SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
Queridos irmãos e irmãs em Cristo,
Vivenciamos o mês deAgosto muito rico em aprofundamentos sobre a Vocação.
Dizer que setembro é o mês dedicado à Bíblia não significa que ela só deve ser
lida, meditada e vivenciada neste período; todos os dias, meses e anos devem ser
dedicados à Palavra de Deus.
Neste sentido, devemos avivar, em cada pessoa, especialmente cristã, a importância
que a Bíblia tem em suas vidas. Ela é fonte de alimento da fé e força espiritual na
caminhada; orienta, guia e forma as pessoas para a vida humana e cristã.
Os santos dão exemplos de como vivenciaram os valores perenes do Evangelho, da
Boa Nova.
Desta forma devemos escutar, acolher, pôr em prática e anunciar a Palavra de Deus.
Que nossa vida seja sempre iluminada pela Palavra de Deus, fonte que deve sempre
jorrar para nossa vida e a vida dos irmãos. Boa leitura!
“Felizes são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!”
Lucas 11:28
PASCOM
“LÂMPADA PARA OS MEUS PÉS, LUZ PARA OS MEUS CAMINHOS”
Em setembro a Mãe-Igreja nos propõe que este é o “MÊS DA BÍBLIA”. Não que devamos ler o livro
sagrado apenas durante esse mês. Somos convidados, com insistência nestes trinta dias a uma reflexão
mais profunda sobre o conteúdo das Sagradas Escrituras, trazendo os seus ensinamentos para o nosso
tempo, para a nossa vida.
A Igreja escolheu esse mês para mostrar a importância da Palavra de Deus e o faz em homenagem
a São Jerônimo, cuja festa é celebrada no dia 30 de setembro. Ele foi um presbítero, monge, tradutor,
escritor, filósofo, teólogo, retórico, gramático, dialético, historiador, exegeta e doutor. Conhecia como
ninguém as sagradas escrituras.
Para Jerônimo,“Cristo representa o Poder e a Sabedoria de Deus. Ignorar as escrituras é ignorar
o próprio Cristo”.
A Santa Igreja, Mãe e Mestra, no ano 420, declarou São Jerônimo padroeiro dos estudos bíbli-
cos. Ele dedicou a sua vida nesse conhecimento.
Para você, irmão (irmã), que significado tem a Palavra de Deus?
Sabe que ali, nos livros sagrados, encontraremos as respostas para todas as nossas dúvidas,
nossos medos, nossa vida?
A Sagrada Escritura é sempre viva e eficaz. Por isso, nos, membros da Igreja,somos chamados
a ser como aquela comunidade que “escuta religiosa e santamente a palavra de Deus, a guarda
e fielmente a pratica”.
Celebrar o Mês da Bíblia vai nos ajudar a nos familiarizarmos sempre mais com os textos sagra-
dos, não só pela leitura que deles se faz na liturgia dominical, mas em nossas leituras e meditações
pessoais ou nos círculos bíblicos e grupos de reflexão (você sabia que estamos tendo na paróquia
estudo bíblico sobre o Evangelho de Lucas?).
Ler a Bíblia é ouvir e falar com Deus.
“Lâmpada para os meus pés, luz para os meus caminhos”.
Boa Leitura!
João Cerasoli
Pastoral Familiar
ASemente
ParóquiaSãoJosé
BragançaPaulista/SP
AnoVIII-Ediçãonº81-Setembro/2013
EDITORIAL
MENSAGEM DO MÊS
NESTA EDIÇÃO
Página 2
Página 8Página 3 e 4
Página 5, 6 e 7
Cajado do Pastor e Palavra do
Papa
Coluna Jovem, Dicas de Saúde, Espaço
do Paroquiano
Agenda, Dizimistas AniversariantesAconteceu na Matriz e
nas Comunidades
Pastoral da Comunicacão
PASCOM
Paróquia São José
ANGELUS
(Festa Assunção de Nossa
Senhora)
Praça da Liberdade –
CastelGandolfo
Quinta-feira, 15
de agosto de 2013
Queridos irmãos
e irmãs, ao término
desta Celebração nos
dirigimos à Virgem Maria
com a oração do Angelus.
O caminho de Maria rumo
ao Céu começou com aquele
“sim” pronunciado em Nazaré, em resposta ao
Mensageiro celeste que lhe anunciava a vontade de
Deus para ela. E na realidade é justamente assim:
cada “sim” a Deus é um passo rumo ao Céu, rumo
à vida eterna. Porque o Senhor quer isto: que todos
os seus filhos tenham a vida em abundância! Deus
nos quer todos consigo, na sua casa!
Aparecem infelizmente notícias dolorosas do
Egito. Desejo assegurar a minha oração por todas
as vítimas e s seus familiares, pelos feridos e por
todos os que sofrem. Rezemos juntos pela paz, pelo
diálogo, pela reconciliação naquela querida Terra e
no mundo inteiro. Maria, Rainha da Paz, rogai por
nós: todos digamos: Maria, Rainha da paz, rogai por
nós.
Desejo recordar o 25º aniversário da Carta
Apostólica Mulierisdignitatem, do Beato Papa João
Paulo II, sobre a dignidade e a vocação da mulher.
Este documento é rico de ideias que merecem ser
retomadas e desenvolvidas; e na base de tudo está
a figura de Maria. Façamos nossa a oração presente
no fim desta Carta Apostólica (cfr n.31): a fim de que,
meditando o mistério bíblico da mulher, condensado
em Maria, todas as mulheres encontrem a si
mesmas e a plenitude da sua vocação e em toda a
Igreja se aprofunde e se entenda mais o tão grande
e importante papel da mulher!Se São Pedro “fecha”
as portas do Paraíso Maria as abre, diz o Papa às
religiosas de clausura: o Papa Francisco teve um
encontro com as clarissas do Mosteiro de clausura
de Albano antes do Angelus e lhes disse que se São
Pedro “fecha” as portas do Paraíso aos pecadores,
Maria as abre. Essa também é a missão de vocês,
levar através de sua oração mais homens e mulheres
à vida eterna com Deus. O Papa “ao conversar com
as irmãs, estava tranquilo, relaxado como se não
tivesse nada para fazer ou como se não pensasse
em alguma coisa. Elas comentaram que ele falou de
um modo de Maria nesta Solenidade da Assunção,
que as tocou muito. porque a mulher consagrada é
um pouco como Maria”.
Disseram: “Contou-nos uma bela história, que
nos fez a todos rir, inclusive ele mesmo: Maria
está à porta do Paraíso; São Pedro nem sempre
abre a porta quando chegam os pecadores e, por
isso, Maria sofre um pouco, porém, permanece ali,
quieta. E à noite, quando se fecham as portas do
Paraíso, quando ninguém vê e ouve, Maria abre a
porta do Paraíso e deixa entrar todos. Nisto vimos
a nossa missão, a nossa vocação. Creio que seja
justamente isto. E hoje o Papa em poucas palavras
nos disse isso. É difícil expressar os sentimentos que
vivemos neste breve, mas intenso encontro (com
o Papa Francisco), porém, o Santo Padre deixou-
nos o seguinte: exortou-nos a viver profundamente
a nossa vocação permanecendo fiéis ao nosso
carisma, portanto, naquela simplicidade, naquela
busca do essencial, naquela pobreza que nos
faz sentir, todas, irmãs. Foi um momento que é
difícil expressar verdadeiramente! Porém, foi uma
alegria e uma força que chama ainda mais a uma
responsabilidade autêntica, verdadeira, da nossa
resposta ao Senhor pela Igreja e pelo Santo Padre”.
PASCOM
Queridos Paroquianos de São José, neste mês
de Setembro quero abordar um tema fundamental
na vida do ser humano e tantas vezes anunciada
por Jesus; a Paz.
“Bem aventurados os que promovem a paz, por-
que serão chamados filhos de Deus” (Mt 5,9).
Por diversas vezes ao encontrar-se com os seus
discípulos, Jesus anuncia esse precioso dom a to-
dos os seus, mostrando o caminho de uma convi-
vência real e verdadeira.
Neste mês se celebra o Dia Internacional da Paz,
declarado pela ONU em 30 de novembro de 1981, e
comemorado em 21 de setembro.
Em 21 de setembro de 2006, por ocasião do Dia
Internacional da Paz, Kofi Annan afirmou: Há vinte
e cinco anos, a Assembleia Geral (ONU) proclamou
o Dia Internacional da Paz como um dia de cessar-
-fogo e de não violência em todo o mundo. Desde
então a ONU tem celebrado este dia, cuja finalidade
não é apenas que as pessoas pensem na paz, mas
sim que façam também algo a favor da paz.
No coração do homem, há poucas palavras tão
queridas e sonhadas como a paz. Talvez a consciên-
cia moderna de que as guerras alcançaram propor-
ções antes insuspeitas, arrasando cidades, povos e
famílias, e também a consciência de que hoje, pela
primeira vez, a humanidade possui armas capazes
de destruir a humanidade e a civilização em uma
guerra-relampago, tenham despertado ainda mais o
anseio de paz que é inerente ao homem.
Foi nesse contexto que João XXIII proclamou
sua mensagem de paz: Pacem in Terris. E que o
Vaticano II desenvolveu amplamente esse tema de
candente atualidade (GaudiumetSpes) E, num con-
texto bem diferente, os documentos de Medellin co-
locaram posteriormente a urgência de uma paz que
seja fruto da justiça.
A tarefa da Igreja e dos cristãos no campo da
paz e da convivência deve ser exemplar e pionei-
ra. A busca da unidade e do amor está na essên-
cia da mensagem cristã. Mas esse é o espirito que
deve animar todos os homens. Agora devemos criar
meios para que esse espirito de paz possa fazer-se
cada dia mais real e concreto.
Sem essa dimensão, o espirito de unidade estará
sempre sob o risco de se dissipar ou reduzir-se a
belas teorias. Por isso, todos nós cristãos devemos
contribuir com todo o nosso esforço e todo o nos-
so entusiasmo democrático para que a construção
da sociedade humana universal seja uma realidade
o mais rápido possível, e que possamos viver ver-
dadeiramente essa paz que nasce do coração de
Deus.
Neste sentido, que possamos continuar rezando
pela paz no mundo, principalmente pelos países que
estão passando momentos difíceis e de conflitos.
Shalom a todos...
Pe. Jeferson F. Mengali
2
PALAVRA DO PAPA
Souza
Silva
CORRETORA DE SEGUROS
Souza Silva Adm. Corr. Seguros Ltda.
Rua Tupi, 153 - Sala 04 - Taboão - Brag Pta - SP - CEP 12.900-290
Fone/Fax: (11) 4032-0450 / 4033-7586
e-mail: sscorr@terra.com.br
O CAJADO
DO PASTOR
DIA INTERNACIONAL
DA PAZ
Rua Arthur Siqueira, 29 - Bragança Paulista - SP
mecanicabarca@hotmail.com
Tel/Fax: 4033-3684
Dia 19 de Setembro – Dia de São Geraldo
Padroeiro das mães e das crianças enfermas São Geraldo nasceu
em Muro na Itália, no dia 23 de abril de 1726, de pais pobres, mas
fervorosos cristãos. Quis tornar-se capuchinho, mas como era magro
e fraco, foi-lhe recusada à acolhida. Aos 22 anos entrou como Irmão
Leigo na Congregação do Santíssimo Redentor fundada havia 15 anos
por santo Afonso de Ligório, onde desempenhou os ofícios humildes
de alfaiate, jardineiro, sacristão, porteiro e enfermeiro, dando sempre
em tudo provas das virtudes mais eminentes. São Geraldo realizou
milagres edificantes, que converteram a muitas pessoas. Caluniado
por uma jovem, SantoAfonso, diante do silêncio de Geraldo, proibiu-lhe
a recepção da comunhão e todo relacionamento com pessoas de fora.
A proibição de comungar era-lhe duríssima, mas procurava consolar-
se, dizendo: “Eu o trago no coração”. Um dia a jovem caluniadora
se retratou e santo Afonso imediatamente suspendeu a punição. E o
bom Geraldo, numa alegria incontida, retornou a comunhão cotidiana.
Morreu no dia 16 de outubro de 1755 com 29 anos. São Geraldo é
protetor das crianças enfermas e das mães ao darem a luz. A sua
canonização solene no dia 11 de dezembro de 1904 por Sua Santidade
Pio X deu início a uma nova fase de glórias para o nosso “SANTO
MILAGROSO”.
3
Dr. Carlos Eduardo Falleiros
Dr. Felipe M. C. V. Falleiros
CRO 22762
CRO 76451
Implante
Prótese
Ortodontia
Clínica Geral
Cirurgia
R. Octaviano Machado, 26
Santa Luzia 4034-0522
ODONTOLOGIA ESPECIALIZADAODONTOLOGIA ESPECIALIZADA
Especialista em Implantodontia
Av. Antonio Pires Pimentel, 907 - Bragança Paulista
sdomincontabil@uol.com.br
Fone / Fax: (11) 4034-3049
SÃO
CONTABILIDADE
blocos e lajes. ltda.
BIRIÇÁ Blocos e Lajes Ltda.
IRMÃOS BARLETTA - CREA - 0372392
ESCRITÓRIO: (11) 4035-1878
9989-3388
FÁBRICA: (11) 4031-8295
Depósito: AV. DOS IMIGRANTES 4289 - JD. SÃO LOURENÇO - BRAGANÇA PAULISTA - SP
Matriz: SÍTIO SÃO CLEMENTE - BAIRRO BIRIÇÁ DO VALADO - BRAGANÇA PAULISTA - SP
LAJES CONVENCIONAL E TRELIÇADA
DIA DOS PAIS – MATRIZ E CAPELA DO BOM PARTO
ACONTECEU NA MATRIZ 5º ENCONTRO DOS NAMORADOS
“Não tenhais medo!” foi o que nos disse Jesus no evangelho do dia dos Pais – domingo dia 11 de agosto. Você recebeu o dom de ser o vigilante da família. O
suporte, a força maior, o abraço amigo e seguro dos filhos. Aquele que conduz com coragem sua família à grande barca onde Jesus nos chama a ter fé e ir ao seu
encontro. “Não tenhais medo, pois eu estou com você e fortaleço a sua fé.”
No dia 10 de agosto, aconteceu na Matriz, o 5º Encontro de Namorados, houve dinâmica, músicas e exposição com debate sobre temas relacionados ao na-
moro cristão. Foram abordados temas como descoberta, autoconhecimento, vocação, diálogo e alicerce. Tivemos um testemunho acompanhado de uma bela
surpresa, fomos surpreendidos com o noivado de Eduardo e Cintia e com direito a participação dos familiares. É o fruto dos encontros, que este seja o primeiro
de muitos.
Legenda:JacquelineR.deAlmeidaCosta–PASCOMLegenda:RitadeCássiaAlmeida–PastoralFamiliar
ACONTECEU NA CAPELA NOSSA SENHORA DO BOM PARTO
TRÍDUO NOSSA SENHORA DO BOM PARTO
No primeiro dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto e também dando início a Semana da Família, a Santa Missa foi celebrada pelo Pe. Edilson da Paróquia do
Menino Jesus e São Benedito, da cidade de Francisco Morato. Em sua celebração nos deixou a seguinte mensagem: Precisamos trabalhar para que a família
seja o fundamento da sociedade. Para a família ser estruturada é preciso ter fé. A fé precisa ser plantada como a semente na terra, deve ser adubada, regada
com muito cuidado e carinho. É como uma criança que tendo o contato com Deus desde o ventre materno, ela se sente intimamente ligada à igreja, pois, a fé foi
plantada no seu coração através de sua mãe desde cedo.
4
No terceiro dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto, a santa missa foi celebrada pelo Pe. Genildo da Paróquia de Santa Rita de Cássia da cidade de Itatiba e
também o Pe. Antônio da cidade de Campo Limpo Paulista. Em sua celebração nos deixou a seguinte mensagem: A Palavra de Deus nos mostra o amor infinito
de Deus por aquele que professa a fé. Devemos amar a Deus acima de tudo, e viver intensamente esse amor, pois Ele nos dá a esperança de vida eterna. Deus
mostra sua infinita misericórdia através do sacramento da confissão, não devemos deixar passar despercebida essa graça. E também olhando para Maria, modelo
de mulher, que intercede junto a Jesus por todos nós, demos nosso muito obrigado a ela.
No segundo dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto e seguindo com a Semana da Família, a Santa Missa foi celebrada pelo Pe. Tarcísio da Paróquia de Santo
Antônio do Abacaxi, da cidade de Itatiba. Em sua celebraçãonos deixou a seguinte mensagem: Lembrando-se das palavras de sua Santidade o Papa Francisco,
que nos diz do grande desafio que é a educação dos filhos. Devemos ter uma sólida postura para educar. Educar é diferente de criar. Em primeiro lugar temos que
nos aliar a Deus para educar em qualquer época, pois, as épocas mudam, mas os valores permanecem. Jesus sempre acolheu com misericórdia todos aqueles
que eram desprezados pela sociedade e nos ensina que o maior valor é o da vida humana e a família. Os pais sempre têm coisas boas para dizerem aos seus
filhos, é fazer a coisa certa, na hora certa e do jeito certo, para educar com sabedoria, e ajuda muito dando testemunho de vida honrada e amorosa.
Legenda:NormaReginadeLima–PASCOM
MISSA DO DIA DE NOSSA SENHORA DO BOM PARTO
No dia 15, foi celebrada pelo Pe. Jeferson a Santa Missa em louvor a N. Sra. do Bom Parto, e também comemoramos o 7º Ano da posse do Pe. Jeferson na
Paróquia de São José. Esta foi a mensagem do Pe. Jeferson: Todos nós sabemos da grandeza de Maria no plano da salvação. Não dá pra separar Maria do plano
da salvação. Ela foi escolhida por Deus para sera mãe de Jesus. A Arca da Aliança do Antigo Testamento se transforma em Maria, ela é quem traz o Cristo para
nós. Jesus, Maria e José modelo de família a seguir, para que pai e mãe nunca desistam da missão e vocação que assumiram com o Cristo no dia do casamento
de zelarem pelos seus filhos. Que Maria sob o título de N. Sra. do Bom Parto, abençoe a todas as mães, as gestantes e as famílias.
Legenda:NormaReginadeLima–PASCOM
Nesse mês pediram para que eu escrevesse um
pouco sobre a minha experiência na Jornada. Então
vamos lá:
O que falar sobre a Jornada? A melhor experi-
ência da minha vida! Desde a semana missionária
com os franceses, até a vigília em Copacabana! Eu
nunca irei esquecer!
A Jornada foi um grande sonho realizado. Esse
sonho começou em outubro de 2011, quando nós
recebemos a Cruz peregrina e o Ícone de Nossa Se-
nhora em Bragança!
Apartir desse momento, nós dissemos: vamos tra-
balhar e juntos vamos realizar esse sonho!Durante 1
ano e 8 meses vendemos rifas, brigadeiros, milho e
cachorro quente! E finalmente conseguimos atingir
nosso objetivo!
Valeu a pena todo e qualqueresforço que fizemos
para a realização desse sonho!
Valeu a pena andar 10 km, valeu a pena dormir
na calçada de Copacabana, valeu a pena ficar sem
banho por dois dias e enfrentar filas enormes para
usar o banheiro!
Faria tudo de novo? SIM! Eu faria tudo de novo
para mostrar mais uma vez a FORÇA, e a FÉ do
jovem cristão para o mundo!
Um dos momentos mais emocionantes da Jorna-
da, para mim, foi quando nós entramos no último tú-
nel que dava acesso para Copacabana, e tinha por
volta de uns 2000 jovens lá, com bandeiras do Bra-
sil, da Polônia, do México, e de vários outros países
gritando junto com os brasileiros: “Eu sou brasileiro,
com muito orgulho, com muito amor” e também gri-
tavam: “Essa é, a juventude do Papa! Essa é a ju-
ventude do Papa!”. Simplesmente maravilhoso!
Quando chegamos a Copacabana a emoção to-
mou conta de todos!Ver milhares de jovens reunidos
pelo mesmo ideale sentir a presença do Papa Fran-
cisco bem de pertinho foi uma sensação indescrití-
vel.
O mais legal de tudo o que aconteceu, é que eu
vivi isso com os meus pais, que foram fundamentais
para a realização desse sonho! Eles me apoiaram
e ajudaram desde o começo. Fico muito feliz de ter
compartilhado esse momento tão especial na minha
vida com eles!
A Jornada Mun-
dial daJuventude
foi também, um mo-
mento de aprendi-
zado! Dormimos na
rua por uma noite e
percebemos como
é difícil a vida des-
sas pessoas que vivem na rua, não tem onde morar
e nem família!
Não passamos fome e nem sede como os mo-
radores de rua que passam por isso todos os dias
entre outras dificuldades! E realmente não é fácil!
Quero agradecer ao grupo IGNIS, pela união! Ao
longo desses anos eu fiz amizades, que são as me-
lhores que eu tenho. Nós nos mantivemos unidose
conseguimos realizar nosso sonho JUNTOS ! Um
grande abraço a todos os membros do IGNIS!
Tenho certeza que as lembranças dessa JMJ fi-
carão para sempre dentro do meu coração!
E agora, temos que cumprir a missão que o nos-
so querido Papa Francisco nos confiou: Vamos fazer
discípulos entre todas as nações!
Maria Clara Silva
Grupo de Jovens IGNIS
Dia 29 de Setembro
Dia Mundial do Coração
Como está o seu coração? Quais os sentimentos
que cultiva nele? Seu Peito é aberto para que todos
possam ter acesso ao seu coração ou é fechado e
nem ao menos sente o coração a bater no peito?
Dia 29 de setembro, é o dia mundial dedicado a esta
reflexão, todos nós sabemos, ou melhor, temos co-
nhecimento dos cuidados com a saúde que deve-
mos ter para mantermos um coração saudável: Não
fumar, termos uma boa alimentação, praticar exer-
cícios físicos, enfim levar uma “vida saudável”. Este
ano o foco da campanha para este dia está nas mu-
lheres e principalmente nas crianças.
Mas será que alimentando, isto é cultivando bons
hábitos alimentares nas crianças e deixando de cul-
tivar o amor e bons hábitos de convivência familiar,
que mais tarde refletirão na convivência em socie-
dade, será que nossas crianças se tornarão adul-
tos mais saudáveis? É claro que uma alimentação
saudável faz toda a diferença, mas o amor, que é o
sentimento que engloba todos os outros bons senti-
mentos, o alimentar o amor desde cedo em nossas
crianças, fará crescer pessoas mais alegres, bem
dispostas, com fome e sede de viver. E esta fome e
sede de viver a fará ter uma alimentação saudável
para o corpo, pois seu coração precisa de energia
para manter o ciclo da vida, do qual vou denominar
“o ciclo do bem”.
O cigarro entre tantas outras drogas pode trazer
uma falsa sensação de bem estar, mas nada mais é
do que uma sensação, que corrói a saúde aos pou-
cos, não só o coração, mas todo o corpo. Atrás de
toda droga, de todo usuário, se esconde um coração
que anseia pelo bem estar do corpo e da alma e é
enganado por uma simples e curta sensação, por
isso procuram cada vez mais e com mais frequên-
cia estarem sob o efeito desta falsa sensação. As
mulheres muitas vezes, se entregam as drogas tam-
bém por outro motivo, pois aliado ao falso bem estar,
está a estética, pois as drogas inibem um pouco a
ansiedade, daí alimentam-se menos e acabam ema-
grecendo. Mas tanto por um motivo ou pelo outro,
se nossas crianças forem saciadas desde cedo com
muito amor, não precisarão mais tarde de falsas
sensações para o bem estar, pois estarão fazendo
parte do ciclo do bem, ao qual denominei anterior-
mente. Será que colocar nossas crianças em várias
atividades esportivas desde cedo fará com que cres-
çam com bem estar, com um bom preparo físico,
com mais disposição para manter um coração mais
forte? Com certeza, mas se não colocarmos amor
em nossas atividades diárias com nossas crianças,
à medida que forem crescendo, provavelmente sen-
tirãonecessidade de um maior bem estar, pois terão
um vazio dentro de si, por falta de amor e podem até
se entregar as “falsas sensações”. Ou simplesmente
correrem e correrem atrás do bem estar, mas numa
via paralela, que pode sem perceber, estarem fazen-
do um caminho inverso. Mas se o amor for a base
de toda atividade, manterão um coração forte, não
só muscular mas, emocionalmente e isto os fará a
entrarem no ciclo do bem.
Enfim, vamos fazer do ciclo do bem um caminho
de mão única que sempre nos manterá ativos com o
verdadeiro bem estar. Se entrarmos neste ciclo, não
só a sociedade futura terá motivos para agradecer,
mas o seu coração, que é um órgão que estando
bem, todo o organismo receberá sangue novo, isto
é, força e vitalidade para combater problemas e situ-
ações inesperadas. E agora eu pergunto novamen-
te: E o seu coração, como está?
Jacqueline Rodrigues
de Almeida Costa
Pascom
6
COLUNA JOVEM
ESPAÇO DO PAROQUIANO
COMPRA - VENDA - INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS
ALAMEDA POLÔNIA, 34
BRAGANÇA PAULISTA - SP
CEP 12916-160
TEL.: (11) 4034-0543
FAX: (11) 4032-0044
CEL.: (11) 9989-1887
CACOCI
CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS DE IMÓVEIS LTDA.
CRECI 6.414-J www.cacociimoveis.com.br
5
AUGUSTO ALBERTO ROSSI
R. Santa Clara, 1017 - Centro
PABX: 4033-2021
Estacionamento Privativo para clientes
Desde
1972
OAB/SP 27.126
ROSSANO ROSSI
OAB/SP 93.560
ADVOGADOS
Dentre as datas comemorativas ao longo do ca-
lendário temos, no dia 17 de setembro, O DIA DA
COMPREENSÃO MUNDIAL. Chama-nos a atenção
esta data. Ela quer lembrar a cada um de nós, que
se quisermos viver como seres humanos devemos
nos esforçar por entender os sentimentos do outro.
O que é afinal a compreensão?
- A capacidade que eu tenho de perceber e aco-
lher dentro de mim o diferente, descobrindo nele
valores que completam minha visão de mundo e
dos meus semelhantes. Esta atitude, como exercí-
cio diário, amplia e completa minha própria pessoa.
Certamente, o que você acaba de ler descreve uma
tarefa que não é fácil. Exige tempo e dedicação
para eu chegar ao entendimento do outro. E aqui
esbarramos com uma condição: o tempo, que nos
ocupa cada vez mais com as coisas e nos distancia
das pessoas; mas, não podemos esquecer que é
somente nas pessoas que estão os sentimentos. E
devemos, então, confessar: Como vivemos em um
mundo onde tudo é para ontem, os dias passam e
na sua maioria não observamos as pessoas.
Evidentemente compreender o outro não sig-
nifica que eu deva aceitar tudo o que o outro faz.
A compreensão que manifesta amor pressupõe a
capacidade de discordar daquele a quem eu amo.
Alguém que só concorda com você não o ajudará
a crescer.
A compreensão entre os seres humanos só será
plena se ela se manifesta na cumplicidade. Por isso,
ela exige igualmente recíproca responsabilidade.
Se por um lado nosso desejo de dominar o se-
melhante enfraquece nossa compreensão, por ou-
tra parte, o esforço sempre renovado de enxergar o
outro a partir de seus valores fortalece nossa vonta-
de de acolhê-lo.
Como vimos na definição, a compreensão do ou-
tro nos leva a respeitar diferenças, o que nos ajuda
a compreender que não somos donos da verdade, e
o fato de acolher a outra parte não nos anula.
Se nos voltarmos ao conteúdo da celebração
deste dia, reconhecido mundialmente como sendo:
Dia da Compreensão Mundial teremos razões de
sobra para buscar mais compreensão. O que mais
almejamos é Paz e esta só será vivida na medida
em que os humanos partilharem sentimentos de
compreensão. Se quisermos construir uma humani-
dade onde o amor, o respeito e solidariedade, enfim,
a paz prevaleça, será preciso demonstrar compre-
ensão a cada pessoa, e a todas as nações e res-
peitar as diferenças étnicas culturais e religiosas e
ter sempre presente que não somos filhos únicos do
planeta, mas somos irmãos.
Conrado Vasselai
15 de setembro - Dia do Musicoterapeuta
-Vale a pena conhecer mais sobre esse grande
profissional!-
Desde abril de 1991, o dia 15 de setembro é
dedicado ao profissional musicoterapeuta, quando
o então governador do estado de São Paulo, Luiz
Antonio Fleuri, designou tal data para homenagear
os musicoterapeutas paulistas. Logo em seguida,
tal comemoração passou a abranger todo o terri-
tório nacional. Pouquíssimos brasileiros, quando
questionados, saberiam dizer quem é e o que faz
o musicoterapeuta, pois este profissional, apesar
de desempenhar um trabalho bastante importan-
te, principalmente na área da saúde, não tem uma
disseminação tão abrangente de suas funções em
nossa sociedade como outros profissionais equiva-
lentes – psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisio-
terapeutas, etc. O musicoterapeuta é um profissio-
nal graduado ou especializado em musicoterapia.
Mas o que é Musicoterapia?
Segundo a mais recente definição da Federação
Mundial de Musicoterapia (World Federationof Music
Therapy), musicoterapia é a utilização profissional
da música e seus elementos, como uma intervenção
em ambientes médicos, educacionais e cotidianos
com indivíduos, grupos, famílias ou comunidades
que buscam otimizar sua qualidade de vida e me-
lhorar suas condições físicas, sociais, comunicati-
vas, emocionais, intelectuais, espirituais, de saúde
e bem estar. Como se pode notar, a musicoterapia
pode ser empregada em diversos ambientes e situa-
ções e por inúmeros motivos, a fim de contribuir com
o bem estar geral do indivíduo que dela precisa. O
grande diferencial da musicoterapia é a ferramenta
utilizada para alcançar seus objetivos terapêuticos:
a música e/ou seus elementos. Este tipo de prática
já é adotado pelo homem desde a antiguidade, no
entanto, foi somente após a segunda guerra mundial
que estudos científicos passaram a ser implemen-
tados de forma a comprovar a eficiência na utiliza-
ção de técnicas musicoterapêuticas. O atendimento
musicoterapêutico pode ser realizado por um profis-
sional graduado ou especialista em Musicoterapia e
abrange diversas áreas, como:
Prevenção: gestantes, bebês, crianças, adoles-
centes, adultos, idosos;
Habilitação/Reabilitação: síndromes genéticas,
lesões cerebrais, doenças mentais, disfunções mo-
toras, dificuldades de aprendizagem, de conduta, de
comunicação, neurológicas e emocionais, depen-
dências químicas e compulsões, transtornos psico-
lógicos e psiquiátricos;
Hospitalar: oncologia, coma, dor, pré e pós cirúr-
gicos, etc.;
Geriatria: Alzheimer, Parkinson, etc.
Os tipos de atendimento também são diversifica-
dos:
Individual ou em grupo; Domiciliar; Empresa-
rial/Institucional; Terapia para casais ou familiar;
Workshops terapêuticos.
No Brasil, a Musicoterapia vem aos poucos ga-
nhando seu espaço, tendo sido reconhecida no
Ministério do Trabalho e do Emprego e incluída no
Código Brasileiro de Ocupações (CBO) sob o códi-
go 2239-15. E, mais recentemente, no SUAS (Siste-
ma Único de Assistência Social), passando então, a
ser ofertada pelo governo à população atendida no
CRAS (Centro de referência em Assistência Social).
Nós do Jornal “A Semente” parabenizamos todos
os musicoterapeutas e estudantes de musicoterapia
brasileiros, desejando-lhes muito sucesso profissio-
nal!
Fonte: http://www.musicoterapiajundiai.
com/2011/09/15-de-setembro-dia-do-
-musicoterapeuta.html
Amanda Graziele Siqueira
No dia 8 de setembro, celebra-se a festa da Nati-
vidade da Santíssima Mãe de Deus sempre Virgem
Maria, que é a primeira das Doze grandes festas do
ano litúrgico bizantino. Para festas com data fixa, o
ano litúrgico começa no dia 1º de setembro; tem-
pos atrás, essa data registrava também o início do
ano civil no Oriente. Esse costume tem sua origem
numa tradição hebraica que fixava o início do novo
ano, período que corresponde ao nosso setembro/
outubro. Portanto a primeira grande festa litúrgica é
mariana, como também a última, de 15 de agosto,
como a confirmar o grande amor que se tem com
Maria mãe de Deus. Também os cristãos do Ociden-
te celebram o nascimento de Maria Santíssima na
mesma data, porém com menor solenidade. Essa
festa Mariana teve sua origem em Jerusalém na
metade do século V, onde permanecia viva a tradi-
ção da dedicação da igreja construída no lugar onde
surgia a casa dos santos Joaquim e Ana. Hoje as
novas igrejas construídas são dedicadas a um santo
ou a uma das denominações de Maria Santíssima e
esse momento é oficialmente marcado no dia 8 de
setembro. Nesse dia, faz-se a unção, incensação e
iluminação da nova igreja, a que se seguirá a cele-
bração da liturgia eucarística. Como somos templo
do Espírito Santo, Igrejas ambulantes, poderíamos
celebrar no dia do nosso nascimento, todos os ano,
o dia da dedicação das nossas vidas a Cristo e a sua
mãe Maria participando da eucaristia. Só uma idéia!
Inêz Abreu
DIA DA COMPREENSÃO
MUNDIAL
DICA DE SAÚDE
DIA DA DEDICAÇÃO - 8 DE SETEMBRO
Rua Cel Assis Gonçalves, 323
Bragança Paulista - SP
Tel/Fax: 2473-2555 - 2473-8030
Produtos
para sua Saúde!
Loja Ampla e Moderna
Estacionamento próprio
Dia 14 de Setembro - Festa da Exaltação da Santa Cruz.
No calendário litúrgico cristão há várias festas relacionadas à Cruz,
todas com a intenção de relembrar a crucificação de Jesus Cristo,
evento central da fé. Enquanto a Sexta-Feira Santa é dedicada à pai-
xão e crucificação, a festa da Exaltação da Santa Cruz, em 14 de
setembro, celebra a cruz como instrumento de salvação, fonte de san-
tidade e símbolo revelador da vitória de Jesus sobre o pecado e a
morte. A cruz sobre a qual Jesus sofreu era, originariamente, apenas
um instrumento material de sua morte. Mas já na época dos apóstolos
ela se transformou em símbolo de redenção operado por Cristo e, por-
tanto, símbolo da fé cristã. A antífona de entrada da missa, tirada de Romanos, exprime bem o sentido
profundo desta comemoração: “A cruz de nosso Senhor Jesus Cristo deve ser a nossa glória: nele está
a nossa vida e ressurreição; foi ele que nos salvou e libertou” (Fl 6,14).
7
MADEIREIRA
BRAGANTINA
Av. José Gomes da Rocha Leal, 134 - Taboão - Bragança Paulista
Tel.: (11) 4033-4048 - Fax: (11) 4033-2328
UNIMAGEM
Unidade de Diagnóstico por Imagem
Rua Bahia, 342 • Recreio Estoril
Atibaia • SP • CEP 12944-060
Ressonância Magnética • Tomografia Computadorizada
Mamografia • Densitometria Óssea • Radiologia
Ultrassonografia • Angiografia Digital
Fones (11) 4414-5029/5030
Fax (11) 4412-3267
Paul Wax LimpPaul Wax Limp
AGORA MERCADÃO DA LIMPEZA
SUPER ECONOMIA, E NO SEU CARRINHO VÃO
PRODUTOS DE LIMPEZA A PREÇOS BARATOS
PORQUE SOMOS DIFERENCIADOS
Amplo Estacionamento Entrega em Domicílio
Rua Alfredo Ortenzi, 133 - Jardim São José
(Próximo cabeceira da pista do aeroclube)
4032-3815 / 4033-2638 / 9916-5020
EM NOVO ENDEREÇO
Dia 10 de Setembro
Fundação do 1º Jornal
no Brasil
A atividade da imprensa
no Brasil chegou com a vin-
da da família real portugue-
sa, em 1808, já que, até
então, por ser uma colônia,
não era permitida, no país,
a publicação de jornais, li-
vros ou panfletos. Assim,
o primeiro jornal impresso
do Brasil – a Gazeta do Rio
de Janeiro – circulou, pela
primeira vez, no dia 10 de setembro de 1808. Anun-
ciado como semanário, o jornal na semana seguinte
ao lançamento já passava a bissemanais. Apesar de
ser o jornal oficial da corte, e, por isso, órgão oficial
do governo português, a Gazeta, que era dirigida por
Frei Tibúrcio José da Rocha, se apresentava como
independente. No entanto, as “noticias” eram, ba-
sicamente, comunicados oficiais e publicações so-
bre decisões reais. Mas também havia espaço para
notícias sobre política internacional.Por seu caráter
oficial, a Gazeta era considerada um jornal parcial
e comprometido. A cobertura dos conflitos entre a
França e a Inglaterra, por exemplo, era francamente
pró-Inglaterra.Em 1821, passou a se chamar ape-
nas Gazeta do Rio.Com a independência do Brasil,
em 1822, a publicação foi extinta, substituída pelo
Diário Fluminense, criado por Dom Pedro I.“Além da
finalidade de transmitir notícias, a imprensa tem um
papel muito importante que é a defesa dos direitos
humanos, denunciando as injustiças que acontecem
ou podem acontecer. A imprensa é a maior garantia
de defesa da liberdade com que conta o cidadão.”
PASCOM
FUNDAÇÃO DO
1º JORNAL DO BRASIL
PASTORAL FAMILIAR
Dia 27 de Setembro – Dia de São Vicente de Paula
“Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda
a tua alma e espírito e amarás ao teu próximo como a ti mesmo”
(Mat22,37.39). Se não foi o lema da vida deste santo, viveu como
se fosse. Grande sacerdote, gerado numa família pobre e religiosa,
trabalhou numa paróquia onde conviveu com as misérias materiais e
morais; esta experiência lhe abriu para as obras da fé. Numa viagem
foi preso e, com grande humildade, viveu na escravidão até converter
seu patrão e conseguiu depois de dois anos sua liberdade.Sabia muito
bem tirar dos ricos para dar aos pobres, sem usar as forças dos braços,
mas a força do coração. Morreu quase octogenário, a 27 de setembro
de 1660. Canonizado em 1737, São Vicentede Paulo é festejado no
dia de sua morte, pelos seus filhos e suas filhas espalhados nos quatro
cantos do mundo que fazem parte da Sociedade São Vicente de
Paulo ( SSVP). E por toda a sociedade leiga cristã engajada emcuidar
para que seu carisma permaneça pela ação de suas fundações,
que florescem, ainda, nos nossos dias, sempre a serviço dos mais
necessitados, doentes e marginalizados.
Dia 08 de Setembro – Dia da Natividade de Nossa Senhora
O dia em que Deus começa a pôr em prática o Seu plano eterno,
pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei
descesse para habitá-la. Esta “casa”, que é Maria, foi construída com
sete colunas, que são os dons do Espírito Santo. Segundo uma antiga
tradição os pais de Maria, Joaquim e Ana, não podiam ter filhos, até
que em meio às lágrimas, penitências e orações, alcançaram esta
graça de Deus.De fato, Maria nasce, é amamentada e cresce para
ser a Mãe do Rei dos séculos, para ser a Mãe de Deus. E por isso
comemoramos o dia de sua vinda para este mundo, e não somente o
nascimento para o Céu, como é feito com os outros santos, que tem
seus dias comemorados no dia de suas mortes. Sem dúvida, para nós
como para todos os patriarcas do Antigo Testamento, o nascimento
da Mãe, é razão de júbilo, pois Ela apareceu no mundo: a Aurora que
precedeu o Sol da Justiça e Redentor da Humanidade.
MATRIZ e CAPELA N. S. DO BOM PARTO
aniversário de nascimento
Adenilson Latorre Diez
Adilson Miraldi
Alzira Belli Farhat
Amanda Graziele Siqueira de Brito
Ana Maria Rosatto Servelhere
Antonia Alves de Oliveira Lima
Antonio Reginaldo Guazzelli
Apparecida de Almeida Negri
Apparecida Malengo Garcia
Fabiana de Fátima Alfano Gato
Gilmar Ferreira de Brito
Helena Silvério de Mattos
Ilton Amauri Zucco
João Luiz Servelhere
José Francisco de Toledo
Josiane Aparecida Bastos Sabbadini
Lourdes de Souza
Lúcia Queiróz Telles
Luciano Honório da Costa
Luiz Carlos Bueno Buzatto
Marcelo Gomes Malaquias de Jesus
Maria Cristina Cassiano Bim
Mirian M. Gutierrez
Nice Paredes Pessoa
Patrícia de Queiroz Achini
Regina Frugoli de Oliveira
Roque de Palma
Rosa Pavaretto Splendore
Sonia Maria de Oliveira Zago
Terezinha de Jesus Alves de Souza
Terezinha Vaz de Lima Silva
Vanda Cristina Tescke
Walter Minoru Yamada
Wilson Albuquerque Lima
aniversário de CASAMENTO
Amanda e Alex Bredariol de Brito
Custódia e Aldeci Nunes da Silva
Elisabete e José Carlos de Azevedo
Francisca e José Nani
Lisete Aparecida e José Antonio Gonçalves Filho
Marisa e Francisco Sérgio Ney
Michele Aparecida e Fernando Antonio Ferreira
Virgília Elisabete e Natalino Vieira de Moraes
BIRIÇA DO CAMPINHO
aniversário de nascimento
Adão Ap. Gonçalves de Camargo
André Luis Mazochi
Antonia Cristina Pereira
Cristiane Ap. de Oliveira
Creuza Cândida de Souza
Francisco Ap. Pereira
Hélio Donizete Cavallaro
Jesus Aparecido Bandeira
José Antonio Fontanive
Luzia Ap. Pereira de Souza
Lázaro Ap. Nobre da Luz
Maria de Lourdes F. de Souza
Mary Cristina de Souza Andrade
Orlanda Pereira Cavallaro
Prima de Souza Pereira
Romualdo Sebastião C. de Souza
Silvana Ap. Alves de Souza
Vander Ap. do Prado.
aniversário de casamento
Antonia e Francisco Ap. Pereira
Bernadete e Francisco Donizete C. de Souza
Jacira e Rivail de Moraes Cardoso
Maria Luiza e AntonioFelippe de Oliveira
Prima e Amarildo de Souza Dias
COMUNIDADE CHÁCARAS FERNÃO DIAS
aniversário de nascimento
Fabiana Martins Cavalcante
José Roberto Pires de Godoi
aniversário de CASAMENTo
Maria Neuma e Clausevi Celestino Pereira
Maria Rio e Caetano Ruiz
BIRIÇA DO VALADO
aniversário de nascimento
Denilson Donizete Ortiz
Emidio Antonio Cavallaro
Ivan Donizete Cavallaro
Jair Marques da Silva
Lourdes de Souza
Lucilene Ap. de Souza Prado
Luis P. de Souza
Pedro Antonio Cavallaro
Rafael Majoli
Solange Cardoso Ribeiro
Valdinéia dos Santos Ribeiro
aniversário de CASAMENto
Luiza Pereira da Silva e Rafael Majoli
Roselei e Clair Antonio da Rosa
COMUNIDADE SAGRADA FAMÍLIA
aniversário de nascimento
Áurea Prates Rodrigues
Éder Hugo Contell
José Roberto da Silva
Rosemeire G. do Carmo Martins
Valdeci Ribeiro Casenaves
aniversário de CASAMENTo
Denise e Juraci Ferreira França
Dia 02– quarta-feira
- 15H00’ – Missa da Saúde.
Dia 04 – sexta-feira
- 20h00’ – Missa votiva ao Sagrado Coração de
Jesus
Dia 24 – quinta-feira
- 20h00’ – Missa pelos 16 anos do Grupo de
Oração
Dia 29 – terça-feira
- 20h00’ – Reza do terço dos homens de São José
Dia 30 – quarta-feira
- 20h00’ – Hora Santa na Capela de N.Sra. do Bom
Parto
8
AGENDA DE OUTUBRODIZIMISTAS ANIVERSARIANTES
PREZADO DIZIMISTA
Caso seu nome não esteja aqui relacionado, favor procurar
um agente da Pastoral do Dízimo para atualização de seu
cadastro. Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Jornal dezembro
Jornal dezembroJornal dezembro
Jornal dezembro
 
Jornal julho
Jornal julhoJornal julho
Jornal julho
 
Jornal maio 2014
Jornal maio 2014Jornal maio 2014
Jornal maio 2014
 
Jornal março
Jornal marçoJornal março
Jornal março
 
Jornal outubro
Jornal outubroJornal outubro
Jornal outubro
 
Jornal abril 2015
Jornal abril 2015Jornal abril 2015
Jornal abril 2015
 
Jornal outubro 2014
Jornal outubro 2014Jornal outubro 2014
Jornal outubro 2014
 
Jornal fevereiro
Jornal fevereiroJornal fevereiro
Jornal fevereiro
 
Jornal abril 2014
Jornal abril 2014Jornal abril 2014
Jornal abril 2014
 
Jornal maio 2015
Jornal maio 2015Jornal maio 2015
Jornal maio 2015
 
Jornal agosto
Jornal agostoJornal agosto
Jornal agosto
 
Jornal março corrigido
Jornal março corrigidoJornal março corrigido
Jornal março corrigido
 
Jornal novemb ro (2)
Jornal novemb ro (2)Jornal novemb ro (2)
Jornal novemb ro (2)
 
Ecovida julho-Agôsto
Ecovida   julho-AgôstoEcovida   julho-Agôsto
Ecovida julho-Agôsto
 
Jornal outubro 2015
Jornal outubro 2015Jornal outubro 2015
Jornal outubro 2015
 
Jornal agosto 2015
Jornal agosto 2015Jornal agosto 2015
Jornal agosto 2015
 
Jornal setembro 2015
Jornal setembro 2015Jornal setembro 2015
Jornal setembro 2015
 
Jornal julho 2015
Jornal julho 2015Jornal julho 2015
Jornal julho 2015
 
Ecovida maio e .junho
Ecovida  maio e .junhoEcovida  maio e .junho
Ecovida maio e .junho
 
Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014
 

Semelhante a A Palavra de Deus: lâmpada para os nossos pés

Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 porMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 porMaike Loes
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...ParoquiaDeSaoPedro
 
Livro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfLivro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfNuno Melo
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...ParoquiaDeSaoPedro
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009guestab52b4
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...ParoquiaDeSaoPedro
 
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)Bernadetecebs .
 
Revista Boa Vontade, edição 197
Revista Boa Vontade, edição 197Revista Boa Vontade, edição 197
Revista Boa Vontade, edição 197Boa Vontade
 
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018Lada vitorino
 

Semelhante a A Palavra de Deus: lâmpada para os nossos pés (20)

Folha informativa 01-01-2017
Folha informativa 01-01-2017Folha informativa 01-01-2017
Folha informativa 01-01-2017
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 porMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
 
Semeando outubro 2011
Semeando outubro 2011Semeando outubro 2011
Semeando outubro 2011
 
425
425425
425
 
Livro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfLivro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdf
 
402
402402
402
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Setemb...
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
390
390390
390
 
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)
EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45)
 
405
405405
405
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
 
Revista Boa Vontade, edição 197
Revista Boa Vontade, edição 197Revista Boa Vontade, edição 197
Revista Boa Vontade, edição 197
 
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
 

Mais de saojosepascom

Mais de saojosepascom (10)

Jornal junho 2016
Jornal junho 2016Jornal junho 2016
Jornal junho 2016
 
Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016
 
Jornal maio 2016
Jornal maio 2016Jornal maio 2016
Jornal maio 2016
 
Jornal julho 2016 final
Jornal julho 2016 finalJornal julho 2016 final
Jornal julho 2016 final
 
Jornal novembro 2015
Jornal novembro 2015Jornal novembro 2015
Jornal novembro 2015
 
Jornal agosto 2015
Jornal agosto 2015Jornal agosto 2015
Jornal agosto 2015
 
Jornal julho 2015
Jornal julho 2015Jornal julho 2015
Jornal julho 2015
 
Jornal julho 2013
Jornal julho 2013Jornal julho 2013
Jornal julho 2013
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
 
Jornal abril 2015
Jornal abril 2015Jornal abril 2015
Jornal abril 2015
 

A Palavra de Deus: lâmpada para os nossos pés

  • 1. Queridos irmãos e irmãs em Cristo, Vivenciamos o mês deAgosto muito rico em aprofundamentos sobre a Vocação. Dizer que setembro é o mês dedicado à Bíblia não significa que ela só deve ser lida, meditada e vivenciada neste período; todos os dias, meses e anos devem ser dedicados à Palavra de Deus. Neste sentido, devemos avivar, em cada pessoa, especialmente cristã, a importância que a Bíblia tem em suas vidas. Ela é fonte de alimento da fé e força espiritual na caminhada; orienta, guia e forma as pessoas para a vida humana e cristã. Os santos dão exemplos de como vivenciaram os valores perenes do Evangelho, da Boa Nova. Desta forma devemos escutar, acolher, pôr em prática e anunciar a Palavra de Deus. Que nossa vida seja sempre iluminada pela Palavra de Deus, fonte que deve sempre jorrar para nossa vida e a vida dos irmãos. Boa leitura! “Felizes são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” Lucas 11:28 PASCOM “LÂMPADA PARA OS MEUS PÉS, LUZ PARA OS MEUS CAMINHOS” Em setembro a Mãe-Igreja nos propõe que este é o “MÊS DA BÍBLIA”. Não que devamos ler o livro sagrado apenas durante esse mês. Somos convidados, com insistência nestes trinta dias a uma reflexão mais profunda sobre o conteúdo das Sagradas Escrituras, trazendo os seus ensinamentos para o nosso tempo, para a nossa vida. A Igreja escolheu esse mês para mostrar a importância da Palavra de Deus e o faz em homenagem a São Jerônimo, cuja festa é celebrada no dia 30 de setembro. Ele foi um presbítero, monge, tradutor, escritor, filósofo, teólogo, retórico, gramático, dialético, historiador, exegeta e doutor. Conhecia como ninguém as sagradas escrituras. Para Jerônimo,“Cristo representa o Poder e a Sabedoria de Deus. Ignorar as escrituras é ignorar o próprio Cristo”. A Santa Igreja, Mãe e Mestra, no ano 420, declarou São Jerônimo padroeiro dos estudos bíbli- cos. Ele dedicou a sua vida nesse conhecimento. Para você, irmão (irmã), que significado tem a Palavra de Deus? Sabe que ali, nos livros sagrados, encontraremos as respostas para todas as nossas dúvidas, nossos medos, nossa vida? A Sagrada Escritura é sempre viva e eficaz. Por isso, nos, membros da Igreja,somos chamados a ser como aquela comunidade que “escuta religiosa e santamente a palavra de Deus, a guarda e fielmente a pratica”. Celebrar o Mês da Bíblia vai nos ajudar a nos familiarizarmos sempre mais com os textos sagra- dos, não só pela leitura que deles se faz na liturgia dominical, mas em nossas leituras e meditações pessoais ou nos círculos bíblicos e grupos de reflexão (você sabia que estamos tendo na paróquia estudo bíblico sobre o Evangelho de Lucas?). Ler a Bíblia é ouvir e falar com Deus. “Lâmpada para os meus pés, luz para os meus caminhos”. Boa Leitura! João Cerasoli Pastoral Familiar ASemente ParóquiaSãoJosé BragançaPaulista/SP AnoVIII-Ediçãonº81-Setembro/2013 EDITORIAL MENSAGEM DO MÊS NESTA EDIÇÃO Página 2 Página 8Página 3 e 4 Página 5, 6 e 7 Cajado do Pastor e Palavra do Papa Coluna Jovem, Dicas de Saúde, Espaço do Paroquiano Agenda, Dizimistas AniversariantesAconteceu na Matriz e nas Comunidades Pastoral da Comunicacão PASCOM Paróquia São José
  • 2. ANGELUS (Festa Assunção de Nossa Senhora) Praça da Liberdade – CastelGandolfo Quinta-feira, 15 de agosto de 2013 Queridos irmãos e irmãs, ao término desta Celebração nos dirigimos à Virgem Maria com a oração do Angelus. O caminho de Maria rumo ao Céu começou com aquele “sim” pronunciado em Nazaré, em resposta ao Mensageiro celeste que lhe anunciava a vontade de Deus para ela. E na realidade é justamente assim: cada “sim” a Deus é um passo rumo ao Céu, rumo à vida eterna. Porque o Senhor quer isto: que todos os seus filhos tenham a vida em abundância! Deus nos quer todos consigo, na sua casa! Aparecem infelizmente notícias dolorosas do Egito. Desejo assegurar a minha oração por todas as vítimas e s seus familiares, pelos feridos e por todos os que sofrem. Rezemos juntos pela paz, pelo diálogo, pela reconciliação naquela querida Terra e no mundo inteiro. Maria, Rainha da Paz, rogai por nós: todos digamos: Maria, Rainha da paz, rogai por nós. Desejo recordar o 25º aniversário da Carta Apostólica Mulierisdignitatem, do Beato Papa João Paulo II, sobre a dignidade e a vocação da mulher. Este documento é rico de ideias que merecem ser retomadas e desenvolvidas; e na base de tudo está a figura de Maria. Façamos nossa a oração presente no fim desta Carta Apostólica (cfr n.31): a fim de que, meditando o mistério bíblico da mulher, condensado em Maria, todas as mulheres encontrem a si mesmas e a plenitude da sua vocação e em toda a Igreja se aprofunde e se entenda mais o tão grande e importante papel da mulher!Se São Pedro “fecha” as portas do Paraíso Maria as abre, diz o Papa às religiosas de clausura: o Papa Francisco teve um encontro com as clarissas do Mosteiro de clausura de Albano antes do Angelus e lhes disse que se São Pedro “fecha” as portas do Paraíso aos pecadores, Maria as abre. Essa também é a missão de vocês, levar através de sua oração mais homens e mulheres à vida eterna com Deus. O Papa “ao conversar com as irmãs, estava tranquilo, relaxado como se não tivesse nada para fazer ou como se não pensasse em alguma coisa. Elas comentaram que ele falou de um modo de Maria nesta Solenidade da Assunção, que as tocou muito. porque a mulher consagrada é um pouco como Maria”. Disseram: “Contou-nos uma bela história, que nos fez a todos rir, inclusive ele mesmo: Maria está à porta do Paraíso; São Pedro nem sempre abre a porta quando chegam os pecadores e, por isso, Maria sofre um pouco, porém, permanece ali, quieta. E à noite, quando se fecham as portas do Paraíso, quando ninguém vê e ouve, Maria abre a porta do Paraíso e deixa entrar todos. Nisto vimos a nossa missão, a nossa vocação. Creio que seja justamente isto. E hoje o Papa em poucas palavras nos disse isso. É difícil expressar os sentimentos que vivemos neste breve, mas intenso encontro (com o Papa Francisco), porém, o Santo Padre deixou- nos o seguinte: exortou-nos a viver profundamente a nossa vocação permanecendo fiéis ao nosso carisma, portanto, naquela simplicidade, naquela busca do essencial, naquela pobreza que nos faz sentir, todas, irmãs. Foi um momento que é difícil expressar verdadeiramente! Porém, foi uma alegria e uma força que chama ainda mais a uma responsabilidade autêntica, verdadeira, da nossa resposta ao Senhor pela Igreja e pelo Santo Padre”. PASCOM Queridos Paroquianos de São José, neste mês de Setembro quero abordar um tema fundamental na vida do ser humano e tantas vezes anunciada por Jesus; a Paz. “Bem aventurados os que promovem a paz, por- que serão chamados filhos de Deus” (Mt 5,9). Por diversas vezes ao encontrar-se com os seus discípulos, Jesus anuncia esse precioso dom a to- dos os seus, mostrando o caminho de uma convi- vência real e verdadeira. Neste mês se celebra o Dia Internacional da Paz, declarado pela ONU em 30 de novembro de 1981, e comemorado em 21 de setembro. Em 21 de setembro de 2006, por ocasião do Dia Internacional da Paz, Kofi Annan afirmou: Há vinte e cinco anos, a Assembleia Geral (ONU) proclamou o Dia Internacional da Paz como um dia de cessar- -fogo e de não violência em todo o mundo. Desde então a ONU tem celebrado este dia, cuja finalidade não é apenas que as pessoas pensem na paz, mas sim que façam também algo a favor da paz. No coração do homem, há poucas palavras tão queridas e sonhadas como a paz. Talvez a consciên- cia moderna de que as guerras alcançaram propor- ções antes insuspeitas, arrasando cidades, povos e famílias, e também a consciência de que hoje, pela primeira vez, a humanidade possui armas capazes de destruir a humanidade e a civilização em uma guerra-relampago, tenham despertado ainda mais o anseio de paz que é inerente ao homem. Foi nesse contexto que João XXIII proclamou sua mensagem de paz: Pacem in Terris. E que o Vaticano II desenvolveu amplamente esse tema de candente atualidade (GaudiumetSpes) E, num con- texto bem diferente, os documentos de Medellin co- locaram posteriormente a urgência de uma paz que seja fruto da justiça. A tarefa da Igreja e dos cristãos no campo da paz e da convivência deve ser exemplar e pionei- ra. A busca da unidade e do amor está na essên- cia da mensagem cristã. Mas esse é o espirito que deve animar todos os homens. Agora devemos criar meios para que esse espirito de paz possa fazer-se cada dia mais real e concreto. Sem essa dimensão, o espirito de unidade estará sempre sob o risco de se dissipar ou reduzir-se a belas teorias. Por isso, todos nós cristãos devemos contribuir com todo o nosso esforço e todo o nos- so entusiasmo democrático para que a construção da sociedade humana universal seja uma realidade o mais rápido possível, e que possamos viver ver- dadeiramente essa paz que nasce do coração de Deus. Neste sentido, que possamos continuar rezando pela paz no mundo, principalmente pelos países que estão passando momentos difíceis e de conflitos. Shalom a todos... Pe. Jeferson F. Mengali 2 PALAVRA DO PAPA Souza Silva CORRETORA DE SEGUROS Souza Silva Adm. Corr. Seguros Ltda. Rua Tupi, 153 - Sala 04 - Taboão - Brag Pta - SP - CEP 12.900-290 Fone/Fax: (11) 4032-0450 / 4033-7586 e-mail: sscorr@terra.com.br O CAJADO DO PASTOR DIA INTERNACIONAL DA PAZ Rua Arthur Siqueira, 29 - Bragança Paulista - SP mecanicabarca@hotmail.com Tel/Fax: 4033-3684 Dia 19 de Setembro – Dia de São Geraldo Padroeiro das mães e das crianças enfermas São Geraldo nasceu em Muro na Itália, no dia 23 de abril de 1726, de pais pobres, mas fervorosos cristãos. Quis tornar-se capuchinho, mas como era magro e fraco, foi-lhe recusada à acolhida. Aos 22 anos entrou como Irmão Leigo na Congregação do Santíssimo Redentor fundada havia 15 anos por santo Afonso de Ligório, onde desempenhou os ofícios humildes de alfaiate, jardineiro, sacristão, porteiro e enfermeiro, dando sempre em tudo provas das virtudes mais eminentes. São Geraldo realizou milagres edificantes, que converteram a muitas pessoas. Caluniado por uma jovem, SantoAfonso, diante do silêncio de Geraldo, proibiu-lhe a recepção da comunhão e todo relacionamento com pessoas de fora. A proibição de comungar era-lhe duríssima, mas procurava consolar- se, dizendo: “Eu o trago no coração”. Um dia a jovem caluniadora se retratou e santo Afonso imediatamente suspendeu a punição. E o bom Geraldo, numa alegria incontida, retornou a comunhão cotidiana. Morreu no dia 16 de outubro de 1755 com 29 anos. São Geraldo é protetor das crianças enfermas e das mães ao darem a luz. A sua canonização solene no dia 11 de dezembro de 1904 por Sua Santidade Pio X deu início a uma nova fase de glórias para o nosso “SANTO MILAGROSO”.
  • 3. 3 Dr. Carlos Eduardo Falleiros Dr. Felipe M. C. V. Falleiros CRO 22762 CRO 76451 Implante Prótese Ortodontia Clínica Geral Cirurgia R. Octaviano Machado, 26 Santa Luzia 4034-0522 ODONTOLOGIA ESPECIALIZADAODONTOLOGIA ESPECIALIZADA Especialista em Implantodontia Av. Antonio Pires Pimentel, 907 - Bragança Paulista sdomincontabil@uol.com.br Fone / Fax: (11) 4034-3049 SÃO CONTABILIDADE blocos e lajes. ltda. BIRIÇÁ Blocos e Lajes Ltda. IRMÃOS BARLETTA - CREA - 0372392 ESCRITÓRIO: (11) 4035-1878 9989-3388 FÁBRICA: (11) 4031-8295 Depósito: AV. DOS IMIGRANTES 4289 - JD. SÃO LOURENÇO - BRAGANÇA PAULISTA - SP Matriz: SÍTIO SÃO CLEMENTE - BAIRRO BIRIÇÁ DO VALADO - BRAGANÇA PAULISTA - SP LAJES CONVENCIONAL E TRELIÇADA DIA DOS PAIS – MATRIZ E CAPELA DO BOM PARTO ACONTECEU NA MATRIZ 5º ENCONTRO DOS NAMORADOS “Não tenhais medo!” foi o que nos disse Jesus no evangelho do dia dos Pais – domingo dia 11 de agosto. Você recebeu o dom de ser o vigilante da família. O suporte, a força maior, o abraço amigo e seguro dos filhos. Aquele que conduz com coragem sua família à grande barca onde Jesus nos chama a ter fé e ir ao seu encontro. “Não tenhais medo, pois eu estou com você e fortaleço a sua fé.” No dia 10 de agosto, aconteceu na Matriz, o 5º Encontro de Namorados, houve dinâmica, músicas e exposição com debate sobre temas relacionados ao na- moro cristão. Foram abordados temas como descoberta, autoconhecimento, vocação, diálogo e alicerce. Tivemos um testemunho acompanhado de uma bela surpresa, fomos surpreendidos com o noivado de Eduardo e Cintia e com direito a participação dos familiares. É o fruto dos encontros, que este seja o primeiro de muitos. Legenda:JacquelineR.deAlmeidaCosta–PASCOMLegenda:RitadeCássiaAlmeida–PastoralFamiliar ACONTECEU NA CAPELA NOSSA SENHORA DO BOM PARTO TRÍDUO NOSSA SENHORA DO BOM PARTO No primeiro dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto e também dando início a Semana da Família, a Santa Missa foi celebrada pelo Pe. Edilson da Paróquia do Menino Jesus e São Benedito, da cidade de Francisco Morato. Em sua celebração nos deixou a seguinte mensagem: Precisamos trabalhar para que a família seja o fundamento da sociedade. Para a família ser estruturada é preciso ter fé. A fé precisa ser plantada como a semente na terra, deve ser adubada, regada com muito cuidado e carinho. É como uma criança que tendo o contato com Deus desde o ventre materno, ela se sente intimamente ligada à igreja, pois, a fé foi plantada no seu coração através de sua mãe desde cedo.
  • 4. 4 No terceiro dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto, a santa missa foi celebrada pelo Pe. Genildo da Paróquia de Santa Rita de Cássia da cidade de Itatiba e também o Pe. Antônio da cidade de Campo Limpo Paulista. Em sua celebração nos deixou a seguinte mensagem: A Palavra de Deus nos mostra o amor infinito de Deus por aquele que professa a fé. Devemos amar a Deus acima de tudo, e viver intensamente esse amor, pois Ele nos dá a esperança de vida eterna. Deus mostra sua infinita misericórdia através do sacramento da confissão, não devemos deixar passar despercebida essa graça. E também olhando para Maria, modelo de mulher, que intercede junto a Jesus por todos nós, demos nosso muito obrigado a ela. No segundo dia do Tríduo de N. Sra. do Bom Parto e seguindo com a Semana da Família, a Santa Missa foi celebrada pelo Pe. Tarcísio da Paróquia de Santo Antônio do Abacaxi, da cidade de Itatiba. Em sua celebraçãonos deixou a seguinte mensagem: Lembrando-se das palavras de sua Santidade o Papa Francisco, que nos diz do grande desafio que é a educação dos filhos. Devemos ter uma sólida postura para educar. Educar é diferente de criar. Em primeiro lugar temos que nos aliar a Deus para educar em qualquer época, pois, as épocas mudam, mas os valores permanecem. Jesus sempre acolheu com misericórdia todos aqueles que eram desprezados pela sociedade e nos ensina que o maior valor é o da vida humana e a família. Os pais sempre têm coisas boas para dizerem aos seus filhos, é fazer a coisa certa, na hora certa e do jeito certo, para educar com sabedoria, e ajuda muito dando testemunho de vida honrada e amorosa. Legenda:NormaReginadeLima–PASCOM MISSA DO DIA DE NOSSA SENHORA DO BOM PARTO No dia 15, foi celebrada pelo Pe. Jeferson a Santa Missa em louvor a N. Sra. do Bom Parto, e também comemoramos o 7º Ano da posse do Pe. Jeferson na Paróquia de São José. Esta foi a mensagem do Pe. Jeferson: Todos nós sabemos da grandeza de Maria no plano da salvação. Não dá pra separar Maria do plano da salvação. Ela foi escolhida por Deus para sera mãe de Jesus. A Arca da Aliança do Antigo Testamento se transforma em Maria, ela é quem traz o Cristo para nós. Jesus, Maria e José modelo de família a seguir, para que pai e mãe nunca desistam da missão e vocação que assumiram com o Cristo no dia do casamento de zelarem pelos seus filhos. Que Maria sob o título de N. Sra. do Bom Parto, abençoe a todas as mães, as gestantes e as famílias. Legenda:NormaReginadeLima–PASCOM
  • 5. Nesse mês pediram para que eu escrevesse um pouco sobre a minha experiência na Jornada. Então vamos lá: O que falar sobre a Jornada? A melhor experi- ência da minha vida! Desde a semana missionária com os franceses, até a vigília em Copacabana! Eu nunca irei esquecer! A Jornada foi um grande sonho realizado. Esse sonho começou em outubro de 2011, quando nós recebemos a Cruz peregrina e o Ícone de Nossa Se- nhora em Bragança! Apartir desse momento, nós dissemos: vamos tra- balhar e juntos vamos realizar esse sonho!Durante 1 ano e 8 meses vendemos rifas, brigadeiros, milho e cachorro quente! E finalmente conseguimos atingir nosso objetivo! Valeu a pena todo e qualqueresforço que fizemos para a realização desse sonho! Valeu a pena andar 10 km, valeu a pena dormir na calçada de Copacabana, valeu a pena ficar sem banho por dois dias e enfrentar filas enormes para usar o banheiro! Faria tudo de novo? SIM! Eu faria tudo de novo para mostrar mais uma vez a FORÇA, e a FÉ do jovem cristão para o mundo! Um dos momentos mais emocionantes da Jorna- da, para mim, foi quando nós entramos no último tú- nel que dava acesso para Copacabana, e tinha por volta de uns 2000 jovens lá, com bandeiras do Bra- sil, da Polônia, do México, e de vários outros países gritando junto com os brasileiros: “Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor” e também gri- tavam: “Essa é, a juventude do Papa! Essa é a ju- ventude do Papa!”. Simplesmente maravilhoso! Quando chegamos a Copacabana a emoção to- mou conta de todos!Ver milhares de jovens reunidos pelo mesmo ideale sentir a presença do Papa Fran- cisco bem de pertinho foi uma sensação indescrití- vel. O mais legal de tudo o que aconteceu, é que eu vivi isso com os meus pais, que foram fundamentais para a realização desse sonho! Eles me apoiaram e ajudaram desde o começo. Fico muito feliz de ter compartilhado esse momento tão especial na minha vida com eles! A Jornada Mun- dial daJuventude foi também, um mo- mento de aprendi- zado! Dormimos na rua por uma noite e percebemos como é difícil a vida des- sas pessoas que vivem na rua, não tem onde morar e nem família! Não passamos fome e nem sede como os mo- radores de rua que passam por isso todos os dias entre outras dificuldades! E realmente não é fácil! Quero agradecer ao grupo IGNIS, pela união! Ao longo desses anos eu fiz amizades, que são as me- lhores que eu tenho. Nós nos mantivemos unidose conseguimos realizar nosso sonho JUNTOS ! Um grande abraço a todos os membros do IGNIS! Tenho certeza que as lembranças dessa JMJ fi- carão para sempre dentro do meu coração! E agora, temos que cumprir a missão que o nos- so querido Papa Francisco nos confiou: Vamos fazer discípulos entre todas as nações! Maria Clara Silva Grupo de Jovens IGNIS Dia 29 de Setembro Dia Mundial do Coração Como está o seu coração? Quais os sentimentos que cultiva nele? Seu Peito é aberto para que todos possam ter acesso ao seu coração ou é fechado e nem ao menos sente o coração a bater no peito? Dia 29 de setembro, é o dia mundial dedicado a esta reflexão, todos nós sabemos, ou melhor, temos co- nhecimento dos cuidados com a saúde que deve- mos ter para mantermos um coração saudável: Não fumar, termos uma boa alimentação, praticar exer- cícios físicos, enfim levar uma “vida saudável”. Este ano o foco da campanha para este dia está nas mu- lheres e principalmente nas crianças. Mas será que alimentando, isto é cultivando bons hábitos alimentares nas crianças e deixando de cul- tivar o amor e bons hábitos de convivência familiar, que mais tarde refletirão na convivência em socie- dade, será que nossas crianças se tornarão adul- tos mais saudáveis? É claro que uma alimentação saudável faz toda a diferença, mas o amor, que é o sentimento que engloba todos os outros bons senti- mentos, o alimentar o amor desde cedo em nossas crianças, fará crescer pessoas mais alegres, bem dispostas, com fome e sede de viver. E esta fome e sede de viver a fará ter uma alimentação saudável para o corpo, pois seu coração precisa de energia para manter o ciclo da vida, do qual vou denominar “o ciclo do bem”. O cigarro entre tantas outras drogas pode trazer uma falsa sensação de bem estar, mas nada mais é do que uma sensação, que corrói a saúde aos pou- cos, não só o coração, mas todo o corpo. Atrás de toda droga, de todo usuário, se esconde um coração que anseia pelo bem estar do corpo e da alma e é enganado por uma simples e curta sensação, por isso procuram cada vez mais e com mais frequên- cia estarem sob o efeito desta falsa sensação. As mulheres muitas vezes, se entregam as drogas tam- bém por outro motivo, pois aliado ao falso bem estar, está a estética, pois as drogas inibem um pouco a ansiedade, daí alimentam-se menos e acabam ema- grecendo. Mas tanto por um motivo ou pelo outro, se nossas crianças forem saciadas desde cedo com muito amor, não precisarão mais tarde de falsas sensações para o bem estar, pois estarão fazendo parte do ciclo do bem, ao qual denominei anterior- mente. Será que colocar nossas crianças em várias atividades esportivas desde cedo fará com que cres- çam com bem estar, com um bom preparo físico, com mais disposição para manter um coração mais forte? Com certeza, mas se não colocarmos amor em nossas atividades diárias com nossas crianças, à medida que forem crescendo, provavelmente sen- tirãonecessidade de um maior bem estar, pois terão um vazio dentro de si, por falta de amor e podem até se entregar as “falsas sensações”. Ou simplesmente correrem e correrem atrás do bem estar, mas numa via paralela, que pode sem perceber, estarem fazen- do um caminho inverso. Mas se o amor for a base de toda atividade, manterão um coração forte, não só muscular mas, emocionalmente e isto os fará a entrarem no ciclo do bem. Enfim, vamos fazer do ciclo do bem um caminho de mão única que sempre nos manterá ativos com o verdadeiro bem estar. Se entrarmos neste ciclo, não só a sociedade futura terá motivos para agradecer, mas o seu coração, que é um órgão que estando bem, todo o organismo receberá sangue novo, isto é, força e vitalidade para combater problemas e situ- ações inesperadas. E agora eu pergunto novamen- te: E o seu coração, como está? Jacqueline Rodrigues de Almeida Costa Pascom 6 COLUNA JOVEM ESPAÇO DO PAROQUIANO COMPRA - VENDA - INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS ALAMEDA POLÔNIA, 34 BRAGANÇA PAULISTA - SP CEP 12916-160 TEL.: (11) 4034-0543 FAX: (11) 4032-0044 CEL.: (11) 9989-1887 CACOCI CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS DE IMÓVEIS LTDA. CRECI 6.414-J www.cacociimoveis.com.br
  • 6. 5 AUGUSTO ALBERTO ROSSI R. Santa Clara, 1017 - Centro PABX: 4033-2021 Estacionamento Privativo para clientes Desde 1972 OAB/SP 27.126 ROSSANO ROSSI OAB/SP 93.560 ADVOGADOS Dentre as datas comemorativas ao longo do ca- lendário temos, no dia 17 de setembro, O DIA DA COMPREENSÃO MUNDIAL. Chama-nos a atenção esta data. Ela quer lembrar a cada um de nós, que se quisermos viver como seres humanos devemos nos esforçar por entender os sentimentos do outro. O que é afinal a compreensão? - A capacidade que eu tenho de perceber e aco- lher dentro de mim o diferente, descobrindo nele valores que completam minha visão de mundo e dos meus semelhantes. Esta atitude, como exercí- cio diário, amplia e completa minha própria pessoa. Certamente, o que você acaba de ler descreve uma tarefa que não é fácil. Exige tempo e dedicação para eu chegar ao entendimento do outro. E aqui esbarramos com uma condição: o tempo, que nos ocupa cada vez mais com as coisas e nos distancia das pessoas; mas, não podemos esquecer que é somente nas pessoas que estão os sentimentos. E devemos, então, confessar: Como vivemos em um mundo onde tudo é para ontem, os dias passam e na sua maioria não observamos as pessoas. Evidentemente compreender o outro não sig- nifica que eu deva aceitar tudo o que o outro faz. A compreensão que manifesta amor pressupõe a capacidade de discordar daquele a quem eu amo. Alguém que só concorda com você não o ajudará a crescer. A compreensão entre os seres humanos só será plena se ela se manifesta na cumplicidade. Por isso, ela exige igualmente recíproca responsabilidade. Se por um lado nosso desejo de dominar o se- melhante enfraquece nossa compreensão, por ou- tra parte, o esforço sempre renovado de enxergar o outro a partir de seus valores fortalece nossa vonta- de de acolhê-lo. Como vimos na definição, a compreensão do ou- tro nos leva a respeitar diferenças, o que nos ajuda a compreender que não somos donos da verdade, e o fato de acolher a outra parte não nos anula. Se nos voltarmos ao conteúdo da celebração deste dia, reconhecido mundialmente como sendo: Dia da Compreensão Mundial teremos razões de sobra para buscar mais compreensão. O que mais almejamos é Paz e esta só será vivida na medida em que os humanos partilharem sentimentos de compreensão. Se quisermos construir uma humani- dade onde o amor, o respeito e solidariedade, enfim, a paz prevaleça, será preciso demonstrar compre- ensão a cada pessoa, e a todas as nações e res- peitar as diferenças étnicas culturais e religiosas e ter sempre presente que não somos filhos únicos do planeta, mas somos irmãos. Conrado Vasselai 15 de setembro - Dia do Musicoterapeuta -Vale a pena conhecer mais sobre esse grande profissional!- Desde abril de 1991, o dia 15 de setembro é dedicado ao profissional musicoterapeuta, quando o então governador do estado de São Paulo, Luiz Antonio Fleuri, designou tal data para homenagear os musicoterapeutas paulistas. Logo em seguida, tal comemoração passou a abranger todo o terri- tório nacional. Pouquíssimos brasileiros, quando questionados, saberiam dizer quem é e o que faz o musicoterapeuta, pois este profissional, apesar de desempenhar um trabalho bastante importan- te, principalmente na área da saúde, não tem uma disseminação tão abrangente de suas funções em nossa sociedade como outros profissionais equiva- lentes – psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisio- terapeutas, etc. O musicoterapeuta é um profissio- nal graduado ou especializado em musicoterapia. Mas o que é Musicoterapia? Segundo a mais recente definição da Federação Mundial de Musicoterapia (World Federationof Music Therapy), musicoterapia é a utilização profissional da música e seus elementos, como uma intervenção em ambientes médicos, educacionais e cotidianos com indivíduos, grupos, famílias ou comunidades que buscam otimizar sua qualidade de vida e me- lhorar suas condições físicas, sociais, comunicati- vas, emocionais, intelectuais, espirituais, de saúde e bem estar. Como se pode notar, a musicoterapia pode ser empregada em diversos ambientes e situa- ções e por inúmeros motivos, a fim de contribuir com o bem estar geral do indivíduo que dela precisa. O grande diferencial da musicoterapia é a ferramenta utilizada para alcançar seus objetivos terapêuticos: a música e/ou seus elementos. Este tipo de prática já é adotado pelo homem desde a antiguidade, no entanto, foi somente após a segunda guerra mundial que estudos científicos passaram a ser implemen- tados de forma a comprovar a eficiência na utiliza- ção de técnicas musicoterapêuticas. O atendimento musicoterapêutico pode ser realizado por um profis- sional graduado ou especialista em Musicoterapia e abrange diversas áreas, como: Prevenção: gestantes, bebês, crianças, adoles- centes, adultos, idosos; Habilitação/Reabilitação: síndromes genéticas, lesões cerebrais, doenças mentais, disfunções mo- toras, dificuldades de aprendizagem, de conduta, de comunicação, neurológicas e emocionais, depen- dências químicas e compulsões, transtornos psico- lógicos e psiquiátricos; Hospitalar: oncologia, coma, dor, pré e pós cirúr- gicos, etc.; Geriatria: Alzheimer, Parkinson, etc. Os tipos de atendimento também são diversifica- dos: Individual ou em grupo; Domiciliar; Empresa- rial/Institucional; Terapia para casais ou familiar; Workshops terapêuticos. No Brasil, a Musicoterapia vem aos poucos ga- nhando seu espaço, tendo sido reconhecida no Ministério do Trabalho e do Emprego e incluída no Código Brasileiro de Ocupações (CBO) sob o códi- go 2239-15. E, mais recentemente, no SUAS (Siste- ma Único de Assistência Social), passando então, a ser ofertada pelo governo à população atendida no CRAS (Centro de referência em Assistência Social). Nós do Jornal “A Semente” parabenizamos todos os musicoterapeutas e estudantes de musicoterapia brasileiros, desejando-lhes muito sucesso profissio- nal! Fonte: http://www.musicoterapiajundiai. com/2011/09/15-de-setembro-dia-do- -musicoterapeuta.html Amanda Graziele Siqueira No dia 8 de setembro, celebra-se a festa da Nati- vidade da Santíssima Mãe de Deus sempre Virgem Maria, que é a primeira das Doze grandes festas do ano litúrgico bizantino. Para festas com data fixa, o ano litúrgico começa no dia 1º de setembro; tem- pos atrás, essa data registrava também o início do ano civil no Oriente. Esse costume tem sua origem numa tradição hebraica que fixava o início do novo ano, período que corresponde ao nosso setembro/ outubro. Portanto a primeira grande festa litúrgica é mariana, como também a última, de 15 de agosto, como a confirmar o grande amor que se tem com Maria mãe de Deus. Também os cristãos do Ociden- te celebram o nascimento de Maria Santíssima na mesma data, porém com menor solenidade. Essa festa Mariana teve sua origem em Jerusalém na metade do século V, onde permanecia viva a tradi- ção da dedicação da igreja construída no lugar onde surgia a casa dos santos Joaquim e Ana. Hoje as novas igrejas construídas são dedicadas a um santo ou a uma das denominações de Maria Santíssima e esse momento é oficialmente marcado no dia 8 de setembro. Nesse dia, faz-se a unção, incensação e iluminação da nova igreja, a que se seguirá a cele- bração da liturgia eucarística. Como somos templo do Espírito Santo, Igrejas ambulantes, poderíamos celebrar no dia do nosso nascimento, todos os ano, o dia da dedicação das nossas vidas a Cristo e a sua mãe Maria participando da eucaristia. Só uma idéia! Inêz Abreu DIA DA COMPREENSÃO MUNDIAL DICA DE SAÚDE DIA DA DEDICAÇÃO - 8 DE SETEMBRO Rua Cel Assis Gonçalves, 323 Bragança Paulista - SP Tel/Fax: 2473-2555 - 2473-8030 Produtos para sua Saúde! Loja Ampla e Moderna Estacionamento próprio
  • 7. Dia 14 de Setembro - Festa da Exaltação da Santa Cruz. No calendário litúrgico cristão há várias festas relacionadas à Cruz, todas com a intenção de relembrar a crucificação de Jesus Cristo, evento central da fé. Enquanto a Sexta-Feira Santa é dedicada à pai- xão e crucificação, a festa da Exaltação da Santa Cruz, em 14 de setembro, celebra a cruz como instrumento de salvação, fonte de san- tidade e símbolo revelador da vitória de Jesus sobre o pecado e a morte. A cruz sobre a qual Jesus sofreu era, originariamente, apenas um instrumento material de sua morte. Mas já na época dos apóstolos ela se transformou em símbolo de redenção operado por Cristo e, por- tanto, símbolo da fé cristã. A antífona de entrada da missa, tirada de Romanos, exprime bem o sentido profundo desta comemoração: “A cruz de nosso Senhor Jesus Cristo deve ser a nossa glória: nele está a nossa vida e ressurreição; foi ele que nos salvou e libertou” (Fl 6,14). 7 MADEIREIRA BRAGANTINA Av. José Gomes da Rocha Leal, 134 - Taboão - Bragança Paulista Tel.: (11) 4033-4048 - Fax: (11) 4033-2328 UNIMAGEM Unidade de Diagnóstico por Imagem Rua Bahia, 342 • Recreio Estoril Atibaia • SP • CEP 12944-060 Ressonância Magnética • Tomografia Computadorizada Mamografia • Densitometria Óssea • Radiologia Ultrassonografia • Angiografia Digital Fones (11) 4414-5029/5030 Fax (11) 4412-3267 Paul Wax LimpPaul Wax Limp AGORA MERCADÃO DA LIMPEZA SUPER ECONOMIA, E NO SEU CARRINHO VÃO PRODUTOS DE LIMPEZA A PREÇOS BARATOS PORQUE SOMOS DIFERENCIADOS Amplo Estacionamento Entrega em Domicílio Rua Alfredo Ortenzi, 133 - Jardim São José (Próximo cabeceira da pista do aeroclube) 4032-3815 / 4033-2638 / 9916-5020 EM NOVO ENDEREÇO Dia 10 de Setembro Fundação do 1º Jornal no Brasil A atividade da imprensa no Brasil chegou com a vin- da da família real portugue- sa, em 1808, já que, até então, por ser uma colônia, não era permitida, no país, a publicação de jornais, li- vros ou panfletos. Assim, o primeiro jornal impresso do Brasil – a Gazeta do Rio de Janeiro – circulou, pela primeira vez, no dia 10 de setembro de 1808. Anun- ciado como semanário, o jornal na semana seguinte ao lançamento já passava a bissemanais. Apesar de ser o jornal oficial da corte, e, por isso, órgão oficial do governo português, a Gazeta, que era dirigida por Frei Tibúrcio José da Rocha, se apresentava como independente. No entanto, as “noticias” eram, ba- sicamente, comunicados oficiais e publicações so- bre decisões reais. Mas também havia espaço para notícias sobre política internacional.Por seu caráter oficial, a Gazeta era considerada um jornal parcial e comprometido. A cobertura dos conflitos entre a França e a Inglaterra, por exemplo, era francamente pró-Inglaterra.Em 1821, passou a se chamar ape- nas Gazeta do Rio.Com a independência do Brasil, em 1822, a publicação foi extinta, substituída pelo Diário Fluminense, criado por Dom Pedro I.“Além da finalidade de transmitir notícias, a imprensa tem um papel muito importante que é a defesa dos direitos humanos, denunciando as injustiças que acontecem ou podem acontecer. A imprensa é a maior garantia de defesa da liberdade com que conta o cidadão.” PASCOM FUNDAÇÃO DO 1º JORNAL DO BRASIL PASTORAL FAMILIAR Dia 27 de Setembro – Dia de São Vicente de Paula “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e espírito e amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Mat22,37.39). Se não foi o lema da vida deste santo, viveu como se fosse. Grande sacerdote, gerado numa família pobre e religiosa, trabalhou numa paróquia onde conviveu com as misérias materiais e morais; esta experiência lhe abriu para as obras da fé. Numa viagem foi preso e, com grande humildade, viveu na escravidão até converter seu patrão e conseguiu depois de dois anos sua liberdade.Sabia muito bem tirar dos ricos para dar aos pobres, sem usar as forças dos braços, mas a força do coração. Morreu quase octogenário, a 27 de setembro de 1660. Canonizado em 1737, São Vicentede Paulo é festejado no dia de sua morte, pelos seus filhos e suas filhas espalhados nos quatro cantos do mundo que fazem parte da Sociedade São Vicente de Paulo ( SSVP). E por toda a sociedade leiga cristã engajada emcuidar para que seu carisma permaneça pela ação de suas fundações, que florescem, ainda, nos nossos dias, sempre a serviço dos mais necessitados, doentes e marginalizados. Dia 08 de Setembro – Dia da Natividade de Nossa Senhora O dia em que Deus começa a pôr em prática o Seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei descesse para habitá-la. Esta “casa”, que é Maria, foi construída com sete colunas, que são os dons do Espírito Santo. Segundo uma antiga tradição os pais de Maria, Joaquim e Ana, não podiam ter filhos, até que em meio às lágrimas, penitências e orações, alcançaram esta graça de Deus.De fato, Maria nasce, é amamentada e cresce para ser a Mãe do Rei dos séculos, para ser a Mãe de Deus. E por isso comemoramos o dia de sua vinda para este mundo, e não somente o nascimento para o Céu, como é feito com os outros santos, que tem seus dias comemorados no dia de suas mortes. Sem dúvida, para nós como para todos os patriarcas do Antigo Testamento, o nascimento da Mãe, é razão de júbilo, pois Ela apareceu no mundo: a Aurora que precedeu o Sol da Justiça e Redentor da Humanidade.
  • 8. MATRIZ e CAPELA N. S. DO BOM PARTO aniversário de nascimento Adenilson Latorre Diez Adilson Miraldi Alzira Belli Farhat Amanda Graziele Siqueira de Brito Ana Maria Rosatto Servelhere Antonia Alves de Oliveira Lima Antonio Reginaldo Guazzelli Apparecida de Almeida Negri Apparecida Malengo Garcia Fabiana de Fátima Alfano Gato Gilmar Ferreira de Brito Helena Silvério de Mattos Ilton Amauri Zucco João Luiz Servelhere José Francisco de Toledo Josiane Aparecida Bastos Sabbadini Lourdes de Souza Lúcia Queiróz Telles Luciano Honório da Costa Luiz Carlos Bueno Buzatto Marcelo Gomes Malaquias de Jesus Maria Cristina Cassiano Bim Mirian M. Gutierrez Nice Paredes Pessoa Patrícia de Queiroz Achini Regina Frugoli de Oliveira Roque de Palma Rosa Pavaretto Splendore Sonia Maria de Oliveira Zago Terezinha de Jesus Alves de Souza Terezinha Vaz de Lima Silva Vanda Cristina Tescke Walter Minoru Yamada Wilson Albuquerque Lima aniversário de CASAMENTO Amanda e Alex Bredariol de Brito Custódia e Aldeci Nunes da Silva Elisabete e José Carlos de Azevedo Francisca e José Nani Lisete Aparecida e José Antonio Gonçalves Filho Marisa e Francisco Sérgio Ney Michele Aparecida e Fernando Antonio Ferreira Virgília Elisabete e Natalino Vieira de Moraes BIRIÇA DO CAMPINHO aniversário de nascimento Adão Ap. Gonçalves de Camargo André Luis Mazochi Antonia Cristina Pereira Cristiane Ap. de Oliveira Creuza Cândida de Souza Francisco Ap. Pereira Hélio Donizete Cavallaro Jesus Aparecido Bandeira José Antonio Fontanive Luzia Ap. Pereira de Souza Lázaro Ap. Nobre da Luz Maria de Lourdes F. de Souza Mary Cristina de Souza Andrade Orlanda Pereira Cavallaro Prima de Souza Pereira Romualdo Sebastião C. de Souza Silvana Ap. Alves de Souza Vander Ap. do Prado. aniversário de casamento Antonia e Francisco Ap. Pereira Bernadete e Francisco Donizete C. de Souza Jacira e Rivail de Moraes Cardoso Maria Luiza e AntonioFelippe de Oliveira Prima e Amarildo de Souza Dias COMUNIDADE CHÁCARAS FERNÃO DIAS aniversário de nascimento Fabiana Martins Cavalcante José Roberto Pires de Godoi aniversário de CASAMENTo Maria Neuma e Clausevi Celestino Pereira Maria Rio e Caetano Ruiz BIRIÇA DO VALADO aniversário de nascimento Denilson Donizete Ortiz Emidio Antonio Cavallaro Ivan Donizete Cavallaro Jair Marques da Silva Lourdes de Souza Lucilene Ap. de Souza Prado Luis P. de Souza Pedro Antonio Cavallaro Rafael Majoli Solange Cardoso Ribeiro Valdinéia dos Santos Ribeiro aniversário de CASAMENto Luiza Pereira da Silva e Rafael Majoli Roselei e Clair Antonio da Rosa COMUNIDADE SAGRADA FAMÍLIA aniversário de nascimento Áurea Prates Rodrigues Éder Hugo Contell José Roberto da Silva Rosemeire G. do Carmo Martins Valdeci Ribeiro Casenaves aniversário de CASAMENTo Denise e Juraci Ferreira França Dia 02– quarta-feira - 15H00’ – Missa da Saúde. Dia 04 – sexta-feira - 20h00’ – Missa votiva ao Sagrado Coração de Jesus Dia 24 – quinta-feira - 20h00’ – Missa pelos 16 anos do Grupo de Oração Dia 29 – terça-feira - 20h00’ – Reza do terço dos homens de São José Dia 30 – quarta-feira - 20h00’ – Hora Santa na Capela de N.Sra. do Bom Parto 8 AGENDA DE OUTUBRODIZIMISTAS ANIVERSARIANTES PREZADO DIZIMISTA Caso seu nome não esteja aqui relacionado, favor procurar um agente da Pastoral do Dízimo para atualização de seu cadastro. Obrigado!