Doenças causadas por água contaminada

1.837 visualizações

Publicada em

Doenças Causadas por água contaminada

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doenças causadas por água contaminada

  1. 1. Principais doenças por água contaminada - Resumo Doenças Agente Sintomas Cólera Víbrio cholerae Afeta apenas os seres humanos; sua transmissão vem diretamente dos dejetos fecais de doentes; contaminação por ingestão, principalmente de água contaminada. Causa diarréia, vômitos, rápida desidratação, acidose, câimbras musculares e colapso respiratório Amebíase Entamoeba histolytica Esta ameba se alimenta do bolo alimentar e sua presença causa disenteria aguda, febre, calafrios e diarréia sanguinolenta Gastro-Enterite Rota Vírus Vírus que causa diarréia, vômitos, levando a desidratação grave. Hepatite Vírus de Hepatite A Vírus que ataca o fígado causando febre, mal-estar geral, falta de apetite e icterícia. Disenteria Bacilar Bactéria Shigella Fezes com sangue e pus seguido de vômitos e cólicas. Poliomielite Enterovirus poliovirus Comum em crianças ("paralisia infantil"); através de contato fecal/oral derivado de condições sanitárias inadequadas; contaminação fecal de água e alimentos. Febre Tifóide Salmonella typhi Doença contagiosa causada por bactéria; causa febre intermitente, mal-estar, manchas rosas pelo tronco, tosse e prisão de ventre. Febre Paratifóide Salmonella paratyphi Transmite-se pelas fezes, mãos contaminadas, roupas, alimentos e água. Sintomas comuns são: dor de cabeça, mal- estar, fadiga, boca amarga, febre, calafrios, indisposição gástrica, diarréia e aumento do baço Ascaridíase Ascaris lumbricoides A infecção dos vermes ocorre por ingestão de seus ovos presentes na água e alimentos, principalmente verduras
  2. 2. 1. Cólera A cólera é uma infecção causada pela bactéria Vibrio cholerae e se caracteriza por um severo quadro de diarreia aquosa, que pode levar rapidamente à grave desidratação. A cólera também é transmitida pela via fecal-oral, podendo ser adquirida através da água e de alimentos contaminados. O Vibrio cholerae, após ser ingerido, instala-se no intestino e passa a produzir uma toxina que ataca as células intestinais, provocando uma grave diarreia. Falaremos em detalhes sobre a cólera em artigo que será escrito brevemente. 2. Amebíase A amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Ela é bastante comum em áreas do mundo onde o saneamento básico é deficiente, permitindo que alimentos e água sejam expostos à contaminação fecal. Amebíase é causada pelo parasita Entamoeba histolytica, que entra no organismo principalmente por meio da ingestão de água ou comida contaminadas. Esse parasita também pode entrar no corpo por meio do contato direto com a matéria fecal. Entamoeba histolytica libera cistos, que são uma forma relativamente inativa do parasita e que pode viver por vários meses no ambiente em que foram depositados, geralmente nas fezes, no solo e na água. Eles também podem ser transmitidos por manipuladores de alimentos e por meio de relação sexual desprotegida. 3. Gastroenterite A gastroenterite é uma inflamação aguda que compromete os órgãos do sistema gastrointestinal. O problema é mais comum no verão e em locais sem tratamento de água, rede de esgoto, água encanada e destino adequado.
  3. 3. A gastroenterite pode ser provocada por vírus, bactérias e parasitas, que podem ser transmitidos pelo ar, pela mão em contato com a boca e por intoxicação alimentar. Uma das bactérias mais comuns é a Salmonella, encontrada em frango e ovos crus. Alimentos conservados com pouca higiene e sem refrigeração podem favorecer o acúmulo de micro-organismos que causam a gastroenterite. 4. Hepatite A A hepatite A é uma infecção viral transmitida pela via fecal-oral. A transmissão do vírus da hepatite A pode se dar através da contaminação de alimentos preparados por pessoas infectadas que não lavam as mãos após evacuarem ou pelo contato das fezes contaminada com águas, nos locais onde não há saneamento básico. Praias, rios e lagos que recebem esgoto não tratado podem ter suas águas contaminadas com o vírus da hepatite A. A hepatite A apresenta-se habitualmente como um quadro de diarreia, associada à perda de apetite, náuseas, vômitos, fraqueza, dor muscular, dor de cabeça e febre. Após uma semana surge a icterícia, sintoma clássico da hepatite A aguda, que se caracteriza por pele e olhos amarelados 5. Disenteria Bacilar A disenteria bacteriana, também conhecida como shigelose, é uma doença intestinal provocada por uma família de bactérias conhecidas como Shigella. A bactéria Shigella é transmitida pela água ou alimentos contaminados ou pelo contato com fezes contaminadas. O principais sintoma da disenteria bacteriana é a diarreia. A disenteria bacteriana ocorre quando a pessoa acidentalmente engole a bactéria Shigella. Isso pode ocorrer nas seguintes situações:
  4. 4.  Se você tocar em sua boca caso não tenha lavado bem as mãos após o contato com a bactéria. Este contato pode ter ocorrido, por exemplo, após a troca de fraldas de um bebê com disenteria bacteriana  Caso a pessoa coma alimentos contaminados. As pessoas infectadas que manuseiam alimentos podem transmitir a bactéria para as pessoas que comem a comida. Os alimentos também podem ser contaminados se ele cresce em um local que contém esgoto  Caso a pessoa beba água contaminada. A água pode ser contaminada pelo esgoto ou por alguém que tenha a doença e nade no mesmo local que você. 6. Poliomielite Poliomielite é uma doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. Apesar de também ser chamada de paralisia infantil, a doença pode afetar tanto crianças quanto adultos. A poliomielite foi praticamente erradicada em países industrializados com a vacinação de crianças, inclusive no Brasil, onde a vacina contra a doença foi incorporada à caderneta de vacinas obrigatórios. Mas o vírus causador, no entanto, ainda pode ser encontrado em países da África e da Ásia. De acordo com o Ministério da Saúde, o último caso de poliomielite registrado no Brasil aconteceu em 1989. Atualmente, a cobertura vacinal brasileira contra pólio é acima dos 95% - considerada um exemplo para o restante do mundo. No mundo todo, o cenário da doença também melhorou radicalmente. O número de casos da doença em todo o globo caiu 99% desde 1988, passando de 350 mil para 406 notificados em 2013, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A poliomielite é uma doença causada pela infecção do poliovírus, que se espalha por contato direto pessoa a pessoa e também por contato com muco, catarro ou fezes infectadas. O vírus entra por meio da boca e do nariz e se multiplica na garganta e no trato intestinal. Dali, alcança a corrente sanguínea e pode atingir o cérebro. Quando a infecção ataca o sistema nervoso, destrói os neurônios motores e provoca paralisia nos membros inferiores. A pólio pode, inclusive, levar o indivíduo à morte se forem infectadas as células nervosas que controlam os músculos respiratórios e de deglutição.
  5. 5. O período de incubação do vírus, ou seja, tempo que leva entre a infecção e surgimento dos primeiros sintomas, varia de cinco a 35 dias, mas a média é de uma a duas semanas. O poliovírus pode ser transmitido por meio de água e alimentos contaminados ou pelo contato direto com uma pessoa infectada. A doença é tão contagiosa que pode ser pega no ar, principalmente por pessoas que convivem com portadores do vírus. Quem tem poliomielite pode transmitir a doença semanas após a infecção. 7. Febre Tifoide Doença de distribuição mundial associada a baixos níveis sócio-econômicos, situação precária de saneamento básico, higiene pessoal e ambiental. Por isso, está praticamente extinta em países onde esses problemas foram superados. No Brasil, ocorre de forma endêmica, com algumas epidemias onde as condições são mais precárias. 8. Febre Paratifoide A febre paratifoide (ou paratifo) é uma infecção intestinal bacteriana muito parecida com a febre tifoide, mas de menor gravidade e mais rara que ela. A febre paratifoide é causada pela ingestão de alimentos contaminados com a bactéria Salmonella paratyphi(tipos “A”, “B” ou “C”), especialmente ovos, carnes e ostras. O período de incubação varia segundo o tipo dabactéria infectante, entre um e dez dias, quando as bactérias depois de entrarem no corpo das pessoas começam a se multiplicar, a se espalhar nas paredes intestinais e seguem para a circulação sanguínea, causando os sintomas. No Brasil, carnes e ovos contaminados são os principais transmissores da Salmonella paratyphi, mas ela pode também ser transmitida por contato direto das mãos de pessoas sadias com fezes ou secreções de pessoas contaminadas, as quais posteriormente levam a mão à boca.
  6. 6. 9. Ascaridíase A ascaridíase é o resultado da infestação do helminto Ascaris lumbricoides no organismo, sendo mais frequentemente encontrado no intestino. Aproximadamente 25% da população mundial possui estes parasitas, sendo tais ocorrências típicas de regiões nas quais o saneamento básico é precário.

×