SlideShare uma empresa Scribd logo
Motivações para o Forum
Motivações para o Forum
Patrocinadores
Tendências
Mercado
Colaboração
Casos
Com:
Guilherme Tiezzi
Um pouco de História...e o Mercado
Rede Matcon
FEA – Forum Estratégico ABAD 2003
• Definir estratégias de distribuição para a os próximos 10 anos que
integrem os membros da cadeia de distribuição e otimizem
utilização de ativos e informação.
• Arcor, BIC, Bombril, Cadburry Adams, Colgate Palmolive, Credeal,
Garoto, Henkel Loctite, J&J, La Violetera, Santher, Melitta, Nestlé,
P&G, Parmalat, Pepsico, etc.
• ABIA / ABF / ABERC / ABIHPEC….
7 anos depois...e o Mercado
Rede Matcon
FEA – Forum Estratégico ABAD 2010
Foruns 2003 & 2010e o Mercado
Rede Matcon
E o setor cresceu….e o Mercado
Rede Matcon
E aqui estamos em 2013..e o Mercado
Rede Matcon
e o Mercado
Rede Matcon
E na distribuição de Material de
Construção,
O que pensamos sobre colaboração ?
Colaboração e Construção !
e o Mercado
Rede Matcon O que motiva essa “rede” ?
e o Mercado
Rede Matcon Indicadores da “Rede”
e o Mercado
Rede Matcon Indicadores da “Rede”
Fabricantes da “Rede”e o Mercado
Rede Matcon
e o Mercado
Rede Matcon Fabricantes da “Rede”
e o Mercado
Rede Matcon O Mercado e a “Rede”
116 Bilhões R$ é o
Mercado de Materiais
de Construção.
12,3 Bilhões R$ é o
Mercado de Maq. e
Equipamentos.
128 Bilhões
Total do Setor de MC.
( Abramat 2011)
e o Mercado
Rede Matcon
31,6 Bilhões R$ é o
Mercado da Rede de
Fabricantes aquí
presentes.
O Mercado e a “Rede”
1,4 Bilhões R$ é o
Mercado da Rede de
Fabricantes aquí
presentes.
R$ 33 Bilhões
25,6% do Mercado
Total do Setor de MC das
Industrias da “Rede”
e o Mercado
Rede Matcon O Mercado e a “Rede”
33 Bilhões
Total do Setor de MC das
Industrias da “Rede”
4,5 Bilhões
Sell Out da
“Rede”*
..tem 13,6%
do Mercado
Total.
16,5 Bilhões
50% Participação do
Canal Indireto
A “Rede” tem 27,3 %
do Mercado do Canal
Indireto.
* Valor já descontado de R$ 2 bi ( total de 6,5 bi ) que são vendas de produtos de Agrovet, Bazar, Papelaria, Armarinho e Utilidades
Domésticas feitas pelos Agentes de Distribuição participantes do Forum para o Varejo.
e o Mercado
Rede Matcon
Dá para colaborar em um mercado de
33 bi, com baixa concentração ?
Mas o que pensamos mesmo sobre o
que é colaboração ?
Colaboração em Negócios
e o Mercado
Rede Matcon Indicadores da “Rede”
Distribuidor
Atacado
Operador de vendas
Operador logístico
Operador de compra
1
2
3
4
5
5 tipos oficiais de Agentes de Distribuição...
Fonte: Forum Estratégico ABAD 2003
DEC
Atacado
Nacional
Atacado
Generalista
Atacado
Balcão
Atacado
Especializado
Atacado
Distribuidor
Broker
Filial de
Vendas
Atacado Cash
& Carry
Distribuidor
Operador
Logístico
?
?
?
?
?
?
?
?
?
Agentes de Distribuição da Redee o Mercado
Rede Matcon
Canais de distribuição que
compram e vendem produtos de
produtores com os quais NÃO
POSSUEM vínculo (formal ou
informal) de exclusividade de
produtos e/ou de territórios
Atacadista Distribuidor
Canais de distribuição que
compram e vendem produtos de
produtores com os quais POSSUEM
vínculo (formal ou informal) de
exclusividade de produtos e/ou de
territórios
INICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVAS
Entendendo o Agente de Distribuição
e o Mercado
Rede Matcon
Definição das características
Definição das características
INICIATIVAS
Distribuidor
Atacado
Operador de vendas
Operador logístico
Operador de compra
1
2
3
4
5
ABRANGÊNCIA
1
RAIODEENTREGA
2
CATEG.PRODUTO
3
SEGMTOATUAÇÃO
4
FORMADEATENDIMENTO
5
FORMADEENTREGA
6
Voltando a Nossa Rede..e o Mercado
Rede Matcon
e o Mercado
Rede Matcon
Análise da Rede Matcon
ABRANGÊNCIA
e o Mercado
Rede Matcon
CATEGORIAPRODUTO
Análise da Rede Matcon
e o Mercado
Rede Matcon
SEGMTOATUAÇÃO
Análise da Rede Matcon
e o Mercado
Rede Matcon
Segmentar e entender o canal ?
Definir o papel de cada categorias ?
Estabelecer estratégicas de desenvolvimento
e relacionamento ?
Da para fazer de forma colaborativa ?
Colaboração em Negócios
?Quais são as
do comportamento dos consumidores
e das indústrias
principais tendências
dos agentes de distribuição
Dados: Pesquisa McKinsey realizada no FORUN ABAD – 2010.
TendênciasTendencias
Rede Matcon
TendênciasTendencias
Rede Matcon
TendênciasTendencias
Rede Matcon
Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor
Valorização da
conveniência
1
▪ Devido ao trânsito e às más
condições do transporte público,
a maioria dos consumidores faz
suas compras a pé
▪ Independente do meio usado,
estão dispostos a gastar apenas
12 minutos no trajeto
▪
▪
Favorece o varejo de vizinhança e/ou que
ofereça entrega em casa
Impulso para crescimento do comércio on-
line
Acentuação da
demanda por
maior valor
2
▪ Consumidor mais consciente de
suas opções, não buscando
apenas preço, mas também
sortimento, uma experiência de
compra diferenciada, qualidade e
disponibilidade de serviços, etc.
▪
▪
Favorece as grandes redes que, em
média, oferecem serviços mais
diferenciados
Necessidade de o pequeno varejo se
modernizar e adequar oferta à tendência
Aumento da
desconfiança e da
busca por respeito
3
▪
▪
Consumidor não quer se tratado
como "pobre"
Desconfia dos produtos e
serviços oferecidos pelo varejo
▪
▪
▪
Melhoria no atendimento
Maior cuidado no manuseio e com a
validade dos produtos perecíveis
Ampliação das garantias e clareza na
política de troca
Dados: FORUM ABAD – 2010.
Tendências: ConsumidorTendências
Rede Matcon
Regionalização
1
▪ Fortalecimento de atacadistas/
distribuidores regionais com
conhecimento dos clientes e
consumidores locais
▪ Atacadistas nacionais buscando uma
melhor atuação regional
▪
▪
Menor concentração no setor
Custos mais baixos de servir PDV,
dando competitividade ao pequeno
varejo, mas com impacto
heterogêneo no serviço
Especialização
em modelos de
atuação
Estreitamento do
relacionamento
com a indústria
2
3
▪
▪
▪
Busca de atuação mais especiali-
zada tanto em categorias de produto,
como em distribuição exclusiva
Modelo de broker sem o crescimento
esperado
Tentativa de se posicionar como
parceiro da indústria, como p.ex.
troca de informações, planejamento
conjunto, maior portfolio de produtos
e atuação mais presente no PDV
▪
▪
▪
▪
Criar opções de maior valor
agregado para a indústria
Redução do modelo tradicional
do atacado, com foco em preço
Necessidade de ambos os elos
se diferenciarem/desenvolverem
Maior capacidade do atacado de
receber investimentos de trade
marketing da indústria
Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor
Tendências: Canal de Distribuição
Dados: FORUM ABAD – 2010.
Rede Matcon
Tendências
Fidelização do
pequeno varejo
5
▪ Iniciativa incipiente dos atacadistas,
criando redes de fidelização do
varejo com pacote de serviços (ex:
tablóide, capacitação de gestão,
financiamento de reforma, lay-out de
loja)
▪ Atacado com maior capacidade
de melhorar o pequeno varejo e
negociar com a indústria verbas
de trade com contrapartidas
claras de execução no ponto de
venda
Baixa evolução
da capacitação
da força de
vendas
4
▪
▪
Baixo investimento na qualificação
da força de vendas
Ausência de atuação integrada do
setor para criar padrão de
ferramentas e processo de
capacitação da FV
▪
▪
Dificuldade para o atacado de
atuar como agente de
transformação do pequeno varejo
Dificuldade de quebrar o ciclo de
negociação baseada em preço e
volume
Crescimento do
atacado de
autosserviço
6
▪ Atacado de autosserviço crescendo
muito, atraindo transformadores, PFs
e compras de ocasião do pequeno
varejo
▪ Diversas empresas entrando no
formato
▪
▪
Redução do formato de
hipermercados
Aumento da competição no
formato
Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor
Dados: FORUM ABAD – 2010.
Tendências: Canal de DistribuiçãoRede Matcon
Tendências
▪
▪
▪
▪
▪
Maior briga por espaço no ponto de venda
A distribuição torna-se um fator mais
relevante na diferenciação das indústrias
Maior demanda por diferenciação do atacado
e do varejo para garantir execução adequada
Necessidade de melhor qualificação da força
de venda e do serviço do atacado
Pressão sobre os estoques crescente
Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor
▪
▪
▪
▪
▪
▪
Busca por penetração em mais PDVs
Maior busca por aumento da exposição da
marca, espaço, e preço adequado
Maior investimento em trade marketing
Lançamento de produtos de maior valor
agregado que atendem necessidades
especificas e reduzem dependência nos
produtos geradores de tráfego
Empresas entrando em categorias
adjacentes, com o aumento no número de
competidores em cada uma
Escalada dos investimentos em marketing
Maior capilaridade
e maior controle da
execução no PDV
Crescimento de
inovações e
lançamentos
Aumento da
competição em
várias categorias
▪
▪
▪
▪
Indústria buscando diferentes formas de
chegar ao varejo com eficiência, para ter
maior capilaridade e presença no PDV
Aumento da venda direta para categorias
específicas (ex. commodities, frios, etc.)
Diversidade na habilidade da indústria
para trabalhar bem a venda via atacadista
e distribuidor
Apesar da intenção contrária, incidência
de negociações com descontos no final do
mês continua significativa
▪
▪
▪
▪
▪
Proliferação de diferentes modelos de
relacionamento com atacadistas e distribuidores
Maior pressão para o atacado se diferenciar
Necessidade do atacado fazer escolhas
As indústrias que saírem na frente em termos
de capacitação nessa área terão melhores
resultados
Dinâmica no final do mês restringe habilidade
de um relacionamento ganha-ganha com o
atacado
Proliferação de
modelos de
distribuição
Diferenças na
gestão da venda
indireta
1
2
3
4
5
Tendências: Indústria
Dados: FORUM ABAD – 2010.
Rede Matcon
Tendências
Quais os
um projeto de
conceitos básicos de
Rede de Distribuição
Redes de Distribuição
As empresas e indústrias têm como objetivo que seus produtos e serviços
cheguem aos consumidores
Produtos
Serviços
Clientes/Consumidores
Indústrias
Redes de Distribuição
Uma rede de
Distribuição que garanta
o atendimento das
necessidades dos
Clientes/Consumidores,
da forma mais rentável
possível para todos os
envolvidos.
Através da construção redes de distribuição...
Clientes/Consumidores
Indústrias
Redes de Distribuição
ATACADISTA DE
ENTREGA
DISTRIBUIDOR
ESPECIALIZADO
COM ENTREGA
AGENTE DE
SERVIÇOS
ATACADISTA
BALCÃO / RETIRA
CENTRAIS DE NEGÓCIOS
CENTRAIS DE COMPRAS / REDES
REDES DE HOME CENTERS
E VAREJO DE GRANDE PORTE
Categoria Produto
Canal / Região
Empresa
Broker Brasileiro com
Operação Logística
Micro e Pequena Revenda
Independente
Médio Varejo
Independente
Média Revenda
Independente
Médio Varejo Associado
ou Franqueado
Lojas Próprias & Franquias
Médio Porte
Lojas Próprias
Grande Porte
CANALINDIRETOCANALDIRETO
• Tem custos de vendedor e entrega
• Não tem custo de vendedor e
entrega
• Faturamento para PF
Tem custos de vendedor e entrega
Micro e Pequena Revenda
Independente
Redes de Distribuição
Quais os
para as indústrias
para os seus negócios
fatores decisivos
escolherem
o melhor modelo de distribuição
Redes de Distribuição
As empresas definem seu modelo de distribuição em função de vários fatores,
dentre os quais podem ser destacados:
Características dos produtos
Força das marcas, necessidade especificas de transporte e
armazenagem, necessidade de trabalho no ponto de venda... todos
estes fatores influenciam a escolha do modelo de distribuição pelas
empresas
Necessidade de Pulverização
Algumas empresas precisam colocar seus produtos em praticamente
todo o universo de pontos de venda de não alimentos. Já outras
empresas possuem linhas de produtos que entram em um número
limitado de pontos de vendas – exemplo: sistemas timtométrico voltadas
para as classes AB
“Custo de Servir” clientes diretamente
Quanto maior o tamanho do negócio da empresa, maior a
probabilidade da mesma assumir uma maior parcela da distribuição
de seus produtos para o varejo diretamente, já que justifica o
financiamento de uma estrutura de vendas mais robusta e completa
Redes de Distribuição
PE
ES
SE
PB
AL
CE
BA
RN
RJ
SP
PR
SC
RS
PI
MG
AC
RO
AM
PA
MA
TO
GO
MT
MS
DF
Fábrica (Governador Valadares / MG)
Fábrica (Bragança Paulista / SP)
Fábrica (Guaíba / RS)
CD (Recife / PE)
CD (Salvador / BA)
CD (Brasília / DF)
CD (Contagem / MG)
CD (Rio de Janeiro / RJ)
CD (Itapevi / SP)
Redes de Distribuição
... Muito além de uma rede de Transporte.
Fabricantes
Distribuid
ores
e Atacadistas
Varejo
(Pontos de
Venda)
Experiencia de Compra
Ativação do
Consumidor
Planejamento
De Negócio
Disponibilidade de Produto
Redes de “Trade” & Distribuição
Redes de Distribuição
Redes de Distribuição
Redes de Distribuição
e o Mercado
Rede Matcon
Rede de Distribuição Colaborativas, Grupos
de Melhores Práticas, vale a pena participar ?
“Sozinhos vamos mais rápido, juntos vamos
mais longe!
Colaboração em Negócios
Tipologia das Redes
REDE “COESA”REDE “PONTE”
Tipologia das Redes
RAD
Rede de Atendimento de
Demanda
REDES VERTICAIS
Grupos e Redes
de Excelência e Produtividade
Tipologia das Redes
REDES HORIZONTAIS
RAD
Rede de Atendimento de
Demanda
Grupos e Redes
de Excelência e Produtividade
Tipologia das Redes
REDES HORIZONTAIS
RAD
Rede de Atendimento de
Demanda
Tipologia das Redes
Grupos e Redes
de Excelência e Produtividade
e o Mercado
Rede Matcon
Colaborar ?
Trabalhar junto ?
Será que é fácil ?
Colaboração em Negócios
Falando em Confiança…Matcon
Forum
Baixa
Confiança
Percepção de Injustiça e ausência
de Meritocracia
Predominância de
Visão de Curto Prazo
Maior Necessidade
de Controle
Dificuldade de
Agir com
Autonomia
Baixa
Cooperacao
Espontanea
Maiores Custos de
Transaçoes
Liderança Centralizadora
Confiança, Liderança & RedesMatcon
Forum
Baixa
Confiança
Distancia Social de Poder
Percepção de Injustiça e ausência
de Meritocracia
Predominância de
Visão de Curto Prazo
Maior Necessidade
de Controle
Dificuldade de
Agir com
Autonomia
Baixa
Cooperacao
Espontanea
Maiores Custos de
Transaçoes
Colaboração diminui os Custos de Transação !!
Confiança, Liderança & RedesMatcon
Forum
e o Mercado
Rede Matcon
Qual seu papel na Colaboração ?
Qual o primeiro passo ?
Colaboração em Negócios
Confiança, Liderança & RedesMatcon
Forum
Maiores desafios para o desenvolvimento de Redes…
e o Mercado
Rede Matcon
E o futuro da colaboração nos negócios ?
Colaboração em Negócios
Matcon
Forum
Redes e o Futuro…
Um empresa é uma teia de contratos – com
fornecedores, empregados, clientes, associados,
consultores e governo.
O que justifica sua existência é que seus custos de
transação sejam menores do que o mercado aberto.
Caso contrário, seria mais fácil, mais barato contratar
caso a caso, até o ponto de não existirem mais.
Ronald Coase – Premio Nobel da Economia
Matcon
Forum
Redes e o Futuro…
A principal causa de morte de
uma empresa se dá pela
substituição de outra forma
de organização mais eficiente
!
Matcon
Forum
Redes de Alto Desempenho
Rodada
Uma Grande
de Escolhas
Metodologia útil para acessar a inteligência
coletiva de grupos.
The World Café
Os grupos tem dentro de si o
conhecimento e criatividade para
endereçar seus maiores desafios.
RodadaUma Grande
de Conversas
Coloque um post it
com seu nome em
quantas iniciativas
vocês quiser participar
e ser envolvido.
RodadaUma Grande
de Escolhas
Conclusões,
Próximos Passos
e Fechamento
http://www.linkedin.com/groups/Rede-MatCon-5134717/about
OBRIGADO!
Com você estamos construindo o
futuro da distribuição!
guilherme@agenttia.com.br
oscar@abad.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro AlvesApresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
Alice Uchoa
 
Atacado e Varejo de Compras
Atacado e Varejo de ComprasAtacado e Varejo de Compras
Atacado e Varejo de Compras
Giovane Gaspar Benedet
 
10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp
Francisco Alvarez
 
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
E-Commerce Brasil
 
Trade Geo Marketing
Trade Geo MarketingTrade Geo Marketing
Trade Geo Marketing
GeoASK
 
Gestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
Gestão do comércio - Unidade 1 - IntroduçãoGestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
Gestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
Elvis Roni Bucior
 
Aula 03 direnças atacado e varejo
Aula 03 direnças atacado e varejo Aula 03 direnças atacado e varejo
Aula 03 direnças atacado e varejo
ProfessorRogerioSant
 
As 5 forças de porter
As 5 forças de porterAs 5 forças de porter
As 5 forças de porter
Belle Maluf
 
Supermercados e varejo: Desafios e Soluções
Supermercados e varejo: Desafios e SoluçõesSupermercados e varejo: Desafios e Soluções
Supermercados e varejo: Desafios e Soluções
Artsoft Sistemas
 
Gestão de Varejo
Gestão de VarejoGestão de Varejo
Gestão de Varejo
GPA
 
Marketing de varejo
Marketing de varejoMarketing de varejo
Marketing de varejo
Júnior Medeiros
 
Forum de Varejo
Forum de VarejoForum de Varejo
Forum de Varejo
Filipe Mello
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
E-Commerce Brasil
 
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
Instrutores CGL
 
Planejamento estratégico As cinco forças de Porter
Planejamento estratégico   As cinco forças de PorterPlanejamento estratégico   As cinco forças de Porter
Planejamento estratégico As cinco forças de Porter
Silvio Souza
 
Totvs Espírito Santo 2015
Totvs Espírito Santo 2015Totvs Espírito Santo 2015
Totvs Espírito Santo 2015
Mauricio Roberto Tomé
 
Aula 2 tipos de varejo e atacado
Aula 2  tipos de varejo e atacadoAula 2  tipos de varejo e atacado
Aula 2 tipos de varejo e atacado
Marta Figueiredo
 
Estudo de caso wal mart
Estudo de caso wal martEstudo de caso wal mart
Estudo de caso wal mart
Thiago Luis Colozio Casácio
 
Estudo de caso wal mart
Estudo de caso wal martEstudo de caso wal mart
Estudo de caso wal mart
Thiago Luis Colozio Casácio
 
Marketing de especialidade
Marketing de especialidadeMarketing de especialidade
Marketing de especialidade
Nildo Guimaraes
 

Mais procurados (20)

Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro AlvesApresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
Apresentação Varejo Supermercadista - Antonio Pedro Alves
 
Atacado e Varejo de Compras
Atacado e Varejo de ComprasAtacado e Varejo de Compras
Atacado e Varejo de Compras
 
10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp
 
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
10 lições aprendidas em 14 anos de e-commerce: uma operação que se tornou inv...
 
Trade Geo Marketing
Trade Geo MarketingTrade Geo Marketing
Trade Geo Marketing
 
Gestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
Gestão do comércio - Unidade 1 - IntroduçãoGestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
Gestão do comércio - Unidade 1 - Introdução
 
Aula 03 direnças atacado e varejo
Aula 03 direnças atacado e varejo Aula 03 direnças atacado e varejo
Aula 03 direnças atacado e varejo
 
As 5 forças de porter
As 5 forças de porterAs 5 forças de porter
As 5 forças de porter
 
Supermercados e varejo: Desafios e Soluções
Supermercados e varejo: Desafios e SoluçõesSupermercados e varejo: Desafios e Soluções
Supermercados e varejo: Desafios e Soluções
 
Gestão de Varejo
Gestão de VarejoGestão de Varejo
Gestão de Varejo
 
Marketing de varejo
Marketing de varejoMarketing de varejo
Marketing de varejo
 
Forum de Varejo
Forum de VarejoForum de Varejo
Forum de Varejo
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
 
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
Apresentacao modulo1 gestaodo_negocio_agosto2015_aula1
 
Planejamento estratégico As cinco forças de Porter
Planejamento estratégico   As cinco forças de PorterPlanejamento estratégico   As cinco forças de Porter
Planejamento estratégico As cinco forças de Porter
 
Totvs Espírito Santo 2015
Totvs Espírito Santo 2015Totvs Espírito Santo 2015
Totvs Espírito Santo 2015
 
Aula 2 tipos de varejo e atacado
Aula 2  tipos de varejo e atacadoAula 2  tipos de varejo e atacado
Aula 2 tipos de varejo e atacado
 
Estudo de caso wal mart
Estudo de caso wal martEstudo de caso wal mart
Estudo de caso wal mart
 
Estudo de caso wal mart
Estudo de caso wal martEstudo de caso wal mart
Estudo de caso wal mart
 
Marketing de especialidade
Marketing de especialidadeMarketing de especialidade
Marketing de especialidade
 

Destaque

Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentosSobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
Wilson Freitas
 
Comércio eletrônico
Comércio eletrônicoComércio eletrônico
Comércio eletrônico
Adilmar Dantas
 
Apresentacao Abad
Apresentacao AbadApresentacao Abad
Apresentacao Abad
Sergio Grisa
 
E comerce
E comerceE comerce
E comerce
SEBRAE MS
 
Aftbavancado
AftbavancadoAftbavancado
Aftbavancado
Marcelo Estraviz
 
Guia Nissan 002_julho2008
Guia Nissan 002_julho2008Guia Nissan 002_julho2008
Guia Nissan 002_julho2008
dmazbnet
 
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXIPalestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Secretaria Municipal de Educação
 
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
Linaldo Lima
 
III Encontro Bimestral ABAD
III Encontro Bimestral ABADIII Encontro Bimestral ABAD
III Encontro Bimestral ABAD
Sergio Grisa
 

Destaque (9)

Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentosSobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
Sobre o comportamento endógeno do mercado de ações: simulações e experimentos
 
Comércio eletrônico
Comércio eletrônicoComércio eletrônico
Comércio eletrônico
 
Apresentacao Abad
Apresentacao AbadApresentacao Abad
Apresentacao Abad
 
E comerce
E comerceE comerce
E comerce
 
Aftbavancado
AftbavancadoAftbavancado
Aftbavancado
 
Guia Nissan 002_julho2008
Guia Nissan 002_julho2008Guia Nissan 002_julho2008
Guia Nissan 002_julho2008
 
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXIPalestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
 
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
Apresentação Palestra - O Sucesso está nos Diferenciais - Linaldo Lima 07-2013
 
III Encontro Bimestral ABAD
III Encontro Bimestral ABADIII Encontro Bimestral ABAD
III Encontro Bimestral ABAD
 

Semelhante a 1o. Forum Estratégico Matcon ABAD Agenttia

[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
E-Commerce Brasil
 
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de EventosEventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
Wilson Canova
 
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-PráticasLeilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
VORTAL Connecting Business
 
Pensamento estratégico mirela mellone
Pensamento estratégico   mirela mellonePensamento estratégico   mirela mellone
Pensamento estratégico mirela mellone
Cultura e Mercado
 
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
E-Commerce Brasil
 
Modelo plano de negocio
Modelo plano de negocioModelo plano de negocio
Modelo plano de negocio
Fernando Assis
 
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tail
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tailEcommerce de nicho - Sucesso no long tail
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tail
ComSchool
 
Mercattomkt_peq varejo v2
Mercattomkt_peq varejo v2Mercattomkt_peq varejo v2
Mercattomkt_peq varejo v2
Sandro Barrella
 
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendasComo o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
Gabriela Giacomini
 
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
Sandro Magaldi
 
Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
 Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
Laboratorium
 
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
CNC
 
Trabalho grupo 3 final e emp pdf
Trabalho grupo 3 final e emp pdfTrabalho grupo 3 final e emp pdf
Trabalho grupo 3 final e emp pdf
Nuno Tasso de Figueiredo
 
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-OliveiraSemana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
Roberto Francisco de Oliveira
 
Trade geo marketing autor alberto susumo
Trade geo marketing   autor alberto susumoTrade geo marketing   autor alberto susumo
Trade geo marketing autor alberto susumo
Christian Manduca
 
Trade geomarketing
Trade geomarketingTrade geomarketing
Trade geomarketing
David Campos
 
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
ises2016
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2BRakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten Brasil
 
GFS - Análise de Mercado e Concorrentes
GFS - Análise de Mercado e ConcorrentesGFS - Análise de Mercado e Concorrentes
GFS - Análise de Mercado e Concorrentes
ACE Startups
 
Marketing alternativo? Existe muito mais do que só Google...
Marketing alternativo? Existe muito mais do  que só Google...Marketing alternativo? Existe muito mais do  que só Google...
Marketing alternativo? Existe muito mais do que só Google...
JET e-Commerce
 

Semelhante a 1o. Forum Estratégico Matcon ABAD Agenttia (20)

[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
 
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de EventosEventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
 
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-PráticasLeilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
Leilões Eletrónicos Ética e Boas-Práticas
 
Pensamento estratégico mirela mellone
Pensamento estratégico   mirela mellonePensamento estratégico   mirela mellone
Pensamento estratégico mirela mellone
 
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
Ricardo Totola - Como a indústria usa a inteligência competitiva do e-commerc...
 
Modelo plano de negocio
Modelo plano de negocioModelo plano de negocio
Modelo plano de negocio
 
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tail
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tailEcommerce de nicho - Sucesso no long tail
Ecommerce de nicho - Sucesso no long tail
 
Mercattomkt_peq varejo v2
Mercattomkt_peq varejo v2Mercattomkt_peq varejo v2
Mercattomkt_peq varejo v2
 
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendasComo o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
Como o Marketplace pode impulsionar as minhas vendas
 
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
InovaçãO No Ambiente De Vendas 30
 
Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
 Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
Planejamento de negócios Inovadores e tendências no e-commerce
 
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
Apresentaonissindilojaspoa 110530164104-phpapp01
 
Trabalho grupo 3 final e emp pdf
Trabalho grupo 3 final e emp pdfTrabalho grupo 3 final e emp pdf
Trabalho grupo 3 final e emp pdf
 
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-OliveiraSemana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
Semana Ecommerce_Ecommerce-Nicho_Roberto-Oliveira
 
Trade geo marketing autor alberto susumo
Trade geo marketing   autor alberto susumoTrade geo marketing   autor alberto susumo
Trade geo marketing autor alberto susumo
 
Trade geomarketing
Trade geomarketingTrade geomarketing
Trade geomarketing
 
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES)
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2BRakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
 
GFS - Análise de Mercado e Concorrentes
GFS - Análise de Mercado e ConcorrentesGFS - Análise de Mercado e Concorrentes
GFS - Análise de Mercado e Concorrentes
 
Marketing alternativo? Existe muito mais do que só Google...
Marketing alternativo? Existe muito mais do  que só Google...Marketing alternativo? Existe muito mais do  que só Google...
Marketing alternativo? Existe muito mais do que só Google...
 

1o. Forum Estratégico Matcon ABAD Agenttia

  • 1.
  • 2.
  • 7. Um pouco de História...e o Mercado Rede Matcon FEA – Forum Estratégico ABAD 2003 • Definir estratégias de distribuição para a os próximos 10 anos que integrem os membros da cadeia de distribuição e otimizem utilização de ativos e informação. • Arcor, BIC, Bombril, Cadburry Adams, Colgate Palmolive, Credeal, Garoto, Henkel Loctite, J&J, La Violetera, Santher, Melitta, Nestlé, P&G, Parmalat, Pepsico, etc. • ABIA / ABF / ABERC / ABIHPEC….
  • 8. 7 anos depois...e o Mercado Rede Matcon FEA – Forum Estratégico ABAD 2010
  • 9. Foruns 2003 & 2010e o Mercado Rede Matcon
  • 10. E o setor cresceu….e o Mercado Rede Matcon
  • 11. E aqui estamos em 2013..e o Mercado Rede Matcon
  • 12. e o Mercado Rede Matcon E na distribuição de Material de Construção, O que pensamos sobre colaboração ? Colaboração e Construção !
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. e o Mercado Rede Matcon O que motiva essa “rede” ?
  • 17. e o Mercado Rede Matcon Indicadores da “Rede”
  • 18. e o Mercado Rede Matcon Indicadores da “Rede”
  • 19. Fabricantes da “Rede”e o Mercado Rede Matcon
  • 20. e o Mercado Rede Matcon Fabricantes da “Rede”
  • 21. e o Mercado Rede Matcon O Mercado e a “Rede” 116 Bilhões R$ é o Mercado de Materiais de Construção. 12,3 Bilhões R$ é o Mercado de Maq. e Equipamentos. 128 Bilhões Total do Setor de MC. ( Abramat 2011)
  • 22. e o Mercado Rede Matcon 31,6 Bilhões R$ é o Mercado da Rede de Fabricantes aquí presentes. O Mercado e a “Rede” 1,4 Bilhões R$ é o Mercado da Rede de Fabricantes aquí presentes. R$ 33 Bilhões 25,6% do Mercado Total do Setor de MC das Industrias da “Rede”
  • 23. e o Mercado Rede Matcon O Mercado e a “Rede” 33 Bilhões Total do Setor de MC das Industrias da “Rede” 4,5 Bilhões Sell Out da “Rede”* ..tem 13,6% do Mercado Total. 16,5 Bilhões 50% Participação do Canal Indireto A “Rede” tem 27,3 % do Mercado do Canal Indireto. * Valor já descontado de R$ 2 bi ( total de 6,5 bi ) que são vendas de produtos de Agrovet, Bazar, Papelaria, Armarinho e Utilidades Domésticas feitas pelos Agentes de Distribuição participantes do Forum para o Varejo.
  • 24. e o Mercado Rede Matcon Dá para colaborar em um mercado de 33 bi, com baixa concentração ? Mas o que pensamos mesmo sobre o que é colaboração ? Colaboração em Negócios
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. e o Mercado Rede Matcon Indicadores da “Rede”
  • 30. Distribuidor Atacado Operador de vendas Operador logístico Operador de compra 1 2 3 4 5 5 tipos oficiais de Agentes de Distribuição... Fonte: Forum Estratégico ABAD 2003 DEC Atacado Nacional Atacado Generalista Atacado Balcão Atacado Especializado Atacado Distribuidor Broker Filial de Vendas Atacado Cash & Carry Distribuidor Operador Logístico ? ? ? ? ? ? ? ? ? Agentes de Distribuição da Redee o Mercado Rede Matcon
  • 31. Canais de distribuição que compram e vendem produtos de produtores com os quais NÃO POSSUEM vínculo (formal ou informal) de exclusividade de produtos e/ou de territórios Atacadista Distribuidor Canais de distribuição que compram e vendem produtos de produtores com os quais POSSUEM vínculo (formal ou informal) de exclusividade de produtos e/ou de territórios INICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVASINICIATIVAS Entendendo o Agente de Distribuição e o Mercado Rede Matcon Definição das características
  • 32. Definição das características INICIATIVAS Distribuidor Atacado Operador de vendas Operador logístico Operador de compra 1 2 3 4 5 ABRANGÊNCIA 1 RAIODEENTREGA 2 CATEG.PRODUTO 3 SEGMTOATUAÇÃO 4 FORMADEATENDIMENTO 5 FORMADEENTREGA 6 Voltando a Nossa Rede..e o Mercado Rede Matcon
  • 33. e o Mercado Rede Matcon Análise da Rede Matcon ABRANGÊNCIA
  • 34. e o Mercado Rede Matcon CATEGORIAPRODUTO Análise da Rede Matcon
  • 35. e o Mercado Rede Matcon SEGMTOATUAÇÃO Análise da Rede Matcon
  • 36. e o Mercado Rede Matcon Segmentar e entender o canal ? Definir o papel de cada categorias ? Estabelecer estratégicas de desenvolvimento e relacionamento ? Da para fazer de forma colaborativa ? Colaboração em Negócios
  • 37.
  • 38.
  • 39. ?Quais são as do comportamento dos consumidores e das indústrias principais tendências dos agentes de distribuição Dados: Pesquisa McKinsey realizada no FORUN ABAD – 2010. TendênciasTendencias Rede Matcon
  • 42. Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor Valorização da conveniência 1 ▪ Devido ao trânsito e às más condições do transporte público, a maioria dos consumidores faz suas compras a pé ▪ Independente do meio usado, estão dispostos a gastar apenas 12 minutos no trajeto ▪ ▪ Favorece o varejo de vizinhança e/ou que ofereça entrega em casa Impulso para crescimento do comércio on- line Acentuação da demanda por maior valor 2 ▪ Consumidor mais consciente de suas opções, não buscando apenas preço, mas também sortimento, uma experiência de compra diferenciada, qualidade e disponibilidade de serviços, etc. ▪ ▪ Favorece as grandes redes que, em média, oferecem serviços mais diferenciados Necessidade de o pequeno varejo se modernizar e adequar oferta à tendência Aumento da desconfiança e da busca por respeito 3 ▪ ▪ Consumidor não quer se tratado como "pobre" Desconfia dos produtos e serviços oferecidos pelo varejo ▪ ▪ ▪ Melhoria no atendimento Maior cuidado no manuseio e com a validade dos produtos perecíveis Ampliação das garantias e clareza na política de troca Dados: FORUM ABAD – 2010. Tendências: ConsumidorTendências Rede Matcon
  • 43. Regionalização 1 ▪ Fortalecimento de atacadistas/ distribuidores regionais com conhecimento dos clientes e consumidores locais ▪ Atacadistas nacionais buscando uma melhor atuação regional ▪ ▪ Menor concentração no setor Custos mais baixos de servir PDV, dando competitividade ao pequeno varejo, mas com impacto heterogêneo no serviço Especialização em modelos de atuação Estreitamento do relacionamento com a indústria 2 3 ▪ ▪ ▪ Busca de atuação mais especiali- zada tanto em categorias de produto, como em distribuição exclusiva Modelo de broker sem o crescimento esperado Tentativa de se posicionar como parceiro da indústria, como p.ex. troca de informações, planejamento conjunto, maior portfolio de produtos e atuação mais presente no PDV ▪ ▪ ▪ ▪ Criar opções de maior valor agregado para a indústria Redução do modelo tradicional do atacado, com foco em preço Necessidade de ambos os elos se diferenciarem/desenvolverem Maior capacidade do atacado de receber investimentos de trade marketing da indústria Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor Tendências: Canal de Distribuição Dados: FORUM ABAD – 2010. Rede Matcon Tendências
  • 44. Fidelização do pequeno varejo 5 ▪ Iniciativa incipiente dos atacadistas, criando redes de fidelização do varejo com pacote de serviços (ex: tablóide, capacitação de gestão, financiamento de reforma, lay-out de loja) ▪ Atacado com maior capacidade de melhorar o pequeno varejo e negociar com a indústria verbas de trade com contrapartidas claras de execução no ponto de venda Baixa evolução da capacitação da força de vendas 4 ▪ ▪ Baixo investimento na qualificação da força de vendas Ausência de atuação integrada do setor para criar padrão de ferramentas e processo de capacitação da FV ▪ ▪ Dificuldade para o atacado de atuar como agente de transformação do pequeno varejo Dificuldade de quebrar o ciclo de negociação baseada em preço e volume Crescimento do atacado de autosserviço 6 ▪ Atacado de autosserviço crescendo muito, atraindo transformadores, PFs e compras de ocasião do pequeno varejo ▪ Diversas empresas entrando no formato ▪ ▪ Redução do formato de hipermercados Aumento da competição no formato Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor Dados: FORUM ABAD – 2010. Tendências: Canal de DistribuiçãoRede Matcon Tendências
  • 45. ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Maior briga por espaço no ponto de venda A distribuição torna-se um fator mais relevante na diferenciação das indústrias Maior demanda por diferenciação do atacado e do varejo para garantir execução adequada Necessidade de melhor qualificação da força de venda e do serviço do atacado Pressão sobre os estoques crescente Descrição Potenciais implicações na cadeia de valor ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Busca por penetração em mais PDVs Maior busca por aumento da exposição da marca, espaço, e preço adequado Maior investimento em trade marketing Lançamento de produtos de maior valor agregado que atendem necessidades especificas e reduzem dependência nos produtos geradores de tráfego Empresas entrando em categorias adjacentes, com o aumento no número de competidores em cada uma Escalada dos investimentos em marketing Maior capilaridade e maior controle da execução no PDV Crescimento de inovações e lançamentos Aumento da competição em várias categorias ▪ ▪ ▪ ▪ Indústria buscando diferentes formas de chegar ao varejo com eficiência, para ter maior capilaridade e presença no PDV Aumento da venda direta para categorias específicas (ex. commodities, frios, etc.) Diversidade na habilidade da indústria para trabalhar bem a venda via atacadista e distribuidor Apesar da intenção contrária, incidência de negociações com descontos no final do mês continua significativa ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Proliferação de diferentes modelos de relacionamento com atacadistas e distribuidores Maior pressão para o atacado se diferenciar Necessidade do atacado fazer escolhas As indústrias que saírem na frente em termos de capacitação nessa área terão melhores resultados Dinâmica no final do mês restringe habilidade de um relacionamento ganha-ganha com o atacado Proliferação de modelos de distribuição Diferenças na gestão da venda indireta 1 2 3 4 5 Tendências: Indústria Dados: FORUM ABAD – 2010. Rede Matcon Tendências
  • 46. Quais os um projeto de conceitos básicos de Rede de Distribuição Redes de Distribuição
  • 47. As empresas e indústrias têm como objetivo que seus produtos e serviços cheguem aos consumidores Produtos Serviços Clientes/Consumidores Indústrias Redes de Distribuição
  • 48. Uma rede de Distribuição que garanta o atendimento das necessidades dos Clientes/Consumidores, da forma mais rentável possível para todos os envolvidos. Através da construção redes de distribuição... Clientes/Consumidores Indústrias Redes de Distribuição
  • 49. ATACADISTA DE ENTREGA DISTRIBUIDOR ESPECIALIZADO COM ENTREGA AGENTE DE SERVIÇOS ATACADISTA BALCÃO / RETIRA CENTRAIS DE NEGÓCIOS CENTRAIS DE COMPRAS / REDES REDES DE HOME CENTERS E VAREJO DE GRANDE PORTE Categoria Produto Canal / Região Empresa Broker Brasileiro com Operação Logística Micro e Pequena Revenda Independente Médio Varejo Independente Média Revenda Independente Médio Varejo Associado ou Franqueado Lojas Próprias & Franquias Médio Porte Lojas Próprias Grande Porte CANALINDIRETOCANALDIRETO • Tem custos de vendedor e entrega • Não tem custo de vendedor e entrega • Faturamento para PF Tem custos de vendedor e entrega Micro e Pequena Revenda Independente Redes de Distribuição
  • 50. Quais os para as indústrias para os seus negócios fatores decisivos escolherem o melhor modelo de distribuição Redes de Distribuição
  • 51. As empresas definem seu modelo de distribuição em função de vários fatores, dentre os quais podem ser destacados: Características dos produtos Força das marcas, necessidade especificas de transporte e armazenagem, necessidade de trabalho no ponto de venda... todos estes fatores influenciam a escolha do modelo de distribuição pelas empresas Necessidade de Pulverização Algumas empresas precisam colocar seus produtos em praticamente todo o universo de pontos de venda de não alimentos. Já outras empresas possuem linhas de produtos que entram em um número limitado de pontos de vendas – exemplo: sistemas timtométrico voltadas para as classes AB “Custo de Servir” clientes diretamente Quanto maior o tamanho do negócio da empresa, maior a probabilidade da mesma assumir uma maior parcela da distribuição de seus produtos para o varejo diretamente, já que justifica o financiamento de uma estrutura de vendas mais robusta e completa Redes de Distribuição
  • 52. PE ES SE PB AL CE BA RN RJ SP PR SC RS PI MG AC RO AM PA MA TO GO MT MS DF Fábrica (Governador Valadares / MG) Fábrica (Bragança Paulista / SP) Fábrica (Guaíba / RS) CD (Recife / PE) CD (Salvador / BA) CD (Brasília / DF) CD (Contagem / MG) CD (Rio de Janeiro / RJ) CD (Itapevi / SP) Redes de Distribuição ... Muito além de uma rede de Transporte.
  • 53. Fabricantes Distribuid ores e Atacadistas Varejo (Pontos de Venda) Experiencia de Compra Ativação do Consumidor Planejamento De Negócio Disponibilidade de Produto Redes de “Trade” & Distribuição
  • 57. e o Mercado Rede Matcon Rede de Distribuição Colaborativas, Grupos de Melhores Práticas, vale a pena participar ? “Sozinhos vamos mais rápido, juntos vamos mais longe! Colaboração em Negócios
  • 58. Tipologia das Redes REDE “COESA”REDE “PONTE”
  • 59. Tipologia das Redes RAD Rede de Atendimento de Demanda REDES VERTICAIS
  • 60. Grupos e Redes de Excelência e Produtividade Tipologia das Redes REDES HORIZONTAIS
  • 61. RAD Rede de Atendimento de Demanda Grupos e Redes de Excelência e Produtividade Tipologia das Redes REDES HORIZONTAIS
  • 62. RAD Rede de Atendimento de Demanda Tipologia das Redes Grupos e Redes de Excelência e Produtividade
  • 63. e o Mercado Rede Matcon Colaborar ? Trabalhar junto ? Será que é fácil ? Colaboração em Negócios
  • 64.
  • 65.
  • 67. Baixa Confiança Percepção de Injustiça e ausência de Meritocracia Predominância de Visão de Curto Prazo Maior Necessidade de Controle Dificuldade de Agir com Autonomia Baixa Cooperacao Espontanea Maiores Custos de Transaçoes Liderança Centralizadora Confiança, Liderança & RedesMatcon Forum
  • 68. Baixa Confiança Distancia Social de Poder Percepção de Injustiça e ausência de Meritocracia Predominância de Visão de Curto Prazo Maior Necessidade de Controle Dificuldade de Agir com Autonomia Baixa Cooperacao Espontanea Maiores Custos de Transaçoes Colaboração diminui os Custos de Transação !! Confiança, Liderança & RedesMatcon Forum
  • 69. e o Mercado Rede Matcon Qual seu papel na Colaboração ? Qual o primeiro passo ? Colaboração em Negócios
  • 70.
  • 71.
  • 72.
  • 73. Confiança, Liderança & RedesMatcon Forum Maiores desafios para o desenvolvimento de Redes…
  • 74. e o Mercado Rede Matcon E o futuro da colaboração nos negócios ? Colaboração em Negócios
  • 75.
  • 76.
  • 77. Matcon Forum Redes e o Futuro… Um empresa é uma teia de contratos – com fornecedores, empregados, clientes, associados, consultores e governo. O que justifica sua existência é que seus custos de transação sejam menores do que o mercado aberto. Caso contrário, seria mais fácil, mais barato contratar caso a caso, até o ponto de não existirem mais. Ronald Coase – Premio Nobel da Economia
  • 78. Matcon Forum Redes e o Futuro… A principal causa de morte de uma empresa se dá pela substituição de outra forma de organização mais eficiente !
  • 81. Metodologia útil para acessar a inteligência coletiva de grupos. The World Café Os grupos tem dentro de si o conhecimento e criatividade para endereçar seus maiores desafios. RodadaUma Grande de Conversas
  • 82. Coloque um post it com seu nome em quantas iniciativas vocês quiser participar e ser envolvido. RodadaUma Grande de Escolhas
  • 85. OBRIGADO! Com você estamos construindo o futuro da distribuição! guilherme@agenttia.com.br oscar@abad.com.br