SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 72
Baixar para ler offline
IHC	
  E	
  USABILIDADE	
  
          Robson	
  Santos,	
  D.Sc.	
  
Pós	
  graduação	
  em	
  Arquitetura	
  de	
  Informação	
  
Robson	
  Santos	
  
Doutor	
  em	
  Design,	
  	
  
PUC-­‐Rio,	
  Departamento	
  de	
  Artes	
  e	
  Design	
  
Mestre	
  em	
  Design,	
  
PUC-­‐Rio,	
  Departamento	
  de	
  Artes	
  e	
  Design	
  
Bacharel	
  em	
  Desenho	
  Industrial	
  
Escola	
  Superior	
  de	
  Desenho	
  Industrial/Uerj	
  


Especialista	
  em	
  Inovação	
  em	
  Tecnologia	
  e	
  
Experiência	
  do	
  Usuário	
  no	
  grupo	
  Itaú	
  Unibanco	
  
Anteriormente,	
  pesquisador	
  sênior	
  no	
  InsLtuto	
  
Nokia	
  de	
  Tecnologia	
  
Docente	
  e	
  palestrante	
  


www.interfaceando.com	
  
@interfaceando	
  
Interação humano-Computador
        Apresenta conceitos fundamentais de IHC e de
        usabilidade. Apresenta os principais métodos e
        técnicas para projeto e avaliação de sistemas de
        informação e de comunicação. Apresenta a
        análise da tarefa como meio efetivo para
        desenvolver o projeto centrado no usuário.




3	
  
Interação humano-
computador no cotidiano
!
        “Interação humano-computador é mais
           que usabilidade de páginas web.”


                                  John Long (2004)


5	
  
Controle de processo de usina de filtragem de água




   6	
  
Estação móvel de telemedicina




  7
Tela de aplicativo para call center




   8	
  
Dispositivos móveis




   9	
  
Sistema de segurança eletrônica




   10	
  
Sistema de pagamento para o varejo




  11	
  
Sistema de pagamento para o varejo




  12	
  
Tela de aplicativo para automação de bibliotecas




   13	
  
Tela de aplicativo gráfico para controle processo em cervejaria




   14	
  
Sistema de transmissão de filmes na internet




   15	
  
Auto-atendimento ao público




  16	
  
Aplicações domésticas




   17	
  
Alguns marcos
         históricos da interação
          humano-computador



18	
  
1924
         Paul Otlet, pioneiro do gerenciamento da informação,
         concebe o Mundaneum, onde se concentraria o
         conhecimento do mundo a ser compartilhado por redes.




19	
  
1945
         Vannevar Bush publica em seu artigo "As We May
         Think“, a idéia do Memex, reconhecido como o
         fundamento do hipertexto.




20	
  
1949
         K. Murrell cunha o termo "Ergonomics“
         (derivado de duas palavras gregas: “ergon”= trabalho,
         e “nomoi”= leis naturais) como o estudo da relação
         entre o homem e seu ambiente de trabalho.




21	
  
1963
         Doug Englebart (inventor do mouse) estabelece seu
         laboratório de pesquisas, Augmentation Research
         Center, no Stanford Research Institute (SRI).

         Muito dos trabalhos iniciais sobre interfaces gráficas,
         hipertexto, e interfaces colaborativas foram ali
         conduzidas.




22	
  
1965
         Ted Nelson cunha o termo "hypertext".




23	
  
1973
         Primeiro computador pessoal, Alto, desenvolvido no
         Xerox Palo Alto Research Center (PARC) o primeiro
         sistema comercial com um editor WYSIWYG, mouse, e
         interface gráfica.




24	
  
1973
         Motorola apresenta o protótipo do telefone celular
         DynaTAC. Dr. Martin Cooper faz a primeira chamada.




25	
  
1981
         Interfaces de manipulação direta são apresentadas
         comercialmente: primeiro com o Xerox Star em 1981,
         seguido pelo Apple Lisa em 1982, e pelo Apple
         Macintosh, em 1984.




26	
  
1985
         Microsoft Windows 1.0 é lançado.




27	
  
1986
         Paul Smolensky cunha o termo "User-Centered Design".




                                   USER
                                   CENTERED
                                   DESIGN
28	
  
1990
         Tim Berners-Lee desenvolve a World-Wide Web (WWW).




29	
  
1993
         Lançamento do Mosaic, o primeiro browser amplamente
         utilizado.




30	
  
1993
         Donald Norman cunha o termo "user experience".




31	
  
1998
         A International Standards Organization publica "Guidance
         on Usability" (ISO 9241-11).




32	
  
2007
         Apple lança iPhone.




33	
  
2008
         HTC lança G1, primeiro
         aparelho com Android.




34	
  
2008
     Facebook Ads                      Tweetdeck
     iPod touch                        Apple App Store
     Kindle (Amazon)                   Android open source
     World of Warcraft alcança 9       Google Wave
      milhões de usuários               Facebook: início dos lucros
     Google Street View                Google Chrome
     Windows Vista                     Classes CDE > AB
     YouTube em português              Groupon
     Google Sky




     35	
  
2009/2010/2011
    Nook (Barnes and Nobles)           iPad
    Farmville                          iPhone 4
    #iranelection                      Peixe Urbano
                                        Avatar: maior bilheteria no cinema
    #forasarney
                                        Expo 2010, Shangai
    Acordo ortográfico da língua
                                        Primeira forma de vida artificial
     portuguesa
                                        60 anos de TV no Brasil
    China: terceira economia
                                        Brasil: 190.732.694 habitantes
     mundial
    1.5 bilhão de usuários de
     Internet                         Protestos no Egito, Iêmen e
    The Sims 3                        Tunísia
                                      iPad 2
    Windows 7
                                      Wikipedia: 10 anos
    Flickr: 3.6 bilhões de
     imagens
O futuro...
Além...
         Vida digital!



    O que importa
    são as pessoas e
    as interações
    entre elas.
38	
  
Ergonomia
ergon + nomos
              Estes termos gregos
         denominam a ciência do trabalho.




40	
  
A Ergonomia promove uma
         abordagem holística na qual
         são levados em conta fatores :
           físicos
           cognitivos
           sociais
           organizacionais
           ambientais
           outros fatores relevantes

42	
  
Ergonomia física


                   Ergonomia
                     cognitiva


Ergonomia
organizacional




  43	
  
A Ergonomia está interessada em utilizar
as ciências para melhorar as condições
de trabalho humano.
44	
  
Entende-se por
     trabalho toda
      ação humana
intermediada por
     uma interface
 física, eletrônica
      ou mecânica.




45	
  
TRABALHADOR/
                      CONSUMIDOR/
                        USUÁRIO




          LOCAL DE                  ORGANIZAÇÃO
         TRABALHO/                  DO TRABALHO/
         CONTEXTO                      TAREFA


46	
  
Interação
Humano-Computador
A Interação Humano-Computador (IHC)
         é um campo de estudo interdisciplinar
         que tem como objetivo geral entender
         como e porque as pessoas utilizam
         (ou não utilizam) a tecnologia da
         informação.




48	
  
O termo Human Computer Interaction
         começou a ser adotado no meio dos anos 80
         como uma maneira de descrever um novo
         campo de estudo cuja principal
         preocupação era como o uso de
         computadores poderia enriquecer a vida
         pessoal e profissional de seus usuários.

         Enfocavam-se, em particular, as
         capacidades e limitações dos usuários, ou
         seja, buscava-se entender o lado humano
         da interação com sistemas
         computadorizados.
49	
  
IHC é o estudo e a teoria da interação entre
     humanos e tecnologia complexa e diz
     respeito a como as atuais tecnologias de
     input e output afetam a interação e quando
     e como estas tecnologias e técnicas devem
     ser melhor usadas.


     Em termos de design, IHC é o estudo do
     processo de design, e seu objetivo global é
     promover uma mudança do projeto
     centrado no sistema para projeto centrado
     no usuário.
50	
  
Áreas de estudo dentro de HCI:
           Pesquisa sobre impacto organizacional
           Pesquisa em design e desenvolvimento
           Pesquisa no nível da tarefa
           Pesquisa na adequação de modelos
           Pesquisa em hardware e software
            interativos



51	
  
IHC relaciona-se com o projeto de sistemas
         computacionais que sejam seguros,
         eficientes, fáceis e agradáveis de usar tanto
         quanto funcionais.

         IHC diz respeito ao entendimento de como
         as pessoas usam sistemas computacionais
         para que sistemas melhores possam ser
         projetados para atender mais
         aproximadamente às necessidades dos
         usuários.
52	
  
:: Usuário

         :: Tarefa

         :: Ambiente/Contexto




53	
  
IHC




54	
  
55	
  
Usabilidade
57	
  
A usabilidade está diretamente ligada ao
         diálogo na interface.

         Capacidade do software em permitir que o
         usuário alcance suas metas de interação
         com o sistema.

              fácil de aprender
              eficiente na utilização
              ter poucos erros.




58	
  
ISO 9241 - 11

                EFETIVIDADE

                              Usuários específicos
 USABILIDADE    EFICIÊNCIA    Tarefas específicas
                              Ambientes específicos

                SATISFAÇÃO




 59	
  
Projeto Centrado no Usuário
Experiência do usuário é resultado
          de como o produto se comporta
           quando é usado no cotidiano.
61	
  
Experiência do
         usuário trata de
         como um produto
         funciona por fora,
         onde uma pessoa
         entra em contato
         com ele e com
         ele realiza um
         trabalho.



62	
  
63	
  
Projetar para usuários          Projetar com usuários
  Abordagem dominante            Abordagem resultante de críticas
  Aplicação de teorias, leis      ao "projeto para usuários"
   e princípios gerais            Ergonomia participativa
  O ergonomista/projetista       Consideração com questões
   atua em nome do usuário         inerentes ao ser humano:
  Propício para projetos          ambições, crenças, emoções e
   genéricos                       outras
  O ergonomista decide o         Ergonomista atua como agente
   que é melhor para o             de mudança
   usuário                        Abordagem apropriada para
                                   projetos identificados ou locais
                                  Os usuários decidem por si
                                   mesmos



64	
  
A abordagem de projeto centrado no usuário, leva
em conta o ser humano em cada etapa do
desenvolvimento de um produto ou serviço.

Tudo que o usuário experimenta deve ser
resultado de uma decisão consciente da parte do
projetista.
65	
  
Terminais Informatizados
67	
  
68	
  
69	
  
Muito obrigado!

 Robson Santos
 www.interfaceando.com
    @interfaceando

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Material aula informática básica
Material aula informática básicaMaterial aula informática básica
Material aula informática básica
Carlos Melo
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
Daniel Moura
 

Mais procurados (20)

Interação Humano-Computador (IHC)
Interação Humano-Computador (IHC)Interação Humano-Computador (IHC)
Interação Humano-Computador (IHC)
 
Evolução e Desempenho de Computadores - Arquitetura e Organização de Computad...
Evolução e Desempenho de Computadores - Arquitetura e Organização de Computad...Evolução e Desempenho de Computadores - Arquitetura e Organização de Computad...
Evolução e Desempenho de Computadores - Arquitetura e Organização de Computad...
 
Paradigmas da comunicação IHC
Paradigmas da comunicação IHCParadigmas da comunicação IHC
Paradigmas da comunicação IHC
 
Interface Humano-Computador (IHC)
Interface Humano-Computador (IHC)Interface Humano-Computador (IHC)
Interface Humano-Computador (IHC)
 
Aula: Evolução das interfaces
Aula: Evolução das interfacesAula: Evolução das interfaces
Aula: Evolução das interfaces
 
Introdução a experiência do usuário
Introdução a experiência do usuárioIntrodução a experiência do usuário
Introdução a experiência do usuário
 
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de DesignIHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
 
Aula 5 - Fatores Humanos - Parte 2 - Disciplina de IHC
Aula 5 - Fatores Humanos - Parte 2 - Disciplina de IHCAula 5 - Fatores Humanos - Parte 2 - Disciplina de IHC
Aula 5 - Fatores Humanos - Parte 2 - Disciplina de IHC
 
Introdução a Informática
Introdução a InformáticaIntrodução a Informática
Introdução a Informática
 
Sistema operacional introdução
Sistema operacional introduçãoSistema operacional introdução
Sistema operacional introdução
 
Informática Básica - Aula 04 - Software
Informática Básica - Aula 04 - SoftwareInformática Básica - Aula 04 - Software
Informática Básica - Aula 04 - Software
 
Novas formas de interação Homem-máquina
Novas formas de interação Homem-máquinaNovas formas de interação Homem-máquina
Novas formas de interação Homem-máquina
 
Aula 1. Introdução: Interface Homem-Máquina
Aula 1. Introdução: Interface Homem-MáquinaAula 1. Introdução: Interface Homem-Máquina
Aula 1. Introdução: Interface Homem-Máquina
 
Material aula informática básica
Material aula informática básicaMaterial aula informática básica
Material aula informática básica
 
A história do computador
A história do computadorA história do computador
A história do computador
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
 
A História e Evolução dos Computadores
A História e Evolução dos ComputadoresA História e Evolução dos Computadores
A História e Evolução dos Computadores
 
Interface Homem Computador - IHC
Interface Homem Computador - IHCInterface Homem Computador - IHC
Interface Homem Computador - IHC
 
Aula: Princípios de design de interfaces
Aula: Princípios de design de interfacesAula: Princípios de design de interfaces
Aula: Princípios de design de interfaces
 
Princípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoPrincípios de Design de Interação
Princípios de Design de Interação
 

Semelhante a 01 - IHC e usabilidade [Conceitos]

Tecnologia da Informação
Tecnologia da InformaçãoTecnologia da Informação
Tecnologia da Informação
cleusamoreira
 
Interface Homem Computador
Interface Homem ComputadorInterface Homem Computador
Interface Homem Computador
Duílio Andrade
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Impacta Eventos
 

Semelhante a 01 - IHC e usabilidade [Conceitos] (20)

Interação Humano Computador 1
Interação Humano Computador 1Interação Humano Computador 1
Interação Humano Computador 1
 
Perspectivas em design de interacao
Perspectivas em design de interacaoPerspectivas em design de interacao
Perspectivas em design de interacao
 
Sc ad-tp-g4-a.ppt
Sc ad-tp-g4-a.pptSc ad-tp-g4-a.ppt
Sc ad-tp-g4-a.ppt
 
Palestra - Design de interação
Palestra - Design de interaçãoPalestra - Design de interação
Palestra - Design de interação
 
O que é design de interação
O que é design de interaçãoO que é design de interação
O que é design de interação
 
O que é design de interação
O que é design de interaçãoO que é design de interação
O que é design de interação
 
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
 
Capitulo1
Capitulo1Capitulo1
Capitulo1
 
Interfece
InterfeceInterfece
Interfece
 
Parte I
Parte IParte I
Parte I
 
Artigo ihc1
Artigo ihc1Artigo ihc1
Artigo ihc1
 
Tecnologia da Informação
Tecnologia da InformaçãoTecnologia da Informação
Tecnologia da Informação
 
Iniciação Científica -IHC: Usabilidade e Acessibilidade
Iniciação Científica -IHC: Usabilidade e AcessibilidadeIniciação Científica -IHC: Usabilidade e Acessibilidade
Iniciação Científica -IHC: Usabilidade e Acessibilidade
 
Usabilidade de Interfaces - Parte 1
Usabilidade de Interfaces - Parte 1Usabilidade de Interfaces - Parte 1
Usabilidade de Interfaces - Parte 1
 
Tecnologia da informação
Tecnologia da informaçãoTecnologia da informação
Tecnologia da informação
 
Interface Homem Computador
Interface Homem ComputadorInterface Homem Computador
Interface Homem Computador
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - ENGENHARIA DE USABILIDADE E INTERFACES
LIVRO PROPRIETÁRIO - ENGENHARIA DE USABILIDADE E INTERFACESLIVRO PROPRIETÁRIO - ENGENHARIA DE USABILIDADE E INTERFACES
LIVRO PROPRIETÁRIO - ENGENHARIA DE USABILIDADE E INTERFACES
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
 
Projeto e interface_com_usuário_resumo
Projeto e interface_com_usuário_resumoProjeto e interface_com_usuário_resumo
Projeto e interface_com_usuário_resumo
 
Convergência de Tecnologias
Convergência de TecnologiasConvergência de Tecnologias
Convergência de Tecnologias
 

Mais de Robson Santos

Mais de Robson Santos (20)

Perspectivas em ux e design de interação
Perspectivas em ux e design de interaçãoPerspectivas em ux e design de interação
Perspectivas em ux e design de interação
 
Visual thinking
Visual thinkingVisual thinking
Visual thinking
 
Novas Tecnologia para o Varejo
Novas Tecnologia para o Varejo Novas Tecnologia para o Varejo
Novas Tecnologia para o Varejo
 
Interações para um mundo em mudança
Interações para um mundo em mudançaInterações para um mundo em mudança
Interações para um mundo em mudança
 
Interações para um mundo em mudança
Interações para um mundo em mudançaInterações para um mundo em mudança
Interações para um mundo em mudança
 
Estratégia para Desenvolvimento de Produtos Digitais
Estratégia para Desenvolvimento de Produtos DigitaisEstratégia para Desenvolvimento de Produtos Digitais
Estratégia para Desenvolvimento de Produtos Digitais
 
Product Design Sprint
Product Design SprintProduct Design Sprint
Product Design Sprint
 
Metodologia do Design 01
Metodologia do Design 01Metodologia do Design 01
Metodologia do Design 01
 
Workshop de UX, 02
Workshop de UX, 02Workshop de UX, 02
Workshop de UX, 02
 
Workshop de UX
Workshop de UXWorkshop de UX
Workshop de UX
 
Indicadores de usabilidade
Indicadores de usabilidadeIndicadores de usabilidade
Indicadores de usabilidade
 
Desafio da pesquisa com usuários
Desafio da pesquisa com usuáriosDesafio da pesquisa com usuários
Desafio da pesquisa com usuários
 
Challenges of user research
Challenges of user researchChallenges of user research
Challenges of user research
 
Aplicações do design de interação
Aplicações do design de interaçãoAplicações do design de interação
Aplicações do design de interação
 
Mapa pessoal e colaborativo de atrações urbanas - FDI 2013
Mapa pessoal e colaborativo de atrações urbanas - FDI 2013Mapa pessoal e colaborativo de atrações urbanas - FDI 2013
Mapa pessoal e colaborativo de atrações urbanas - FDI 2013
 
Assembleia IxDA 27-07-2013
Assembleia IxDA 27-07-2013Assembleia IxDA 27-07-2013
Assembleia IxDA 27-07-2013
 
Desafio da pesquisa com usuário
Desafio da pesquisa com usuárioDesafio da pesquisa com usuário
Desafio da pesquisa com usuário
 
Oficina intensiva de design de interação
Oficina intensiva de design de interaçãoOficina intensiva de design de interação
Oficina intensiva de design de interação
 
Regras de ouro
Regras de ouroRegras de ouro
Regras de ouro
 
Experiência do usuário: sugestoes de leitura
Experiência do usuário: sugestoes de leituraExperiência do usuário: sugestoes de leitura
Experiência do usuário: sugestoes de leitura
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 

01 - IHC e usabilidade [Conceitos]

  • 1. IHC  E  USABILIDADE   Robson  Santos,  D.Sc.   Pós  graduação  em  Arquitetura  de  Informação  
  • 2. Robson  Santos   Doutor  em  Design,     PUC-­‐Rio,  Departamento  de  Artes  e  Design   Mestre  em  Design,   PUC-­‐Rio,  Departamento  de  Artes  e  Design   Bacharel  em  Desenho  Industrial   Escola  Superior  de  Desenho  Industrial/Uerj   Especialista  em  Inovação  em  Tecnologia  e   Experiência  do  Usuário  no  grupo  Itaú  Unibanco   Anteriormente,  pesquisador  sênior  no  InsLtuto   Nokia  de  Tecnologia   Docente  e  palestrante   www.interfaceando.com   @interfaceando  
  • 3. Interação humano-Computador Apresenta conceitos fundamentais de IHC e de usabilidade. Apresenta os principais métodos e técnicas para projeto e avaliação de sistemas de informação e de comunicação. Apresenta a análise da tarefa como meio efetivo para desenvolver o projeto centrado no usuário. 3  
  • 5. ! “Interação humano-computador é mais que usabilidade de páginas web.” John Long (2004) 5  
  • 6. Controle de processo de usina de filtragem de água 6  
  • 7. Estação móvel de telemedicina 7
  • 8. Tela de aplicativo para call center 8  
  • 10. Sistema de segurança eletrônica 10  
  • 11. Sistema de pagamento para o varejo 11  
  • 12. Sistema de pagamento para o varejo 12  
  • 13. Tela de aplicativo para automação de bibliotecas 13  
  • 14. Tela de aplicativo gráfico para controle processo em cervejaria 14  
  • 15. Sistema de transmissão de filmes na internet 15  
  • 18. Alguns marcos históricos da interação humano-computador 18  
  • 19. 1924 Paul Otlet, pioneiro do gerenciamento da informação, concebe o Mundaneum, onde se concentraria o conhecimento do mundo a ser compartilhado por redes. 19  
  • 20. 1945 Vannevar Bush publica em seu artigo "As We May Think“, a idéia do Memex, reconhecido como o fundamento do hipertexto. 20  
  • 21. 1949 K. Murrell cunha o termo "Ergonomics“ (derivado de duas palavras gregas: “ergon”= trabalho, e “nomoi”= leis naturais) como o estudo da relação entre o homem e seu ambiente de trabalho. 21  
  • 22. 1963 Doug Englebart (inventor do mouse) estabelece seu laboratório de pesquisas, Augmentation Research Center, no Stanford Research Institute (SRI). Muito dos trabalhos iniciais sobre interfaces gráficas, hipertexto, e interfaces colaborativas foram ali conduzidas. 22  
  • 23. 1965 Ted Nelson cunha o termo "hypertext". 23  
  • 24. 1973 Primeiro computador pessoal, Alto, desenvolvido no Xerox Palo Alto Research Center (PARC) o primeiro sistema comercial com um editor WYSIWYG, mouse, e interface gráfica. 24  
  • 25. 1973 Motorola apresenta o protótipo do telefone celular DynaTAC. Dr. Martin Cooper faz a primeira chamada. 25  
  • 26. 1981 Interfaces de manipulação direta são apresentadas comercialmente: primeiro com o Xerox Star em 1981, seguido pelo Apple Lisa em 1982, e pelo Apple Macintosh, em 1984. 26  
  • 27. 1985 Microsoft Windows 1.0 é lançado. 27  
  • 28. 1986 Paul Smolensky cunha o termo "User-Centered Design". USER CENTERED DESIGN 28  
  • 29. 1990 Tim Berners-Lee desenvolve a World-Wide Web (WWW). 29  
  • 30. 1993 Lançamento do Mosaic, o primeiro browser amplamente utilizado. 30  
  • 31. 1993 Donald Norman cunha o termo "user experience". 31  
  • 32. 1998 A International Standards Organization publica "Guidance on Usability" (ISO 9241-11). 32  
  • 33. 2007 Apple lança iPhone. 33  
  • 34. 2008 HTC lança G1, primeiro aparelho com Android. 34  
  • 35. 2008   Facebook Ads   Tweetdeck   iPod touch   Apple App Store   Kindle (Amazon)   Android open source   World of Warcraft alcança 9   Google Wave milhões de usuários   Facebook: início dos lucros   Google Street View   Google Chrome   Windows Vista   Classes CDE > AB   YouTube em português   Groupon   Google Sky 35  
  • 36. 2009/2010/2011   Nook (Barnes and Nobles)   iPad   Farmville   iPhone 4   #iranelection   Peixe Urbano   Avatar: maior bilheteria no cinema   #forasarney   Expo 2010, Shangai   Acordo ortográfico da língua   Primeira forma de vida artificial portuguesa   60 anos de TV no Brasil   China: terceira economia   Brasil: 190.732.694 habitantes mundial   1.5 bilhão de usuários de Internet   Protestos no Egito, Iêmen e   The Sims 3 Tunísia   iPad 2   Windows 7   Wikipedia: 10 anos   Flickr: 3.6 bilhões de imagens
  • 38. Além... Vida digital! O que importa são as pessoas e as interações entre elas. 38  
  • 40. ergon + nomos Estes termos gregos denominam a ciência do trabalho. 40  
  • 41.
  • 42. A Ergonomia promove uma abordagem holística na qual são levados em conta fatores :   físicos   cognitivos   sociais   organizacionais   ambientais   outros fatores relevantes 42  
  • 43. Ergonomia física Ergonomia cognitiva Ergonomia organizacional 43  
  • 44. A Ergonomia está interessada em utilizar as ciências para melhorar as condições de trabalho humano. 44  
  • 45. Entende-se por trabalho toda ação humana intermediada por uma interface física, eletrônica ou mecânica. 45  
  • 46. TRABALHADOR/ CONSUMIDOR/ USUÁRIO LOCAL DE ORGANIZAÇÃO TRABALHO/ DO TRABALHO/ CONTEXTO TAREFA 46  
  • 48. A Interação Humano-Computador (IHC) é um campo de estudo interdisciplinar que tem como objetivo geral entender como e porque as pessoas utilizam (ou não utilizam) a tecnologia da informação. 48  
  • 49. O termo Human Computer Interaction começou a ser adotado no meio dos anos 80 como uma maneira de descrever um novo campo de estudo cuja principal preocupação era como o uso de computadores poderia enriquecer a vida pessoal e profissional de seus usuários. Enfocavam-se, em particular, as capacidades e limitações dos usuários, ou seja, buscava-se entender o lado humano da interação com sistemas computadorizados. 49  
  • 50. IHC é o estudo e a teoria da interação entre humanos e tecnologia complexa e diz respeito a como as atuais tecnologias de input e output afetam a interação e quando e como estas tecnologias e técnicas devem ser melhor usadas. Em termos de design, IHC é o estudo do processo de design, e seu objetivo global é promover uma mudança do projeto centrado no sistema para projeto centrado no usuário. 50  
  • 51. Áreas de estudo dentro de HCI:   Pesquisa sobre impacto organizacional   Pesquisa em design e desenvolvimento   Pesquisa no nível da tarefa   Pesquisa na adequação de modelos   Pesquisa em hardware e software interativos 51  
  • 52. IHC relaciona-se com o projeto de sistemas computacionais que sejam seguros, eficientes, fáceis e agradáveis de usar tanto quanto funcionais. IHC diz respeito ao entendimento de como as pessoas usam sistemas computacionais para que sistemas melhores possam ser projetados para atender mais aproximadamente às necessidades dos usuários. 52  
  • 53. :: Usuário :: Tarefa :: Ambiente/Contexto 53  
  • 55. 55  
  • 57. 57  
  • 58. A usabilidade está diretamente ligada ao diálogo na interface. Capacidade do software em permitir que o usuário alcance suas metas de interação com o sistema.   fácil de aprender   eficiente na utilização   ter poucos erros. 58  
  • 59. ISO 9241 - 11 EFETIVIDADE Usuários específicos USABILIDADE EFICIÊNCIA Tarefas específicas Ambientes específicos SATISFAÇÃO 59  
  • 61. Experiência do usuário é resultado de como o produto se comporta quando é usado no cotidiano. 61  
  • 62. Experiência do usuário trata de como um produto funciona por fora, onde uma pessoa entra em contato com ele e com ele realiza um trabalho. 62  
  • 63. 63  
  • 64. Projetar para usuários Projetar com usuários   Abordagem dominante   Abordagem resultante de críticas   Aplicação de teorias, leis ao "projeto para usuários" e princípios gerais   Ergonomia participativa   O ergonomista/projetista   Consideração com questões atua em nome do usuário inerentes ao ser humano:   Propício para projetos ambições, crenças, emoções e genéricos outras   O ergonomista decide o   Ergonomista atua como agente que é melhor para o de mudança usuário   Abordagem apropriada para projetos identificados ou locais   Os usuários decidem por si mesmos 64  
  • 65. A abordagem de projeto centrado no usuário, leva em conta o ser humano em cada etapa do desenvolvimento de um produto ou serviço. Tudo que o usuário experimenta deve ser resultado de uma decisão consciente da parte do projetista. 65  
  • 67. 67  
  • 68. 68  
  • 69. 69  
  • 70.
  • 71.
  • 72. Muito obrigado! Robson Santos www.interfaceando.com @interfaceando