DESIGN DE PRODUTOS 
DE TECNOLOGIA 
em um mundo repleto 
de informação 
mauro pinheiro 
Universidade Federal do Espírito Sa...
design de sistemas de informação
sistemas de informação 
conjunto de pessoas, procedimentos e 
equipamento projetado, construído, 
operado e mantido com a ...
fenômeno contemporâneo 
físico + digital
dados, notícias, informação… 
atualização 
físico digital
interfaces distintas 
• diferentes contextos de uso 
• diferentes possibilidades de manipulação 
• experiências particular...
ambiente digital potencializa a 
integração produtos + serviços 
os produtos deixam de existir isoladamente, 
sendo parte ...
tendência percebida nos 
produtos digitais: 
concentração de funções 
em um único dispositivo
shhh!
múltiplas 
fontes de 
informação 
conexão 
constante 
mobilidade 
sobrecarga de 
informação 
aumento da 
complexidade 
dos...
#!~¶∞¡º*…
John Seely Brown 
Mark Weiser
“as tecnologias mais profundas 
são aquelas que desaparecem” 
(Weiser, 1991)
computação pervasiva 
computação ubíqua, internet das coisas, objetos inteligentes etc. 
objetos do cotidiano comportam co...
favorecimento de outros 
modos cognitivos: 
centro x periferia atencional
calm technology e sistemas de 
informação ambiente 
calm tech 
atenção 
centro periferia 
(WEISER e BROWN,1996)
o computador «desaparece» 
as «coisas» têm componentes 
computacionais, mas não são 
computadores 
exibem informações, mas...
físico 
analógico 
estático 
físico 
analógico 
estático 
virtual 
digital 
dinâmico 
virtual 
digital 
dinâmico
físico 
analógico 
estático 
físico 
analógico 
estático 
virtual 
digital 
dinâmico 
virtual 
digital 
dinâmico 
híbrido
diferentes graus de «hibridização» 
ffííssiiccoo ddiiggiittaall 
ddiiggiittaall 
ffííssiiccoo 
físico digital
Pileus: 
Takashi Matsumoto 
Universidade de Keio
Gus e Penny 
(e sua dona)
Botanicalls 
botanicalls
sistemas de informação ambiente 
“apresentam continuamente informações 
que podem ser monitoradas pelas pessoas, 
sem exig...
ambient umbrella
goodnight lamp 
(Alexandra Deschamps-Sonsino)
history tablecloth 
William Gaver, Andy Boucher, Andy Law, Sarah Pennington, (Goldsmiths College), 
John Bowers (Universit...
datafountain 
Koert Van Mensvoort, Eindhoven University of Technology
Ponto Vitória 
ônibus municipais com GPS 
são rastreados 
interface web permite 
verificar o tempo de chegada 
dos ônibus ...
canais alternativos ao Ponto Vitória via celular 
demandam muita atenção para conseguir a informação 
meu busão 
no ponto ...
atualização do sistema de informação municipal 
VisualizaBus
#visualizabus (Marcos Vinicius Forecchi Accioly) 
contexto específico: laboratório da Ufes 
sistema de informação ambiente...
oportunidades em uma cidade “inteligente”
cidade inteligente? 
panóptico de Bentham? 
cidade do controle de Deleuze? 
de quem é a inteligência?
a “inteligência” deve ser construída 
organicamente, em sentido bottom-up, 
com participação de seus citadinos 
«empoderam...
a participação do cidadão no 
desenho da cidade depende da 
tomada de consciência do 
que ocorre nesse espaço
informar sem sobrecarregar 
informação integrada ao ambiente
OBRIGADO! 
mauro pinheiro 
mauro.pinheiro@gmail.com 
mauro.pinheiro@ufes.br 
mpinheiro@esdi.uerj.br
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Hackathon Sesi Cultura Digital 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hackathon Sesi Cultura Digital 2014

542 visualizações

Publicada em

Apresentação feita para a Hackathon do Sesi Cultura Digital 2014

Hackathon Sesi Cultura Digital 2014

  1. 1. DESIGN DE PRODUTOS DE TECNOLOGIA em um mundo repleto de informação mauro pinheiro Universidade Federal do Espírito Santo Depto. de Desenho Industrial Universidade do Estado do Rio de Janeiro Escola Superior de Desenho Industrial
  2. 2. design de sistemas de informação
  3. 3. sistemas de informação conjunto de pessoas, procedimentos e equipamento projetado, construído, operado e mantido com a finalidade de coletar, registrar, processar, armazenar, recuperar e exibir informação, podendo assim servir-se de diferentes tecnologias
  4. 4. fenômeno contemporâneo físico + digital
  5. 5. dados, notícias, informação… atualização físico digital
  6. 6. interfaces distintas • diferentes contextos de uso • diferentes possibilidades de manipulação • experiências particulares em cada meio • diferentes níveis de engajamento o jornal digital permite: infográficos «interativos», tabelas dinâmicas, customização, imagem em movimento, integração de mídias, integração com redes sociais, atualização em tempo real, acesso imediato à produção histórica de determinado colunista, alertas customizados por palavras-chave etc.
  7. 7. ambiente digital potencializa a integração produtos + serviços os produtos deixam de existir isoladamente, sendo parte de um ecossistema complexo, que inclui serviços e interfaces diversas. a experiência perpassa diferentes contextos, com formas de interação distintas
  8. 8. tendência percebida nos produtos digitais: concentração de funções em um único dispositivo
  9. 9. shhh!
  10. 10. múltiplas fontes de informação conexão constante mobilidade sobrecarga de informação aumento da complexidade dos sistemas
  11. 11. #!~¶∞¡º*…
  12. 12. John Seely Brown Mark Weiser
  13. 13. “as tecnologias mais profundas são aquelas que desaparecem” (Weiser, 1991)
  14. 14. computação pervasiva computação ubíqua, internet das coisas, objetos inteligentes etc. objetos do cotidiano comportam componentes computacionais que captam informações do ambiente, transmitem dados, estão na rede
  15. 15. favorecimento de outros modos cognitivos: centro x periferia atencional
  16. 16. calm technology e sistemas de informação ambiente calm tech atenção centro periferia (WEISER e BROWN,1996)
  17. 17. o computador «desaparece» as «coisas» têm componentes computacionais, mas não são computadores exibem informações, mas não necessitam de telas nem sempre demandam nossa ação/atenção direta
  18. 18. físico analógico estático físico analógico estático virtual digital dinâmico virtual digital dinâmico
  19. 19. físico analógico estático físico analógico estático virtual digital dinâmico virtual digital dinâmico híbrido
  20. 20. diferentes graus de «hibridização» ffííssiiccoo ddiiggiittaall ddiiggiittaall ffííssiiccoo físico digital
  21. 21. Pileus: Takashi Matsumoto Universidade de Keio
  22. 22. Gus e Penny (e sua dona)
  23. 23. Botanicalls botanicalls
  24. 24. sistemas de informação ambiente “apresentam continuamente informações que podem ser monitoradas pelas pessoas, sem exigir o foco de sua atenção” (Mankoff e Dey, 2003)
  25. 25. ambient umbrella
  26. 26. goodnight lamp (Alexandra Deschamps-Sonsino)
  27. 27. history tablecloth William Gaver, Andy Boucher, Andy Law, Sarah Pennington, (Goldsmiths College), John Bowers (University of East Anglia), Nicholas Villar (Lancaster University)
  28. 28. datafountain Koert Van Mensvoort, Eindhoven University of Technology
  29. 29. Ponto Vitória ônibus municipais com GPS são rastreados interface web permite verificar o tempo de chegada dos ônibus aos pontos de parada na cidade demanda muita atenção para conseguir a informação
  30. 30. canais alternativos ao Ponto Vitória via celular demandam muita atenção para conseguir a informação meu busão no ponto buzzão vitória vixbus
  31. 31. atualização do sistema de informação municipal VisualizaBus
  32. 32. #visualizabus (Marcos Vinicius Forecchi Accioly) contexto específico: laboratório da Ufes sistema de informação ambiente glanceable display envolve poucos recursos atencionais passível de habituação
  33. 33. oportunidades em uma cidade “inteligente”
  34. 34. cidade inteligente? panóptico de Bentham? cidade do controle de Deleuze? de quem é a inteligência?
  35. 35. a “inteligência” deve ser construída organicamente, em sentido bottom-up, com participação de seus citadinos «empoderamento»
  36. 36. a participação do cidadão no desenho da cidade depende da tomada de consciência do que ocorre nesse espaço
  37. 37. informar sem sobrecarregar informação integrada ao ambiente
  38. 38. OBRIGADO! mauro pinheiro mauro.pinheiro@gmail.com mauro.pinheiro@ufes.br mpinheiro@esdi.uerj.br

×