Ativ 2 8_rosanafaustino

953 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelas alunas Nayme Carolaine e Quezia do 1º ano B, Ensino Médio, da Escola Estadual Marechal Rondon.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ativ 2 8_rosanafaustino

  1. 1. Escola Estadual Marechal RondonNome : Nayme , Carolaine e QueziaNúmero : 25 , 06 e 26Série : 1°B (EM)Professora : Rosana
  2. 2. A Literatura é um instrumento de comunicaçãoe de interação social; ela transmite osconhecimentos e a cultura de um povo.O texto literário se organiza em gêneros literários.Os textos literários são divididos em doisgrupos: textos em verso, textos em prosa.Os textos em verso são os poemas, aqueles quesão formados por versos; os textos em prosasão aqueles construídos em linhareta, organizados emfrases, parágrafos, capítulos, partes etc.
  3. 3. A palavra “drama” vem do grego e significa “ação”, logo, é umacontecimento ou situação com intensidade emocional, a qual podeser representada. No sentido literário, falar de drama é falar deteatro. Este gênero começou com a encenação em cultos adivindades gregas. A princípio os gregos abordavam apenas doistipos de peças teatrais: a tragédia e a comédia. Algumas peças sãobastante conhecidas e lidas até hoje, por serem marcos dadramaturgia da época: Prometeu acorrentado de Ésquilo; Édipo-reie Electra de Sófocles; Medéia de Eurípedes e Menandro deAntífanes. Neste estilo literário o narrador conta a história enquanto osatores encenam e dialogam através das personagens. Quanto aosestilos literários, esta modalidade literária compreende: • Tragédia: representação de um fato trágico que causa catarse aquem assiste, ou seja, provoca alívio emocional da audiência. • Comédia: representação de um fato cômico, que causa riso. • Tragicomédia: é a mistura de elementos trágicos e cômicos. • Farsa: peça teatral de caráter puramente caricatural, de críticaà sociedade, porém, sem preocupação de questionamento devalores.
  4. 4. A palavra “épos” vem do grego e significa “versos”e, portanto, o gênero épico é a narrativa em versos queapresenta um episódio heroico da história de um povo. Naestrutura épica temos: o narrador, o qual conta a históriapraticada por outros no passado; a história, a sucessão deacontecimentos; as personagens, em torno das quais giramos fatos; o tempo, o qual geralmente se apresenta nopassado e o espaço, local onde se dá a ação das personagens. Neste gênero, geralmente, há presença de figurasfantasiosas que ajudam ou atrapalham no curso dosacontecimentos. Quando as ações são narradas porversos, temos o poema épico ou epopeia. Dentre as principaisepopeias, temos: Ilíada e Odisseia. As obras Ilíada e Odisseia são obras atribuídas aopoeta, greco-romano Homero ,o qual teria vivido por volta doséculo VIII a. C.. A primeira trata-se da história do últimoano da Guerra de Troia entre gregos e troianos. Quando ostroianos sequestram a princesa Helena, os gregos articulamum plano de resgatá-la por intermédio de um grande cavalode madeira, chamado de Troia, o qual é levado à cidade demesmo nome como presente. (Continuação no próximo slide)
  5. 5. O termo “lírico” vem do latim (lyricu) e quer dizer “lira”, uminstrumento musical grego. Durante o período da Idade Médiaos poemas eram cantados e divididos por métricas (a medida deum verso, definida pelo número de sílabas poéticas). Acombinação de palavras, aliterações e rima, por exemplo, foramcultivadas pelos poetas como forma de manter o ritmo musical.Logo, essa é a origem da métrica e da musicalidade na poesia. Atemática lírica geralmente envolve a emoção, o estado dealma, os pensamentos, os sentimentos do eu-lírico, e também ospontos de vista do autor e, portanto, é inteiramente subjetiva.Esse gênero é geralmente expresso pela poesia, contudo, não étoda poesia que pertence ao gênero referido, já que dependerádos elementos literários inseridos nela.Quanto à forma, da Idade Média aos dias de hoje, o estilo depoema que permaneceu com intensidade foi o soneto, poesiarimada, composta por quatorze versos, dois quartetos e doistercetos, com métrica composta de versos decassílabos (dezsílabas) e versos alexandrinos (12 sílabas). (Continuação nopróximo slide)
  6. 6. Quanto ao conteúdo, predominantementesubjetivo, destacam-se:• Elegia – vem do grego e significa “canto triste”; poesialírica que expressa sentimentos tristes ou morte. Umexemplo frequente é “O cântico do calvário” de FagundesVarela.• Idílio e écloga – são poemas breves com temáticapastoril. A écloga, na maioria das vezes, apresentadiálogo.• Epitalâmio – na literatura grega é um poema dehomenagem aos noivos no momento do casamento. Logo, éuma exaltação às núpcias de alguém.• Ode ou hino – derivam do grego e significam “canto”.Ode é uma poesia que exalta algo e hino que glorifica apátria.• Sátira – poesia que ridiculariza os defeitos humanos oudeterminadas situações.
  7. 7. O termo “narrar” vem do latim “narratio” e quer dizero ato de narrar acontecimentos reais ou fictícios. NaAntiguidade Clássica, os padrões literáriosreconhecidos eram apenas o épico, o lírico e odramático. Com o passar dos anos surgiu dentro dogênero épico a variante: gênero narrativo, a qualapresentou concepções de prosa com característicasdiferentes, o que fez com que surgissem divisões deoutros gêneros literários dentro do estilo narrativo: oromance, a novela, o conto, a crônica, a fábula.Porém, praticamente todas as obras narrativaspossuem elementos estruturais e estilísticos emcomum e devem responder a questionamentos, como:quem?, que? quando? onde? por quê? Vejamos a seguirno próximo slide :
  8. 8. Narrador : é o que narra a história, pode ser onisciente (terceirapessoa, observador, tem conhecimento da história e daspersonagens, observa e conta o que está acontecendo ouaconteceu) ou personagem (em primeira pessoa; narra e participada história e, contudo, narra os fatos à medida em queacontecem, não pode prever o que acontecerá com as demaispersonagens).• Tempo: é um determinado momento em que as personagensvivenciam as suas experiências e ações. Pode ser cronológico (umdia, um mês, dois anos) ou psicológico (memória de quemnarra, flash-back feito pelo narrador).• Espaço: lugar onde as ações acontecem e se desenvolvem.• Enredo: é a trama, o que está envolvido na trama que precisaser resolvido, e a sua resolução, ou seja, todo enredo teminício, desenvolvimento, clímax e desfecho.• Personagens: através das personagens, seres fictícios datrama, encadeiam-se os fatos que geram os conflitos e ações. Àpersonagem principal dá-se o nome de protagonista e pode seruma pessoa, animal ou objeto inanimado, como nas fábulas. 
  9. 9. O que vimos foram os recursos que os estilos narrativostêm em comum, agora vejamos cada um deles e suascaracterísticas separadamente:• Romance: é uma narrativa longa, geralmente dividida emcapítulos, possui personagens variadas em torno das quaisacontece a história principal e também históriasparalelas a essa, pode apresentar espaço e tempovariados.• Novela: é um módulo mais compilado do romance etambém mais dinâmico, é dividida em episódios, sãocontínuos e não têm interrupções.• Conto: é uma narrativa curta que gira em torno de um sóconflito, com poucos personagens.• Crônica: é uma narrativa breve que tem por objetivocomentar algo do cotidiano; é um relato pessoal do autorsobre determinado fato do dia a dia.

×