Resumo baixa idade media

39.726 visualizações

Publicada em

Aula sobre a Baixa idade média:
- Crise do feudalismo
- Ressurgimento das cidades e do comércio
- As Cruzadas

Publicada em: Educação

Resumo baixa idade media

  1. 1. Baixa Idade Média (Séc. XI – XV)I. CARACTERÍSTICAS GERAIS Decadência do Sistema Feudal Estruturação do modo de produção capitalista. Inovações técnicas: • moinho hidráulico, permitindo aos homens Medivais o acesso mais ágil à água. • Arado com rodas que agilizavam o cultivo da terra.
  2. 2.  Diminuição das guerras e das doenças provocando assim um aumento demográfico significativo na Europa. Transformações básicas: - autossuficiência para a economia de mercado; - novo grupo social: burguesia; - formação das monarquias.II. A IDADE MÉDIA DOS SÉCULOS XI AO XV Pressão demográfica que não era absorvida pela precária estrutura do sistema feudal. Rearticulação do comércio a partir dos interesses da população excedente que migrou para os burgos (cidades comerciais) Incidência de saques e ataques aos castelos e aldeias. Necessidades de conquistas territoriais como forma de resolver a profunda crise social. Organização das expedições militares-religiosas no oriente e no ocidente denominadas de CRUZADAS.
  3. 3. AS CRUZADAS“ uma peregrinação de cunho militar decidida pelo papa (Urbano II) queconcede a seus participantes privilégios temporais e espirituais e lhesdetermina o objetivo de libertar o Sepulcro de Cristo, em Jerusalém”.H. E. Mayer e J. Richard
  4. 4. III. AS CRUZADAS Movimento religioso e militar dos cristãos para retomar a Terra Santa (Jerusalém), que estava em poder dos mulçumanos. Acomodação de excedentes populacionais Busca de terras (nobreza) Busca de aventura ou enriquecimento (pilhagens) Absolvição dos pecados ou cura de enferminadades (peregrinação) Interesse comercial (mercados italianos)
  5. 5. SIGNIFICADO E IMPORTÂNCIA DAS CRUZADAS: CAMPO ECONÔMICO: se apresentavam como um contra-ataque da Europa Cristã para romper o cerco mulçumano que estivera submetida desde o século VIII. CAMPO SOCIAL: foram, também, uma forma de aliviar a pressão demográfica no continente que ameaçava destruir o feudalismo. CAMPO RELIGIOSO: para a Igreja Católica o movimento significou a possibilidade para a expansão da sua fé.Obs.: Neste momento tem-se a ideia de GUERRA SANTA.
  6. 6. OS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS: "Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão", assim denominaram-se originalmente os Templários, Ordem Militar fundada no ano de 1119, em Jerusalém, para proteger os peregrinos e os lugares sagrados da Terra Santa.” • A FÉ RELIGIOSA; • OS SAQUES; • OS COMBATES SANGRENTOS.
  7. 7. CONSEQUÊNCIAS DAS CRUZADASApesar do fracasso no plano militar, as Cruzadas mudaram a face da Europa: Possibilitando a reabertura do Mediterrâneo à navegação e ao comércio da Europa; Proporcionando o reatamento das relações entre Ocidente e Oriente. Contribuindo para a decadência do feudalismo e consequentemente reduziu o poder dos senhores feudais. Influenciando no surgimento das burguesias
  8. 8. RETORNO DAS ATIVIDADES COMERCIAIS Influência das Cruzadas no comércio: - os mercadores: burgueses - feiras e rotas de comércio O aumento do comércio promoveu o desenvolvimento das cidades medievais. Grande parte destas antigas cidades tinha um núcleo fortificado com muralhas chamados burgo
  9. 9. RENASCIMENTO DAS CIDADES (SÉC. XV): Formação dos burgos deram origem as cidades; Crescimento das cidades em função do comércio Cambistas e bancos estimulavam a circulação de moedas.CONSEQUÊNCIAS: Isolamento dos feudos; Revoltas camponesas; Rotas Comerciais; Novas oportunidades; Monetarização; Pestes e Epidemias.
  10. 10. Espero que tenha gostado deste resumo, continue seus estudosouvindo os podcasts relacionados aos temas aqui apresentados. Até a próxima!

×