O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Mobilidade e Computação Pervasiva

19.905 visualizações

Publicada em

Primeira aula da disciplina "Mobilidade e Computação Pervasiva", no curso de especialização em Design de Interação do Instituto Faber-Ludens.
---
First class of the discipline "Pervasive Computing and Mobility", for the Interaction Design course of Faber-Ludens Institute.

Publicada em: Tecnologia, Negócios

Mobilidade e Computação Pervasiva

  1. 1. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  2. 2. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computação pervasiva ?
  3. 3. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computação pervasiva Ubiqüidade ou pervasividade computacional é oquot; resultado do avanço acelerado da tecnologiaquot; computacional, uma tendência a dotar qualquerquot; produto feito pelo homem com hardware equot; software.
  4. 4. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computação pervasiva A pervasividade computacional vai além do domínio dos computadores pessoais: a idéia é que praticamente qualquer coisa, de carros a roupas, de xícaras de café a casas e ambientes, e até mesmo o corpo humano, possam ser dotados de chips que permitam conectá-los a outros dispositivos em rede.
  5. 5. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computação pervasiva computação ubíqua computação tangível computação “vestível” objetos inteligentes inteligência ambiental (...)
  6. 6. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Mark Weiserquot; Xerox Palo Alto Research Centerquot; XEROX PARCquot; 1988quot; Ubiquitous Computing Programquot; Computer Science Laboratory
  7. 7. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação The Computer of the 21st Centuryquot; (Mark Weiser, Scientific American, 1991)
  8. 8. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação The most profound technologies are those that disappear.quot; They weave themselves into the fabric of everyday life until they are indistinguishable from it.
  9. 9. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação exemplos de tecnologias que “desapareceram”?
  10. 10. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  11. 11. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  12. 12. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  13. 13. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  14. 14. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  15. 15. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  16. 16. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  17. 17. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  18. 18. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  19. 19. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  20. 20. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  21. 21. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  22. 22. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação abcdefghijk lmnopqrst uwvxyzquot; 1234567890
  23. 23. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  24. 24. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  25. 25. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  26. 26. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  27. 27. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  28. 28. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  29. 29. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  30. 30. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  31. 31. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  32. 32. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  33. 33. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  34. 34. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  35. 35. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  36. 36. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  37. 37. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  38. 38. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  39. 39. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  40. 40. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  41. 41. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: aprendendo a usar o livro
  42. 42. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação mais exemplos de tecnologias que “desapareceram”?
  43. 43. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação como uma tecnologiaquot; desaparece?
  44. 44. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação como uma tecnologia desaparece? possui uma interface fácil de usarquot;
  45. 45. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação como uma tecnologia desaparece? possui uma interface fácil de usarquot; é aplicável em diferentes contextos
  46. 46. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação como uma tecnologia desaparece? possui uma interface fácil de usarquot; é aplicável em diferentes contextosquot; está inserida no cotidiano do cidadão “comum”
  47. 47. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação desaparecerquot; sair do foco de atenção
  48. 48. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação percepção centro x periferia
  49. 49. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação percepção centro x periferia Exige mais Exige menos atenção, atenção trabalha em segundo plano Maior desgaste Menor desgaste Tomada de decisão mais Tomada de decisão racional mais intuitiva
  50. 50. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação a tecnologiaquot; computacionalquot; desapareceu?
  51. 51. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação a tecnologiaquot; computacionalquot; desapareceu? possui uma interface fácil de usar?quot; é aplicável em diferentes contextos?quot; está inserida no cotidiano do cidadão “comum”?
  52. 52. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação mainframes Computadores como ferramenta de trabalho
  53. 53. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação mainframes interfaces projetadas por profissionais de ciência da computação usuário se adequa ao sistema
  54. 54. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  55. 55. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação década de 80 surgimento da GUI (Graphical User Interface) designers atuando na camada de apresentação de sistemas computacionais (principalmente profissionais de comunicação visual) Xerox Star (1981)
  56. 56. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação década de 80 surgimento da GUI (Graphical User Interface) designers atuando na camada de apresentação de sistemas computacionais (principalmente profissionais de comunicação visual) Mac OS desktop (1984)
  57. 57. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação década de 80 surgimento da GUI (Graphical User Interface) designers atuando na camada de apresentação de sistemas computacionais (principalmente profissionais de comunicação visual) Windows 3.11 (1993)
  58. 58. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação século XXI popularização do PC
  59. 59. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computador como “eletrodoméstico”
  60. 60. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação século XXI telefonia móvel computação pervasiva aumento da complexidade do projeto de mídia interativa, múltiplas competências envolvidas no projeto da interface
  61. 61. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  62. 62. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  63. 63. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  64. 64. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  65. 65. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação pervasividade computacional computadores internet OBJETOSquot; PC BROWSER INTELIGENTES década de 80 década de 90 século XXI imóvel portátil isolado em rede
  66. 66. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação momento de transição
  67. 67. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  68. 68. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação funções e programas inclusos # Bubble Breaker # - Tasks # Calculator # - Notes # Camera (photos & video) # Phone # Downloads (Verizon) # Pocket MSN® # File Explorer # Quick Tour # Internet Explorer Mobile # Search # Microsoft® Office Mobile # SMS & MMS Messaging # - Word Mobile™ # Solitaire # - Excel® Mobile # Sounds Manager # - PowerPoint® Mobile # Terminal Services Client # Microsoft® Office Outlook® Mobile # Voice Command # - Email # Windows Media® Player Mobile # - Calendar # Wireless Sync Downloader # - Contacts
  69. 69. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação diversas interfaces para operar os programas
  70. 70. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  71. 71. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação computadores atuaisquot; paradigma do “canivete suíço”
  72. 72. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação pervasive computing compares to a traditional PC like batteries to a power plant: not as powerful, but available everywhere, in different shapes, for many different applications. Prof. Dr. Jochen Schiller, Freie Universität Berlin, Germany
  73. 73. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação available everywhere in different shapes for many different applications
  74. 74. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação available everywhere in different shapes for many different applications + trocando informações entre si conectados à internet
  75. 75. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  76. 76. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação o paradigma do canivete suíço deverá ser revisto
  77. 77. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  78. 78. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  79. 79. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação maior “fluidez” no acesso ao ambiente virtual
  80. 80. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação maior “fluidez” no acesso ao ambiente virtual computador integrado aos objetos e ao ambiente
  81. 81. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação maior “fluidez” no acesso ao ambiente virtual computador integrado aos objetos e ao ambiente novas interfacesquot; (tangible, wearable etc.)
  82. 82. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação maior “fluidez” no acesso ao ambiente virtual computador integrado aos objetos e ao ambiente novas interfacesquot; (tangible, wearable etc.) integração entre o mundo “físico” e o “virtual”
  83. 83. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação visões do futuro…
  84. 84. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: minority report (2002)
  85. 85. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Things That Think Consortium MIT Media Lab (1995) Things That Think is inventing the future of digitally augmented objects and environments. We bring a unique, boundary-breaking perspective to research, uniting leaders in science, engineering, design, and art. Grounded by extensive corporate sponsor interaction, our prototypes and demonstrations aim to inspire the products and services of tomorrow. http://ttt.media.mit.edu/index.html
  86. 86. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Things That Think Consortium MIT Media Lab (1995) Tangible Media Viral Communications Responsive Environments Smart Cities Affective Computing Lifelong Kindergarten Object-Based Media Design Ecology Personal Robots Computing Culture Information Ecology Biomechatronics Software Agents Changing Places Ambient Intelligence Opera of the Future Camera Culture Pentland Speech + Mobility Human Dynamics Synthetic Neurobiology Cognitive Machines High-Low Techs Music, Mind and Machines Molecular Machines http://ttt.media.mit.edu/index.html
  87. 87. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Things That Think Consortium MIT Media Lab (1995) How do we design interactions and environments that are natural and enjoyable? How do we coordinate enormously complex systems of unreliable, sensate things possessing millions of data channels in ways that are elegant, efficient, and unobtrusive? What is the potential for augmented objects that have an understanding of context and affect, and that can interact with people at a much deeper level than their inanimate status implies? What are the quot;killer applicationsquot; of augmented objects and environments that will significantly impact and enrich our business and home lives? http://ttt.media.mit.edu/index.html
  88. 88. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab Pattie Maes The goal of the Fluid Interfaces research group is to radically rethink the human-machine interactive experience. By designing interfaces that are more immersive, more intelligent, and more interactive we are changing the human-machine relationship and creating systems that are more responsive to people's needs and actions, and that become true quot;accessoriesquot; for expanding our minds. hquot;p://fluid.media.mit.edu/index.html

  89. 89. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab quickiesquot; post-its inteligentes post-its são “interpretados” e transpostos para ambiente virtual.
  90. 90. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab quickies: post-its inteligentes Lista de tarefas Lembretes (de reuniões, compromissos etc.) Mensagens para outras pessoas Telefones, endereços Marcadores, “rótulos” para objetos e documentos
  91. 91. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab quickies: post-its inteligentes
  92. 92. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab quickies: post-its inteligentes
  93. 93. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab quickies: post-its inteligentes
  94. 94. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab vídeo: quickies
  95. 95. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab siftablesquot; towards sensor network user interfaces
  96. 96. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Fluid Interfaces Group (Ambient Intelligence Group) MIT Media Lab vídeo: siftables
  97. 97. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Affective Computing MIT Media Lab Rosalind Picard Affective Computing is computing that relates to, arises from, or deliberately influences emotion or other affective phenomena. Our research has contributed to: (1)  Designing new ways for people to communicate affective-cognitive states, especially through creation of novel wearable sensors and new machine learning algorithms that jointly analyze multimodal channels of information; (2)  Creating new techniques to assess frustration, stress, and mood indirectly, through natural interaction and conversation; (3)  Showing how computers can be more emotionally intelligent, especially responding to a person's frustration in a way that reduces negative feelings; (4)  Inventing personal technologies for improving self-awareness of affective state and its selective communication to others; (5)  Increasing understanding of how affect influences personal health; and (6)  Pioneering studies examining ethical issues in affective computing. http://affect.media.mitedu/
  98. 98. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Affective Computing MIT Media Lab projetos •  Evaluation Tool for Recognition of Social-Emotional Expressions from Facial-Head Movements •  FaceReader: Affective-Cognitive State Inference from Facial Video •  iCalm (TM): Comfortable, Wearable, Wireless Bio-Sensing •  Affective-Cognitive Product Evaluation and Prediction of Customer Decisions •  Passive Wireless Heart-Rate Sensor •  SmileSeeker: Customer and Employee Affect Tagging System http://affect.media.mitedu/
  99. 99. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Tangible Media group MIT Media Lab Hiroshi Ishii Tangible Bits is our vision of Human Computer Interaction (HCI) which guides our research in the Tangible Media Group. People have developed sophisticated skills for sensing and manipulating our physical environments. However, most of these skills are not employed by traditional GUI (Graphical User Interface). Tangible Bits seeks to build upon these skills by giving physical form to digital information, seamlessly coupling the dual worlds of bits and atoms. http://tangible.media.mit.edu
  100. 100. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Tangible Media group MIT Media Lab Hiroshi Ishii Guided by the Tangible Bits vision, we are designing quot;tangible user interfacesquot; which employ physical objects, surfaces, and spaces as tangible embodiments of digital information. These include foreground interactions with graspable objects and augmented surfaces, exploiting the human senses of touch and kinesthesia. We are also exploring background information displays which use quot;ambient mediaquot; -- ambient light, sound, airflow, and water movement. Here, we seek to communicate digitally-mediated senses of activity and presence at the periphery of human awareness. The goal is to change the quot;painted bitsquot; of GUIs (Graphical User Interfaces) to quot;tangible bits,quot; taking advantage of the richness of multimodal human senses and skills developed through our lifetime of interaction with the physical world. http://tangible.media.mit.edu
  101. 101. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Tangible Media group MIT Media Lab jabberstamp Crianças podem gravar narrativas para seus desenhos, associando cada narrativa a um ponto específico no desenho. Ao encostar uma “corneta” especial nos pontos, a narrativa é reproduzida. http://tangible.media.mit.edu
  102. 102. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Tangible Media group MIT Media Lab vídeo: jabberstamp http://tangible.media.mit.edu
  103. 103. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Cooltown HP Our vision of a technology future where people, places, and things are first class citizens of the connected world, wired and wireless - a place where e-services meet the physical world, where humans are mobile, devices and services are federated and context-aware, and everything has a web presence. In cooltown, technology transforms human experience from consumer lifestyles to business processes by enabling mobility. Cooltown is infused with the energy of the online world, and web-based appliances and e-services give you what you need when and where you need it for work, play, life. 2000-2002
  104. 104. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Cooltown HP vídeo: cooltown
  105. 105. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Almaden Research Center IBM creating computers that know how you feel In the future, ordinary household devices ― such as televisions, refrigerators, and ovens ― may be able to do their jobs when we look at them and speak to them. 2001 http://www.almaden.ibm.com/cs/BlueEyes/
  106. 106. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Almaden Research Center IBM BlueEyes BlueEyes uses sensing technology to identify a user's actions and to extract key information. This information is then analyzed to determine the user's physical, emotional, or informational state, which in turn can be used to help make the user more productive by performing expected actions or by providing expected information. For example, a BlueEyes-enabled television could become active when the user makes eye contact, at which point the user could then tell the television to quot;turn onquot;. 2001 http://www.almaden.ibm.com/cs/BlueEyes/
  107. 107. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Project Oxygen MIT – Computer Science and Artificial Intelligence Laboratory In the future, computation will be human-centered. It will be freely available everywhere, like batteries and power sockets, or oxygen in the air we breathe. It will enter the human world, handling our goals and needs and helping us to do more while doing less. We will not need to carry our own devices around with us. Instead, configurable generic devices, either handheld or embedded in the environment, will bring computation to us, whenever we need it and wherever we might be. As we interact with these quot;anonymousquot; devices, they will adopt our information personalities. They will respect our desires for privacy and security. We won't have to type, click, or learn new computer jargon. Instead, we'll communicate naturally, using speech and gestures that describe our intent (quot;send this to Hariquot; or quot;print that picture on the nearest color printerquot;), and leave it to the computer to carry out our will. http://oxygen.csail.mit.edu 2004
  108. 108. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Project Oxygen MIT – Computer Science and Artificial Intelligence Laboratory http://oxygen.csail.mit.edu 2004
  109. 109. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Microsoft Research 97 grupos de pesquisa grupos de pesquisa ligados à ubicomp •  Visualization and Interaction for Business and Entertainment (VIBE) (Redmond) •  Socio-Digital Systems (Cambridge) •  Sensors and Devices (Cambridge) •  Hardware Devices (Redmond) •  Adaptive Systems and Interaction (Redmond) http://research.microsoft.com
  110. 110. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Microsoft Research Socio-Digital Systems whereabouts clock The Whereabouts Clock is a situated display for the kitchen wall which displays the general whereabouts of family members using cell phone data. The Whereabouts Clock works by using cell phone data. When a family member's cell phone is on, it automatically transmits SMS messages to the device when that person moves from one registered zone (such as quot;homequot;) into another registered zone (such as quot;schoolquot;). http://research.microsoft.com/en-us/groups/sds
  111. 111. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Microsoft Research Socio-Digital Systems Whereabouts clock The use of the “clock” metaphor is deliberate because it implies some important things about its design: •  is a situated display designed for the home, to be attached to the wall in a useful place in the home, where it becomes part of the routine of family life; •  it broadcasts information to the whole family, rather than to one individual; •  the interface is deliberately designed to let the family see information “at a glance”; •  it can only be seen when in the home; •  it displays only coarse-grained information, as precise location isn’t necessary for planning a meal, knowing someone is on their way home, for example. http://research.microsoft.com/en-us/groups/sds
  112. 112. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: intel future vision
  113. 113. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação reality check…em que pé estamos?
  114. 114. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação algumas peças do quebra-cabeça
  115. 115. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags
  116. 116. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags radioquot; frequency identification tags etiquetas de identificação por radiofrequênciaquot; (ondas de rádio)
  117. 117. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags ANTENA
 RFID
 read
 Tag
 write
 antena (interrogator) emite sinal (alcance variável)
  118. 118. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags ANTENA
 RFID
 read
 Tag
 write
 transpoder (etiqueta RFID) recebe sinal.
  119. 119. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags ANTENA
 RFID
 read
 Tag
 write
 transpoder (etiqueta RFID) responde ao sinal, enviando informações arquivadas.
  120. 120. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags constituídas de: 1) antena 2) chip (memória read only ou read/write) 3) bateria (somente tags ativas)
  121. 121. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags passivas dependem do sinal da antena emissora (interrogator) para funcionar. “refletem” (backscatter) o sinal com os dados armazenados. ativas não dependem do sinal da antena emissora (interrogator) para funcionar; têm maior alcance
  122. 122. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags RFID tags ou código de barras?
  123. 123. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags •  maior quantidade de dados •  informações podem ser alteradas •  não precisa de leitura ótica, direta •  vários itens podem ser lido ao mesmo tempo •  dependendo do tipo, leitura a distâncias maiores •  mais resistente
  124. 124. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação RFID tags: aplicações
  125. 125. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  126. 126. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  127. 127. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  128. 128. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  129. 129. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  130. 130. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação re-collect: for things that you really value fonte: http://recollect4you.weebly.com
  131. 131. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: re-collect
  132. 132. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  133. 133. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: library RFID sorting system
  134. 134. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  135. 135. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  136. 136. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  137. 137. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação foto: César Rodrigues/ AAN) fonte: http://g1.globo.com
  138. 138. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Amal Graafstra fonte: http://amal.net/rfid.html
  139. 139. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://amal.net/rfid.html
  140. 140. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: amal graafstra fonte: http://amal.net/rfid.html
  141. 141. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  142. 142. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação tweeting cat door Coleira com RFID tags permite a entrada dos gatos Gus e Penny na casa. Quando Gus ou Penny passam pela porta, uma foto é tirada e enviada ao Twitpic, e um novo post no Twitter avisa se eles saíram ou entraram na casa. fonte: http://tweetingcatdoor.com/
  143. 143. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://twitter.com/GusAndPenny
  144. 144. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://twitpic.com/photos/gusandpenny
  145. 145. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://twitpic.com/photos/gusandpenny
  146. 146. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://tweetingcatdoor.com/
  147. 147. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação near field communication (NFC)
  148. 148. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação near field communication (NFC) troca de dados publicidade interativa pagamentos chave eletrônica fonte: http://www.nokia.com/A41229033
  149. 149. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: touch project
  150. 150. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação que outras aplicações são possíveis?
  151. 151. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6
  152. 152. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 revisão do protocolo para criação de endereços que permitem identificar elementos de uma rede
  153. 153. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7332
  154. 154. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334 2000:0db8:75a3:0000:0000:8a2e:0370:7224
  155. 155. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv4 32 bit = 2 32
  156. 156. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv4 32 bit = 2 32 aproximadamente 4 bilhões de endereços (4.294.967.296)
  157. 157. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv4 criado em 1981 Internet ainda restrita ao meio acadêmico
  158. 158. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv4 criado em 1981 Internet ainda restrita ao meio acadêmico IPv4 address exhaustion previsão para agosto de 2011
  159. 159. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 128 bit = 2 128
  160. 160. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 128 bit = 2 128 aproximadamente 340 undecilhões de endereços (340,282,366,920,938,000,000,000,000,000,000,000,000) ou 3.4 x 1038
  161. 161. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv4: 66.230.200.110 IPv6: 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334
  162. 162. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  163. 163. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação 6,5x10 endereços 23 por metro quadrado da terra
  164. 164. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação 5x10 28 endereços por pessoa
  165. 165. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2002:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7332 2000:0db8:75a3:0000:0000:8a2e:0370:7224
  166. 166. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2000:0db8:75a3:0000:0000:8a2e:0370:7224
  167. 167. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2000:0db8:75a3:0000:0000:8a2e:0370:7224
  168. 168. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6 2000:0db8:75a3:0000:0000:8a2e:0370:7224
  169. 169. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação IPv6
  170. 170. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados
  171. 171. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação condições ideais de transmissão de dados para a computação pervasiva • sem fio • banda larga • distribuído, ubíquo, presente em qualquer lugar • auto-detecção • longo alcance
  172. 172. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados Wi-Fi IEEE 802.11g 54 Mbpsquot; (valor nominal máximo)quot; ~100mquot; alcance limitado
  173. 173. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados WiMAX IEEE 802.16e 70 Mbpsquot; (valor nominal máximo)quot; ~50kmquot; longo alcance
  174. 174. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados bluetooth baixo consumo de energia alcance limitado (1 a 100m) 1 a 3 Mbps
  175. 175. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados bluetooth 3.0 ultra-wideband (UWB) 480 Mbps
  176. 176. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados WUSB wireless USB 480 Mbps (3m de alcance) 110 Mbps (10m alcance)
  177. 177. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação transmissão de dados auto-detecção…
  178. 178. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação perceber o contexto
  179. 179. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação perceber?
  180. 180. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação perceber? sensores
  181. 181. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores sportSemble The data from our system provides the ability to understand the forces and torques that an athletes joints and body segments undergo during activity. It also allows for precise biomechanical modeling of an athletes motion. These two married together give the ability to recognize and analyze different styles of athletic gesture. http://www.media.mit.edu/resenv/sportSemble/
  182. 182. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores continuous glucose monitoring (CGM) http://diabetes.niddk.nih.gov
  183. 183. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores quietcare http://www.quietcaresystems.com
  184. 184. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores quietcare http://www.quietcaresystems.com
  185. 185. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores quietcare http://www.quietcaresystems.com
  186. 186. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores quietcare http://www.quietcaresystems.com
  187. 187. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores iris recognition
  188. 188. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores thirsty light medição constante da umidade da terra permite perceber quando é necessário regar as plantas.
  189. 189. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores botanicalls plantas “avisam” quando precisam de água. podem ligar para o seu telefone podem atualizar sua página do Twitter
  190. 190. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores vídeo: botanicalls
  191. 191. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores very nervous system (1986-1990) David Rokeby Very Nervous System is the third generation of interactive sound installations which I have created. In these systems, I use video cameras, image processors, computers, synthesizers and a sound system to create a space in which the movements of one's body create sound and/or music
  192. 192. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores vídeo: very nervous system
  193. 193. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores “emoções”?
  194. 194. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores MindReader Affective-Cognitive State Inference from Facial Video (Affective Computing Group – MIT Media Lab) The very first level is the Facial Action Units (AUs) module, which uses the facial coordinates from the face tracker to calculate the changes in the facial expressions across several frames, things such as the eye brows, lips and head movement. These are then fed into the Face Gestures module, which uses Hidden Markov Models (HMM) to estimate facial gestures, things such as smile, head nod, head shake. Finally, Dynamic Bayesian Networks (DBN) is used to estimate the current mental state of the person using the history of face gestures detected across several frames. Like the Gestures module, the API comes with a training set for the supported mental states, and one is free to define new mental state Dr. Rana el Kaliouby http://trac.media.mit.edu/mindreader/
  195. 195. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação sensores neutral interface technology research & optimization lab Department of Biomedical Engineering University of Winsconsin-Madison vídeo: the brain-twitter interface
  196. 196. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  197. 197. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação que outros sensores podemos usar?
  198. 198. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação novos materiais
  199. 199. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação flexible lightweight computer screen Arizona State University’s Flexible Display Center + HP fonte: http://flexdisplay.asu.edu
  200. 200. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação flexible lightweight computer screen Arizona State University’s Flexible Display Center + HP vídeo: FDC flexible display fonte: http://flexdisplay.asu.edu
  201. 201. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  202. 202. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: Sony Flexible OLED display
  203. 203. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação kinetic flexible OLED cell phone Kyocera fonte: http://www.inhabitat.com
  204. 204. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação kinetic flexible OLED cell phone Kyocera fonte: http://www.inhabitat.com
  205. 205. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação nanotecnologia vídeo: Nokia Morph fonte: http://www.inhabitat.com
  206. 206. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação dynamic textures fonte: http://www.dynamictextures.com
  207. 207. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação dynamic textures fonte: http://www.dynamictextures.com
  208. 208. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação dynamic textures fonte: http://www.dynamictextures.com
  209. 209. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação novas interfaces
  210. 210. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação
  211. 211. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação ambient umbrella ambient devices fonte: http://www.ambientdevices.com
  212. 212. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação data fountain http://www.koert.com/work/datafountain/
  213. 213. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação weather patterns http://loop.ph/bin/view/Loop/WeatherPatterns
  214. 214. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação weather patterns The setup at New British Designers is using aviation weather data provided by the National Weather Service from the following locations: London (EGSS - Stansted Airport) Paris (LFPG - Charles de Gaulle Airport) Amsterdam (EHAM - Schiphol Airport) Each Weather Pattern corresponds to one city and displays current temperature, relative humidity, wind speed and wind direction. http://loop.ph/bin/view/Loop/WeatherPatterns
  215. 215. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação TeamAware jersey Key Centre of Design Computing & Cognition University of Sydney fonte: Mitchell Page and Andrew Vande Moere
  216. 216. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação TeamAware jersey Key Centre of Design Computing & Cognition University of Sydney fonte: Mitchell Page and Andrew Vande Moere
  217. 217. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação TeamAware jersey Key Centre of Design Computing & Cognition University of Sydney fonte: Mitchell Page and Andrew Vande Moere
  218. 218. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação jacket antics fonte: http://subtela.hexagram.ca/
  219. 219. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação jacket antics fonte: http://subtela.hexagram.ca/
  220. 220. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://research.philips.com
  221. 221. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://research.philips.com
  222. 222. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação i-garment Miguel Rios Design + YDreams + Instituto de Telecomunicações uniforme inteligente de combate a incêndios florestais blusão e calças que integram sensores, acelerômetros, eletrodos para medição dos batimentos cardíacos e sistemas de telecomunicações terrestres e via satélite. fonte: http://www.miguelriosdesign.eu/
  223. 223. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação i-garment Miguel Rios Design + YDreams + Instituto de Telecomunicações fonte: http://www.miguelriosdesign.eu/
  224. 224. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação accessory nerve cute circuit Accessory Nerve is a Bluetooth mono- sleeve accessory for mobile phones that changes pattern (creating pleats on the fabric) when a user receives phone calls. fonte: http://www.cutecircuit.com
  225. 225. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação elektex tecido condutor, sensível ao toque fonte: http://www.eleksen.com
  226. 226. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação elektex tecido condutor, sensível ao toque fonte: http://www.eleksen.com
  227. 227. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://www.eleksen.com
  228. 228. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Steve Mann (Universidade de Toronto) 1990 Final dos anos 90 1980 Equipamento distribuído Tecido condutor Equipamento carregado na mochila Cabos e fios costurados na Comunicação via web, Aparência não era uma parte interna da roupa. transmissão de vídeo preocupação Comunicação via internet Computador não é percebido Comunicação via rádio
  229. 229. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação Steve Mann (Universidade de Toronto) versão atual fonte: http://www.wearcam.org
  230. 230. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://www.research.philips.com/
  231. 231. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação LightWand Philips Research fonte: http://www.research.philips.com/
  232. 232. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação fonte: http://www.research.philips.com/
  233. 233. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: Jun Rekimoto | Augmented Surfaces (1999)
  234. 234. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: sandscape
  235. 235. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: Jeff Han | Multitouch (2006)
  236. 236. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: Microsoft Surface (2007)
  237. 237. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: oblong: g-speak
  238. 238. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: sixth sense
  239. 239. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: history tablecloth (2005)
  240. 240. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação novas interações
  241. 241. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação hug-shirt fonte: http://www.cutecircuit.com
  242. 242. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação hug-shirt cute circuit Ao tocar nas áreas em vermelho o celular recebe os dados via Bluetooth (pressão do abraço, temperatura do corpo, ritmo cardíaco, duração do abraço etc) e, em seguida, envia à outra pessoa. fonte: http://www.cutecircuit.com
  243. 243. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação mutsugoto distance lab fonte: http://www.distancelab.org
  244. 244. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação mutsugoto distance lab fonte: http://www.distancelab.org
  245. 245. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação good night lamp fonte: http://www.goodnightlamp.com
  246. 246. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação good night lamp fonte: http://www.goodnightlamp.com
  247. 247. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação nabaztag fonte: http://www.nabaztag.com
  248. 248. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação nabaztag vídeo: violet nabaztag fonte: http://www.nabaztag.com
  249. 249. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: Microsoft Future Vision
  250. 250. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação implicações para o design de interação?
  251. 251. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação implicações para a sociedade?
  252. 252. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação vídeo: jealous computer
  253. 253. mobilidade e computação pervasiva especialização em design de interação

×