanismos de projeções que, são disparados em situações GATILHO, através das mais variadas situações emocionais, especialmente, oriundas de traumas da infância , e que jazem adormecidas no nosso inconsciente. E COMO MELHORAMOS ISSO? Nos reconectando de forma consciente com estas questões é possível RESSIGNIFICAR de forma gradativa nossos traumas e questões oriundas do nosso INCONSCIENTE PESSOAL, para que o trauma seja DESACOPLADO de um evento cotidiano (um atraso para um encontro), de um sentimento profundo de abandono. Desta forma, é possível passar pela situação desconfortável sem atrelar a ela outros sentimentos intensos e enxergar mais facilmente que nem sempre uma atitude alguém, foi feita para nos provocar, ou nos tirar do sério, ou como falta de amor. Este é um dos caminhos mais eficientes (SELF) para que brigas e discussões frequentes sejam colocadas de lado para um caminho harmonioso.
  • 20. GATILHOS EMOCIONAIS - AUTOCONSCIENCIA  Todos temos GATILHOS e como uma pistola estamos sempre “engatilhados”, prontos para disparar automaticamente diante de alguma ação externa, que possa DESPERTAR dentro de nós, as mais variadas EMOÇÕES NEGATIVAS, de RAIVA, CULPA, INVEJA, MEDO, entre outras.  Nesta situação podemos REAGIR de modo extremo, projetando nos outros nossas mazelas internas, exaltados, magoados, podendo ferir outras pessoas.  Através da AUTOCONSCIENCIA, conseguimos identificar em nós quais ATITUDES ALHEIAS fazem disparar nosso  GATILHO EMOCIONAL, gerando o SEQUESTRO EMOCIONA.
  • 21. O SEQUESTRO DA AMIGDALA e a atualidade  No entanto, no mundo atual, quando nos deparamos com um evento de ESTRESSE importante, mesmo que não ameace a nossa sobrevivência, como um engarrafamento no trânsito ou discussão acalorada, A AMIGDALA PODERÁ NOS SEQUESTRAR, especialmente, diante de determinados gatilhos: ansiedade, medo, raiva, indiferença, desrespeito, arrogância, etc.  Isto faz com que todo o nosso organismo se encha de adrenalina e cortisol, que alteram nosso corpo ao longo de umas quatro horas de sequestro emocional.  E por isso, depois de uma emoção intensa provocada por um grande agente de estresse, costumamos sentir durante um tempo o que podemos chamar de uma “ressaca emocional”. Esta ressaca se deve aos hormônios que circulam ainda pelo nosso organismo e que fazem com que o mal-estar dure muito mais tempo.
  • 22. LADO IRRACIONAL AMIGDALA – O SEQUESTRO  O sequestro da amígdala é um termo usado pelo psicólogo Daniel Goleman para explicar este tipo de reação emocional incontrolável.  Ele, como especialista em inteligência emocional, explica que o segredo de nos tornarmos irracionais tem a ver com a falta momentânea e imediata de controle emocional, porque a amígdala assume o comando do cérebro.
  • 23. AMIGDALA E O DESCONTROLE EMOCIONAL  Injustiça, agressão física ou verbal, falta de respeito, traição, medo, raiva, ciúmes, etc., podendo também estar relacionado a nossa infância: memórias, traumas, sentimentos, piadas, opiniões, reações e comportamentos que causam forte reações emocionais – as ações correlatas a estes gatilhos geralmente, são raiva, tristeza, medo.  Quando alguém APERTA o nosso botão, pode acionar um gatilho  A expressão: “não sei o que deu em mim” - esses rompantes são chamados sequestro da amigdala.
  • 24. O SEQUESTRO da AMIGDALA  Alguma vez você já se sentiu inevitavelmente tomado por uma emoção muito poderosa que fez você perder o controle?  Alguma vez você se deixou levar e disse coisas das quais logo se arrependeu?  Alguma vez você sentiu que era uma emoção que conduzia o seu cérebro?  Se você respondeu afirmativamente a alguma destas perguntas, significa que você foi sequestrado em algum momento pela sua amígdala.
  • 25. COMO ACONTECE ESSE SEQUESTRO  O sequestro da amígdala é uma reação emocional imediata e desproporcional em reação ao estímulo (gatilho) que a desencadeou, porque é compreendido como uma ameaça à estabilidade emocional.  Isto acontece porque a amígdala rouba a ativação de outras áreas cerebrais, principalmente o córtex, dominando a conduta do sujeito e desligando a área que nos torna mais racionais, mais humanos.
  • 26. SEQUESTRO RELÂMPAGO  É um episódio que nos faz literalmente PERDER A CABEÇA (razão) e, eventualmente a lucidez .  É quando somos tomados pela emoção (RAIVA por exemplo), que toma conta de todos nossos pensamentos, onde corremos o risco de agir de forma agressiva ou imprudente, podendo surgir o arrependimento pois, como tudo ocorre muito rapidamente, quando nos damos conta já dissemos, fizemos algo que não gostaríamos.  Após passar o efeito, ele perde a força e recobramos a lucidez.
  • 27. SEQUESTRO  Ex.02- Gatilho Emocional  Ex. Vamos supor que você tem um amigo que tenha "aprontado" algumas com você. Na primeira vez, você relevou , na segunda você desculpou e acabou deixando para lá novamente. Aí aconteceu uma terceira vez e você já falou com ele de forma irritada. Após este evento discutiram por uma pequena bobagem e você teve uma reação intempestiva desproporcional : xingou, brigou, gritou e acabou cortando a amizade.. Para quem assistiu de fora, sua reação foi anormal. Para você que estava acumulando ressentimentos, o último episódio foi a GOTA D’AGUA que acabou desencadeando o sequestro da amigada. Nesse exemplo fictício, é fácil entender a reação porque os eventos foram todos com a mesma pessoa. Fica claro que a raiva acumulada, foi descontada no amigo causador do sentimento. O problema é que na vida também acontece da gente acumular de uma pessoa e descontar em outra. Fazemos PROJEÇÕES ou transferências de sentimentos. Acumulamos da infância na relação com os pais e irmãos, e descontamos no marido, no amigo mais próximo, na namorada e etc.  Podemos sofrer a rejeição dos pais e transferimos o medo para nossos relacionamentos afetivos.
  • 28. A RENOVAÇÃO DE ATITUDES surge quando nos CONSCIENTIZAMOS . A SOMBRA ganha quando agimos motivados por uma RAIVA desproporcional, quando traímos a confiança da pessoa amada. É preciso encontrar alguma válvula de escape da sua emoção, de modo que você consiga abaixar a excitação e evitar o sequestro emocional. Se afastar da situação e respirar fundo, contando até 10, é um excelente método para se acalmar. SEQUESTRO EMOCIONAL & GATILHOS ACIONADOS
  • 29. - Como minimizar o sequestro emocional mantendo o controle? É importante observar suas reações emocionais para descobrir quais são os gatilhos que antecedem o descontrole. Quando as coisas não saem como você planejou, de que forma seu corpo reage? Quais são seus comportamentos? Você fica agressivo ou triste? Ataca ou engole a situação? Após identificar seu modo de funcionamento, é preciso dominar as emoções e iniciar o processo de racionalização para evitar uma resposta espontânea. O sequestro emocional dura poucos segundos e, após esse período, é possível avaliar as situações de forma racional antes de tomar qualquer atitude impensada.
  • 30. O que fazer diante dessa situação?  Talvez você tenha ouvido falar que “quando estiver revoltado, chateado, é bom contar até dez, mas se você estiver muito BRAVO, então conte até mil”.  Esta é uma estratégia muito inteligente porque quando a gente começa a contar, ativa o córtex, a parte frontal e lógica do cérebro, que como dissemos anteriormente, fica inibida durante o sequestro emocional.
  • 31. MINIMIZANDO O SEQUESTRO  Portanto, se você começar a contar quando uma emoção intensa causada pelo estresse surgir, você poderá se distanciar da mesma, ganhar espaço e entender nesse momento o que está acontecendo. Você poderá voltar a usar a parte lógica do seu cérebro para evitar essas respostas impulsivas provocadas quando estiver sob o sequestro da amígdala.  Outra estratégia que costuma funcionar é focar na respiração de forma consciente, a respiração típica do MINDFULNESS
  • 32. COMO SAIR DE UM SEQUESTRO  Em resumo, para poder sair do sequestro da amígdala quando um agente de estresse importante o ativar, é preciso criar um espaço entre o que aconteceu e o momento presente. É muito recomendado realizar atividades que ativem a parte lógica do seu cérebro ou outras, como o mindfulness, que focam no presente e ensinam novos caminhos para vivenciar a emoção que você estiver sentindo.  NOTA: Mindfulness, palavra que pode ser traduzida como “atenção plena”, é a prática de se concentrar completamente no presente. Em atenção plena, as preocupações com passado e futuro dão lugar à uma consciência avançada do “agora”, que inclui percepção de sentimentos, sensações e ambiente.
  • 33. FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL  Autoconhecimento;  Autopercepção;  Autoconfiança;  Autogerenciamento;  Auto-motivação;  Empatia;  Habilidades sociais.