SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
1
Roma, 14 de agosto de 2021.
Queridas Irmãs,
Uma carinhosa saudação a todas e a cada uma em particular. Certamente todas nós
celebramos com alegria e gratidão o 5 de agosto, festa de fundação do nosso querido Instituto e,
deste modo, iniciamos o terceiro ano de preparação ao jubileu do 2020.
Neste caminho de memória e de louvor por tudo o que o Senhor fez na nossa história
carismática, mas também de projeção do futuro, ou seja, de esperança no amanhã, sentimos a
presença discreta e sempre atuante do nosso Patrono São José. Ainda mais no Ano a ele dedicado,
no qual o invocamos com fé e confiança, porque nele encontramos um grande protetor e intercessor
Com coração de Pai (Patris corde - Carta Apostólica do Papa Francisco).
Portanto, continuemos a invocá-lo com coração de filhas, rezando de modo especial pela
realização do XXIV Capítulo Geral, pela fecundidade vocacional, apostólica e missionária do nosso
Instituto, e também por todas as crianças, os jovens e as pessoas confiadas às nossas comunidades
educativas.
Hoje, gostaria de compartilhar com vocês uma simples reflexão sobre São José e o Primeiro
Anúncio. Como já sabemos, durante os últimos anos, o Âmbito Missões, em sinergia com o Setor
Missões SDB, fez um caminho de compreensão e de aprofundamento sobre o Primeiro Anúncio de
Cristo.
Na Patris corde, Papa Francisco ressalta que «depois de uma longa e cansativa viagem de
Nazaré a Belém, [José] viu o Messias nascer num estábulo, “porque não havia lugar para eles” (Lc 2,
7) na hospedaria. Foi testemunha da adoração dos pastores (cf. Lc 2, 8-20) e dos Magos (cf. Mt 2, 1-12),
que representavam respetivamente o povo de Israel e os povos pagãos».
José é o homem do silêncio, cuja única “palavra” que conhecemos é o testemunho de vida,
ou seja, o seu ser, o seu agir, as coisas que fez e viveu com Maria e com o Menino.
Através do Evangelho de Lucas (Lc 2) sabemos que os pastores tiveram a visão de anjos e
receberam o anúncio de «uma grande alegria», o anúncio do nascimento «na cidade de Davi», de
«um salvador, que é o Messias, o Senhor». O anjo também lhes indicou um sinal: «vocês
encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura».
Lucas diz claramente que José estava presente no momento do nascimento de Jesus:
«...encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura». Se por um lado temos o
testemunho de vida de José, por outro lado temos em José uma testemunha daquilo que acontece
com o menino. «Tendo-o visto, contaram o que o anjo lhes anunciara sobre o menino. E todos os
que ouviam os pastores, ficaram maravilhados com aquilo que contavam. Maria, porém, conservava
todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e
louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido, conforme o anjo lhes tinha anunciado.»
José, junto com Maria, foi testemunha desta manifestação de Jesus, foi testemunha do
encontro dos pastores com o Menino. E assim como Maria, certamente também ele conservava
todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração.
Mesmo em silêncio, José participa do encontro dos pastores com Jesus, do encontro dos
Reis Magos com Jesus – como nos diz Mateus; do mesmo modo, do encontro de Simeão e de Ana
com o Menino, no templo, quando «terminaram os dias da purificação», e levaram Jesus «a
Jerusalém para apresentá-lo ao Senhor».
É importante retomar e refletir uma vez mais sobre o que Bento XVI escreveu na Encíclica
Deus Caritas Est (n. 1), em seguida proposto novamente por Papa Francisco na Evangelii Gaudium
(n. 7): «Ao início do ser cristão, não há uma decisão ética ou uma grande ideia, mas o encontro com
2
um acontecimento, com uma Pessoa que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo
decisivo».
Este é o segredo do Primeiro Anúncio... um encontro! Não são palavras iluminadas,
discursos longos, estratégias pastorais ou os nossos planejamentos que levam as pessoas a
encontrar-se com Jesus. Tudo isto é bom, é importante, é necessário e ajuda, mas pode também
sufocar o desejo de encontrar e de deixar-se encontrar por Aquele que dá sentido à vida e que é o
único capaz de encher o coração humano de alegria, de esperança e de serenidade no dia-a-dia!
O Primeiro Anúncio é - se sempre será - a comunicação de uma experiência de fé, a
comunicação de um encontro pessoal com Cristo, que transforma a nossa vida e nos leva a
compartilhar esta alegria imensa com quem está ao nosso lado e também com aqueles que vivem
para além das nossas fronteiras geográficas e existenciais.
«Ao dizer que este anúncio é o “primeiro”, não significa que o mesmo se situa no início e
que, em seguida, se esquece ou substitui por outros conteúdos que o superam. É o primeiro em
sentido qualitativo, porque é o anúncio principal, aquele que sempre se tem de voltar a ouvir de
diferentes maneiras e aquele que sempre se tem de voltar a anunciar...» (EG 164).
O Primeiro Anúncio «tem um papel central e insubstituível, porque introduz “no mistério do
amor de Deus, que, em Cristo, nos chama a uma estreita relação pessoal com Ele” e predispõe a
vida para a conversão» (RM 44). É a “boa notícia”... que todos os povos e culturas têm o direito de
saber. É a boa nova de que tanto precisa o nosso mundo.
Entretanto, não podemos falar de Primeiro Anúncio sem nos lembrarmos de que para
comunicar a alegria do Evangelho precisamos de «evangelizadores com o Espírito», isto é,
mulheres e homens abertos à ação do Espírito que se deixam transformar em «anunciadores das
maravilhas de Deus», que anunciam «a novidade do Evangelho com ousadia (parresia), em voz alta
e em todo o tempo e lugar, mesmo contracorrente». «Jesus quer evangelizadores que anunciem a
Boa Nova, não só com palavras mas, sobretudo, com uma vida transfigurada pela presença de
Deus» (EG 259).
Queridas Irmãs, olhando para a figura de São José, que foi testemunha de diversos encontros
com Jesus e do encontro do Menino com diferentes categorias de pessoas, convido cada uma de nós
«a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão
de se deixar encontrar por Ele, de procurá-lo dia a dia sem cessar» (EG 3).
Como FMA, cuja vida é uma resposta contínua ao chamado “A ti as confio”, que cada uma
de nós, guiada pelo Espírito, possa viver com maior alegria e criatividade o seu ser missionária,
tornando-se testemunha credível do amor de Deus pelas/os jovens, fazendo da própria história um
primeiro anúncio que chega a todos, em todos os tempos e lugares, na missão confiada pelo Senhor;
vivendo com generosidade o seu “fiat” na atitude do “vado io”, em saída, com a paixão educativo-
missionária de Dom Bosco e de Madre Mazzarello.
Queridas Irmãs, votos de boas festas na Solenidade de Maria Assunta ao céu e no 206°
aniversário de Dom Bosco!
Com carinho,
em comunhão de orações,
Irmã Alaide Deretti
Conselheira para as Missões

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Joao é o seu nome
Joao é o seu nomeJoao é o seu nome
Joao é o seu nome
pr_afsalbergaria
 

Mais procurados (20)

O nascimento de jesus e o Natal
O nascimento de jesus e o NatalO nascimento de jesus e o Natal
O nascimento de jesus e o Natal
 
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cRoteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
 
advento e natal: Irmã Matilde Ramirez
advento e natal: Irmã Matilde Ramirezadvento e natal: Irmã Matilde Ramirez
advento e natal: Irmã Matilde Ramirez
 
Oracao Reparadora
Oracao ReparadoraOracao Reparadora
Oracao Reparadora
 
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano cRoteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
 
Roteiro homilético do 4.º domingo do tempo comum ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo do tempo comum  ano cRoteiro homilético do 4.º domingo do tempo comum  ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo do tempo comum ano c
 
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATALVISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
 
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAFORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
 
I domingo do advento ano c - tempo de esperança
I domingo do advento   ano c - tempo de esperançaI domingo do advento   ano c - tempo de esperança
I domingo do advento ano c - tempo de esperança
 
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
 
Homilia – e realidade sacramental
Homilia – e realidade sacramentalHomilia – e realidade sacramental
Homilia – e realidade sacramental
 
C1224 tome sua_cruz
C1224 tome sua_cruzC1224 tome sua_cruz
C1224 tome sua_cruz
 
Advento
AdventoAdvento
Advento
 
Folha informativa 29-01-2017
Folha informativa 29-01-2017Folha informativa 29-01-2017
Folha informativa 29-01-2017
 
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano cRoteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano c
 
P1308 pentecostes
P1308 pentecostesP1308 pentecostes
P1308 pentecostes
 
Joao é o seu nome
Joao é o seu nomeJoao é o seu nome
Joao é o seu nome
 
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do JubileuLição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
 
Dinamica do advento dinamica
Dinamica do advento dinamicaDinamica do advento dinamica
Dinamica do advento dinamica
 

Semelhante a Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por

Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
ParoquiaSantaCruz
 
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
Nuno Bessa
 
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
mcj2013
 
Identidade Da C Atequese Em Pdf
Identidade Da C Atequese Em PdfIdentidade Da C Atequese Em Pdf
Identidade Da C Atequese Em Pdf
Alexandre
 

Semelhante a Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por (20)

Jornal dezembro
Jornal dezembroJornal dezembro
Jornal dezembro
 
Jornal setembro (3)
Jornal setembro (3)Jornal setembro (3)
Jornal setembro (3)
 
Carta Apostólica Patris corde.pdf
Carta Apostólica Patris corde.pdfCarta Apostólica Patris corde.pdf
Carta Apostólica Patris corde.pdf
 
Jornal abril 2014
Jornal abril 2014Jornal abril 2014
Jornal abril 2014
 
Ecovida Set-Out2017
Ecovida Set-Out2017Ecovida Set-Out2017
Ecovida Set-Out2017
 
Julho 2013
Julho 2013Julho 2013
Julho 2013
 
Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
Folhetim Paróquia Santa Cruz - Julho de 2013 - Ano 01
 
Missão como transmissao da "Alegria do Evangelho"
Missão como transmissao da "Alegria do Evangelho"Missão como transmissao da "Alegria do Evangelho"
Missão como transmissao da "Alegria do Evangelho"
 
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
ECOVIDA-- NOVEMBRO/DEZEMBRO - 2018
 
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
Mensagem de bento xvi para a quaresma 2011
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
 
Comentário: 3° Domingo do Tempo Comum - Ano C
Comentário: 3° Domingo do Tempo Comum - Ano CComentário: 3° Domingo do Tempo Comum - Ano C
Comentário: 3° Domingo do Tempo Comum - Ano C
 
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
Jornal aliança abril 2014 Edição Nº 174
 
Advento & natal
Advento & natalAdvento & natal
Advento & natal
 
Identidade Da C Atequese Em Pdf
Identidade Da C Atequese Em PdfIdentidade Da C Atequese Em Pdf
Identidade Da C Atequese Em Pdf
 
Livreto ieq-20161103
Livreto ieq-20161103Livreto ieq-20161103
Livreto ieq-20161103
 
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano BComentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
Jornal Novos horizontes - dezembro 2013
Jornal Novos horizontes - dezembro 2013Jornal Novos horizontes - dezembro 2013
Jornal Novos horizontes - dezembro 2013
 

Mais de Maike Loes

Mais de Maike Loes (20)

DIA MUNDIAL DO MIGRANTE E DO REFUGIADO 2021
DIA MUNDIAL DO MIGRANTE E DO REFUGIADO 2021DIA MUNDIAL DO MIGRANTE E DO REFUGIADO 2021
DIA MUNDIAL DO MIGRANTE E DO REFUGIADO 2021
 
ŚWIATOWY DZIEŃ MIGRANTA I UCHODŹCY
ŚWIATOWY DZIEŃ MIGRANTA I UCHODŹCYŚWIATOWY DZIEŃ MIGRANTA I UCHODŹCY
ŚWIATOWY DZIEŃ MIGRANTA I UCHODŹCY
 
GIORNATA MONDIALE DEL MIGRANTE E DEL RIFUGIATO 2021
GIORNATA MONDIALE DEL MIGRANTE E DEL RIFUGIATO 2021GIORNATA MONDIALE DEL MIGRANTE E DEL RIFUGIATO 2021
GIORNATA MONDIALE DEL MIGRANTE E DEL RIFUGIATO 2021
 
JOURNÉE MONDIALE DU MIGRANT ET DU RÉFUGIÉ 2021
JOURNÉE MONDIALE DU MIGRANT ET DU RÉFUGIÉ 2021JOURNÉE MONDIALE DU MIGRANT ET DU RÉFUGIÉ 2021
JOURNÉE MONDIALE DU MIGRANT ET DU RÉFUGIÉ 2021
 
JORNADA MUNDIAL DEL MIGRANTE Y DEL REFUGIADO 2021
JORNADA MUNDIAL DEL MIGRANTE Y DEL REFUGIADO 2021JORNADA MUNDIAL DEL MIGRANTE Y DEL REFUGIADO 2021
JORNADA MUNDIAL DEL MIGRANTE Y DEL REFUGIADO 2021
 
WORLD DAY OF MIGRANTS AND REFUGEES 2021
WORLD DAY OF MIGRANTS AND REFUGEES 2021WORLD DAY OF MIGRANTS AND REFUGEES 2021
WORLD DAY OF MIGRANTS AND REFUGEES 2021
 
14 settembre 2021 thai
14 settembre 2021 thai14 settembre 2021 thai
14 settembre 2021 thai
 
14 września 2021 pl
14 września 2021 pl14 września 2021 pl
14 września 2021 pl
 
14 settembre 2021 ita
14 settembre 2021 ita14 settembre 2021 ita
14 settembre 2021 ita
 
14 setembro 2021 por
14 setembro 2021 por14 setembro 2021 por
14 setembro 2021 por
 
14 septiembre 2021 esp
14 septiembre 2021 esp14 septiembre 2021 esp
14 septiembre 2021 esp
 
14 septembre 2021 fra
14 septembre 2021 fra14 septembre 2021 fra
14 septembre 2021 fra
 
14 september 2021 eng
14 september 2021 eng14 september 2021 eng
14 september 2021 eng
 
Ecologia_settembre
Ecologia_settembreEcologia_settembre
Ecologia_settembre
 
Ecologia _ settembre 2021
Ecologia _ settembre 2021Ecologia _ settembre 2021
Ecologia _ settembre 2021
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 sierpnia 2021 pl
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 sierpnia 2021 plMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 sierpnia 2021 pl
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 sierpnia 2021 pl
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 august 2021 eng
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 august 2021 engMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 august 2021 eng
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 august 2021 eng
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 aout 2021 fra
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 aout 2021 fraMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 aout 2021 fra
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 aout 2021 fra
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 thai
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 thaiMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 thai
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 thai
 
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 ita
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 itaMessaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 ita
Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 ita
 

Último

Último (7)

pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 

Messaggio della Consigliera per le Missioni_14 agosto 2021 por

  • 1. 1 Roma, 14 de agosto de 2021. Queridas Irmãs, Uma carinhosa saudação a todas e a cada uma em particular. Certamente todas nós celebramos com alegria e gratidão o 5 de agosto, festa de fundação do nosso querido Instituto e, deste modo, iniciamos o terceiro ano de preparação ao jubileu do 2020. Neste caminho de memória e de louvor por tudo o que o Senhor fez na nossa história carismática, mas também de projeção do futuro, ou seja, de esperança no amanhã, sentimos a presença discreta e sempre atuante do nosso Patrono São José. Ainda mais no Ano a ele dedicado, no qual o invocamos com fé e confiança, porque nele encontramos um grande protetor e intercessor Com coração de Pai (Patris corde - Carta Apostólica do Papa Francisco). Portanto, continuemos a invocá-lo com coração de filhas, rezando de modo especial pela realização do XXIV Capítulo Geral, pela fecundidade vocacional, apostólica e missionária do nosso Instituto, e também por todas as crianças, os jovens e as pessoas confiadas às nossas comunidades educativas. Hoje, gostaria de compartilhar com vocês uma simples reflexão sobre São José e o Primeiro Anúncio. Como já sabemos, durante os últimos anos, o Âmbito Missões, em sinergia com o Setor Missões SDB, fez um caminho de compreensão e de aprofundamento sobre o Primeiro Anúncio de Cristo. Na Patris corde, Papa Francisco ressalta que «depois de uma longa e cansativa viagem de Nazaré a Belém, [José] viu o Messias nascer num estábulo, “porque não havia lugar para eles” (Lc 2, 7) na hospedaria. Foi testemunha da adoração dos pastores (cf. Lc 2, 8-20) e dos Magos (cf. Mt 2, 1-12), que representavam respetivamente o povo de Israel e os povos pagãos». José é o homem do silêncio, cuja única “palavra” que conhecemos é o testemunho de vida, ou seja, o seu ser, o seu agir, as coisas que fez e viveu com Maria e com o Menino. Através do Evangelho de Lucas (Lc 2) sabemos que os pastores tiveram a visão de anjos e receberam o anúncio de «uma grande alegria», o anúncio do nascimento «na cidade de Davi», de «um salvador, que é o Messias, o Senhor». O anjo também lhes indicou um sinal: «vocês encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura». Lucas diz claramente que José estava presente no momento do nascimento de Jesus: «...encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura». Se por um lado temos o testemunho de vida de José, por outro lado temos em José uma testemunha daquilo que acontece com o menino. «Tendo-o visto, contaram o que o anjo lhes anunciara sobre o menino. E todos os que ouviam os pastores, ficaram maravilhados com aquilo que contavam. Maria, porém, conservava todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido, conforme o anjo lhes tinha anunciado.» José, junto com Maria, foi testemunha desta manifestação de Jesus, foi testemunha do encontro dos pastores com o Menino. E assim como Maria, certamente também ele conservava todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. Mesmo em silêncio, José participa do encontro dos pastores com Jesus, do encontro dos Reis Magos com Jesus – como nos diz Mateus; do mesmo modo, do encontro de Simeão e de Ana com o Menino, no templo, quando «terminaram os dias da purificação», e levaram Jesus «a Jerusalém para apresentá-lo ao Senhor». É importante retomar e refletir uma vez mais sobre o que Bento XVI escreveu na Encíclica Deus Caritas Est (n. 1), em seguida proposto novamente por Papa Francisco na Evangelii Gaudium (n. 7): «Ao início do ser cristão, não há uma decisão ética ou uma grande ideia, mas o encontro com
  • 2. 2 um acontecimento, com uma Pessoa que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo decisivo». Este é o segredo do Primeiro Anúncio... um encontro! Não são palavras iluminadas, discursos longos, estratégias pastorais ou os nossos planejamentos que levam as pessoas a encontrar-se com Jesus. Tudo isto é bom, é importante, é necessário e ajuda, mas pode também sufocar o desejo de encontrar e de deixar-se encontrar por Aquele que dá sentido à vida e que é o único capaz de encher o coração humano de alegria, de esperança e de serenidade no dia-a-dia! O Primeiro Anúncio é - se sempre será - a comunicação de uma experiência de fé, a comunicação de um encontro pessoal com Cristo, que transforma a nossa vida e nos leva a compartilhar esta alegria imensa com quem está ao nosso lado e também com aqueles que vivem para além das nossas fronteiras geográficas e existenciais. «Ao dizer que este anúncio é o “primeiro”, não significa que o mesmo se situa no início e que, em seguida, se esquece ou substitui por outros conteúdos que o superam. É o primeiro em sentido qualitativo, porque é o anúncio principal, aquele que sempre se tem de voltar a ouvir de diferentes maneiras e aquele que sempre se tem de voltar a anunciar...» (EG 164). O Primeiro Anúncio «tem um papel central e insubstituível, porque introduz “no mistério do amor de Deus, que, em Cristo, nos chama a uma estreita relação pessoal com Ele” e predispõe a vida para a conversão» (RM 44). É a “boa notícia”... que todos os povos e culturas têm o direito de saber. É a boa nova de que tanto precisa o nosso mundo. Entretanto, não podemos falar de Primeiro Anúncio sem nos lembrarmos de que para comunicar a alegria do Evangelho precisamos de «evangelizadores com o Espírito», isto é, mulheres e homens abertos à ação do Espírito que se deixam transformar em «anunciadores das maravilhas de Deus», que anunciam «a novidade do Evangelho com ousadia (parresia), em voz alta e em todo o tempo e lugar, mesmo contracorrente». «Jesus quer evangelizadores que anunciem a Boa Nova, não só com palavras mas, sobretudo, com uma vida transfigurada pela presença de Deus» (EG 259). Queridas Irmãs, olhando para a figura de São José, que foi testemunha de diversos encontros com Jesus e do encontro do Menino com diferentes categorias de pessoas, convido cada uma de nós «a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão de se deixar encontrar por Ele, de procurá-lo dia a dia sem cessar» (EG 3). Como FMA, cuja vida é uma resposta contínua ao chamado “A ti as confio”, que cada uma de nós, guiada pelo Espírito, possa viver com maior alegria e criatividade o seu ser missionária, tornando-se testemunha credível do amor de Deus pelas/os jovens, fazendo da própria história um primeiro anúncio que chega a todos, em todos os tempos e lugares, na missão confiada pelo Senhor; vivendo com generosidade o seu “fiat” na atitude do “vado io”, em saída, com a paixão educativo- missionária de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. Queridas Irmãs, votos de boas festas na Solenidade de Maria Assunta ao céu e no 206° aniversário de Dom Bosco! Com carinho, em comunhão de orações, Irmã Alaide Deretti Conselheira para as Missões