SlideShare uma empresa Scribd logo
Os HebreusOs Hebreus
Os hebreus são importantes para a cultura do mundo ocidental. SuaOs hebreus são importantes para a cultura do mundo ocidental. Sua
moral e ética serviram de base para o judaísmo e o cristianismo. Hoje,moral e ética serviram de base para o judaísmo e o cristianismo. Hoje,
árabes e judeus lutam pela hegemonia sobre a Palestinaárabes e judeus lutam pela hegemonia sobre a Palestina
e julgam-se com direitos históricos sobre a região.e julgam-se com direitos históricos sobre a região.
As fontes históricasAs fontes históricas
►► A ToráA Torá →→ corresponde aocorresponde ao
Pentateuco, os cinco primeirosPentateuco, os cinco primeiros
livros do Antigo Testamento:livros do Antigo Testamento:
Genesis,Genesis, ÊxodoÊxodo,, LevíticoLevítico,, NúmerosNúmeros
ee DeuteronômioDeuteronômio
O Bar Mitzvah aos 13 anosO Bar Mitzvah aos 13 anos
A origem e o primeiro patriarcaA origem e o primeiro patriarca
Os semitasOs semitas
A jornadaA jornada
dede
AbraãoAbraão
(2000 a.C)(2000 a.C)
O Exílio no EgitoO Exílio no Egito
Em 1750 a.C., segundo aEm 1750 a.C., segundo a
tradição bíblica, a seca assolou atradição bíblica, a seca assolou a
região e os hebreus migraramregião e os hebreus migraram
para o Egito e ali permanecerampara o Egito e ali permaneceram
por 400 anos.por 400 anos.
Nessa época o Egito eraNessa época o Egito era
dominado pelos hicsosdominado pelos hicsos,, queque
contrataram os hebreus paracontrataram os hebreus para
trabalhos diversos, inclusive paratrabalhos diversos, inclusive para
importantes cargos públicos.importantes cargos públicos.
De volta à Terra PrometidaDe volta à Terra Prometida
A escravidãoA escravidão
nono
EgitoEgito
OO
ÊxodoÊxodo
A travessia do Mar VermelhoA travessia do Mar Vermelho
As tábuas da Lei e o judaísmoAs tábuas da Lei e o judaísmo
▪▪ Moisés recebeu deMoisés recebeu de
Iaweh, no Monte Sinai,Iaweh, no Monte Sinai,
as Tábuas da Lei ouas Tábuas da Lei ou
Decálogo.Decálogo.
▪▪ O monoteísmoO monoteísmo
éticoético
A conquista da PalestinaA conquista da Palestina
►►Os povos inimigosOs povos inimigos→→ Moises morreu antes de chegar a Palestina.Moises morreu antes de chegar a Palestina.
Coube a Josué,chefe militar, iniciar a luta pelo controle da PalestinaCoube a Josué,chefe militar, iniciar a luta pelo controle da Palestina
(Canaã), onde já viviam outros povos:(Canaã), onde já viviam outros povos: filisteus e cananeus.filisteus e cananeus.
•• O Periodo dos PatriarcasO Periodo dos Patriarcas →→ em Canaã, os hebreus dividiram-se emem Canaã, os hebreus dividiram-se em
12 tribos lideradas pelos Juízes, chefes militares e políticos escolhidos12 tribos lideradas pelos Juízes, chefes militares e políticos escolhidos
pelo povo. Entre os juízes destacaram-sepelo povo. Entre os juízes destacaram-se SansãoSansão,, GedeãoGedeão ee SamuelSamuel..
O Período Monárquico (1000a.C)O Período Monárquico (1000a.C)
►►Nas lutas contra cananeus e filisteus, as tribos de Israel decidiramNas lutas contra cananeus e filisteus, as tribos de Israel decidiram
reforçar sua unidade por meio da constituição de um reinoreforçar sua unidade por meio da constituição de um reino
politicamente organizado. Nascia a Monarquia hebraica.politicamente organizado. Nascia a Monarquia hebraica.
•• O Rei Saul →O Rei Saul → foi o primeiro rei de Israel, depois de algumasfoi o primeiro rei de Israel, depois de algumas
derrotas sofreu oposição por parte do seu povo. Numa batalha contraderrotas sofreu oposição por parte do seu povo. Numa batalha contra
os filisteus, diante da derrota iminente, suicidou-se e foi sucedido.os filisteus, diante da derrota iminente, suicidou-se e foi sucedido.
  
O rei DaviO rei Davi
▪▪ Organização do EstadoOrganização do Estado
▪▪ Jerusalém como capitalJerusalém como capital
política e religiosapolítica e religiosa
Davi com a cabeça de Golias, de Caravaggio (1605)Davi com a cabeça de Golias, de Caravaggio (1605)
O Rei SalomãoO Rei Salomão
►►OO governo de Salomão, filho de Davi, marcou o apogeu dagoverno de Salomão, filho de Davi, marcou o apogeu da
Monarquia. Dentre suas realizações, podemos apontar:Monarquia. Dentre suas realizações, podemos apontar:
▪▪ a expansão do comércio com outros povos;a expansão do comércio com outros povos;
▪▪ construção de palácios e templos.construção de palácios e templos.
O Templo de SalomãoO Templo de Salomão
O Muro das LamentaçõesO Muro das Lamentações
O Templo de SalomãoO Templo de Salomão
O Templo deO Templo de
SalomãoSalomão
dada
Igreja UniversalIgreja Universal
O declínio do reino hebreuO declínio do reino hebreu
▪▪ A crise sucessóriaA crise sucessória→→ aapós a morte de Salomão, em 935 a.C., houvepós a morte de Salomão, em 935 a.C., houve
uma crise sucessória que levou a ruptura entre as tribos euma crise sucessória que levou a ruptura entre as tribos e
consequentemente o declínio do reino hebreu.consequentemente o declínio do reino hebreu.
•• O Cisma →O Cisma → formaram-se dois Estados: o Reino de Israel, no norteformaram-se dois Estados: o Reino de Israel, no norte
liderado por Jliderado por Jeroboãoeroboão e com capital eme com capital em SamariaSamaria; e o Reino de Judá,; e o Reino de Judá,
liderado porliderado por RoboãoRoboão, filho de Salomão, com capital em, filho de Salomão, com capital em Jerusalém.Jerusalém. EsseEsse
episódio ficou conhecido como Cisma.episódio ficou conhecido como Cisma.
O Cisma hebraicoO Cisma hebraico
Os judeusOs judeus
ee
israelitasisraelitas
Os povos invasoresOs povos invasores
►►A partir daí, as crises enfraqueceram os dois reinos, que ficaramA partir daí, as crises enfraqueceram os dois reinos, que ficaram
sujeitos as invasões desujeitos as invasões de babilônios, persas, macedônios e romanosbabilônios, persas, macedônios e romanos..
•• O cativeiro na BabilôniaO cativeiro na Babilônia →→ em 586 a.C., Nabucodonosor, conquistouem 586 a.C., Nabucodonosor, conquistou
a região e transferiu a população para a Mesopotâmia. O cativeiro duroua região e transferiu a população para a Mesopotâmia. O cativeiro durou
até 538 a.C., quando Ciro conquistou esses territórios e permitiu a voltaaté 538 a.C., quando Ciro conquistou esses territórios e permitiu a volta
dos judeus.dos judeus.
•• A DiásporaA Diáspora →→ os romanos chegaram em 63 a.C. Os grupos judaicosos romanos chegaram em 63 a.C. Os grupos judaicos
organizaram várias revoltas até serem expulsos da Palestina em 70 d.C.organizaram várias revoltas até serem expulsos da Palestina em 70 d.C.
A criação do Estado de IsraelA criação do Estado de Israel
Espalhados, os judeusEspalhados, os judeus
passaram a viver empassaram a viver em
comunidades. Semcomunidades. Sem
território, preservaramterritório, preservaram
sua unidade cultural esua unidade cultural e
mantiveram-se comomantiveram-se como
nação até 1948,quando anação até 1948,quando a
ONU criou o Estado deONU criou o Estado de
Israel.Israel.
O holocausto judeuO holocausto judeu

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOSPRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
carlosbidu
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
Edenilson Morais
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
Marcos Azevedo
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
Daniel Alves Bronstrup
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
Daniel Alves Bronstrup
 
Slide reinos africanos
Slide reinos africanosSlide reinos africanos
Slide reinos africanos
Isabel Aguiar
 
África Medieval - 7º Ano (2016)
África Medieval - 7º Ano (2016)África Medieval - 7º Ano (2016)
África Medieval - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
As revoluções inglesas
As revoluções inglesasAs revoluções inglesas
As revoluções inglesas
Janaina Flavia Santos Azevedo
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° ano
zahirmax
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
Paulo Alexandre
 
Nacionalismo
NacionalismoNacionalismo
Nacionalismo
Deborah Borges
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
Idade moderna
Idade modernaIdade moderna
Idade moderna
Privada
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Daniel Alves Bronstrup
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
edna2
 
2.navegações espanholas
2.navegações espanholas2.navegações espanholas
2.navegações espanholas
valdeck1
 
Absolutismo e mercantilismo slide
Absolutismo e mercantilismo slideAbsolutismo e mercantilismo slide
Absolutismo e mercantilismo slide
Jacqueline Matilde
 
Colonização, revolução e desenvolvimento dos eua
Colonização, revolução e desenvolvimento dos euaColonização, revolução e desenvolvimento dos eua
Colonização, revolução e desenvolvimento dos eua
Paulo Alexandre
 

Mais procurados (20)

PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOSPRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 
Slide reinos africanos
Slide reinos africanosSlide reinos africanos
Slide reinos africanos
 
África Medieval - 7º Ano (2016)
África Medieval - 7º Ano (2016)África Medieval - 7º Ano (2016)
África Medieval - 7º Ano (2016)
 
As revoluções inglesas
As revoluções inglesasAs revoluções inglesas
As revoluções inglesas
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° ano
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
 
Nacionalismo
NacionalismoNacionalismo
Nacionalismo
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Idade moderna
Idade modernaIdade moderna
Idade moderna
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
2.navegações espanholas
2.navegações espanholas2.navegações espanholas
2.navegações espanholas
 
Absolutismo e mercantilismo slide
Absolutismo e mercantilismo slideAbsolutismo e mercantilismo slide
Absolutismo e mercantilismo slide
 
Colonização, revolução e desenvolvimento dos eua
Colonização, revolução e desenvolvimento dos euaColonização, revolução e desenvolvimento dos eua
Colonização, revolução e desenvolvimento dos eua
 

Semelhante a Hebreus

Ezequiel
EzequielEzequiel
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
SidiogenesBispo1
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
Professor Marcelo
 
Povo Hebreu na Antiguidade
Povo Hebreu na AntiguidadePovo Hebreu na Antiguidade
Povo Hebreu na Antiguidade
Luísa Duarte
 
9.os hebreus.2015
9.os hebreus.20159.os hebreus.2015
9.os hebreus.2015
Jose Ribamar Santos
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
eunamahcado
 
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidenteHistoria de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
RICARDO CARDOSO
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
Jose Ribamar Santos
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
Ribamar Santos
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
Ribamar Santos
 
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptxA história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
richardpscheidt
 
Hebreus.ppt
Hebreus.pptHebreus.ppt
Hebreus.ppt
DanielSouza389550
 
exercicios hebreus imprimir 2022.docx
exercicios hebreus imprimir 2022.docxexercicios hebreus imprimir 2022.docx
exercicios hebreus imprimir 2022.docx
Taís Braun Rutz
 
Hebreus - Prof.Medeiros
Hebreus - Prof.MedeirosHebreus - Prof.Medeiros
Hebreus - Prof.Medeiros
João Medeiros
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
Alex Macedo
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Lucas Reis
 
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diásporaHistoria de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
RICARDO CARDOSO
 
A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
Janete Garcia de Freitas
 
Os Hebreus
Os HebreusOs Hebreus
Os Hebreus
Sílvia Mendonça
 
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
JeffersonTEspritoSan
 

Semelhante a Hebreus (20)

Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
A História do povo Hebreus e sua trajetória (Desde a origem até os tempos atu...
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
 
Povo Hebreu na Antiguidade
Povo Hebreu na AntiguidadePovo Hebreu na Antiguidade
Povo Hebreu na Antiguidade
 
9.os hebreus.2015
9.os hebreus.20159.os hebreus.2015
9.os hebreus.2015
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidenteHistoria de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
Historia de israel aula 24 e 25 os judeus no oriente e no ocidente
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
 
8.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.20148.a.hebreus.2014
8.a.hebreus.2014
 
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptxA história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
 
Hebreus.ppt
Hebreus.pptHebreus.ppt
Hebreus.ppt
 
exercicios hebreus imprimir 2022.docx
exercicios hebreus imprimir 2022.docxexercicios hebreus imprimir 2022.docx
exercicios hebreus imprimir 2022.docx
 
Hebreus - Prof.Medeiros
Hebreus - Prof.MedeirosHebreus - Prof.Medeiros
Hebreus - Prof.Medeiros
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diásporaHistoria de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
Historia de israel aula 22 e 23 revoltas judaicas e diáspora
 
A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
 
Os Hebreus
Os HebreusOs Hebreus
Os Hebreus
 
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
Cronologia biblica-genesis-e-exodo-2
 

Mais de Rodrigo Luiz

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Rodrigo Luiz
 
Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na grécia
Rodrigo Luiz
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xix
Rodrigo Luiz
 
A contracultura
A contraculturaA contracultura
A contracultura
Rodrigo Luiz
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Rodrigo Luiz
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Rodrigo Luiz
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Rodrigo Luiz
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era Vargas
Rodrigo Luiz
 
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulãoA Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
Rodrigo Luiz
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombiana
Rodrigo Luiz
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
Rodrigo Luiz
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Rodrigo Luiz
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesa
Rodrigo Luiz
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
Rodrigo Luiz
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Rodrigo Luiz
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Rodrigo Luiz
 
Primeira Guerra
Primeira GuerraPrimeira Guerra
Primeira Guerra
Rodrigo Luiz
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Rodrigo Luiz
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Rodrigo Luiz
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Rodrigo Luiz
 

Mais de Rodrigo Luiz (20)

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na grécia
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xix
 
A contracultura
A contraculturaA contracultura
A contracultura
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era Vargas
 
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulãoA Era Vargas (1930 1945)-aulão
A Era Vargas (1930 1945)-aulão
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombiana
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesa
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Primeira Guerra
Primeira GuerraPrimeira Guerra
Primeira Guerra
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 

Hebreus

  • 1. Os HebreusOs Hebreus Os hebreus são importantes para a cultura do mundo ocidental. SuaOs hebreus são importantes para a cultura do mundo ocidental. Sua moral e ética serviram de base para o judaísmo e o cristianismo. Hoje,moral e ética serviram de base para o judaísmo e o cristianismo. Hoje, árabes e judeus lutam pela hegemonia sobre a Palestinaárabes e judeus lutam pela hegemonia sobre a Palestina e julgam-se com direitos históricos sobre a região.e julgam-se com direitos históricos sobre a região.
  • 2. As fontes históricasAs fontes históricas ►► A ToráA Torá →→ corresponde aocorresponde ao Pentateuco, os cinco primeirosPentateuco, os cinco primeiros livros do Antigo Testamento:livros do Antigo Testamento: Genesis,Genesis, ÊxodoÊxodo,, LevíticoLevítico,, NúmerosNúmeros ee DeuteronômioDeuteronômio O Bar Mitzvah aos 13 anosO Bar Mitzvah aos 13 anos
  • 3. A origem e o primeiro patriarcaA origem e o primeiro patriarca Os semitasOs semitas A jornadaA jornada dede AbraãoAbraão (2000 a.C)(2000 a.C)
  • 4. O Exílio no EgitoO Exílio no Egito Em 1750 a.C., segundo aEm 1750 a.C., segundo a tradição bíblica, a seca assolou atradição bíblica, a seca assolou a região e os hebreus migraramregião e os hebreus migraram para o Egito e ali permanecerampara o Egito e ali permaneceram por 400 anos.por 400 anos. Nessa época o Egito eraNessa época o Egito era dominado pelos hicsosdominado pelos hicsos,, queque contrataram os hebreus paracontrataram os hebreus para trabalhos diversos, inclusive paratrabalhos diversos, inclusive para importantes cargos públicos.importantes cargos públicos.
  • 5. De volta à Terra PrometidaDe volta à Terra Prometida A escravidãoA escravidão nono EgitoEgito OO ÊxodoÊxodo
  • 6. A travessia do Mar VermelhoA travessia do Mar Vermelho
  • 7. As tábuas da Lei e o judaísmoAs tábuas da Lei e o judaísmo ▪▪ Moisés recebeu deMoisés recebeu de Iaweh, no Monte Sinai,Iaweh, no Monte Sinai, as Tábuas da Lei ouas Tábuas da Lei ou Decálogo.Decálogo. ▪▪ O monoteísmoO monoteísmo éticoético
  • 8. A conquista da PalestinaA conquista da Palestina ►►Os povos inimigosOs povos inimigos→→ Moises morreu antes de chegar a Palestina.Moises morreu antes de chegar a Palestina. Coube a Josué,chefe militar, iniciar a luta pelo controle da PalestinaCoube a Josué,chefe militar, iniciar a luta pelo controle da Palestina (Canaã), onde já viviam outros povos:(Canaã), onde já viviam outros povos: filisteus e cananeus.filisteus e cananeus. •• O Periodo dos PatriarcasO Periodo dos Patriarcas →→ em Canaã, os hebreus dividiram-se emem Canaã, os hebreus dividiram-se em 12 tribos lideradas pelos Juízes, chefes militares e políticos escolhidos12 tribos lideradas pelos Juízes, chefes militares e políticos escolhidos pelo povo. Entre os juízes destacaram-sepelo povo. Entre os juízes destacaram-se SansãoSansão,, GedeãoGedeão ee SamuelSamuel..
  • 9. O Período Monárquico (1000a.C)O Período Monárquico (1000a.C) ►►Nas lutas contra cananeus e filisteus, as tribos de Israel decidiramNas lutas contra cananeus e filisteus, as tribos de Israel decidiram reforçar sua unidade por meio da constituição de um reinoreforçar sua unidade por meio da constituição de um reino politicamente organizado. Nascia a Monarquia hebraica.politicamente organizado. Nascia a Monarquia hebraica. •• O Rei Saul →O Rei Saul → foi o primeiro rei de Israel, depois de algumasfoi o primeiro rei de Israel, depois de algumas derrotas sofreu oposição por parte do seu povo. Numa batalha contraderrotas sofreu oposição por parte do seu povo. Numa batalha contra os filisteus, diante da derrota iminente, suicidou-se e foi sucedido.os filisteus, diante da derrota iminente, suicidou-se e foi sucedido.   
  • 10. O rei DaviO rei Davi ▪▪ Organização do EstadoOrganização do Estado ▪▪ Jerusalém como capitalJerusalém como capital política e religiosapolítica e religiosa Davi com a cabeça de Golias, de Caravaggio (1605)Davi com a cabeça de Golias, de Caravaggio (1605)
  • 11. O Rei SalomãoO Rei Salomão ►►OO governo de Salomão, filho de Davi, marcou o apogeu dagoverno de Salomão, filho de Davi, marcou o apogeu da Monarquia. Dentre suas realizações, podemos apontar:Monarquia. Dentre suas realizações, podemos apontar: ▪▪ a expansão do comércio com outros povos;a expansão do comércio com outros povos; ▪▪ construção de palácios e templos.construção de palácios e templos.
  • 12. O Templo de SalomãoO Templo de Salomão
  • 13. O Muro das LamentaçõesO Muro das Lamentações
  • 14. O Templo de SalomãoO Templo de Salomão O Templo deO Templo de SalomãoSalomão dada Igreja UniversalIgreja Universal
  • 15. O declínio do reino hebreuO declínio do reino hebreu ▪▪ A crise sucessóriaA crise sucessória→→ aapós a morte de Salomão, em 935 a.C., houvepós a morte de Salomão, em 935 a.C., houve uma crise sucessória que levou a ruptura entre as tribos euma crise sucessória que levou a ruptura entre as tribos e consequentemente o declínio do reino hebreu.consequentemente o declínio do reino hebreu. •• O Cisma →O Cisma → formaram-se dois Estados: o Reino de Israel, no norteformaram-se dois Estados: o Reino de Israel, no norte liderado por Jliderado por Jeroboãoeroboão e com capital eme com capital em SamariaSamaria; e o Reino de Judá,; e o Reino de Judá, liderado porliderado por RoboãoRoboão, filho de Salomão, com capital em, filho de Salomão, com capital em Jerusalém.Jerusalém. EsseEsse episódio ficou conhecido como Cisma.episódio ficou conhecido como Cisma.
  • 16. O Cisma hebraicoO Cisma hebraico Os judeusOs judeus ee israelitasisraelitas
  • 17. Os povos invasoresOs povos invasores ►►A partir daí, as crises enfraqueceram os dois reinos, que ficaramA partir daí, as crises enfraqueceram os dois reinos, que ficaram sujeitos as invasões desujeitos as invasões de babilônios, persas, macedônios e romanosbabilônios, persas, macedônios e romanos.. •• O cativeiro na BabilôniaO cativeiro na Babilônia →→ em 586 a.C., Nabucodonosor, conquistouem 586 a.C., Nabucodonosor, conquistou a região e transferiu a população para a Mesopotâmia. O cativeiro duroua região e transferiu a população para a Mesopotâmia. O cativeiro durou até 538 a.C., quando Ciro conquistou esses territórios e permitiu a voltaaté 538 a.C., quando Ciro conquistou esses territórios e permitiu a volta dos judeus.dos judeus. •• A DiásporaA Diáspora →→ os romanos chegaram em 63 a.C. Os grupos judaicosos romanos chegaram em 63 a.C. Os grupos judaicos organizaram várias revoltas até serem expulsos da Palestina em 70 d.C.organizaram várias revoltas até serem expulsos da Palestina em 70 d.C.
  • 18. A criação do Estado de IsraelA criação do Estado de Israel Espalhados, os judeusEspalhados, os judeus passaram a viver empassaram a viver em comunidades. Semcomunidades. Sem território, preservaramterritório, preservaram sua unidade cultural esua unidade cultural e mantiveram-se comomantiveram-se como nação até 1948,quando anação até 1948,quando a ONU criou o Estado deONU criou o Estado de Israel.Israel.
  • 19. O holocausto judeuO holocausto judeu