SlideShare uma empresa Scribd logo
ATIVIDADES DE HISTÓRIA
Nome:_______________________________________________________________________nº___Ano_____
1 - Ordem Religiosa fundada em 1534, denominada de Companhia de Jesus a qual se dedicada à evangelização
de povos nativos da América, Ásia e África. Seu fundador foi:
a) Inácio da Nóbrega;
b) José de Anchieta;
c) José Inácio Rodrigues;
d) Inácio de Loyola.
2 – Assinale a alternativa correta. Português que, em 1532 e fundou a cidade de São Vicente:
a) Pedro Álvares Cabral.
b) Martim Afonso de Souza.
c) Pero Vaz de Caminha.
d) Vasco da Gama.
3 – Explique qual a importância das expedições bandeirantes na descoberta e na formação do atual
território brasileiro.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
4 – Com base na imagem ao lado, descreva como era
relação entre índios e jesuítas dentro das missões.
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
A - Explique porque os colonos da vila de São Paulo, praticamente até o século XVIII, recorreram à escravização
dos indígenas.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
5. Complete com V (verdadeiro) e F (falso)
a) A criação da Companhia de Jesus ocorreu durante a Contra-Reforma. ( )
b) A criação da Companhia de Jesus foi uma medida para a contenção do protestantismo. ( )
c) O fundador da Companhia de Jesus foi o padre Manuel da Nóbrega ( )
d) A Companhia de Jesus foi criada em Portugal. ( )
6 - Assinale a alternativa correta.
a) O povoamento do Brasil iniciou-se no sentido interior-litoral.
b) As missões jesuíticas eram respeitadas pelos bandeirantes.
c) Os jesuítas e os bandeirantes tinham, em relação aos índios, objetivos comuns.
d) O povoamento brasileiro concentrou-se, durante muito tempo, tão somente na zona litorânea. Entretanto,
pouco a pouco, grupos de jesuítas, bandeirantes e boiadeiros foram avançando para o interior do território,
iniciando seu povoamento.
e) Todas estão corretas.
7 – Quais foram os três ciclos de exploração econômica no Brasil Colônia.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
8 - Defina:
a) Lavradores de cana: ____________________________________________
b) Senhores de engenho: __________________________________________
c) Lavradores de cana obrigada: ____________________________________
d) Lavradores de cana livre: ________________________________________
9 - A agromanufatura do açúcar no Brasil colonial garantia todo o processo de produção, desde o plantio da
cana até o produto final, pronto para ser exportado para a Europa, ficando na colônia o açúcar mascavo e
sendo exportado em sua maior parte o açúcar branco. Apesar de controlar todo o processo de produção,
não eram os portugueses que realizavam a distribuição do produto na Europa, cabendo essa função aos:
a) ingleses.
b) holandeses.
c) franceses.
d) belgas.
e) espanhóis.
10 - A imagem abaixo é do holandês Frans Post, que pintou diversas imagens do Brasil, dentre elas os
engenhos de açúcar.
Fábrica de açúcar e plantação do Engenho Real, de Frans Post (1612-1680)
Os engenhos constituíam verdadeiras fábricas, realizando todas as fases do processo de produção do açúcar
em suas próprias instalações. Dentre as alternativas abaixo, qual indica uma informação incorreta sobre os
engenhos de açúcar?
a) Após a colheita, a cana-de-açúcar era levada à moenda para sofrer o esmagamento de seu caule e a
extração da garapa.
b) Em terras coloniais era produzido apenas um tipo de açúcar: o mascavo, de coloração escura. O açúcar
branco era refinado na Europa, em virtude de ser direcionado aos consumidores desse continente.
c) As moendas funcionavam com o uso da tração animal, o trapiche, pois os gastos exigidos para a sua
construção eram menores.
d) Os engenhos não estavam disponíveis em toda e qualquer propriedade que plantava cana-de-açúcar. Os
fazendeiros que não possuíam um engenho eram geralmente conhecidos como lavradores de cana.
e) Além dessas unidades produtivas, um engenho também contava com construções utilizadas para o abrigo
da população que ali vivia, como a Casa-grande e a Senzala.
11 - Com relação à economia da cana-de-açúcar e da pecuária no Nordeste durante o período colonial, é
correto afirmar que:
a) por serem as duas atividades essenciais e complementares, portanto as mais permanentes, foram as que
mais usaram escravos.
b) a primeira, tecnologicamente mais complexa, recorria à escravidão, e a segunda, tecnologicamente mais
simples, ao trabalho livre.
c) a técnica era rudimentar em ambas, na agricultura por causa da escravidão, e na criação de animais para
atender o mercado interno.
d) tanto em uma quanto em outra, desenvolveram-se formas mistas e sofisticadas de trabalho livre e de
trabalho compulsório.
e) por serem diferentes e independentes uma da outra, não se pode estabelecer qualquer tentativa de
comparação entre ambas.
12 - Leia o texto e responda à questão .
Um remédio para a pobreza?
"Encarando o desafio das incertezas do sertão, os paulistas começaram a favorecer pequenas expedições —
armações, na linguagem da época — organizadas para atender a demandas específicas por mão-de-obra.
Portanto, ao contrário das grandes bandeiras, cuja função essencial residia na reprodução da força coletiva de
trabalho no planalto, estas novas expedições serviam sobretudo para a reprodução das próprias unidades de
produção. Embarcando em viagens para o interior, muitos jovens redigiram ou ditaram seus testamentos,
manifestando a necessidade de penetrar no sertão para 'buscar remédio para minha pobreza'. [...]"
MONTEIRO, John Manuel. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo:
Companhia das Letras, 1995. p. 85-87.
O assunto central do texto é:
a) as expedições cariocas que penetravam no sertão em busca de mão-de-obra.
b) as expedições paulistas de captura de escravos negros fugitivos.
c) as expedições portuguesas de reconhecimento do litoral.
d) as grandes expedições paulistas de exploração do ouro no sertão.
13 - As “entradas” e as “bandeiras” tiveram um papel importante durante parte da história do Brasil Colonial.
As “entradas” eram expedições:
a) oficiais da Coroa portuguesa nos séculos XVI e XVII, que tinham como finalidade o reconhecimento do
território; as “bandeiras” eram expedições particulares ocorridas no século XVIII, como o objetivo exclusivo de
encontrar ouro.
b) de particulares, ocorridas nos séculos XVI a XVIII, objetivando reconhecer o território e localizar minerais; as
“bandeiras” eram expedições oficiais, ocorridas nos séculos XVII e XVIII, com o objetivo de encontrar metais
preciosos, capturar índios e negros foragidos.
c) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, com o objetivo de reconhecer o
território e localizar metais preciosos; as “bandeiras” eram expedições organizadas por particulares, ocorridas
entre os séculos XVI e XVIII, objetivando a localização de metais preciosos e a captura de índios e negros
foragidos.
d) de particulares durante os séculos XVI a XVIII, que foram responsáveis pelo descobrimento da Amazônia; as
“bandeiras”, expedições oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas nos séculos XVIII e XIX, foram responsáveis
pelo descobrimento de Paranaguá e de Guaíra.
e) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVIII e XIX, com o objetivo de capturar índios e
negros aquilombados; as “bandeiras” eram expedições particulares, organizadas nos mesmos séculos, que
tinham por objetivo fundar vilas.
14 – Explique como funcionava o Pacto Colonial.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
CRISE NO SISTEMA COLONIAL
1 – Sobre a Guerra dos Mascates, explique qual foi o principal motivo para seu início.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
2 - Uma das consequências do descobrimento do ouro no Brasil (últimos anos do século XVII) para o
desenvolvimento da mineração foi o:
a) deslocamento do eixo econômico do Nordeste para o Sudeste.
b) aumento da atividade agrícola, com decadência da vida urbana.
c) término dos produtos estancados, monopolizados pela coroa.
d) crescimento do número de grandes propriedades, com a decadência do minifúndio.
e) surgimento de uma sociedade urbana aristocrata em oposição ao liberalismo da sociedade rural.
3 – A Revolta de Filipe dos Santos (1720), em Minas Gerais, resultou, entre outros motivos, da:
a) intromissão dos jesuítas no ativo comércio dos paulistas na região das Minas.
b) disseminação das ideias oriundas dos filósofos do iluminismo francês.
c) criação das Casas de Fundição e das Moedas, a fim de controlar a produção aurífera.
d) tentativa de afirmação política dos portugueses sobre a nascente burguesia paulista.
e) tensão criada nas minas, em virtude do monopólio da Companhia de Comércio do Brasil.
4 -
5 - A rivalidade entre os senhores de engenho e os grandes comerciantes era muito forte em Pernambuco.
Nesse contexto, os mascates queriam a participar das decisões políticas da região. Sobre a Guerra dos
Mascates, indique as consequências do movimento.
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
6 – Explique qual era a finalidade das Casas de Fundição.
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________
7 – Assinale a alternativa correta. O principal imposto cobrado sobre a extração do ouro, chamava-se:
a) Data.
b) Faiscação.
c) Quinto.
d) Derrama.
8 – Com base na imagem ao lado, responda:
a) O que era o santo do pau oco e para que ele servia?
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
b) Indique o que significa atualmente a expressão “santo do pau oco”.
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
9 – Explique porque a maioria das cidades de Minas Gerais cresceram de forma desorganizada.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
10 – Conforme o que foi estudado na unidade, coloque os componentes da sociedade na ordem correta:
a) Escravos
b) Proprietários de grandes lavras, grandes comerciantes e altos funcionários do governo.
c) Profissionais liberais, artesãos, pequenos comerciantes, roceiros e faiscadores.
d) Homens livres pobres.
( )
( )
( )
( )
11 - Durante a União Ibérica, a Inglaterra e a Holanda, inimigas da Espanha, atacaram colônias portuguesas.
Importantes partes do Império colonial lusitano foram perdidas e o que foi mantido já não proporcionava os
mesmos lucros do passado. Portugal foi obrigado a assinar um tratado com a Inglaterra, como recompensa
pelo auxílio inglês na luta contra os holandeses. Explique em que consistia.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
12 - O escravo no Brasil é geralmente apresentado como dócil, dominado pela força e submisso ao senhor.
Porém, muitos historiadores mostram a importância da resistência dos escravos aos senhores e o medo que os
senhores sentiram diante dos quilombos, insurreições, revoltas, atentados e fugas de escravos.
a) Descreva o que eram os quilombos.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
b) Por que a Metrópole portuguesa e os senhores combateram os quilombos, as revoltas, os atentados e as
fugas de escravos no Período Colonial brasileiro?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
13 – A vinda da família real para o Brasil está diretamente ligada ao seguinte episódio:
a) adesão portuguesa ao Bloqueio Continental;
b) a habilidade lusitana de conseguir manter uma posição de neutralidade entre França e Inglaterra;
c) não adesão portuguesa ao Bloqueio Continental, provocando a invasão das tropas franco-espanholas;
d) apoio português às pretensões hegemônicas da França;
e) quebra por parte de Portugal do Tratado de Methuen, com a França.
14 - No período que antecedeu imediatamente a separação do Brasil de Portugal, a principal força contrária à
emancipação do Brasil era representada:
a) pela burguesia comercial portuguesa, interessada em manter os laços coloniais que prendiam o Brasil a
Portugal;
b) pelos latifundiários brasileiros, convencidos de que para o Brasil o melhor era manter-se "Reino Unido" a
Portugal;
c) pelos comerciantes ingleses, temerosos que a Independência do Brasil pudesse prejudicá-los;
d) pelos grupos liberais que existiam na Colônia, interessados em um processo de emancipação de base
republicana e federalista;
e) pelas camadas populares da Colônia, para quem a independência não traria mudanças significativas no
plano socioeconômico.
15 – Cite três das principais realizações de D. João no Brasil
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
16 — Coloque (V) ou (F). A vinda da família real portuguesa, em 1808, revelou o interesse britânico sobre os
destinos do Brasil. Comprovam essa afirmação:
( ) A abertura dos portos (1808), exigência inglesa, possibilitou a entrada dos produtos industrializados no
Brasil e pôs fim ao pacto colonial.
( ) Os tratados de 1810 concederam privilégios alfandegários aos produtos ingleses que passaram a ter
facilidades no mercado brasileiro.
( ) O domínio de áreas em desenvolvimento era necessidade da Inglaterra para fornecer força de trabalho a
preços mais baixos do que aqueles pagos aos operários europeus.
( ) O empenho inglês em civilizar as sociedades americanas objetivava demonstrara superioridade do homem
branco a partir do controle político.
17 - Dentre as revoltas coloniais, a Inconfidência Mineira foi a mais célebre, por marcar o início do processo de
emancipação política do Brasil. A respeito desse movimento emancipacionista ocorrido em Minas Gerais, em
1789, assinale o que for correto.
a) Uma das principais propostas da Inconfidência Mineira era pôr fim, imediatamente, ao tráfico de escravos e
à escravidão no Brasil.
b) Os inconfidentes eram totalmente contrários à influência de sistemas filosóficos e de ideias políticas
estrangeiras, como o Iluminismo europeu e os princípios republicanos que inspiraram os líderes norte-
americanos da independência, em 1776.
c) Os inconfidentes, sob a influência do Iluminismo e do movimento de independência dos Estados Unidos da
América, pregavam o fim do pacto colonial, a independência em relação a Portugal, a implantação do regime
republicano, etc.
d) A Inconfidência Mineira foi, na realidade, uma mera rebelião militar, sem apoio junto à intelectualidade, aos
profissionais liberais e a outros setores civis da colônia.
e) A principal causa da rebelião mineira foi a transferência da sede da administração colonial portuguesa de
São João dei Rei para a cidade do Rio de Janeiro, em 1785.
18 – Está relacionada à política interna de D. João no Brasil a seguinte realização:
a) a criação do primeiro jornal brasileiro: “A gazeta do Rio de Janeiro";
b) a Biblioteca Publicado Rio de Janeiro;
c) o Jardim Botânico do Rio de Janeiro;
d) academia Real Militar;
e) todas estão corretas.
19 – Explique porque a Inglaterra era a principal nação estrangeira interessada na Independência do Brasil.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
20 - No contexto da independência política do Brasil de Portugal, é correto afirmar que:
a) o regresso de D. João VI a Lisboa significou a vitória da burguesia liberal portuguesa.
b) a Revolução Constitucionalista do Porto (1820) defendia a ampliação do poder real.
c) no Congresso de Viena, os adversários de Napoleão l tomaram várias decisões a favor do liberalismo.
d) ao jurar a Constituição de 1824, D. Pedro l aderiu às teses democráticas de Gonçalves Ledo.
e) a abertura dos portos e os tratados de 1810 favoreceram os comerciantes portugueses.
21 - A principal nação estrangeira interessada na Independência do Brasil foi a:
a) Áustria, que visava a implementar as teses da Santa Aliança entre as colônias americanas.
b) Rússia, que buscava aliados para seu projeto de anexação das terras da atual Califórnia.
c) Holanda, interessada em manter sob seu controle o monopólio da comercialização do açúcar brasileiro na
Europa.
d) Inglaterra, que objetivava aumentar sua preponderância no mercado brasileiro.
e) Alemanha, que buscava diversificar seus investimentos na produção cafeeira.
22 - O príncipe D. Pedro, na Independência do Brasil, foi:
a) essencial, pois sem ele não ocorreria a independência;
b) figura de fachada, totalmente submisso aos desejos de José Bonifácio;
c) mediador, minimizando os antagonismos entre Brasil e Portugal;
d) manipulado pela aristocracia rural, objetivando realizar a independência com a manutenção da unidade
popular;
e) totalmente independente, tomando para si liderança do processo, dando à independência um caráter
revolucionário.
23 - A Independência do Brasil:
a) rompeu o processo histórico;
b) adaptou a estrutura política do país às conveniências da aristocracia rural;
c) acelerou o processo de modernização econômica;
d) representou um sério golpe na economia escravista;
e) representou um retrocesso político, devido à forma monárquica de governo adotada.
24 - Elabore um texto que contenha as principais características sobre os costumes familiares urbanos na
região da minas. Ao desenvolver seu texto, estabeleça comparações entre aquela época e atualmente, citando
exemplos conhecidos por você.
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
25 - Complete com V (verdadeiro) e F (falso).
a) A rotina doméstica acabava na vida comunitária, quando as pessoas se reuniam para enfeitar igrejas,
organizar e participar de festas religiosas. ( )
b) As irmandades não foram responsáveis pela construção das igrejas na região de Minas Gerais. ( )
c) A sociedade urbana era composta em sua maioria por mulheres brancas. ( )
d) Entre as camadas sociais mais baixas, o concubinato era a prática mais comum. ( )
e) Não há registros de casamentos entre escravos e libertos. ( )
26 - “Para a Igreja, a instituição do casamento preservava o modelo de família legítima, sacramentada pela
tradição cristã.” Indique como se dava o casamento nas famílias de elite.
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil coloniaProva de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil colonia
Atividades Diversas Cláudia
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
Jean Carlos Nunes Paixão
 
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docxATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
SEE/MG
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
Acrópole - História & Educação
 
Atividade sobre as grandes navegaçoes
Atividade sobre as grandes navegaçoesAtividade sobre as grandes navegaçoes
Atividade sobre as grandes navegaçoes
Atividades Diversas Cláudia
 
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Shirley Braga
 
Capitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governoCapitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governo
criecchi
 
Cruzadinha feudalismo
Cruzadinha feudalismoCruzadinha feudalismo
Cruzadinha feudalismo
Marcia Oliveira Lupion
 
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Nivea Neves
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Mary Alvarenga
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
Talita Barreto
 
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º anoAtividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
ingarac
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Mary Alvarenga
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
Frederico Marques Sodré
 

Mais procurados (20)

Prova de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil coloniaProva de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil colonia
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docxATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
ATIVIDADES SOBRE 1º REINADO.docx
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Atividade sobre as grandes navegaçoes
Atividade sobre as grandes navegaçoesAtividade sobre as grandes navegaçoes
Atividade sobre as grandes navegaçoes
 
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
 
Capitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governoCapitanias hereditárias e governo
Capitanias hereditárias e governo
 
Cruzadinha feudalismo
Cruzadinha feudalismoCruzadinha feudalismo
Cruzadinha feudalismo
 
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
 
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
 
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º anoAtividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
 
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
 

Semelhante a Atividades Brasil Colônia

Atividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonialAtividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonial
Eduardo Mariño Rial
 
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
DirleySantos2
 
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesaCapítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Avaliacao de historia-4 - A.pdf
Avaliacao de historia-4 - A.pdfAvaliacao de historia-4 - A.pdf
Avaliacao de historia-4 - A.pdf
VanLucas4
 
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Atividades   Expansão Marítima e ColonizaçõesAtividades   Expansão Marítima e Colonizações
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Eduardo Mariño Rial
 
brasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptxbrasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptx
RafaelyLeite1
 
Avaliação 8° ano 2017 - escravidão - bandeiras - jesuítas
Avaliação 8° ano   2017 - escravidão - bandeiras  - jesuítasAvaliação 8° ano   2017 - escravidão - bandeiras  - jesuítas
Avaliação 8° ano 2017 - escravidão - bandeiras - jesuítas
Felipe Nepomuceno
 
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdfRoteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
IedaGoethe
 
Negros da Terra.pdf
Negros da Terra.pdfNegros da Terra.pdf
Negros da Terra.pdf
Matheus736138
 
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova diagnostica historia 1 ano
Prova diagnostica  historia 1 anoProva diagnostica  historia 1 ano
Prova diagnostica historia 1 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Patrícia Costa Grigório
 
Atividades Colonialismo
Atividades   ColonialismoAtividades   Colonialismo
Atividades Colonialismo
Eduardo Mariño Rial
 
04 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-104 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-1
solange caldeira
 
América portuguesa
América portuguesaAmérica portuguesa
América portuguesa
Simone Gomes
 
Entradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdfEntradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdf
joaovitor194567
 
Recuperacao 7o ano
Recuperacao 7o anoRecuperacao 7o ano
Recuperacao 7o ano
Nilton Silva Jardim Junior
 
A sociedade mineira
A sociedade mineiraA sociedade mineira
A sociedade mineira
Thais Ribeiro
 
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritoresAvaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
Atividades Diversas Cláudia
 
H7 4 bim_aluno_2013
H7 4 bim_aluno_2013H7 4 bim_aluno_2013
H7 4 bim_aluno_2013
Icobashi
 

Semelhante a Atividades Brasil Colônia (20)

Atividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonialAtividades Brasil pré-colonial
Atividades Brasil pré-colonial
 
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
 
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesaCapítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
 
Avaliacao de historia-4 - A.pdf
Avaliacao de historia-4 - A.pdfAvaliacao de historia-4 - A.pdf
Avaliacao de historia-4 - A.pdf
 
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
Atividades   Expansão Marítima e ColonizaçõesAtividades   Expansão Marítima e Colonizações
Atividades Expansão Marítima e Colonizações
 
brasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptxbrasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptx
 
Avaliação 8° ano 2017 - escravidão - bandeiras - jesuítas
Avaliação 8° ano   2017 - escravidão - bandeiras  - jesuítasAvaliação 8° ano   2017 - escravidão - bandeiras  - jesuítas
Avaliação 8° ano 2017 - escravidão - bandeiras - jesuítas
 
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdfRoteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
Roteiro-Recuperacao-4-Ano-EF-Historia-2-etapa-2018.pdf
 
Negros da Terra.pdf
Negros da Terra.pdfNegros da Terra.pdf
Negros da Terra.pdf
 
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
 
Prova diagnostica historia 1 ano
Prova diagnostica  historia 1 anoProva diagnostica  historia 1 ano
Prova diagnostica historia 1 ano
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
 
Atividades Colonialismo
Atividades   ColonialismoAtividades   Colonialismo
Atividades Colonialismo
 
04 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-104 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-1
 
América portuguesa
América portuguesaAmérica portuguesa
América portuguesa
 
Entradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdfEntradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdf
 
Recuperacao 7o ano
Recuperacao 7o anoRecuperacao 7o ano
Recuperacao 7o ano
 
A sociedade mineira
A sociedade mineiraA sociedade mineira
A sociedade mineira
 
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritoresAvaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-8c2ba-ano-com-descritores
 
H7 4 bim_aluno_2013
H7 4 bim_aluno_2013H7 4 bim_aluno_2013
H7 4 bim_aluno_2013
 

Mais de Eduardo Mariño Rial

Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Eduardo Mariño Rial
 
Resumo PCN História
Resumo PCN HistóriaResumo PCN História
Resumo PCN História
Eduardo Mariño Rial
 
Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Brasil Império
Atividades Brasil ImpérioAtividades Brasil Império
Atividades Brasil Império
Eduardo Mariño Rial
 
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em SantosImigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Eduardo Mariño Rial
 
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Curriculo do estado de sp   ciências humanasCurriculo do estado de sp   ciências humanas
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Revolução Russa
Atividades Revolução RussaAtividades Revolução Russa
Atividades Revolução Russa
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Eduardo Mariño Rial
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Unificação da Itália
Atividades   Unificação da ItáliaAtividades   Unificação da Itália
Atividades Unificação da Itália
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades América Independências
Atividades   América IndependênciasAtividades   América Independências
Atividades América Independências
Eduardo Mariño Rial
 
Atividades Unificação da Alemanha
Atividades   Unificação da AlemanhaAtividades   Unificação da Alemanha
Atividades Unificação da Alemanha
Eduardo Mariño Rial
 
Atividade rev. industrial
Atividade   rev. industrialAtividade   rev. industrial
Atividade rev. industrial
Eduardo Mariño Rial
 

Mais de Eduardo Mariño Rial (20)

Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
Trabalho Multidisciplinar com Africanidade e Cultura Indígena
 
Resumo PCN História
Resumo PCN HistóriaResumo PCN História
Resumo PCN História
 
Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História Lista de músicas para de trabalhar em História
Lista de músicas para de trabalhar em História
 
Atividades Brasil Império
Atividades Brasil ImpérioAtividades Brasil Império
Atividades Brasil Império
 
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em SantosImigração Espanhola (Galegos) em Santos
Imigração Espanhola (Galegos) em Santos
 
Curriculo do estado de sp ciências humanas
Curriculo do estado de sp   ciências humanasCurriculo do estado de sp   ciências humanas
Curriculo do estado de sp ciências humanas
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
 
Atividades Revolução Russa
Atividades Revolução RussaAtividades Revolução Russa
Atividades Revolução Russa
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
 
Atividades Unificação da Itália
Atividades   Unificação da ItáliaAtividades   Unificação da Itália
Atividades Unificação da Itália
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
 
Atividades América Independências
Atividades   América IndependênciasAtividades   América Independências
Atividades América Independências
 
Atividades Unificação da Alemanha
Atividades   Unificação da AlemanhaAtividades   Unificação da Alemanha
Atividades Unificação da Alemanha
 
Atividade rev. industrial
Atividade   rev. industrialAtividade   rev. industrial
Atividade rev. industrial
 

Atividades Brasil Colônia

  • 1. ATIVIDADES DE HISTÓRIA Nome:_______________________________________________________________________nº___Ano_____ 1 - Ordem Religiosa fundada em 1534, denominada de Companhia de Jesus a qual se dedicada à evangelização de povos nativos da América, Ásia e África. Seu fundador foi: a) Inácio da Nóbrega; b) José de Anchieta; c) José Inácio Rodrigues; d) Inácio de Loyola. 2 – Assinale a alternativa correta. Português que, em 1532 e fundou a cidade de São Vicente: a) Pedro Álvares Cabral. b) Martim Afonso de Souza. c) Pero Vaz de Caminha. d) Vasco da Gama. 3 – Explique qual a importância das expedições bandeirantes na descoberta e na formação do atual território brasileiro. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 4 – Com base na imagem ao lado, descreva como era relação entre índios e jesuítas dentro das missões. __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ __________________________________________________ A - Explique porque os colonos da vila de São Paulo, praticamente até o século XVIII, recorreram à escravização dos indígenas. _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 5. Complete com V (verdadeiro) e F (falso) a) A criação da Companhia de Jesus ocorreu durante a Contra-Reforma. ( ) b) A criação da Companhia de Jesus foi uma medida para a contenção do protestantismo. ( ) c) O fundador da Companhia de Jesus foi o padre Manuel da Nóbrega ( ) d) A Companhia de Jesus foi criada em Portugal. ( ) 6 - Assinale a alternativa correta. a) O povoamento do Brasil iniciou-se no sentido interior-litoral. b) As missões jesuíticas eram respeitadas pelos bandeirantes. c) Os jesuítas e os bandeirantes tinham, em relação aos índios, objetivos comuns. d) O povoamento brasileiro concentrou-se, durante muito tempo, tão somente na zona litorânea. Entretanto, pouco a pouco, grupos de jesuítas, bandeirantes e boiadeiros foram avançando para o interior do território, iniciando seu povoamento. e) Todas estão corretas.
  • 2. 7 – Quais foram os três ciclos de exploração econômica no Brasil Colônia. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 8 - Defina: a) Lavradores de cana: ____________________________________________ b) Senhores de engenho: __________________________________________ c) Lavradores de cana obrigada: ____________________________________ d) Lavradores de cana livre: ________________________________________ 9 - A agromanufatura do açúcar no Brasil colonial garantia todo o processo de produção, desde o plantio da cana até o produto final, pronto para ser exportado para a Europa, ficando na colônia o açúcar mascavo e sendo exportado em sua maior parte o açúcar branco. Apesar de controlar todo o processo de produção, não eram os portugueses que realizavam a distribuição do produto na Europa, cabendo essa função aos: a) ingleses. b) holandeses. c) franceses. d) belgas. e) espanhóis. 10 - A imagem abaixo é do holandês Frans Post, que pintou diversas imagens do Brasil, dentre elas os engenhos de açúcar. Fábrica de açúcar e plantação do Engenho Real, de Frans Post (1612-1680) Os engenhos constituíam verdadeiras fábricas, realizando todas as fases do processo de produção do açúcar em suas próprias instalações. Dentre as alternativas abaixo, qual indica uma informação incorreta sobre os engenhos de açúcar? a) Após a colheita, a cana-de-açúcar era levada à moenda para sofrer o esmagamento de seu caule e a extração da garapa. b) Em terras coloniais era produzido apenas um tipo de açúcar: o mascavo, de coloração escura. O açúcar branco era refinado na Europa, em virtude de ser direcionado aos consumidores desse continente. c) As moendas funcionavam com o uso da tração animal, o trapiche, pois os gastos exigidos para a sua construção eram menores. d) Os engenhos não estavam disponíveis em toda e qualquer propriedade que plantava cana-de-açúcar. Os fazendeiros que não possuíam um engenho eram geralmente conhecidos como lavradores de cana. e) Além dessas unidades produtivas, um engenho também contava com construções utilizadas para o abrigo da população que ali vivia, como a Casa-grande e a Senzala.
  • 3. 11 - Com relação à economia da cana-de-açúcar e da pecuária no Nordeste durante o período colonial, é correto afirmar que: a) por serem as duas atividades essenciais e complementares, portanto as mais permanentes, foram as que mais usaram escravos. b) a primeira, tecnologicamente mais complexa, recorria à escravidão, e a segunda, tecnologicamente mais simples, ao trabalho livre. c) a técnica era rudimentar em ambas, na agricultura por causa da escravidão, e na criação de animais para atender o mercado interno. d) tanto em uma quanto em outra, desenvolveram-se formas mistas e sofisticadas de trabalho livre e de trabalho compulsório. e) por serem diferentes e independentes uma da outra, não se pode estabelecer qualquer tentativa de comparação entre ambas. 12 - Leia o texto e responda à questão . Um remédio para a pobreza? "Encarando o desafio das incertezas do sertão, os paulistas começaram a favorecer pequenas expedições — armações, na linguagem da época — organizadas para atender a demandas específicas por mão-de-obra. Portanto, ao contrário das grandes bandeiras, cuja função essencial residia na reprodução da força coletiva de trabalho no planalto, estas novas expedições serviam sobretudo para a reprodução das próprias unidades de produção. Embarcando em viagens para o interior, muitos jovens redigiram ou ditaram seus testamentos, manifestando a necessidade de penetrar no sertão para 'buscar remédio para minha pobreza'. [...]" MONTEIRO, John Manuel. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p. 85-87. O assunto central do texto é: a) as expedições cariocas que penetravam no sertão em busca de mão-de-obra. b) as expedições paulistas de captura de escravos negros fugitivos. c) as expedições portuguesas de reconhecimento do litoral. d) as grandes expedições paulistas de exploração do ouro no sertão. 13 - As “entradas” e as “bandeiras” tiveram um papel importante durante parte da história do Brasil Colonial. As “entradas” eram expedições: a) oficiais da Coroa portuguesa nos séculos XVI e XVII, que tinham como finalidade o reconhecimento do território; as “bandeiras” eram expedições particulares ocorridas no século XVIII, como o objetivo exclusivo de encontrar ouro. b) de particulares, ocorridas nos séculos XVI a XVIII, objetivando reconhecer o território e localizar minerais; as “bandeiras” eram expedições oficiais, ocorridas nos séculos XVII e XVIII, com o objetivo de encontrar metais preciosos, capturar índios e negros foragidos. c) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, com o objetivo de reconhecer o território e localizar metais preciosos; as “bandeiras” eram expedições organizadas por particulares, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, objetivando a localização de metais preciosos e a captura de índios e negros foragidos. d) de particulares durante os séculos XVI a XVIII, que foram responsáveis pelo descobrimento da Amazônia; as “bandeiras”, expedições oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas nos séculos XVIII e XIX, foram responsáveis pelo descobrimento de Paranaguá e de Guaíra. e) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVIII e XIX, com o objetivo de capturar índios e negros aquilombados; as “bandeiras” eram expedições particulares, organizadas nos mesmos séculos, que tinham por objetivo fundar vilas. 14 – Explique como funcionava o Pacto Colonial. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________
  • 4. CRISE NO SISTEMA COLONIAL 1 – Sobre a Guerra dos Mascates, explique qual foi o principal motivo para seu início. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 2 - Uma das consequências do descobrimento do ouro no Brasil (últimos anos do século XVII) para o desenvolvimento da mineração foi o: a) deslocamento do eixo econômico do Nordeste para o Sudeste. b) aumento da atividade agrícola, com decadência da vida urbana. c) término dos produtos estancados, monopolizados pela coroa. d) crescimento do número de grandes propriedades, com a decadência do minifúndio. e) surgimento de uma sociedade urbana aristocrata em oposição ao liberalismo da sociedade rural. 3 – A Revolta de Filipe dos Santos (1720), em Minas Gerais, resultou, entre outros motivos, da: a) intromissão dos jesuítas no ativo comércio dos paulistas na região das Minas. b) disseminação das ideias oriundas dos filósofos do iluminismo francês. c) criação das Casas de Fundição e das Moedas, a fim de controlar a produção aurífera. d) tentativa de afirmação política dos portugueses sobre a nascente burguesia paulista. e) tensão criada nas minas, em virtude do monopólio da Companhia de Comércio do Brasil. 4 - 5 - A rivalidade entre os senhores de engenho e os grandes comerciantes era muito forte em Pernambuco. Nesse contexto, os mascates queriam a participar das decisões políticas da região. Sobre a Guerra dos Mascates, indique as consequências do movimento. ___________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________
  • 5. 6 – Explique qual era a finalidade das Casas de Fundição. __________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ 7 – Assinale a alternativa correta. O principal imposto cobrado sobre a extração do ouro, chamava-se: a) Data. b) Faiscação. c) Quinto. d) Derrama. 8 – Com base na imagem ao lado, responda: a) O que era o santo do pau oco e para que ele servia? _______________________________________________________ _______________________________________________________ _______________________________________________________ _______________________________________________________ b) Indique o que significa atualmente a expressão “santo do pau oco”. _______________________________________________________ _______________________________________________________ _______________________________________________________ 9 – Explique porque a maioria das cidades de Minas Gerais cresceram de forma desorganizada. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 10 – Conforme o que foi estudado na unidade, coloque os componentes da sociedade na ordem correta: a) Escravos b) Proprietários de grandes lavras, grandes comerciantes e altos funcionários do governo. c) Profissionais liberais, artesãos, pequenos comerciantes, roceiros e faiscadores. d) Homens livres pobres. ( ) ( ) ( ) ( ) 11 - Durante a União Ibérica, a Inglaterra e a Holanda, inimigas da Espanha, atacaram colônias portuguesas. Importantes partes do Império colonial lusitano foram perdidas e o que foi mantido já não proporcionava os mesmos lucros do passado. Portugal foi obrigado a assinar um tratado com a Inglaterra, como recompensa pelo auxílio inglês na luta contra os holandeses. Explique em que consistia. _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________
  • 6. 12 - O escravo no Brasil é geralmente apresentado como dócil, dominado pela força e submisso ao senhor. Porém, muitos historiadores mostram a importância da resistência dos escravos aos senhores e o medo que os senhores sentiram diante dos quilombos, insurreições, revoltas, atentados e fugas de escravos. a) Descreva o que eram os quilombos. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ b) Por que a Metrópole portuguesa e os senhores combateram os quilombos, as revoltas, os atentados e as fugas de escravos no Período Colonial brasileiro? __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________ 13 – A vinda da família real para o Brasil está diretamente ligada ao seguinte episódio: a) adesão portuguesa ao Bloqueio Continental; b) a habilidade lusitana de conseguir manter uma posição de neutralidade entre França e Inglaterra; c) não adesão portuguesa ao Bloqueio Continental, provocando a invasão das tropas franco-espanholas; d) apoio português às pretensões hegemônicas da França; e) quebra por parte de Portugal do Tratado de Methuen, com a França. 14 - No período que antecedeu imediatamente a separação do Brasil de Portugal, a principal força contrária à emancipação do Brasil era representada: a) pela burguesia comercial portuguesa, interessada em manter os laços coloniais que prendiam o Brasil a Portugal; b) pelos latifundiários brasileiros, convencidos de que para o Brasil o melhor era manter-se "Reino Unido" a Portugal; c) pelos comerciantes ingleses, temerosos que a Independência do Brasil pudesse prejudicá-los; d) pelos grupos liberais que existiam na Colônia, interessados em um processo de emancipação de base republicana e federalista; e) pelas camadas populares da Colônia, para quem a independência não traria mudanças significativas no plano socioeconômico. 15 – Cite três das principais realizações de D. João no Brasil __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 16 — Coloque (V) ou (F). A vinda da família real portuguesa, em 1808, revelou o interesse britânico sobre os destinos do Brasil. Comprovam essa afirmação: ( ) A abertura dos portos (1808), exigência inglesa, possibilitou a entrada dos produtos industrializados no Brasil e pôs fim ao pacto colonial. ( ) Os tratados de 1810 concederam privilégios alfandegários aos produtos ingleses que passaram a ter facilidades no mercado brasileiro. ( ) O domínio de áreas em desenvolvimento era necessidade da Inglaterra para fornecer força de trabalho a preços mais baixos do que aqueles pagos aos operários europeus. ( ) O empenho inglês em civilizar as sociedades americanas objetivava demonstrara superioridade do homem branco a partir do controle político.
  • 7. 17 - Dentre as revoltas coloniais, a Inconfidência Mineira foi a mais célebre, por marcar o início do processo de emancipação política do Brasil. A respeito desse movimento emancipacionista ocorrido em Minas Gerais, em 1789, assinale o que for correto. a) Uma das principais propostas da Inconfidência Mineira era pôr fim, imediatamente, ao tráfico de escravos e à escravidão no Brasil. b) Os inconfidentes eram totalmente contrários à influência de sistemas filosóficos e de ideias políticas estrangeiras, como o Iluminismo europeu e os princípios republicanos que inspiraram os líderes norte- americanos da independência, em 1776. c) Os inconfidentes, sob a influência do Iluminismo e do movimento de independência dos Estados Unidos da América, pregavam o fim do pacto colonial, a independência em relação a Portugal, a implantação do regime republicano, etc. d) A Inconfidência Mineira foi, na realidade, uma mera rebelião militar, sem apoio junto à intelectualidade, aos profissionais liberais e a outros setores civis da colônia. e) A principal causa da rebelião mineira foi a transferência da sede da administração colonial portuguesa de São João dei Rei para a cidade do Rio de Janeiro, em 1785. 18 – Está relacionada à política interna de D. João no Brasil a seguinte realização: a) a criação do primeiro jornal brasileiro: “A gazeta do Rio de Janeiro"; b) a Biblioteca Publicado Rio de Janeiro; c) o Jardim Botânico do Rio de Janeiro; d) academia Real Militar; e) todas estão corretas. 19 – Explique porque a Inglaterra era a principal nação estrangeira interessada na Independência do Brasil. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 20 - No contexto da independência política do Brasil de Portugal, é correto afirmar que: a) o regresso de D. João VI a Lisboa significou a vitória da burguesia liberal portuguesa. b) a Revolução Constitucionalista do Porto (1820) defendia a ampliação do poder real. c) no Congresso de Viena, os adversários de Napoleão l tomaram várias decisões a favor do liberalismo. d) ao jurar a Constituição de 1824, D. Pedro l aderiu às teses democráticas de Gonçalves Ledo. e) a abertura dos portos e os tratados de 1810 favoreceram os comerciantes portugueses. 21 - A principal nação estrangeira interessada na Independência do Brasil foi a: a) Áustria, que visava a implementar as teses da Santa Aliança entre as colônias americanas. b) Rússia, que buscava aliados para seu projeto de anexação das terras da atual Califórnia. c) Holanda, interessada em manter sob seu controle o monopólio da comercialização do açúcar brasileiro na Europa. d) Inglaterra, que objetivava aumentar sua preponderância no mercado brasileiro. e) Alemanha, que buscava diversificar seus investimentos na produção cafeeira. 22 - O príncipe D. Pedro, na Independência do Brasil, foi: a) essencial, pois sem ele não ocorreria a independência; b) figura de fachada, totalmente submisso aos desejos de José Bonifácio; c) mediador, minimizando os antagonismos entre Brasil e Portugal; d) manipulado pela aristocracia rural, objetivando realizar a independência com a manutenção da unidade popular; e) totalmente independente, tomando para si liderança do processo, dando à independência um caráter revolucionário.
  • 8. 23 - A Independência do Brasil: a) rompeu o processo histórico; b) adaptou a estrutura política do país às conveniências da aristocracia rural; c) acelerou o processo de modernização econômica; d) representou um sério golpe na economia escravista; e) representou um retrocesso político, devido à forma monárquica de governo adotada. 24 - Elabore um texto que contenha as principais características sobre os costumes familiares urbanos na região da minas. Ao desenvolver seu texto, estabeleça comparações entre aquela época e atualmente, citando exemplos conhecidos por você. __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ 25 - Complete com V (verdadeiro) e F (falso). a) A rotina doméstica acabava na vida comunitária, quando as pessoas se reuniam para enfeitar igrejas, organizar e participar de festas religiosas. ( ) b) As irmandades não foram responsáveis pela construção das igrejas na região de Minas Gerais. ( ) c) A sociedade urbana era composta em sua maioria por mulheres brancas. ( ) d) Entre as camadas sociais mais baixas, o concubinato era a prática mais comum. ( ) e) Não há registros de casamentos entre escravos e libertos. ( ) 26 - “Para a Igreja, a instituição do casamento preservava o modelo de família legítima, sacramentada pela tradição cristã.” Indique como se dava o casamento nas famílias de elite. __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________