SlideShare uma empresa Scribd logo
Relatório Actividade Laboratorial 1.3SALTO PARA A PISCINADisciplina: Física e Química AProfessora: Maria de Jesus OliveiraAno Lectivo: 2010/2011Trabalho elaborado por:Liliana Narciso n.º7165Maria João Costa n.º5485Rute Antunes n.º5512Rui Oliveira n.º536411.ºB<br />-51816053340<br />-2870205528310 “Esta actividade centra-se na relação que existe entre a velocidade de lançamento horizontal de um projéctil, de uma dada altura h, do solo, com o alcance do mesmo, ao nível do solo, revendo os conceitos de força conservativa e lei da conservação da energia mecânica.”<br />Paulo Portugal<br />http://profs.ccems.pt/PauloPortugal<br />Esquema de montagem0.90 mFormula utilizada para calcular a velocidade de saída<br />Análise da actividade:<br />1 – Construa, em Excel, o gráfico do alcance em função da velocidade de saída. (Trace a recta que melhor se ajusta). <br />Tabela<br />Gráfico<br />- Indique o valor do declive na recta traçada.<br />Com a ajuda de uma calculadora gráfica:<br />| Colocar os dados relativos ao alcance e à velocidade | GRPH | GPH1 | CALC | X | ax+b |<br />y=ax+b  y=mx+b y=0.43x-3.54x10-3  , sendo m=declive; b=ordenada na origem<br />Declive: 0.43 s<br />- Sabendo que, no local onde se realiza a experiência, o valor da aceleração gravitica é 9,8 m/s, determine a altura de queda (y0) da esfera.<br />m2=2yog  0.432=2yo9.8  0.1849=2yo9,8  2yo = 1.81202  yo = 0.91 m <br />1.2.1 - Compare o valor obtido como valor de y0 predefinido para a realização da actividade experimental. Comente o resultado dessa comparação tendo em consideração:<br />-a Lei da Conservação de Energia;<br />Pela lei da conservação da energia mecânica, verifica-se que a energia mecânica em A é igual à energia mecânica em B. No caso referido, a energia mecânica quando a esfera é largada na calha (em A) é igual à energia mecânica quando abandona a calha. Logo, existe a conservação de energia mecânica, por essa razão os valores obtidos são muito semelhantes.<br />2 - Determine o valor da altura mínima de que se deve começar a escorregar para atingir o alcance de 8m. <br />Calcular o tempo de queda<br />y=yo+vot-½gt2   0=0.90+0t-½10t2  -0.90=-5t2  t=0.905  t=0.42 s<br />Calcular o vo <br />x=vot  8=vo x 0.42  vo=19.0 m/s<br />Calcular valor de altura mínima <br />∆Em=0  ∆Emi=∆Emx  Epi + Eci = Epx + Ecx  mgh+ ½ mv2=mgh+½ mv2  10h+0=0+ ½ 19.02  10h= ½ (19.0)2  h= 18.05 m<br />3 - Considere que tem que construir um escorrega para uma piscina com as seguintes dimensões: comprimento: 5metros; largura: 2metros; profundidade igual em qualquer ponto da piscina. <br />3.1 – Para garantir que o utente caia em segurança, qual deve ser altura máxima do escorrega relativamente ao solo, sabendo que a base se encontra a 80cm do solo?<br />Nota: Defina a zona de segurança atendendo às dimensões da piscina.<br />BAyo 0.8m0.80m5m2m<br />Calcular vox<br />x=xo+vox ty=yo-12gt2   5=0+vox t0=0.80-12 9.8 t2 _______________0=0.80-4.9 t2 _______________-0.80=-4.9 t2 _______________0.16=t2 _______________t=0.4 <br /> 5=0+vox 0.4t=0.4  vox=12.5 m/st=0.4 s<br />Calcular a altura máxima<br />Em(A)=Em(B)  <br />EcA + EpA = EcB + EpB <br /> ½ mv2 + mgh = ½ mv2 + mgh <br />0+9.8h = ½ x 12.52 + 9.8 x 0.8 <br /> 9.8h=85.965  h= 8.77m<br />
Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina
Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina
Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Polias e plano inclinado
Polias e plano inclinadoPolias e plano inclinado
Polias e plano inclinado
Davi Oliveira
 
Aula 42 complemento
Aula 42 complementoAula 42 complemento
Aula 42 complemento
Cerro Chi
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
Diogo de Lucena
 
Trabalho mecanico potencia - rendimento - resumo
Trabalho mecanico   potencia - rendimento - resumoTrabalho mecanico   potencia - rendimento - resumo
Trabalho mecanico potencia - rendimento - resumo
NS Aulas Particulares
 
Matemática função domínio e imagem 01 – 2013
Matemática   função domínio e imagem 01 – 2013Matemática   função domínio e imagem 01 – 2013
Matemática função domínio e imagem 01 – 2013
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
Diogo de Lucena
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
Diogo de Lucena
 
Processos e eletrizacao
Processos e eletrizacaoProcessos e eletrizacao
Processos e eletrizacao
Eldon Avelar
 
9° ano aula 1 - recuperação
9° ano   aula 1 - recuperação9° ano   aula 1 - recuperação
9° ano aula 1 - recuperação
Cristiano Sávio
 
Estatica resumo
Estatica   resumoEstatica   resumo
Estatica resumo
NS Aulas Particulares
 
mu e muv ok
mu e muv okmu e muv ok
mu e muv ok
paolazeroum
 
Aula 21 e 22 a problemas com volume
Aula 21 e 22 a   problemas com volumeAula 21 e 22 a   problemas com volume
Aula 21 e 22 a problemas com volume
Ronei Badaró
 
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
Priscila Lourenço
 
Faria
FariaFaria
Apostila mecânica ufv
Apostila mecânica ufvApostila mecânica ufv
Apostila mecânica ufv
Dalber Silva
 
Ha
HaHa
Exercício2
Exercício2Exercício2
Exercício2
Marcelo Franco
 
exercicios
exerciciosexercicios
exercicios
Hebert Cavalcante
 
Gabarito da atividade de recuperação física
Gabarito da atividade de recuperação física Gabarito da atividade de recuperação física
Gabarito da atividade de recuperação física
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Fuvest1998 2fase (1) parte_001
Fuvest1998 2fase (1) parte_001Fuvest1998 2fase (1) parte_001
Fuvest1998 2fase (1) parte_001
Thommas Kevin
 

Mais procurados (20)

Polias e plano inclinado
Polias e plano inclinadoPolias e plano inclinado
Polias e plano inclinado
 
Aula 42 complemento
Aula 42 complementoAula 42 complemento
Aula 42 complemento
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
 
Trabalho mecanico potencia - rendimento - resumo
Trabalho mecanico   potencia - rendimento - resumoTrabalho mecanico   potencia - rendimento - resumo
Trabalho mecanico potencia - rendimento - resumo
 
Matemática função domínio e imagem 01 – 2013
Matemática   função domínio e imagem 01 – 2013Matemática   função domínio e imagem 01 – 2013
Matemática função domínio e imagem 01 – 2013
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
 
2ª questão
2ª questão2ª questão
2ª questão
 
Processos e eletrizacao
Processos e eletrizacaoProcessos e eletrizacao
Processos e eletrizacao
 
9° ano aula 1 - recuperação
9° ano   aula 1 - recuperação9° ano   aula 1 - recuperação
9° ano aula 1 - recuperação
 
Estatica resumo
Estatica   resumoEstatica   resumo
Estatica resumo
 
mu e muv ok
mu e muv okmu e muv ok
mu e muv ok
 
Aula 21 e 22 a problemas com volume
Aula 21 e 22 a   problemas com volumeAula 21 e 22 a   problemas com volume
Aula 21 e 22 a problemas com volume
 
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
2ª lista de exercícios de Geometria (trigonometria)
 
Faria
FariaFaria
Faria
 
Apostila mecânica ufv
Apostila mecânica ufvApostila mecânica ufv
Apostila mecânica ufv
 
Ha
HaHa
Ha
 
Exercício2
Exercício2Exercício2
Exercício2
 
exercicios
exerciciosexercicios
exercicios
 
Gabarito da atividade de recuperação física
Gabarito da atividade de recuperação física Gabarito da atividade de recuperação física
Gabarito da atividade de recuperação física
 
Fuvest1998 2fase (1) parte_001
Fuvest1998 2fase (1) parte_001Fuvest1998 2fase (1) parte_001
Fuvest1998 2fase (1) parte_001
 

Semelhante a Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina

Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Lista de Fisica 2
Lista de Fisica 2 Lista de Fisica 2
Lista de Fisica 2
Wagner Cardim
 
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
Emerson Assis
 
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010
Felipe Cesar
 
Ap fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exerciciosAp fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exercicios
comentada
 
Ap fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exerciciosAp fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exercicios
comentada
 
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Unicamp1998 2fase (1) parte_001
Unicamp1998 2fase (1) parte_001Unicamp1998 2fase (1) parte_001
Unicamp1998 2fase (1) parte_001
Thommas Kevin
 
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog http...
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog      http...Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog      http...
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog http...
Rodrigo Penna
 
Física1 09
Física1 09Física1 09
Física1 09
leonardoenginer
 
Quantidade de movimento_rbd
Quantidade de movimento_rbdQuantidade de movimento_rbd
Quantidade de movimento_rbd
Ricardo Bonaldo
 
Cap 11
Cap 11Cap 11
Cap 11
Julio110862
 
Fuvest2009 2fase 4dia
Fuvest2009 2fase 4diaFuvest2009 2fase 4dia
Fuvest2009 2fase 4dia
Thommas Kevin
 
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Fuvest2006 2fase 4dia
Fuvest2006 2fase 4diaFuvest2006 2fase 4dia
Fuvest2006 2fase 4dia
Thommas Kevin
 
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefa
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefaRevisao2 extensivo a_fisica_tarefa
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefa
Vismael Santos
 
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Thommas Kevin
 
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Thommas Kevin
 

Semelhante a Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina (20)

Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2011 2fase 3dia_parte_001
 
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2001 2fase 3dia_parte_001
 
Lista de Fisica 2
Lista de Fisica 2 Lista de Fisica 2
Lista de Fisica 2
 
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
94225931 2º-bim-3º-em-exercicios(1)
 
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2008 2fase 3dia_parte_001
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010
 
Ap fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exerciciosAp fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exercicios
 
Ap fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exerciciosAp fisica modulo 10 exercicios
Ap fisica modulo 10 exercicios
 
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
Unicamp2009 2fase 3dia_parte_001
 
Unicamp1998 2fase (1) parte_001
Unicamp1998 2fase (1) parte_001Unicamp1998 2fase (1) parte_001
Unicamp1998 2fase (1) parte_001
 
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog http...
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog      http...Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog      http...
Específicas (Abertas) Anglo 2004, Word - Conteúdo vinculado ao blog http...
 
Física1 09
Física1 09Física1 09
Física1 09
 
Quantidade de movimento_rbd
Quantidade de movimento_rbdQuantidade de movimento_rbd
Quantidade de movimento_rbd
 
Cap 11
Cap 11Cap 11
Cap 11
 
Fuvest2009 2fase 4dia
Fuvest2009 2fase 4diaFuvest2009 2fase 4dia
Fuvest2009 2fase 4dia
 
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2003 2fase 2dia_parte_001
 
Fuvest2006 2fase 4dia
Fuvest2006 2fase 4diaFuvest2006 2fase 4dia
Fuvest2006 2fase 4dia
 
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefa
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefaRevisao2 extensivo a_fisica_tarefa
Revisao2 extensivo a_fisica_tarefa
 
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
 
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
Unicamp2002 2fase 2dia_parte_001
 

Mais de Rui Oliveira

Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
Rui Oliveira
 
Regulamento Interno - CRM Outeiro Grande
Regulamento Interno  - CRM Outeiro GrandeRegulamento Interno  - CRM Outeiro Grande
Regulamento Interno - CRM Outeiro Grande
Rui Oliveira
 
Estatutos CRMOG - versão antiga
Estatutos CRMOG - versão antigaEstatutos CRMOG - versão antiga
Estatutos CRMOG - versão antiga
Rui Oliveira
 
Resumo - Visão Por Computador
Resumo - Visão Por Computador Resumo - Visão Por Computador
Resumo - Visão Por Computador
Rui Oliveira
 
Gestor de Filmes - Relatório Prático
Gestor de Filmes - Relatório PráticoGestor de Filmes - Relatório Prático
Gestor de Filmes - Relatório Prático
Rui Oliveira
 
Relatório Prático - Sistemas Eletrónicos
Relatório Prático - Sistemas EletrónicosRelatório Prático - Sistemas Eletrónicos
Relatório Prático - Sistemas Eletrónicos
Rui Oliveira
 
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2 Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
Rui Oliveira
 
Planeamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
Planeamento de uma prova no concurso - Robô BombeiroPlaneamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
Planeamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
Rui Oliveira
 
Guião Felizmente há Luar!
Guião Felizmente há Luar!Guião Felizmente há Luar!
Guião Felizmente há Luar!
Rui Oliveira
 
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTODocumento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
Rui Oliveira
 
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTOApresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
Rui Oliveira
 
Teoria da Relatividade de NEWTON
Teoria da Relatividade de NEWTONTeoria da Relatividade de NEWTON
Teoria da Relatividade de NEWTON
Rui Oliveira
 
Sofbol em Portugal e no mundo
Sofbol em Portugal e no mundoSofbol em Portugal e no mundo
Sofbol em Portugal e no mundo
Rui Oliveira
 
A natação em portugal
A natação em portugalA natação em portugal
A natação em portugal
Rui Oliveira
 
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
Rui Oliveira
 
Centenário de Nss. Sª de Lourdes
Centenário de Nss. Sª de Lourdes Centenário de Nss. Sª de Lourdes
Centenário de Nss. Sª de Lourdes Rui Oliveira
 
Corfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no MundoCorfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no Mundo
Rui Oliveira
 
1.2.Atrito cinético e estático
1.2.Atrito cinético e estático1.2.Atrito cinético e estático
1.2.Atrito cinético e estático
Rui Oliveira
 
1.1.Máquina de Atwood
1.1.Máquina de Atwood1.1.Máquina de Atwood
1.1.Máquina de Atwood
Rui Oliveira
 
Movimento circular
Movimento circularMovimento circular
Movimento circular
Rui Oliveira
 

Mais de Rui Oliveira (20)

Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
Estatutos - CRM Outeiro Grande, atualizado em 2024
 
Regulamento Interno - CRM Outeiro Grande
Regulamento Interno  - CRM Outeiro GrandeRegulamento Interno  - CRM Outeiro Grande
Regulamento Interno - CRM Outeiro Grande
 
Estatutos CRMOG - versão antiga
Estatutos CRMOG - versão antigaEstatutos CRMOG - versão antiga
Estatutos CRMOG - versão antiga
 
Resumo - Visão Por Computador
Resumo - Visão Por Computador Resumo - Visão Por Computador
Resumo - Visão Por Computador
 
Gestor de Filmes - Relatório Prático
Gestor de Filmes - Relatório PráticoGestor de Filmes - Relatório Prático
Gestor de Filmes - Relatório Prático
 
Relatório Prático - Sistemas Eletrónicos
Relatório Prático - Sistemas EletrónicosRelatório Prático - Sistemas Eletrónicos
Relatório Prático - Sistemas Eletrónicos
 
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2 Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
Apontamentos Arquitetura de Computadores 2
 
Planeamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
Planeamento de uma prova no concurso - Robô BombeiroPlaneamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
Planeamento de uma prova no concurso - Robô Bombeiro
 
Guião Felizmente há Luar!
Guião Felizmente há Luar!Guião Felizmente há Luar!
Guião Felizmente há Luar!
 
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTODocumento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
Documento CAPITULO SETE - tópicos MEMORIAL DO CONVENTO
 
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTOApresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
Apresentação CAPITULO SETE - MEMORIAL DO CONVENTO
 
Teoria da Relatividade de NEWTON
Teoria da Relatividade de NEWTONTeoria da Relatividade de NEWTON
Teoria da Relatividade de NEWTON
 
Sofbol em Portugal e no mundo
Sofbol em Portugal e no mundoSofbol em Portugal e no mundo
Sofbol em Portugal e no mundo
 
A natação em portugal
A natação em portugalA natação em portugal
A natação em portugal
 
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
1.5.coeficiente de viscosidade de um líquido
 
Centenário de Nss. Sª de Lourdes
Centenário de Nss. Sª de Lourdes Centenário de Nss. Sª de Lourdes
Centenário de Nss. Sª de Lourdes
 
Corfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no MundoCorfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no Mundo
 
1.2.Atrito cinético e estático
1.2.Atrito cinético e estático1.2.Atrito cinético e estático
1.2.Atrito cinético e estático
 
1.1.Máquina de Atwood
1.1.Máquina de Atwood1.1.Máquina de Atwood
1.1.Máquina de Atwood
 
Movimento circular
Movimento circularMovimento circular
Movimento circular
 

Último

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 

Actividade laboratorial 1.3 - Salto para a piscina

  • 1. Relatório Actividade Laboratorial 1.3SALTO PARA A PISCINADisciplina: Física e Química AProfessora: Maria de Jesus OliveiraAno Lectivo: 2010/2011Trabalho elaborado por:Liliana Narciso n.º7165Maria João Costa n.º5485Rute Antunes n.º5512Rui Oliveira n.º536411.ºB<br />-51816053340<br />-2870205528310 “Esta actividade centra-se na relação que existe entre a velocidade de lançamento horizontal de um projéctil, de uma dada altura h, do solo, com o alcance do mesmo, ao nível do solo, revendo os conceitos de força conservativa e lei da conservação da energia mecânica.”<br />Paulo Portugal<br />http://profs.ccems.pt/PauloPortugal<br />Esquema de montagem0.90 mFormula utilizada para calcular a velocidade de saída<br />Análise da actividade:<br />1 – Construa, em Excel, o gráfico do alcance em função da velocidade de saída. (Trace a recta que melhor se ajusta). <br />Tabela<br />Gráfico<br />- Indique o valor do declive na recta traçada.<br />Com a ajuda de uma calculadora gráfica:<br />| Colocar os dados relativos ao alcance e à velocidade | GRPH | GPH1 | CALC | X | ax+b |<br />y=ax+b y=mx+b y=0.43x-3.54x10-3 , sendo m=declive; b=ordenada na origem<br />Declive: 0.43 s<br />- Sabendo que, no local onde se realiza a experiência, o valor da aceleração gravitica é 9,8 m/s, determine a altura de queda (y0) da esfera.<br />m2=2yog 0.432=2yo9.8 0.1849=2yo9,8 2yo = 1.81202 yo = 0.91 m <br />1.2.1 - Compare o valor obtido como valor de y0 predefinido para a realização da actividade experimental. Comente o resultado dessa comparação tendo em consideração:<br />-a Lei da Conservação de Energia;<br />Pela lei da conservação da energia mecânica, verifica-se que a energia mecânica em A é igual à energia mecânica em B. No caso referido, a energia mecânica quando a esfera é largada na calha (em A) é igual à energia mecânica quando abandona a calha. Logo, existe a conservação de energia mecânica, por essa razão os valores obtidos são muito semelhantes.<br />2 - Determine o valor da altura mínima de que se deve começar a escorregar para atingir o alcance de 8m. <br />Calcular o tempo de queda<br />y=yo+vot-½gt2 0=0.90+0t-½10t2 -0.90=-5t2 t=0.905 t=0.42 s<br />Calcular o vo <br />x=vot 8=vo x 0.42 vo=19.0 m/s<br />Calcular valor de altura mínima <br />∆Em=0 ∆Emi=∆Emx Epi + Eci = Epx + Ecx mgh+ ½ mv2=mgh+½ mv2 10h+0=0+ ½ 19.02 10h= ½ (19.0)2 h= 18.05 m<br />3 - Considere que tem que construir um escorrega para uma piscina com as seguintes dimensões: comprimento: 5metros; largura: 2metros; profundidade igual em qualquer ponto da piscina. <br />3.1 – Para garantir que o utente caia em segurança, qual deve ser altura máxima do escorrega relativamente ao solo, sabendo que a base se encontra a 80cm do solo?<br />Nota: Defina a zona de segurança atendendo às dimensões da piscina.<br />BAyo 0.8m0.80m5m2m<br />Calcular vox<br />x=xo+vox ty=yo-12gt2 5=0+vox t0=0.80-12 9.8 t2 _______________0=0.80-4.9 t2 _______________-0.80=-4.9 t2 _______________0.16=t2 _______________t=0.4 <br /> 5=0+vox 0.4t=0.4 vox=12.5 m/st=0.4 s<br />Calcular a altura máxima<br />Em(A)=Em(B) <br />EcA + EpA = EcB + EpB <br /> ½ mv2 + mgh = ½ mv2 + mgh <br />0+9.8h = ½ x 12.52 + 9.8 x 0.8 <br /> 9.8h=85.965 h= 8.77m<br />