SlideShare uma empresa Scribd logo
ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO.



                                      DEFINIÇÃO:


                É uma ferramenta gerencial, que tanto pode ser utilizada nas empresas
  quanto em nossas vidas, permitindo a organização de metas pessoais e profissionais
  com menor dispêndio de energia física e mental. A boa administração de tempo é
  provavelmente o fator mais importante na administração de si mesmo e do trabalho
  executado. Ela começa com a auto-descoberta, isto é , com a identificação de como
  utilizamos o nosso tempo, do que não nos satisfaz e do que desejamos mudar.



                     O GERENTE DE INFORMÁTICA E O SEU TEMPO:

                 Um dos maiores problemas, para todos e que nunca há tempo suficiente
  para fazer tudo o que é necessário.
                 Peter Drucker, diz que o gerente que não consegue gerenciar seu próprio
  tempo não consegue gerenciar nada mais. Pois é de vital importância que o gerente
  domine o seu tempo , ao invés de ser por ele dominado.



        PASSOS FUNDAMENTAIS PARA SE ALCANÇAR UM MELHOR USO DO TEMPO:

   Quantificar como ele é utilizado atualmente;
   Eliminar os pontos de estrangulamento com base nesta quantificação;
   Planejar efetivamente como aplicar o tempo economizado com a eliminação dos
     estrangulamentos.



O GERENTE PODE TENTAR CLASSIFICAR AS ATIVIDADES QUE DOMINAM O SEU DIA, COMO:

   Documentação – para leitura / assinatura;
   Entrevistas – envolvendo você e outra pessoa, seja subordinado, colega ou superior;
   Reuniões – envolvendo três ou mais pessoas;
   Telefonemas – recebidos e emitidos.
A seguir, verifique quais destas tarefas só poderão ser feitas por você
mesmo, quais as que podem ser realizadas por você ou por outra pessoa e quais devem
ser delegadas a outras pessoas, sem prejuízo de qualidade, mas que no momento estão
lhe roubando preciosas horas.



               ALGUNS PONTOS DE ESTRANGULAMENTO DETECTADOS:

 Reveja se realmente é necessário lidar com toda a papelada;
 Estabeleça horários predeterminados e pré-estabelecidos para as entrevistas;
 Agende e divulgue as reuniões;
 Discipline-se na utilização do telefone, ou seja “Fale somente o necessário.”.



                É claro que a eliminação de todos os pontos de estrangulamento é, em
certos casos, praticamente impossível, mas se você conseguir 50% do tempo bem
administrado já alcançou um bom índice.

O que fazer com o tempo ganho?

                Primeiro crie uma hora diária (tempo arbitrário) só sua na qual você se
isola sem telefonemas, reuniões, entrevistas, etc. E então :

 Leia aqueles artigos importantes que estão se acumulando em sua mesa;
 Pare e repense o seu departamento de entrada de dados, a utilização de pacotes, as
   novas admissões;
 Redescubra-se como gerente e como pessoa;
 Procure concentrar-se em tarefas multiplicadoras;
 Pense na qualidade dos serviços prestados e como melhorá-las;
 Reveja os planos de desenvolvimento dos técnicos e administrativos da área frente à
   novas tecnologias;
 Estabeleça ou melhore o seu relacionamento com os demais gerentes da corporação.

               Até agora vimos todas as características para que um gerente de
informática administre melhor o seu tempo, então vamos dar mais sugestões para todo
tipo de gerente de qualquer área e para todas as pessoas que não conseguem administrar
o seu tempo.
BENEFÍCIOS OBTIDOS COM UMA MELHOR          ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO:




 Desenvolve uma perspectiva real do que a vida oferece e como pode ser vivida;
 Permite aproveitar mais a vida;
 Possibilita maior domínio e controle do trabalho;
 Evita pressão interna e pressões externas;
 Segurança e objetividade do trabalho;
 Aumenta a produtividade;
 Mantém o equilíbrio entre a vida pessoal, familiar e profissional;
 Combate celulite e flacidez, melhora o condicionamento físico.



               A pessoa que não administra o seu tempo é porque passa a maior parte do
dia pensando no que fazer em 1º lugar, outra parte recomeçando o trabalho interrompido
e finalmente a outra reclamando que não teve tempo para nada.
               Fatores a serem observados que contribuem para modificar-mos algumas
atitudes através de nossa própria conscientização, nos levando a pensar nos seguintes
fatos:


 Estamos dando o tempo certo às coisas realmente importantes ?
 Estamos mantendo o equilíbrio adequado entre nossas atividades de rotina e as de
   inovação a longo prazo ?
 Nossas atividades de combate ao fogo (atividades de emergência) estão reduzidas ?
 As interrupções desnecessárias estão sendo permitidas ?
 Estamos realizando tarefas desnecessárias ?
 Estamos pulando de tarefa em tarefa sem conclui-las ?

Pronto temos um perfil de nosso comportamento diante do tempo, o que e como
devemos mudar está em cada um de nós.
DESPERDIÇADORES DO TEMPO:


 Não definição / Classificação das metas;
 Não fazer plano diário;
 Prioridades não claras/ falta prioritização ;
 Alteração constantes de ordens e de prioridades;
 Não antecipar prováveis acontecimentos futuros e não se preparar para eles;
 Não se prevenir contra problemas rotineiros;
 Empreendendo mais do que pode menos estimativa de tempo não realista;
 Sobrecarga de trabalho;
 Atrasos;
 Barulho;
 Desorganização pessoal;
 Arquivos desorganizados;
 Responsabilidade e autoridades confusas;
 Não se ajustar a mudanças;
 Treinamento deficiente;
 Excesso de controle e Reuniões improdutivas;
 Fazer eu próprio / não delegar;
 Não saber dizer não ;
 Excesso de material para ler;
 Excesso de comunicação;
 Falta de comunicação;
 Inexistência de padrões / critérios;
 Falta de diretrizes;
 Não adaptação / resistências à mudanças.
CONCLUSÃO:



               O Tempo é um recurso precioso, que não pode ser recuperado, ou
expandido, portanto saiba usá-lo pois ele proporciona oportunidades iguais para todos.




                            REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:


   Henrique da silveira Neto, Fernando – O profissional da informática

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestao tempo aprenda_gerenciar
Gestao tempo aprenda_gerenciarGestao tempo aprenda_gerenciar
Gestao tempo aprenda_gerenciar
wdnilmacms
 
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
ABCursos OnLine
 
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
ABCursos OnLine
 
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
ABCursos OnLine
 
Gerenciamento do tempo
Gerenciamento do tempoGerenciamento do tempo
Gerenciamento do tempo
unesp
 
Gestao de tempo
Gestao de tempoGestao de tempo
Gestao de tempo
vilneirobertovarzim
 
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempoMeus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
Patrick S. Winnikes
 
Curso de gestão de tempo em 5 minutos
Curso de gestão de tempo em 5 minutosCurso de gestão de tempo em 5 minutos
Curso de gestão de tempo em 5 minutos
Helder Marques
 
TCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
TCC Gestão do Tempo na Profissão do AdministradorTCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
TCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
Universidade de São Paulo (EEL USP)
 
Administração eficaz do tempo
Administração eficaz do tempoAdministração eficaz do tempo
Administração eficaz do tempo
danielcosta2013
 
Administração do tempo
Administração do tempoAdministração do tempo
Administração do tempo
Vanessa Caltran
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
guest8c8706
 
Aula 15 administração do tempo
Aula 15   administração do tempoAula 15   administração do tempo
Aula 15 administração do tempo
Luiz Siles
 
Gestao do Tempo
Gestao do TempoGestao do Tempo
Gestao do Tempo
Cristiane Thiel
 
Administração de tempo
Administração de tempoAdministração de tempo
Administração de tempo
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
Marlos Cesar
 
0404 manual
0404 manual0404 manual
Gestao tempo
Gestao tempoGestao tempo
Gestao tempo
ind0086
 

Mais procurados (18)

Gestao tempo aprenda_gerenciar
Gestao tempo aprenda_gerenciarGestao tempo aprenda_gerenciar
Gestao tempo aprenda_gerenciar
 
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
Curso de Gestão do tempo -Parte 2/3
 
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 3/3
 
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
Curso de Gestão do tempo - Parte 1/3
 
Gerenciamento do tempo
Gerenciamento do tempoGerenciamento do tempo
Gerenciamento do tempo
 
Gestao de tempo
Gestao de tempoGestao de tempo
Gestao de tempo
 
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempoMeus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
Meus pedidos -_desafios_da_gestao_do_tempo
 
Curso de gestão de tempo em 5 minutos
Curso de gestão de tempo em 5 minutosCurso de gestão de tempo em 5 minutos
Curso de gestão de tempo em 5 minutos
 
TCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
TCC Gestão do Tempo na Profissão do AdministradorTCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
TCC Gestão do Tempo na Profissão do Administrador
 
Administração eficaz do tempo
Administração eficaz do tempoAdministração eficaz do tempo
Administração eficaz do tempo
 
Administração do tempo
Administração do tempoAdministração do tempo
Administração do tempo
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
 
Aula 15 administração do tempo
Aula 15   administração do tempoAula 15   administração do tempo
Aula 15 administração do tempo
 
Gestao do Tempo
Gestao do TempoGestao do Tempo
Gestao do Tempo
 
Administração de tempo
Administração de tempoAdministração de tempo
Administração de tempo
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
 
0404 manual
0404 manual0404 manual
0404 manual
 
Gestao tempo
Gestao tempoGestao tempo
Gestao tempo
 

Destaque

Apostila de projetos de administração
Apostila de projetos de administraçãoApostila de projetos de administração
Apostila de projetos de administração
Felipe Leo
 
Qualidade iso
Qualidade isoQualidade iso
Qualidade iso
Felipe Leo
 
Receitas internet n freitas
Receitas internet   n freitasReceitas internet   n freitas
Receitas internet n freitas
Felipe Leo
 
Contabilidade geral
Contabilidade geralContabilidade geral
Contabilidade geral
Felipe Leo
 
Contabilidade e meio ambiente
Contabilidade e meio ambienteContabilidade e meio ambiente
Contabilidade e meio ambiente
Felipe Leo
 
Negociação
NegociaçãoNegociação
Negociação
Felipe Leo
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Felipe Leo
 
Economia – a economia intertemporal parte 3
Economia – a economia intertemporal parte 3Economia – a economia intertemporal parte 3
Economia – a economia intertemporal parte 3
Felipe Leo
 
Economia – a economia intertemporal parte 2
Economia – a economia intertemporal parte 2Economia – a economia intertemporal parte 2
Economia – a economia intertemporal parte 2
Felipe Leo
 
Economia – economia intertemporal parte 4
Economia – economia intertemporal parte 4Economia – economia intertemporal parte 4
Economia – economia intertemporal parte 4
Felipe Leo
 
Setor externo
Setor externoSetor externo
Setor externo
Felipe Leo
 
Economia – as contas do sistema financeiro
Economia – as contas do sistema financeiroEconomia – as contas do sistema financeiro
Economia – as contas do sistema financeiro
Felipe Leo
 
Falências e concordatas
Falências e concordatasFalências e concordatas
Falências e concordatas
Felipe Leo
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
Felipe Leo
 
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
Felipe Leo
 
Iniciando na cozinha
Iniciando na cozinhaIniciando na cozinha
Iniciando na cozinha
Felipe Leo
 
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionistaEconomia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
Felipe Leo
 
Economia – a economia intertemporal
Economia – a economia intertemporalEconomia – a economia intertemporal
Economia – a economia intertemporal
Felipe Leo
 
Orçamento de caixa
Orçamento de caixaOrçamento de caixa
Orçamento de caixa
Felipe Leo
 
Economia em exercícios – apresentação
Economia em exercícios – apresentaçãoEconomia em exercícios – apresentação
Economia em exercícios – apresentação
Felipe Leo
 

Destaque (20)

Apostila de projetos de administração
Apostila de projetos de administraçãoApostila de projetos de administração
Apostila de projetos de administração
 
Qualidade iso
Qualidade isoQualidade iso
Qualidade iso
 
Receitas internet n freitas
Receitas internet   n freitasReceitas internet   n freitas
Receitas internet n freitas
 
Contabilidade geral
Contabilidade geralContabilidade geral
Contabilidade geral
 
Contabilidade e meio ambiente
Contabilidade e meio ambienteContabilidade e meio ambiente
Contabilidade e meio ambiente
 
Negociação
NegociaçãoNegociação
Negociação
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
 
Economia – a economia intertemporal parte 3
Economia – a economia intertemporal parte 3Economia – a economia intertemporal parte 3
Economia – a economia intertemporal parte 3
 
Economia – a economia intertemporal parte 2
Economia – a economia intertemporal parte 2Economia – a economia intertemporal parte 2
Economia – a economia intertemporal parte 2
 
Economia – economia intertemporal parte 4
Economia – economia intertemporal parte 4Economia – economia intertemporal parte 4
Economia – economia intertemporal parte 4
 
Setor externo
Setor externoSetor externo
Setor externo
 
Economia – as contas do sistema financeiro
Economia – as contas do sistema financeiroEconomia – as contas do sistema financeiro
Economia – as contas do sistema financeiro
 
Falências e concordatas
Falências e concordatasFalências e concordatas
Falências e concordatas
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
 
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
Economia – aula 0 – a elasticidade e suas aplicações
 
Iniciando na cozinha
Iniciando na cozinhaIniciando na cozinha
Iniciando na cozinha
 
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionistaEconomia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
Economia – a equação da curva de phillips e a tese aceleracionista
 
Economia – a economia intertemporal
Economia – a economia intertemporalEconomia – a economia intertemporal
Economia – a economia intertemporal
 
Orçamento de caixa
Orçamento de caixaOrçamento de caixa
Orçamento de caixa
 
Economia em exercícios – apresentação
Economia em exercícios – apresentaçãoEconomia em exercícios – apresentação
Economia em exercícios – apresentação
 

Semelhante a Administracao do tempo

Eficiência Executiva
Eficiência ExecutivaEficiência Executiva
Eficiência Executiva
Eduardo Fagundes
 
Administração do Tempo
Administração do TempoAdministração do Tempo
Administração do Tempo
Andrea Costa
 
Test Slide Gestão de Tempo
Test Slide Gestão de TempoTest Slide Gestão de Tempo
Test Slide Gestão de Tempo
Wilker Alves Nogueira
 
Administracao Do Tempo
Administracao Do TempoAdministracao Do Tempo
Administracao Do Tempo
Vander Pinheiro, PMP®, ITIL®, MBA
 
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amoryContra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
Amory Serviços Ltda.
 
Administre seu tempo
Administre seu tempoAdministre seu tempo
Administre seu tempo
Glauber Oliveira
 
Voce s.a. administre seu tempo
Voce s.a.   administre seu tempoVoce s.a.   administre seu tempo
Voce s.a. administre seu tempo
Bruno Barros
 
Você s.a. administre seu tempo
Você s.a.   administre seu tempoVocê s.a.   administre seu tempo
Você s.a. administre seu tempo
tioheraclito
 
Você s.a. administre seu tempo
Você s.a.   administre seu tempoVocê s.a.   administre seu tempo
Você s.a. administre seu tempo
Cristiano Silva
 
Voce sa -_administre_seu_tempo
Voce sa -_administre_seu_tempoVoce sa -_administre_seu_tempo
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
Silas Serpa
 
Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
  Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02  Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
Maria Renata Alves
 
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e PessoalEstratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
Marcos menezes
 
Como administrar seu tempo
Como administrar seu tempoComo administrar seu tempo
Como administrar seu tempo
EstudoFacil.com
 
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
Jonnathan das Mercês
 
LATEC - UFF. PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
LATEC - UFF.  PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADELATEC - UFF.  PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
LATEC - UFF. PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
LATEC - UFF
 
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e FerramentasGestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Davi Rocha
 
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passose-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
ZONAVERDE - Formação e Consultoria
 
Gestão Eficaz do Tempo
Gestão Eficaz do TempoGestão Eficaz do Tempo
Gestão Eficaz do Tempo
Gerisval Pessoa
 
Administração do tempo
Administração  do tempoAdministração  do tempo
Administração do tempo
Alcides Cabral
 

Semelhante a Administracao do tempo (20)

Eficiência Executiva
Eficiência ExecutivaEficiência Executiva
Eficiência Executiva
 
Administração do Tempo
Administração do TempoAdministração do Tempo
Administração do Tempo
 
Test Slide Gestão de Tempo
Test Slide Gestão de TempoTest Slide Gestão de Tempo
Test Slide Gestão de Tempo
 
Administracao Do Tempo
Administracao Do TempoAdministracao Do Tempo
Administracao Do Tempo
 
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amoryContra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
Contra o relógio, a inercia e o comodismo, por federico amory
 
Administre seu tempo
Administre seu tempoAdministre seu tempo
Administre seu tempo
 
Voce s.a. administre seu tempo
Voce s.a.   administre seu tempoVoce s.a.   administre seu tempo
Voce s.a. administre seu tempo
 
Você s.a. administre seu tempo
Você s.a.   administre seu tempoVocê s.a.   administre seu tempo
Você s.a. administre seu tempo
 
Você s.a. administre seu tempo
Você s.a.   administre seu tempoVocê s.a.   administre seu tempo
Você s.a. administre seu tempo
 
Voce sa -_administre_seu_tempo
Voce sa -_administre_seu_tempoVoce sa -_administre_seu_tempo
Voce sa -_administre_seu_tempo
 
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
Autogerenciamento, Priorização e produtividade - Tudo se inicia com Senso de ...
 
Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
  Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02  Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
Marinez trabralho slides completoadministraodotempo 091001170949-phpapp02
 
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e PessoalEstratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
Estratégias e Práticas para o Sucesso Profissional e Pessoal
 
Como administrar seu tempo
Como administrar seu tempoComo administrar seu tempo
Como administrar seu tempo
 
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
Gestaodotempoeprodutividade 130723223754-phpapp02
 
LATEC - UFF. PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
LATEC - UFF.  PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADELATEC - UFF.  PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
LATEC - UFF. PALESTRA - GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE
 
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e FerramentasGestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
 
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passose-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
e-book - Gestão Eficaz do Tempo em Seis Passos
 
Gestão Eficaz do Tempo
Gestão Eficaz do TempoGestão Eficaz do Tempo
Gestão Eficaz do Tempo
 
Administração do tempo
Administração  do tempoAdministração  do tempo
Administração do tempo
 

Mais de Felipe Leo

Cozinha portuguesa
Cozinha portuguesaCozinha portuguesa
Cozinha portuguesa
Felipe Leo
 
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anosAs 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
Felipe Leo
 
500 segredos culinarios
500 segredos culinarios500 segredos culinarios
500 segredos culinarios
Felipe Leo
 
Receitas uniao de a a z
Receitas uniao de a a zReceitas uniao de a a z
Receitas uniao de a a z
Felipe Leo
 
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregadaEconomia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
Felipe Leo
 
Economia – introdução às teorias da inflação
Economia – introdução às teorias da inflaçãoEconomia – introdução às teorias da inflação
Economia – introdução às teorias da inflação
Felipe Leo
 
Economia – inflação e emprego
Economia – inflação e empregoEconomia – inflação e emprego
Economia – inflação e emprego
Felipe Leo
 
Economia – exercícios de revisão
Economia – exercícios de revisãoEconomia – exercícios de revisão
Economia – exercícios de revisão
Felipe Leo
 
Economia aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
Economia   aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadasEconomia   aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
Economia aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
Felipe Leo
 
Economia aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
Economia   aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetáriaEconomia   aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
Economia aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
Felipe Leo
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Felipe Leo
 
Economia aula 6 - a moeda e o sistema bancário
Economia   aula 6 - a moeda e o sistema bancárioEconomia   aula 6 - a moeda e o sistema bancário
Economia aula 6 - a moeda e o sistema bancário
Felipe Leo
 
Economia aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
Economia   aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbioEconomia   aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
Economia aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
Felipe Leo
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Felipe Leo
 
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Felipe Leo
 
Economia aula 1 - introduzindo a economia
Economia   aula 1 - introduzindo a economiaEconomia   aula 1 - introduzindo a economia
Economia aula 1 - introduzindo a economia
Felipe Leo
 
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentaisEconomia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
Felipe Leo
 
Projetos de administração
Projetos de administraçãoProjetos de administração
Projetos de administração
Felipe Leo
 

Mais de Felipe Leo (18)

Cozinha portuguesa
Cozinha portuguesaCozinha portuguesa
Cozinha portuguesa
 
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anosAs 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
As 50 receitas mais pedidas dos últimos 50 anos
 
500 segredos culinarios
500 segredos culinarios500 segredos culinarios
500 segredos culinarios
 
Receitas uniao de a a z
Receitas uniao de a a zReceitas uniao de a a z
Receitas uniao de a a z
 
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregadaEconomia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
Economia em exercícios – o modelo de oferta agregada e demanda agregada
 
Economia – introdução às teorias da inflação
Economia – introdução às teorias da inflaçãoEconomia – introdução às teorias da inflação
Economia – introdução às teorias da inflação
 
Economia – inflação e emprego
Economia – inflação e empregoEconomia – inflação e emprego
Economia – inflação e emprego
 
Economia – exercícios de revisão
Economia – exercícios de revisãoEconomia – exercícios de revisão
Economia – exercícios de revisão
 
Economia aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
Economia   aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadasEconomia   aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
Economia aula 10 - o modelo de oferta e demanda agregadas
 
Economia aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
Economia   aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetáriaEconomia   aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
Economia aula 8 - o sistema is - lm e as políticas fiscal e monetária
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
 
Economia aula 6 - a moeda e o sistema bancário
Economia   aula 6 - a moeda e o sistema bancárioEconomia   aula 6 - a moeda e o sistema bancário
Economia aula 6 - a moeda e o sistema bancário
 
Economia aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
Economia   aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbioEconomia   aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
Economia aula 5 - o balanço de pagamentos e a taxa de câmbio
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
 
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
 
Economia aula 1 - introduzindo a economia
Economia   aula 1 - introduzindo a economiaEconomia   aula 1 - introduzindo a economia
Economia aula 1 - introduzindo a economia
 
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentaisEconomia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
Economia em exercícios – identidades macroeconômicas fundamentais
 
Projetos de administração
Projetos de administraçãoProjetos de administração
Projetos de administração
 

Administracao do tempo

  • 1. ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO. DEFINIÇÃO: É uma ferramenta gerencial, que tanto pode ser utilizada nas empresas quanto em nossas vidas, permitindo a organização de metas pessoais e profissionais com menor dispêndio de energia física e mental. A boa administração de tempo é provavelmente o fator mais importante na administração de si mesmo e do trabalho executado. Ela começa com a auto-descoberta, isto é , com a identificação de como utilizamos o nosso tempo, do que não nos satisfaz e do que desejamos mudar. O GERENTE DE INFORMÁTICA E O SEU TEMPO: Um dos maiores problemas, para todos e que nunca há tempo suficiente para fazer tudo o que é necessário. Peter Drucker, diz que o gerente que não consegue gerenciar seu próprio tempo não consegue gerenciar nada mais. Pois é de vital importância que o gerente domine o seu tempo , ao invés de ser por ele dominado. PASSOS FUNDAMENTAIS PARA SE ALCANÇAR UM MELHOR USO DO TEMPO:  Quantificar como ele é utilizado atualmente;  Eliminar os pontos de estrangulamento com base nesta quantificação;  Planejar efetivamente como aplicar o tempo economizado com a eliminação dos estrangulamentos. O GERENTE PODE TENTAR CLASSIFICAR AS ATIVIDADES QUE DOMINAM O SEU DIA, COMO:  Documentação – para leitura / assinatura;  Entrevistas – envolvendo você e outra pessoa, seja subordinado, colega ou superior;  Reuniões – envolvendo três ou mais pessoas;  Telefonemas – recebidos e emitidos.
  • 2. A seguir, verifique quais destas tarefas só poderão ser feitas por você mesmo, quais as que podem ser realizadas por você ou por outra pessoa e quais devem ser delegadas a outras pessoas, sem prejuízo de qualidade, mas que no momento estão lhe roubando preciosas horas. ALGUNS PONTOS DE ESTRANGULAMENTO DETECTADOS:  Reveja se realmente é necessário lidar com toda a papelada;  Estabeleça horários predeterminados e pré-estabelecidos para as entrevistas;  Agende e divulgue as reuniões;  Discipline-se na utilização do telefone, ou seja “Fale somente o necessário.”. É claro que a eliminação de todos os pontos de estrangulamento é, em certos casos, praticamente impossível, mas se você conseguir 50% do tempo bem administrado já alcançou um bom índice. O que fazer com o tempo ganho? Primeiro crie uma hora diária (tempo arbitrário) só sua na qual você se isola sem telefonemas, reuniões, entrevistas, etc. E então :  Leia aqueles artigos importantes que estão se acumulando em sua mesa;  Pare e repense o seu departamento de entrada de dados, a utilização de pacotes, as novas admissões;  Redescubra-se como gerente e como pessoa;  Procure concentrar-se em tarefas multiplicadoras;  Pense na qualidade dos serviços prestados e como melhorá-las;  Reveja os planos de desenvolvimento dos técnicos e administrativos da área frente à novas tecnologias;  Estabeleça ou melhore o seu relacionamento com os demais gerentes da corporação. Até agora vimos todas as características para que um gerente de informática administre melhor o seu tempo, então vamos dar mais sugestões para todo tipo de gerente de qualquer área e para todas as pessoas que não conseguem administrar o seu tempo.
  • 3. BENEFÍCIOS OBTIDOS COM UMA MELHOR ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO:  Desenvolve uma perspectiva real do que a vida oferece e como pode ser vivida;  Permite aproveitar mais a vida;  Possibilita maior domínio e controle do trabalho;  Evita pressão interna e pressões externas;  Segurança e objetividade do trabalho;  Aumenta a produtividade;  Mantém o equilíbrio entre a vida pessoal, familiar e profissional;  Combate celulite e flacidez, melhora o condicionamento físico. A pessoa que não administra o seu tempo é porque passa a maior parte do dia pensando no que fazer em 1º lugar, outra parte recomeçando o trabalho interrompido e finalmente a outra reclamando que não teve tempo para nada. Fatores a serem observados que contribuem para modificar-mos algumas atitudes através de nossa própria conscientização, nos levando a pensar nos seguintes fatos:  Estamos dando o tempo certo às coisas realmente importantes ?  Estamos mantendo o equilíbrio adequado entre nossas atividades de rotina e as de inovação a longo prazo ?  Nossas atividades de combate ao fogo (atividades de emergência) estão reduzidas ?  As interrupções desnecessárias estão sendo permitidas ?  Estamos realizando tarefas desnecessárias ?  Estamos pulando de tarefa em tarefa sem conclui-las ? Pronto temos um perfil de nosso comportamento diante do tempo, o que e como devemos mudar está em cada um de nós.
  • 4. DESPERDIÇADORES DO TEMPO:  Não definição / Classificação das metas;  Não fazer plano diário;  Prioridades não claras/ falta prioritização ;  Alteração constantes de ordens e de prioridades;  Não antecipar prováveis acontecimentos futuros e não se preparar para eles;  Não se prevenir contra problemas rotineiros;  Empreendendo mais do que pode menos estimativa de tempo não realista;  Sobrecarga de trabalho;  Atrasos;  Barulho;  Desorganização pessoal;  Arquivos desorganizados;  Responsabilidade e autoridades confusas;  Não se ajustar a mudanças;  Treinamento deficiente;  Excesso de controle e Reuniões improdutivas;  Fazer eu próprio / não delegar;  Não saber dizer não ;  Excesso de material para ler;  Excesso de comunicação;  Falta de comunicação;  Inexistência de padrões / critérios;  Falta de diretrizes;  Não adaptação / resistências à mudanças.
  • 5. CONCLUSÃO: O Tempo é um recurso precioso, que não pode ser recuperado, ou expandido, portanto saiba usá-lo pois ele proporciona oportunidades iguais para todos. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: Henrique da silveira Neto, Fernando – O profissional da informática