Humanismo02

495 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
168
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Humanismo02

  1. 1. HUMANISMO EM PORTUGAL • Crise na produção poética. • O apogeu era de crônicas historiográficas e da prosa doutrinária ( manual escrito por reis e nobres que apresentava normas e modelos de comportamento para os fidalgos). • A poesia ressurge no século XV, impulsionando uma renovação cultural. • Destaca-se a produção teatral de GIL VICENTE.
  2. 2. FERNÃO LOPES CRONISTA DOS REIS E DO POVO A nomeação de Fernão Lopes como cronista-mor do reino tornou-se marco inicial do Humanismo português. O cronista dava muita importância ao povo, tratando-o como coadjuvante da história dos reis.
  3. 3. O TEATRO DE GIL VICENTE As peças eram de caráter religioso e eram apresentadas no pátio das igrejas e dos mosteiros. Quando começam a ser encenadas no Paço real passa a abordar temas mais variados. O grande nome do teatro em Portugal no Humanismo é GIL VICENTE. Escreveu cerca de 44 peças. Gil Vicente é considerado o “pai do teatro português”.
  4. 4. As peças de Gil Vicente têm caráter moralizante, ou seja, procuram tematizar os comportamentos condenáveis e enaltecer as virtudes. O teatro Vicentino coloca em cena os erros dos ricos e dos pobres. Denuncia exploradores do povo, como o fidalgo, o sapateiro e o agiota do AUTO DA BARCA DO INFERNO. Suas obras são divididas em três partes: • Autos pastoris. • Autos de moralidade. • Farsas.
  5. 5. LIVRO PÁGINAS: 103, 104 E 105. OU SLIDES DISPONÍVEIS NA SALA DE INFORMÁTICA DO COLÉGIO. OU SLIDES DISPONÍVEIS NO ENDEREÇO: danibertollo.blogspot.com.br
  6. 6. TAREFA PÁGINA 109. AUTO DA ALMA Nº 4, 5, 6 e 7. COPIAR E RESPONDER.

×