Animação 1 - Roteiro (4) Decupagem e Formatacao do Roteiro

3.521 visualizações

Publicada em

Conceitos de produção de Decupagem e Roteirização - Disciplina de Animação 1 - Dep. de Design UFPR

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.521
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
148
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animação 1 - Roteiro (4) Decupagem e Formatacao do Roteiro

  1. 1. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 1DecupagemDefinição
  2. 2. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 2DecupagemDefiniçãohttp://pt.wikipedia.org/wiki/DecupagemDecupagem (do francês découpage, derivado do verbo découper,recortar) significa, originalmente, o ato de recortar, ou cortar dandoforma.Na indústria, indica um processo de fabricação de peças metálicaspor recorte de superfície.Nas artes decorativas, um sistema de colagem de papel e papelãosobre objetos.Em cinema e audiovisual, decupagem define o planejamento dafilmagem, a divisão de uma cena em planos e a previsão de comoestes planos vão se ligar uns aos outros através de cortes.
  3. 3. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 3DecupagemDefiniçãoA linguagem cinematográfica busca captar ideias e pensamentos etransformá-los em imagens, utilizando planos e enquadramentos, quesão ferramentas do processo de decupagem, que possibilita a melhorvisualização do que os autores pretendem transmitir.De origem francesa, a palavra decupar vem de découper (cortar empedaços). O que se faz é dividir cada cena em planos, tarefa atribuídaao roteirista e ao diretor.http://ntcuniversidade.wordpress.com/tag/linguagem-tecnica/
  4. 4. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 4DecupagemFinalidadeARGUMENTO => ROTEIRO LITERÁRIO => ROTEIRO TÉCNICO =>STORYBOARD => ANIMATIC
  5. 5. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 5DecupagemPLANOSFinalidade
  6. 6. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 6DecupagemPLANO 1PLANO 2PLANO 3CENA nROTEIRO LITERÁRIOROTEIRO TÉCNICOSTORYBOARDFinalidade
  7. 7. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 7DecupagemCenaCenas Famosas
  8. 8. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 8DecupagemCenaEm cinema, e no audiovisual em geral, adotou-se um conceito de"cena" derivado do teatral, mas centrado na continuidade espaço-temporal.Segundo o "Dicionário de Cinema" de Jean Mitry (MITRY, Jean:Dictionaire du cinéma, Ed. Larousse, Paris, 1963), por exemplo, cena é "oconjunto de planos situados num mesmo local ou num mesmocenário, e que se desenrolam dentro de um tempodeterminado" . Portanto, em cinema, uma cena é um trecho de filmecom unidade de tempo e de espaço.http://pt.wikipedia.org/wiki/Cena
  9. 9. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 9DecupagemCenaOu, na definição de Jacques Aumont (AUMONT, Jacques; e MARIE,Michel: Dicionário teórico e crítico de cinema. Papirus Editora, Campinas,2003, pp. 45-46): "um segmento que mostra uma ação unitária etotalmente contínua, sem elipse nem salto de um plano aooutro" .Marcel Martin (MARTIN, Marcel: A Linguagem cinematográfica. Ed.Brasiliense, São Paulo, 2003, p. 140) explica a diferença entre cenae sequência: "A cena é determinada mais particularmente poruma unidade de tempo e de lugar (...), ao passo que o quecaracteriza a sequência é mais a unidade de ação."http://pt.wikipedia.org/wiki/Cena
  10. 10. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 10DecupagemCenaCenaLocal TempoCômodosPrédiosCarrosEstradas…NoiteDia...DiasAnos...ComponentesPersonagensObjetos...O que acontece?Qual o propósito?Definir o que acontece com aspersonagens entre as cenas.
  11. 11. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 11DecupagemTrecho do Argumento “Perseguição Diabólica”:.... O homem da capa preta entra no corredor do hotel. Procurapelo apartamento 300. Ao encontrá-lo, diz para si mesmo: “Éeste!”. Em seguida, arrebenta a porta com um pontapé. Nesteinstante, na portaria do hotel, ...O trecho em sublinhado indica claramenteuma cena, pois há constância de local etempo, bem como de personagem. Esta cenadeve ser quebrada em imagens. O thumbnailvai auxiliar nesta tarefa.Exemplo de Decupagem
  12. 12. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 12DecupagemThumbnail da cenaExemplo de Decupagem
  13. 13. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 13DecupagemGeração do ROTEIRO LITERÁRIO(será considerado a cena anterior como sendo a cena 10 doargumento PERSEGUIÇÃO DIABÓLICA)Exemplo de Decupagem
  14. 14. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 14Decupagem“PERSEGUIÇÃO DIABÓLICA”André L. Battaiola...Cena 10. INT. HOTEL RIVIERA – NOITEO HOMEM DA CAPA PRETA entra no corredor do hotel. Procura,com andar apressado e feição raivosa, pelo apartamento 300.Em seguida, arrebenta a porta com um pontapé.HOMEM DA CAPA PRETA(em pensamento ao encontrar aporta do apartamento)É este!Exemplo de Decupagem
  15. 15. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 15DecupagemProcesso de DecupagemCENA 1CENA 2CENA 3...TB 1TB 2TB 3...
  16. 16. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 16DecupagemExemplo de Roteiro Literário‘
  17. 17. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 17DecupagemExemplo de Roteiro Literário
  18. 18. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 18DecupagemExemplo de Roteiro Literário
  19. 19. UFPRLAI-DI – Dep. Design / UFPR – André Luiz Battaiola 19 / 19DecupagemFormatadores de Roteiro LiterárioAdobe Storywww.celtx.comwww.writersstore.com..List of screenwriting softwareen.wikipedia.org/wiki/List_of_screenwriting_software

×