PROTOCOLO CLÍNICO-ODONTOLÓGICO EM PACIENTES TRANSPLANTADOS RENAIS

2.938 visualizações

Publicada em

O trabalho foi elaborado a partir de uma revisão de artigo, abordando principalmente os efeitos da ciclosporina A,droga imunossupressora,em odontologia.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROTOCOLO CLÍNICO-ODONTOLÓGICO EM PACIENTES TRANSPLANTADOS RENAIS

  1. 1. Acadêmicas: Gabriella Helem Pires Olene T. A. Ferreira Oyara da C . S. Mello Professores: João Carlos Jardim Débora
  2. 2. “A conduta em pacientes transplantados renais: proposta de protocolo clínico –periodontal”
  3. 3. Considerações Iniciais: A possibilidade da infecção pós- transplante é uma das complicações mais prevalentes nos pacientes transplantados renais, minimizada pela administração profilática de antibióticos. A rejeição do órgão transplantado é a principal complicação.
  4. 4. Rins
  5. 5. Ação da ciclosporina A: Bloqueio da síntese de algumas interleucinas e liberação de outras Redução da resposta das células T contra o antígeno estranho Alterações celulares + número aumentado de macrófagos + acúmulo de matriz extracelular =respostas hiperplásicas na gengiva. Hiperplasia gengival + acúmulo de calculo = aumento da severidade da doença periodontal
  6. 6. Efeitos colaterais sistêmicos da ciclosporina A: Nefrotoxicidade Hepatotoxicidade Hipertensão Alterações gastrointestinais Aumento da suscetibilidade às infecções oportunistas
  7. 7. Efeitos colaterais da ciclosporina A na cavidade bucal: Leucoplasias pilosas Infecções virais e fúngicas: herpes e candidose Neoplasias malignas Hiperplasia gengival medicamentosa Agravo de doenças periodontais
  8. 8. Como proceder???
  9. 9. * Fase imediata pós -transplante: Não estão indicados procedimentos odontológicos. *Após a fase inicial: Solicitar ao médico nefrologista uma avaliação do estado geral de saúde do paciente; a necessidade de antibioticoterapia profilática e a seleção e dosagem de drogas que podem ser utilizadas. * Dentes com prognóstico questionável: Devem ser extraídos antes do transplante renal * Infecções odontogênicas: Devem ser reconhecidas e tratadas antes do transplante renal
  10. 10. * Anestesia local: 5 a 6 tubetes de lidocaína são bem tolerados pelo organismo * Procedimentos invasivos: reduzir ou eliminar o uso de drogas nefrotóxicas (AAS),drogas com compostos ulcerogênicos e anticoagulantes(AAS e Fenadetina),narcóticos , alguns antibióticos(penicilina,amoxicilina e clindamicina são seguros e bem tolerados) e barbitúricos. * Procedimentos cirúrgicos muito invasivos: reduzir a dosagem de anticoagulantes e esperar 3 a 4 dias pelo efeito e mensurar o tempo de protrombina no dia anterior à intervenção. * Hiperplasia gengival severa: Intervenção cirúrgica para melhoria do contorno gengival, reduzindo o acúmulo de biofilme e cálculos dentários, com tratamento periodontal básico prévio à cirurgia periodontal.
  11. 11. Hiperplasia gengival decorrente do uso de ciclosporina A: Características clínicas: * Crescimentos teciduais edemaciados, lobulares, granulares ou nodulares; * Firmes; * Fibrosos; * Aspecto hemorrágico - inflamação; * Aumento da gengiva marginal e papila; * Interferência na mastigação, oclusão e fonação. * Dificulta a higiene bucal - acúmulo de biofilme dentário.
  12. 12. Etiopatogenia: Incerta. As drogas estimulam o crescimento de certos microrganismos que liberam substâncias que podem causar o desenvolvimento da hiperplasia gengival. O biofilme pode ser reservatório de ciclosporina A.
  13. 13. Fatores relacionados com a recorrência e severidade da hiperplasia gengival •Sangramento gengival •Nível sérico e salivar de ciclosporina A •Falha na higiene bucal •Presença de biofilme dentário •Doenças periodontais •Tempo de utilização da droga
  14. 14. Considerações Finais: Controle do biofilme dentário reduz a hiperplasia gengival Uso de clorexidina tem efeito antimicrobiano, diminuindo a reação inflamatória Intervenção cirúrgica: solicitar ao nefrologista a substituição da ciclosporina A pelo tacrolimus, que é imunossupressor primário e produz pouca ou nenhuma hiperplasia gengival
  15. 15. Outras drogas imunossupressoras e suas ações: Azatioprina: promove supressão da medula óssea- anemia, leucopenia e trombocitopenia Prednisolona: hipertensão, diabetes, osteoporose, cicatrização prejudicada, depressão mental, psicose e maior risco de infecção, além de supressão da adrenocortical Ninfedipina + ciclosporina A: Incrementa a severidade da hiperplasia gengival Fenitoína: Hiperplasia gengival com efeito colateral
  16. 16. Conclusão
  17. 17. Referência Bibliográfica • Artigo : “ A conduta em pacientes transplantados renais: proposta de protocolo clínico-periodontal”- Revista PerioNews- PERON,I.G et.al-2008;2(4):277-82.

×