SlideShare uma empresa Scribd logo
ATIVIDADES DE HISTÓRIA
Nome:_____________________________________________________________________________n o____Ano_____

1. Alexandre, o Grande, foi o principal responsável pela divulgação das características do Império Helenístico.
a) Descreva a importância do Império Helenístico para o Oriente.

b) Relacione a diversidade cultural existente no Império Helenístico e no Brasil de hoje. Cite exemplos.

2. O historiador ateniense Tucídides, que viveu durante a Guerra do Peloponeso, escreveu o seguinte sobre os gregos:
… antes da Guerra de Tróia, o [os habitantes da] Hélade nada [realizaram] em comum. Este nome mesmo não era
empregado para designá-la no seu conjunto. (…) O que fica bem comprovado [nos livros] de Homero: ele que viveu
numa época bem posterior à Guerra de Tróia, não utilizou a designação [de helenos] para o conjunto [dos gregos]. (...)
Não utilizou, também, a expressão “bárbaros” porque, na minha opinião, os gregos não se encontravam
ainda
reunidos (…) sob um único nome que [lhes] permitisse [diferenciar-se de outros povos]. De qualquer forma, aqueles
que receberam [mais tarde] o nome de Helenos (…) nada fizeram conjuntamente antes da Guerra de Tróia. (...) Essa
expedição mesma os reuniu apenas num momento, naquele em que a navegação marítima encontrava-se mais
desenvolvida.
Tucídides. A guerra do Peloponeso. Século V a. C.
Responda com base no texto.
a) Que característica política dos gregos da Antiguidade é apresentada por Tucídides?

b) Por que, apesar da situação política expressa por Tucídides, pode-se falar de uma antiga civilização grega?

3. A Guerra do Peloponeso foi um conflito ocorrido no século V a.C., envolvendo:
a) os gregos, liderados pelos atenienses, contra os persas.
b) algumas cidades gregas, lideradas por Esparta, contra Atenas.
c) as cidades gregas, lideradas por Tebas, contra a Macedônia.
d) todas as cidades gregas na formação da Magna Grécia.
e) os macedônios quando invadiram a Pérsia.
4. (Unesp) O “ostracismo”, que na Antiga Grécia consistia na suspensão dos direitos políticos dos cidadãos
considerados nocivos ao Estado, foi uma instituição da:
a) tirania ateniense.
b) democracia ateniense.
c) diarquia espartana.
d) oligarquia espartana.
e) monarquia tebana.
5. Resolva a cruzadinha.
A
B
C
D
E
F
G
H
I
a) Pai de Alexandre Magno.
b) Obra de Homero.
c) Conjunto de narrativas que tratam de deuses e heróis.
d) Grande praça pública onde se encontrava o mercado e onde os atenienses se reuniam.
e) Herói que derrotou o minotauro.
f) Nome dos magistrados que compunham a gerúsia.
g) Os _____________ não eram colossais como no Egito, e se destacavam por suas proporções.
h) Monte onde acreditavam que todos os deuses moravam.
i) O Partenon foi construído em sua homenagem.

6. Leia atentamente.
Páris, um príncipe troiano, foi recebido na cidade de Esparta e, encantado com a rainha Helena, convenceu-a a fugir
com ele. Os gregos, furiosos, interpretaram a fuga como um rapto e uma afronta à sua honra. Assim, vários reis
reuniram seus exércitos e partiram para trazer a rainha de volta. Suas tropas cercaram a cidade de Tróia e a guerra durou
longos anos.
BIASOLI, Vitor. O mundo grego. São Paulo: FTD, 1995.
Responda.
a) Retire do texto um trecho que identifique a guerra a que ele se refere.
b) Qual o nome do livro e do autor que conta a trajetória dos indivíduos apresentados no texto acima.

c) Qual o significado da palavra épico?

7. Leia atentamente.
“As encenações teatrais na Grécia envolviam mecanismos cenográficos bastante
complexos, utilizando inclusive
maquinários que faziam os deuses aparecerem em cena como se estivessem no ar. Apenas os homens podiam participar
das encenações. Usavam máscaras que ampliavam as proporções do rosto para representar papéis femininos. Os atores
usavam, também, altos tamancos para aumentar a estatura”.
Agora responda.
a) Quais os dois tipos de espetáculos apresentados na Grécia Antiga? Explique-os.

b) O teatro moderno tem uma grande diferença em relação ao teatro grego da Antiguidade. Cite uma passagem do
texto que apresente essa diferença.

8. Complete com V para verdadeiro ou F para falso.
a) O teatro é a arte de representar, no palco, acontecimentos da vida real ou situações imaginárias. (
b) Os heróis dos mitos gregos representavam apenas a força daquela época. (
c) Os Jogos Olímpicos eram realizados em homenagem a Zeus. (

)

)

d) Para os gregos a beleza do corpo não era somente apenas estética e aparente. (

)

e) O nome ginásio vem de nu, pois os jovens que ali treinavam não usavam roupas. (

)

9- Dentre os legisladores atenienses, Clístenes destacou-se por instituir:
a)
b)
c)
d)
e)

Um governo oligárquico e conservador;
O Estado monárquico-militarista;
Reformas que implantaram a democracia em Atenas;
A restauração dos privilégios dos metecos;
Leis que aboliram a escravidão por dívidas.

10 – Cite três diferenças entre a sociedade ateniense e a sociedade espartana.

)
11- A história política da Grécia, na Antiguidade Clássica caracterizou-se:
a) Por uma organização teocrática;
b)
c)
d)
e)

Por uma organização imperial;
Pela existência das cidades-estados que atuavam, politicamente, como unidades autônomas;
Pela alternativa de dinastia hegemônica;
Por uma federação estável, regida de forma ditatorial.

12 - Sobre o período clássico na Grécia, aponte verdadeiro (V) ou Falso (F):
(

)

Eupátridas – Possuíam muitas terras;

(

)

Georgóis – Estrangeiros sem direitos políticos;

(

)

Demiurgos – Artesãos e comerciantes;

(

)

Metecos – Pequenos proprietários;

(

)

Escravos – Sem quaisquer direitos.

13 – Assinale a alternativa correta. Dentre as transformações políticas, econômicas e sociais geradas pela expansão
romana na bacia do Mediterrâneo, têm-se:
a) o fim do trabalho escravo, o domínio político dos plebeus e a grande moralização dos costumes.
b) a disseminação da cultura grega, a concentração da plebe no campo e o enriquecimento da elite patrícia.
c) o aumento do trabalho livre, o domínio político dos militares e o desenvolvimento das atividades agropastoris.
d) grande número de escravos, o predomínio do comércio e o êxodo rural ocasionando o empobrecimento da plebe,
e) o fortalecimento da família, o afluxo de riquezas provenientes das conquistas e a maior concentração populacional nos
campos.

14 – Esparta sempre foi uma sociedade oligárquica, militarista, de base agrícola e estrutura política dominada pelos
esparciatas. Quem eram os esparciatas? Explique como se dava sua educação.

15 – A Guerra do Peloponeso foi uma batalha travada entre duas cidades-estado gregas. Quais são essas cidades? Qual o
motivo principal dessa guerra?

16 – Aponte a diferença básica entre as culturas helênica e helenística.
17 – Assinale a alternativa correta. Na construção da sociedade ocidental, há um destaque, dado por muitos historiadores,
aos feitos da civilização grega, nos setores mais diversos da sua vida. Muitos feitos culturais dos gregos:
a) permanecem atuantes na contemporaneidade, contribuindo para o pensamento ocidental, inclusive na formulação de
seus valores éticos e políticos.
b) distanciam-se totalmente dos princípios dos nossos tempos, não sendo retomados pelos pensadores do mundo atual.
c) estão restritos aos tempos da Antiguidade Clássica, quando predominavam os interesses da aristocracia comercial de
Atenas.
d) são diferentes dos feitos dos romanos e dos de outros povos da Antiguidade, pela universalização das suas práticas
democráticas e estéticas.
e) ficaram restritos às conquistas estéticas da arquitetura e da escultura, em que se salientava a harmonia das formas
como princípio estético.

18 - Desde a metade do século VIII a.C, ondas de colonos gregos começaram a se espalhar pelo mundo antigo, em busca
de novas terras para satisfazer seus anseios: era a "segunda diáspora grega". Esses novos povoadores levavam consigo o
fogo sagrado de suas cidades, mas uma colônia grega era vista por muitos como uma apoikia, ou um "povoado distante do
lar". Sobre o processo de colonização grega, é correto afirmar que:
a) os gregos foram o único povo a estabelecer colônias fora de suas terras de origem na Antiguidade.
b) as colônias gregas que mais prosperaram ficavam no norte da África, com destaque para Cartago.
c) as colônias gregas não mantiveram intercâmbio cultural e/ou comercial com suas terras de origem.
d) as colônias gregas deram origem a novos impérios.
e) a colonização se deu pela disputa por terras férteis na Península Grega, levando-os a colonizar o norte da África, à
Magna Grécia e a entrada do Mar Negro.

19 - A vitória dos gregos sobre os persas nas Guerras Médicas, no final do século V a.C., foi fundamental para a
consolidação do estilo de vida e da visão de mundo que predominou na Hélade, naquele período. Sobre os traços
fundamentais da civilização grega da Antiguidade Clássica, assinale a alternativa incorreta.
a) A região da Ática foi ocupada por sucessivas levas de diferentes povos, dentre os quais aqueus, eólios, jônios e dórios,
dando origem, posteriormente, à civilização grega.
b) Apesar de politicamente independentes, as cidades-estado gregas do Período Clássico tinham certa homogeneidade
cultural e interdependência econômica, garantida pelo intenso comércio realizado entre elas.
c) O expressivo desenvolvimento da sociedade grega deveu-se, sobretudo, ao fortalecimento do culto às tradições
mítico-religiosas e à liderança exercida pela cidade de Atenas a partir do Período Arcaico.
d) A reformulação da concepção de guerra, passando do combate individual para uma organização coletiva (falanges), foi
decisiva para a vitória contra os persas, influenciando a participação dos cidadãos nas decisões políticas da polis.
e) O desenvolvimento de novas noções políticas, científicas e filosóficas (democracia, lógica, matemática, etc.) é um traço
marcante da sociedade grega do período, expressando uma tendência crescente do racionalismo grego.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Gustavo_Cardoso
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades 6º ano
Atividades 6º anoAtividades 6º ano
Avaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução IndustrialAvaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução Industrial
Acrópole - História & Educação
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
Viviane Simões
 
Prova arte 1º ANO - EM
Prova arte 1º ANO - EMProva arte 1º ANO - EM
Prova arte 1º ANO - EM
Denise Nunes
 
Atividades de História Astecas
Atividades de História  Astecas Atividades de História  Astecas
Atividades de História Astecas
Doug Caesar
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Giselda morais rodrigues do
 
Avaliação Era Vargas
Avaliação Era VargasAvaliação Era Vargas
Avaliação Era Vargas
Acrópole - História & Educação
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
Carlos Zaranza
 
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova mesopotâmia e egito
Prova mesopotâmia e egitoProva mesopotâmia e egito
Prova mesopotâmia e egito
WesleyAlvesRodrigues1
 
Atividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa ChargesAtividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa Charges
Doug Caesar
 
A mesopotamia e_seus_povos (1)
A mesopotamia e_seus_povos (1)A mesopotamia e_seus_povos (1)
A mesopotamia e_seus_povos (1)
Joao Cassul
 
Cuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargasCuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargas
Atividades Diversas Cláudia
 
At pav-tempo-historia-
At pav-tempo-historia-At pav-tempo-historia-
At pav-tempo-historia-
Atividades Diversas Cláudia
 
Exercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano greciaExercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano grecia
Mila E Wlamir
 
Avaliação história
Avaliação históriaAvaliação história
Avaliação história
Education Nationale
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (20)

Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
 
Atividades 6º ano
Atividades 6º anoAtividades 6º ano
Atividades 6º ano
 
Avaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução IndustrialAvaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução Industrial
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
 
Prova arte 1º ANO - EM
Prova arte 1º ANO - EMProva arte 1º ANO - EM
Prova arte 1º ANO - EM
 
Atividades de História Astecas
Atividades de História  Astecas Atividades de História  Astecas
Atividades de História Astecas
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
 
Avaliação Era Vargas
Avaliação Era VargasAvaliação Era Vargas
Avaliação Era Vargas
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
 
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
 
Prova mesopotâmia e egito
Prova mesopotâmia e egitoProva mesopotâmia e egito
Prova mesopotâmia e egito
 
Atividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa ChargesAtividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa Charges
 
A mesopotamia e_seus_povos (1)
A mesopotamia e_seus_povos (1)A mesopotamia e_seus_povos (1)
A mesopotamia e_seus_povos (1)
 
Cuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargasCuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargas
 
At pav-tempo-historia-
At pav-tempo-historia-At pav-tempo-historia-
At pav-tempo-historia-
 
Exercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano greciaExercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano grecia
 
Avaliação história
Avaliação históriaAvaliação história
Avaliação história
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
 

Semelhante a A civilização grega

1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
Cristiane Pantoja
 
Os gregos no seculo v a.c.
Os gregos no seculo v a.c.Os gregos no seculo v a.c.
Os gregos no seculo v a.c.
Alzira Soares
 
História antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidentalHistória antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidental
Whistoriapi
 
1º Ano Exercico de história
1º Ano   Exercico de história1º Ano   Exercico de história
1º Ano Exercico de história
Jorge Marcos Oliveira
 
2 prova de história 2 ano
2 prova de história   2 ano2 prova de história   2 ano
2 prova de história 2 ano
KellyCarvalho2011
 
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Lúcia Texeira
 
Grécia.17
Grécia.17Grécia.17
12.grecia antiga 15
12.grecia antiga 1512.grecia antiga 15
12.grecia antiga 15
Jose Ribamar Santos
 
Grécia roma wilfred
Grécia roma wilfredGrécia roma wilfred
Grécia roma wilfred
Whistoriapi
 
Revisão de história 3º ano
Revisão de história 3º anoRevisão de história 3º ano
Revisão de história 3º ano
eunamahcado
 
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocxAVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Roteiro de grécia antiga
Roteiro de grécia antigaRoteiro de grécia antiga
Roteiro de grécia antiga
Jonas Araújo
 
Exercicios grecia antiga
Exercicios grecia antigaExercicios grecia antiga
Exercicios grecia antiga
Adail Silva
 
Histórico resumido da grécia antiga
Histórico resumido da grécia antigaHistórico resumido da grécia antiga
Histórico resumido da grécia antiga
Fátima da História
 
História 2º bimestre 1º ano
História 2º bimestre   1º anoHistória 2º bimestre   1º ano
História 2º bimestre 1º ano
dinicmax
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
Eduardo Mariño Rial
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
Valeria Kosicki
 
Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
Profdaltonjunior
 
Os Gregos
Os GregosOs Gregos

Semelhante a A civilização grega (20)

1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
 
Os gregos no seculo v a.c.
Os gregos no seculo v a.c.Os gregos no seculo v a.c.
Os gregos no seculo v a.c.
 
História antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidentalHistória antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidental
 
1º Ano Exercico de história
1º Ano   Exercico de história1º Ano   Exercico de história
1º Ano Exercico de história
 
2 prova de história 2 ano
2 prova de história   2 ano2 prova de história   2 ano
2 prova de história 2 ano
 
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
 
Grécia.17
Grécia.17Grécia.17
Grécia.17
 
12.grecia antiga 15
12.grecia antiga 1512.grecia antiga 15
12.grecia antiga 15
 
Grécia roma wilfred
Grécia roma wilfredGrécia roma wilfred
Grécia roma wilfred
 
Revisão de história 3º ano
Revisão de história 3º anoRevisão de história 3º ano
Revisão de história 3º ano
 
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocxAVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
 
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
 
Roteiro de grécia antiga
Roteiro de grécia antigaRoteiro de grécia antiga
Roteiro de grécia antiga
 
Exercicios grecia antiga
Exercicios grecia antigaExercicios grecia antiga
Exercicios grecia antiga
 
Histórico resumido da grécia antiga
Histórico resumido da grécia antigaHistórico resumido da grécia antiga
Histórico resumido da grécia antiga
 
História 2º bimestre 1º ano
História 2º bimestre   1º anoHistória 2º bimestre   1º ano
História 2º bimestre 1º ano
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
 
Os Gregos
Os GregosOs Gregos
Os Gregos
 

Mais de Eduardo Mariño Rial

Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Eduardo Mariño Rial
 
Resumo PCN História
Resumo PCN HistóriaResumo PCN História
Resumo PCN História
Eduardo Mariño Rial
 
Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Brasil Império
Atividades Brasil ImpérioAtividades Brasil Império
Atividades Brasil Império
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonialAtividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonial
Eduardo Mariño Rial
 
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em SantosImigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Eduardo Mariño Rial
 
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Curriculo do estado de sp   ciências humanasCurriculo do estado de sp   ciências humanas
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Revolução Russa
Atividades Revolução RussaAtividades Revolução Russa
Atividades Revolução Russa
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Eduardo Mariño Rial
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Unificação da Itália
Atividades   Unificação da ItáliaAtividades   Unificação da Itália
Atividades Unificação da Itália
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Atividades   Expansão Marítima e ColonizaçõesAtividades   Expansão Marítima e Colonizações
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Colonialismo
Atividades   ColonialismoAtividades   Colonialismo
Atividades Colonialismo
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades América Independências
Atividades   América IndependênciasAtividades   América Independências
Atividades América Independências
Eduardo Mariño Rial
 

Mais de Eduardo Mariño Rial (20)

Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
 
Resumo PCN História
Resumo PCN HistóriaResumo PCN História
Resumo PCN História
 
Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História
 
Atividades Brasil Império
Atividades Brasil ImpérioAtividades Brasil Império
Atividades Brasil Império
 
Atividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonialAtividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonial
 
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em SantosImigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
 
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Curriculo do estado de sp   ciências humanasCurriculo do estado de sp   ciências humanas
Curriculo do estado de sp ciências humanas
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
 
Atividades Revolução Russa
Atividades Revolução RussaAtividades Revolução Russa
Atividades Revolução Russa
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
 
Atividades Unificação da Itália
Atividades   Unificação da ItáliaAtividades   Unificação da Itália
Atividades Unificação da Itália
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Atividades   Expansão Marítima e ColonizaçõesAtividades   Expansão Marítima e Colonizações
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
 
Atividades Colonialismo
Atividades   ColonialismoAtividades   Colonialismo
Atividades Colonialismo
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
 
Atividades América Independências
Atividades   América IndependênciasAtividades   América Independências
Atividades América Independências
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 

A civilização grega

  • 1. ATIVIDADES DE HISTÓRIA Nome:_____________________________________________________________________________n o____Ano_____ 1. Alexandre, o Grande, foi o principal responsável pela divulgação das características do Império Helenístico. a) Descreva a importância do Império Helenístico para o Oriente. b) Relacione a diversidade cultural existente no Império Helenístico e no Brasil de hoje. Cite exemplos. 2. O historiador ateniense Tucídides, que viveu durante a Guerra do Peloponeso, escreveu o seguinte sobre os gregos: … antes da Guerra de Tróia, o [os habitantes da] Hélade nada [realizaram] em comum. Este nome mesmo não era empregado para designá-la no seu conjunto. (…) O que fica bem comprovado [nos livros] de Homero: ele que viveu numa época bem posterior à Guerra de Tróia, não utilizou a designação [de helenos] para o conjunto [dos gregos]. (...) Não utilizou, também, a expressão “bárbaros” porque, na minha opinião, os gregos não se encontravam ainda reunidos (…) sob um único nome que [lhes] permitisse [diferenciar-se de outros povos]. De qualquer forma, aqueles que receberam [mais tarde] o nome de Helenos (…) nada fizeram conjuntamente antes da Guerra de Tróia. (...) Essa expedição mesma os reuniu apenas num momento, naquele em que a navegação marítima encontrava-se mais desenvolvida. Tucídides. A guerra do Peloponeso. Século V a. C. Responda com base no texto. a) Que característica política dos gregos da Antiguidade é apresentada por Tucídides? b) Por que, apesar da situação política expressa por Tucídides, pode-se falar de uma antiga civilização grega? 3. A Guerra do Peloponeso foi um conflito ocorrido no século V a.C., envolvendo: a) os gregos, liderados pelos atenienses, contra os persas. b) algumas cidades gregas, lideradas por Esparta, contra Atenas. c) as cidades gregas, lideradas por Tebas, contra a Macedônia. d) todas as cidades gregas na formação da Magna Grécia. e) os macedônios quando invadiram a Pérsia.
  • 2. 4. (Unesp) O “ostracismo”, que na Antiga Grécia consistia na suspensão dos direitos políticos dos cidadãos considerados nocivos ao Estado, foi uma instituição da: a) tirania ateniense. b) democracia ateniense. c) diarquia espartana. d) oligarquia espartana. e) monarquia tebana. 5. Resolva a cruzadinha. A B C D E F G H I a) Pai de Alexandre Magno. b) Obra de Homero. c) Conjunto de narrativas que tratam de deuses e heróis. d) Grande praça pública onde se encontrava o mercado e onde os atenienses se reuniam. e) Herói que derrotou o minotauro. f) Nome dos magistrados que compunham a gerúsia. g) Os _____________ não eram colossais como no Egito, e se destacavam por suas proporções. h) Monte onde acreditavam que todos os deuses moravam. i) O Partenon foi construído em sua homenagem. 6. Leia atentamente. Páris, um príncipe troiano, foi recebido na cidade de Esparta e, encantado com a rainha Helena, convenceu-a a fugir com ele. Os gregos, furiosos, interpretaram a fuga como um rapto e uma afronta à sua honra. Assim, vários reis reuniram seus exércitos e partiram para trazer a rainha de volta. Suas tropas cercaram a cidade de Tróia e a guerra durou longos anos. BIASOLI, Vitor. O mundo grego. São Paulo: FTD, 1995. Responda. a) Retire do texto um trecho que identifique a guerra a que ele se refere.
  • 3. b) Qual o nome do livro e do autor que conta a trajetória dos indivíduos apresentados no texto acima. c) Qual o significado da palavra épico? 7. Leia atentamente. “As encenações teatrais na Grécia envolviam mecanismos cenográficos bastante complexos, utilizando inclusive maquinários que faziam os deuses aparecerem em cena como se estivessem no ar. Apenas os homens podiam participar das encenações. Usavam máscaras que ampliavam as proporções do rosto para representar papéis femininos. Os atores usavam, também, altos tamancos para aumentar a estatura”. Agora responda. a) Quais os dois tipos de espetáculos apresentados na Grécia Antiga? Explique-os. b) O teatro moderno tem uma grande diferença em relação ao teatro grego da Antiguidade. Cite uma passagem do texto que apresente essa diferença. 8. Complete com V para verdadeiro ou F para falso. a) O teatro é a arte de representar, no palco, acontecimentos da vida real ou situações imaginárias. ( b) Os heróis dos mitos gregos representavam apenas a força daquela época. ( c) Os Jogos Olímpicos eram realizados em homenagem a Zeus. ( ) ) d) Para os gregos a beleza do corpo não era somente apenas estética e aparente. ( ) e) O nome ginásio vem de nu, pois os jovens que ali treinavam não usavam roupas. ( ) 9- Dentre os legisladores atenienses, Clístenes destacou-se por instituir: a) b) c) d) e) Um governo oligárquico e conservador; O Estado monárquico-militarista; Reformas que implantaram a democracia em Atenas; A restauração dos privilégios dos metecos; Leis que aboliram a escravidão por dívidas. 10 – Cite três diferenças entre a sociedade ateniense e a sociedade espartana. )
  • 4. 11- A história política da Grécia, na Antiguidade Clássica caracterizou-se: a) Por uma organização teocrática; b) c) d) e) Por uma organização imperial; Pela existência das cidades-estados que atuavam, politicamente, como unidades autônomas; Pela alternativa de dinastia hegemônica; Por uma federação estável, regida de forma ditatorial. 12 - Sobre o período clássico na Grécia, aponte verdadeiro (V) ou Falso (F): ( ) Eupátridas – Possuíam muitas terras; ( ) Georgóis – Estrangeiros sem direitos políticos; ( ) Demiurgos – Artesãos e comerciantes; ( ) Metecos – Pequenos proprietários; ( ) Escravos – Sem quaisquer direitos. 13 – Assinale a alternativa correta. Dentre as transformações políticas, econômicas e sociais geradas pela expansão romana na bacia do Mediterrâneo, têm-se: a) o fim do trabalho escravo, o domínio político dos plebeus e a grande moralização dos costumes. b) a disseminação da cultura grega, a concentração da plebe no campo e o enriquecimento da elite patrícia. c) o aumento do trabalho livre, o domínio político dos militares e o desenvolvimento das atividades agropastoris. d) grande número de escravos, o predomínio do comércio e o êxodo rural ocasionando o empobrecimento da plebe, e) o fortalecimento da família, o afluxo de riquezas provenientes das conquistas e a maior concentração populacional nos campos. 14 – Esparta sempre foi uma sociedade oligárquica, militarista, de base agrícola e estrutura política dominada pelos esparciatas. Quem eram os esparciatas? Explique como se dava sua educação. 15 – A Guerra do Peloponeso foi uma batalha travada entre duas cidades-estado gregas. Quais são essas cidades? Qual o motivo principal dessa guerra? 16 – Aponte a diferença básica entre as culturas helênica e helenística.
  • 5. 17 – Assinale a alternativa correta. Na construção da sociedade ocidental, há um destaque, dado por muitos historiadores, aos feitos da civilização grega, nos setores mais diversos da sua vida. Muitos feitos culturais dos gregos: a) permanecem atuantes na contemporaneidade, contribuindo para o pensamento ocidental, inclusive na formulação de seus valores éticos e políticos. b) distanciam-se totalmente dos princípios dos nossos tempos, não sendo retomados pelos pensadores do mundo atual. c) estão restritos aos tempos da Antiguidade Clássica, quando predominavam os interesses da aristocracia comercial de Atenas. d) são diferentes dos feitos dos romanos e dos de outros povos da Antiguidade, pela universalização das suas práticas democráticas e estéticas. e) ficaram restritos às conquistas estéticas da arquitetura e da escultura, em que se salientava a harmonia das formas como princípio estético. 18 - Desde a metade do século VIII a.C, ondas de colonos gregos começaram a se espalhar pelo mundo antigo, em busca de novas terras para satisfazer seus anseios: era a "segunda diáspora grega". Esses novos povoadores levavam consigo o fogo sagrado de suas cidades, mas uma colônia grega era vista por muitos como uma apoikia, ou um "povoado distante do lar". Sobre o processo de colonização grega, é correto afirmar que: a) os gregos foram o único povo a estabelecer colônias fora de suas terras de origem na Antiguidade. b) as colônias gregas que mais prosperaram ficavam no norte da África, com destaque para Cartago. c) as colônias gregas não mantiveram intercâmbio cultural e/ou comercial com suas terras de origem. d) as colônias gregas deram origem a novos impérios. e) a colonização se deu pela disputa por terras férteis na Península Grega, levando-os a colonizar o norte da África, à Magna Grécia e a entrada do Mar Negro. 19 - A vitória dos gregos sobre os persas nas Guerras Médicas, no final do século V a.C., foi fundamental para a consolidação do estilo de vida e da visão de mundo que predominou na Hélade, naquele período. Sobre os traços fundamentais da civilização grega da Antiguidade Clássica, assinale a alternativa incorreta. a) A região da Ática foi ocupada por sucessivas levas de diferentes povos, dentre os quais aqueus, eólios, jônios e dórios, dando origem, posteriormente, à civilização grega. b) Apesar de politicamente independentes, as cidades-estado gregas do Período Clássico tinham certa homogeneidade cultural e interdependência econômica, garantida pelo intenso comércio realizado entre elas. c) O expressivo desenvolvimento da sociedade grega deveu-se, sobretudo, ao fortalecimento do culto às tradições mítico-religiosas e à liderança exercida pela cidade de Atenas a partir do Período Arcaico. d) A reformulação da concepção de guerra, passando do combate individual para uma organização coletiva (falanges), foi decisiva para a vitória contra os persas, influenciando a participação dos cidadãos nas decisões políticas da polis. e) O desenvolvimento de novas noções políticas, científicas e filosóficas (democracia, lógica, matemática, etc.) é um traço marcante da sociedade grega do período, expressando uma tendência crescente do racionalismo grego.