Resumo alta idade média

20.709 visualizações

Publicada em

Resumo sobre a Alta Idade Média

Publicada em: Educação
1 comentário
13 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.709
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
237
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
412
Comentários
1
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo alta idade média

  1. 1. História MedievalALTA IDADE MÉDIA (introdução)
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA Alta Idade Média (séc. V – X) - Fim do império romano e desestruturação da sociedade romana; - Formação dos Reino Bárbaros e Cristãos; - Surgimento do Islamismo; - Formação do Feudalismo. Baixa Idade Média (séc. X-XV) - Cruzadas; - Crise do Feudalismo; - Renascimento cultural e urbano.
  3. 3. ALTA IDADE MÉDIA Invasões bárbaras • Invasões passíficas (III-IV) - participação no exército • Invasões violentas (V-IX) - chegada dos hunos (séc. V) - fim do Império Romano no Ocidente (476 d.C.) - Formação dos Reinos Germânicos - Violência urbana - Êxodo rural - desestruturação da instituição estatal.
  4. 4. ANÁLISE DE MAPAS
  5. 5. IMPÉRIO BIZANTINO
  6. 6.  Império Bizantino • Cultura - predominância da língua grega - poderes religiosos concentrados na persona dos imperadores. - manutenção de um Estado centralizado - mosaico de povos e culturas unidos pela língua e a religião. • Grande entreposto comercial entre Ocidente e Oriente • Justiniano (527-565 d. C.) - Corpus juris Civilis (Código de Direito Civil) - Haia Sofia (Igreja construída no séc. VI) - Queria resgatar o esplendor do Antigo Império Romano.
  7. 7. CISMA DO ORIENTE (1054 a.C.)• Motivos: - Monofisismo (Cristo teria somente a natureza divina) - Os iconoclastas (criticavam o culto à imagens religiosas) - O cesaropapismo (sistema do qual o imperador controlava o papa e a Igreja)
  8. 8. O ISLAMISMO
  9. 9.  Religião monoteísta iniciada por Maomé - 622 d. C. – Hégira (fuga de Maomé) - Os cinco princípios - O Alcorão (Corão) - A unificação político-religiosa da península arábica. - Sunitas e Xiitas
  10. 10.  O Império Árabe: - Lideranças político-religiosas (califas) - Rápida expansão (Arábia, norte Africano, Ibéria) - Tolerância religiosa (Al Andaluz) - A sofisticação cultural (medicina, filosofia, preservação das obras clássicas) - Séc. VII e VIII – Dinastia Omíada (principais conquistas) - Séc. IX ao XIII – Dinastia Abássida (fragmentação religiosa)
  11. 11. REINO DOS FRANCOS
  12. 12.  Dinastia Merovíngia: - Clóvis (481-511 d.C.) – conversão ao Cristianismo - Os reis indolentes - Carlos, Martel (mordomo do palácio) - Batalha de Poitiers (732 d.C.)
  13. 13.  Dinastia Carolíngia: • Pepino, o Breve (751-768 d.C.) – Estados pontifícios • Carlos Magno (771-814 d.C.): - Renascimento Carolíngio - Grandes conquistas territoriais - As divisões do Império (marcas, ducados, condados…) - Os missi dominici - 800 d.C. – Imperador do Ocidente - 843 d.C. – tratado de Verdum (divisão do império e fragmentação política).
  14. 14. FEUDALISMO
  15. 15.  Elementos da formação: • Cultura Romana: - Clientela, - Colonato / commendatio - Villae (vilas) • Cultura Germânica: - Direito consuetudinatário - Oralidade - Guerra - Comitatus
  16. 16.  Características: • Economia agrária: - comércio frágio, pequena utilização de moedas - fechamento do Mediterrâneo • Sociedade estamental: - laços de legalidade e fidelidade - Suserania e vassalagem • Descentralização política: - desaparecimento das funções do Estado - enfraquecimento da figura do rei - poder político da nobreza (senhores feudais)
  17. 17.  Os feudos: - o muro e o castelo (proteção e defesa) - Igreja (tributo: tostão de Pedro) - A vila (tributo: foro - pago pelos vilões banalidade - pago pelos servos para usar instrumentos) - O bosque e as terras comunais (uso coletivo) - O manso servil (tributo: talha) - O mando senhorial (tributo: corveia)
  18. 18. O FEUDO:
  19. 19.  A Igreja: - Poder temporal (unidade administrativa, interferindo em assuntos político - o teocentrismo medieval - Poder de controle e acesso a informação - Importante na conservação e copilação de inúmeros documentos por meio do trabalho dos monastérios
  20. 20. Espero que tenha gostado deste resumo, continue seus estudosouvindo os podcasts relacionados aos temas aqui apresentados. Até a próxima!

×