SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
INTRODUÇÃO AO
TRIMESTRE
Caro professor, neste trimestre estudaremos acerca da família, um dos pilares
da sociedade, cujos valores têm sido relativizados.
Você terá a oportunidade de discutir com os jovens assuntos como o
surgimento da família, suas mudanças históricas, como se preparar para
construir um novo lar, os papéis do marido e mulher, a importância da
comunicação entre seus membros e os diversos conflitos nesse contexto, bem
como a família de Jesus e a família no século XXI.
TEXTO DO DIA
"Portanto, deixará o varão o
seu pai e a sua mãe e apegar-
se-á à sua mulher, e serão
ambos uma carne". (Gn 2.24)
SÍNTESE
A instituição da família foi o
primeiro projeto plural de Deus
para a humanidade; com ela, o
Senhor estabeleceu as bases da
vida em sociedade.
OBJETIVOS
• MOSTRAR que o propósito de Deus é que o homem
viva em família, não sozinho;
• EXPLICAR em que consiste a família;
• VALORIZAR os ensinamentos recebidos no ambiente
familiar.
LEITURA
BÍBLICA
Gênesis 2.18-25
18. E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma
adjutora que esteja como diante dele.
19. Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todo animal do campo e toda
ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que
Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome.
20. E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo animal do
campo; mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante
dele.
21 .Então, o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu;
e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar.
22. E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e
trouxe-a a Adão.
23. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta
será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada.
24. Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e
serão ambos uma carne.
25. E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.
SUBSÍDIOS
Várias palavras expressando a ideia de família aparecem na
Bíblia. No Antigo Testamento, o heb. bayith (lit., 'casa') pode
significar a família que vive na mesma casa (por exemplo, 1 Cr
13.14) e é frequentemente traduzido por 'casa' (por exemplo,
Gênesis 18.19; Êxodo 1.1; Js 7.18).
Mais frequentemente encontrado, é o termo heb. mishpaha com o
significado de 'parentesco' (por exemplo, Gn 24.38-41), 'família'
ou 'clã', usualmente com uma conotação mais ampla do que a do
termo 'família' que usamos (por exemplo, Gn 10.31,32).
O Novo Testamento usa o gr. oikia ('casa', 'lar', 'os da casa', por
exemplo, Lucas 19.9; Atos 10.2; 16.31; 18.8; 1 Coríntios 1.16) e
oikiakos ('membros do grupo familiar de alguém', Mateus
10.25,36).
(Dicionário Bíblico Wycliffe, 2012, p. 772).
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
• Quando o Eterno pensou na vida na Terra,
resolveu estabelecer um projeto plural para o ser
humano para que não estivesse só.
• Criou homem e mulher para que se
complementassem. Para isso, instituiu a família -
o centro de todo o desenvolvimento dos seres
humanos (Gn 1.28).
• O objetivo é a vida em sociedade com
relacionamentos fundamentados em princípios
espirituais, éticos, morais e sociais para a plena
realização humana.
A família natural, clássica, formada inicialmente
pela união de homem e mulher, tanto na Bíblia,
como na sociologia e filosofia, aparece há
milênios como o antecedente biológico,
psicológico, social e cultural, indispensável par
que a sociedade viesse a existir.
(ODILO, 2016, p.10)
I - UM PROJETO
CHAMADO
FAMÍLIA
1. O problema de estar só
• O ser humano necessita, em certos momentos,
ficar só (Lm 3.27-28).
• O poeta e pastor inglês John Donne comentou:
"nenhum homem é uma ilha". Aliás, quando Deus
viu o homem vivendo algum tempo sem
companhia, afirmou que isso não era bom (Gn
2.18).
• O pior isolamento é quando se está em meio a um
círculo de pessoas e mesmo assim o ser humano
se sente só.
• Período da vida com tendência de maior solidão é
de 18 a 25 anos (COLLINS, 2004, p. 107).
2. A solução para quem está só
• No relato da criação, Adão tinha atividades (Gn
1.15), vivia confortavelmente, desfrutava de
plena saúde, mas faltava-lhe uma companheira.
• O Senhor sabia da necessidade de
complementação e companheirismo para Adão.
• Diz um sábio ditado africano: "Se quiser ir rápido,
vá sozinho; se quiser ir longe, vá com alguém."
• A família é a melhor companhia. A força da união
familiar:
Traz vida longa (Sl 128.3,6);
Faz dos filhos flechas nas mãos do valente (Sl 127.4);
Livra da solidão e motiva nas conquistas (Dt 32.30).
3. A vida a dois
• A criação da vida conjugal é para que o ser
humano (homem e mulher) se complementem de
forma física, emocional, intelectual e espiritual.
• No texto de Gn 2.23,24 demonstra a alegria de
Adão ao receber sua esposa.
• O casamento guiado por Deus produz gratidão à
Deus e paz em família.
• A importância da declaração de amor ao
cônjuge.
• Não se apresse em casar, espere o momento
certo!
PENSE
Como resolver o problema humano da
necessidade de companhia?
Vale à pena esperar pelo tempo de Deus?
(LBJ – CPAD)
PONTO IMPORTANTE
Há momentos em que é preciso estar sozinho,
mas Deus nunca projetou uma vida
inteiramente sem companhia para ninguém.
Afinal, não é bom que o homem esteja só.
(LBJ – CPAD)
II - EM QUE
CONSISTE A
FAMÍLIA
1. A família é o ponto de convergência
entre Deus e os homens
• Relevância do casamento: comparado com a
união entre Cristo e a Igreja (Ef 5.23-32).
• O casal é visto como “uma só carne” (Gn 2.24);
• Deus se faz presente no casamento guiado por
Ele (1 Co 7.39).
• Famílias bem estruturadas são canais de
bênçãos para a igreja e sociedade.
• Dessa forma, líderes espirituais e inteligentes
investem nas famílias.
2. A família é o campo de
treinamento de Deus
• A família como campo de treinamento para as
experiências da vida. No lar que recebemos as
primeiras instruções.
• A família é o microcosmo da vida social (Êx 2.7-
9,11,12; Jz 11.1-3,11).
• Importâncias dos pais na formação dos filhos.
• Vários exemplos negativos e positivos na Bíblia,
gerados de acordo com a forma de
relacionamento e formação familiar (José,
Isaque, Jacó, Davi, Timóteo, entre outros).
3. A família é a única possibilidade de
realização total do homem
• O rapaz e a moça jamais serão totalmente felizes
se não estiverem em família. Exemplos bíblicos:
Jacó para se realizar teve que voltar para sua terra
para poder reparar os erros do seu passado (Gn 31.3);
o filho pródigo, também teve que retornar, a fim de
curar as feridas familiares (Lc 15.17-19).
• Ninguém conseguirá ser feliz fechando-se numa
redoma de emoções egoístas.
• Da mesma forma que o cristão não pode viver
fora do corpo de Cristo, não existe realização
pessoal total fora da família.
Depois de Deus, a família é o valor mais
importante para o ser humano.
Dela não se pode abrir mão!
Pr. Natalino das Neves
PENSE
O que fazer quando não estamos gostando da
vida em família?
Ir embora ou permanecer sendo moldado por
Deus?
(LBJ – CPAD)
PONTO IMPORTANTE
A família é o campo de treinamento que Deus
usa para nos preparar para a vida.
É o microcosmo da vida social.
(LBJ – CPAD)
III -
ENSINAMENTOS
RECEBIDOS NA
FAMÍLIA
1. É na família que se cresce enquanto ser
humano
• Aristóteles já dizia que a família desempenha um
papel basilar na sociedade.
• Família como laboratório divino: conhecer a si
mesmo; desenvolver aptidões; crescimento
pessoal, aprender a ser forte e superar os
obstáculos da vida (Lc 1.80; Lc 2.39,40,52).
• Para existir crescimento, porém, é necessário
admitir as tensões e saber conviver com os
conflitos.
• O objetivo de uma família deve ser o crescimento
mutuo e a paz.
2. É na família que aprendemos a depender dos
semelhantes
• É interessante como o bebê humano somente
sobrevive se houver intervenção dos pais.
• Na família aprende-se o mandamento de que
precisamos do outro para viver (Ec 4.9,10).
• Caim sofreu por não ter valorizado o
relacionamento fraterno com o irmão: [...]"não
sei; sou eu guardador do meu irmão?" (Gn 4.9).
• Todos nós somos guardadores uns dos outros.
Para isso Deus nos colocou em família.
3. É na família que conhecemos a
Deus
• Deus estabeleceu a família como o primeiro
lugar de adoração (Dt 11.18,19; 2 Tm 1.5; 3.15).
• O relato de Noé demonstra a importância do bom
exemplo dos pais para o crescimento espiritual e
comprometimento dos filhos com o projeto de
Deus.
• Como as famílias atuais estão educando seus
filhos?
• Como as famílias cristãs estão educando seus
filhos? Elas estão fazendo a diferença?
PENSE
Até que ponto minha família tem cumprido o
propósito de Deus?
(LBJ – CPAD)
PONTO IMPORTANTE
Por intermédio de uma vida familiar equilibrada,
o homem cresce saudável em todos os
sentidos.
(LBJ – CPAD)
CONSIDERAÇÕES
FINAIS
Nesta lição aprendemos que:
• Viver em família é a mais emocionante aventura
da vida.
• Depois de Deus, o valor mais importante do ser
humano.
• Conviver com pessoas diferentes e manter um
relacionamento em amor é, sem dúvida, um
exercício extraordinário de fé e obediência.
• A família é o primeiro ambiente de capacitação e
desenvolvimento de Deus para o ser humano.
REFERÊNCIAS
COLLINS, Gary. Aconselhamento cristão: século XXI. São
Paulo: Vida Nova, 2004.
DICIONÁRIO BÍBLICO WYCLIFFE. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
COLSON, Charles; PEARCEY, Nancy. E Agora, como
Viveremos? 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000.
LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Eu e minha casa: orientações da
Palavra de Deus para a família do século XXI. Reynaldo Odilo
(comentarista). Rio de Janeiro: 2016.
LIMA, Elinaldo Renovato de. A Família Cristã e os Ataques do
Inimigo. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
ODILO, Reynaldo. Eu e minha casa: orientações da Palavra de
Deus para a família do século XXI. Rio de Janeiro: 2016.
Pr. Natalino das Neves
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
Contatos:
natalino6612@gmail.com
(41) 8409 8094

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto domésticoA necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto doméstico
Moisés Sampaio
 
A FamíLia Cristã
A FamíLia CristãA FamíLia Cristã
A FamíLia Cristã
renaapborges
 
Lição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de DeusLição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de Deus
Daniel Viana
 
Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.
Josias Alixandre
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família
Lição 2 (jovens) - Relacionamento em famíliaLição 2 (jovens) - Relacionamento em família
Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família
 
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
 
LBJ LIÇÃO 5 - DEIXANDO PAI E MÃE
LBJ LIÇÃO 5 - DEIXANDO PAI E MÃELBJ LIÇÃO 5 - DEIXANDO PAI E MÃE
LBJ LIÇÃO 5 - DEIXANDO PAI E MÃE
 
LBJ LIÇÃO 12 - A FAMÍLIA DE JESUS
LBJ LIÇÃO 12 - A FAMÍLIA DE JESUSLBJ LIÇÃO 12 - A FAMÍLIA DE JESUS
LBJ LIÇÃO 12 - A FAMÍLIA DE JESUS
 
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXILBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
 
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
 
A necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto domésticoA necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto doméstico
 
SUA FAMILIA MUDARÁ QUANDO VOCÊ MUDAR
SUA FAMILIA MUDARÁ QUANDO VOCÊ MUDARSUA FAMILIA MUDARÁ QUANDO VOCÊ MUDAR
SUA FAMILIA MUDARÁ QUANDO VOCÊ MUDAR
 
A FamíLia Cristã
A FamíLia CristãA FamíLia Cristã
A FamíLia Cristã
 
Lição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de DeusLição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de Deus
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Lição 1 - Familia, criação de Deus
Lição 1 - Familia, criação de DeusLição 1 - Familia, criação de Deus
Lição 1 - Familia, criação de Deus
 
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
 
LBJ LIÇÃO 4 - Preparando-se para construir uma família
LBJ LIÇÃO 4 - Preparando-se para construir uma famíliaLBJ LIÇÃO 4 - Preparando-se para construir uma família
LBJ LIÇÃO 4 - Preparando-se para construir uma família
 
Lição 6 - O Papel do Marido na Família
Lição 6 - O Papel do Marido na FamíliaLição 6 - O Papel do Marido na Família
Lição 6 - O Papel do Marido na Família
 
2013 1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
2013   1 tri - lição 1 - familia, criação de deus2013   1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
2013 1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
 
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
 
Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
 
FamíLia Cristã Modulo 4
FamíLia Cristã Modulo 4FamíLia Cristã Modulo 4
FamíLia Cristã Modulo 4
 

Destaque

Destaque (20)

Lição 1 - As bem-aventuranças
Lição 1 - As bem-aventurançasLição 1 - As bem-aventuranças
Lição 1 - As bem-aventuranças
 
Lbj lição 11 a igreja e a política
Lbj lição 11    a igreja e a políticaLbj lição 11    a igreja e a política
Lbj lição 11 a igreja e a política
 
Interpretação teológica de israel a partir do exílio_Completo
Interpretação teológica de israel a partir do exílio_CompletoInterpretação teológica de israel a partir do exílio_Completo
Interpretação teológica de israel a partir do exílio_Completo
 
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃOLIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
 
LBA Lição 11 - A tolerância cristã
LBA Lição 11 - A tolerância cristãLBA Lição 11 - A tolerância cristã
LBA Lição 11 - A tolerância cristã
 
Lição 7 as catástrofes ambientais ebd
Lição 7  as catástrofes ambientais  ebdLição 7  as catástrofes ambientais  ebd
Lição 7 as catástrofes ambientais ebd
 
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
 
2015-08-23 - Licao 08 - 3 Trimestre 2015 - Juvenis - A Graca de Deus
2015-08-23 - Licao 08 - 3 Trimestre 2015 - Juvenis - A Graca de Deus2015-08-23 - Licao 08 - 3 Trimestre 2015 - Juvenis - A Graca de Deus
2015-08-23 - Licao 08 - 3 Trimestre 2015 - Juvenis - A Graca de Deus
 
Lição 10 a ascensão econômica ebd
Lição 10 a ascensão econômica ebdLição 10 a ascensão econômica ebd
Lição 10 a ascensão econômica ebd
 
Lição 7 - As Catástrofes Ambientais - EBD Jovens - 3 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 7 - As Catástrofes Ambientais - EBD Jovens - 3 Trimestre 2015 - CPAD Lição 7 - As Catástrofes Ambientais - EBD Jovens - 3 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 7 - As Catástrofes Ambientais - EBD Jovens - 3 Trimestre 2015 - CPAD
 
Metodo Newton- Raphson
Metodo Newton- Raphson Metodo Newton- Raphson
Metodo Newton- Raphson
 
2015 1 TRI_LIÇÃO 13 - A IGREJA E A LEI DE DEUS
2015 1 TRI_LIÇÃO 13 - A IGREJA E A LEI DE DEUS2015 1 TRI_LIÇÃO 13 - A IGREJA E A LEI DE DEUS
2015 1 TRI_LIÇÃO 13 - A IGREJA E A LEI DE DEUS
 
Licao 6 relacionamento sentimental CPAD JOVENS 2015
Licao 6 relacionamento sentimental CPAD JOVENS 2015 Licao 6 relacionamento sentimental CPAD JOVENS 2015
Licao 6 relacionamento sentimental CPAD JOVENS 2015
 
Lbj lição 13 a igreja louvará eternamente ao senhor
Lbj lição 13   a igreja louvará eternamente ao senhorLbj lição 13   a igreja louvará eternamente ao senhor
Lbj lição 13 a igreja louvará eternamente ao senhor
 
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
 
Lição 11 a superexposição midiática da igreja ebd
Lição 11 a superexposição midiática da igreja ebdLição 11 a superexposição midiática da igreja ebd
Lição 11 a superexposição midiática da igreja ebd
 
Lbj lição 7 A igreja na reforma protestante
Lbj lição 7   A igreja na reforma protestanteLbj lição 7   A igreja na reforma protestante
Lbj lição 7 A igreja na reforma protestante
 
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
Lição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebdLição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebd
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
 
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igrejaLBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
 

Semelhante a LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI

55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
Magaly Costa
 

Semelhante a LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI (20)

4º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 014º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 01
 
4º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 014º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 01
 
Lição 1 O que é família?
Lição 1 O que é família?Lição 1 O que é família?
Lição 1 O que é família?
 
Razões da nossa fé lição 12
Razões da nossa fé   lição 12Razões da nossa fé   lição 12
Razões da nossa fé lição 12
 
Lição 1 - A Instituição da Família
Lição 1 - A Instituição da FamíliaLição 1 - A Instituição da Família
Lição 1 - A Instituição da Família
 
4º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 024º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 02
 
4º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 024º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 02
 
C1227 a familia
C1227 a familiaC1227 a familia
C1227 a familia
 
Lição 02 jovens 2015 4º trimestre
Lição 02 jovens 2015 4º trimestreLição 02 jovens 2015 4º trimestre
Lição 02 jovens 2015 4º trimestre
 
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
 
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01-110704094641-phpapp01
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 13 - Sobre a família e sua natureza
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 13 - Sobre a família e sua naturezaLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 13 - Sobre a família e sua natureza
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 13 - Sobre a família e sua natureza
 
Estudo sobre Família
Estudo sobre Família Estudo sobre Família
Estudo sobre Família
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 02
3º trimestre 2015 adolescentes lição 023º trimestre 2015 adolescentes lição 02
3º trimestre 2015 adolescentes lição 02
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 023° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
 
Lição 3 - As Diferentes Mudanças Sociais da Família
Lição 3 - As Diferentes Mudanças Sociais da FamíliaLição 3 - As Diferentes Mudanças Sociais da Família
Lição 3 - As Diferentes Mudanças Sociais da Família
 
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdfecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
 
Lição 03- As Diferentes Mudanças Sociais da Família
Lição 03- As Diferentes Mudanças Sociais da FamíliaLição 03- As Diferentes Mudanças Sociais da Família
Lição 03- As Diferentes Mudanças Sociais da Família
 

Mais de Natalino das Neves Neves

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
Autonoma
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 

LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI

  • 1.
  • 2. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE Caro professor, neste trimestre estudaremos acerca da família, um dos pilares da sociedade, cujos valores têm sido relativizados. Você terá a oportunidade de discutir com os jovens assuntos como o surgimento da família, suas mudanças históricas, como se preparar para construir um novo lar, os papéis do marido e mulher, a importância da comunicação entre seus membros e os diversos conflitos nesse contexto, bem como a família de Jesus e a família no século XXI.
  • 3.
  • 4. TEXTO DO DIA "Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar- se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne". (Gn 2.24)
  • 5. SÍNTESE A instituição da família foi o primeiro projeto plural de Deus para a humanidade; com ela, o Senhor estabeleceu as bases da vida em sociedade.
  • 7. • MOSTRAR que o propósito de Deus é que o homem viva em família, não sozinho; • EXPLICAR em que consiste a família; • VALORIZAR os ensinamentos recebidos no ambiente familiar.
  • 9. Gênesis 2.18-25 18. E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele. 19. Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todo animal do campo e toda ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome. 20. E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo animal do campo; mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante dele. 21 .Então, o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar. 22. E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão. 23. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. 24. Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. 25. E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.
  • 10. SUBSÍDIOS Várias palavras expressando a ideia de família aparecem na Bíblia. No Antigo Testamento, o heb. bayith (lit., 'casa') pode significar a família que vive na mesma casa (por exemplo, 1 Cr 13.14) e é frequentemente traduzido por 'casa' (por exemplo, Gênesis 18.19; Êxodo 1.1; Js 7.18). Mais frequentemente encontrado, é o termo heb. mishpaha com o significado de 'parentesco' (por exemplo, Gn 24.38-41), 'família' ou 'clã', usualmente com uma conotação mais ampla do que a do termo 'família' que usamos (por exemplo, Gn 10.31,32). O Novo Testamento usa o gr. oikia ('casa', 'lar', 'os da casa', por exemplo, Lucas 19.9; Atos 10.2; 16.31; 18.8; 1 Coríntios 1.16) e oikiakos ('membros do grupo familiar de alguém', Mateus 10.25,36). (Dicionário Bíblico Wycliffe, 2012, p. 772).
  • 12. INTRODUÇÃO • Quando o Eterno pensou na vida na Terra, resolveu estabelecer um projeto plural para o ser humano para que não estivesse só. • Criou homem e mulher para que se complementassem. Para isso, instituiu a família - o centro de todo o desenvolvimento dos seres humanos (Gn 1.28). • O objetivo é a vida em sociedade com relacionamentos fundamentados em princípios espirituais, éticos, morais e sociais para a plena realização humana.
  • 13. A família natural, clássica, formada inicialmente pela união de homem e mulher, tanto na Bíblia, como na sociologia e filosofia, aparece há milênios como o antecedente biológico, psicológico, social e cultural, indispensável par que a sociedade viesse a existir. (ODILO, 2016, p.10)
  • 14. I - UM PROJETO CHAMADO FAMÍLIA
  • 15. 1. O problema de estar só • O ser humano necessita, em certos momentos, ficar só (Lm 3.27-28). • O poeta e pastor inglês John Donne comentou: "nenhum homem é uma ilha". Aliás, quando Deus viu o homem vivendo algum tempo sem companhia, afirmou que isso não era bom (Gn 2.18). • O pior isolamento é quando se está em meio a um círculo de pessoas e mesmo assim o ser humano se sente só. • Período da vida com tendência de maior solidão é de 18 a 25 anos (COLLINS, 2004, p. 107).
  • 16. 2. A solução para quem está só • No relato da criação, Adão tinha atividades (Gn 1.15), vivia confortavelmente, desfrutava de plena saúde, mas faltava-lhe uma companheira. • O Senhor sabia da necessidade de complementação e companheirismo para Adão. • Diz um sábio ditado africano: "Se quiser ir rápido, vá sozinho; se quiser ir longe, vá com alguém." • A família é a melhor companhia. A força da união familiar: Traz vida longa (Sl 128.3,6); Faz dos filhos flechas nas mãos do valente (Sl 127.4); Livra da solidão e motiva nas conquistas (Dt 32.30).
  • 17. 3. A vida a dois • A criação da vida conjugal é para que o ser humano (homem e mulher) se complementem de forma física, emocional, intelectual e espiritual. • No texto de Gn 2.23,24 demonstra a alegria de Adão ao receber sua esposa. • O casamento guiado por Deus produz gratidão à Deus e paz em família. • A importância da declaração de amor ao cônjuge. • Não se apresse em casar, espere o momento certo!
  • 18. PENSE Como resolver o problema humano da necessidade de companhia? Vale à pena esperar pelo tempo de Deus? (LBJ – CPAD)
  • 19. PONTO IMPORTANTE Há momentos em que é preciso estar sozinho, mas Deus nunca projetou uma vida inteiramente sem companhia para ninguém. Afinal, não é bom que o homem esteja só. (LBJ – CPAD)
  • 20. II - EM QUE CONSISTE A FAMÍLIA
  • 21. 1. A família é o ponto de convergência entre Deus e os homens • Relevância do casamento: comparado com a união entre Cristo e a Igreja (Ef 5.23-32). • O casal é visto como “uma só carne” (Gn 2.24); • Deus se faz presente no casamento guiado por Ele (1 Co 7.39). • Famílias bem estruturadas são canais de bênçãos para a igreja e sociedade. • Dessa forma, líderes espirituais e inteligentes investem nas famílias.
  • 22. 2. A família é o campo de treinamento de Deus • A família como campo de treinamento para as experiências da vida. No lar que recebemos as primeiras instruções. • A família é o microcosmo da vida social (Êx 2.7- 9,11,12; Jz 11.1-3,11). • Importâncias dos pais na formação dos filhos. • Vários exemplos negativos e positivos na Bíblia, gerados de acordo com a forma de relacionamento e formação familiar (José, Isaque, Jacó, Davi, Timóteo, entre outros).
  • 23. 3. A família é a única possibilidade de realização total do homem • O rapaz e a moça jamais serão totalmente felizes se não estiverem em família. Exemplos bíblicos: Jacó para se realizar teve que voltar para sua terra para poder reparar os erros do seu passado (Gn 31.3); o filho pródigo, também teve que retornar, a fim de curar as feridas familiares (Lc 15.17-19). • Ninguém conseguirá ser feliz fechando-se numa redoma de emoções egoístas. • Da mesma forma que o cristão não pode viver fora do corpo de Cristo, não existe realização pessoal total fora da família.
  • 24. Depois de Deus, a família é o valor mais importante para o ser humano. Dela não se pode abrir mão! Pr. Natalino das Neves
  • 25. PENSE O que fazer quando não estamos gostando da vida em família? Ir embora ou permanecer sendo moldado por Deus? (LBJ – CPAD)
  • 26. PONTO IMPORTANTE A família é o campo de treinamento que Deus usa para nos preparar para a vida. É o microcosmo da vida social. (LBJ – CPAD)
  • 28. 1. É na família que se cresce enquanto ser humano • Aristóteles já dizia que a família desempenha um papel basilar na sociedade. • Família como laboratório divino: conhecer a si mesmo; desenvolver aptidões; crescimento pessoal, aprender a ser forte e superar os obstáculos da vida (Lc 1.80; Lc 2.39,40,52). • Para existir crescimento, porém, é necessário admitir as tensões e saber conviver com os conflitos. • O objetivo de uma família deve ser o crescimento mutuo e a paz.
  • 29. 2. É na família que aprendemos a depender dos semelhantes • É interessante como o bebê humano somente sobrevive se houver intervenção dos pais. • Na família aprende-se o mandamento de que precisamos do outro para viver (Ec 4.9,10). • Caim sofreu por não ter valorizado o relacionamento fraterno com o irmão: [...]"não sei; sou eu guardador do meu irmão?" (Gn 4.9). • Todos nós somos guardadores uns dos outros. Para isso Deus nos colocou em família.
  • 30. 3. É na família que conhecemos a Deus • Deus estabeleceu a família como o primeiro lugar de adoração (Dt 11.18,19; 2 Tm 1.5; 3.15). • O relato de Noé demonstra a importância do bom exemplo dos pais para o crescimento espiritual e comprometimento dos filhos com o projeto de Deus. • Como as famílias atuais estão educando seus filhos? • Como as famílias cristãs estão educando seus filhos? Elas estão fazendo a diferença?
  • 31. PENSE Até que ponto minha família tem cumprido o propósito de Deus? (LBJ – CPAD)
  • 32. PONTO IMPORTANTE Por intermédio de uma vida familiar equilibrada, o homem cresce saudável em todos os sentidos. (LBJ – CPAD)
  • 34. Nesta lição aprendemos que: • Viver em família é a mais emocionante aventura da vida. • Depois de Deus, o valor mais importante do ser humano. • Conviver com pessoas diferentes e manter um relacionamento em amor é, sem dúvida, um exercício extraordinário de fé e obediência. • A família é o primeiro ambiente de capacitação e desenvolvimento de Deus para o ser humano.
  • 35. REFERÊNCIAS COLLINS, Gary. Aconselhamento cristão: século XXI. São Paulo: Vida Nova, 2004. DICIONÁRIO BÍBLICO WYCLIFFE. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. COLSON, Charles; PEARCEY, Nancy. E Agora, como Viveremos? 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Reynaldo Odilo (comentarista). Rio de Janeiro: 2016. LIMA, Elinaldo Renovato de. A Família Cristã e os Ataques do Inimigo. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. ODILO, Reynaldo. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Rio de Janeiro: 2016.
  • 36. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094