Gelcampo sessão 1 siem

955 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
955
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gelcampo sessão 1 siem

  1. 1. Formadora: Catarina Fernandes
  2. 2.  Adquirir Noções Básicas do funcionamento do SIEM – Sistema Nacional de Emergência Médica  Primeiros Socorros – Situações de Doença Súbita  Primeiros Socorros – Situações de Trauma  Suporte Básico de Vida
  3. 3. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  4. 4. Sistema Integrado de Emergência Médica SIEM SIEM INEM PSP CVP Bombeiros Hospitais C.Saúde GNR SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  5. 5. Detecção Protecção e Alerta Pré-socorro Socorro Transporte Unidades de Saúde Tiago Vale 26-Nov-2009 SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  6. 6. Consiste num conjunto de Entidades que colaboram para um único objectivo: Prestar assistência a vítimas em todo tipo de situação de risco de vida. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  7. 7. Em qualquer caso de emergência, de Norte a Sul do País, o número 112 – Número Europeu de Emergência - pode ser ligado através dos telefones das redes fixa e móvel. A chamada é gratuita e é atendida de imediato pelos centros de emergência que accionam os sistemas médico, policial e de incêndio, consoante a situação verificada. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  8. 8. CIAV – Centro de Informação Antivenenos Nº 808 250 143 APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vitima Nº 707 20 00 77 SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  9. 9. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  10. 10. CENTRAL DE EMERGÊNCIA 112 PSP / GNR CODU Bombeiros Diferentes tipos de Ambulâncias dependendo do tipo e local da situação, disponíveis no SIEM. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  11. 11. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  12. 12. Local exacto da situação: rua, nº porta, andar, PONTOS DE REFERÊNCIA Tipo de situação: acidente, desmaio, falta de ar, incêndio, parto, intoxicação, Tipo de Vítima: número de vítimas, idade, género, doenças conhecidas SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  13. 13. Chegam à paragem de autocarro está uma senhora, aparentemente 50anos, sentada no banco com muita dificuldade em respirar. Ela não consegue falar mas mostra-vos um saco com medicamentos. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  14. 14. ONDE ESTÃO O QUE ACONTECEU QUEM PRECISA DE AJUDA Murtosa, na rua … numa paragem de autocarro em frente fabrica Gelcampo Senhora que está com dificuldade a respirar, não consegue falar, Senhora tem aparentemente 50anos, não a conhece, mas mostrou um saco com medicamentos… SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  15. 15. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  16. 16. DEFINIÇÃO Primeiros Socorros são a primeira ajuda ou assistência dada a uma vítima de acidente ou doença súbita para estabilizar a sua situação antes da chegada de pessoal técnico. O acto de prestar os primeiros socorros pode envolver o improviso de material valendo-se das condições e materiais disponíveis no momento. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  17. 17. A intenção dos Primeiros Socorros centra-se em:  Evitar o agravamento do seu estado  Promover o restabelecimento  Preservar a vida SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  18. 18. Responsabilidades Na prestação de cuidados a uma vítima, a responsabilidade do Socorrista consiste em:  Avaliar a situação sem por em risco a própria vida;  Identificar a doença ou estado da vítima  Prestar socorro imediato e adequado, sem esquecer que o sinistrado pode ter mais de uma lesão e que algumas exigem atenção mais urgente que outras SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  19. 19.  A responsabilidade de um Socorrista termina quando a vítima é entregue aos cuidados de um médico, um enfermeiro ou a qualquer entidade competente  O Socorrista não deve abandonar o local da ocorrência até se ter certificado de que a sua ajuda já não é mais necessária. Responsabilidades SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  20. 20. Podem intervir de várias formas: • Ligar 112 e dar as informações necessárias o mais depressa possível; • Ajudar a vítima dentro dos nossos conhecimentos, não fazer nada ajuda mais do que fazer pior!! • NUNCA se expôr a riscos, duas vítimas é pior que uma! SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  21. 21. Podem intervir de várias formas: • Identificar situações de risco no local (explosão, incêndio, etc); • Ajudar a equipa de socorro a ter espaço para actuar; • Estar disponível para ajudar mas não de forma exaustiva; SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  22. 22. Ser Socorrista Ser socorrista não é ter recursos ilimitados. Isso é ser um super heroí! SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  23. 23. Ser Socorrista é outra coisa!! Ser socorrista não é voar até ao acontecimento. Isso é ser um pássaro! SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  24. 24. Ser socorrista é: - Ser Responsável - Ser Humano Embora de forma limitada ter uma acção importante no apoio à vítima. SIEM – Sistema Integrado de Emergência Médica
  25. 25. Prevenção de Úlceras de Pressão

×