SlideShare uma empresa Scribd logo
O Reino Protista
Sabe-se que Protozoários são seres eucariontes unicelulares,
com capacidade de deslocamento, heterotróficos ou não.
Divididos em mais de quinze filos, podem ser encontrados no solo,
em ambientes aquáticos ou associados a outros seres vivos. Neste
último caso, podem parasitar a espécie humana, provocando
doenças como a Toxoplasmose e a Amebíase.
A toxoplasmose (popularmente chamada de “doença do
gato”) é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada
pelo protozoário Toxoplasma gondii. Ocorre em animais de
estimação e produção incluindo suínos, caprinos, aves, animais
silvestres, gatos e a maioria dos vertebrados terrestres
homeotérmicos (bovinos, suínos, cabras, etc.). Acarreta abortos e
nascimento de fetos mal formados.

  Toxoplasma gondii possui três formas infectantes em seu ciclo de
vida: oocisto, bradizoítos contidos em cistos e taquizoítos.
Pessoas saudáveis infectadas, geralmente, não apresentam sintomas porque seu sistema
imunológico impede o parasita de causar doença. Quando apresentados, geralmente, são
sintomas de gripe que duram por semanas e depois vão embora. Porém, o parasita ainda
fica no organismo em estado inativo, e pode ser reativado se a pessoa tiver
enfraquecimento do sistema imunológico.
   As pessoas com sistema imunológico comprometido podem sofrer sintomas severos.
Alguns desses sintomas podem incluir febre, confusão, dor de cabeça, convulsão, náusea e
coordenação ruim.
   Se uma mulher foi contaminada antes de ficar grávida o feto ficará protegido, uma vez
que a mãe desenvolveu imunidade. Se a mulher for infectada pelo toxoplasma durante a
gravidez, ou pouco antes de engravidar, pode passar a infecção para o feto. Quanto
antes a transmissão ocorrer maiores serão os danos para o bebê. Potenciais resultados
podem ser:
* Aborto espontâneo;
* Bebê natimorto;
* Bebê nascido com sinais de toxoplasmose, como por exemplo tamanho anormal da
cabeça.
Os bebês infectados antes do nascimento geralmente não apresentam sintomas ao nascer,
porém os desenvolvem posteriormente, como perda potencial da visão, convulsões e
retardamento mental.
A toxoplasmose pode ser adquirida pela ingestão de água e/ou
alimentos contaminados com os oocistos esporulados, presentes nas
fezes de gatos e outros felídeos, por carnes cruas ou mal passadas,
principalmente de porco e de carneiro, que abriguem os cistos do
protozoário Toxoplasma gondii. A ingestão de leite cru contendo
taquizoítos do parasito, principalmente de cabras, pode ser uma
forma de infecção, mas provavelmente rara, pois a cabra tem de se
infectar durante a lactação para que exista a possibilidade de
passagem de taquizoítos para o leite.
 Pode ser transmitida, também, da mãe para o filho, mas não se
transmite de uma pessoa para outra exceto por transfusão sanguínea
e transplante de órgãos de pessoas infectadas. Seu diagnóstico é
feito levando em conta exames clínicos e exames laboratoriais de
sangue, onde serão pesquisadas imunoglobulinas como a IgM e IgG.
As gestantes devem evitar o contato com fezes de gatos, pois
estas podem conter oocistos, não ingerir água de origem
desconhecida e sem estar fervida, nem carne crua ou mal cozida
durante a gravidez.
     No caso dos gatos, lavar as caixas com água, ferver
frequentemente e nunca tocá-las por mãos sem luvas. Alimentar os
gatos com comida enlatada, ração, água fervida ou filtrada, não
lhes permitir caçar animais também reduz o risco e nunca
alimentá-los com carne crua ou mal passada.
A maioria das pessoas saudáveis recupera-se da toxoplasmose
sem tratamento. Pessoas que ficaram doentes podem ser tratadas
com uma combinação de medicamentos.
  Mulheres grávidas, recém-nascidos e bebês podem ser tratados,
porém o parasita não é eliminado completamente. 
   Pessoas com toxoplasmose ocular algumas vezes recebem
orientação do oftalmologista para usar medicamentos. A
recomendação ou não do uso de medicamentos depende do
tamanho da lesão ocular, localização e características da lesão.
  Pessoas com sistema imunológico comprometido precisam ser
tratadas até melhorar da condição. Para pacientes com AIDS, pode
ser necessário continuar a medicação pelo resto da vida.
Entamoeba histolytica (Imagem de microscópio)
Amebíase (também conhecida por disenteria amébica e
disenteria amebiana) é uma forma de disenteria, ou seja,
diarréia dos protozoários, sarcodina ou rizópodos (protista). A
Entamoeba histolytica é uma ameba típica, com movimentos por
extensão de pseudópodes e capacidade fagocítica, que evoluiu
para viver como parasita humano, ao contrário da ameba
Entamoeba díspar, muito semelhante mas que raramente causa
infecções sintomáticas.
A amebíase é transmitida       Os sintomas de amebíase
pela contaminação fecal da         podem variar desde um
água de consumo humano e          desconforto abdominal e
alimentos com cistos da          uma diarreia branda, até
ameba, os quais são               uma diarreia aguda com
relativamente resistente à    presença de sangue, febre e
cloração. Também é             calafrios. A amebíase pode
transmitida pelo contato          ser fatal dependendo do
direto de mãos contaminadas    volume de amebas ingerido
ou objetos sujos, bem como,            e também do estado
sexualmente pelo contato        imunitário do indivíduo. Os
oral-anal.                     grupos de risco são crianças
                                                   e idosos.
A prevenção se dá através de           Para diagnóstico são necessários exames
medidas higiênicas mais rigorosas            de fezes e, em casos mais graves, de
junto às pessoas que manipulam              imagem e de sangue, além de punção
alimentos, não consumir água de fonte         das inflamações. Para tratamento é
duvidosa, higienizar bem verduras,                         feito o uso de fármacos
frutas e legumes antes de consumi-los,             antimicrobianos, prescritos pelo
lavar bem as mãos antes de                                                  médico.
manipular qualquer tipo de alimento,             Sendo estes, o Metronidazol, ou o
e, principalmente após utilizar o          Iodoquinol, Paromomycina ou o Furoato
banheiro.                                   de Diloxanide. Para as doenças severas
  Medidas relacionadas a                              e refratárias recomenda-se o
saneamento básico, como implantação        Dehydroemetine, seguido do Iodoquinol,
de sistemas de tratamento de água e                   Paromomycina ou Furoato de
esgoto, devem ser levadas em                     Diloxanide. As complicações como
consideração para se reduzir ou, em        abscessos poderão exigir procedimentos
longo prazo, erradicar a amebíase.                                       cirúrgicos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
Nic K
 
Aula 3 Giardia Lamblia
Aula 3   Giardia LambliaAula 3   Giardia Lamblia
Aula 3 Giardia Lamblia
ITPAC PORTO
 
Giardia lamblia
Giardia lambliaGiardia lamblia
Giardia lamblia
Cleber Lima
 
Malária [ETEC KK]
Malária [ETEC KK]Malária [ETEC KK]
Malária [ETEC KK]
Vinicius Lopes
 
Doença de chagas
Doença de chagasDoença de chagas
Doença de chagas
Eridan de Sousa
 
Geardíase
GeardíaseGeardíase
Geardíase
rodrigomartins_03
 
Giardia
GiardiaGiardia
Giardiase
GiardiaseGiardiase
Malaria aula
Malaria aulaMalaria aula
Parasitoses humanas
Parasitoses humanasParasitoses humanas
Parasitoses humanas
Isabella Silva
 
Aula n° 4 leishmaniose
Aula n° 4   leishmanioseAula n° 4   leishmaniose
Aula n° 4 leishmaniose
Gildo Crispim
 
Introdução a Parasitologia
Introdução a ParasitologiaIntrodução a Parasitologia
Introdução a Parasitologia
Safia Naser
 
Malária
MaláriaMalária
Malária
3a2011
 
Toxoplasmose
ToxoplasmoseToxoplasmose
Toxoplasmose
naiellyrodrigues
 
Apresentação malária
Apresentação maláriaApresentação malária
Apresentação malária
Jakelyne Bezerra
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
Nathy Oliveira
 
Parasitologia
ParasitologiaParasitologia
Parasitologia
Jefferson LIMA
 
Powerpoint piolhos
Powerpoint piolhosPowerpoint piolhos
Powerpoint piolhos
'Ines Tavares
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
blessedjah
 
Parasitas
ParasitasParasitas
Parasitas
Leonardo Souza
 

Mais procurados (20)

Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
 
Aula 3 Giardia Lamblia
Aula 3   Giardia LambliaAula 3   Giardia Lamblia
Aula 3 Giardia Lamblia
 
Giardia lamblia
Giardia lambliaGiardia lamblia
Giardia lamblia
 
Malária [ETEC KK]
Malária [ETEC KK]Malária [ETEC KK]
Malária [ETEC KK]
 
Doença de chagas
Doença de chagasDoença de chagas
Doença de chagas
 
Geardíase
GeardíaseGeardíase
Geardíase
 
Giardia
GiardiaGiardia
Giardia
 
Giardiase
GiardiaseGiardiase
Giardiase
 
Malaria aula
Malaria aulaMalaria aula
Malaria aula
 
Parasitoses humanas
Parasitoses humanasParasitoses humanas
Parasitoses humanas
 
Aula n° 4 leishmaniose
Aula n° 4   leishmanioseAula n° 4   leishmaniose
Aula n° 4 leishmaniose
 
Introdução a Parasitologia
Introdução a ParasitologiaIntrodução a Parasitologia
Introdução a Parasitologia
 
Malária
MaláriaMalária
Malária
 
Toxoplasmose
ToxoplasmoseToxoplasmose
Toxoplasmose
 
Apresentação malária
Apresentação maláriaApresentação malária
Apresentação malária
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
Parasitologia
ParasitologiaParasitologia
Parasitologia
 
Powerpoint piolhos
Powerpoint piolhosPowerpoint piolhos
Powerpoint piolhos
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
 
Parasitas
ParasitasParasitas
Parasitas
 

Semelhante a Amebíase e toxoplasmose

Doenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminadaDoenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminada
Samuel Coelho
 
Slide microbio
Slide microbioSlide microbio
Slide microbio
amandacvlh
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
ProfDeboraCursinho
 
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de ChagasAspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
DiegoOliveira520215
 
Saneamento
SaneamentoSaneamento
Saneamento
Adriano Antonholi
 
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).pptAMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
dirleyvalderez1
 
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doençasÁgua não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
André Luiz Fachardo
 
Copasa doenças
Copasa doençasCopasa doenças
Copasa doenças
Adriana Gotschalg
 
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doençasÁgua não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
Copasa Digital
 
Amebíase
AmebíaseAmebíase
Amebíase
crishmuler
 
Doenças
DoençasDoenças
Doenças
crishmuler
 
Doenças-Biologia-COTUCA
Doenças-Biologia-COTUCADoenças-Biologia-COTUCA
Doenças-Biologia-COTUCA
eld09
 
Doencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao HidricaDoencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao Hidrica
Odair Medrado
 
Trabalho pronto
Trabalho prontoTrabalho pronto
Trabalho pronto
2° Ta - cotuca
 
Saúde pública
Saúde públicaSaúde pública
Saúde pública
Tiago Silva
 
Manual rocinha
Manual rocinhaManual rocinha
Manual rocinha
Lily Sany Silva Leite
 
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdfInfecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
joaopaulobrito3
 
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdfInfecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
joaopaulobrito4
 
Infeccoes intestinais bacterianas
Infeccoes intestinais bacterianasInfeccoes intestinais bacterianas
Infeccoes intestinais bacterianas
UFRJ
 
Veiculação Hídrica 2.pptx
Veiculação Hídrica 2.pptxVeiculação Hídrica 2.pptx
Veiculação Hídrica 2.pptx
adrianaalves784598
 

Semelhante a Amebíase e toxoplasmose (20)

Doenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminadaDoenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminada
 
Slide microbio
Slide microbioSlide microbio
Slide microbio
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de ChagasAspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
 
Saneamento
SaneamentoSaneamento
Saneamento
 
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).pptAMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
AMEBIASE E GIARDIASE (AULA 1).ppt
 
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doençasÁgua não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
 
Copasa doenças
Copasa doençasCopasa doenças
Copasa doenças
 
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doençasÁgua não tratada é porta aberta para várias doenças
Água não tratada é porta aberta para várias doenças
 
Amebíase
AmebíaseAmebíase
Amebíase
 
Doenças
DoençasDoenças
Doenças
 
Doenças-Biologia-COTUCA
Doenças-Biologia-COTUCADoenças-Biologia-COTUCA
Doenças-Biologia-COTUCA
 
Doencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao HidricaDoencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao Hidrica
 
Trabalho pronto
Trabalho prontoTrabalho pronto
Trabalho pronto
 
Saúde pública
Saúde públicaSaúde pública
Saúde pública
 
Manual rocinha
Manual rocinhaManual rocinha
Manual rocinha
 
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdfInfecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
 
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdfInfecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
Infecciones gastrointestinales.es.pt.pdf
 
Infeccoes intestinais bacterianas
Infeccoes intestinais bacterianasInfeccoes intestinais bacterianas
Infeccoes intestinais bacterianas
 
Veiculação Hídrica 2.pptx
Veiculação Hídrica 2.pptxVeiculação Hídrica 2.pptx
Veiculação Hídrica 2.pptx
 

Mais de Murderdoll_Natty

Simple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple futureSimple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple future
Murderdoll_Natty
 
Fibrose cística
Fibrose císticaFibrose cística
Fibrose cística
Murderdoll_Natty
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Murderdoll_Natty
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Murderdoll_Natty
 
Agnosticismo
AgnosticismoAgnosticismo
Agnosticismo
Murderdoll_Natty
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Murderdoll_Natty
 
As fronteiras naturais do Brasil
As fronteiras naturais do BrasilAs fronteiras naturais do Brasil
As fronteiras naturais do Brasil
Murderdoll_Natty
 
Claude monet
Claude monetClaude monet
Claude monet
Murderdoll_Natty
 
Saint-Simon
Saint-SimonSaint-Simon
Saint-Simon
Murderdoll_Natty
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Murderdoll_Natty
 
Os direitos humanos
Os direitos humanosOs direitos humanos
Os direitos humanos
Murderdoll_Natty
 
Terrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberaniaTerrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberania
Murderdoll_Natty
 
Garrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressãoGarrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressão
Murderdoll_Natty
 
Nicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunayNicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunay
Murderdoll_Natty
 
Eugène Delacroix
Eugène DelacroixEugène Delacroix
Eugène Delacroix
Murderdoll_Natty
 
Esquistossomose
EsquistossomoseEsquistossomose
Esquistossomose
Murderdoll_Natty
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
Murderdoll_Natty
 

Mais de Murderdoll_Natty (17)

Simple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple futureSimple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple future
 
Fibrose cística
Fibrose císticaFibrose cística
Fibrose cística
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Agnosticismo
AgnosticismoAgnosticismo
Agnosticismo
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
 
As fronteiras naturais do Brasil
As fronteiras naturais do BrasilAs fronteiras naturais do Brasil
As fronteiras naturais do Brasil
 
Claude monet
Claude monetClaude monet
Claude monet
 
Saint-Simon
Saint-SimonSaint-Simon
Saint-Simon
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Os direitos humanos
Os direitos humanosOs direitos humanos
Os direitos humanos
 
Terrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberaniaTerrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberania
 
Garrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressãoGarrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressão
 
Nicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunayNicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunay
 
Eugène Delacroix
Eugène DelacroixEugène Delacroix
Eugène Delacroix
 
Esquistossomose
EsquistossomoseEsquistossomose
Esquistossomose
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 

Último

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 

Último (20)

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 

Amebíase e toxoplasmose

  • 2. Sabe-se que Protozoários são seres eucariontes unicelulares, com capacidade de deslocamento, heterotróficos ou não. Divididos em mais de quinze filos, podem ser encontrados no solo, em ambientes aquáticos ou associados a outros seres vivos. Neste último caso, podem parasitar a espécie humana, provocando doenças como a Toxoplasmose e a Amebíase.
  • 3.
  • 4. A toxoplasmose (popularmente chamada de “doença do gato”) é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Ocorre em animais de estimação e produção incluindo suínos, caprinos, aves, animais silvestres, gatos e a maioria dos vertebrados terrestres homeotérmicos (bovinos, suínos, cabras, etc.). Acarreta abortos e nascimento de fetos mal formados. Toxoplasma gondii possui três formas infectantes em seu ciclo de vida: oocisto, bradizoítos contidos em cistos e taquizoítos.
  • 5. Pessoas saudáveis infectadas, geralmente, não apresentam sintomas porque seu sistema imunológico impede o parasita de causar doença. Quando apresentados, geralmente, são sintomas de gripe que duram por semanas e depois vão embora. Porém, o parasita ainda fica no organismo em estado inativo, e pode ser reativado se a pessoa tiver enfraquecimento do sistema imunológico. As pessoas com sistema imunológico comprometido podem sofrer sintomas severos. Alguns desses sintomas podem incluir febre, confusão, dor de cabeça, convulsão, náusea e coordenação ruim. Se uma mulher foi contaminada antes de ficar grávida o feto ficará protegido, uma vez que a mãe desenvolveu imunidade. Se a mulher for infectada pelo toxoplasma durante a gravidez, ou pouco antes de engravidar, pode passar a infecção para o feto. Quanto antes a transmissão ocorrer maiores serão os danos para o bebê. Potenciais resultados podem ser: * Aborto espontâneo; * Bebê natimorto; * Bebê nascido com sinais de toxoplasmose, como por exemplo tamanho anormal da cabeça. Os bebês infectados antes do nascimento geralmente não apresentam sintomas ao nascer, porém os desenvolvem posteriormente, como perda potencial da visão, convulsões e retardamento mental.
  • 6.
  • 7.
  • 8. A toxoplasmose pode ser adquirida pela ingestão de água e/ou alimentos contaminados com os oocistos esporulados, presentes nas fezes de gatos e outros felídeos, por carnes cruas ou mal passadas, principalmente de porco e de carneiro, que abriguem os cistos do protozoário Toxoplasma gondii. A ingestão de leite cru contendo taquizoítos do parasito, principalmente de cabras, pode ser uma forma de infecção, mas provavelmente rara, pois a cabra tem de se infectar durante a lactação para que exista a possibilidade de passagem de taquizoítos para o leite. Pode ser transmitida, também, da mãe para o filho, mas não se transmite de uma pessoa para outra exceto por transfusão sanguínea e transplante de órgãos de pessoas infectadas. Seu diagnóstico é feito levando em conta exames clínicos e exames laboratoriais de sangue, onde serão pesquisadas imunoglobulinas como a IgM e IgG.
  • 9.
  • 10. As gestantes devem evitar o contato com fezes de gatos, pois estas podem conter oocistos, não ingerir água de origem desconhecida e sem estar fervida, nem carne crua ou mal cozida durante a gravidez. No caso dos gatos, lavar as caixas com água, ferver frequentemente e nunca tocá-las por mãos sem luvas. Alimentar os gatos com comida enlatada, ração, água fervida ou filtrada, não lhes permitir caçar animais também reduz o risco e nunca alimentá-los com carne crua ou mal passada.
  • 11. A maioria das pessoas saudáveis recupera-se da toxoplasmose sem tratamento. Pessoas que ficaram doentes podem ser tratadas com uma combinação de medicamentos. Mulheres grávidas, recém-nascidos e bebês podem ser tratados, porém o parasita não é eliminado completamente.  Pessoas com toxoplasmose ocular algumas vezes recebem orientação do oftalmologista para usar medicamentos. A recomendação ou não do uso de medicamentos depende do tamanho da lesão ocular, localização e características da lesão. Pessoas com sistema imunológico comprometido precisam ser tratadas até melhorar da condição. Para pacientes com AIDS, pode ser necessário continuar a medicação pelo resto da vida.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Entamoeba histolytica (Imagem de microscópio)
  • 16. Amebíase (também conhecida por disenteria amébica e disenteria amebiana) é uma forma de disenteria, ou seja, diarréia dos protozoários, sarcodina ou rizópodos (protista). A Entamoeba histolytica é uma ameba típica, com movimentos por extensão de pseudópodes e capacidade fagocítica, que evoluiu para viver como parasita humano, ao contrário da ameba Entamoeba díspar, muito semelhante mas que raramente causa infecções sintomáticas.
  • 17. A amebíase é transmitida Os sintomas de amebíase pela contaminação fecal da podem variar desde um água de consumo humano e desconforto abdominal e alimentos com cistos da uma diarreia branda, até ameba, os quais são uma diarreia aguda com relativamente resistente à presença de sangue, febre e cloração. Também é calafrios. A amebíase pode transmitida pelo contato ser fatal dependendo do direto de mãos contaminadas volume de amebas ingerido ou objetos sujos, bem como, e também do estado sexualmente pelo contato imunitário do indivíduo. Os oral-anal. grupos de risco são crianças e idosos.
  • 18.
  • 19. A prevenção se dá através de Para diagnóstico são necessários exames medidas higiênicas mais rigorosas de fezes e, em casos mais graves, de junto às pessoas que manipulam imagem e de sangue, além de punção alimentos, não consumir água de fonte das inflamações. Para tratamento é duvidosa, higienizar bem verduras, feito o uso de fármacos frutas e legumes antes de consumi-los, antimicrobianos, prescritos pelo lavar bem as mãos antes de médico. manipular qualquer tipo de alimento, Sendo estes, o Metronidazol, ou o e, principalmente após utilizar o Iodoquinol, Paromomycina ou o Furoato banheiro. de Diloxanide. Para as doenças severas Medidas relacionadas a e refratárias recomenda-se o saneamento básico, como implantação Dehydroemetine, seguido do Iodoquinol, de sistemas de tratamento de água e Paromomycina ou Furoato de esgoto, devem ser levadas em Diloxanide. As complicações como consideração para se reduzir ou, em abscessos poderão exigir procedimentos longo prazo, erradicar a amebíase. cirúrgicos.