SlideShare uma empresa Scribd logo
Conhecendo a Bíblia
2ª - Razões para crer no AT
Aula 1
Resumo:
Vimos na primeira aula o impacto que a Bíblia causou no mundo, nas suas
diversas áreas:
Arte, Família, trabalho, questões raciais, crime, humanitarismo, governo,
vida espiritual – Revelação e Inspiração.
Estudo
O que vamos estudar até o mês de Julho/17
Porque os Cristãos creem na Bíblia? VT
Porque os Cristãos creem na Bíblia? NT
Quem escreveu o Antigo Testamento?
Quem escreveu o Novo Testamento?
Como a Bíblia foi preservada? NT
Como a Bíblia foi preservada? VT
Controvérsias em torno da Bíblia
A alta crítica e a Bíblia
Arqueologia AT e NT
Como podemos aplicar a Bíblia com fidelidade
Como podemos interpretar a Bíblia com exatidão
Qual a estratégia de Deus para se relacionar com a humanidade.
Porque os Cristãos creem na Bíblia
Antigo Testamento
Esclarecemos esta questão de várias maneiras. Uma
delas baseia-se na razão e outra baseia-se na Fé.
Neste estudo apresentaremos respostas relacionadas
ao Antigo Testamento.
O estudo do Antigo Testamento é essencial para a
compreensão da revelação dos propósitos de Deus
no decorrer da historia da humanidade, por isso, o
Antigo Testamento busca oferecer a nós uma
compreensão geral dessa porção da Bíblia,
ressaltando a progressão da revelação divina e os
propósitos didáticos de Deus
Aprovação de Cristo
A resposta mais clara e direta do porque os cristãos creem no Antigo Testamento é o fato que Cristo também cria.
Romanos 1.4
Jesus cria no AT e ensinava as verdades que ali se encontram. Isso por si, é suficiente.
Lucas 16.29-31 apresenta esta prova de forma clara.
João 5.46,47 – Nesta passagem Cristo refere-se a Moises como autor dos primeiros cinco livros do AT também
chamado “Pentateuco”
Aprovação dos Apóstolos - 2. Tm 4.2 2.Tm 3.16
Antigo Testamento
O Antigo Testamento, segundo a tradição cristã-evangélica, é composto por 39 livros,
encontra-se dividido em 5 blocos, a saber:
A Lei ou o Pentateuco; Gn, Ex, Lv, Nm e Dt.
Livros Poéticos; Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos
Livros Históricos; Josué, Jz, Rute, I-II-Samuel, I II Reis, I II Crônicas , Esdras, Neemias e Ester
Livros dos Profetas Maiores; Isaias, Jeremias, Lamentações de Jr. Ez. e Daniel
Livros dos Profetas Menores; Oseias, Joel, Amos, Abadias, Jonas, Miqueias, Naun,
Habacuque, Sofonias, Ageu Zacarias e Malaquias.
Algumas pessoas, equivocadamente, pensam que o AT, por causa da plenitude da revelação
do NT, é uma porção da Bíblia ultrapassada ou apenas histórica, que não tem aplicabilidade
alguma para os dias atuais. Prova de que esse pensamento é errado encontra-se em alguns
dados, a seguir:
Jesus Cristo a todo o momento usou o AT para ensinar o que Deus estava fazendo na criação
(Lc 24. 25-27, 44-45).
Dos 260 capítulos do NT, 209 possuem citações do AT.
Como o AT foi formado
Ao contrário do que muitos pensam, a revelação de Deus não foi dada de uma vez só,
num mesmo pacote à humanidade.
Deus, a começar por Moisés, foi dando a sua revelação no decorrer da historia a
diferentes pessoas, que tiveram a tarefa de trazê-las para a linguagem humana,
inicialmente em hebraico e aramaico, no caso do AT, e depois em grego, no caso do NT.
Tais textos foram grafados em papiro (papel de uma espécie de planta aquática do
Oriente Próximo (Jó 8. 11 - Is 18. 2) ou em pergaminho (pele de animal curtida e polida
(2Tm 4. 13).
Cada livro da Bíblia foi escrito em rolos separados e preservados no decorrer do tempo.
Para se perpetuarem, foram copiados pelos escribas1 , inicialmente na própria língua e,
posteriormente, nas traduções para outras línguas.
O conteúdo do AT foi formado num período de aproximadamente 1046 anos, concluído
com os relatos Esdras, Neemias e pessoas, do Oriente Próximo Antigo, capacitadas na
leitura e escrita, que tiveram importante papel na manutenção dos textos bíblicos.
Ester, por volta de 445 a 350 a.C., ao retorno do cativeiro.
Hoje, não possuímos mais os manuscritos originais, mas é impressionante verificar que
cópias achadas do Livro de Isaías (datada como mil anos mais antiga do que o
manuscrito mais antigo da época) possuem uma variação de apenas 5% da atual Bíblia
Hebraica, sendo variações pouco expressivas
Como o AT foi formado
Mas como tais escritos foram reunidos, formando o que
atualmente é conhecido como Antigo Testamento?
A resposta é que esse processo ocorreu pelo que conhecemos
como canonização dos livros, que é o reconhecimento dos livros
divinamente inspirados.
Relatos de documentos datado de 130 a.C., apontam que antes
mesmo da era cristã, os judeus já reconheciam vários livros
como de origem divina, agrupando-os em: Torá (Pentateuco),
Proféticos e Escritos (Históricos e Poéticos).
Alguns livros, como Eclesiastes, Cânticos dos Cânticos, Ester,
Ezequiel e Provérbios tiveram algumas controvérsias, sendo
conhecidos, por causa disso, como antilegomenas, entretanto,
tais discórdias deram lugar para o consenso da maioria, no
decorrer da historia.
Livros Apócrifos
Os livros apócrifos , ou seja, Segundo Gleason L. Archer, Jr. “Cânon, do original grego, régua, vara de
medir, passou a significar o conjunto de obras escritas que se conformam com a regra da inspiração
divina.” Livros Apócrifos: 1Esdras (ou 3 e 4 Esdras); Tobias; Judite; Sabedoria de Salomão; Sabedoria
de Siraque ou Eclesiástico; Baruque; Epístola de Jeremias; 1 e 2 Macabeus; Susana, Bel e o Dragão,
Cântico dos Três Varões; Oração de Manassés. os 10 livros e 4 acréscimos a livros inseridos pelas Igrejas
Católica Romana e Ortodoxa Grega ao cânon hebraico, não foram aceitos pela maioria dos judeus e nunca
foram unanimidade entre a igreja primitiva.
Dentre os critérios adotados para a canonicidade do Antigo Testamento, merecem destaque os seguintes:
Reivindicação da autoridade divina pelo próprio livro,
Coerência com o restante da revelação.
Consenso entre a maioria dos judeus
Livros Apócrifos: 1Esdras (ou 3 e 4 Esdras); Tobias;
Judite; Sabedoria de Salomão; Sabedoria de Siraque ou Eclesiástico;
Baruque; Epístola de Jeremias; 1 e 2 Macabeus;
Susana, Bel e o Dragão, Cântico dos Três Varões; Oração de Manassés
Cronologia do Antigo Testamento
Os relatos bíblicos se enquadram dentro dos períodos a seguir:
4004-2400 a.C. – Mundo Antediluviano
2400-2000 a.C. – Do dilúvio a Abraão
2000-1800 a.C. – Patriarcas
1800-1400 a.C. – Israel no Egito
1400-1100 a.C. – Juízes
1053-933 a.C. – A Monarquia
933-586 a.C. – Reino Dividido
606-536 a.C. – O Cativeiro
536-432 a.C. – Restauração da Nação
Até o Novo Testamento, é o período que conhecemos como Inter bíblico e durou
aproximadamente 400 anos.
Importância do A.T
Também é importante que compreendamos o contexto histórico em que se encontra a
mensagem que está sendo estudada, por exemplo, as leis do Velho Testamento não se
aplicam mas a nós que vivemos na era do Novo Testamento, e devem ser interpretadas
apenas como sombras da verdade
Cl 2:16-17 "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua
nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o
corpo é de Cristo."
Esta verdade foi manifestada através de Cristo, o Novo Testamento traz a nova aliança de
Deus com os homens:
(Lc 22:20 "Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da
nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós."; 2 Co 3:6 "o qual nos habilitou
para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra
mata, mas o espírito vivifica.")
E muitas das coisas que ocorreram no Velho Testamento, foram permitidas por Deus para
que Ele realize sua vontade:
(1 Co 10:11 "Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para
advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado.")
A CONFIRMAÇÃO ATRAVÉS DOS FATOS
Há muitos outros fatores que confirmam a inspiração divina
do A.T.
Qualquer pessoas que estude a Bíblia com dedicação deve
estar atenta a essas confirmações e ser capaz de fazer uma
avaliação integral.
Confirmação pelos Milagres – Os milagres realizados pelos
profetas de Deus indicam que eles transmitiram mensagens
vindas de Deus.
Confirmação pelas Profecias – A Palavra de Deus contém
centenas de profecias. Muitas delas já se cumpriram, tais
como a dispersão do povo Judeu e a pregação do evangelho
por todo o mundo, outras como a segunda vida de Cristo ou
os finais dos tempos ainda irão acontecer.
A confirmação através dos
fatos
A realidade das verdades espirituais:
A Bíblia lida com realidades celestiais e espirituais tais
como conversão, vitória em Cristo, a eficácia da oração e
a comunhão cristã. Estas verdades dão testemunho das
verdades bíblicas.
O testemunho da História:
Durante séculos, muitos indivíduos tem dado
testemunho coerente do único Deus verdadeiro, mesmo
quando outas culturas antigas estavam profundamente
envolvidas com o politeísmo ou perdidas na iniquidade
somente eram restauradas quando se voltavam ao Deus
único.
A confirmação através dos
fatos
A confirmação através da Fé:
No inicio deste estudo afirmamos que algumas pessoas
creem na Bíblia pela razão. Isso por si só não é suficiente.
A verdade é que nem mesmo os melhores argumentos
são capazes de convencer um incrédulo.
Não obstante, a fé proveniente de Deus é prova cabal de
que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus.
Coisas espirituais – 1.Co 2.13,14 - 1. Jo 5.10-12
Nós cristãos crescemos na graça ao ler e estudar a Bíblia.
Pela fé e pela razão aceitamos as verdades bíblicas a
respeito de Deus, da humanidade, do pecado e do Cristo-
Salvador.
1Jo 5.13
Para pensar e refletir
1- Quais as suas razões para crer que o Antigo
Testamento é a palavra de Deus?
2- O que Jesus quis dizer com esta afirmação em Mateus
5.17 – “Não penseis que vim abolir a Lei ou os
profetas; não vim abolir, mas cumprir.”
3- No que o Antigo Testamento pode ajudar sua
maturidade cristã e seu desenvolvimento Espiritual?
Referências
• Introdução à Bíblia – Curso Vida Nova de Teologia
Básica – R. Laird Harris
• Quem é Quem na Bíblia Sagrada – Editado por Paul
Gardner – Editora Vida.
• História da Bíblia no Brasil – Luiz Antonio Giraldi.
• A Bíblia em 12 Lições.
• O Antigo Testamento – Apostila - Lasor. W.S.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biblia introducao-resumo
Biblia introducao-resumoBiblia introducao-resumo
Biblia introducao-resumo
Ricardo Neves
 
As Ideias Mestras Da Antiga AliançA
As Ideias Mestras Da Antiga AliançAAs Ideias Mestras Da Antiga AliançA
As Ideias Mestras Da Antiga AliançA
DimensaoCatolica
 
Apostila do novo testamento
Apostila do novo testamentoApostila do novo testamento
Apostila do novo testamento
HALAINDELON PEREIRA
 
Teologia do antigo testamento p1
Teologia do antigo testamento p1Teologia do antigo testamento p1
Teologia do antigo testamento p1
Gcom digital factory
 
A Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De CristoA Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De Cristo
DimensaoCatolica
 
A Revelação Divina
A Revelação DivinaA Revelação Divina
A Revelação Divina
DimensaoCatolica
 
Novo testamento
Novo testamentoNovo testamento
Novo testamento
António José Fonseca
 
Sagrada escritura
Sagrada escrituraSagrada escritura
Sagrada escritura
Blog VALDERI
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Coop. Fabio Silva
 
Introdução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas EscriturasIntrodução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas Escrituras
Cursos Católicos
 
Aula de bibliologia2.0
Aula de bibliologia2.0Aula de bibliologia2.0
Aula de bibliologia2.0
Andre Nascimento
 
Os Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBliaOs Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBlia
DimensaoCatolica
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
Respirando Deus
 
Panorama do Antigo Testamento
Panorama do Antigo TestamentoPanorama do Antigo Testamento
Panorama do Antigo Testamento
Alberto Simonton
 
A Integridade Da Bíblia
A Integridade Da BíbliaA Integridade Da Bíblia
A Integridade Da Bíblia
DimensaoCatolica
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
npmscampos
 
Teologia do novo testamento
Teologia do novo testamentoTeologia do novo testamento
Teologia do novo testamento
Filipe Rhuan
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
PIB Penha
 
Introdução geral antigo testamento
Introdução geral antigo testamentoIntrodução geral antigo testamento
Introdução geral antigo testamento
Catequista Verinha
 

Mais procurados (19)

Biblia introducao-resumo
Biblia introducao-resumoBiblia introducao-resumo
Biblia introducao-resumo
 
As Ideias Mestras Da Antiga AliançA
As Ideias Mestras Da Antiga AliançAAs Ideias Mestras Da Antiga AliançA
As Ideias Mestras Da Antiga AliançA
 
Apostila do novo testamento
Apostila do novo testamentoApostila do novo testamento
Apostila do novo testamento
 
Teologia do antigo testamento p1
Teologia do antigo testamento p1Teologia do antigo testamento p1
Teologia do antigo testamento p1
 
A Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De CristoA Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De Cristo
 
A Revelação Divina
A Revelação DivinaA Revelação Divina
A Revelação Divina
 
Novo testamento
Novo testamentoNovo testamento
Novo testamento
 
Sagrada escritura
Sagrada escrituraSagrada escritura
Sagrada escritura
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
Introdução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas EscriturasIntrodução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas Escrituras
 
Aula de bibliologia2.0
Aula de bibliologia2.0Aula de bibliologia2.0
Aula de bibliologia2.0
 
Os Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBliaOs Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBlia
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 
Panorama do Antigo Testamento
Panorama do Antigo TestamentoPanorama do Antigo Testamento
Panorama do Antigo Testamento
 
A Integridade Da Bíblia
A Integridade Da BíbliaA Integridade Da Bíblia
A Integridade Da Bíblia
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
 
Teologia do novo testamento
Teologia do novo testamentoTeologia do novo testamento
Teologia do novo testamento
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
 
Introdução geral antigo testamento
Introdução geral antigo testamentoIntrodução geral antigo testamento
Introdução geral antigo testamento
 

Semelhante a Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
Erberson Pinheiro
 
A Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus LiaA Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus Lia
Gabriel Valle
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
Gabriel Valle
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
Magaly Costa
 
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completoIntrodução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Francelia Carvalho Oliveira
 
Introduobblica 121003071240-phpapp02
Introduobblica 121003071240-phpapp02Introduobblica 121003071240-phpapp02
Introduobblica 121003071240-phpapp02
Paulinho Silva
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Pastoral da Juventude
 
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo TestamentoPorquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Apologética em Português
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
Joel Silva
 
05 A Bíblia
05  A Bíblia05  A Bíblia
05 A Bíblia
Léo Mendonça
 
Estudo sobre a biblia sagrada
Estudo sobre a biblia sagradaEstudo sobre a biblia sagrada
Estudo sobre a biblia sagrada
sanlopes32
 
Biblia sagrada
Biblia sagradaBiblia sagrada
Biblia sagrada
Sandeives Lopes
 
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
GersonPrates
 
1 - BIBLIOLOGIA.doc
1 -  BIBLIOLOGIA.doc1 -  BIBLIOLOGIA.doc
1 - BIBLIOLOGIA.doc
HumanizaTeologia
 
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a BíbliaLição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Respirando Deus
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
Rubens Sohn
 
Um apanhado sobre o pentateuco
Um apanhado sobre o pentateucoUm apanhado sobre o pentateuco
Um apanhado sobre o pentateuco
José Marcelo Pereira
 
2 - O periodo dos apostolos.pptx
2 - O periodo dos apostolos.pptx2 - O periodo dos apostolos.pptx
2 - O periodo dos apostolos.pptx
PIB Penha - SP
 
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
Daniel Junior
 
A bíblia
A bíbliaA bíblia

Semelhante a Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17 (20)

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
 
A Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus LiaA Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus Lia
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
 
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completoIntrodução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
 
Introduobblica 121003071240-phpapp02
Introduobblica 121003071240-phpapp02Introduobblica 121003071240-phpapp02
Introduobblica 121003071240-phpapp02
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo TestamentoPorquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 04.pptx
 
05 A Bíblia
05  A Bíblia05  A Bíblia
05 A Bíblia
 
Estudo sobre a biblia sagrada
Estudo sobre a biblia sagradaEstudo sobre a biblia sagrada
Estudo sobre a biblia sagrada
 
Biblia sagrada
Biblia sagradaBiblia sagrada
Biblia sagrada
 
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
T100 revisão provatrimestre1_25.02.13
 
1 - BIBLIOLOGIA.doc
1 -  BIBLIOLOGIA.doc1 -  BIBLIOLOGIA.doc
1 - BIBLIOLOGIA.doc
 
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a BíbliaLição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 1.pptx
 
Um apanhado sobre o pentateuco
Um apanhado sobre o pentateucoUm apanhado sobre o pentateuco
Um apanhado sobre o pentateuco
 
2 - O periodo dos apostolos.pptx
2 - O periodo dos apostolos.pptx2 - O periodo dos apostolos.pptx
2 - O periodo dos apostolos.pptx
 
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
Bíblia: Uma bênção para nós (Estudo 2)
 
A bíblia
A bíbliaA bíblia
A bíblia
 

Último

Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 

Último (15)

Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 

Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17

  • 1. Conhecendo a Bíblia 2ª - Razões para crer no AT
  • 2. Aula 1 Resumo: Vimos na primeira aula o impacto que a Bíblia causou no mundo, nas suas diversas áreas: Arte, Família, trabalho, questões raciais, crime, humanitarismo, governo, vida espiritual – Revelação e Inspiração.
  • 3. Estudo O que vamos estudar até o mês de Julho/17 Porque os Cristãos creem na Bíblia? VT Porque os Cristãos creem na Bíblia? NT Quem escreveu o Antigo Testamento? Quem escreveu o Novo Testamento? Como a Bíblia foi preservada? NT Como a Bíblia foi preservada? VT Controvérsias em torno da Bíblia A alta crítica e a Bíblia Arqueologia AT e NT Como podemos aplicar a Bíblia com fidelidade Como podemos interpretar a Bíblia com exatidão Qual a estratégia de Deus para se relacionar com a humanidade.
  • 4. Porque os Cristãos creem na Bíblia Antigo Testamento Esclarecemos esta questão de várias maneiras. Uma delas baseia-se na razão e outra baseia-se na Fé. Neste estudo apresentaremos respostas relacionadas ao Antigo Testamento. O estudo do Antigo Testamento é essencial para a compreensão da revelação dos propósitos de Deus no decorrer da historia da humanidade, por isso, o Antigo Testamento busca oferecer a nós uma compreensão geral dessa porção da Bíblia, ressaltando a progressão da revelação divina e os propósitos didáticos de Deus
  • 5. Aprovação de Cristo A resposta mais clara e direta do porque os cristãos creem no Antigo Testamento é o fato que Cristo também cria. Romanos 1.4 Jesus cria no AT e ensinava as verdades que ali se encontram. Isso por si, é suficiente. Lucas 16.29-31 apresenta esta prova de forma clara. João 5.46,47 – Nesta passagem Cristo refere-se a Moises como autor dos primeiros cinco livros do AT também chamado “Pentateuco” Aprovação dos Apóstolos - 2. Tm 4.2 2.Tm 3.16
  • 6. Antigo Testamento O Antigo Testamento, segundo a tradição cristã-evangélica, é composto por 39 livros, encontra-se dividido em 5 blocos, a saber: A Lei ou o Pentateuco; Gn, Ex, Lv, Nm e Dt. Livros Poéticos; Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos Livros Históricos; Josué, Jz, Rute, I-II-Samuel, I II Reis, I II Crônicas , Esdras, Neemias e Ester Livros dos Profetas Maiores; Isaias, Jeremias, Lamentações de Jr. Ez. e Daniel Livros dos Profetas Menores; Oseias, Joel, Amos, Abadias, Jonas, Miqueias, Naun, Habacuque, Sofonias, Ageu Zacarias e Malaquias. Algumas pessoas, equivocadamente, pensam que o AT, por causa da plenitude da revelação do NT, é uma porção da Bíblia ultrapassada ou apenas histórica, que não tem aplicabilidade alguma para os dias atuais. Prova de que esse pensamento é errado encontra-se em alguns dados, a seguir: Jesus Cristo a todo o momento usou o AT para ensinar o que Deus estava fazendo na criação (Lc 24. 25-27, 44-45). Dos 260 capítulos do NT, 209 possuem citações do AT.
  • 7. Como o AT foi formado Ao contrário do que muitos pensam, a revelação de Deus não foi dada de uma vez só, num mesmo pacote à humanidade. Deus, a começar por Moisés, foi dando a sua revelação no decorrer da historia a diferentes pessoas, que tiveram a tarefa de trazê-las para a linguagem humana, inicialmente em hebraico e aramaico, no caso do AT, e depois em grego, no caso do NT. Tais textos foram grafados em papiro (papel de uma espécie de planta aquática do Oriente Próximo (Jó 8. 11 - Is 18. 2) ou em pergaminho (pele de animal curtida e polida (2Tm 4. 13). Cada livro da Bíblia foi escrito em rolos separados e preservados no decorrer do tempo. Para se perpetuarem, foram copiados pelos escribas1 , inicialmente na própria língua e, posteriormente, nas traduções para outras línguas. O conteúdo do AT foi formado num período de aproximadamente 1046 anos, concluído com os relatos Esdras, Neemias e pessoas, do Oriente Próximo Antigo, capacitadas na leitura e escrita, que tiveram importante papel na manutenção dos textos bíblicos. Ester, por volta de 445 a 350 a.C., ao retorno do cativeiro. Hoje, não possuímos mais os manuscritos originais, mas é impressionante verificar que cópias achadas do Livro de Isaías (datada como mil anos mais antiga do que o manuscrito mais antigo da época) possuem uma variação de apenas 5% da atual Bíblia Hebraica, sendo variações pouco expressivas
  • 8. Como o AT foi formado Mas como tais escritos foram reunidos, formando o que atualmente é conhecido como Antigo Testamento? A resposta é que esse processo ocorreu pelo que conhecemos como canonização dos livros, que é o reconhecimento dos livros divinamente inspirados. Relatos de documentos datado de 130 a.C., apontam que antes mesmo da era cristã, os judeus já reconheciam vários livros como de origem divina, agrupando-os em: Torá (Pentateuco), Proféticos e Escritos (Históricos e Poéticos). Alguns livros, como Eclesiastes, Cânticos dos Cânticos, Ester, Ezequiel e Provérbios tiveram algumas controvérsias, sendo conhecidos, por causa disso, como antilegomenas, entretanto, tais discórdias deram lugar para o consenso da maioria, no decorrer da historia.
  • 9. Livros Apócrifos Os livros apócrifos , ou seja, Segundo Gleason L. Archer, Jr. “Cânon, do original grego, régua, vara de medir, passou a significar o conjunto de obras escritas que se conformam com a regra da inspiração divina.” Livros Apócrifos: 1Esdras (ou 3 e 4 Esdras); Tobias; Judite; Sabedoria de Salomão; Sabedoria de Siraque ou Eclesiástico; Baruque; Epístola de Jeremias; 1 e 2 Macabeus; Susana, Bel e o Dragão, Cântico dos Três Varões; Oração de Manassés. os 10 livros e 4 acréscimos a livros inseridos pelas Igrejas Católica Romana e Ortodoxa Grega ao cânon hebraico, não foram aceitos pela maioria dos judeus e nunca foram unanimidade entre a igreja primitiva. Dentre os critérios adotados para a canonicidade do Antigo Testamento, merecem destaque os seguintes: Reivindicação da autoridade divina pelo próprio livro, Coerência com o restante da revelação. Consenso entre a maioria dos judeus Livros Apócrifos: 1Esdras (ou 3 e 4 Esdras); Tobias; Judite; Sabedoria de Salomão; Sabedoria de Siraque ou Eclesiástico; Baruque; Epístola de Jeremias; 1 e 2 Macabeus; Susana, Bel e o Dragão, Cântico dos Três Varões; Oração de Manassés
  • 10. Cronologia do Antigo Testamento Os relatos bíblicos se enquadram dentro dos períodos a seguir: 4004-2400 a.C. – Mundo Antediluviano 2400-2000 a.C. – Do dilúvio a Abraão 2000-1800 a.C. – Patriarcas 1800-1400 a.C. – Israel no Egito 1400-1100 a.C. – Juízes 1053-933 a.C. – A Monarquia 933-586 a.C. – Reino Dividido 606-536 a.C. – O Cativeiro 536-432 a.C. – Restauração da Nação Até o Novo Testamento, é o período que conhecemos como Inter bíblico e durou aproximadamente 400 anos.
  • 11. Importância do A.T Também é importante que compreendamos o contexto histórico em que se encontra a mensagem que está sendo estudada, por exemplo, as leis do Velho Testamento não se aplicam mas a nós que vivemos na era do Novo Testamento, e devem ser interpretadas apenas como sombras da verdade Cl 2:16-17 "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." Esta verdade foi manifestada através de Cristo, o Novo Testamento traz a nova aliança de Deus com os homens: (Lc 22:20 "Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós."; 2 Co 3:6 "o qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.") E muitas das coisas que ocorreram no Velho Testamento, foram permitidas por Deus para que Ele realize sua vontade: (1 Co 10:11 "Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado.")
  • 12. A CONFIRMAÇÃO ATRAVÉS DOS FATOS Há muitos outros fatores que confirmam a inspiração divina do A.T. Qualquer pessoas que estude a Bíblia com dedicação deve estar atenta a essas confirmações e ser capaz de fazer uma avaliação integral. Confirmação pelos Milagres – Os milagres realizados pelos profetas de Deus indicam que eles transmitiram mensagens vindas de Deus. Confirmação pelas Profecias – A Palavra de Deus contém centenas de profecias. Muitas delas já se cumpriram, tais como a dispersão do povo Judeu e a pregação do evangelho por todo o mundo, outras como a segunda vida de Cristo ou os finais dos tempos ainda irão acontecer.
  • 13. A confirmação através dos fatos A realidade das verdades espirituais: A Bíblia lida com realidades celestiais e espirituais tais como conversão, vitória em Cristo, a eficácia da oração e a comunhão cristã. Estas verdades dão testemunho das verdades bíblicas. O testemunho da História: Durante séculos, muitos indivíduos tem dado testemunho coerente do único Deus verdadeiro, mesmo quando outas culturas antigas estavam profundamente envolvidas com o politeísmo ou perdidas na iniquidade somente eram restauradas quando se voltavam ao Deus único.
  • 14. A confirmação através dos fatos A confirmação através da Fé: No inicio deste estudo afirmamos que algumas pessoas creem na Bíblia pela razão. Isso por si só não é suficiente. A verdade é que nem mesmo os melhores argumentos são capazes de convencer um incrédulo. Não obstante, a fé proveniente de Deus é prova cabal de que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus. Coisas espirituais – 1.Co 2.13,14 - 1. Jo 5.10-12 Nós cristãos crescemos na graça ao ler e estudar a Bíblia. Pela fé e pela razão aceitamos as verdades bíblicas a respeito de Deus, da humanidade, do pecado e do Cristo- Salvador. 1Jo 5.13
  • 15. Para pensar e refletir 1- Quais as suas razões para crer que o Antigo Testamento é a palavra de Deus? 2- O que Jesus quis dizer com esta afirmação em Mateus 5.17 – “Não penseis que vim abolir a Lei ou os profetas; não vim abolir, mas cumprir.” 3- No que o Antigo Testamento pode ajudar sua maturidade cristã e seu desenvolvimento Espiritual?
  • 16. Referências • Introdução à Bíblia – Curso Vida Nova de Teologia Básica – R. Laird Harris • Quem é Quem na Bíblia Sagrada – Editado por Paul Gardner – Editora Vida. • História da Bíblia no Brasil – Luiz Antonio Giraldi. • A Bíblia em 12 Lições. • O Antigo Testamento – Apostila - Lasor. W.S.