O slideshow foi denunciado.

SEMINÁRIO EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E ENSINO MÉDIO:

4.005 visualizações

Publicada em

Apresentação da Profa. Dra. Monica Ribeiro da Silva, da Universidade Federal do Paraná, no Seminário “Educação Profissional e Ensino Médio: os desafios da concomitância”.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

SEMINÁRIO EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E ENSINO MÉDIO:

  1. 1. SEMINÁRIO EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E ENSINO MÉDIO: OS DESAFIOS DA CONCOMITÂNCIA Profa. Dra. Monica Ribeiro da Silva Universidade Federal do Paraná [email_address]
  2. 2. SUMÁRIO <ul><li>A EPT E SUA HISTÓRIA RECENTE </li></ul><ul><li>O ENSINO MÉDIO NA ATUALIDADE </li></ul><ul><li>JUVENTUDE ESCOLA E TRABALHO </li></ul><ul><li>AS NOVAS DCN GERAIS E AS DCNEM </li></ul><ul><li>A CONCOMITÂNCIA – BASE LEGAL E PRINCÍPIOS </li></ul><ul><li>PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: INTEGRAÇÃO EPISTÊMICA (CIÊNCIA E TÉCNICA; CULTURA TRABALHO) E INTEGRAÇÃO ENTRE AS INSTÂNCIAS FORMADORAS (INTEGRAÇÃO INSTITUCIONAL) </li></ul>
  3. 3. A EPT E SUA HISTÓRIA RECENTE <ul><li>LDB </li></ul><ul><li>DECRETO 2.208/97 </li></ul><ul><li>DECRETO 5.154/2004 </li></ul><ul><li>AS EXPERIÊNCIAS DO ENSINO MÉDIO INTEGRADO </li></ul><ul><li>O PROEJA </li></ul>
  4. 4. O ENSINO MÉDIO NA ATUALIDADE <ul><li>48% DOS JOVENS ENTRE 15 E 17 ANOS ESTÃO MATRICULADAOS NESTA ETAPA </li></ul><ul><li>A MARCA DA DESIGUALDADE ECONÔMICA </li></ul><ul><li>A SITUAÇÃO DO ENSINO MÉDIO NOTURNO </li></ul><ul><li>“ ABANDONADOS” DENTRO DA ESCOLA OU ABANDONARAM O SENTIDO “ESCOLAR” </li></ul><ul><li>DESLOCAMENTO DE SENTIDO DA ESCOLA </li></ul>
  5. 5. JUVENTUDE ESCOLA E TRABALHO <ul><li>O problema do desemprego e do enfrentamento da exclusão social e educacional: entre 1995 e 2005, o Brasil gerou cerca de 17,5 milhões de novas ocupações, porém, somente 1,8 milhões preenchidas por jovens até 24 anos </li></ul><ul><li>50% DOS JOVENS ENTRE 18 E 21 ANOS ESTÃO DESEMPREGADOS </li></ul><ul><li>Cerca de 4 milhões de jovens atuam em atividades informais, das quais 90% correspondem a menos de um salário mínimo (SIMÕES, 2010; PELISSARI, 2011) </li></ul>
  6. 6. AS NOVAS DCN GERAIS E AS DCNEM <ul><li>DCN GERAIS: A EDUCAÇÃO BÁSICA COMO CONJUNTO ARTICULADO, SEQUENCIAL E ORGÂNICO ENTRE AS ETAPAS E MODALIDADES </li></ul><ul><li>DCNEM: </li></ul><ul><li>O PRINCÍPIO EDUCATIVO DO TRABALHO </li></ul><ul><li>A PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO </li></ul><ul><li>O PRINCIPIO DA DIVERSIDADE </li></ul><ul><li>A POSSIBILIDADE DE DIFERENTES ARRANJOS CURRICULARES </li></ul>
  7. 7. A CONCOMITÂNCIA – BASE LEGAL <ul><li>LDB 9394/96 - Art. 36-B.  A educação profissional técnica de nível médio será desenvolvida nas seguintes formas:  </li></ul><ul><li>I - articulada com o ensino médio;  </li></ul><ul><li>Art. 36-C.  A educação profissional técnica de nível médio articulada será desenvolvida de forma:  </li></ul><ul><li>I – integrada   </li></ul><ul><li>II - concomitante, oferecida a quem ingresse no ensino médio ou já o esteja cursando, efetuando-se matrículas distintas para cada curso, e podendo ocorrer:  </li></ul><ul><li>a) na mesma instituição de ensino, aproveitando-se as oportunidades educacionais disponíveis;  </li></ul><ul><li>b) em instituições de ensino distintas, aproveitando-se as oportunidades educacionais disponíveis;  </li></ul><ul><li>c) em instituições de ensino distintas, mediante convênios de intercomplementaridade, visando ao planejamento e ao desenvolvimento de projeto pedagógico unificado . </li></ul>
  8. 8. PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO <ul><li>INTEGRAÇÃO EPISTÊMICA: O EIXO TRABALHO, CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA </li></ul><ul><li>assegurar na organização pedagógico-curricular de cada curso, a partir de um processo dinâmico, participativo e contínuo entre os agentes formadores, que o estudante tenha acesso ao conhecimento sobre as inter-relações existentes entre o trabalho, a ciência, a tecnologia e a cultura. </li></ul>
  9. 9. ARTICULAÇÃO EM-EP <ul><li>Não se trata de organizar atividades ora referentes ao trabalho, ora à ciência ou à tecnologia, ou à cultura </li></ul><ul><li>O que se espera é que todo o currículo se organize a partir desse eixo comum e que a partir dele se organize o conjunto dos conhecimentos, seja quando se tratar das disciplinas, seja em outras formas de organização do trabalho pedagógico </li></ul>
  10. 10. PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO <ul><li>INTEGRAÇÃO INSTITUCIONAL: ENTRE AS INSTITUIÇÕES FORMADORAS NA DEFINIÇÃO DOS CURSOS MEDIANTE DIAGNÓSTICO; NA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CURSO COM VISTAS A PROMOVER A ARTICULAÇÃO ENTRE FORMAÇÃO CIENTÍFICA BÁSICA E FORMAÇÃO TÉCNICO ESPECÍFICA; NO ACOMPANHAMENTO DOS ESTUDANTES COM VISTAS A ASSEGURAR O ACESSO, O APRENDIZADO COM QUALIDADE E A INSERÇÃO PROFISSIONAL </li></ul>
  11. 11. OBRIGADA! <ul><li>E BOM SEMINÁRIO! </li></ul>

×