SlideShare uma empresa Scribd logo
7ª Ano-Atividade pag. 20 e 21
P 20 Q 1) O processo de ruralização ocorreu de maneira lenta e gradual na Europa por volta do século III.
Os motivos foram: a insegurança causada pelas invasões germânicas, diminuição da mão de obra escrava e das
atividades econômicas. Como resultado, as cidades ficaram esvaziadas e as relações sociais passaram a se basear no
vínculo que as pessoas tinham com a terra.
P 20 Q 2) A guerra era a principal atividade dos germânicos, e os chefes guerreiro era figura de muito prestígio na
sociedade. Assim, com as conquistas eles passaram a dominar muitas terras e tornaram-se reis.
P20 Q 4)
4a)Gália, região sul da França;
4b)Clóvis;
4c)Mordono, espécie de primeiro-ministro;
4d) A Merovíngia governou o reino e a Carolíngia o Império.
4d) Cristianismo;
P20 Q 5)
5a)Bárbaros, povos que não faziam parte do mundo grego-romano; Vândalos, povo germânico que invadiu o Império
Romano do sec V;
5b) Por que eram povos estranhos a cultura romana, não falavam o latim e foram chamados de ignorantes ,
atrasados, rudes;
5c) Barbárie, selvageria;
5d) O Problema é complexo e resultado de longos anos de abandono às políticas sociais, mas qualquer solução passa
necessariamente pela Educação.
P20 Q 6) Provavelmente por significar a data mais importante para o cristianismo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

10° reinos bárbaros
10° reinos bárbaros10° reinos bárbaros
10° reinos bárbaros
Ajudar Pessoas
 
Povos Barbaros
Povos BarbarosPovos Barbaros
Povos Barbaros
Anuque
 
A baixa idade média
A baixa idade médiaA baixa idade média
A baixa idade média
fernandacarolinestang
 
Invasões bárbaras02
Invasões bárbaras02Invasões bárbaras02
Invasões bárbaras02
DeaaSouza
 
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e FeudalismoIdade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Paulo Alexandre
 
Apontamentos HistóRia 8º Ano
Apontamentos HistóRia 8º AnoApontamentos HistóRia 8º Ano
Apontamentos HistóRia 8º Ano
turma8bjoaofranco
 
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
Pelo Siro
 
Carlos magno
Carlos magnoCarlos magno
Carlos magno
Em Vagyok
 
A Baixa Idade Média
A Baixa Idade Média A Baixa Idade Média
A Baixa Idade Média
Isaquel Silva
 
História Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
História Medieval aula 03 Bárbaros. pptHistória Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
História Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
Marcelo Abreu Gomes
 
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francos
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francosFeudalizaçõa da europa e o reino dos francos
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francos
Profdaltonjunior
 
Invasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngioInvasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngio
Fatima Freitas
 
Feudalismo e Bárbaros
Feudalismo e BárbarosFeudalismo e Bárbaros
Feudalismo e Bárbaros
dmflores21
 
Francos e o império de carlos magno
Francos e o império de carlos magnoFrancos e o império de carlos magno
Francos e o império de carlos magno
Weslei Carvalho
 
A crise no império romano
A crise no império romanoA crise no império romano
A crise no império romano
Nilton Silva Jardim Junior
 
Baixa Idade Média
Baixa Idade MédiaBaixa Idade Média
Baixa Idade Média
eiprofessor
 

Mais procurados (17)

10° reinos bárbaros
10° reinos bárbaros10° reinos bárbaros
10° reinos bárbaros
 
Povos Barbaros
Povos BarbarosPovos Barbaros
Povos Barbaros
 
A baixa idade média
A baixa idade médiaA baixa idade média
A baixa idade média
 
Invasões bárbaras02
Invasões bárbaras02Invasões bárbaras02
Invasões bárbaras02
 
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e FeudalismoIdade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
 
Apontamentos HistóRia 8º Ano
Apontamentos HistóRia 8º AnoApontamentos HistóRia 8º Ano
Apontamentos HistóRia 8º Ano
 
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
 
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
1261613546 imperio portugues_no_seculo_xviii
 
Carlos magno
Carlos magnoCarlos magno
Carlos magno
 
A Baixa Idade Média
A Baixa Idade Média A Baixa Idade Média
A Baixa Idade Média
 
História Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
História Medieval aula 03 Bárbaros. pptHistória Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
História Medieval aula 03 Bárbaros. ppt
 
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francos
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francosFeudalizaçõa da europa e o reino dos francos
Feudalizaçõa da europa e o reino dos francos
 
Invasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngioInvasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngio
 
Feudalismo e Bárbaros
Feudalismo e BárbarosFeudalismo e Bárbaros
Feudalismo e Bárbaros
 
Francos e o império de carlos magno
Francos e o império de carlos magnoFrancos e o império de carlos magno
Francos e o império de carlos magno
 
A crise no império romano
A crise no império romanoA crise no império romano
A crise no império romano
 
Baixa Idade Média
Baixa Idade MédiaBaixa Idade Média
Baixa Idade Média
 

Destaque

unidade 2 Respostas p.66 e 67
unidade 2 Respostas  p.66 e 67unidade 2 Respostas  p.66 e 67
unidade 2 Respostas p.66 e 67
SEMEC
 
Resposta Und 2 p58 59
Resposta Und 2 p58 59Resposta Und 2 p58 59
Resposta Und 2 p58 59
SEMEC
 
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 1177ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
SEMEC
 
''Seminario: Novo Código Florestal Brasileiro''
''Seminario: Novo Código  Florestal Brasileiro''''Seminario: Novo Código  Florestal Brasileiro''
''Seminario: Novo Código Florestal Brasileiro''
mineraisegemas-ciencia
 
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
SEMEC
 
Sociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
Sociedade Mineradora - Prof.Altair AguilarSociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
Sociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Islamismo
Islamismo  Islamismo
Islamismo
Mary Alvarenga
 
Cultura Islamica
Cultura IslamicaCultura Islamica
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
Nelia Salles Nantes
 
Os árabes e o islamismo
Os árabes e o islamismoOs árabes e o islamismo
Os árabes e o islamismo
Marlon Barros Cardozo
 
Cruzadinha Islamismo
Cruzadinha  IslamismoCruzadinha  Islamismo
Cruzadinha Islamismo
Mary Alvarenga
 
Slide - Aula descoberta do ouro
Slide - Aula descoberta do ouroSlide - Aula descoberta do ouro
Slide - Aula descoberta do ouro
Educador Lamarão
 
História idade média arábes
História idade média arábesHistória idade média arábes
História idade média arábes
Giorgia Marrone
 
O Islamismo
O IslamismoO Islamismo
O Islamismo
Sílvia Mendonça
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasil
Stephani Coelho
 
Islamismo
Islamismo Islamismo
Islamismo
Laís Camargo
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Barao do Pirapora
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
As origens e a expansão do islamismo
As origens e a expansão do islamismoAs origens e a expansão do islamismo
As origens e a expansão do islamismo
Lucas Degiovani
 
Cultura islamica
Cultura islamicaCultura islamica
Cultura islamica
Professor Duda - História
 

Destaque (20)

unidade 2 Respostas p.66 e 67
unidade 2 Respostas  p.66 e 67unidade 2 Respostas  p.66 e 67
unidade 2 Respostas p.66 e 67
 
Resposta Und 2 p58 59
Resposta Und 2 p58 59Resposta Und 2 p58 59
Resposta Und 2 p58 59
 
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 1177ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
7ª Ano Und 4 Resp p116 e 117
 
''Seminario: Novo Código Florestal Brasileiro''
''Seminario: Novo Código  Florestal Brasileiro''''Seminario: Novo Código  Florestal Brasileiro''
''Seminario: Novo Código Florestal Brasileiro''
 
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
8ª ano revisão unidade 2 temas 3 e 4 resp
 
Sociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
Sociedade Mineradora - Prof.Altair AguilarSociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
Sociedade Mineradora - Prof.Altair Aguilar
 
Islamismo
Islamismo  Islamismo
Islamismo
 
Cultura Islamica
Cultura IslamicaCultura Islamica
Cultura Islamica
 
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
 
Os árabes e o islamismo
Os árabes e o islamismoOs árabes e o islamismo
Os árabes e o islamismo
 
Cruzadinha Islamismo
Cruzadinha  IslamismoCruzadinha  Islamismo
Cruzadinha Islamismo
 
Slide - Aula descoberta do ouro
Slide - Aula descoberta do ouroSlide - Aula descoberta do ouro
Slide - Aula descoberta do ouro
 
História idade média arábes
História idade média arábesHistória idade média arábes
História idade média arábes
 
O Islamismo
O IslamismoO Islamismo
O Islamismo
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasil
 
Islamismo
Islamismo Islamismo
Islamismo
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
As origens e a expansão do islamismo
As origens e a expansão do islamismoAs origens e a expansão do islamismo
As origens e a expansão do islamismo
 
Cultura islamica
Cultura islamicaCultura islamica
Cultura islamica
 

Semelhante a 7ª ano Und 01 resp p 20 e 21

O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
historiando
 
Feudalismo início
Feudalismo   inícioFeudalismo   início
Feudalismo início
Nelia Salles Nantes
 
Bárbaros feudalismo - igreja feudal
Bárbaros   feudalismo - igreja feudalBárbaros   feudalismo - igreja feudal
Bárbaros feudalismo - igreja feudal
Rodrigo HistóriaGeografia
 
ATIVIDADE 6º ANO.pdf
ATIVIDADE 6º ANO.pdfATIVIDADE 6º ANO.pdf
ATIVIDADE 6º ANO.pdf
Lívia De Paula
 
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdfHis7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
Luciana Lyra de Aguiar
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
Guilherme Drumond
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
historiando
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
Marilia Pimentel
 
O Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptxO Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptx
Elizeu filho
 
O Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptxO Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptx
RafaelyLeite1
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
Izaac Erder
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
Izaac Erder
 
A idade média
A idade médiaA idade média
A idade média
Diana Figueiredo
 
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
Francesca Ribeiro
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
Kerol Brombal
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
Vítor Santos
 
1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras
Kerol Brombal
 
Questoes feudalismo
Questoes feudalismoQuestoes feudalismo
Questoes feudalismo
alcidon
 
Apresentação4
Apresentação4Apresentação4
Apresentação4
Carla Teixeira
 
Roma
RomaRoma

Semelhante a 7ª ano Und 01 resp p 20 e 21 (20)

O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
 
Feudalismo início
Feudalismo   inícioFeudalismo   início
Feudalismo início
 
Bárbaros feudalismo - igreja feudal
Bárbaros   feudalismo - igreja feudalBárbaros   feudalismo - igreja feudal
Bárbaros feudalismo - igreja feudal
 
ATIVIDADE 6º ANO.pdf
ATIVIDADE 6º ANO.pdfATIVIDADE 6º ANO.pdf
ATIVIDADE 6º ANO.pdf
 
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdfHis7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
His7ano1tri 947-4d6ea56da7cdf
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
 
O Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptxO Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptx
 
O Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptxO Feudalismo.pptx
O Feudalismo.pptx
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
 
A idade média
A idade médiaA idade média
A idade média
 
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
Seminário - África e Brasil Africano - Escola Vera Cruz - 2015
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
 
1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras
 
Questoes feudalismo
Questoes feudalismoQuestoes feudalismo
Questoes feudalismo
 
Apresentação4
Apresentação4Apresentação4
Apresentação4
 
Roma
RomaRoma
Roma
 

Mais de SEMEC

9ª AnoUnd 01 Resp p34
9ª AnoUnd 01 Resp p349ª AnoUnd 01 Resp p34
9ª AnoUnd 01 Resp p34
SEMEC
 
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_278ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
SEMEC
 
9ª ano Und 01 Resp p22 e p270
9ª ano Und 01 Resp p22 e p2709ª ano Und 01 Resp p22 e p270
9ª ano Und 01 Resp p22 e p270
SEMEC
 
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p2598ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
SEMEC
 
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
SEMEC
 
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp-
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6  resp-9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6  resp-
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp-
SEMEC
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p248
8ª Ano Unidade 4 Resp p2488ª Ano Unidade 4 Resp p248
8ª Ano Unidade 4 Resp p248
SEMEC
 
9ª Ano Unidade 4 Resp p279
9ª Ano Unidade 4 Resp p2799ª Ano Unidade 4 Resp p279
9ª Ano Unidade 4 Resp p279
SEMEC
 
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
SEMEC
 
Unidade 4 Resp p272
Unidade 4 Resp p272Unidade 4 Resp p272
Unidade 4 Resp p272
SEMEC
 
9ª Ano unidade 4 Resp p 118
9ª Ano unidade 4 Resp p 1189ª Ano unidade 4 Resp p 118
9ª Ano unidade 4 Resp p 118
SEMEC
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p 112
8ª Ano Unidade 4 Resp p 1128ª Ano Unidade 4 Resp p 112
8ª Ano Unidade 4 Resp p 112
SEMEC
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p100
8ª Ano Unidade 4 Resp p1008ª Ano Unidade 4 Resp p100
8ª Ano Unidade 4 Resp p100
SEMEC
 
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
SEMEC
 
Resp p76_7ª_ano
Resp p76_7ª_anoResp p76_7ª_ano
Resp p76_7ª_ano
SEMEC
 
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
SEMEC
 
Resp p82_8ª_Ano
Resp p82_8ª_AnoResp p82_8ª_Ano
Resp p82_8ª_Ano
SEMEC
 
Resp p74
Resp p74Resp p74
Resp p74
SEMEC
 
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
SEMEC
 
Resp p98
Resp p98Resp p98
Resp p98
SEMEC
 

Mais de SEMEC (20)

9ª AnoUnd 01 Resp p34
9ª AnoUnd 01 Resp p349ª AnoUnd 01 Resp p34
9ª AnoUnd 01 Resp p34
 
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_278ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
8ª Ano Und 01 Resp p26 e_27
 
9ª ano Und 01 Resp p22 e p270
9ª ano Und 01 Resp p22 e p2709ª ano Und 01 Resp p22 e p270
9ª ano Und 01 Resp p22 e p270
 
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p2598ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
8ª Ano Und 1 Resp p15 p20 p259
 
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
8ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp
 
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp-
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6  resp-9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6  resp-
9ª ano revisão unidade 4 temas 4, 5 e 6 resp-
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p248
8ª Ano Unidade 4 Resp p2488ª Ano Unidade 4 Resp p248
8ª Ano Unidade 4 Resp p248
 
9ª Ano Unidade 4 Resp p279
9ª Ano Unidade 4 Resp p2799ª Ano Unidade 4 Resp p279
9ª Ano Unidade 4 Resp p279
 
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
9ª Ano Unidade 4 Resp p276: Guerra
 
Unidade 4 Resp p272
Unidade 4 Resp p272Unidade 4 Resp p272
Unidade 4 Resp p272
 
9ª Ano unidade 4 Resp p 118
9ª Ano unidade 4 Resp p 1189ª Ano unidade 4 Resp p 118
9ª Ano unidade 4 Resp p 118
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p 112
8ª Ano Unidade 4 Resp p 1128ª Ano Unidade 4 Resp p 112
8ª Ano Unidade 4 Resp p 112
 
8ª Ano Unidade 4 Resp p100
8ª Ano Unidade 4 Resp p1008ª Ano Unidade 4 Resp p100
8ª Ano Unidade 4 Resp p100
 
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
 
Resp p76_7ª_ano
Resp p76_7ª_anoResp p76_7ª_ano
Resp p76_7ª_ano
 
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
8ª ano revisão unidade 3 temas 3, 4 e 5 resp
 
Resp p82_8ª_Ano
Resp p82_8ª_AnoResp p82_8ª_Ano
Resp p82_8ª_Ano
 
Resp p74
Resp p74Resp p74
Resp p74
 
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
9ª ano revisão unidade 3 temas 3 e 4 resp
 
Resp p98
Resp p98Resp p98
Resp p98
 

Último

O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 

Último (20)

O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 

7ª ano Und 01 resp p 20 e 21

  • 1. 7ª Ano-Atividade pag. 20 e 21 P 20 Q 1) O processo de ruralização ocorreu de maneira lenta e gradual na Europa por volta do século III. Os motivos foram: a insegurança causada pelas invasões germânicas, diminuição da mão de obra escrava e das atividades econômicas. Como resultado, as cidades ficaram esvaziadas e as relações sociais passaram a se basear no vínculo que as pessoas tinham com a terra. P 20 Q 2) A guerra era a principal atividade dos germânicos, e os chefes guerreiro era figura de muito prestígio na sociedade. Assim, com as conquistas eles passaram a dominar muitas terras e tornaram-se reis. P20 Q 4) 4a)Gália, região sul da França; 4b)Clóvis; 4c)Mordono, espécie de primeiro-ministro; 4d) A Merovíngia governou o reino e a Carolíngia o Império. 4d) Cristianismo; P20 Q 5) 5a)Bárbaros, povos que não faziam parte do mundo grego-romano; Vândalos, povo germânico que invadiu o Império Romano do sec V; 5b) Por que eram povos estranhos a cultura romana, não falavam o latim e foram chamados de ignorantes , atrasados, rudes; 5c) Barbárie, selvageria; 5d) O Problema é complexo e resultado de longos anos de abandono às políticas sociais, mas qualquer solução passa necessariamente pela Educação. P20 Q 6) Provavelmente por significar a data mais importante para o cristianismo.