SlideShare uma empresa Scribd logo
Permanecei Comigo
Programa de Catequese
com Adultos
Catecumenato Roteiro para encontros catequéticos
Iniciação Cristã de AdultosIniciação Cristã de Adultos
I - A verdade sobre a fé
2
A revelação de Deus
DEUS SE REVELA DE DIVERSAS MANEIRAS:
Catequista: O desejo mais profundo do ser humano é encontrar o sentido da vida e ser feliz, sempre e plenamente.
Nosso coração é feito para amar e ser amado, para viver na verdade e fazer o bem.
Catequizando 1: Somos todos limitados. Nossa experiência de vida inclui erros, injustiças e sofrimentos. Contudo,
o coração tem sede de infinito, que corresponde ao grande anseio por Deus.
Todos: “Fizeste-nos para ti, Senhor, e o nosso coração está inquieto até que repouse em ti” (S. Agostinho).
Catequizando 2: “E a Palavra se fez carne e habitou entre nós!” (Jo 1,14). Deus vem ao nosso encontro mostrando-
se como a origem da vida, criador de todas as coisas. Revela-se na natureza de mil modos, oferecendo uma
permanente presença de si mesmo.
Catequizando 3: Deus que é amor e vida plena comunica-se a nós desde o princípio, compete-nos descobrir na
criação a presença do autor da vida.
Todos: Deus também está presente na história humana e se revela nas situações concretas da vida das
pessoas.
Pedir aos participantes que relatem fatos e situações pessoais que revelam a presença de Deus.
ACOLHIDA:
Acolher a todos com alegria e, após breve
recapitulação do encontro anterior, fazer a seguinte
oração, acompanhada da música ao lado:
Ó Deus, Pai amoroso de todos os seres
humanos, criados à vossa imagem e semelhança,
sois a fonte inesgotável de nossa dignidade e a
razão mais profunda do nosso desejo de ser feliz.
Conscientes dos nossos limites, enchemo-nos de
confiança diante do sacrifício de Vosso Filho,
Jesus Cristo, que selou definitivamente a aliança
conosco. Concedei-nos conhecer e transmitir a
Revelação plena do vosso amor, na escuta de
vossa Palavra, na fidelidade à Tradição e na
comunhão de vossa Igreja, para que o mundo
conheça o Evangelho da vida. Amém!
Um coração para amar:
CD Louvemos o Senhor – Vol. 1-2 – Faixa nº 12
Um coração para amar, pra perdoar e sentir,
para chorar e sorrir ao me criar tu me deste.
Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater,
ansioso por entender as coisas que tu disseste:
Eis o que eu venho te dar, eis o que eu ponho no altar.
Toma Senhor, que ele é teu. Meu coração não é meu!
Quero que o meu coração seja tão cheio de paz
que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor.
Quero que a minha oração possa me amadurecer,
Leve-me a compreende as conseqüências do amor.
COMO É GRANDE O VOSSO NOME POR TODO O UNIVERSO:
Catequista: Deus manifesta-se próximo, amigo, disponível e misericordioso.
Deus Pai, revela-se amorosamente por meio do Filho, Jesus Cristo. Movidos
pelo Espírito Santo, rezemos a presença e o amor de Deus, no Salmo 8:
Todos: “Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo
o universo!”
1. Desdobrastes nos céus vossa glória com grandeza, esplendor,
majestade. O perfeito louvor vos é dado pelos lábios dos mais
pequeninos, de crianças que a mãe amamenta.
2. Eis a força que opondes aos maus, reduzindo o inimigo ao silêncio.
Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista;
3. Vendo a lua e estrelas brilhantes, perguntamos: “Senhor, que é o homem
para dele assim vos lembrardes e tratardes com tanto carinho?
4. Pouco abaixo dos Anjos o fizestes, coroando-o de glória e esplendor,
vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes:
5. As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata;
passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas.
6. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora
e sempre. Amém!
Todos: “Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo
o universo!”
LEITURA BÍBLICA:
Catequista: Deus, presente na
obra da criação, na consciência e
na história dos seres humanos e
nos sinais dos tempos, revela-se de
modo perfeito nos acontecimentos
da vida de Jesus, na sua morte-
ressurreição e no dom do Espírito
Santo, que deu origem à Igreja.
Canto: Palavra de salvação,
somente o céu tem pra dar, por isso
meu coração se abre para escutar.
Leitor: Jo 1,1-14
Após a leitura, fazer uma breve
explicação sobre o mistério da
Encarnação do Verbo, Jesus Cristo
que foi enviado para salvar a
humanidade.
DEUS SE REVELA PLENAMENTE EM JESUS CRISTO:
Catequizando 1: Deus acolheu a fé de um homem chamado Abraão, estabeleceu com ele uma Aliança e deu
origem, a partir de sua descendência, ao Povo Eleito. Deus esteve sempre presente na história deste povo,
por meio de palavras e ações libertadoras.
Catequizando 2: Essas ações e palavras inspiradas foram transmitidas oralmente de geração em geração e,
pouco a pouco, escritas sob a Inspiração do Espírito Santo; ficou formado assim, o Antigo Testamento – parte
da Sagrada Escritura que narra o tempo de preparação para a vinda do “Messias Prometido”.
Todos: Quando chegou a “Hora de Deus”, a “Palavra se fez carne e habitou entre nós!” (Jo 1,14).
Catequista: Deus entra definitivamente na história dos homens por meio do Filho, Jesus, enviado ao mundo. Na
simplicidade de uma criança, Jesus de Nazaré torna-se o grande acontecimento da humanidade.
Catequizando 1: Jesus cresceu em tamanho, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens e, adulto, revelou-
se aos discípulos, realizando a antiga promessa de Salvação.
Catequizando 2: Depois da Ressurreição de Jesus, as primeiras comunidades cristãs, inspiradas pelo Espírito
Santo, escreveram os fatos da vida e os ensinamentos de Jesus
Catequista: Ficou formado assim, outro “conjunto de escritos,” nascido à luz do mistério da Ressurreição. Esse
conjunto completava os Escritos Sagrados do Antigo Testamento e os reliam à luz da Revelação de Deus em
Jesus Cristo. É o Novo Testamento.
Todos: A Sagrada Escritura – Antigo e Novo Testamento –
forma um único livro. É Palavra de Deus que nos
ensina, de modo privilegiado, a sua Revelação.
Catequizando 1: Revelar quer dizer: descobrir, deixar à mostra!
Deus se revela à medida que se mostra às suas criaturas,
dizendo quem é, e desvendando ao ser humano a sua
própria origem e o seu destino último.
Catequizando 2: Deus se revela por amor, somente por amor.
Ele se mostra como é para que o ser humano conheça a si
mesmo e alcance a sua realização. Porque ama, Deus se
dá por inteiro, tanto na Criação como na Revelação.
Catequista: Deus “quer que todos os seres humanos sejam
salvos e cheguem ao conhecimento da Verdade” (1Tm 2,4),
isto é, de Jesus Cristo. É preciso, pois, que Cristo seja
anunciado a toda a humanidade, e que a Revelação chegue
até as extremidades do mundo.
Música:
CD Louvemos o Senhor 1-2 - Faixa nº 07
Deus enviou seu Filho amado para morrer no
meu lugar. Na cruz pagou, por meus pecados,
mas o sepulcro vazio está, porque ele vive.
Porque Ele vive, eu posso crer no amanhã.
Porque Ele vive, temor não há! Mas eu bem
sei, que o meu futuro, está nas mãos do
meu Jesus, que vivo está.
Um dia eu vou cruzar os rios e verei então,
um céu de luz. E verei que lá, em plena glória,
vitorioso, vive e reina o meu Jesus!
DEUS SE REVELA NA IGREJA:
Catequista: Os encontros com Jesus de Nazaré, suas palavras,
gestos, e sinais ficavam gravados no coração dos ouvintes
que se tornaram suas testemunhas e transmitiam as suas
lembranças às gerações seguintes.
Catequizando 1: A Tradição é o conteúdo desse rico processo
de comunicação e interpretação da Escritura pela Igreja.
Catequizando 2: Ela é rica e inesgotável, partindo dos fatos da
origem os interpreta na realidade atual para que cada um
encontre e compreenda a Verdade.
Todos: Tradição quer dizer Fé autêntica que recebemos dos
que vieram antes; ela ajuda a preservar, através dos
tempos que mudam, a fidelidade a Jesus de Nazaré.
Catequizando 1: A Tradição indicou os Textos Sagrados que
compõem a Bíblia e, ainda hoje, define os critérios para
sua leitura e compreensão.
Catequizando 2: Jesus Cristo confiou especialmente aos
Apóstolos e seus sucessores, os bispos, a função de ensinar
e dirigir o Povo de Deus na fidelidade à sua Palavra. É o
serviço a que chamamos de Magistério da Igreja.
Todos: A Igreja prega a verdade, que não é sua, mas lhe é
confiada por Jesus Cristo.
Catequista: O Magistério é autoridade a serviço da Palavra de
Deus. Requer obediência e acolhimento fiel, tanto dos que
ensinam quanto dos que recebem o ensinamento, pois a
verdade é sustentada pela presença do Espírito Santo.
Todos: Senhor Deus, queremos viver a Aliança que fizestes
com cada um de nós, no nosso Batismo. Queremos
ser fieis transmitindo e testemunhando vosso amor
aos nossos irmãos e irmãs. Por Cristo nosso Senhor.
Amém!
Para aprofundamento:
REVELAÇÃO E INSPIRAÇÃO
Na Bíblia encontram-se a Revelação e a
Inspiração. Na Revelação Deus mostra a Si
mesmo, sua mensagem, a verdade que Ele
quer revelar. Temos, por exemplo, no Livro do
Profeta Isaias: “Por isso o próprio Senhor vos
dará um sinal: uma virgem conceberá e dará
à luz um filho e o chamará “Deus conosco.” (Is
7,14). É o anúncio, Revelação do nascimento
do Salvador prometido. Encontramos no
Evangelho de S. Lucas a realização desta
profecia: “O Anjo Gabriel foi enviado por
Deus... a uma virgem;... e o nome da Virgem
era Maria.” (Lc1,26s). Para revelar-se, Deus
inspira pessoas mediante a ação do Espírito
Santo: profetas, evangelistas, apóstolos,
escritores, salmistas, poetas. São os que
receberam a Inspiração para registrar o que
Deus mesmo colocava em seus corações.
Assim, Deus Revela e Inspira para que a
verdade, somente a verdade, seja transmitida
e escrita.
COMPROMISSO DE VIDA:
1. O que eu posso e devo fazer para acolher,
com mais generosidade e abertura de
coração, a este Deus que se revela por amor?
2. Descobrir nos acontecimentos da vida a
presença amorosa de Deus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Lucas Licerre
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
EucaristiaJean
 
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013Maria Isaltina Santana
 
Sacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristiaSacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristiaJorge Pereira
 
RICA: Escrutínios e Exorcismos
RICA: Escrutínios e Exorcismos RICA: Escrutínios e Exorcismos
RICA: Escrutínios e Exorcismos Fábio Vasconcelos
 
Primeira eucaristia_01
Primeira eucaristia_01Primeira eucaristia_01
Primeira eucaristia_01laerciosas
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012Adriano de Paula
 
Leitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaúsLeitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaúsLiana Plentz
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismotorrasko
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016Catequese Anjos dos Céus
 
Preparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptxPreparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptxAdão Silva
 

Mais procurados (20)

Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
 
O que é a Eucaristia?
O que é a Eucaristia?O que é a Eucaristia?
O que é a Eucaristia?
 
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
 
14ºEncontro - Jesus chama os Apostolos
14ºEncontro - Jesus chama os Apostolos14ºEncontro - Jesus chama os Apostolos
14ºEncontro - Jesus chama os Apostolos
 
Sacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristiaSacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristia
 
ORAÇÃO OFICIAL DO CÊRCO DE JERICÓ
ORAÇÃO OFICIAL DO CÊRCO DE JERICÓORAÇÃO OFICIAL DO CÊRCO DE JERICÓ
ORAÇÃO OFICIAL DO CÊRCO DE JERICÓ
 
RICA: Escrutínios e Exorcismos
RICA: Escrutínios e Exorcismos RICA: Escrutínios e Exorcismos
RICA: Escrutínios e Exorcismos
 
Primeira eucaristia_01
Primeira eucaristia_01Primeira eucaristia_01
Primeira eucaristia_01
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
 
Leitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaúsLeitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaús
 
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
 
2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA
 
Os símbolos litúrgicos
Os símbolos litúrgicosOs símbolos litúrgicos
Os símbolos litúrgicos
 
Missão do Catequista
Missão do CatequistaMissão do Catequista
Missão do Catequista
 
Preparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptxPreparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptx
 
Um culto bem preparado
Um culto bem preparadoUm culto bem preparado
Um culto bem preparado
 

Destaque (15)

Cat05
Cat05Cat05
Cat05
 
Cat09
Cat09Cat09
Cat09
 
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
 
Cat04
Cat04Cat04
Cat04
 
Apresentação a iniciação da vida cristã
Apresentação a iniciação da vida cristãApresentação a iniciação da vida cristã
Apresentação a iniciação da vida cristã
 
Cat08
Cat08Cat08
Cat08
 
Cat07
Cat07Cat07
Cat07
 
Ivc mod 2-cap1-2a-parte2003
Ivc mod 2-cap1-2a-parte2003Ivc mod 2-cap1-2a-parte2003
Ivc mod 2-cap1-2a-parte2003
 
Cat06
Cat06Cat06
Cat06
 
7º, 8º, 9º e 10º mandamentos (1)
7º,  8º, 9º e 10º mandamentos (1)7º,  8º, 9º e 10º mandamentos (1)
7º, 8º, 9º e 10º mandamentos (1)
 
Cat03
Cat03Cat03
Cat03
 
Agenda Anual 2012
Agenda Anual 2012Agenda Anual 2012
Agenda Anual 2012
 
Catecumenato
CatecumenatoCatecumenato
Catecumenato
 
Historia da catequese
Historia da catequese Historia da catequese
Historia da catequese
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
 

Semelhante a Cat02 (20)

Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
29 01 12
29 01 1229 01 12
29 01 12
 
Adoração Eucarisitica - Semeadores da boa nova
Adoração Eucarisitica - Semeadores da boa novaAdoração Eucarisitica - Semeadores da boa nova
Adoração Eucarisitica - Semeadores da boa nova
 
15 01 12
15 01 1215 01 12
15 01 12
 
22 02 12
22 02 1222 02 12
22 02 12
 
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉHISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
 
MISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptxMISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptx
 
Livreto ieq-20161103
Livreto ieq-20161103Livreto ieq-20161103
Livreto ieq-20161103
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
 
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todosLivreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
 
Novena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes ptNovena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes pt
 
Novena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo EudesNovena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo Eudes
 
biblia gente.pptx.........................
biblia gente.pptx.........................biblia gente.pptx.........................
biblia gente.pptx.........................
 
25 03 12
25 03 1225 03 12
25 03 12
 
4º dia
4º dia4º dia
4º dia
 
Livro missa formatura
Livro missa formaturaLivro missa formatura
Livro missa formatura
 
Retiro com Crismandos
Retiro com CrismandosRetiro com Crismandos
Retiro com Crismandos
 
28 08 11
28 08 1128 08 11
28 08 11
 
5º dia
5º dia5º dia
5º dia
 

Cat02

  • 1. Permanecei Comigo Programa de Catequese com Adultos Catecumenato Roteiro para encontros catequéticos Iniciação Cristã de AdultosIniciação Cristã de Adultos I - A verdade sobre a fé 2 A revelação de Deus DEUS SE REVELA DE DIVERSAS MANEIRAS: Catequista: O desejo mais profundo do ser humano é encontrar o sentido da vida e ser feliz, sempre e plenamente. Nosso coração é feito para amar e ser amado, para viver na verdade e fazer o bem. Catequizando 1: Somos todos limitados. Nossa experiência de vida inclui erros, injustiças e sofrimentos. Contudo, o coração tem sede de infinito, que corresponde ao grande anseio por Deus. Todos: “Fizeste-nos para ti, Senhor, e o nosso coração está inquieto até que repouse em ti” (S. Agostinho). Catequizando 2: “E a Palavra se fez carne e habitou entre nós!” (Jo 1,14). Deus vem ao nosso encontro mostrando- se como a origem da vida, criador de todas as coisas. Revela-se na natureza de mil modos, oferecendo uma permanente presença de si mesmo. Catequizando 3: Deus que é amor e vida plena comunica-se a nós desde o princípio, compete-nos descobrir na criação a presença do autor da vida. Todos: Deus também está presente na história humana e se revela nas situações concretas da vida das pessoas. Pedir aos participantes que relatem fatos e situações pessoais que revelam a presença de Deus. ACOLHIDA: Acolher a todos com alegria e, após breve recapitulação do encontro anterior, fazer a seguinte oração, acompanhada da música ao lado: Ó Deus, Pai amoroso de todos os seres humanos, criados à vossa imagem e semelhança, sois a fonte inesgotável de nossa dignidade e a razão mais profunda do nosso desejo de ser feliz. Conscientes dos nossos limites, enchemo-nos de confiança diante do sacrifício de Vosso Filho, Jesus Cristo, que selou definitivamente a aliança conosco. Concedei-nos conhecer e transmitir a Revelação plena do vosso amor, na escuta de vossa Palavra, na fidelidade à Tradição e na comunhão de vossa Igreja, para que o mundo conheça o Evangelho da vida. Amém! Um coração para amar: CD Louvemos o Senhor – Vol. 1-2 – Faixa nº 12 Um coração para amar, pra perdoar e sentir, para chorar e sorrir ao me criar tu me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater, ansioso por entender as coisas que tu disseste: Eis o que eu venho te dar, eis o que eu ponho no altar. Toma Senhor, que ele é teu. Meu coração não é meu! Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, Leve-me a compreende as conseqüências do amor. COMO É GRANDE O VOSSO NOME POR TODO O UNIVERSO: Catequista: Deus manifesta-se próximo, amigo, disponível e misericordioso. Deus Pai, revela-se amorosamente por meio do Filho, Jesus Cristo. Movidos pelo Espírito Santo, rezemos a presença e o amor de Deus, no Salmo 8: Todos: “Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!” 1. Desdobrastes nos céus vossa glória com grandeza, esplendor, majestade. O perfeito louvor vos é dado pelos lábios dos mais pequeninos, de crianças que a mãe amamenta. 2. Eis a força que opondes aos maus, reduzindo o inimigo ao silêncio. Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista; 3. Vendo a lua e estrelas brilhantes, perguntamos: “Senhor, que é o homem para dele assim vos lembrardes e tratardes com tanto carinho? 4. Pouco abaixo dos Anjos o fizestes, coroando-o de glória e esplendor, vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes: 5. As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata; passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas. 6. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém! Todos: “Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!” LEITURA BÍBLICA: Catequista: Deus, presente na obra da criação, na consciência e na história dos seres humanos e nos sinais dos tempos, revela-se de modo perfeito nos acontecimentos da vida de Jesus, na sua morte- ressurreição e no dom do Espírito Santo, que deu origem à Igreja. Canto: Palavra de salvação, somente o céu tem pra dar, por isso meu coração se abre para escutar. Leitor: Jo 1,1-14 Após a leitura, fazer uma breve explicação sobre o mistério da Encarnação do Verbo, Jesus Cristo que foi enviado para salvar a humanidade.
  • 2. DEUS SE REVELA PLENAMENTE EM JESUS CRISTO: Catequizando 1: Deus acolheu a fé de um homem chamado Abraão, estabeleceu com ele uma Aliança e deu origem, a partir de sua descendência, ao Povo Eleito. Deus esteve sempre presente na história deste povo, por meio de palavras e ações libertadoras. Catequizando 2: Essas ações e palavras inspiradas foram transmitidas oralmente de geração em geração e, pouco a pouco, escritas sob a Inspiração do Espírito Santo; ficou formado assim, o Antigo Testamento – parte da Sagrada Escritura que narra o tempo de preparação para a vinda do “Messias Prometido”. Todos: Quando chegou a “Hora de Deus”, a “Palavra se fez carne e habitou entre nós!” (Jo 1,14). Catequista: Deus entra definitivamente na história dos homens por meio do Filho, Jesus, enviado ao mundo. Na simplicidade de uma criança, Jesus de Nazaré torna-se o grande acontecimento da humanidade. Catequizando 1: Jesus cresceu em tamanho, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens e, adulto, revelou- se aos discípulos, realizando a antiga promessa de Salvação. Catequizando 2: Depois da Ressurreição de Jesus, as primeiras comunidades cristãs, inspiradas pelo Espírito Santo, escreveram os fatos da vida e os ensinamentos de Jesus Catequista: Ficou formado assim, outro “conjunto de escritos,” nascido à luz do mistério da Ressurreição. Esse conjunto completava os Escritos Sagrados do Antigo Testamento e os reliam à luz da Revelação de Deus em Jesus Cristo. É o Novo Testamento. Todos: A Sagrada Escritura – Antigo e Novo Testamento – forma um único livro. É Palavra de Deus que nos ensina, de modo privilegiado, a sua Revelação. Catequizando 1: Revelar quer dizer: descobrir, deixar à mostra! Deus se revela à medida que se mostra às suas criaturas, dizendo quem é, e desvendando ao ser humano a sua própria origem e o seu destino último. Catequizando 2: Deus se revela por amor, somente por amor. Ele se mostra como é para que o ser humano conheça a si mesmo e alcance a sua realização. Porque ama, Deus se dá por inteiro, tanto na Criação como na Revelação. Catequista: Deus “quer que todos os seres humanos sejam salvos e cheguem ao conhecimento da Verdade” (1Tm 2,4), isto é, de Jesus Cristo. É preciso, pois, que Cristo seja anunciado a toda a humanidade, e que a Revelação chegue até as extremidades do mundo. Música: CD Louvemos o Senhor 1-2 - Faixa nº 07 Deus enviou seu Filho amado para morrer no meu lugar. Na cruz pagou, por meus pecados, mas o sepulcro vazio está, porque ele vive. Porque Ele vive, eu posso crer no amanhã. Porque Ele vive, temor não há! Mas eu bem sei, que o meu futuro, está nas mãos do meu Jesus, que vivo está. Um dia eu vou cruzar os rios e verei então, um céu de luz. E verei que lá, em plena glória, vitorioso, vive e reina o meu Jesus! DEUS SE REVELA NA IGREJA: Catequista: Os encontros com Jesus de Nazaré, suas palavras, gestos, e sinais ficavam gravados no coração dos ouvintes que se tornaram suas testemunhas e transmitiam as suas lembranças às gerações seguintes. Catequizando 1: A Tradição é o conteúdo desse rico processo de comunicação e interpretação da Escritura pela Igreja. Catequizando 2: Ela é rica e inesgotável, partindo dos fatos da origem os interpreta na realidade atual para que cada um encontre e compreenda a Verdade. Todos: Tradição quer dizer Fé autêntica que recebemos dos que vieram antes; ela ajuda a preservar, através dos tempos que mudam, a fidelidade a Jesus de Nazaré. Catequizando 1: A Tradição indicou os Textos Sagrados que compõem a Bíblia e, ainda hoje, define os critérios para sua leitura e compreensão. Catequizando 2: Jesus Cristo confiou especialmente aos Apóstolos e seus sucessores, os bispos, a função de ensinar e dirigir o Povo de Deus na fidelidade à sua Palavra. É o serviço a que chamamos de Magistério da Igreja. Todos: A Igreja prega a verdade, que não é sua, mas lhe é confiada por Jesus Cristo. Catequista: O Magistério é autoridade a serviço da Palavra de Deus. Requer obediência e acolhimento fiel, tanto dos que ensinam quanto dos que recebem o ensinamento, pois a verdade é sustentada pela presença do Espírito Santo. Todos: Senhor Deus, queremos viver a Aliança que fizestes com cada um de nós, no nosso Batismo. Queremos ser fieis transmitindo e testemunhando vosso amor aos nossos irmãos e irmãs. Por Cristo nosso Senhor. Amém! Para aprofundamento: REVELAÇÃO E INSPIRAÇÃO Na Bíblia encontram-se a Revelação e a Inspiração. Na Revelação Deus mostra a Si mesmo, sua mensagem, a verdade que Ele quer revelar. Temos, por exemplo, no Livro do Profeta Isaias: “Por isso o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho e o chamará “Deus conosco.” (Is 7,14). É o anúncio, Revelação do nascimento do Salvador prometido. Encontramos no Evangelho de S. Lucas a realização desta profecia: “O Anjo Gabriel foi enviado por Deus... a uma virgem;... e o nome da Virgem era Maria.” (Lc1,26s). Para revelar-se, Deus inspira pessoas mediante a ação do Espírito Santo: profetas, evangelistas, apóstolos, escritores, salmistas, poetas. São os que receberam a Inspiração para registrar o que Deus mesmo colocava em seus corações. Assim, Deus Revela e Inspira para que a verdade, somente a verdade, seja transmitida e escrita. COMPROMISSO DE VIDA: 1. O que eu posso e devo fazer para acolher, com mais generosidade e abertura de coração, a este Deus que se revela por amor? 2. Descobrir nos acontecimentos da vida a presença amorosa de Deus.