SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Paradigma de Avaliação de Textos – Anos Finais
Prof. Leticia Santos
Parâmetros
Avaliativos
Especificação dos parâmetros Escalas de atendimento
I - Adequação à
tipologia e à temática
solicitadas
Demonstrar domínio do tipo textual
solicitado; compreender a proposta e
desenvolver o tema em questão
0,0 Não trata do tema proposto ou/e não atende ao tipo textual solicitado.
0,5
Desenvolve precariamente o tipo de texto solicitado e desenvolve
tangenciamento tema; ou apresenta razoável domínio do tipo de texto,
mas desenvolve tangencialmente o tema; ou ainda desenvolve
razoavelmente o tema, mas apresenta precariamente o tipo de texto.
1,0
Desenvolve razoavelmente o tema, a partir de considerações próximas
ao senso comum, e domina razoavelmente o tipo de texto solicitado.
1,5
Desenvolve o tema de forma mediana, ainda que apresente argumentos
sem muita profundidade, e domina de forma regular o tipo de texto.
2,0
Desenvolve bem o tema, com considerações consistentes e apresenta
um bom domínio do tipo de texto.
2,5
Desenvolve muito bem o tema, a partir de um repertório cultural
consistente e de considerações fora do senso comum, e domina com
excelência o tipo de texto.
II - Consistência do
Conteúdo
Selecionar, relacionar e organizar
informações, opiniões, fatos e
argumentos para atender
adequadamente a proposta.
0,0
Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos não relacionados
ao tema ou desconexos.
0,5
Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos precariamente
relacionados ao tema.
1,0
Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos pertinentes ao
tema proposto, mas com pouca articulação e/ou com contradições na
sua tentativa de atender a proposta.
1,5
Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos relacionados ao
tema proposto, com alguma articulação, mas ainda de forma
desorganizada.
2,0
Seleciona e organiza informações, opiniões, fatos e argumentos
pertinentes ao tema proposto, mas apresenta pouca consistência na
sua tentativa de atender a proposta.
2,5
Seleciona e organiza, de forma consistente e organizada, as
informações, opiniões, fatos e argumentos relacionados ao tema,
utilizando-os de modo adequado no atendimento da proposta.
III - Estrutura do texto
Articular adequadamente as partes do
texto, utilizando os mecanismos
linguísticos adequados à situação de
escrita exigida.
0,0 Não articula as informações.
0,5 Articula precariamente as partes do texto.
1,0
Articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas
inadequações e apresenta repertório limitado dos recursos coesivos.
1,5
Articula as partes do texto de forma regular, em virtude dos frequentes
problemas na utilização dos mecanismos coesivos.
2,0
Articula adequadamente as partes do texto, mas ainda apresenta
problemas na utilização dos mecanismos coesivos.
2,5
Articula bem as partes do texto, apresentando um repertório
diversificado de recursos coesivos, com raros problemas no usos
desses recursos.
IV - Adequação formal
Adequar a produção às convenções
exigidas na situação de escrita em
questão, demonstrando domínio das
normas da língua escrita.
0,0
Demonstra desconhecimento da modalidade escrita de língua
portuguesa exigida nessa situação.
0,5
Demonstra conhecimento precário das normas da língua escrita
exigidas nessa situação, com graves e constantes desvios gramaticais,
de escolha de registro e de convenções da escrita.
1,0
Demonstra domínio insuficiente das normas da língua escrita exigida
nessa situação, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro
e de convenções da escrita.
1,5
Demonstra domínio mediano das normas da língua escrita exigidas
nessa situação, com alguns desvios gramaticais, de escolha de registro
e de convenções de escrita.
2,0
Demonstra um bom domínio das normas da língua escrita exigidas
nessa situação e de escolha de registro, com pontuais desvios
gramaticais e de convenções da escrita.
2,5
Demonstra excelente domínio das normas da língua escrita exigidas
nessa situação, bem como de escolha de registro. Desvios gramaticais
ou de convenções da escrita aparecem como excepcionalidade, não
podendo caracterizar reincidência.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradoresMariana Correia
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridadeMariana Correia
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiMariana Correia
 
11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacaoMariana Correia
 
Aulões preparatórios para a prova do enem
Aulões preparatórios para a prova do enemAulões preparatórios para a prova do enem
Aulões preparatórios para a prova do enemMariana Correia
 
Formação continuada escola tereza francescuti
Formação continuada escola tereza francescutiFormação continuada escola tereza francescuti
Formação continuada escola tereza francescutiMariana Correia
 
Caderno enem2013 dom_rosa
Caderno enem2013 dom_rosaCaderno enem2013 dom_rosa
Caderno enem2013 dom_rosaMariana Correia
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataMariana Correia
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilMariana Correia
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarMariana Correia
 
Conceitos saussureanos resumo
Conceitos saussureanos   resumoConceitos saussureanos   resumo
Conceitos saussureanos resumoMariana Correia
 

Destaque (20)

0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
 
11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao
 
Aulões preparatórios para a prova do enem
Aulões preparatórios para a prova do enemAulões preparatórios para a prova do enem
Aulões preparatórios para a prova do enem
 
Formação continuada escola tereza francescuti
Formação continuada escola tereza francescutiFormação continuada escola tereza francescuti
Formação continuada escola tereza francescuti
 
Caderno enem2013 dom_rosa
Caderno enem2013 dom_rosaCaderno enem2013 dom_rosa
Caderno enem2013 dom_rosa
 
Formação 5
Formação 5Formação 5
Formação 5
 
Ad matriz (2)
Ad matriz (2)Ad matriz (2)
Ad matriz (2)
 
Enem 2012 dia1_branco
Enem 2012 dia1_brancoEnem 2012 dia1_branco
Enem 2012 dia1_branco
 
Enem 2012 dia2_cinza
Enem 2012 dia2_cinzaEnem 2012 dia2_cinza
Enem 2012 dia2_cinza
 
Ad matriz (1)
Ad matriz (1)Ad matriz (1)
Ad matriz (1)
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
 
Fabi e sílvia final 2
Fabi e sílvia final 2Fabi e sílvia final 2
Fabi e sílvia final 2
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
 
Arlei final
Arlei finalArlei final
Arlei final
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
 
Conceitos saussureanos resumo
Conceitos saussureanos   resumoConceitos saussureanos   resumo
Conceitos saussureanos resumo
 
1 atividades práticas
1 atividades práticas1 atividades práticas
1 atividades práticas
 

Semelhante a Paradigma de avaliação de textos

Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioPéricles Penuel
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Aline Gomes
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-thinkMatheusMesquitaMelo
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-thinkMatheusMesquitaMelo
 
Manual do aluno de produção textual efii
Manual do aluno de produção textual   efiiManual do aluno de produção textual   efii
Manual do aluno de produção textual efiiMatheusMesquitaMelo
 
Manual do aluno de produção textual efii
Manual do aluno de produção textual   efiiManual do aluno de produção textual   efii
Manual do aluno de produção textual efiiMatheusMesquitaMelo
 
Critério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enemCritério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enemSeduc/AM
 
Critérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesCritérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesBianca Cerveira
 
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEMConheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEMportugues_prefederal
 
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.doc
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.docDISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.doc
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.docAdriano Alves de Souza
 
Grade de correção unificada
Grade de correção unificada Grade de correção unificada
Grade de correção unificada Cris Miura
 
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...pablonaba
 
Rubrica Avaliacao Textos Criativos
Rubrica Avaliacao Textos CriativosRubrica Avaliacao Textos Criativos
Rubrica Avaliacao Textos Criativossin3stesia
 
Critérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMCritérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMFrancisco Muniz
 
Critérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMCritérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMFrancisco Muniz
 

Semelhante a Paradigma de avaliação de textos (20)

Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médio
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
 
Manual do aluno de produção textual efii
Manual do aluno de produção textual   efiiManual do aluno de produção textual   efii
Manual do aluno de produção textual efii
 
Manual do aluno de produção textual efii
Manual do aluno de produção textual   efiiManual do aluno de produção textual   efii
Manual do aluno de produção textual efii
 
Critério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enemCritério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enem
 
Critérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesCritérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibulares
 
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEMConheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
 
competências do enem.pptx
competências do enem.pptxcompetências do enem.pptx
competências do enem.pptx
 
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.doc
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.docDISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.doc
DISTRIBUIÇÃO DA PONTUAÇÃO DE REDAÇÃO.doc
 
Grade de correção unificada
Grade de correção unificada Grade de correção unificada
Grade de correção unificada
 
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...
Critérios e normas de correção para a correção das questões dissertativas das...
 
Redação 2.pptx
Redação 2.pptxRedação 2.pptx
Redação 2.pptx
 
Rubrica Avaliacao Textos Criativos
Rubrica Avaliacao Textos CriativosRubrica Avaliacao Textos Criativos
Rubrica Avaliacao Textos Criativos
 
Redação - Enem.pptx
Redação - Enem.pptxRedação - Enem.pptx
Redação - Enem.pptx
 
Redação ENEM
Redação ENEMRedação ENEM
Redação ENEM
 
folha de redacao
folha de redacaofolha de redacao
folha de redacao
 
Critérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMCritérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEM
 
Critérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEMCritérios para correção de redações - ENEM
Critérios para correção de redações - ENEM
 

Mais de Mariana Correia

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Mariana Correia
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Mariana Correia
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggsMariana Correia
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Mariana Correia
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados geradosMariana Correia
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Mariana Correia
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Mariana Correia
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)Mariana Correia
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtMariana Correia
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosMariana Correia
 
11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacaoMariana Correia
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridadeMariana Correia
 
Interdisciplinaridade por emanuelle oliveira
Interdisciplinaridade   por emanuelle oliveiraInterdisciplinaridade   por emanuelle oliveira
Interdisciplinaridade por emanuelle oliveiraMariana Correia
 

Mais de Mariana Correia (15)

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados gerados
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
 
Questionário
QuestionárioQuestionário
Questionário
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao11 tc niveis_de_interacao
11 tc niveis_de_interacao
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
 
Interdisciplinaridade por emanuelle oliveira
Interdisciplinaridade   por emanuelle oliveiraInterdisciplinaridade   por emanuelle oliveira
Interdisciplinaridade por emanuelle oliveira
 

Último

INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................mariagrave
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreLeandroLima265595
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Paradigma de avaliação de textos

  • 1. Paradigma de Avaliação de Textos – Anos Finais Prof. Leticia Santos Parâmetros Avaliativos Especificação dos parâmetros Escalas de atendimento I - Adequação à tipologia e à temática solicitadas Demonstrar domínio do tipo textual solicitado; compreender a proposta e desenvolver o tema em questão 0,0 Não trata do tema proposto ou/e não atende ao tipo textual solicitado. 0,5 Desenvolve precariamente o tipo de texto solicitado e desenvolve tangenciamento tema; ou apresenta razoável domínio do tipo de texto, mas desenvolve tangencialmente o tema; ou ainda desenvolve razoavelmente o tema, mas apresenta precariamente o tipo de texto. 1,0 Desenvolve razoavelmente o tema, a partir de considerações próximas ao senso comum, e domina razoavelmente o tipo de texto solicitado. 1,5 Desenvolve o tema de forma mediana, ainda que apresente argumentos sem muita profundidade, e domina de forma regular o tipo de texto. 2,0 Desenvolve bem o tema, com considerações consistentes e apresenta um bom domínio do tipo de texto. 2,5 Desenvolve muito bem o tema, a partir de um repertório cultural consistente e de considerações fora do senso comum, e domina com excelência o tipo de texto. II - Consistência do Conteúdo Selecionar, relacionar e organizar informações, opiniões, fatos e argumentos para atender adequadamente a proposta. 0,0 Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos não relacionados ao tema ou desconexos. 0,5 Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos precariamente relacionados ao tema. 1,0 Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos pertinentes ao tema proposto, mas com pouca articulação e/ou com contradições na sua tentativa de atender a proposta. 1,5 Apresenta informações, opiniões, fatos e argumentos relacionados ao tema proposto, com alguma articulação, mas ainda de forma desorganizada. 2,0 Seleciona e organiza informações, opiniões, fatos e argumentos pertinentes ao tema proposto, mas apresenta pouca consistência na sua tentativa de atender a proposta. 2,5 Seleciona e organiza, de forma consistente e organizada, as informações, opiniões, fatos e argumentos relacionados ao tema, utilizando-os de modo adequado no atendimento da proposta. III - Estrutura do texto Articular adequadamente as partes do texto, utilizando os mecanismos linguísticos adequados à situação de escrita exigida. 0,0 Não articula as informações. 0,5 Articula precariamente as partes do texto. 1,0 Articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações e apresenta repertório limitado dos recursos coesivos. 1,5 Articula as partes do texto de forma regular, em virtude dos frequentes problemas na utilização dos mecanismos coesivos. 2,0 Articula adequadamente as partes do texto, mas ainda apresenta problemas na utilização dos mecanismos coesivos. 2,5 Articula bem as partes do texto, apresentando um repertório diversificado de recursos coesivos, com raros problemas no usos desses recursos. IV - Adequação formal Adequar a produção às convenções exigidas na situação de escrita em questão, demonstrando domínio das normas da língua escrita. 0,0 Demonstra desconhecimento da modalidade escrita de língua portuguesa exigida nessa situação. 0,5 Demonstra conhecimento precário das normas da língua escrita exigidas nessa situação, com graves e constantes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. 1,0 Demonstra domínio insuficiente das normas da língua escrita exigida nessa situação, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. 1,5 Demonstra domínio mediano das normas da língua escrita exigidas nessa situação, com alguns desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções de escrita. 2,0 Demonstra um bom domínio das normas da língua escrita exigidas nessa situação e de escolha de registro, com pontuais desvios gramaticais e de convenções da escrita. 2,5 Demonstra excelente domínio das normas da língua escrita exigidas nessa situação, bem como de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita aparecem como excepcionalidade, não podendo caracterizar reincidência.