SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 57
PAROQUIA SÃO VICENTE DE PAULO
APOSTILA CATEQUESE
1º ANO DE PREPARAÇÃO PARA EUCARISTIA
2017
Paroquia São Vicente de Paulo
Pastoral da Catequese Infantil
QUERIDO CATEQUIZANDO,
Que a paz de Jesus esteja com você! Esta apostila é para ajudar você a conhecer um pouco da
história da nossa Igreja, nossa comunidade e a formação do povo de Deus. Nela encontrará ajuda
através de textos e citações bíblicas, para serem lidas e ao final de cada encontro, você e sua
família poderá partilhar o que foi falado no encontro da semana. Ao final de cada encontro você
terá oportunidade de fazer sua oração espontânea, entrando em sintonia com Deus Pai, e nosso
irmão Jesus. Fale também com Maria, pois ela também o escutará. Um forte abraço na paz de
Jesus.
Equipe de Catequese
TOME NOTA EM SUA AGENDA
Todos os Domingos - Missa com crianças às 9 horas.
A cada semestre - Encontrão com os pais e catequizandos.
No encerramento de cada semestre - confraternização (trazer lanche para confraternizar)
Assinatura do Pai/mãe ou responsável:
______________________________________________________
Paroquia São Vicente de Paulo
Catequese Infantil
PARA AS FAMÍLIAS: Ao mandar nossos filhos para a catequese, precisamos fazer alguns
questionamentos em família:
Porque queremos que os nossos filhos vão à Catequese?
O nosso Deus é o Deus de Jesus Cristo? Que imagem temos de Deus?
Um Ser Todo Poderoso, que sabe tudo, que vê tudo quanto fazemos e nos julga? Alguém a Quem
temos certo respeito e a Quem tememos?
Alguém que está tão perto de nós ou que está em nós? Alguém que não sabe senão amar, como
um Pai/Mãe ama os seus filhos? Como falar de Deus aos nossos filhos? Como ajudá-los a conhecê-
lo e a relacionar-se com Ele?
Olhando para Jesus vemos como Ele fala com Deus e de Deus. Jesus trata Deus por Pai, ou melhor
por "Paizinho" (Abba) e diz-nos que o Seu Pai também é nosso Pai, que nos ama. Falemos aos
nossos filhos de um Deus assim: próximo, amigo, bom; um Deus que só quer que sejamos felizes,
um Deus que gosta que a gente Lhe fale, Lhe conte as nossas alegrias e as nossas tristezas; um
Deus que nunca Se zanga e que não castiga ninguém, apenas pede que sejamos bons e amigos
uns dos outros; um Deus que perdoa sempre, absolutamente sempre.
INDICE
Paroquia São Vicente de Paulo
Catequese Infantil
Tema 1 – CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017 - FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E
DEFESA DA VIDA.
Tema 2 - Eu e minha vida cristã.
Tema 3 – Existe um único Deus.
Tema 4 - Eu e minha comunidade. Nossa comunidade/Nossa Paróquia
Tema 5 – A igreja, a grande família do povo de Deus. (Gn 15,1-6)
Tema 6 - O Livro da Palavra de Deus.
Tema 7 - A Bíblia, o livro da Comunidade.
Tema 8 - Os livros da Bíblia
Tema 9 - Como ler a Bíblia?
Tema 10 - O presente de Deus para nós - a criação (Gn. 1,1-25)
Tema 11 - Somos escolhidos por Deus (Gn. 1,26-31)
Tema 12 - precisamos ser homens de fé. (Gn. 12,1-3)
Tema 13 - Deus nos liberta. (Ex. 3,1-10)
Tema 14 - A aliança de Deus com seu povo. (Ex. 20,1-17)
Tema 15 - A coragem que devemos ter. (1 Sm. 17,26-54)
Tema 16 - Precisamos buscar Deus. (I Reis 19,9-14)
Tema 17 - Os profetas, anunciadores do Reino. (Liv. dos profetas)
Tema 18 - O povo espera o messias. (Zc. 9,9-10)
Tema 19 - O sim de Maria. (Lc. 1, 37)
Tema 20 - O nascimento do Salvador Jesus. (Lc. 2,1-20)
Tema 21 - Jesus Crescia em idade e sabedoria. (Lc. 2 51-52)
Tema 22 - Deus se comunica através de Jesus. (Lc. 4,14-21)
Tema 23 - Fraternidade, uma lição de amor. (Mt. 25,34-40)
Tema 24 - A sagrada Família (Lc. 2,16)
Tema 25 - Eu e minha família (Lc. 19,1-10)
Tema 26 - João Batista, o precursor. (Lc. 3,2-6)
Tema 27 - Jesus é batizado (Lc. 3, 21-22)
Tema 28 - Os amigos de Jesus. (Lc). 6,12-16
Tema 29 - Campanha da Fraternidade 2016: “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema:
“Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5, 24)
ANO LITÚRGICO
·Ano Litúrgico é o calendário de nossa Igreja, contém a data dos acontecimentos da história da
salvação, surgiu e se desenvolveu a partir da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo.
·Por isso, o centro do ano litúrgico é JESUS CRISTO, no seu mistério pascal da paixão, morte e
ressurreição, celebrado pela Igreja, todos os dias na eucaristia. Esse mistério pascal é o coração
do ano litúrgico. ·O ano litúrgico é diferente do nosso calendário anual: começa no 1º Domingo do
Advento e termina no Domingo da Festa do Cristo Rei (novembro).
·O ano litúrgico se divide em dois grandes ciclos, duas grandes festas: CICLO DO NATAL e CICLO
DA PÁSCOA.
Entre esses dois ciclos está o TEMPO COMUM.
·Em cada ciclo há 3 momentos: Preparação para a festa principal, Celebração festiva no dia da
festa e
Prolongamento da festa.
·Para melhor expressarmos os diferentes momentos do ano litúrgico, usamos as cores. Elas estão
presentes nas celebrações litúrgicas (missas): no altar e nas vestes do sacerdote, de acordo com
o momento celebrado:
BRANCO: Alegria, festa. Usado nos dias de festas e solenidades (Natal, Páscoa, Quinta-feira
Santa, Santíssima Trindade, Cristo Rei...). Pode ser substituída por amarelo, bege ou dourado;
VERDE: Esperança. Usado no tempo comum, mantendo viva a esperança da igreja peregrina, que
caminha rumo ao reino de Deus;
ROXO: Penitência, espera. Usado na quaresma (tom mais escuro) e no advento (tom mais claro);
VERMELHO: Sangue, fogo. Usado para celebrar o martírio, a morte dos santos da igreja. E na
festa de Pentecostes;
RÓSEO: Expectativa, alegria do Senhor que se aproxima. Usado no 3º domingo do advento e no
4º domingo da quaresma;
PRETO: Luto. Usado em missas pelas almas e em sepultamentos.
ORAÇÕES DE TODOS OS DIAS
Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo.
Amem.
INVOCAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO
Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos
vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso
amor. Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo
será criado, e renovareis a face da terra.
Oremos:
Ó Deus, que instruístes os corações dos
vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei
que apreciemos retamente todas as coisas e
gozemos sempre da sua consolação. Por
nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do
Espírito Santo. Amém.
Credo
Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do
céu e da terra, E em Jesus Cristo, seu único
Filho, nosso Senhor Que foi concebido pelo
poder do Espírito Santo. Nasceu da Virgem
Maria. Padeceu sob Pôncio Pilatos, foi
crucificado, morto e sepultado. Desceu à
mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro
dia. Subiu aos céus, está sentado à direita de
Deus Pai todo-poderoso. Donde há de vir a
julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito
Santo, Na Santa Igreja Católica, na comunhão
dos santos, na remissão dos pecados, na
ressurreição da carne, na vida eterna. Amém
Oração antes de ler a Bíblia
Meu Senhor e meu Pai! Envia o teu Santo
Espírito para que eu compreenda e acolha a
tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te
faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva
e te faça servir, te louve e te faça louvar por
todas as criaturas. Faze, ó Pai, que pela leitura
da Palavra os pecadores se convertam, os
justos perseverem na graça e todos
consigamos a vida eterna. Amém.
Oração ao Anjo da Guarda
Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador,
se a ti me confiou a piedadedivina, sempre me
rege, guarda, governa e ilumina. Amém.
Salve Rainha
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida,
doçura, esperança nossa, salve! A vós
bradamos, os degredados filhos de Eva; a vós
suspiramos, gemendo e chorando neste vale
de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses
vossos olhos misericordiosos a nós volvei e,
depois deste desterro, mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre. Ó clemente, ó
piedosa, ó doce sempre Virgem Maria! Rogai
por nós, Santa Mãe de Deus, para que
sejamos dignos das promessas de Cristo.
Amém.
Pai Nosso (Oração do Senhor)
Pai nosso, que estais nos céus, santificado
seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade, assim na terra
como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai
hoje; perdoai-nos as nossas ofensas assim
como nós perdoamos a quem nos tem
ofendido, e não nos deixeis cair em tentação.
Mas livrai-nos do mal. Amém.
Ave, Maria
Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é
convosco; bendita sois vós entre as mulheres,
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós,
pecadores, agora e na hora de nossa morte.
Amém.
Ato de Contrição
Meu Deus, eu me arrependo de todo coração
de vos ter ofendido, porque sois tão bom e
amável. Prometo, com a vossa graça,
esforçar-me para não mais pecar. Meu Jesus,
misericórdia.
1º ENCONTRO: CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017
FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA.
VER - A Campanha da Fraternidade (CF) 2017 tem como tema ‘Fraternidade: biomas brasileiros
e defesa da vida’ e o lema ‘Cultivar e guardar a criação’ (Gn 2.15). Buscando alertar para o cuidado
da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, a campanha terá início em todo o país no dia
1º de março.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Conhecer e defender os biomas brasileiros, já que são habitats
naturais da vida na terra.
ILUMINAR: Gn 2.15
AGIR:
Vamos colorir bem bonito o cartaz da Campanha da Fraternidade 2017.
CELEBRAR – Vamos agradecer a Deus por nossa natureza. Cantemos o hino da CF 2017.
COMPROMISSO DA SEMANA - vamos tentar ser prestativos e cuidadosos com nosso
planeta, como foi Jesus.
TEMA 2 – EU E MINHA VIDA CRISTÃ.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. Também é objetivo do encontro a acolhida amiga,
sincera, a identificação de cada um dos catequizandos e o entrosamento entre todos.
VER - Compromissos da semana anterior
Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo
litúrgico.
ILUMINAR – Na mesa da palavra leremos juntos estes capítulos. (Cor. 2, 3, 3) e (Atos 11 - 26.)
“Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta,
mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração”
(2 Co 3:3).
Atos 11 – 26 - “… e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.”
MOMENTO DE PENSAR - A maior carta de recomendação de um cristão é o seu testemunho de
vida. Portanto, se os primeiros discípulos eram chamados de cristãos, podemos concluir que tinham
características que lembravam cristo, em seu proceder e atitudes, em seu modo de vida, alguma
coisa que lembrava Jesus Cristo. De alguma forma suas vidas espelhavam as características e o
caráter de Cristo.
Recebemos de Deus a nossa vida. Neste nosso grupo, toda semana a gente pode se encontrar
e vamos passar alguns momentos alegres para falarmos de coisas muito bonitas e saber um
pouquinho mais da vida de nosso querido grande Amigo Jesus. Os amigos se querem bem, se
ajudam e não falam mal um do outro. Além dos amigos deste grupo, temos outros amigos, não
temos?
Agradeça a Deus pelos amigos que você tem...
AGIR –
PRATICANDO A PALAVRA - Agora, no centro do círculo, você vai anotar os nomes de seus
colegas, do seu grupo de catecismo. No círculo maior, o nome de sua catequista.
CELEBRAR – Reconstrução do texto. Momento de louvor.
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA– pesquise sobre o dia do seu batismo:
No dia _______ de __________________ de ________________.
Na Igreja ____________________________________________,
Da cidade de ___________________________________, recebi o Sacramento do Batismo,
tornando-me assim Filho de Deus e membro da Igreja.
O Celebrante foi ____________________________________________.
Meu Padrinho _______________________________________e minha Madrinha
_____________________________________, prometeram, junto com meus pais, que iriam me
ajudar a crescer como cristão católico.
Foi um dia muito importante para a minha vida!
TEMA 3 – EXISTE UM ÚNICO DEUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Entender que temos um único Deus, verdadeiro, onipotente. Que
temos um único Deus criador que nos ama e e que cuida de nós.
VER
Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo
litúrgico.
Deus não é um Deus distante, ele se importa com nossa vida e com nossos problemas. Deus é
único, o primeiro Deus, ninguém existiu antes dele, nem divindade ou criatura, e é o último, ninguém
virá depois Dele. Todos nós somos criação do Deus único, o profeta Isaias nos mostra que somos
feitos pelo Senhor, as promessas feitas à Israel se estende a toda a humanidade. E essa promessa
alcança a todos que se entregam como propriedade de Deus.
ILUMINAR – Is 41, 8-11 – Na mesa da palavra.
MOMENTO DE PENSAR – Se somos feitos à imagem e semelhança de Deus, somos cheios de
amor, mas será que nós demonstramos este amor que há dentro de nós, através de nossos atos e
nossas palavras. De nossa boca saem palavras de crescimento e benção? Será que usamos nosso
corpo de forma adequada? Nossos sentidos são usados para quê? Nossas mãos abençoam e
constroem? Nossos ouvidos sabem ouvir o nosso irmão, escutam músicas que nos fazem crescer
na graça de Deus? Nossos olhos são usados para consolar, apascentar, choram pelo sofrimento
do nosso irmão, e vêem a beleza da criação? Nossos pés, para onde nos levam, por caminhos da
paz e da justiça, para fazer o bem? Reflitam sobre como estamos vivendo. De acordo com a vontade
Deus ou usamos nossa vida para aquilo que não é do agrado de nosso criador? Somos todos filhos
de Deus e vivemos como irmãos? Façam uma oração espontânea, em família, agradecendo ou
pedindo ao Senhor para ajudá-los a viverem na graça de Deus. Se quiserem podem utilizar o verso
desta folha.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA –
1 – Por que você quer se preparar para fazer a primeira comunhão?
______________________________________________________________________________
________________________________________________________2 – O que você sabe sobre
Deus?
______________________________________________________________________________
________________________________________________________3 – Quem ensinou isso para
você?
___________________________________________________________________4 – Você
conversa sobre Deus em casa com seus familiares?
___________________________________________________________________5 – Converse
com o colega ou colega que está ao seu lado sobre como deve ser o comportamento de vocês
durante os encontros de catequese. Escreva o que vocês combinaram.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
MOMENTO DE ORAÇÃO: Oração: Senhor eu acredito em ti. Aumenta a minha fé ! Por mais difícil
que seja fazer a tua vontade, ajuda-me, Senhor, a caminhar nos teus caminhos, sob a luz do teu
olhar. Amém
COMPROMISSO DA SEMANA –
– Façam uma oração espontânea, em família, agradecendo ou pedindo ao Senhor para ajudá-los
a viverem na graça de Deus. Se quiserem podem utilizar o verso desta folha.
TEMA 4 - NOSSA COMUNIDADE/NOSSA PARÓQUIA
OBJETIVO DO ENCONTRO - Conhecer um pouco mais sobre a nossa paróquia, assim como
também sobre o nosso padroeiro.
- Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo
litúrgico.
VER - Reviver o compromisso anterior.
Vicente de Paulo nasceu na cidade de Pouy, na França, aos 24 de abril de 1581. Filho de pobres
camponeses, manifestou o desejo e gosto para o estudo. Entrou para o seminário e foi ordenado
padre ainda bem novo, com apenas 19 anos de idade.
O início de sua vida sacerdotal foi marcado por muitas dificuldades e desacertos. Inicialmente,
estava muito preocupado em ajudar sua família e em conseguir certa estabilidade financeira. Diante
de uma série de fracassos, foi amadurecendo e, sobretudo a partir de 1612, se lançou inteiramente
no serviço aos pobres.
Em contato com os camponeses, conheceu o estado de abandono religioso e miséria em que viviam
as populações do campo. Percebeu que os pobres tinham necessidades urgentes e que, para ser
fiel a Cristo, era preciso servi-los. Começou, então, a pregar missões entre os pobres e a organizar
diversas organizações de caridade.
ILUMINAR – ( Eclesiástico 2,1-11 )
Meu filho, se você se apresenta para servir ao Senhor, prepare-se para a provação. Tenha coração
reto, seja constante e não se desvie no tempo da adversidade. Una-se ao Senhor e não se separe,
para que você no último dia seja exaltado. Aceite tudo o que lhe acontecer, e seja paciente nas
situações dolorosas, porque o ouro é provado no fogo e as pessoas escolhidas, no forno da
humilhação.. ( Eclesiástico 2,1-11 )
MOMENTO DE PENSAR – 1- A família de Deus é composta de pequenos grupos que chamamos
de comunidades, onde as pessoas se reúnem em uma capela ou igreja (com i minúsculo, pois se
refere ao templo de tijolo) ou às vezes ainda não tem nem o templo, mas as pessoas começam a
se reunir para ali construírem o templo onde louvaram a Deus. Uma igreja católica somente pode
ser construída com a autorização do Bispo responsável pela Diocese, que no nosso caso é
atualmente Dom Irineu Danelon.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA -
1 – A nossa paróquia tem como padroeiro? ______________________________
2 – Quem foi São Vicente de Paulo? ______________________________
_____________________________________________________________
6 – Nossa paróquia está sempre unida à Igreja de Jesus, presente no mundo inteiro, acompanhada
pelo Bispo _____________________________ e orientada pelo
Papa________________________ .
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - – Façam uma oração espontânea, colocando a serviço de Deus os dons que
há em sua família a disposição da comunidade. ( se quiserem podem escrever a oração no espaço
abaixo )
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
COMPROMISSO DA SEMANA-
.2 - Pesquise o nome das quatro comunidades que formam a nossa Paróquia e escreva no espaço:
a) Comunidade __________________________________________________
b) Comunidade __________________________________________________
c) Comunidade ___________________________________________________
d) Comunidade __________________________________________________
TEMA 5 – A IGREJA, A GRANDE FAMÍLIA DO POVO DE DEUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – entender que Deus em seu infinito amor quer que todos sejamos
uma grande família e que vivamos em comunidade..
VER - Reviver o compromisso anterior.
Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico.
ILUMINAR – (Gn 15,1-6) Fazer a leitura na mesa da palavra
MOMENTO DE PENSAR – A Igreja é a grande família de Deus, é a comunidade que tem como
tarefa a construção do Reino de Deus. Na igreja as pessoas batizadas assumem um compromisso
especial com Jesus e com o Povo de viver unidos e fazer o bem. Jesus nos ensina também que a
igreja, lugar de encontro da comunidade é a casa de Deus e nossa casa. É neste lugar que se
reúne a família de deus para louvá-lo e agradecê-lo.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - 1- Agora faço parte da Grande família de Deus. Vou escrever o nome
de meus irmãos em Cristo novamente e pensar uma qualidade de cada um. Contarei a meus pais
como foi o encontro e como é a minha turma de catequese.
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
2- Nós frequentamos a Catequese para:
( ) crescer na amizade e união com as pessoas.
( ) Aprender a partilhar com meu irmão que precisa.
( ) participar da comunidade, a Igreja de Cristo.
( ) conhecer melhor o nosso Deus, criador e protetor.
MINHA ORAÇÃO -
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
COMPROMISSO DA SEMANA- Fazer a leitura do texto abaixo com sua família.
CELEBRAR
Conheço a minha Igreja?
Para querer bem a uma pessoa é preciso conhecê-la. Vamos conhecer como começou a Igreja
Católica Apostólica Romana.
Tudo teve início com a morte, Ressurreição e Ascensão de Jesus. Através do convívio dos
apóstolos com Jesus, eles puderam conhecê-lo e amá-lo. Aos poucos se foi criando uma profunda
afeição entre os apóstolos e Jesus. Após a Ascensão, Eles foram enviados pelo próprio Jesus que
mandou descer sobre eles o Espírito Santo (Pentecostes) e a partir deste momento eles começaram
a falar em nome de Jesus e a pregar a todos que encontravam as coisas que Jesus tinha-lhes
ensinado. Eles formaram as primeiras comunidades cristãs (seguidoras de Cristo), pois muitas
pessoas se convertiam por causa das pregações dos apóstolos e começaram a viver de forma
diferente e a formar um novo povo de Deus, viviam em comunidades e procuravam viver os valores
do Evangelho de Cristo. Muitos foram perseguidos, mas testemunharam, com seu sangue, o
evangelho que pregaram. Todos deram a sua vida por Jesus.
E mais ainda, o próprio Jesus fala a Simão (Pedro): “Simão, tu és pedra e sobre esta pedra
construirei a minha Igreja, e o poder da morte não poderá vencê-la." (Mt. 16,18) E Pedro foi, assim
o primeiro Papa da História da Igreja. E hoje nós, que fomos Batizados, somos chamados a sermos
apóstolos de Jesus, e pregar o Evangelho e a vivê-lo, mesmo que isto seja difícil, por que o que
Jesus nos ensina no Evangelho, é totalmente ao contrário do que a sociedade nos obriga a viver.
TEMA 6 - O LIVRO DA PALAVRA DE DEUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender a importância da bíblia em nossa vida.
VER - Reviver o compromisso anterior. Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com
o tema e com as cores do tempo litúrgico.
A Bíblia é a Palavra de Deus porque através da Bíblia Deus fala às pessoas, às comunidades
cristãs. A Bíblia também é chamada por Palavra de Deus, Sagrada Escritura, Livro Sagrado ou
Divina Revelação. Deus fala também pelos acontecimentos de cada dia. A Bíblia fala da História
do Povo que foi escolhido por Deus e nos ajuda a viver conforme seu desejo. É o livro mais vendido
e lido do mundo inteiro. Bíblia vem da palavra grega biblion que significa “livro”, “Biblioteca” ou
“Coleção de Livros”. Ela se divide em duas partes: Antigo Testamento, que vai do começo da
humanidade (Criação) até a vinda de Jesus Cristo. Contém 46 livros que tratam da história da
humanidade e da doutrina do Povo de Deus. Novo Testamento, contém 27 livros que narram a
vida e os ensinamentos de Jesus e dos apóstolos e a história dos primeiros 60 anos da Igreja.
Ao todo são 73 livros, divididos em capítulos (número impresso grande) e versículos (números
pequenos no meio das frases). Cada livro da Bíblia está divido em capítulos e cada capítulo em
versículos. Assim sendo as citações da Bíblia são apresentadas da seguinte maneira: Título do
Livro, seguido do Capítulo e do ou dos Versículos. As citações bíblicas são indicadas de forma
abreviada Ex.: I Cor 4,6-13 significa primeira carta de São Paulo aos Coríntos, capítulo 4, versículos
de 6 a 13.
ILUMINAR – 01. Onde se lê na Bíblia sobre a conservação da natureza?
02. Quais os alimentos que o povo de Israel não comeu durante os 40 anos de peregrinação pelo
deserto?
03. Quais as 4 cidades mencionadas na Bíblia que foram destruídas por causa da ira de Deus?
R. Deutorononio 20/ Pão e vinho/ Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboin.
MOMENTO DE PENSAR – A Bíblia foi totalmente inspirada por Deus. Para definirmos inspiração,
preferimos seguir o conceito descrito por São Tomás de Aquino:
“Vemos, assim, que os livros da Bíblia foram escritos por homens movidos pela ação direta de
Deus, de forma a prevenir erros, fazendo que aceitemos Deus como autor principal e o homem
como autor secundário. O homem é instrumento de Deus e é movido e dirigido por Ele. ”
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA -
A Bíblia divide-se em duas grandes partes: ________________________ e
______________________________ .
2 - Quantos livros têm: Antigo Testamento: ____ Livros. Novo Testamento: _____ Livros
3 - Com a Bíblia na mão, tentem encontrar os livros abaixo indicados e escreva-os na ordem em
aparecem.
( )Atos do Apóstolos ( ) Gênesis ( ) Carta aos Romanos ( ) Mateus
( ) Isaías ( ) Salmos ( ) Juízes ( ) Eclesiástico ( ) João.
4 - Assinale V nas afirmações verdadeiras, e F nas falsas:
( ) Deus quer falar aos seres humanos.
( ) Um livro só para cristãos.
( ) Deus quer falar com cada um de nós.
( ) Um livros que contém muitos livros.
( ) Um livro que serve só para as pessoas mais velhas.
( ) Um livro que fala do amor de Deus para com as pessoas.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
ESTUDANDO COM MINHA FAMILIA – Escreva abaixo o nome de alguns personagens bíblicos
que você conhece.
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
TEMA 7 - A BÍBLIA, O LIVRO DA COMUNIDADE.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER - Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo
litúrgico. Reviver o compromisso anterior.
A Bíblia não foi escrita numa única língua, mas em três línguas diferentes. A maior parte do
Antigo Testamento foi escrita em hebraico. Era a língua que se falava na Palestina antes do
cativeiro. Depois do cativeiro, o povo de lá começou a falar o aramaico.
A Bíblia não foi escrita numa única língua, mas em três línguas diferentes. A maior parte do
Antigo Testamento foi escrita em hebraico. Era a língua que se falava na Palestina antes do
cativeiro. Depois do cativeiro, o povo de lá começou a falar o aramaico.
Mas a Bíblia continuou a ser escrita, copiada e lida em hebraico. Para que o povo pudesse ter
acesso à Bíblia, foram criadas escolinhas em toda a parte. Jesus deve ter frequentado a escolinha
de Nazaré para aprender o hebraico. Só uma parte bem pequena do Antigo Testamento foi escrita
em aramaico.
Um único livro do Antigo Testamento, o livro da Sabedoria, e todo o Novo Testamento foram
escritos em grego. O grego era a nova língua do comércio que invadiu o mundo daquele tempo,
depois das conquistas de Alexandre Magno, no século IV antes de Cristo.
ILUMINAR – Há sete livros a mais na Bíblia dos católicos: Tobias, Judite, Baruc, Eclesiástico,
Sabedoria, os dois livros dos Macabeus, além de algumas partes de Daniel e de Ester. São
chamados "deuterocanônicos", isto é, são da segunda (deutero) lista (cânon).
MOMENTO DE PENSAR – Apesar de diversos livros, de diferentes autores e da distância de tempo
entre eles há uma unidade na Bíblia.
No Antigo Testamento é anunciado o Messias, o Filho de Deus que tem a missão de salvar a
humanidade.
No Novo Testamento é narrada a história e a doutrina do Salvador e de sua Igreja.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Pinte bem bonito o livro mais importante do mundo.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- A bíblia deve ser lida diariamente todos os dias.
TEMA 8 - OS LIVROS DA BÍBLIA
OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender que a É a coleção de livros, proclamados pela Igreja
como escritos sob à inspiração do Espírito Santo, que contém a Palavra de Deus
VER - Reviver o compromisso anterior.
Apesar de diversos livros, de diferentes autores e da distância de tempo entre eles há uma
unidade na Bíblia. No Antigo Testamento é anunciado o Messias, o Filho de Deus que tem a missão
de salvar a humanidade. No Novo Testamento é narrada a história e a doutrina do Salvador e de
sua Igreja.
ILUMINAR – 1 - Os 46 livros do Antigo Testamento formam 4 grupos de livros: O Pentateuco, com
5 livros; Os Históricos, com 16 livros; Os Poéticos, com 7 livros, e; Os Proféticos, com 18 livros.
MOMENTO DE PENSAR – PENTATEUCO OU TORÁ
A palavra Torá é hebraica e significa lei. A palavra Pentateuco é grega e significa cinco divisões.
O Pentateuco, que os judeus chamam de Torá, e formado de 5 livros: Gênesis, Êxodo, Levítico,
Números e Deuteronômio. Os 5 livros do Pentateuco são históricos, mas os judeus os
consideravam como “lei”, porque eles formam uma unidade onde a lei, dada por Deus, é o ponto
principal.
Escreva o nome dos livros do Pentateuco
Os livros históricos são doze: Josué, Juizes, Rute, 1º e 2º Samuel, 1º e 2º Reis, 1º e 2º Crônicas,
Esdras, Neemias e Ester. Note que os números ordinais são masculinos, porque se tratam de livros.
Os livros poéticos são cinco: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos dos Cânticos.
• PROFÉTICOS
Os livros proféticos se dividem em: Profetas Maiores e Profetas Menores.
A divisão em maiores e menores é utilizada considerando o tamanho do livro e não a importância
do profeta.
Os profetas maiores são: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel;
Os profetas menores são: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque,
Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA –
a) - Quais os grupos de livros existem no Antigo Testamento?
Grupo 1: _____________________ Grupo 2: ______________________
Grupo 3: ____________________ Grupo 4: __________________________
Grupo 5: ___________________
CELEBRAR
Momento de louvor – sugestão de música: Toda bíblia é comunicação.
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
__________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA-
Grupo de Livros Quantidade
Leis
Poéticos
Profetas Maiores
Profetas Menores
Históricos
Profetas Menores
TEMA 9 – COMO LER A BÍBLIA?
OBJETIVO DO ENCONTRO – Saber manusear a bíblia, e falar sobre sua importância.
VER – Compromisso anterior
Antes de lermos a Bíblia devemos pedir a unção do Espírito Santo a fim de que Ele nos ilumine
para que possamos compreender e vivenciar a Palavra.
Devemos ler a Bíblia com respeito, humildade e prudência.
• Respeito: porque é a Palavra de Deus.
• Humildade: não querendo entender tudo o que tem na Bíblia para se tornar um doutor da
Lei.
• Prudência: nunca se apegar a uma só frase sem conhecer o contexto e não se arriscar a
dar interpretações pessoais.
ILUMINAR – A Bíblia possui 73 livros, divididos em duas grandes partes:
O Antigo Testamento e o Novo Testamento.
O Antigo Testamento tem 46 livros.
O Novo Testamento tem 27 livros.
MOMENTO DE PENSAR – As citações têm sempre a seguinte ordem: título do livro (abreviado),
capítulo e versículo.
Ex: Jo 10,10 = lê-se assim: Evangelho de João, capítulo 10, versículo 10.
• A vírgula ( , ) separa o capítulo do versículo:
(Jo 6,50 = Evangelho de João, capítulo 6, versículo 50).
• O ponto ( . ) indica um pulo entre os versículos. Neste caso lê-se o(s) número(s) que vem
antes e depois do ponto:
(Jo 1,3.9 = Evangelho de João, capítulo 1, versículos 3 e 9).
• O traço ( - ) indica que devemos ler de um versículo até o outro:
(Jo 17,20-26 = Evangelho de João, capítulo 17, versículos de 20 a 26);
também pode indicar uma seqüência de capítulos:
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA -
1 - Encontrem estas citações na Bíblia. Tirem um versículo que mais lhes chamou a atenção. Lc
8,4-8:
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- 2 - Por que a Bíblia é importante para vocês e para todas as
pessoas?
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
TEMA 10 - O PRESENTE DE DEUS PARA NÓS -
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromisso anterior
ILUMINAR – a criação (Gn. 1,1-25)
MOMENTO DE PENSAR – No sétimo dia, Deus descansou de seu trabalho. Pois a terra estava
pronta. Deus abençoou este dia. E daí em diante, todos os homens deveriam descansar de seu
trabalho no sétimo dia. Os judeus consideram o sábado como dia sagrado, neste dia eles não
trabalham, nem estudam, somente louvam a Deus. Nós, cristãos, temos o domingo como dia
consagrado a Deus, pois foi no domingo que Cristo ressuscitou trazendo para nós a nova criação.
Não existe nada no mundo que Deus não tenha feito. E no mundo inteiro não existe uma criança
da qual Deus não cuide.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA –
– Quem fez todas as coisas? ____________________________________
– Para quem Deus deu as coisas que ele criou, “com sua grande força e braço estendido”?
___________________________________________
- O que é mais belo para você? __________________________________
- O que é mais útil? _----_________________________________________
- O que você mudaria? _________________________________________
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - Obrigado meu Deus, por que antes mesmo que eu existisse, o Senhor já me
amava. E por que me criaste a tua imagem e semelhança, para que eu seja feliz. Amém. “ Amo a
Deus, porque eu estou neste mundo! ”
COMPROMISSO DA SEMANA-
Deus nos criou a sua imagem e semelhança e para sermos felizes ele nos deu de presente toda a
sua criação para tomarmos conta dela da melhor maneira possível. 1 – Releia Gn. 1,1-25– família.
ENCONTRO XI
TEMA 11 - SOMOS ESCOLHIDOS POR DEUS
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana.
ILUMINAR – (Gn. 1,26-31
MOMENTO DE PENSAR – Será que sou diferente dos outros? Por que fulano é mais feliz, mesmo
sendo pobre, sem recursos? Por que somos diferentes dos outros animais?
As pessoas as vezes se comportam como animais, algumas como um cavalo, espalhando
patada para todo mundo, ou como um porco, vivendo numa eterna sujeira, ou ainda resmungando
feito um burro. E tem aqueles que se acham tão superiores que andam olhando para cima, feito um
avestruz ou uma girafa, ou uma ema. Vocês já viram uma anta, é aquele bicho, engraçado que
quando se vê em perigo, sai correndo e não olha para os lados somente para frente e aí, se tiver
um buraco, ela cai, se tiver um barranco ela se esborracha. E os macacos então, sempre pulando
de galho em galho e às vezes nos comportamos como eles. Não sabemos para onde ir quando
acontece algo de ruim que nos deixa preocupados, assustados, com raiva.
Não somos animais. Nós somos a parte mais importante da criação.
O ser humano é diferente das outras coisas criadas por Deus, porque recebeu vários dons. DOM
é mesma coisa que presente.
Veja os belos presentes que nós ganhamos de Deus:
- Inteligência: O ser humano pensa e consegue falar o que pensa.
- Consciência: Sabe que Deus existe.
- Vontade: É capaz de tomar as suas próprias decisões.
- Liberdade: Pode escolher: fazer o bem ou fazer o mal.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Você é responsável pelo mundo criado?
__________________________________________________________________
- O que você pode fazer para que o mundo seja como Deus Criou?
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA – Vamos praticar?
TEMA 12 - PRECISAMOS SER HOMENS DE FÉ. (GN. 12,1-3)
OBJETIVO DO ENCONTRO– Saber que Abrão era um homem de muita fé, que amava sua família
e seus parentes. SENTIR amor por sua família e desejar que Deus a dirija e a seus familiares, pedir
cada dia que Deus a dirija e a sua família.
VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana.
ILUMINAR - ( Gn. 12,1-3 )
MOMENTO DE PENSAR - Como Deus chamou Abraão ele também nos chama, nem sempre
precisamos ir para outra cidade, ou país, mas quando deixamos de assistir à novela ou o programa
de televisão de que gostamos ou um jogo de futebol, uma ida ao clube, um passeio e dedicamos
nosso tempo para o crescimento da comunidade e colocamos nossos dons a serviço do Reino de
Deus, nós também somos missionários. Abraão era uma pessoa muito boa porque acreditava em
Deus, e fez a vontade dele. Abraão é chamado o homem de fé. Por causa de sua fé, deus fez de
Abraão uma grande nação e deu um filho a sua mulher Sara, que era estéril. (Leia Gn. 18, 9-14 e
21,1-7) Abraão acreditava em tudo que Deus lhe falava e por mais difícil que fosse fazer a sua
vontade ele sempre obedecia. Mas um dia Deus pediu uma coisa tão difícil que Abraão achou que
não aguentaria fazer. Vamos ler junto Gn. 22, 1-18. Após a leitura deste trecho vamos refletir:
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA –
1). Vocês conhecem algum casal que não tem filhos, por que a mulher ou o homem são estéreis?
_______________________________________________________
2). Como deve ser a vida de um casal que não consegue ter filhos?
______________________________________________________________________________
______
MINHA ORAÇÃO - Senhor eu acredito em ti. Aumenta a minha fé! Por mais difícil que seja fazer a
tua vontade, ajuda-me, Senhor, a caminhar nos teus caminhos, sob a luz do teu olhar. Amém
COMPROMISSO DA SEMANA- Se Deus nos pedir um de nossos filhos, que resposta daremos
a Ele? O que você achou desta história?
TEMA 13 - DEUS NOS LIBERTA.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana.
ILUMINAR – (Ex. 3,1-10)
MOMENTO DE PENSAR – Moises acreditou em Deus, e seguiu tudo que ele lhe pediu. Deus
libertou seu povo da opressão e lhes mostrou de novo o sabor da liberdade. Deus nos liberta
também a cada dia. Moisés foi escolhido por Deus para tirar o povo de Israel de dentro do Egito.
Deus já tinha preparado o destino de Moisés e depois de algum tempo, apareceu para ele na sarça
ardente (uma espécie de árvore pegando fogo, mas que não queimava). E então Deus ordenou
Moisés a voltar ao Egito e a convencer Faraó a libertar o povo de Israel.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - 1.O faraó deixou os israelitas saírem? Como Deus os protegeu pelo
caminho? E na passagem do Mar Vermelho? O que aconteceu aos egípcios? Para onde se dirigiram
os israelitas? 2. No dia de hoje há pessoas que lutam para libertar o povo do sofrimento? Quem
são estas pessoas? E quem, ou o quê, está levando as pessoas a sofrerem?
- Faça várias ilustrações e construa um bonito mural sobre o tema.
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA-
01 - Leiam Deuteronômio 18,9-15. Deus sempre se mostrou misericordioso para com seu povo,
mas nós sempre esquecemos do amor de Deus e nos distanciamos Dele. Deus deve ser o Senhor
de nossa vida, e nele devemos por nossa confiança.
Converse sobre isso com sua família.
TEMA 14 - A ALIANÇA DE DEUS COM SEU POVO.
OBJETIVO DO ENCONTRO– Entender que os mandamentos entregues a Moises são válidos para
todos nós.
VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana.
ILUMINAR – (Ex. 20,1-17)
MOMENTO DE PENSAR – Moisés obedeceu ao Senhor. Na madrugada do terceiro dia, houve
trovões e relâmpagos e uma espessa nuvem envolveu o Sinai. Ouviu-se então o som estridente
das trombetas. Todos se atemorizaram. Moisés levou os israelitas para junto da montanha e o
Senhor promulgou os 10 mandamentos.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Dividir a turma em 10 grupos para que possam escrever um
mandamento em cada tira de cartolina. Estas tiras deverão ser afixadas nos quadros da sala e em
cada encontro será realizada uma breve reflexão sobre um mandamento. Deixar as tiras afixadas
para sempre se lembrarem da Lei de Deus. Cada grupo deverá comentar um pouco sobre seu
mandamento.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - Senhor, tu vês o meu íntimo. Penetras em meus pensamentos, conheces as
minhas palavras antes mesmo que eu fale. Posso caminhar ou descansar, e tu me vês. Antes
mesmo de eu ter nascido, já conhecias a minha vida. Eu te agradeço, Senhor, por teus
mandamentos, que me ajudam a ficar mais perto de ti. Amém!
COMPROMISSO DA SEMANA- Leia com sua família o seguinte capitulo da bíblia. Eclesiástico
22,3-6
TEMA 15 - A CORAGEM QUE DEVEMOS TER
OBJETIVO DO ENCONTRO– Entender que para viver no mundo atual segunda a vontade de Deus
é preciso ter coragem e fé, assim como teve Davi.
VER – Compromisso anterior – dia a dia do catequizando durante a semana.
ILUMINAR – Sm. 17,26-51
MOMENTO DE PENSAR – A virtude de ser corajoso não é uma característica exclusiva dos dias
atuais. Conhecendo bem a Bíblia, percebemos que a coragem diz do homem que se relaciona com
Deus. Há vários momentos em que é o próprio Senhor quem busca despertar em seus escolhidos
o dom de ser “forte e corajoso” (conf. Dt 31,6). Podemos encontrar, na Bíblia, 82 vezes a palavra
“coragem”, todas elas envolvendo um contexto de ordem de Deus.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Escreva no pedaço de papel que a professora vai dar um momento
de coragem que você viveu e partilhe em um mural da coragem.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
__________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA - Conte em casa tudo o que aprendeu hoje sobre Davi.
TEMA 16 - PRECISAMOS BUSCAR DEUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender que a busca de Deus em nossa vida deve ser diária.
E que tudo em nós deve refletir as ações e a bondade de Deus. E que os profetas são um grande
exemplo para nós.
VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana.
ILUMINAR – (I Reis 19,9-14)
MOMENTO DE PENSAR – Deus amava muito o seu povo. E queria ver todos no caminho da
felicidade. Fazia surgir, no meio deste povo, gente para mostrar como deve ser uma vida com
Ele. Eram os profetas, pessoas que falavam em nome de Deus. Surgiram para denunciar
ao povo seus erros e convidá-los a mudar de vida.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - para conhecer um pouco mais sobre o profeta Elias, vamos ler juntos
a leitura abaixo:
LEITOR 1 – Depois de Davi, vieram outros reis. Um deles foi Acab, o pior dos reis que ocupou
o trono de Davi. Era cruel, desobediente e dava muito mau exemplo ao povo. Casou-se com
Jezabel, princesa pagã. Esta fez Acab construir um templo a Baal.
TODOS: Deus não se agradou que um deus falso ocupasse o coração do seu povo.
LEITOR 2: No meio do povo apareceu um homem justo e fiel a Deus. Entrou no palácio do rei Acab
e disse: Eu sou Elias, estou a serviço de Deus e tenho um recado para o rei. Durante três anos não
cairá uma gota de chuva. E isto vai ser um sinal de Deus.
LEITOR 1: Acab ficou furioso e decidiu matar Elias. Deus o protegeu escondendo-o
perto de um riacho, quando o riacho secou, Elias foi à casa de uma pobre viúva, estrangeira
e lá ficou por um longo tempo. Depois voltou junto ao Rei Acab e denunciou mais injustiças.
TODOS: “O profeta Elias levantou-se como um fogo, sua palavra queimava como uma tocha” ( Eclo
48,1 );
CATEQUISTA: Elias desafiou Acab a ir ao monte Carmelo oferecer sacrifico ao falso deus Baal e
ele, como profeta, ofereceria ao Deus verdadeiro. Na hora do sacrifico só Deus mandou fogo do
céu para queimar a vítima. O povo reconheceu que o Deus de Elias era verdadeiro. Isso deixou
Jezabel, mulher de Acab muito irritada que jurou matar Elias.
LEITOR 2: Elias teve medo e fugiu para o deserto. Já não tinha mais coragem nem esperança.
Pediu a morte dizendo: Agora basta, Javé, tira-me a vida. Não sou melhor que meus pais.
CATEQUISTA: Elias, cansado, desanimado, deitou e dormiu debaixo de uma árvore chamada
junípero. Um anjo o tocou e disse:
TODOS: Levanta-te e come.
CATEQUISTA: Elias abriu os olhos e viu um pão cozido e um jarro de água. Comeu, bebeu e
tornou-se a deitar. Mas o anjo de Javé veio pela segunda vez, tocou-o e disse:
TODOS: Levanta-te e come porque o caminho é longo.
LEITOR 1: Elias levantou-se, comeu e bebeu, e depois sustentado por aquela comida, caminhou
quarenta dias e quarenta noites até à montanha de Deus, o Horeb.
CATEQUISTA: Nesta montanha Elias encontrou-se frente a frente com Deus.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________
__________________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA-
No encontro de hoje falamos sobre Elias, o profeta que encontrou Deus. Como poucos, na história
do povo escolhido, desde o início até os dias de hoje encontraram-se com Deus ainda vivo na terra.
Em família, cada um fale onde podemos encontrar Deus, com o podemos sentir a sua presença.
Deixar cada um falar, inclusive se houver crianças pequenas que saibam falar, dar oportunidade
também para os vovôs e vovós falarem.
TEMA 17 - OS PROFETAS, ANUNCIADORES DO REINO.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Mostrar as características e funções dos grandes profetas do antigo
testamento.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – 2Pedro 1.21 “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana,
entretanto homens santos falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo”
MOMENTO DE PENSAR – Os profetas denunciam as injustiças e anunciam o amor de Deus por
seu povo. Hoje falaremos de alguns profetas que estão na Bíblia e cada um tem um livro que conta
suas visões. Vamos ler um trecho do livro do profeta Amós: Am 3. 4,1 ( ler todo o capitulo 3 e
versículo 1 do cap. 4 ). A bíblia cita vários profetas, entre eles destacam-se, Samuel, Isaias,
Jeremias, Ezequiel, Amós, Oseias, Daniel, Sofonias, Ageu, Joel, entre tantos outros.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Todos nós somos chamados a ser profetas.
1) – Leia a Bíblia Lc 4,16-20 e escreva qual a missão do profeta:
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
2) – Escreva em poucas palavras como fazer para ser profeta nos dias de hoje:
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- Hoje escutamos sobre o livro de Amós, o profeta que denunciou a
injustiça social na sociedade. Hoje quem são os profetas?
ENCONTRO XVIII
TEMA 18 - O POVO ESPERA O MESSIAS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber que o Messias era esperado por muitas gerações pelo
povo judeu.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – (Zc. 9,9-10) de
MOMENTO DE PENSAR –
LEITOR 1 - Por muito tempo o povo de Israel sofreu com a escravidão, com as guerras
e com o passar dos anos, este povo de Deus se distanciou do Deus que o libertou, esqueceu
as maravilhas que Deus tinha realizado em favor do seu povo. Os profetas anunciavam que viria o
Messias, que iria libertar de vez o povo sofrido de Israel. E todos esperavam ansiosamente
por este dia. Isaías, um dos profetas maiores, anunciou que nasceria uma criança, que seria
o Salvador. Que ele viria através de uma jovem da descendência de Davi e Deus preparou
o seu povo para recebê-lo. E nascia a esperança da libertação!
LEITOR 2 - Mas muitos esperavam que o libertador seria um guerreiro, um líder forte, que levaria
o povo a lutar pela liberdade, trazendo poder e força para Israel. Que seu Reino seria dominador.
Porém, Deus enviou seu filho único, para libertar o seu povo do sofrimento, da angústia, das
situações de pecado em que vivia. Isaías muito tempo antes do nascimento do Messias, pregava a
sua vinda.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA -
De que modo estamos preparando o nosso coração para receber Jesus, na Eucaristia?
..........................................................................................................................
..........................................................................................................................
..........................................................................................................................
Como está o mundo que Deus criou, como estão vivendo as pessoas, elas estão se preparando
para ficarem diante do Rei Jesus?
..........................................................................................................................
..........................................................................................................................
.........................................................................................................................
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- Reúna a família e leiam esta passagem do Evangelho de João.
Façam a partilha da palavra, cada um falará o que entendeu. Como a nossa família está preparando
a chegada do Messias? (JOÃO 3, 16-18)
TEMA 19 - O SIM DE MARIA.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Despertar nos catequizandos um amor Mariano por meio de sua
interseção e aparições (títulos), e ao mesmo tempo ensiná-los a orar pelo seu próximo.
VER – Compromisso anterior
ILUMINAR – (Lc. 1, 37-38 )
MOMENTO DE PENSAR –
Uma jovem, nascida da descendência de Davi, vivia com seus pais Joaquim e Ana, no lugarejo
chamado Nazaré, próximo à cidade de Jerusalém. Ela, como as jovens daquele tempo fazia os
serviços da casa, estudava as escrituras e como todos os judeus, esperava pela vinda do Messias,
aquele que iria salva-los das mãos dos Imperadores Romanos. Esta jovem, de nome Maria (Miriam
em hebraico) estava comprometida com José, também da descendência de Davi, homem bom
e justo. Mas Maria sabia que iria enfrentar muitas dificuldades, a primeira delas era contar
para seu noivo o que tinha acontecido. Naquele tempo, a mulher que engravidasse, sem se casar
era apedrejada até morrer, então Maria contou a José tudo o que o anjo lhe falou. José era um
homem temente a Deus, bom e gostava de tudo muito certo e ficou muito triste e sem saber o que
fazer, porque ele não entendia como podia ter acontecido, Maria uma jovem tão responsável, como
ela podia ter deixado isto acontecer, pensava José. Mas o mesmo anjo lhe apareceu em sonho e
falou para José que ele deveria aceitar Maria como sua esposa, porque o filho que ela esperava
era mesmo o filho de Deus e que era verdade tudo aquilo que Maria lhe contara.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Escreva o sim de Maria e a fala do anjo nos balões abaixo:
CELEBRAR: Cântico: Quero dizer meu sim.
MINHA ORAÇÃO -
...............................................................................................................................
...............................................................................................................................
COMPROMISSO DA SEMANA-
ENTREVISTA EM CASA;
02 - Mãe, como você ficou sabendo que estava grávida?
...............................................................................................................................
...............................................................................................................................
02 – Você ficou feliz?
..........................................................................................................................
..........................................................................................................................
03 – Você teve que enfrentar dificuldades durante a gravidez? Quais?
..........................................................................................................................
TEMA 20 - O NASCIMENTO DO SALVADOR JESUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromisso anterior
ILUMINAR – (Lc. 2,1-20)
MOMENTO DE PENSAR – A 25 de dezembro de 274, Lúcio Domício Aureliano, que foi imperador
de Roma de 270 a 275, inaugurou, com grandes festividades, os Jogos Circenses e o Templo de
Midas, deus protetor do império e cultuado pelos romanos com o Sol Invicto. Os cristãos da época
aproveitaram-se das solenidades religiosas de adoração ao Deus Sol e das repercussões
sociais delas para celebrarem o nascimento de Jesus, que São João chamou de Luz do Mundo.
Assim, pode-se afirmar que os romanos entenderam porque a comunidade cristã celebrava o Natal
de Jesus, como o Filho do Deus verdadeiro, o Messias, o Salvador que foi aguardado por muitas
gerações. Nós comemoramos o Natal no dia 25 de dezembro porque o calendário na
época de Jesus era diferente e a data era muito importante para ser esquecida.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Vamos montar um belo mural com frases sobre o nascimento de
Jesus.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
______________________________________________________________________________
______________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA-
Monte uma história em quadrinhos sobre o nascimento de Jesus.
TEMA 21 - JESUS CRESCIA EM IDADE E SABEDORIA.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Conhecer um pouco da história de Jesus, e como ele foi exemplo
de vida humana para todos nós.
VER – Compromisso anterior.
ILUMINAR – (Lc. 2, 51-52)
MOMENTO DE PENSAR – Todos os anos, em obediência aos preceitos da lei, os judeus
eram obrigados a participarem das três principais festas religiosas que se realizavam no
Templo em Jerusalém: Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos. Por essa razão, desde criança,
JESUS com seus pais, em companhia de parentes, vizinhos e amigos, formavam uma grande
caravana e viajavam de Nazaré à Jerusalém, para participarem daquelas celebrações. Quando
JESUS completou 12 anos de idade, a viagem à Jerusalém para participar da Páscoa,
também tinha o objetivo de declarar a sua maioridade, conforme determinava a Lei. NA Bíblia, não
há nada escrito sobre a vida de Jesus no período da Infância e Juventude, mas só por este
momento que é descrito nas escrituras, nós podemos imaginar como foi a vida do Jovem Jesus.
PRATICANDO A PALAVRA - Vamos colorir!!!
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO - Senhor, meu bom Deus, que eu possa ser obediente a Ti como foi o seu filho
Jesus, que eu cresça também na sabedoria e na graça diante de Ti. Amém.
COMPROMISSO DA SEMANA-
Complete as frases com as palavras que estão embaralhadas.
LEMRUJESA – ZEDO – ISPA – TAFES – SUSJE – PLOTEM – TODOURES
A) Os pais de Jesus iam todos os anos .............................................. para a festa da Páscoa.
B) Quando completou .................... anos, Jesus foi juntamente com seus ................... a Jerusalém,
para a ...................... da Páscoa.
C) Terminados os dias da Festa, voltaram, mas .......................... ficou em Jerusalém.
D) Três dias depois, seus pais o encontraram no .........................., sentado no meio dos
..........................
TEMA 22 - DEUS SE COMUNICA ATRAVÉS DE JESUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromisso anterior.
ILUMINAR – (Lc. 4,14-21)
MOMENTO DE PENSAR – Vamos ler juntos?
CATEQUISTA: Os discípulos ainda não conheciam totalmente o poder de Jesus, foi
preciso que quase se afogassem para perceber que estavam com Senhor de todas
as coisas e situações.
LEITOR 1 – Hoje estamos vivendo situações como a dos discípulos, assaltos, violências, estamos
sempre com medo de que algum aconteça.
LEITOR 2 – Não podemos mais sair de casa, nos divertir, ficamos trancados dentro de casa com
medo de tudo e de todos.
CATEQUISTA: Mas Jesus é o Senhor de todas as coisas, ele tem poder para no livrar de
todo mal, mas para isso precisamos confiar plenamente no seu poder, como os discípulos, no
barco estavam apavorados, mas estavam com Jesus e eram fiéis a ele.
TODOS: Precisamos ser fieis ao amor de Deus.
CATEQUISTA: Quando saímos de casa, ou mesmo dentro, e estivermos em perigo,
apavorados com alguma situação, precisamos confiar e clamar pelo nome de Jesus, pois ele
com certeza o ajudará.
LEITOR: Mas devemos clamar por ele só nos momentos de perigo?
LEITOR: Não, em nossa vida, todos os dias podemos clamar por Jesus, seja na hora de fazer um
aprova, de fazer uma tarefa difícil, no momento de tristeza, de brigas e violências que vemos na
televisão. Podemos clamar pelo nome de Jesus a toda hora.
TODOS: Jesus, seja o nosso auxílio e nossa proteção.
PRATICANDO A PALAVRA - Vamos usar recortes de jornais e revistas. Vamos selecionar nestes
jornais e revistas, notícias que nos mostram a presença de Deus na vida das pessoas e momentos
em que não houve a presença de Deus
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA - Vamos fazer um compromisso da semana? Ajudar uma família
mais necessitada (cada membro da família vai doar algo de si mesmo, as crianças podem doar
brinquedos que não use mais).
TEMA 23 - FRATERNIDADE, UMA LIÇÃO DE AMOR. (MT. 25,34-40)
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber que o amor de Deus deve ser refletido por nos ao próximo
de muitas maneiras.
VER
ILUMINAR – (Mt. 25,31-40)
MOMENTO DE PENSAR – Quantas pessoas podem estar nesse momento precisando ser
acolhidas e cuidadas com mais atenção? Pessoas que se sentam do nosso lado na igreja, que
passam serias necessidades sem nada falar. Seria justo celebrar durante uma hora ao lado de uma
pessoa que se senta ao nosso lado na Igreja, cantando cantos alegres e ouvindo a Palavra de
Deus, sem sequer saber o nome e o lugar de onde aquela pessoa vem? E se ela não voltar, quem
perceberá sua ausência? Quantos dentre os próprios servos vivem verdadeiras lutas sem poder
contar com a ajuda dos irmãos de comunidade. Mas é assim que nos comportamos a maioria das
vezes, vamos à igreja, mas não nos preocupamos com quem está ao nosso lado, as vezes até dar
a paz de Cristo nos incomoda...
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - um exemplo bíblico de fraternidade é a história do bom samaritano.
A professora vai lembrar essa história em seguida você vai colorir bem bonito o desenho abaixo.
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- Contemos abaixo uma boa ação que você já tenha praticado, que
mostrou o quanto você é fraterno com o próximo.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
TEMA 24 - A SAGRADA FAMÍLIA
OBJETIVO DO ENCONTRO – Reconhecer a família de Jesus como modelo nos dado por Deus
para fazer nossa vida mais feliz.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – (Lc. 2,16)
MOMENTO DE PENSAR – Muito provavelmente, a família de Jesus da parte de José, seu pai, era
migrante. Tinha saído de Belém na Judéia (Lc 2,4), para a Galileia, em busca de melhores
condições de vida. Por isso, na hora do recenseamento, José teve que voltar até Belém na Judéia,
levando consigo Maria, sua esposa, grávida de nove meses (Lc 2,5).
Assim, antes de nascer, Jesus já era vítima do sistema político e econômico da época.
Augusto, o Imperador de Roma, mandou fazer o recenseamento em vista da reorganização
administrativa e da cobrança dos impostos (Lc 2,1-3). Por isso, Jesus nasce fora de casa, em
Belém. Nasce leigo, pobre, sem a proteção de uma classe ou de uma família poderosa. Logo depois
de nascido, foi perseguido pela tirania de Herodes e seus pais tiveram que fugir para o Egito (Mt
2,13), de onde voltaram para Galileia (Mt 2,22)
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA – Vamos ler juntos?
CATEQUISTA: Vivemos um tempo em que vários males afligem a família, sobretudo separação,
desquite e divórcio. Estas coisas parecem estar em alta, viraram moda na mídia. Porém, temos
consciência do quanto é importante a união do casal na relação familiar e social.
L 2: Por isso, dizemos que estão supostamente em alta, porque o que está mesmo em alta, no
coração de Deus e na vida de seus fiéis seguidores, é o amor no seu sentido mais
profundo: a doação. Todos/as: Que a nossa família seja semelhante à Família de Jesus.
CELEBRAR:
CANTO: Como é bom ter a minha família ou outro
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- Diante do exemplo da Sagrada Família de Nazaré,
perguntamos: quais as semelhanças entre ela e as nossas famílias? Quais as dificuldades
que enfrentam os pais na educação dos filhos? Que podemos fazer para melhorar o
convívio familiar?
- Pinte, corte e cole o desenho abaixo em um papel cartão e monte a cena.
TEMA 25 - EU E MINHA FAMÍLIA
OBJETIVO DO ENCONTRO – Internalizar, que assim como Jesus temos nossa família, e que
família é uma comunidade de amor e respeito. Chamar as famílias para celebrar juntamente com
os catequizandos.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – Lc. 19,1-10)
MOMENTO DE PENSAR – Deus já nos fez nascer em uma pequena comunidade, que é a
minha família. Com meus pais e irmãos formamos nossa primeira comunidade, onde juntos
amamos, respeitamos e ajudamos uns aos outros a viverem unidos, ou seja, “um por todos e todos
por um! ”. Entre irmãos deve haver compreensão, perdão e amor para que todos possam viver
unidos.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Vamos ler juntos?
MÃES: O amor verdadeiro se mede pela capacidade de sacrifício e doação. É preciso cultivar
em nossas famílias, valores como: perdão, diálogo, renúncia, respeito.
TODOS: Que o Amor reine em nossas famílias como reinou na Família de Jesus.
PAIS: A presença dos pais na formação dos filhos é muito necessária, tanto que
Deus, ao enviar seu Filho ao mundo, precisou de um homem e de uma mulher, tendo escolhido
José e Maria para acompanharem o crescimento de Jesus.
FILHOS/AS: A vida em família nos dá forças para superarmos nossas dificuldades.
Aprendemos com os erros e com os acertos, uns dos outros. Somos co-responsáveis pela
orientação e formação de nossas famílias.
TODOS: O mundo carece do verdadeiro amor, que vem da união de nossas famílias.
FILHOS/AS: Com o desprendimento, a paciência e a coragem de José e de Maria, vamos
preparar nosso lar para acolher o Emanuel, Deus - conosco.
Todos/as: O mundo carece do verdadeiro amor, que vem da união de nossas famílias.
A: Mateus descreve a origem de Jesus, fala da preparação de Maria e de José para receberem o
Filho de Deus.
L 5: Maria ficou grávida pela ação do Espírito Santo. Acostumada a conceber a Palavra de Deus
na mente e no coração, agora concebe a Palavra em seu próprio ventre. A jovem que tinha sido
prometida em casamento a José, teve a coragem de dizer sim à vontade de Deus.
Todos/as: Obrigado, Maria, porque nos deste um filho que mudou nossa história.
L 1: José, homem justo e bom, tranquilizado pelo anjo do Senhor, aceita Maria como esposa, faz
tudo o que lhe foi ordenado. Como os antigos patriarcas, ele recebe em sonhos a vontade de Deus
a seu respeito e obedece na fé.
Todos/as: Obrigado, José, pois com teu exemplo aprendemos a confiar plenamente no projeto de
Deus.
L 2: O projeto salvífico do Senhor concretiza-se com o sim de Maria e com a participação de José,
e realiza-se no nascimento do Messias.
CELEBRAR
CANTO: Que nenhuma família comece em qualquer de repente
(Oração de Pe. Zezinho)
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA - A partir da reflexão e das orações que fizemos neste
encontro, vamos assumir alguns compromissos:
- colaborar para que a relação familiar seja mais agradável, buscar o diálogo e o
entendimento.
- Valorizar os familiares, com elogios, gestos gentis, palavras doces, como por exemplo: por
favor, obrigado, com licença, desculpe...
- Criar espaços para oração em casa, nas refeições, nos momentos de encontro da família.
- Fazer da Bíblia o livro da família, estabelecendo tempo para sua leitura e reflexão, individual e
familiar.
- Colaborar com alguma família que passa necessidades.
- Participar dos grupos de reflexão, com toda a família, também durante o ano.
TEMA 26 - JOÃO BATISTA, O PRECURSOR. (LC. 3,2-6)
OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de
Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – (Lc. 3,2-6) Na mesa da palavra.
MOMENTO DE PENSAR – João Batista e Jesus Nazareno, eram primos em segundo grau, porque
Maria e Isabel mães de Jesus e João eram primas. Sempre se avistavam os meninos , com pouca
diferença de idade (João + velho) Também sentiam-se felizes em companhia um do outro Nazaré,
com sua paisagem, das mais belas de toda a Galiléia é talvez o mais formoso recanto da Palestina.
Suas ruas humildes e pedregosas, suas casinhas pequeninas, se agrupam em cima das
montanhas. Falavam de assuntos celestiais, da vontade de Deus junto a ambos. "João partira
primeiro" disse Jesus. Seria o Precursor, isto é : o preparador do caminho. Aquele que falava ao
deserto. Dos corações. Aquele que foi chamado " A vós que clama no deserto ’’ Arrependei vos,
porque é chegado o reino dos céus. João, era valoroso pregador, amigo da justiça e da verdade.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - São João Batista, de altas virtudes e rigorosas penitências, anunciou
o advento do Cristo e ao denunciar os vícios e injustiças deixou Deus conduzi-lo ao cumprimento
da profecia do Anjo a seu respeito: “Pois ele será grande perante o Senhor; não beberá nem vinho,
nem bebida fermentada, e será repleto do Espírito Santo desde o seio de sua mãe. Ele reconduzirá
muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus: e ele mesmo caminhará à sua frente…” ( Lc 1, 15)
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA- Vamos colorir?
ENCONTRO XXVII
TEMA 27 - JESUS É BATIZADO (LC. 3, 21-22)
OBJETIVO DO ENCONTRO – Saber que o batismo é a declaração pública de que pertencemos à
família de Deus.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – (Lc. 3, 21-22)
MOMENTO DE PENSAR – Por que Jesus foi batizado? Apesar de Jesus não ter pecado algum,
quis ser batizado para nos mostrar que era solidário com a humanidade pecadora, a qual viera
salvar. E o nosso batismo, o que significa? O Batismo é um novo nascimento. Nascemos para uma
vida nova e nos tornamos irmãos uns dos outros.
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA -
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA-
Como foi o batizado das pessoas da família, com qual idade, em que igreja, o que aconteceu no
batizado. Escrevam se quiserem no espaço abaixo os comentários.
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
........................................................................................................................
TEMA 28 - OS AMIGOS DE JESUS.
OBJETIVO DO ENCONTRO – interiorizar a noção de amigos, e como seguidor de Jesus, amar a
todos como a mós mesmos, sem distinção de raça, cor ou credo.
VER – Compromissos da semana anterior
ILUMINAR – (Lc). 6,12-16
MOMENTO DE PENSAR– Vamos Fazer um pequeno jogral onde todos participarão.
CATEQUISTA: Nós também somos chamados por Jesus a serem seus amigos, os discípulos.
Como seus seguidores somos chamados de cristãos. E como cristão quero dar a minha resposta.
TODOS: Jesus, obrigado por me chamar a ser seu seguidor, quero com todas as minhas forças
atender o seu chamado.
CATEQUISTA: Hoje o desafio do cristão é muito grande, mas com a força do Espírito Santo
poderemos derrubar todas as barreiras.
TODOS: Jesus falou que estaria conosco até o fim dos tempos e confiando nestas palavras
daremos a nossa resposta. SIM, estou aqui para fazer a tua vontade, Jesus!
AGIR
PRATICANDO A PALAVRA - Era uma vez dois burrinhos de carga que estavam viajando um atrás
do outro. O burro que estava na frente não queria que o outro ficasse ao lado dele, e sim, atrás.
"Você não pode caminhar ao meu lado porque a minha carga é uma caixa cheia de ouro. E a sua
carga são apenas dois sacos de farelo", disse ele. O burro que carregava o farelo cedeu,
caminhando atrás do que carregava ouro. De repente, uau! Dois bandidos deram tiros para o ar e
os burros pararam com medo. Examinando a carga do burro humilde, disseram: "É farelo! Credo,
isso não queremos!".
Mas quando eles viram que o burro da frente carregava ouro, exclamaram: Esse tem ouro! O burro
começou a resistir, dando coice. Açoitaram o burrinho com pedras e fugiram com todo o ouro. O
burro ferido pediu ajuda ao outro que, pastava tranquilamente. O burrinho do farelo respondeu: "E
eu já posso aproximar-me de vossa excelência?".
"Como não! Minha fidalguia estava nas caixas de ouro. Sem elas, sou apenas uma pobre besta",
respondeu. "É, eu sei. Você até parece com certos homens que só avaliam as pessoas
levianamente. No final das contas, todos nós temos valores para com partilhar: eu, tu e eles.
Não se pode deixar o dinheiro como o valor supremo.
CELEBRAR
MINHA ORAÇÃO -
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
COMPROMISSO DA SEMANA - Em casa, deixe a figura abaixo bem colorida.
BIBLIOGRAFIA
SEMENTINHAKIDS.WORDPRESS.COM
AMOR EM ENSINAR.BLOGSPOT.COM
AMIGUINHOSDEJESUSNANETE.BLOGSPOT.COM
JARDIM DA FE.BLOGSPOT
PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
PARÓQUIA SANTO ANTÔNIO MARIA CLARET
WWW.AMIGUINHOSDEDEUS.COM
PORTALSEMENTINHAKIDS.COM
HTTP://WWWBLOGDAPRECATEQUESE.BLOGSPOT.COM.BR
WWW.CATEQUISAR.COM.BR
WWW.DEUSUNICO.COM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011garzella
 
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)boscolandia
 
Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.Lucas Licerre
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciaçãoCatequese Anjos dos Céus
 
Discurso de abertura para festividade de jovens
Discurso de abertura para festividade de jovensDiscurso de abertura para festividade de jovens
Discurso de abertura para festividade de jovensAmor pela EBD
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018Rogenia
 
Missa primeira eucaristia
Missa primeira eucaristiaMissa primeira eucaristia
Missa primeira eucaristiaJean Almeida
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorFábio Vasconcelos
 
Catequese "O Credo" parte por parte
Catequese "O Credo" parte por parteCatequese "O Credo" parte por parte
Catequese "O Credo" parte por parteJose Luis Beneli
 

Mais procurados (20)

1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
 
Planejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da CatequesePlanejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da Catequese
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
 
Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
 
A missa parte por parte
A missa parte por parteA missa parte por parte
A missa parte por parte
 
14º Encontro da Crisma - MARIA
14º Encontro da Crisma - MARIA14º Encontro da Crisma - MARIA
14º Encontro da Crisma - MARIA
 
Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas  Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas
 
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
 
Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.
 
Retiro com Crismandos
Retiro com CrismandosRetiro com Crismandos
Retiro com Crismandos
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
 
Discurso de abertura para festividade de jovens
Discurso de abertura para festividade de jovensDiscurso de abertura para festividade de jovens
Discurso de abertura para festividade de jovens
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
 
Missa primeira eucaristia
Missa primeira eucaristiaMissa primeira eucaristia
Missa primeira eucaristia
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
 
Diamica dons espirito
Diamica dons espiritoDiamica dons espirito
Diamica dons espirito
 
Encontro sobre o Dízimo
Encontro sobre o DízimoEncontro sobre o Dízimo
Encontro sobre o Dízimo
 
A verdadeira pascoa
A verdadeira pascoaA verdadeira pascoa
A verdadeira pascoa
 
Catequese "O Credo" parte por parte
Catequese "O Credo" parte por parteCatequese "O Credo" parte por parte
Catequese "O Credo" parte por parte
 

Destaque

Por qué mi app no es tan buena
Por qué mi app no es tan buenaPor qué mi app no es tan buena
Por qué mi app no es tan buenaSole Moris
 
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222 ftw
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222  ftwTehilim 929 #36 מזמור לא 20161222  ftw
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222 ftwEliyahu Schuman
 
Brasil, capital mundial das Redes Sociais
Brasil, capital mundial das Redes SociaisBrasil, capital mundial das Redes Sociais
Brasil, capital mundial das Redes SociaisLiliane Ferrari
 
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...Faithworks Christian Church
 
Презентація:Віднімання дробу від числа
Презентація:Віднімання дробу від числа Презентація:Віднімання дробу від числа
Презентація:Віднімання дробу від числа sveta7940
 
النسخة الالكترونية النهائية لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...
النسخة الالكترونية  النهائية  لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...النسخة الالكترونية  النهائية  لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...
النسخة الالكترونية النهائية لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...NoorAlhady
 
Pourquoi coder son propre thème WordPress
Pourquoi coder son propre thème WordPressPourquoi coder son propre thème WordPress
Pourquoi coder son propre thème WordPressThomas Villain
 
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа ДусенкоRoman Dusenko
 
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"sveta7940
 
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade CognoscitivaFilosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade CognoscitivaRafael Cristino
 
Презентація:Функція. Лінійна функція.
Презентація:Функція. Лінійна функція.Презентація:Функція. Лінійна функція.
Презентація:Функція. Лінійна функція.sveta7940
 
Mission in a Virtual World, for The Salvation Army
Mission in a Virtual World, for The Salvation ArmyMission in a Virtual World, for The Salvation Army
Mission in a Virtual World, for The Salvation ArmyBex Lewis
 
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас Таня Гирлаку
 
3Com ETHERLINK II
3Com ETHERLINK II3Com ETHERLINK II
3Com ETHERLINK IIsavomir
 
Основи, їх склад і назви
Основи, їх склад і назвиОснови, їх склад і назви
Основи, їх склад і назвиsveta7940
 
3Com 180-3872A
3Com 180-3872A3Com 180-3872A
3Com 180-3872Asavomir
 
Правила дорожного движения
Правила дорожного движенияПравила дорожного движения
Правила дорожного движенияAnastasia Simonova
 

Destaque (20)

Por qué mi app no es tan buena
Por qué mi app no es tan buenaPor qué mi app no es tan buena
Por qué mi app no es tan buena
 
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222 ftw
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222  ftwTehilim 929 #36 מזמור לא 20161222  ftw
Tehilim 929 #36 מזמור לא 20161222 ftw
 
Brasil, capital mundial das Redes Sociais
Brasil, capital mundial das Redes SociaisBrasil, capital mundial das Redes Sociais
Brasil, capital mundial das Redes Sociais
 
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...
TITUS 3 - DOING GOOD FOR THE SAKE OF THE GOSPEL - PS JOVEN SORO - 630PM EVENI...
 
Презентація:Віднімання дробу від числа
Презентація:Віднімання дробу від числа Презентація:Віднімання дробу від числа
Презентація:Віднімання дробу від числа
 
النسخة الالكترونية النهائية لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...
النسخة الالكترونية  النهائية  لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...النسخة الالكترونية  النهائية  لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...
النسخة الالكترونية النهائية لتعميم الحركة وفتح الرغبات1438http://www.thaqfn...
 
Pourquoi coder son propre thème WordPress
Pourquoi coder son propre thème WordPressPourquoi coder son propre thème WordPress
Pourquoi coder son propre thème WordPress
 
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко
30 минут о карьерной стратегии мини мастер класс Романа Дусенко
 
Be a chef
Be a chefBe a chef
Be a chef
 
Ejercicios tema universo
Ejercicios tema universoEjercicios tema universo
Ejercicios tema universo
 
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"
Презентація:Повторення теми "Додавання і віднімання раціональних чисел"
 
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade CognoscitivaFilosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
 
Презентація:Функція. Лінійна функція.
Презентація:Функція. Лінійна функція.Презентація:Функція. Лінійна функція.
Презентація:Функція. Лінійна функція.
 
Mission in a Virtual World, for The Salvation Army
Mission in a Virtual World, for The Salvation ArmyMission in a Virtual World, for The Salvation Army
Mission in a Virtual World, for The Salvation Army
 
611 23
611 23611 23
611 23
 
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас
Побудова речень з однорідними членами-присудками. 4 клас
 
3Com ETHERLINK II
3Com ETHERLINK II3Com ETHERLINK II
3Com ETHERLINK II
 
Основи, їх склад і назви
Основи, їх склад і назвиОснови, їх склад і назви
Основи, їх склад і назви
 
3Com 180-3872A
3Com 180-3872A3Com 180-3872A
3Com 180-3872A
 
Правила дорожного движения
Правила дорожного движенияПравила дорожного движения
Правила дорожного движения
 

Semelhante a 1º ANO DE EUCARISTIA

Livro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfLivro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfNuno Melo
 
Festa do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docxFesta do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docxcrismoreira3784
 
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do Senhor
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do SenhorMissa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do Senhor
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do SenhorIEE Wilcam
 
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPNovena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPBernadetecebs .
 
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SP
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SPNovena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SP
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SPBernadetecebs .
 
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoLivreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoBernadetecebs .
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009guestab52b4
 
Livreto Novena Natal 2021
Livreto Novena Natal 2021Livreto Novena Natal 2021
Livreto Novena Natal 2021Bernadetecebs .
 

Semelhante a 1º ANO DE EUCARISTIA (20)

Livro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdfLivro de peregrinações 2023.pdf
Livro de peregrinações 2023.pdf
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
 
405
405405
405
 
Caminhada-2.pdf
Caminhada-2.pdfCaminhada-2.pdf
Caminhada-2.pdf
 
Festa do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docxFesta do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docx
 
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do Senhor
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do SenhorMissa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do Senhor
Missa do Dia Mundial das Comunicações Sociais 2015/Ascensão do Senhor
 
425
425425
425
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2010
Novena ao Padroeiro Santo André 2010Novena ao Padroeiro Santo André 2010
Novena ao Padroeiro Santo André 2010
 
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPNovena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
 
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SP
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SPNovena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SP
Novena de Natal 2015 CEBs - Diocese de São josé dos Campos - SP
 
03 paroquia gracas
03 paroquia gracas03 paroquia gracas
03 paroquia gracas
 
Livro missa formatura
Livro missa formaturaLivro missa formatura
Livro missa formatura
 
Jornal agosto
Jornal agostoJornal agosto
Jornal agosto
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoLivreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
 
Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009
 
Livreto Novena Natal 2021
Livreto Novena Natal 2021Livreto Novena Natal 2021
Livreto Novena Natal 2021
 
1º encontro Familia e Oração
1º encontro Familia e Oração1º encontro Familia e Oração
1º encontro Familia e Oração
 

Mais de Catequista Josivaldo

Mais de Catequista Josivaldo (12)

Cnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecidaCnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecida
 
Desafio do amor
Desafio do amorDesafio do amor
Desafio do amor
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
 
Músicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalhaMúsicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalha
 
Nada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudarNada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudar
 
Leitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a famíliaLeitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a família
 
O quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesaO quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesa
 
A arte de ensinar
A arte de ensinarA arte de ensinar
A arte de ensinar
 
O querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhosO querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhos
 
Finalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cjFinalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cj
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
 
Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +
 

Último

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfDaddizinhaRodrigues
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfFrancisco Baptista
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 

Último (7)

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

1º ANO DE EUCARISTIA

  • 1. PAROQUIA SÃO VICENTE DE PAULO APOSTILA CATEQUESE 1º ANO DE PREPARAÇÃO PARA EUCARISTIA 2017
  • 2. Paroquia São Vicente de Paulo Pastoral da Catequese Infantil QUERIDO CATEQUIZANDO, Que a paz de Jesus esteja com você! Esta apostila é para ajudar você a conhecer um pouco da história da nossa Igreja, nossa comunidade e a formação do povo de Deus. Nela encontrará ajuda através de textos e citações bíblicas, para serem lidas e ao final de cada encontro, você e sua família poderá partilhar o que foi falado no encontro da semana. Ao final de cada encontro você terá oportunidade de fazer sua oração espontânea, entrando em sintonia com Deus Pai, e nosso irmão Jesus. Fale também com Maria, pois ela também o escutará. Um forte abraço na paz de Jesus. Equipe de Catequese TOME NOTA EM SUA AGENDA Todos os Domingos - Missa com crianças às 9 horas. A cada semestre - Encontrão com os pais e catequizandos. No encerramento de cada semestre - confraternização (trazer lanche para confraternizar) Assinatura do Pai/mãe ou responsável: ______________________________________________________
  • 3. Paroquia São Vicente de Paulo Catequese Infantil PARA AS FAMÍLIAS: Ao mandar nossos filhos para a catequese, precisamos fazer alguns questionamentos em família: Porque queremos que os nossos filhos vão à Catequese? O nosso Deus é o Deus de Jesus Cristo? Que imagem temos de Deus? Um Ser Todo Poderoso, que sabe tudo, que vê tudo quanto fazemos e nos julga? Alguém a Quem temos certo respeito e a Quem tememos? Alguém que está tão perto de nós ou que está em nós? Alguém que não sabe senão amar, como um Pai/Mãe ama os seus filhos? Como falar de Deus aos nossos filhos? Como ajudá-los a conhecê- lo e a relacionar-se com Ele? Olhando para Jesus vemos como Ele fala com Deus e de Deus. Jesus trata Deus por Pai, ou melhor por "Paizinho" (Abba) e diz-nos que o Seu Pai também é nosso Pai, que nos ama. Falemos aos nossos filhos de um Deus assim: próximo, amigo, bom; um Deus que só quer que sejamos felizes, um Deus que gosta que a gente Lhe fale, Lhe conte as nossas alegrias e as nossas tristezas; um Deus que nunca Se zanga e que não castiga ninguém, apenas pede que sejamos bons e amigos uns dos outros; um Deus que perdoa sempre, absolutamente sempre.
  • 4. INDICE Paroquia São Vicente de Paulo Catequese Infantil Tema 1 – CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017 - FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA. Tema 2 - Eu e minha vida cristã. Tema 3 – Existe um único Deus. Tema 4 - Eu e minha comunidade. Nossa comunidade/Nossa Paróquia Tema 5 – A igreja, a grande família do povo de Deus. (Gn 15,1-6) Tema 6 - O Livro da Palavra de Deus. Tema 7 - A Bíblia, o livro da Comunidade. Tema 8 - Os livros da Bíblia Tema 9 - Como ler a Bíblia? Tema 10 - O presente de Deus para nós - a criação (Gn. 1,1-25) Tema 11 - Somos escolhidos por Deus (Gn. 1,26-31) Tema 12 - precisamos ser homens de fé. (Gn. 12,1-3) Tema 13 - Deus nos liberta. (Ex. 3,1-10) Tema 14 - A aliança de Deus com seu povo. (Ex. 20,1-17) Tema 15 - A coragem que devemos ter. (1 Sm. 17,26-54) Tema 16 - Precisamos buscar Deus. (I Reis 19,9-14) Tema 17 - Os profetas, anunciadores do Reino. (Liv. dos profetas) Tema 18 - O povo espera o messias. (Zc. 9,9-10) Tema 19 - O sim de Maria. (Lc. 1, 37) Tema 20 - O nascimento do Salvador Jesus. (Lc. 2,1-20) Tema 21 - Jesus Crescia em idade e sabedoria. (Lc. 2 51-52) Tema 22 - Deus se comunica através de Jesus. (Lc. 4,14-21) Tema 23 - Fraternidade, uma lição de amor. (Mt. 25,34-40) Tema 24 - A sagrada Família (Lc. 2,16) Tema 25 - Eu e minha família (Lc. 19,1-10) Tema 26 - João Batista, o precursor. (Lc. 3,2-6) Tema 27 - Jesus é batizado (Lc. 3, 21-22) Tema 28 - Os amigos de Jesus. (Lc). 6,12-16 Tema 29 - Campanha da Fraternidade 2016: “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5, 24)
  • 5. ANO LITÚRGICO ·Ano Litúrgico é o calendário de nossa Igreja, contém a data dos acontecimentos da história da salvação, surgiu e se desenvolveu a partir da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. ·Por isso, o centro do ano litúrgico é JESUS CRISTO, no seu mistério pascal da paixão, morte e ressurreição, celebrado pela Igreja, todos os dias na eucaristia. Esse mistério pascal é o coração do ano litúrgico. ·O ano litúrgico é diferente do nosso calendário anual: começa no 1º Domingo do Advento e termina no Domingo da Festa do Cristo Rei (novembro). ·O ano litúrgico se divide em dois grandes ciclos, duas grandes festas: CICLO DO NATAL e CICLO DA PÁSCOA. Entre esses dois ciclos está o TEMPO COMUM. ·Em cada ciclo há 3 momentos: Preparação para a festa principal, Celebração festiva no dia da festa e Prolongamento da festa. ·Para melhor expressarmos os diferentes momentos do ano litúrgico, usamos as cores. Elas estão presentes nas celebrações litúrgicas (missas): no altar e nas vestes do sacerdote, de acordo com o momento celebrado: BRANCO: Alegria, festa. Usado nos dias de festas e solenidades (Natal, Páscoa, Quinta-feira Santa, Santíssima Trindade, Cristo Rei...). Pode ser substituída por amarelo, bege ou dourado; VERDE: Esperança. Usado no tempo comum, mantendo viva a esperança da igreja peregrina, que caminha rumo ao reino de Deus; ROXO: Penitência, espera. Usado na quaresma (tom mais escuro) e no advento (tom mais claro); VERMELHO: Sangue, fogo. Usado para celebrar o martírio, a morte dos santos da igreja. E na festa de Pentecostes; RÓSEO: Expectativa, alegria do Senhor que se aproxima. Usado no 3º domingo do advento e no 4º domingo da quaresma; PRETO: Luto. Usado em missas pelas almas e em sepultamentos.
  • 6. ORAÇÕES DE TODOS OS DIAS Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. Amem. INVOCAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas e gozemos sempre da sua consolação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Credo Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor Que foi concebido pelo poder do Espírito Santo. Nasceu da Virgem Maria. Padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso. Donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, Na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém Oração antes de ler a Bíblia Meu Senhor e meu Pai! Envia o teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha a tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Faze, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém. Oração ao Anjo da Guarda Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedadedivina, sempre me rege, guarda, governa e ilumina. Amém. Salve Rainha Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados filhos de Eva; a vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei e, depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria! Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém. Pai Nosso (Oração do Senhor) Pai nosso, que estais nos céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai
  • 7. hoje; perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém. Ave, Maria Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém. Ato de Contrição Meu Deus, eu me arrependo de todo coração de vos ter ofendido, porque sois tão bom e amável. Prometo, com a vossa graça, esforçar-me para não mais pecar. Meu Jesus, misericórdia.
  • 8. 1º ENCONTRO: CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017 FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA. VER - A Campanha da Fraternidade (CF) 2017 tem como tema ‘Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida’ e o lema ‘Cultivar e guardar a criação’ (Gn 2.15). Buscando alertar para o cuidado da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, a campanha terá início em todo o país no dia 1º de março. OBJETIVO DO ENCONTRO – Conhecer e defender os biomas brasileiros, já que são habitats naturais da vida na terra. ILUMINAR: Gn 2.15 AGIR: Vamos colorir bem bonito o cartaz da Campanha da Fraternidade 2017. CELEBRAR – Vamos agradecer a Deus por nossa natureza. Cantemos o hino da CF 2017. COMPROMISSO DA SEMANA - vamos tentar ser prestativos e cuidadosos com nosso planeta, como foi Jesus.
  • 9. TEMA 2 – EU E MINHA VIDA CRISTÃ. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. Também é objetivo do encontro a acolhida amiga, sincera, a identificação de cada um dos catequizandos e o entrosamento entre todos. VER - Compromissos da semana anterior Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. ILUMINAR – Na mesa da palavra leremos juntos estes capítulos. (Cor. 2, 3, 3) e (Atos 11 - 26.) “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração” (2 Co 3:3). Atos 11 – 26 - “… e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.” MOMENTO DE PENSAR - A maior carta de recomendação de um cristão é o seu testemunho de vida. Portanto, se os primeiros discípulos eram chamados de cristãos, podemos concluir que tinham características que lembravam cristo, em seu proceder e atitudes, em seu modo de vida, alguma coisa que lembrava Jesus Cristo. De alguma forma suas vidas espelhavam as características e o caráter de Cristo. Recebemos de Deus a nossa vida. Neste nosso grupo, toda semana a gente pode se encontrar e vamos passar alguns momentos alegres para falarmos de coisas muito bonitas e saber um pouquinho mais da vida de nosso querido grande Amigo Jesus. Os amigos se querem bem, se ajudam e não falam mal um do outro. Além dos amigos deste grupo, temos outros amigos, não temos? Agradeça a Deus pelos amigos que você tem... AGIR – PRATICANDO A PALAVRA - Agora, no centro do círculo, você vai anotar os nomes de seus colegas, do seu grupo de catecismo. No círculo maior, o nome de sua catequista.
  • 10. CELEBRAR – Reconstrução do texto. Momento de louvor. MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA– pesquise sobre o dia do seu batismo: No dia _______ de __________________ de ________________. Na Igreja ____________________________________________, Da cidade de ___________________________________, recebi o Sacramento do Batismo, tornando-me assim Filho de Deus e membro da Igreja. O Celebrante foi ____________________________________________. Meu Padrinho _______________________________________e minha Madrinha _____________________________________, prometeram, junto com meus pais, que iriam me ajudar a crescer como cristão católico. Foi um dia muito importante para a minha vida!
  • 11. TEMA 3 – EXISTE UM ÚNICO DEUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Entender que temos um único Deus, verdadeiro, onipotente. Que temos um único Deus criador que nos ama e e que cuida de nós. VER Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. Deus não é um Deus distante, ele se importa com nossa vida e com nossos problemas. Deus é único, o primeiro Deus, ninguém existiu antes dele, nem divindade ou criatura, e é o último, ninguém virá depois Dele. Todos nós somos criação do Deus único, o profeta Isaias nos mostra que somos feitos pelo Senhor, as promessas feitas à Israel se estende a toda a humanidade. E essa promessa alcança a todos que se entregam como propriedade de Deus. ILUMINAR – Is 41, 8-11 – Na mesa da palavra. MOMENTO DE PENSAR – Se somos feitos à imagem e semelhança de Deus, somos cheios de amor, mas será que nós demonstramos este amor que há dentro de nós, através de nossos atos e nossas palavras. De nossa boca saem palavras de crescimento e benção? Será que usamos nosso corpo de forma adequada? Nossos sentidos são usados para quê? Nossas mãos abençoam e constroem? Nossos ouvidos sabem ouvir o nosso irmão, escutam músicas que nos fazem crescer na graça de Deus? Nossos olhos são usados para consolar, apascentar, choram pelo sofrimento do nosso irmão, e vêem a beleza da criação? Nossos pés, para onde nos levam, por caminhos da paz e da justiça, para fazer o bem? Reflitam sobre como estamos vivendo. De acordo com a vontade Deus ou usamos nossa vida para aquilo que não é do agrado de nosso criador? Somos todos filhos de Deus e vivemos como irmãos? Façam uma oração espontânea, em família, agradecendo ou pedindo ao Senhor para ajudá-los a viverem na graça de Deus. Se quiserem podem utilizar o verso desta folha. AGIR PRATICANDO A PALAVRA – 1 – Por que você quer se preparar para fazer a primeira comunhão? ______________________________________________________________________________ ________________________________________________________2 – O que você sabe sobre Deus? ______________________________________________________________________________ ________________________________________________________3 – Quem ensinou isso para você?
  • 12. ___________________________________________________________________4 – Você conversa sobre Deus em casa com seus familiares? ___________________________________________________________________5 – Converse com o colega ou colega que está ao seu lado sobre como deve ser o comportamento de vocês durante os encontros de catequese. Escreva o que vocês combinaram. _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ MOMENTO DE ORAÇÃO: Oração: Senhor eu acredito em ti. Aumenta a minha fé ! Por mais difícil que seja fazer a tua vontade, ajuda-me, Senhor, a caminhar nos teus caminhos, sob a luz do teu olhar. Amém COMPROMISSO DA SEMANA – – Façam uma oração espontânea, em família, agradecendo ou pedindo ao Senhor para ajudá-los a viverem na graça de Deus. Se quiserem podem utilizar o verso desta folha.
  • 13. TEMA 4 - NOSSA COMUNIDADE/NOSSA PARÓQUIA OBJETIVO DO ENCONTRO - Conhecer um pouco mais sobre a nossa paróquia, assim como também sobre o nosso padroeiro. - Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. VER - Reviver o compromisso anterior. Vicente de Paulo nasceu na cidade de Pouy, na França, aos 24 de abril de 1581. Filho de pobres camponeses, manifestou o desejo e gosto para o estudo. Entrou para o seminário e foi ordenado padre ainda bem novo, com apenas 19 anos de idade. O início de sua vida sacerdotal foi marcado por muitas dificuldades e desacertos. Inicialmente, estava muito preocupado em ajudar sua família e em conseguir certa estabilidade financeira. Diante de uma série de fracassos, foi amadurecendo e, sobretudo a partir de 1612, se lançou inteiramente no serviço aos pobres. Em contato com os camponeses, conheceu o estado de abandono religioso e miséria em que viviam as populações do campo. Percebeu que os pobres tinham necessidades urgentes e que, para ser fiel a Cristo, era preciso servi-los. Começou, então, a pregar missões entre os pobres e a organizar diversas organizações de caridade. ILUMINAR – ( Eclesiástico 2,1-11 ) Meu filho, se você se apresenta para servir ao Senhor, prepare-se para a provação. Tenha coração reto, seja constante e não se desvie no tempo da adversidade. Una-se ao Senhor e não se separe, para que você no último dia seja exaltado. Aceite tudo o que lhe acontecer, e seja paciente nas situações dolorosas, porque o ouro é provado no fogo e as pessoas escolhidas, no forno da humilhação.. ( Eclesiástico 2,1-11 ) MOMENTO DE PENSAR – 1- A família de Deus é composta de pequenos grupos que chamamos de comunidades, onde as pessoas se reúnem em uma capela ou igreja (com i minúsculo, pois se refere ao templo de tijolo) ou às vezes ainda não tem nem o templo, mas as pessoas começam a se reunir para ali construírem o templo onde louvaram a Deus. Uma igreja católica somente pode ser construída com a autorização do Bispo responsável pela Diocese, que no nosso caso é atualmente Dom Irineu Danelon. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - 1 – A nossa paróquia tem como padroeiro? ______________________________
  • 14. 2 – Quem foi São Vicente de Paulo? ______________________________ _____________________________________________________________ 6 – Nossa paróquia está sempre unida à Igreja de Jesus, presente no mundo inteiro, acompanhada pelo Bispo _____________________________ e orientada pelo Papa________________________ . CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - – Façam uma oração espontânea, colocando a serviço de Deus os dons que há em sua família a disposição da comunidade. ( se quiserem podem escrever a oração no espaço abaixo ) ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ COMPROMISSO DA SEMANA- .2 - Pesquise o nome das quatro comunidades que formam a nossa Paróquia e escreva no espaço: a) Comunidade __________________________________________________ b) Comunidade __________________________________________________ c) Comunidade ___________________________________________________ d) Comunidade __________________________________________________
  • 15. TEMA 5 – A IGREJA, A GRANDE FAMÍLIA DO POVO DE DEUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – entender que Deus em seu infinito amor quer que todos sejamos uma grande família e que vivamos em comunidade.. VER - Reviver o compromisso anterior. Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. ILUMINAR – (Gn 15,1-6) Fazer a leitura na mesa da palavra MOMENTO DE PENSAR – A Igreja é a grande família de Deus, é a comunidade que tem como tarefa a construção do Reino de Deus. Na igreja as pessoas batizadas assumem um compromisso especial com Jesus e com o Povo de viver unidos e fazer o bem. Jesus nos ensina também que a igreja, lugar de encontro da comunidade é a casa de Deus e nossa casa. É neste lugar que se reúne a família de deus para louvá-lo e agradecê-lo. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - 1- Agora faço parte da Grande família de Deus. Vou escrever o nome de meus irmãos em Cristo novamente e pensar uma qualidade de cada um. Contarei a meus pais como foi o encontro e como é a minha turma de catequese. ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 2- Nós frequentamos a Catequese para: ( ) crescer na amizade e união com as pessoas. ( ) Aprender a partilhar com meu irmão que precisa. ( ) participar da comunidade, a Igreja de Cristo. ( ) conhecer melhor o nosso Deus, criador e protetor. MINHA ORAÇÃO - ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ COMPROMISSO DA SEMANA- Fazer a leitura do texto abaixo com sua família. CELEBRAR Conheço a minha Igreja? Para querer bem a uma pessoa é preciso conhecê-la. Vamos conhecer como começou a Igreja Católica Apostólica Romana. Tudo teve início com a morte, Ressurreição e Ascensão de Jesus. Através do convívio dos apóstolos com Jesus, eles puderam conhecê-lo e amá-lo. Aos poucos se foi criando uma profunda afeição entre os apóstolos e Jesus. Após a Ascensão, Eles foram enviados pelo próprio Jesus que mandou descer sobre eles o Espírito Santo (Pentecostes) e a partir deste momento eles começaram a falar em nome de Jesus e a pregar a todos que encontravam as coisas que Jesus tinha-lhes
  • 16. ensinado. Eles formaram as primeiras comunidades cristãs (seguidoras de Cristo), pois muitas pessoas se convertiam por causa das pregações dos apóstolos e começaram a viver de forma diferente e a formar um novo povo de Deus, viviam em comunidades e procuravam viver os valores do Evangelho de Cristo. Muitos foram perseguidos, mas testemunharam, com seu sangue, o evangelho que pregaram. Todos deram a sua vida por Jesus. E mais ainda, o próprio Jesus fala a Simão (Pedro): “Simão, tu és pedra e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder da morte não poderá vencê-la." (Mt. 16,18) E Pedro foi, assim o primeiro Papa da História da Igreja. E hoje nós, que fomos Batizados, somos chamados a sermos apóstolos de Jesus, e pregar o Evangelho e a vivê-lo, mesmo que isto seja difícil, por que o que Jesus nos ensina no Evangelho, é totalmente ao contrário do que a sociedade nos obriga a viver.
  • 17. TEMA 6 - O LIVRO DA PALAVRA DE DEUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender a importância da bíblia em nossa vida. VER - Reviver o compromisso anterior. Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. A Bíblia é a Palavra de Deus porque através da Bíblia Deus fala às pessoas, às comunidades cristãs. A Bíblia também é chamada por Palavra de Deus, Sagrada Escritura, Livro Sagrado ou Divina Revelação. Deus fala também pelos acontecimentos de cada dia. A Bíblia fala da História do Povo que foi escolhido por Deus e nos ajuda a viver conforme seu desejo. É o livro mais vendido e lido do mundo inteiro. Bíblia vem da palavra grega biblion que significa “livro”, “Biblioteca” ou “Coleção de Livros”. Ela se divide em duas partes: Antigo Testamento, que vai do começo da humanidade (Criação) até a vinda de Jesus Cristo. Contém 46 livros que tratam da história da humanidade e da doutrina do Povo de Deus. Novo Testamento, contém 27 livros que narram a vida e os ensinamentos de Jesus e dos apóstolos e a história dos primeiros 60 anos da Igreja. Ao todo são 73 livros, divididos em capítulos (número impresso grande) e versículos (números pequenos no meio das frases). Cada livro da Bíblia está divido em capítulos e cada capítulo em versículos. Assim sendo as citações da Bíblia são apresentadas da seguinte maneira: Título do Livro, seguido do Capítulo e do ou dos Versículos. As citações bíblicas são indicadas de forma abreviada Ex.: I Cor 4,6-13 significa primeira carta de São Paulo aos Coríntos, capítulo 4, versículos de 6 a 13. ILUMINAR – 01. Onde se lê na Bíblia sobre a conservação da natureza? 02. Quais os alimentos que o povo de Israel não comeu durante os 40 anos de peregrinação pelo deserto? 03. Quais as 4 cidades mencionadas na Bíblia que foram destruídas por causa da ira de Deus? R. Deutorononio 20/ Pão e vinho/ Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboin. MOMENTO DE PENSAR – A Bíblia foi totalmente inspirada por Deus. Para definirmos inspiração, preferimos seguir o conceito descrito por São Tomás de Aquino: “Vemos, assim, que os livros da Bíblia foram escritos por homens movidos pela ação direta de Deus, de forma a prevenir erros, fazendo que aceitemos Deus como autor principal e o homem como autor secundário. O homem é instrumento de Deus e é movido e dirigido por Ele. ” AGIR PRATICANDO A PALAVRA - A Bíblia divide-se em duas grandes partes: ________________________ e ______________________________ . 2 - Quantos livros têm: Antigo Testamento: ____ Livros. Novo Testamento: _____ Livros
  • 18. 3 - Com a Bíblia na mão, tentem encontrar os livros abaixo indicados e escreva-os na ordem em aparecem. ( )Atos do Apóstolos ( ) Gênesis ( ) Carta aos Romanos ( ) Mateus ( ) Isaías ( ) Salmos ( ) Juízes ( ) Eclesiástico ( ) João. 4 - Assinale V nas afirmações verdadeiras, e F nas falsas: ( ) Deus quer falar aos seres humanos. ( ) Um livro só para cristãos. ( ) Deus quer falar com cada um de nós. ( ) Um livros que contém muitos livros. ( ) Um livro que serve só para as pessoas mais velhas. ( ) Um livro que fala do amor de Deus para com as pessoas. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ ESTUDANDO COM MINHA FAMILIA – Escreva abaixo o nome de alguns personagens bíblicos que você conhece. ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________
  • 19. TEMA 7 - A BÍBLIA, O LIVRO DA COMUNIDADE. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER - Ambientar diariamente o local do encontro de acordo com o tema e com as cores do tempo litúrgico. Reviver o compromisso anterior. A Bíblia não foi escrita numa única língua, mas em três línguas diferentes. A maior parte do Antigo Testamento foi escrita em hebraico. Era a língua que se falava na Palestina antes do cativeiro. Depois do cativeiro, o povo de lá começou a falar o aramaico. A Bíblia não foi escrita numa única língua, mas em três línguas diferentes. A maior parte do Antigo Testamento foi escrita em hebraico. Era a língua que se falava na Palestina antes do cativeiro. Depois do cativeiro, o povo de lá começou a falar o aramaico. Mas a Bíblia continuou a ser escrita, copiada e lida em hebraico. Para que o povo pudesse ter acesso à Bíblia, foram criadas escolinhas em toda a parte. Jesus deve ter frequentado a escolinha de Nazaré para aprender o hebraico. Só uma parte bem pequena do Antigo Testamento foi escrita em aramaico. Um único livro do Antigo Testamento, o livro da Sabedoria, e todo o Novo Testamento foram escritos em grego. O grego era a nova língua do comércio que invadiu o mundo daquele tempo, depois das conquistas de Alexandre Magno, no século IV antes de Cristo. ILUMINAR – Há sete livros a mais na Bíblia dos católicos: Tobias, Judite, Baruc, Eclesiástico, Sabedoria, os dois livros dos Macabeus, além de algumas partes de Daniel e de Ester. São chamados "deuterocanônicos", isto é, são da segunda (deutero) lista (cânon). MOMENTO DE PENSAR – Apesar de diversos livros, de diferentes autores e da distância de tempo entre eles há uma unidade na Bíblia.
  • 20. No Antigo Testamento é anunciado o Messias, o Filho de Deus que tem a missão de salvar a humanidade. No Novo Testamento é narrada a história e a doutrina do Salvador e de sua Igreja. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Pinte bem bonito o livro mais importante do mundo. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- A bíblia deve ser lida diariamente todos os dias.
  • 21. TEMA 8 - OS LIVROS DA BÍBLIA OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender que a É a coleção de livros, proclamados pela Igreja como escritos sob à inspiração do Espírito Santo, que contém a Palavra de Deus VER - Reviver o compromisso anterior. Apesar de diversos livros, de diferentes autores e da distância de tempo entre eles há uma unidade na Bíblia. No Antigo Testamento é anunciado o Messias, o Filho de Deus que tem a missão de salvar a humanidade. No Novo Testamento é narrada a história e a doutrina do Salvador e de sua Igreja. ILUMINAR – 1 - Os 46 livros do Antigo Testamento formam 4 grupos de livros: O Pentateuco, com 5 livros; Os Históricos, com 16 livros; Os Poéticos, com 7 livros, e; Os Proféticos, com 18 livros. MOMENTO DE PENSAR – PENTATEUCO OU TORÁ A palavra Torá é hebraica e significa lei. A palavra Pentateuco é grega e significa cinco divisões. O Pentateuco, que os judeus chamam de Torá, e formado de 5 livros: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Os 5 livros do Pentateuco são históricos, mas os judeus os consideravam como “lei”, porque eles formam uma unidade onde a lei, dada por Deus, é o ponto principal. Escreva o nome dos livros do Pentateuco Os livros históricos são doze: Josué, Juizes, Rute, 1º e 2º Samuel, 1º e 2º Reis, 1º e 2º Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Note que os números ordinais são masculinos, porque se tratam de livros. Os livros poéticos são cinco: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos dos Cânticos. • PROFÉTICOS Os livros proféticos se dividem em: Profetas Maiores e Profetas Menores. A divisão em maiores e menores é utilizada considerando o tamanho do livro e não a importância do profeta. Os profetas maiores são: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel; Os profetas menores são: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. AGIR PRATICANDO A PALAVRA – a) - Quais os grupos de livros existem no Antigo Testamento? Grupo 1: _____________________ Grupo 2: ______________________ Grupo 3: ____________________ Grupo 4: __________________________ Grupo 5: ___________________
  • 22. CELEBRAR Momento de louvor – sugestão de música: Toda bíblia é comunicação. MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ __________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Grupo de Livros Quantidade Leis Poéticos Profetas Maiores Profetas Menores Históricos Profetas Menores
  • 23. TEMA 9 – COMO LER A BÍBLIA? OBJETIVO DO ENCONTRO – Saber manusear a bíblia, e falar sobre sua importância. VER – Compromisso anterior Antes de lermos a Bíblia devemos pedir a unção do Espírito Santo a fim de que Ele nos ilumine para que possamos compreender e vivenciar a Palavra. Devemos ler a Bíblia com respeito, humildade e prudência. • Respeito: porque é a Palavra de Deus. • Humildade: não querendo entender tudo o que tem na Bíblia para se tornar um doutor da Lei. • Prudência: nunca se apegar a uma só frase sem conhecer o contexto e não se arriscar a dar interpretações pessoais. ILUMINAR – A Bíblia possui 73 livros, divididos em duas grandes partes: O Antigo Testamento e o Novo Testamento. O Antigo Testamento tem 46 livros. O Novo Testamento tem 27 livros. MOMENTO DE PENSAR – As citações têm sempre a seguinte ordem: título do livro (abreviado), capítulo e versículo. Ex: Jo 10,10 = lê-se assim: Evangelho de João, capítulo 10, versículo 10. • A vírgula ( , ) separa o capítulo do versículo: (Jo 6,50 = Evangelho de João, capítulo 6, versículo 50). • O ponto ( . ) indica um pulo entre os versículos. Neste caso lê-se o(s) número(s) que vem antes e depois do ponto: (Jo 1,3.9 = Evangelho de João, capítulo 1, versículos 3 e 9). • O traço ( - ) indica que devemos ler de um versículo até o outro: (Jo 17,20-26 = Evangelho de João, capítulo 17, versículos de 20 a 26); também pode indicar uma seqüência de capítulos: AGIR PRATICANDO A PALAVRA - 1 - Encontrem estas citações na Bíblia. Tirem um versículo que mais lhes chamou a atenção. Lc 8,4-8: ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ CELEBRAR
  • 24. MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- 2 - Por que a Bíblia é importante para vocês e para todas as pessoas? ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________
  • 25. TEMA 10 - O PRESENTE DE DEUS PARA NÓS - OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromisso anterior ILUMINAR – a criação (Gn. 1,1-25) MOMENTO DE PENSAR – No sétimo dia, Deus descansou de seu trabalho. Pois a terra estava pronta. Deus abençoou este dia. E daí em diante, todos os homens deveriam descansar de seu trabalho no sétimo dia. Os judeus consideram o sábado como dia sagrado, neste dia eles não trabalham, nem estudam, somente louvam a Deus. Nós, cristãos, temos o domingo como dia consagrado a Deus, pois foi no domingo que Cristo ressuscitou trazendo para nós a nova criação. Não existe nada no mundo que Deus não tenha feito. E no mundo inteiro não existe uma criança da qual Deus não cuide. AGIR PRATICANDO A PALAVRA – – Quem fez todas as coisas? ____________________________________ – Para quem Deus deu as coisas que ele criou, “com sua grande força e braço estendido”? ___________________________________________ - O que é mais belo para você? __________________________________ - O que é mais útil? _----_________________________________________ - O que você mudaria? _________________________________________ CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - Obrigado meu Deus, por que antes mesmo que eu existisse, o Senhor já me amava. E por que me criaste a tua imagem e semelhança, para que eu seja feliz. Amém. “ Amo a Deus, porque eu estou neste mundo! ” COMPROMISSO DA SEMANA- Deus nos criou a sua imagem e semelhança e para sermos felizes ele nos deu de presente toda a sua criação para tomarmos conta dela da melhor maneira possível. 1 – Releia Gn. 1,1-25– família. ENCONTRO XI
  • 26. TEMA 11 - SOMOS ESCOLHIDOS POR DEUS OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana. ILUMINAR – (Gn. 1,26-31 MOMENTO DE PENSAR – Será que sou diferente dos outros? Por que fulano é mais feliz, mesmo sendo pobre, sem recursos? Por que somos diferentes dos outros animais? As pessoas as vezes se comportam como animais, algumas como um cavalo, espalhando patada para todo mundo, ou como um porco, vivendo numa eterna sujeira, ou ainda resmungando feito um burro. E tem aqueles que se acham tão superiores que andam olhando para cima, feito um avestruz ou uma girafa, ou uma ema. Vocês já viram uma anta, é aquele bicho, engraçado que quando se vê em perigo, sai correndo e não olha para os lados somente para frente e aí, se tiver um buraco, ela cai, se tiver um barranco ela se esborracha. E os macacos então, sempre pulando de galho em galho e às vezes nos comportamos como eles. Não sabemos para onde ir quando acontece algo de ruim que nos deixa preocupados, assustados, com raiva. Não somos animais. Nós somos a parte mais importante da criação. O ser humano é diferente das outras coisas criadas por Deus, porque recebeu vários dons. DOM é mesma coisa que presente. Veja os belos presentes que nós ganhamos de Deus: - Inteligência: O ser humano pensa e consegue falar o que pensa. - Consciência: Sabe que Deus existe. - Vontade: É capaz de tomar as suas próprias decisões. - Liberdade: Pode escolher: fazer o bem ou fazer o mal. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Você é responsável pelo mundo criado? __________________________________________________________________ - O que você pode fazer para que o mundo seja como Deus Criou? __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA – Vamos praticar?
  • 27.
  • 28. TEMA 12 - PRECISAMOS SER HOMENS DE FÉ. (GN. 12,1-3) OBJETIVO DO ENCONTRO– Saber que Abrão era um homem de muita fé, que amava sua família e seus parentes. SENTIR amor por sua família e desejar que Deus a dirija e a seus familiares, pedir cada dia que Deus a dirija e a sua família. VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana. ILUMINAR - ( Gn. 12,1-3 ) MOMENTO DE PENSAR - Como Deus chamou Abraão ele também nos chama, nem sempre precisamos ir para outra cidade, ou país, mas quando deixamos de assistir à novela ou o programa de televisão de que gostamos ou um jogo de futebol, uma ida ao clube, um passeio e dedicamos nosso tempo para o crescimento da comunidade e colocamos nossos dons a serviço do Reino de Deus, nós também somos missionários. Abraão era uma pessoa muito boa porque acreditava em Deus, e fez a vontade dele. Abraão é chamado o homem de fé. Por causa de sua fé, deus fez de Abraão uma grande nação e deu um filho a sua mulher Sara, que era estéril. (Leia Gn. 18, 9-14 e 21,1-7) Abraão acreditava em tudo que Deus lhe falava e por mais difícil que fosse fazer a sua vontade ele sempre obedecia. Mas um dia Deus pediu uma coisa tão difícil que Abraão achou que não aguentaria fazer. Vamos ler junto Gn. 22, 1-18. Após a leitura deste trecho vamos refletir: AGIR PRATICANDO A PALAVRA – 1). Vocês conhecem algum casal que não tem filhos, por que a mulher ou o homem são estéreis? _______________________________________________________ 2). Como deve ser a vida de um casal que não consegue ter filhos? ______________________________________________________________________________ ______ MINHA ORAÇÃO - Senhor eu acredito em ti. Aumenta a minha fé! Por mais difícil que seja fazer a tua vontade, ajuda-me, Senhor, a caminhar nos teus caminhos, sob a luz do teu olhar. Amém COMPROMISSO DA SEMANA- Se Deus nos pedir um de nossos filhos, que resposta daremos a Ele? O que você achou desta história?
  • 29. TEMA 13 - DEUS NOS LIBERTA. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana. ILUMINAR – (Ex. 3,1-10) MOMENTO DE PENSAR – Moises acreditou em Deus, e seguiu tudo que ele lhe pediu. Deus libertou seu povo da opressão e lhes mostrou de novo o sabor da liberdade. Deus nos liberta também a cada dia. Moisés foi escolhido por Deus para tirar o povo de Israel de dentro do Egito. Deus já tinha preparado o destino de Moisés e depois de algum tempo, apareceu para ele na sarça ardente (uma espécie de árvore pegando fogo, mas que não queimava). E então Deus ordenou Moisés a voltar ao Egito e a convencer Faraó a libertar o povo de Israel. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - 1.O faraó deixou os israelitas saírem? Como Deus os protegeu pelo caminho? E na passagem do Mar Vermelho? O que aconteceu aos egípcios? Para onde se dirigiram os israelitas? 2. No dia de hoje há pessoas que lutam para libertar o povo do sofrimento? Quem são estas pessoas? E quem, ou o quê, está levando as pessoas a sofrerem? - Faça várias ilustrações e construa um bonito mural sobre o tema. MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- 01 - Leiam Deuteronômio 18,9-15. Deus sempre se mostrou misericordioso para com seu povo, mas nós sempre esquecemos do amor de Deus e nos distanciamos Dele. Deus deve ser o Senhor de nossa vida, e nele devemos por nossa confiança. Converse sobre isso com sua família.
  • 30. TEMA 14 - A ALIANÇA DE DEUS COM SEU POVO. OBJETIVO DO ENCONTRO– Entender que os mandamentos entregues a Moises são válidos para todos nós. VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana. ILUMINAR – (Ex. 20,1-17) MOMENTO DE PENSAR – Moisés obedeceu ao Senhor. Na madrugada do terceiro dia, houve trovões e relâmpagos e uma espessa nuvem envolveu o Sinai. Ouviu-se então o som estridente das trombetas. Todos se atemorizaram. Moisés levou os israelitas para junto da montanha e o Senhor promulgou os 10 mandamentos. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Dividir a turma em 10 grupos para que possam escrever um mandamento em cada tira de cartolina. Estas tiras deverão ser afixadas nos quadros da sala e em cada encontro será realizada uma breve reflexão sobre um mandamento. Deixar as tiras afixadas para sempre se lembrarem da Lei de Deus. Cada grupo deverá comentar um pouco sobre seu mandamento. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - Senhor, tu vês o meu íntimo. Penetras em meus pensamentos, conheces as minhas palavras antes mesmo que eu fale. Posso caminhar ou descansar, e tu me vês. Antes mesmo de eu ter nascido, já conhecias a minha vida. Eu te agradeço, Senhor, por teus mandamentos, que me ajudam a ficar mais perto de ti. Amém! COMPROMISSO DA SEMANA- Leia com sua família o seguinte capitulo da bíblia. Eclesiástico 22,3-6
  • 31. TEMA 15 - A CORAGEM QUE DEVEMOS TER OBJETIVO DO ENCONTRO– Entender que para viver no mundo atual segunda a vontade de Deus é preciso ter coragem e fé, assim como teve Davi. VER – Compromisso anterior – dia a dia do catequizando durante a semana. ILUMINAR – Sm. 17,26-51 MOMENTO DE PENSAR – A virtude de ser corajoso não é uma característica exclusiva dos dias atuais. Conhecendo bem a Bíblia, percebemos que a coragem diz do homem que se relaciona com Deus. Há vários momentos em que é o próprio Senhor quem busca despertar em seus escolhidos o dom de ser “forte e corajoso” (conf. Dt 31,6). Podemos encontrar, na Bíblia, 82 vezes a palavra “coragem”, todas elas envolvendo um contexto de ordem de Deus. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Escreva no pedaço de papel que a professora vai dar um momento de coragem que você viveu e partilhe em um mural da coragem. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ __________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA - Conte em casa tudo o que aprendeu hoje sobre Davi.
  • 32.
  • 33. TEMA 16 - PRECISAMOS BUSCAR DEUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Compreender que a busca de Deus em nossa vida deve ser diária. E que tudo em nós deve refletir as ações e a bondade de Deus. E que os profetas são um grande exemplo para nós. VER – Compromisso anterior – dia a dia durante a semana. ILUMINAR – (I Reis 19,9-14) MOMENTO DE PENSAR – Deus amava muito o seu povo. E queria ver todos no caminho da felicidade. Fazia surgir, no meio deste povo, gente para mostrar como deve ser uma vida com Ele. Eram os profetas, pessoas que falavam em nome de Deus. Surgiram para denunciar ao povo seus erros e convidá-los a mudar de vida. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - para conhecer um pouco mais sobre o profeta Elias, vamos ler juntos a leitura abaixo: LEITOR 1 – Depois de Davi, vieram outros reis. Um deles foi Acab, o pior dos reis que ocupou o trono de Davi. Era cruel, desobediente e dava muito mau exemplo ao povo. Casou-se com Jezabel, princesa pagã. Esta fez Acab construir um templo a Baal. TODOS: Deus não se agradou que um deus falso ocupasse o coração do seu povo. LEITOR 2: No meio do povo apareceu um homem justo e fiel a Deus. Entrou no palácio do rei Acab e disse: Eu sou Elias, estou a serviço de Deus e tenho um recado para o rei. Durante três anos não cairá uma gota de chuva. E isto vai ser um sinal de Deus. LEITOR 1: Acab ficou furioso e decidiu matar Elias. Deus o protegeu escondendo-o perto de um riacho, quando o riacho secou, Elias foi à casa de uma pobre viúva, estrangeira e lá ficou por um longo tempo. Depois voltou junto ao Rei Acab e denunciou mais injustiças. TODOS: “O profeta Elias levantou-se como um fogo, sua palavra queimava como uma tocha” ( Eclo 48,1 ); CATEQUISTA: Elias desafiou Acab a ir ao monte Carmelo oferecer sacrifico ao falso deus Baal e ele, como profeta, ofereceria ao Deus verdadeiro. Na hora do sacrifico só Deus mandou fogo do céu para queimar a vítima. O povo reconheceu que o Deus de Elias era verdadeiro. Isso deixou Jezabel, mulher de Acab muito irritada que jurou matar Elias. LEITOR 2: Elias teve medo e fugiu para o deserto. Já não tinha mais coragem nem esperança. Pediu a morte dizendo: Agora basta, Javé, tira-me a vida. Não sou melhor que meus pais. CATEQUISTA: Elias, cansado, desanimado, deitou e dormiu debaixo de uma árvore chamada junípero. Um anjo o tocou e disse: TODOS: Levanta-te e come.
  • 34. CATEQUISTA: Elias abriu os olhos e viu um pão cozido e um jarro de água. Comeu, bebeu e tornou-se a deitar. Mas o anjo de Javé veio pela segunda vez, tocou-o e disse: TODOS: Levanta-te e come porque o caminho é longo. LEITOR 1: Elias levantou-se, comeu e bebeu, e depois sustentado por aquela comida, caminhou quarenta dias e quarenta noites até à montanha de Deus, o Horeb. CATEQUISTA: Nesta montanha Elias encontrou-se frente a frente com Deus. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________ __________________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- No encontro de hoje falamos sobre Elias, o profeta que encontrou Deus. Como poucos, na história do povo escolhido, desde o início até os dias de hoje encontraram-se com Deus ainda vivo na terra. Em família, cada um fale onde podemos encontrar Deus, com o podemos sentir a sua presença. Deixar cada um falar, inclusive se houver crianças pequenas que saibam falar, dar oportunidade também para os vovôs e vovós falarem.
  • 35. TEMA 17 - OS PROFETAS, ANUNCIADORES DO REINO. OBJETIVO DO ENCONTRO – Mostrar as características e funções dos grandes profetas do antigo testamento. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – 2Pedro 1.21 “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens santos falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo” MOMENTO DE PENSAR – Os profetas denunciam as injustiças e anunciam o amor de Deus por seu povo. Hoje falaremos de alguns profetas que estão na Bíblia e cada um tem um livro que conta suas visões. Vamos ler um trecho do livro do profeta Amós: Am 3. 4,1 ( ler todo o capitulo 3 e versículo 1 do cap. 4 ). A bíblia cita vários profetas, entre eles destacam-se, Samuel, Isaias, Jeremias, Ezequiel, Amós, Oseias, Daniel, Sofonias, Ageu, Joel, entre tantos outros. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Todos nós somos chamados a ser profetas. 1) – Leia a Bíblia Lc 4,16-20 e escreva qual a missão do profeta: ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ 2) – Escreva em poucas palavras como fazer para ser profeta nos dias de hoje: ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - __________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Hoje escutamos sobre o livro de Amós, o profeta que denunciou a injustiça social na sociedade. Hoje quem são os profetas? ENCONTRO XVIII
  • 36. TEMA 18 - O POVO ESPERA O MESSIAS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber que o Messias era esperado por muitas gerações pelo povo judeu. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – (Zc. 9,9-10) de MOMENTO DE PENSAR – LEITOR 1 - Por muito tempo o povo de Israel sofreu com a escravidão, com as guerras e com o passar dos anos, este povo de Deus se distanciou do Deus que o libertou, esqueceu as maravilhas que Deus tinha realizado em favor do seu povo. Os profetas anunciavam que viria o Messias, que iria libertar de vez o povo sofrido de Israel. E todos esperavam ansiosamente por este dia. Isaías, um dos profetas maiores, anunciou que nasceria uma criança, que seria o Salvador. Que ele viria através de uma jovem da descendência de Davi e Deus preparou o seu povo para recebê-lo. E nascia a esperança da libertação! LEITOR 2 - Mas muitos esperavam que o libertador seria um guerreiro, um líder forte, que levaria o povo a lutar pela liberdade, trazendo poder e força para Israel. Que seu Reino seria dominador. Porém, Deus enviou seu filho único, para libertar o seu povo do sofrimento, da angústia, das situações de pecado em que vivia. Isaías muito tempo antes do nascimento do Messias, pregava a sua vinda. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - De que modo estamos preparando o nosso coração para receber Jesus, na Eucaristia? .......................................................................................................................... .......................................................................................................................... .......................................................................................................................... Como está o mundo que Deus criou, como estão vivendo as pessoas, elas estão se preparando para ficarem diante do Rei Jesus? .......................................................................................................................... .......................................................................................................................... ......................................................................................................................... CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Reúna a família e leiam esta passagem do Evangelho de João. Façam a partilha da palavra, cada um falará o que entendeu. Como a nossa família está preparando a chegada do Messias? (JOÃO 3, 16-18)
  • 37.
  • 38. TEMA 19 - O SIM DE MARIA. OBJETIVO DO ENCONTRO – Despertar nos catequizandos um amor Mariano por meio de sua interseção e aparições (títulos), e ao mesmo tempo ensiná-los a orar pelo seu próximo. VER – Compromisso anterior ILUMINAR – (Lc. 1, 37-38 ) MOMENTO DE PENSAR – Uma jovem, nascida da descendência de Davi, vivia com seus pais Joaquim e Ana, no lugarejo chamado Nazaré, próximo à cidade de Jerusalém. Ela, como as jovens daquele tempo fazia os serviços da casa, estudava as escrituras e como todos os judeus, esperava pela vinda do Messias, aquele que iria salva-los das mãos dos Imperadores Romanos. Esta jovem, de nome Maria (Miriam em hebraico) estava comprometida com José, também da descendência de Davi, homem bom e justo. Mas Maria sabia que iria enfrentar muitas dificuldades, a primeira delas era contar para seu noivo o que tinha acontecido. Naquele tempo, a mulher que engravidasse, sem se casar era apedrejada até morrer, então Maria contou a José tudo o que o anjo lhe falou. José era um homem temente a Deus, bom e gostava de tudo muito certo e ficou muito triste e sem saber o que fazer, porque ele não entendia como podia ter acontecido, Maria uma jovem tão responsável, como ela podia ter deixado isto acontecer, pensava José. Mas o mesmo anjo lhe apareceu em sonho e falou para José que ele deveria aceitar Maria como sua esposa, porque o filho que ela esperava era mesmo o filho de Deus e que era verdade tudo aquilo que Maria lhe contara. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Escreva o sim de Maria e a fala do anjo nos balões abaixo: CELEBRAR: Cântico: Quero dizer meu sim.
  • 39. MINHA ORAÇÃO - ............................................................................................................................... ............................................................................................................................... COMPROMISSO DA SEMANA- ENTREVISTA EM CASA; 02 - Mãe, como você ficou sabendo que estava grávida? ............................................................................................................................... ............................................................................................................................... 02 – Você ficou feliz? .......................................................................................................................... .......................................................................................................................... 03 – Você teve que enfrentar dificuldades durante a gravidez? Quais? ..........................................................................................................................
  • 40. TEMA 20 - O NASCIMENTO DO SALVADOR JESUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromisso anterior ILUMINAR – (Lc. 2,1-20) MOMENTO DE PENSAR – A 25 de dezembro de 274, Lúcio Domício Aureliano, que foi imperador de Roma de 270 a 275, inaugurou, com grandes festividades, os Jogos Circenses e o Templo de Midas, deus protetor do império e cultuado pelos romanos com o Sol Invicto. Os cristãos da época aproveitaram-se das solenidades religiosas de adoração ao Deus Sol e das repercussões sociais delas para celebrarem o nascimento de Jesus, que São João chamou de Luz do Mundo. Assim, pode-se afirmar que os romanos entenderam porque a comunidade cristã celebrava o Natal de Jesus, como o Filho do Deus verdadeiro, o Messias, o Salvador que foi aguardado por muitas gerações. Nós comemoramos o Natal no dia 25 de dezembro porque o calendário na época de Jesus era diferente e a data era muito importante para ser esquecida. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Vamos montar um belo mural com frases sobre o nascimento de Jesus. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Monte uma história em quadrinhos sobre o nascimento de Jesus.
  • 41. TEMA 21 - JESUS CRESCIA EM IDADE E SABEDORIA. OBJETIVO DO ENCONTRO – Conhecer um pouco da história de Jesus, e como ele foi exemplo de vida humana para todos nós. VER – Compromisso anterior. ILUMINAR – (Lc. 2, 51-52) MOMENTO DE PENSAR – Todos os anos, em obediência aos preceitos da lei, os judeus eram obrigados a participarem das três principais festas religiosas que se realizavam no Templo em Jerusalém: Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos. Por essa razão, desde criança, JESUS com seus pais, em companhia de parentes, vizinhos e amigos, formavam uma grande caravana e viajavam de Nazaré à Jerusalém, para participarem daquelas celebrações. Quando JESUS completou 12 anos de idade, a viagem à Jerusalém para participar da Páscoa, também tinha o objetivo de declarar a sua maioridade, conforme determinava a Lei. NA Bíblia, não há nada escrito sobre a vida de Jesus no período da Infância e Juventude, mas só por este momento que é descrito nas escrituras, nós podemos imaginar como foi a vida do Jovem Jesus. PRATICANDO A PALAVRA - Vamos colorir!!! CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - Senhor, meu bom Deus, que eu possa ser obediente a Ti como foi o seu filho Jesus, que eu cresça também na sabedoria e na graça diante de Ti. Amém. COMPROMISSO DA SEMANA- Complete as frases com as palavras que estão embaralhadas.
  • 42. LEMRUJESA – ZEDO – ISPA – TAFES – SUSJE – PLOTEM – TODOURES A) Os pais de Jesus iam todos os anos .............................................. para a festa da Páscoa. B) Quando completou .................... anos, Jesus foi juntamente com seus ................... a Jerusalém, para a ...................... da Páscoa. C) Terminados os dias da Festa, voltaram, mas .......................... ficou em Jerusalém. D) Três dias depois, seus pais o encontraram no .........................., sentado no meio dos ..........................
  • 43. TEMA 22 - DEUS SE COMUNICA ATRAVÉS DE JESUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromisso anterior. ILUMINAR – (Lc. 4,14-21) MOMENTO DE PENSAR – Vamos ler juntos? CATEQUISTA: Os discípulos ainda não conheciam totalmente o poder de Jesus, foi preciso que quase se afogassem para perceber que estavam com Senhor de todas as coisas e situações. LEITOR 1 – Hoje estamos vivendo situações como a dos discípulos, assaltos, violências, estamos sempre com medo de que algum aconteça. LEITOR 2 – Não podemos mais sair de casa, nos divertir, ficamos trancados dentro de casa com medo de tudo e de todos. CATEQUISTA: Mas Jesus é o Senhor de todas as coisas, ele tem poder para no livrar de todo mal, mas para isso precisamos confiar plenamente no seu poder, como os discípulos, no barco estavam apavorados, mas estavam com Jesus e eram fiéis a ele. TODOS: Precisamos ser fieis ao amor de Deus. CATEQUISTA: Quando saímos de casa, ou mesmo dentro, e estivermos em perigo, apavorados com alguma situação, precisamos confiar e clamar pelo nome de Jesus, pois ele com certeza o ajudará. LEITOR: Mas devemos clamar por ele só nos momentos de perigo? LEITOR: Não, em nossa vida, todos os dias podemos clamar por Jesus, seja na hora de fazer um aprova, de fazer uma tarefa difícil, no momento de tristeza, de brigas e violências que vemos na televisão. Podemos clamar pelo nome de Jesus a toda hora. TODOS: Jesus, seja o nosso auxílio e nossa proteção. PRATICANDO A PALAVRA - Vamos usar recortes de jornais e revistas. Vamos selecionar nestes jornais e revistas, notícias que nos mostram a presença de Deus na vida das pessoas e momentos em que não houve a presença de Deus MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________
  • 44. COMPROMISSO DA SEMANA - Vamos fazer um compromisso da semana? Ajudar uma família mais necessitada (cada membro da família vai doar algo de si mesmo, as crianças podem doar brinquedos que não use mais).
  • 45. TEMA 23 - FRATERNIDADE, UMA LIÇÃO DE AMOR. (MT. 25,34-40) OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber que o amor de Deus deve ser refletido por nos ao próximo de muitas maneiras. VER ILUMINAR – (Mt. 25,31-40) MOMENTO DE PENSAR – Quantas pessoas podem estar nesse momento precisando ser acolhidas e cuidadas com mais atenção? Pessoas que se sentam do nosso lado na igreja, que passam serias necessidades sem nada falar. Seria justo celebrar durante uma hora ao lado de uma pessoa que se senta ao nosso lado na Igreja, cantando cantos alegres e ouvindo a Palavra de Deus, sem sequer saber o nome e o lugar de onde aquela pessoa vem? E se ela não voltar, quem perceberá sua ausência? Quantos dentre os próprios servos vivem verdadeiras lutas sem poder contar com a ajuda dos irmãos de comunidade. Mas é assim que nos comportamos a maioria das vezes, vamos à igreja, mas não nos preocupamos com quem está ao nosso lado, as vezes até dar a paz de Cristo nos incomoda... AGIR PRATICANDO A PALAVRA - um exemplo bíblico de fraternidade é a história do bom samaritano. A professora vai lembrar essa história em seguida você vai colorir bem bonito o desenho abaixo. MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Contemos abaixo uma boa ação que você já tenha praticado, que mostrou o quanto você é fraterno com o próximo. _______________________________________________________________
  • 47. TEMA 24 - A SAGRADA FAMÍLIA OBJETIVO DO ENCONTRO – Reconhecer a família de Jesus como modelo nos dado por Deus para fazer nossa vida mais feliz. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – (Lc. 2,16) MOMENTO DE PENSAR – Muito provavelmente, a família de Jesus da parte de José, seu pai, era migrante. Tinha saído de Belém na Judéia (Lc 2,4), para a Galileia, em busca de melhores condições de vida. Por isso, na hora do recenseamento, José teve que voltar até Belém na Judéia, levando consigo Maria, sua esposa, grávida de nove meses (Lc 2,5). Assim, antes de nascer, Jesus já era vítima do sistema político e econômico da época. Augusto, o Imperador de Roma, mandou fazer o recenseamento em vista da reorganização administrativa e da cobrança dos impostos (Lc 2,1-3). Por isso, Jesus nasce fora de casa, em Belém. Nasce leigo, pobre, sem a proteção de uma classe ou de uma família poderosa. Logo depois de nascido, foi perseguido pela tirania de Herodes e seus pais tiveram que fugir para o Egito (Mt 2,13), de onde voltaram para Galileia (Mt 2,22) AGIR PRATICANDO A PALAVRA – Vamos ler juntos? CATEQUISTA: Vivemos um tempo em que vários males afligem a família, sobretudo separação, desquite e divórcio. Estas coisas parecem estar em alta, viraram moda na mídia. Porém, temos consciência do quanto é importante a união do casal na relação familiar e social. L 2: Por isso, dizemos que estão supostamente em alta, porque o que está mesmo em alta, no coração de Deus e na vida de seus fiéis seguidores, é o amor no seu sentido mais profundo: a doação. Todos/as: Que a nossa família seja semelhante à Família de Jesus. CELEBRAR: CANTO: Como é bom ter a minha família ou outro MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Diante do exemplo da Sagrada Família de Nazaré, perguntamos: quais as semelhanças entre ela e as nossas famílias? Quais as dificuldades que enfrentam os pais na educação dos filhos? Que podemos fazer para melhorar o convívio familiar?
  • 48. - Pinte, corte e cole o desenho abaixo em um papel cartão e monte a cena.
  • 49. TEMA 25 - EU E MINHA FAMÍLIA OBJETIVO DO ENCONTRO – Internalizar, que assim como Jesus temos nossa família, e que família é uma comunidade de amor e respeito. Chamar as famílias para celebrar juntamente com os catequizandos. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – Lc. 19,1-10) MOMENTO DE PENSAR – Deus já nos fez nascer em uma pequena comunidade, que é a minha família. Com meus pais e irmãos formamos nossa primeira comunidade, onde juntos amamos, respeitamos e ajudamos uns aos outros a viverem unidos, ou seja, “um por todos e todos por um! ”. Entre irmãos deve haver compreensão, perdão e amor para que todos possam viver unidos. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Vamos ler juntos? MÃES: O amor verdadeiro se mede pela capacidade de sacrifício e doação. É preciso cultivar em nossas famílias, valores como: perdão, diálogo, renúncia, respeito. TODOS: Que o Amor reine em nossas famílias como reinou na Família de Jesus. PAIS: A presença dos pais na formação dos filhos é muito necessária, tanto que Deus, ao enviar seu Filho ao mundo, precisou de um homem e de uma mulher, tendo escolhido José e Maria para acompanharem o crescimento de Jesus. FILHOS/AS: A vida em família nos dá forças para superarmos nossas dificuldades. Aprendemos com os erros e com os acertos, uns dos outros. Somos co-responsáveis pela orientação e formação de nossas famílias. TODOS: O mundo carece do verdadeiro amor, que vem da união de nossas famílias. FILHOS/AS: Com o desprendimento, a paciência e a coragem de José e de Maria, vamos preparar nosso lar para acolher o Emanuel, Deus - conosco. Todos/as: O mundo carece do verdadeiro amor, que vem da união de nossas famílias. A: Mateus descreve a origem de Jesus, fala da preparação de Maria e de José para receberem o Filho de Deus. L 5: Maria ficou grávida pela ação do Espírito Santo. Acostumada a conceber a Palavra de Deus na mente e no coração, agora concebe a Palavra em seu próprio ventre. A jovem que tinha sido prometida em casamento a José, teve a coragem de dizer sim à vontade de Deus. Todos/as: Obrigado, Maria, porque nos deste um filho que mudou nossa história. L 1: José, homem justo e bom, tranquilizado pelo anjo do Senhor, aceita Maria como esposa, faz tudo o que lhe foi ordenado. Como os antigos patriarcas, ele recebe em sonhos a vontade de Deus a seu respeito e obedece na fé.
  • 50. Todos/as: Obrigado, José, pois com teu exemplo aprendemos a confiar plenamente no projeto de Deus. L 2: O projeto salvífico do Senhor concretiza-se com o sim de Maria e com a participação de José, e realiza-se no nascimento do Messias. CELEBRAR CANTO: Que nenhuma família comece em qualquer de repente (Oração de Pe. Zezinho) MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA - A partir da reflexão e das orações que fizemos neste encontro, vamos assumir alguns compromissos: - colaborar para que a relação familiar seja mais agradável, buscar o diálogo e o entendimento. - Valorizar os familiares, com elogios, gestos gentis, palavras doces, como por exemplo: por favor, obrigado, com licença, desculpe... - Criar espaços para oração em casa, nas refeições, nos momentos de encontro da família. - Fazer da Bíblia o livro da família, estabelecendo tempo para sua leitura e reflexão, individual e familiar. - Colaborar com alguma família que passa necessidades. - Participar dos grupos de reflexão, com toda a família, também durante o ano.
  • 51. TEMA 26 - JOÃO BATISTA, O PRECURSOR. (LC. 3,2-6) OBJETIVO DO ENCONTRO – Perceber a importância de se envolver e conhecer a pessoa de Jesus Cristo, vivenciado seus ensinamentos. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – (Lc. 3,2-6) Na mesa da palavra. MOMENTO DE PENSAR – João Batista e Jesus Nazareno, eram primos em segundo grau, porque Maria e Isabel mães de Jesus e João eram primas. Sempre se avistavam os meninos , com pouca diferença de idade (João + velho) Também sentiam-se felizes em companhia um do outro Nazaré, com sua paisagem, das mais belas de toda a Galiléia é talvez o mais formoso recanto da Palestina. Suas ruas humildes e pedregosas, suas casinhas pequeninas, se agrupam em cima das montanhas. Falavam de assuntos celestiais, da vontade de Deus junto a ambos. "João partira primeiro" disse Jesus. Seria o Precursor, isto é : o preparador do caminho. Aquele que falava ao deserto. Dos corações. Aquele que foi chamado " A vós que clama no deserto ’’ Arrependei vos, porque é chegado o reino dos céus. João, era valoroso pregador, amigo da justiça e da verdade. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - São João Batista, de altas virtudes e rigorosas penitências, anunciou o advento do Cristo e ao denunciar os vícios e injustiças deixou Deus conduzi-lo ao cumprimento da profecia do Anjo a seu respeito: “Pois ele será grande perante o Senhor; não beberá nem vinho, nem bebida fermentada, e será repleto do Espírito Santo desde o seio de sua mãe. Ele reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus: e ele mesmo caminhará à sua frente…” ( Lc 1, 15) CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA- Vamos colorir?
  • 52.
  • 53. ENCONTRO XXVII TEMA 27 - JESUS É BATIZADO (LC. 3, 21-22) OBJETIVO DO ENCONTRO – Saber que o batismo é a declaração pública de que pertencemos à família de Deus. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – (Lc. 3, 21-22) MOMENTO DE PENSAR – Por que Jesus foi batizado? Apesar de Jesus não ter pecado algum, quis ser batizado para nos mostrar que era solidário com a humanidade pecadora, a qual viera salvar. E o nosso batismo, o que significa? O Batismo é um novo nascimento. Nascemos para uma vida nova e nos tornamos irmãos uns dos outros. AGIR PRATICANDO A PALAVRA - MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ COMPROMISSO DA SEMANA-
  • 54. Como foi o batizado das pessoas da família, com qual idade, em que igreja, o que aconteceu no batizado. Escrevam se quiserem no espaço abaixo os comentários. ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................ ........................................................................................................................
  • 55. TEMA 28 - OS AMIGOS DE JESUS. OBJETIVO DO ENCONTRO – interiorizar a noção de amigos, e como seguidor de Jesus, amar a todos como a mós mesmos, sem distinção de raça, cor ou credo. VER – Compromissos da semana anterior ILUMINAR – (Lc). 6,12-16 MOMENTO DE PENSAR– Vamos Fazer um pequeno jogral onde todos participarão. CATEQUISTA: Nós também somos chamados por Jesus a serem seus amigos, os discípulos. Como seus seguidores somos chamados de cristãos. E como cristão quero dar a minha resposta. TODOS: Jesus, obrigado por me chamar a ser seu seguidor, quero com todas as minhas forças atender o seu chamado. CATEQUISTA: Hoje o desafio do cristão é muito grande, mas com a força do Espírito Santo poderemos derrubar todas as barreiras. TODOS: Jesus falou que estaria conosco até o fim dos tempos e confiando nestas palavras daremos a nossa resposta. SIM, estou aqui para fazer a tua vontade, Jesus! AGIR PRATICANDO A PALAVRA - Era uma vez dois burrinhos de carga que estavam viajando um atrás do outro. O burro que estava na frente não queria que o outro ficasse ao lado dele, e sim, atrás. "Você não pode caminhar ao meu lado porque a minha carga é uma caixa cheia de ouro. E a sua carga são apenas dois sacos de farelo", disse ele. O burro que carregava o farelo cedeu, caminhando atrás do que carregava ouro. De repente, uau! Dois bandidos deram tiros para o ar e os burros pararam com medo. Examinando a carga do burro humilde, disseram: "É farelo! Credo, isso não queremos!". Mas quando eles viram que o burro da frente carregava ouro, exclamaram: Esse tem ouro! O burro começou a resistir, dando coice. Açoitaram o burrinho com pedras e fugiram com todo o ouro. O burro ferido pediu ajuda ao outro que, pastava tranquilamente. O burrinho do farelo respondeu: "E eu já posso aproximar-me de vossa excelência?". "Como não! Minha fidalguia estava nas caixas de ouro. Sem elas, sou apenas uma pobre besta", respondeu. "É, eu sei. Você até parece com certos homens que só avaliam as pessoas levianamente. No final das contas, todos nós temos valores para com partilhar: eu, tu e eles. Não se pode deixar o dinheiro como o valor supremo. CELEBRAR MINHA ORAÇÃO - _______________________________________________________________ _______________________________________________________________
  • 56. COMPROMISSO DA SEMANA - Em casa, deixe a figura abaixo bem colorida.
  • 57. BIBLIOGRAFIA SEMENTINHAKIDS.WORDPRESS.COM AMOR EM ENSINAR.BLOGSPOT.COM AMIGUINHOSDEJESUSNANETE.BLOGSPOT.COM JARDIM DA FE.BLOGSPOT PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PARÓQUIA SANTO ANTÔNIO MARIA CLARET WWW.AMIGUINHOSDEDEUS.COM PORTALSEMENTINHAKIDS.COM HTTP://WWWBLOGDAPRECATEQUESE.BLOGSPOT.COM.BR WWW.CATEQUISAR.COM.BR WWW.DEUSUNICO.COM