SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO
CULTO
DOMÉSTICO2º Trimestre de
2013
Lição 10
Pr. Moisés Sampaio de Paula
TEXTO ÁUREO
2Pr. Moisés Sampaio de Paula
"E ensinai-as a vossos filhos, falando
delas assentado em tua casa, e andando
pelo caminho, e deitando-te, e
levantando-te"
(Dt 11.19).
"E ensinai-as a vossos filhos, falando
delas assentado em tua casa, e andando
pelo caminho, e deitando-te, e
levantando-te"
(Dt 11.19).
VERDADE PRÁTICA
3Pr. Moisés Sampaio de Paula
Se não nos voltarmos com urgência à
prática do culto doméstico, nossas
famílias não poderão resistir às investidas
das trevas nestes últimos dias. A
adoração no lar é imprescindível.
Se não nos voltarmos com urgência à
prática do culto doméstico, nossas
famílias não poderão resistir às investidas
das trevas nestes últimos dias. A
adoração no lar é imprescindível.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
Uma Pergunta
Como podemos realizar o culto
doméstico diante do corre-corre
da vida?
Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
OBJETIVOS
• Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
• Conhecer as bases bíblicas do Culto
Doméstico.
• Classificar as bênçãos provenientes do culto
no lar.
• Organizar o Culto Doméstico
6Pr. Moisés Sampaio de Paula
Palavra chave: Culto
7Pr. Moisés Sampaio de Paula
I. O CULTO DOMÉSTICO
1. Adoração em família.
2. A restauração da instrução doméstica.
3. A prática da adoração doméstica.
II. O CULTO NO LAR
1. Organizando o culto doméstico.
2. Ganhando os que ainda não são crentes.
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO
1. Fortalece os laços familiares.
2. Santifica e protege a família.
3. Torna a família piedosa.
I. O CULTO DOMÉSTICO
1. Adoração em família.
2. A restauração da instrução doméstica.
3. A prática da adoração doméstica.
II. O CULTO NO LAR
1. Organizando o culto doméstico.
2. Ganhando os que ainda não são crentes.
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO
1. Fortalece os laços familiares.
2. Santifica e protege a família.
3. Torna a família piedosa.
Esboço da Lição
8Pr. Moisés Sampaio de Paula
Pense nisso!
• A nossa vida
espiritual deve
começar em casa!
Pr. Moisés Sampaio de Paula 9
• A negligência para com o culto doméstico
tem esfriado espiritualmente a família
cristã. A comunhão, que deveria ser
intensa no lar, é substituída, hoje, pela
televisão e pelas longas horas de
navegação na internet.
Consequentemente, o culto ao Senhor
em nossas casas, outrora tão prioritário,
praticamente desapareceu.
• Muitos pais optaram por terceirizar a
formação espiritual e moral de seus
filhos. Não querem ter trabalho algum
com as suas crianças, adolescentes e
jovens. E, para se justificarem, alegam
falta de tempo. O que será dessa nova
geração sem o ensino cristão?
10Pr. Moisés Sampaio de Paula
INTRODUÇÃO
• É necessário
resgatarmos com
urgência o culto
doméstico. Caso
contrário, nossas
famílias não poderão
subsistir nestes dias
difíceis, maus e
tenebrosos.
• É necessário
resgatarmos com
urgência o culto
doméstico. Caso
contrário, nossas
famílias não poderão
subsistir nestes dias
difíceis, maus e
tenebrosos.
I. O CULTO DOMÉSTICO
11Pr. Moisés Sampaio de Paula
O Culto Doméstico
promove a adoração em
família, a instrução
doméstica e uma prática
consciente da
comunhão cristã.
1. Adoração em família.
2. A restauração da instrução doméstica.
3. A prática da adoração doméstica.
1. Adoração em família.
2. A restauração da instrução doméstica.
3. A prática da adoração doméstica.
• Moisés reuniu o povo e fez-lhe
saber a vontade de Deus através
dos estatutos e dos juízos divinos (lv
19.37).
• O lar judaico, por conseguinte, teria
de ser uma escola para as crianças
aprenderem a temer e a amar ao
Senhor (Dt 6.7; 11.18,19).
12Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Adoração em família.1. Adoração em família.
I. O CULTO DOMÉSTICO
Lamentavelmente, já não se vê o mesmo
zelo e determinação nas famílias cristãs
atuais. Não há uma cultura de adoração
a Deus no lar.
Lamentavelmente, já não se vê o mesmo
zelo e determinação nas famílias cristãs
atuais. Não há uma cultura de adoração
a Deus no lar.
• Entretanto, a Bíblia Sagrada destaca
o valor do ensino divino cultivado
no coração humano (Pv 4.20-23).
• A Palavra de Deus deve ser o
livro-texto dos pais na educação
dos seus filhos, pois ela "é viva e
eficaz" e produz um poderoso
efeito na vida de quem a observa
e a pratica (Hb 4.12).
13Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Adoração em família.1. Adoração em família.
I. O CULTO DOMÉSTICO
• A respeito do ensino divino a ser
ministrado no lar, o Senhor
ordena: "E estas palavras que hoje
te ordeno estarão no teu coração;
e as intimarás a teus filhos e delas
falarás assentado em tua casa, e
andando pelo caminho, e
deitando-te, e levantando-te" (Dt
6.6,7).
• Mais do que nunca, torna-se
imperativo o ensino da Palavra de
Deus no lar (Pv 22.6). 14Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. A restauração da instrução doméstica.2. A restauração da instrução doméstica.
I. O CULTO DOMÉSTICO
Nossos filhos precisam
aprender com a máxima
urgência a amar a Deus como
Ele o requer: "Amarás, pois, o
Senhor, teu Deus, de todo o teu
coração, de toda a tua alma e
de todo o teu poder" (Dt 6.5).
Nossos filhos precisam
aprender com a máxima
urgência a amar a Deus como
Ele o requer: "Amarás, pois, o
Senhor, teu Deus, de todo o teu
coração, de toda a tua alma e
de todo o teu poder" (Dt 6.5).
• Muitos casais supõem que, pelo fato de
ainda não serem pais, acham-se
dispensados do culto doméstico.
• Na verdade, o culto doméstico não
apresenta qualquer restrição no tocante
à quantidade de membros em uma
família.
• Portanto, quer você tenha filhos, quer
não, a devoção na família não pode
esperar. A diferença está apenas no fato
de que havendo filhos, a Palavra deverá
ser ministrada com o objetivo de alcançá-
los também, com uma linguagem própria
para cada faixa etária.
15Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. A prática da adoração doméstica.3. A prática da adoração doméstica.
I. O CULTO DOMÉSTICO
Pense nisso!
• Definitivamente, não
podemos depender
apenas dos cultos
oficiais de nossas
igrejas locais para
termos comunhão com
o Pai. A nossa casa e
toda a família devem
ser uma extensão da
Igreja de Cristo.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
II. O CULTO NO LAR
17Pr. Moisés Sampaio de Paula
O culto doméstico deve
ser prioridade em todo
lar cristão. Ali, a família
adora a Deus e cresce
em graça e
conhecimento.
1. Organizando o culto doméstico.
2. Ganhando os que ainda não são crentes.
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
1. Organizando o culto doméstico.
2. Ganhando os que ainda não são crentes.
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
1. Definir um dia e um horário em que
todos os membros da família possam
participar.
2. A liturgia não precisa ser a mesma da
igreja, todavia o louvor, a mensagem e a
oração são elementos indispensáveis.
3. Procure não utilizar o momento do culto
para discutir problemas familiares ou de
outra ordem.
4. Faça estudos bíblicos, incentive os filhos
a falarem acerca de sua fé e ouça as
instruções dos mais velhos.
18Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Organizando o culto doméstico.1. Organizando o culto doméstico.
II. O CULTO NO LAR
Este é o momento da família
cristã! Sejamos, portanto,
prudentes para edificarmos o
nosso lar na rocha
inabalável: Cristo Jesus (Mt
7.24,25; Ef 2.20).
Este é o momento da família
cristã! Sejamos, portanto,
prudentes para edificarmos o
nosso lar na rocha
inabalável: Cristo Jesus (Mt
7.24,25; Ef 2.20).
Uma dica!
• Não deixe de ler diariamente
a Bíblia com o seu cônjuge e
filhos. Programe a leitura diária
para o ano todo. E aproveite as
datas comemorativas, como o
Natal e os aniversários, para
celebrar a Deus em família e
agradecê-lo pelas vitórias
conquistadas. Um lar que
assim procede jamais será
destruído.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
• Sempre é possível que haja na família pessoas
que ainda não tenham aceitado a Jesus como
seu Salvador e Senhor. Apesar disso, o culto
doméstico não pode ser negligenciado.
• Não deixe de convidar os familiares descrentes,
com amor e sabedoria, para que participem da
adoração a Deus. Siga o exempo de Jó. Ele não
forçava seus filhos a servirem ao Senhor. Mas,
ainda pela madrugada, levantava-se para
oferecer holocaustos a Deus por todos eles (Jó
1.4,5).
• Não despreze os momentos de comunhão com
o Senhor no seu lar. Busque-o e adore-o de
todo o coração (Mc 12.30).
20Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. Ganhando os que ainda não são crentes.2. Ganhando os que ainda não são crentes.
II. O CULTO NO LAR
1. Alguns crentes negligenciam
o culto doméstico por
acharem-no antiquado e
desnecessário.
2. A falta de tempo e o cansaço
são as desculpas mais
utilizadas.
21Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
II. O CULTO NO LAR
• Timóteo - O culto doméstico foi eficaz na
vida de Timóteo. Desde a mais tenra idade,
ele era zelosamente instruído nas Sagradas
Escrituras por sua mãe, Eunice, e por sua
avó, loide. E o resultado foi maravilhoso. O
jovem timóteo tornou-se um grande
obreiro de Cristo (1 tm 1.2; 2 tm 1.2).
• Josué - Tomemos como exemplo a mesma
atitude de Josué. Ele deixou claro que o
povo de Israel deveria escolher a quem
deveria servir quando da entrada na terra
Prometida, mas fechou a questão quando
disse que ele e sua família serviriam ao
Senhor (Js 24.15), motivando a mesma
atitude naqueles que o ouviam. 22Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
II. O CULTO NO LAR
Uma dica!
• Em uma folha de
papel ofício
estabeleça uma
agenda semanal
para o culto
doméstico em sua
casa. Após elaborar
a agenda, procure
ter o zelo de
cumprí-la. Pr. Moisés Sampaio de Paula 23
Como realizar o culto doméstico
1. Colocar no coração o propósito de realizar o Culto Doméstico
pelo menos uma vez por semana e orar para Deus livrar de
todos os impedimentos
2. Escolher o melhor dia e horário onde se possa reunir o
máximo possível de pessoas da casa/família.
3. Iniciar o trabalho com uma oração e, em seguida, escolher
um ou dois hinos da Harpa Cristã ou Corinhos fáceis de
cantar e conhecido de todos
4. Fazer a leitura de um Salmo ou passagem Bíblica, ou de um
livro devocional, como por exemplo o Pão Diário, encontrado
em qualquer livraria Evangélica.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 24
Como realizar o culto doméstico
5. Após a leitura fazer um breve comentário sobre o que
entendeu e como esta leitura se aplica na vida de todos.
Pode ser dada a oportunidade aos outros da família que
também desejam comentar brevemente o que entenderam
6. Após a leitura, será iniciada a oração que pode ser dirigida
por uma pessoa ou distribuído entre os presentes. Cada
membro da família pode fazer seu pedido de oração (pela
família, estudos, saúde, trabalho, etc.)
7. Ao término da oração, canta-se outro Hino ou Corinho, com
todos de mãos dadas, e se encerra o Culto Doméstico
Pr. Moisés Sampaio de Paula 25
Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO
CULTO DOMÉSTICO
27Pr. Moisés Sampaio de Paula
Podemos participar de
algumas bênçãos
promovidas pelo Culto
Doméstico:
Fortalecimento dos
laços familiares;
Santificação e proteção
da família; além de um
lar piedoso.
1. Fortalece os laços familiares.
2. Santifica e protege a família.
3. Torna a família piedosa.
1. Fortalece os laços familiares.
2. Santifica e protege a família.
3. Torna a família piedosa.
• Como resultados do culto doméstico, podemos
apontar o fortalecimento tanto da vida social
quanto da espiritual, proporcionando-nos
bênçãos extraordinárias.
• O livro de Ester é um exemplo do que ocorre
quando instruímos os nossos familiares na Palavra
de Deus. Embora rainha e esposa do homem mais
poderoso daquele tempo, ela jamais se esqueceu
dos ensinos que lhe transmitira seu primo,
Mardoqueu, pois os laços entre ambos eram fortes
(Et 2.5-7). No momento certo, ela saiu em defesa
do povo de Israel, e Deus se manifestou em todo o
Império Persa. Na união espiritual do lar, sempre
haverá lugar para Deus operar e agir, abençoando
a todos (Sl 133.1,3). 28Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Fortalece os laços familiares.1. Fortalece os laços familiares.
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO
CULTO DOMÉSTICO
Pr. Moisés Sampaio de Paula 29
• Ouvimos todos os dias notícias
estarrecedoras sobre tragédias familiares.
Como se não bastasse, aumenta, a cada
ano, o número de divórcios em todo o
mundo. E o que dizer das drogas e da
prostituição infantil que vitimam milhões
de crianças oriundas de lares
desestruturados?
• Mas quando nos unimos para buscar a face
do Senhor, através da devoção doméstica,
Satanás não encontra espaço para destruir
nossos filhos. A família que
verdadeiramente serve ao Senhor não
será abalada, pois o Senhor santifica-a e a
guarda (Ef 6.16-18). 30Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. Santifica e protege a família.2. Santifica e protege a família.
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO
CULTO DOMÉSTICO
• Vemos que, em Israel, era comum a
família adorar ao Senhor por ocasião da
Páscoa (Êx 12.14). É gratificante e
profundamente saudável a adoração a
Deus em família: "Nas tendas dos justos há
voz de júbilo e de salvação; a destra do
Senhor faz proezas" (Sl 118.15).
• Pais e filhos orando, lendo a Bíblia e
cantando alegremente, no lar, produzem
uma atmosfera espiritual de grande valor
perante Deus, a Igreja e a sociedade.
31Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Torna a família piedosa.3. Torna a família piedosa.
III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO
CULTO DOMÉSTICO
Pense nisso!
• O culto doméstico
precisa ser
urgentemente
resgatado, pois o
mundo quer impor
sobre nossas famílias
condutas totalmente
contrárias às
recomendadas pelas
Sagradas Escrituras.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 32
Conclusão
• Se ensinarmos os preceitos do
Senhor aos nossos filhos, eles
jamais serão tragados por este
século, cujo príncipe é o Diabo.
Quando a família é alicerçada na
Palavra de Deus, a igreja local é
fortalecida e a sociedade, como
um todo, é beneficiada. Enfim,
todos somos abençoados. Não
perca tempo, inicie hoje mesmo o
culto doméstico e Jesus jamais
deixará o seu lar.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 33
Pr. Moisés Sampaio de Paula 34
Pr. Moisés Sampaio de Paula 35

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEdson_2012.A-F
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Alice Costa
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipularrevolucaoaje
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas IItamar Freire
 
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEntre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEdilson Jose Barbosa Barbosa
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptJeronimo Nunes
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSPASTOR CARLOS SILVA
 
Departamento infantil
Departamento infantilDepartamento infantil
Departamento infantilPriscla Silva
 
O cristão adventista e as redes sociais
O cristão adventista e as redes sociaisO cristão adventista e as redes sociais
O cristão adventista e as redes sociaisDouglas Lima Dantas
 
Temas para escola bíblica dominical infantil
Temas para escola bíblica dominical infantilTemas para escola bíblica dominical infantil
Temas para escola bíblica dominical infantilCursos Ministeriais
 
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem Cristão
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem CristãoOs perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem Cristão
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem CristãoSamir Isac Dantas
 
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus CristoLição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus CristoÉder Tomé
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneMárcio Martins
 

Mais procurados (20)

Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
 
Discipulado Avançado III
Discipulado Avançado IIIDiscipulado Avançado III
Discipulado Avançado III
 
Conectando a fé cristã ao mundo do jovem
Conectando a fé cristã ao mundo do jovemConectando a fé cristã ao mundo do jovem
Conectando a fé cristã ao mundo do jovem
 
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEntre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
 
Departamento infantil
Departamento infantilDepartamento infantil
Departamento infantil
 
O cristão adventista e as redes sociais
O cristão adventista e as redes sociaisO cristão adventista e as redes sociais
O cristão adventista e as redes sociais
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Temas para escola bíblica dominical infantil
Temas para escola bíblica dominical infantilTemas para escola bíblica dominical infantil
Temas para escola bíblica dominical infantil
 
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem Cristão
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem CristãoOs perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem Cristão
Os perigos das Redes Sociais na Vida do Jovem Cristão
 
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus CristoLição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
 
MANUAL DE CULTO NAS CASA
MANUAL DE CULTO NAS CASA MANUAL DE CULTO NAS CASA
MANUAL DE CULTO NAS CASA
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 

Destaque

A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...yosseph2013
 
Lição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto DomésticoLição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto DomésticoEscol Dominical
 
RestauraAltarDeusnaVida
RestauraAltarDeusnaVidaRestauraAltarDeusnaVida
RestauraAltarDeusnaVidaPrgalba Freire
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra famíliaClarice-Borges
 
Culto do evangelho
Culto do evangelhoCulto do evangelho
Culto do evangelhoassefrak
 
Educando filhos para o céu
Educando filhos para o céuEducando filhos para o céu
Educando filhos para o céuCaio Cesar
 
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto doméstico
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto domésticoLição 10: A necessidade e a urgência do culto doméstico
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto domésticoQuenia Damata
 
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)Quenia Damata
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larflaviodutra
 
Modulo3 Ministerios Familia
Modulo3 Ministerios FamiliaModulo3 Ministerios Familia
Modulo3 Ministerios FamiliaCamila Moura
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusIBMemorialJC
 
Planejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresPlanejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresGrazy P
 
Apostila Culto de Missões - Volume 2
Apostila Culto de Missões - Volume 2Apostila Culto de Missões - Volume 2
Apostila Culto de Missões - Volume 2Sammis Reachers
 
A casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoarA casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoarAnita Oyaizu
 
101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt
101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt
101 Ideias para o Culto Familiar Port.pptHerbert de Carvalho
 

Destaque (20)

A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
 
Lição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto DomésticoLição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto Doméstico
 
RestauraAltarDeusnaVida
RestauraAltarDeusnaVidaRestauraAltarDeusnaVida
RestauraAltarDeusnaVida
 
Culto domésticco
Culto domésticcoCulto domésticco
Culto domésticco
 
O caminho do amor na família
O caminho do amor na família  O caminho do amor na família
O caminho do amor na família
 
FAMÍLIA NAS MÃOS DE DEUS
FAMÍLIA NAS MÃOS DE DEUSFAMÍLIA NAS MÃOS DE DEUS
FAMÍLIA NAS MÃOS DE DEUS
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 
Culto do evangelho
Culto do evangelhoCulto do evangelho
Culto do evangelho
 
Educando filhos para o céu
Educando filhos para o céuEducando filhos para o céu
Educando filhos para o céu
 
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto doméstico
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto domésticoLição 10: A necessidade e a urgência do culto doméstico
Lição 10: A necessidade e a urgência do culto doméstico
 
Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012
 
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)
Os seres angelicais - Lição 6 revista Juvenis (CPAD)
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
 
Modulo3 Ministerios Familia
Modulo3 Ministerios FamiliaModulo3 Ministerios Familia
Modulo3 Ministerios Familia
 
Restaurando o Altar
Restaurando o Altar Restaurando o Altar
Restaurando o Altar
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
 
Planejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresPlanejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e juniores
 
Apostila Culto de Missões - Volume 2
Apostila Culto de Missões - Volume 2Apostila Culto de Missões - Volume 2
Apostila Culto de Missões - Volume 2
 
A casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoarA casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoar
 
101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt
101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt
101 Ideias para o Culto Familiar Port.ppt
 

Semelhante a A importância do culto doméstico

Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)Silas Rodrigues
 
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptx
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptxA FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptx
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptxRosinaldo Lima Cunha
 
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp012013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01denilson matias
 
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIANatalino das Neves Neves
 
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto domésticoNatalino das Neves Neves
 
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoLição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º tri
Lição   nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º triLição   nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º tri
Lição nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º triGérson Fagundes da Cunha
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos paisNatalino das Neves Neves
 
Boletim 668 - 16/02/20
Boletim 668 - 16/02/20Boletim 668 - 16/02/20
Boletim 668 - 16/02/20stanaami
 
Boletim 383 - 01/06/14
Boletim 383 - 01/06/14Boletim 383 - 01/06/14
Boletim 383 - 01/06/14stanaami
 
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igrejaNatalino das Neves Neves
 
LiçãO 10 O Mais Importante De Tudo
LiçãO 10 O Mais Importante De TudoLiçãO 10 O Mais Importante De Tudo
LiçãO 10 O Mais Importante De Tudoguest06a00c
 
Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaI.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Boletim Maio 2013
Boletim Maio 2013Boletim Maio 2013
Boletim Maio 2013willams
 

Semelhante a A importância do culto doméstico (20)

Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
 
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptx
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptxA FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptx
A FAMÍLIA E O CULTO DOMÉSTICO - 04.05.2022.pptx
 
A família e a igreja
A família e a igrejaA família e a igreja
A família e a igreja
 
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp012013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
 
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
 
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico
2013 - 2 tri - lição 10 - a necessidade e a urgência do culto doméstico
 
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoLição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
 
Lição nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º tri
Lição   nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º triLição   nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º tri
Lição nº6 - religião no lar (11 de maio de 2013) - 2º tri
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Boletim 668 - 16/02/20
Boletim 668 - 16/02/20Boletim 668 - 16/02/20
Boletim 668 - 16/02/20
 
Boletim 383 - 01/06/14
Boletim 383 - 01/06/14Boletim 383 - 01/06/14
Boletim 383 - 01/06/14
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja2013   2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
2013 2 tri - lição 12 - a familia e a igreja
 
LiçãO 10 O Mais Importante De Tudo
LiçãO 10 O Mais Importante De TudoLiçãO 10 O Mais Importante De Tudo
LiçãO 10 O Mais Importante De Tudo
 
Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na família
 
Boletim 62
Boletim 62Boletim 62
Boletim 62
 
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃELIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
 
Boletim 62
Boletim 62Boletim 62
Boletim 62
 
Boletim Maio 2013
Boletim Maio 2013Boletim Maio 2013
Boletim Maio 2013
 
Boletim 62
Boletim 62Boletim 62
Boletim 62
 

Mais de Moisés Sampaio

Mais de Moisés Sampaio (20)

Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
 
9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
 

A importância do culto doméstico

  • 1. A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO CULTO DOMÉSTICO2º Trimestre de 2013 Lição 10 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 2. TEXTO ÁUREO 2Pr. Moisés Sampaio de Paula "E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te" (Dt 11.19). "E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te" (Dt 11.19).
  • 3. VERDADE PRÁTICA 3Pr. Moisés Sampaio de Paula Se não nos voltarmos com urgência à prática do culto doméstico, nossas famílias não poderão resistir às investidas das trevas nestes últimos dias. A adoração no lar é imprescindível. Se não nos voltarmos com urgência à prática do culto doméstico, nossas famílias não poderão resistir às investidas das trevas nestes últimos dias. A adoração no lar é imprescindível.
  • 4. Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
  • 5. Uma Pergunta Como podemos realizar o culto doméstico diante do corre-corre da vida? Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
  • 6. OBJETIVOS • Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: • Conhecer as bases bíblicas do Culto Doméstico. • Classificar as bênçãos provenientes do culto no lar. • Organizar o Culto Doméstico 6Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 7. Palavra chave: Culto 7Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 8. I. O CULTO DOMÉSTICO 1. Adoração em família. 2. A restauração da instrução doméstica. 3. A prática da adoração doméstica. II. O CULTO NO LAR 1. Organizando o culto doméstico. 2. Ganhando os que ainda não são crentes. 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO 1. Fortalece os laços familiares. 2. Santifica e protege a família. 3. Torna a família piedosa. I. O CULTO DOMÉSTICO 1. Adoração em família. 2. A restauração da instrução doméstica. 3. A prática da adoração doméstica. II. O CULTO NO LAR 1. Organizando o culto doméstico. 2. Ganhando os que ainda não são crentes. 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO 1. Fortalece os laços familiares. 2. Santifica e protege a família. 3. Torna a família piedosa. Esboço da Lição 8Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 9. Pense nisso! • A nossa vida espiritual deve começar em casa! Pr. Moisés Sampaio de Paula 9
  • 10. • A negligência para com o culto doméstico tem esfriado espiritualmente a família cristã. A comunhão, que deveria ser intensa no lar, é substituída, hoje, pela televisão e pelas longas horas de navegação na internet. Consequentemente, o culto ao Senhor em nossas casas, outrora tão prioritário, praticamente desapareceu. • Muitos pais optaram por terceirizar a formação espiritual e moral de seus filhos. Não querem ter trabalho algum com as suas crianças, adolescentes e jovens. E, para se justificarem, alegam falta de tempo. O que será dessa nova geração sem o ensino cristão? 10Pr. Moisés Sampaio de Paula INTRODUÇÃO • É necessário resgatarmos com urgência o culto doméstico. Caso contrário, nossas famílias não poderão subsistir nestes dias difíceis, maus e tenebrosos. • É necessário resgatarmos com urgência o culto doméstico. Caso contrário, nossas famílias não poderão subsistir nestes dias difíceis, maus e tenebrosos.
  • 11. I. O CULTO DOMÉSTICO 11Pr. Moisés Sampaio de Paula O Culto Doméstico promove a adoração em família, a instrução doméstica e uma prática consciente da comunhão cristã. 1. Adoração em família. 2. A restauração da instrução doméstica. 3. A prática da adoração doméstica. 1. Adoração em família. 2. A restauração da instrução doméstica. 3. A prática da adoração doméstica.
  • 12. • Moisés reuniu o povo e fez-lhe saber a vontade de Deus através dos estatutos e dos juízos divinos (lv 19.37). • O lar judaico, por conseguinte, teria de ser uma escola para as crianças aprenderem a temer e a amar ao Senhor (Dt 6.7; 11.18,19). 12Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Adoração em família.1. Adoração em família. I. O CULTO DOMÉSTICO Lamentavelmente, já não se vê o mesmo zelo e determinação nas famílias cristãs atuais. Não há uma cultura de adoração a Deus no lar. Lamentavelmente, já não se vê o mesmo zelo e determinação nas famílias cristãs atuais. Não há uma cultura de adoração a Deus no lar.
  • 13. • Entretanto, a Bíblia Sagrada destaca o valor do ensino divino cultivado no coração humano (Pv 4.20-23). • A Palavra de Deus deve ser o livro-texto dos pais na educação dos seus filhos, pois ela "é viva e eficaz" e produz um poderoso efeito na vida de quem a observa e a pratica (Hb 4.12). 13Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Adoração em família.1. Adoração em família. I. O CULTO DOMÉSTICO
  • 14. • A respeito do ensino divino a ser ministrado no lar, o Senhor ordena: "E estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração; e as intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te" (Dt 6.6,7). • Mais do que nunca, torna-se imperativo o ensino da Palavra de Deus no lar (Pv 22.6). 14Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. A restauração da instrução doméstica.2. A restauração da instrução doméstica. I. O CULTO DOMÉSTICO Nossos filhos precisam aprender com a máxima urgência a amar a Deus como Ele o requer: "Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu poder" (Dt 6.5). Nossos filhos precisam aprender com a máxima urgência a amar a Deus como Ele o requer: "Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu poder" (Dt 6.5).
  • 15. • Muitos casais supõem que, pelo fato de ainda não serem pais, acham-se dispensados do culto doméstico. • Na verdade, o culto doméstico não apresenta qualquer restrição no tocante à quantidade de membros em uma família. • Portanto, quer você tenha filhos, quer não, a devoção na família não pode esperar. A diferença está apenas no fato de que havendo filhos, a Palavra deverá ser ministrada com o objetivo de alcançá- los também, com uma linguagem própria para cada faixa etária. 15Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. A prática da adoração doméstica.3. A prática da adoração doméstica. I. O CULTO DOMÉSTICO
  • 16. Pense nisso! • Definitivamente, não podemos depender apenas dos cultos oficiais de nossas igrejas locais para termos comunhão com o Pai. A nossa casa e toda a família devem ser uma extensão da Igreja de Cristo. Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
  • 17. II. O CULTO NO LAR 17Pr. Moisés Sampaio de Paula O culto doméstico deve ser prioridade em todo lar cristão. Ali, a família adora a Deus e cresce em graça e conhecimento. 1. Organizando o culto doméstico. 2. Ganhando os que ainda não são crentes. 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor. 1. Organizando o culto doméstico. 2. Ganhando os que ainda não são crentes. 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.
  • 18. 1. Definir um dia e um horário em que todos os membros da família possam participar. 2. A liturgia não precisa ser a mesma da igreja, todavia o louvor, a mensagem e a oração são elementos indispensáveis. 3. Procure não utilizar o momento do culto para discutir problemas familiares ou de outra ordem. 4. Faça estudos bíblicos, incentive os filhos a falarem acerca de sua fé e ouça as instruções dos mais velhos. 18Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Organizando o culto doméstico.1. Organizando o culto doméstico. II. O CULTO NO LAR Este é o momento da família cristã! Sejamos, portanto, prudentes para edificarmos o nosso lar na rocha inabalável: Cristo Jesus (Mt 7.24,25; Ef 2.20). Este é o momento da família cristã! Sejamos, portanto, prudentes para edificarmos o nosso lar na rocha inabalável: Cristo Jesus (Mt 7.24,25; Ef 2.20).
  • 19. Uma dica! • Não deixe de ler diariamente a Bíblia com o seu cônjuge e filhos. Programe a leitura diária para o ano todo. E aproveite as datas comemorativas, como o Natal e os aniversários, para celebrar a Deus em família e agradecê-lo pelas vitórias conquistadas. Um lar que assim procede jamais será destruído. Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
  • 20. • Sempre é possível que haja na família pessoas que ainda não tenham aceitado a Jesus como seu Salvador e Senhor. Apesar disso, o culto doméstico não pode ser negligenciado. • Não deixe de convidar os familiares descrentes, com amor e sabedoria, para que participem da adoração a Deus. Siga o exempo de Jó. Ele não forçava seus filhos a servirem ao Senhor. Mas, ainda pela madrugada, levantava-se para oferecer holocaustos a Deus por todos eles (Jó 1.4,5). • Não despreze os momentos de comunhão com o Senhor no seu lar. Busque-o e adore-o de todo o coração (Mc 12.30). 20Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. Ganhando os que ainda não são crentes.2. Ganhando os que ainda não são crentes. II. O CULTO NO LAR
  • 21. 1. Alguns crentes negligenciam o culto doméstico por acharem-no antiquado e desnecessário. 2. A falta de tempo e o cansaço são as desculpas mais utilizadas. 21Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.3. Eu e minha casa servindo ao Senhor. II. O CULTO NO LAR
  • 22. • Timóteo - O culto doméstico foi eficaz na vida de Timóteo. Desde a mais tenra idade, ele era zelosamente instruído nas Sagradas Escrituras por sua mãe, Eunice, e por sua avó, loide. E o resultado foi maravilhoso. O jovem timóteo tornou-se um grande obreiro de Cristo (1 tm 1.2; 2 tm 1.2). • Josué - Tomemos como exemplo a mesma atitude de Josué. Ele deixou claro que o povo de Israel deveria escolher a quem deveria servir quando da entrada na terra Prometida, mas fechou a questão quando disse que ele e sua família serviriam ao Senhor (Js 24.15), motivando a mesma atitude naqueles que o ouviam. 22Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Eu e minha casa servindo ao Senhor.3. Eu e minha casa servindo ao Senhor. II. O CULTO NO LAR
  • 23. Uma dica! • Em uma folha de papel ofício estabeleça uma agenda semanal para o culto doméstico em sua casa. Após elaborar a agenda, procure ter o zelo de cumprí-la. Pr. Moisés Sampaio de Paula 23
  • 24. Como realizar o culto doméstico 1. Colocar no coração o propósito de realizar o Culto Doméstico pelo menos uma vez por semana e orar para Deus livrar de todos os impedimentos 2. Escolher o melhor dia e horário onde se possa reunir o máximo possível de pessoas da casa/família. 3. Iniciar o trabalho com uma oração e, em seguida, escolher um ou dois hinos da Harpa Cristã ou Corinhos fáceis de cantar e conhecido de todos 4. Fazer a leitura de um Salmo ou passagem Bíblica, ou de um livro devocional, como por exemplo o Pão Diário, encontrado em qualquer livraria Evangélica. Pr. Moisés Sampaio de Paula 24
  • 25. Como realizar o culto doméstico 5. Após a leitura fazer um breve comentário sobre o que entendeu e como esta leitura se aplica na vida de todos. Pode ser dada a oportunidade aos outros da família que também desejam comentar brevemente o que entenderam 6. Após a leitura, será iniciada a oração que pode ser dirigida por uma pessoa ou distribuído entre os presentes. Cada membro da família pode fazer seu pedido de oração (pela família, estudos, saúde, trabalho, etc.) 7. Ao término da oração, canta-se outro Hino ou Corinho, com todos de mãos dadas, e se encerra o Culto Doméstico Pr. Moisés Sampaio de Paula 25
  • 26. Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
  • 27. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO 27Pr. Moisés Sampaio de Paula Podemos participar de algumas bênçãos promovidas pelo Culto Doméstico: Fortalecimento dos laços familiares; Santificação e proteção da família; além de um lar piedoso. 1. Fortalece os laços familiares. 2. Santifica e protege a família. 3. Torna a família piedosa. 1. Fortalece os laços familiares. 2. Santifica e protege a família. 3. Torna a família piedosa.
  • 28. • Como resultados do culto doméstico, podemos apontar o fortalecimento tanto da vida social quanto da espiritual, proporcionando-nos bênçãos extraordinárias. • O livro de Ester é um exemplo do que ocorre quando instruímos os nossos familiares na Palavra de Deus. Embora rainha e esposa do homem mais poderoso daquele tempo, ela jamais se esqueceu dos ensinos que lhe transmitira seu primo, Mardoqueu, pois os laços entre ambos eram fortes (Et 2.5-7). No momento certo, ela saiu em defesa do povo de Israel, e Deus se manifestou em todo o Império Persa. Na união espiritual do lar, sempre haverá lugar para Deus operar e agir, abençoando a todos (Sl 133.1,3). 28Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Fortalece os laços familiares.1. Fortalece os laços familiares. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO
  • 29. Pr. Moisés Sampaio de Paula 29
  • 30. • Ouvimos todos os dias notícias estarrecedoras sobre tragédias familiares. Como se não bastasse, aumenta, a cada ano, o número de divórcios em todo o mundo. E o que dizer das drogas e da prostituição infantil que vitimam milhões de crianças oriundas de lares desestruturados? • Mas quando nos unimos para buscar a face do Senhor, através da devoção doméstica, Satanás não encontra espaço para destruir nossos filhos. A família que verdadeiramente serve ao Senhor não será abalada, pois o Senhor santifica-a e a guarda (Ef 6.16-18). 30Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. Santifica e protege a família.2. Santifica e protege a família. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO
  • 31. • Vemos que, em Israel, era comum a família adorar ao Senhor por ocasião da Páscoa (Êx 12.14). É gratificante e profundamente saudável a adoração a Deus em família: "Nas tendas dos justos há voz de júbilo e de salvação; a destra do Senhor faz proezas" (Sl 118.15). • Pais e filhos orando, lendo a Bíblia e cantando alegremente, no lar, produzem uma atmosfera espiritual de grande valor perante Deus, a Igreja e a sociedade. 31Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Torna a família piedosa.3. Torna a família piedosa. III. BÊNÇãOS ADVINDAS DO CULTO DOMÉSTICO
  • 32. Pense nisso! • O culto doméstico precisa ser urgentemente resgatado, pois o mundo quer impor sobre nossas famílias condutas totalmente contrárias às recomendadas pelas Sagradas Escrituras. Pr. Moisés Sampaio de Paula 32
  • 33. Conclusão • Se ensinarmos os preceitos do Senhor aos nossos filhos, eles jamais serão tragados por este século, cujo príncipe é o Diabo. Quando a família é alicerçada na Palavra de Deus, a igreja local é fortalecida e a sociedade, como um todo, é beneficiada. Enfim, todos somos abençoados. Não perca tempo, inicie hoje mesmo o culto doméstico e Jesus jamais deixará o seu lar. Pr. Moisés Sampaio de Paula 33
  • 34. Pr. Moisés Sampaio de Paula 34
  • 35. Pr. Moisés Sampaio de Paula 35