SlideShare uma empresa Scribd logo
Apresentação criada pelo Prof. Francisco Muniz
Iniciar
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Zero
40
80
120
160
200
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Zero
40
80
120
160
200
Demonstra desconhecimento da
modalidade escrita formal da Língua
Portuguesa.
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Demonstra domínio precário da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa, de forma
sistemática, com diversificados e frequentes
desvios gramaticais, de escolha de registro e de
convenções da escrita.
Zero
40
80
120
160
200
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Demonstra domínio insuficiente da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa, com
muitos desvios gramaticais, de escolha de
registro e de convenções da escrita.
Zero
40
80
120
160
200
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Demonstra domínio mediano da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa e de
escolha de registro, com alguns desvios
gramaticais e de convenções da escrita.
Zero
40
80
120
160
200
Demonstra bom domínio da modalidade escrita
formal da Língua Portuguesa e de escolha de
registro, com poucos desvios gramaticais e de
convenções da escrita.
Zero
40
80
120
160
200
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
competência I – Demonstrar domínio da
norma culta da língua escrita.
Demonstra excelente domínio da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa e de
escolha de registro. Desvios gramaticais ou de
convenções da escrita serão aceitos somente
como excepcionalidade e quando não
caracterizem reincidência.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Fuga ao tema/não atendimento à estrutura
dissertativo-argumentativa.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou
demonstra domínio precário do texto
dissertativo-argumentativo, com traços
constantes de outros tipos textuais.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Desenvolve o tema recorrendo à cópia de
trechos dos textos motivadores ou apresenta
domínio insuficiente do texto dissertativo-
argumentativo, não atendendo à estrutura com
proposição, argumentação e conclusão.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Desenvolve o tema por meio de argumentação
previsível e apresenta domínio mediano do
texto dissertativo- argumentativo, com
proposição, argumentação e conclusão.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Desenvolve o tema por meio de argumentação
consistente e apresenta bom domínio do texto
dissertativo-argumentativo, com proposição,
argumentação e conclusão.
Zero
40
80
120
160
200
Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar
conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o
tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-
argumentativo.
Desenvolve o tema por meio de argumentação
consistente, a partir de um repertório
sociocultural produtivo, e apresenta excelente
domínio do texto dissertativo-argumentativo.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Apresenta informações, fatos e opiniões não
relacionados ao tema e sem defesa de um
ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Apresenta informações, fatos e opiniões pouco
relacionados ao tema ou incoerentes e sem
defesa de um ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Apresenta informações, fatos e opiniões
relacionados ao tema, mas desorganizados ou
contraditórios e limitados aos argumentos dos
textos motivadores, em defesa de um ponto de
vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Apresenta informações, fatos e opiniões
relacionados ao tema, limitados aos
argumentos dos textos motivadores e pouco
organizados, em defesa de um ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Apresenta informações, fatos e opiniões
relacionados ao tema, de forma organizada,
com indícios de autoria, em defesa de um
ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Apresenta informações, fatos e opiniões
relacionados ao tema proposto, de forma
consistente e organizada, configurando autoria,
em defesa de um ponto de vista.
Zero
40
80
120
160
200
Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um
ponto de vista.
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Zero
40
80
120
160
200
Ausência de marcas de articulação, resultando
em fragmentação das ideias.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Articula as partes do texto de forma precária.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Articula as partes do texto, de forma
insuficiente, com muitas inadequações e
apresenta repertório limitado de recursos
coesivos.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Articula as partes do texto, de forma mediana,
com inadequações e apresenta repertório
pouco diversificado de recursos coesivos.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Articula as partes do texto com poucas
inadequações e apresenta repertório
diversificado de recursos coesivos.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Articula bem as partes do texto e apresenta
repertório diversificado de recursos coesivos.
Zero
40
80
120
160
200
Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos
lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Não apresenta proposta de intervenção ou
apresenta proposta não relacionada ao tema ou
ao assunto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Apresenta proposta de intervenção vaga,
precária ou relacionada apenas ao assunto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Elabora, de forma insuficiente, proposta de
intervenção relacionada ao tema ou não
articulada com a discussão desenvolvida no
texto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Elabora, de forma mediana, proposta de
intervenção relacionada ao tema e articulada à
discussão desenvolvida no texto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Elabora bem proposta de intervenção
relacionada ao tema e articulada à discussão
desenvolvida no texto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Elabora muito bem proposta de intervenção,
detalhada, relacionada ao tema e articulada à
discussão desenvolvida no texto.
Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema
abordado, mostrando respeito aos valores humanos e
considerando a diversidade sociocultural.
Zero
40
80
120
160
200
Competências avaliadas
I. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.
II. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias
áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites
estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
III. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos,
opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
IV. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários
para a construção da argumentação.
V. Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando
respeito aos valores humanos e considerando a diversidade
sociocultural.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Repertório para redação
Repertório para redaçãoRepertório para redação
Repertório para redação
lipexleal
 
Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01
João Mendonça
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
GoisBemnoEnem
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
Ana De Paula
 
Conto social 9º
Conto social 9ºConto social 9º
Conto social 9º
Roseny90
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
Renally Arruda
 
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--12015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
Davi Ávila
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
Josi Motta
 
Texto de divulgação científica
Texto de divulgação científicaTexto de divulgação científica
Texto de divulgação científica
Josiele Dognani
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
Guilherme Cardozo
 
Gêneros textuais no ENEM: estatuto
Gêneros textuais no ENEM: estatutoGêneros textuais no ENEM: estatuto
Gêneros textuais no ENEM: estatuto
ma.no.el.ne.ves
 
Cruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docxCruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docx
FelipeFreitas599696
 
Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto conto
guestd9a4ef3c
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
Natália Moura
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Como Fazer Um Resumo
Como Fazer Um ResumoComo Fazer Um Resumo
Como Fazer Um Resumo
BE/CRE
 
Artigo de opiniao
Artigo de opiniaoArtigo de opiniao
Artigo de opiniao
Jair Nascimento
 

Mais procurados (20)

Repertório para redação
Repertório para redaçãoRepertório para redação
Repertório para redação
 
Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
 
Conto social 9º
Conto social 9ºConto social 9º
Conto social 9º
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
 
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--12015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
 
Texto de divulgação científica
Texto de divulgação científicaTexto de divulgação científica
Texto de divulgação científica
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
Gêneros textuais no ENEM: estatuto
Gêneros textuais no ENEM: estatutoGêneros textuais no ENEM: estatuto
Gêneros textuais no ENEM: estatuto
 
Cruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docxCruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docx
 
Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto conto
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
 
Como Fazer Um Resumo
Como Fazer Um ResumoComo Fazer Um Resumo
Como Fazer Um Resumo
 
Artigo de opiniao
Artigo de opiniaoArtigo de opiniao
Artigo de opiniao
 

Semelhante a Critérios para correção de redações - ENEM

Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Aline Gomes
 
Critério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enemCritério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enem
Seduc/AM
 
competências do enem.pptx
competências do enem.pptxcompetências do enem.pptx
competências do enem.pptx
PedroFelipedeLima
 
Enem
EnemEnem
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
MatheusMesquitaMelo
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
MatheusMesquitaMelo
 
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEMCOMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
Cynthia Funchal
 
apostila-redacao-enem.pdf
apostila-redacao-enem.pdfapostila-redacao-enem.pdf
apostila-redacao-enem.pdf
Kele Santos
 
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETOAULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
Antônio Fernandes
 
Guia de redação do enem
Guia de redação do enemGuia de redação do enem
Guia de redação do enem
Thaiza Oliveira
 
Critérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesCritérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibulares
Bianca Cerveira
 
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEMConheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
portugues_prefederal
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
Viviane Calasans
 
Redacao enem - 3 anos 2013
Redacao   enem - 3 anos 2013Redacao   enem - 3 anos 2013
Redacao enem - 3 anos 2013
Matheus Milani
 
Redação
RedaçãoRedação
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redaçãoSoda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
ssuser0fbd94
 
Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médio
Péricles Penuel
 
Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médio
Péricles Penuel
 
Temas e competências do Enem
Temas e competências do EnemTemas e competências do Enem
Temas e competências do Enem
Eva Rocha
 
Redação nota 1000 no enem 2004
Redação nota 1000 no enem 2004Redação nota 1000 no enem 2004
Redação nota 1000 no enem 2004
ma.no.el.ne.ves
 

Semelhante a Critérios para correção de redações - ENEM (20)

Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
 
Critério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enemCritério de avaliação redação enem
Critério de avaliação redação enem
 
competências do enem.pptx
competências do enem.pptxcompetências do enem.pptx
competências do enem.pptx
 
Enem
EnemEnem
Enem
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
 
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
Manual do aluno de produção textual   em-admin-thinkManual do aluno de produção textual   em-admin-think
Manual do aluno de produção textual em-admin-think
 
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEMCOMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
COMPETÊNCIA 2 - REDAÇÃO NO ENEM
 
apostila-redacao-enem.pdf
apostila-redacao-enem.pdfapostila-redacao-enem.pdf
apostila-redacao-enem.pdf
 
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETOAULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
 
Guia de redação do enem
Guia de redação do enemGuia de redação do enem
Guia de redação do enem
 
Critérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesCritérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibulares
 
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEMConheça a grade de correção da redação do ENEM
Conheça a grade de correção da redação do ENEM
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
 
Redacao enem - 3 anos 2013
Redacao   enem - 3 anos 2013Redacao   enem - 3 anos 2013
Redacao enem - 3 anos 2013
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
 
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redaçãoSoda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
Soda pdf converted-1- enem - língua portuguesa - a redação
 
Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médio
 
Parâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médioParâmetros de correção ensino médio
Parâmetros de correção ensino médio
 
Temas e competências do Enem
Temas e competências do EnemTemas e competências do Enem
Temas e competências do Enem
 
Redação nota 1000 no enem 2004
Redação nota 1000 no enem 2004Redação nota 1000 no enem 2004
Redação nota 1000 no enem 2004
 

Último

Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
alphabarros2
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

Critérios para correção de redações - ENEM

  • 1. Apresentação criada pelo Prof. Francisco Muniz Iniciar
  • 2. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Zero 40 80 120 160 200
  • 3. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Zero 40 80 120 160 200 Demonstra desconhecimento da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  • 4. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Zero 40 80 120 160 200
  • 5. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Zero 40 80 120 160 200
  • 6. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita. Zero 40 80 120 160 200
  • 7. Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita. Zero 40 80 120 160 200 competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.
  • 8. competência I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem reincidência. Zero 40 80 120 160 200
  • 9. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Zero 40 80 120 160 200
  • 10. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa. Zero 40 80 120 160 200
  • 11. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. Zero 40 80 120 160 200
  • 12. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo- argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão. Zero 40 80 120 160 200
  • 13. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo- argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Zero 40 80 120 160 200
  • 14. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Zero 40 80 120 160 200
  • 15. Competência II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo. Zero 40 80 120 160 200
  • 16. Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200
  • 17. Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 18. Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 19. Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 20. Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 21. Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 22. Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista. Zero 40 80 120 160 200 Competência III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • 23. Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. Zero 40 80 120 160 200
  • 24. Ausência de marcas de articulação, resultando em fragmentação das ideias. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 25. Articula as partes do texto de forma precária. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 26. Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e apresenta repertório limitado de recursos coesivos. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 27. Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 28. Articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 29. Articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos. Zero 40 80 120 160 200 Competência IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
  • 30. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 31. Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 32. Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 33. Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 34. Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 35. Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 36. Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Competência V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Zero 40 80 120 160 200
  • 37. Competências avaliadas I. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. II. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. III. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. IV. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. V. Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.