SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Baixar para ler offline
Fecundação e
Desenvolvimento embrionário


                                        IL 2011
                 http://bioesc.wordpress.com/
Longo caminho
• Espermatozóides atravessam o muco uterino (mais
  fluído no período da ovulação).

• Encontro com o oócito no último terço da trompa.

• Células foliculares segregam uma substância que atrai os
  espermatozóides.

• Espermatozóides atingem a zona pelúcida.
Chegada ao oócito




                    p. 29
Penetrar na zona pelúcida…
• Ligação ao recetores da zona pelúcida;

• Exocitose das enzimas do acrossoma;

• Digestão da zona pelúcida e penetração de 1 espermatozóide até à
  membrana do óocito;

• Fusão das membranas dos dois gâmetas…

• Alteração da zona pelúcida impedindo outros espermetozóides de
  entrar
Reação acrossómica e fecundação
                         Formação do pronúcleo
                             masculino por
                      descondensação do núcleo do
                            espermatozóide




                        Conclusão da 2ª divisão da
                          meiose e formação do
                         pronúcleo feminino (e 2º
                              glóbulo polar)
Desenvolvimento
  embrionário
 • 8 semanas

 • Esboço de todos os órgãos




                        p. 32
•Crescimento




                  • Morfogénese
               • Diferenciação celular
Manutenção do endométrio
Se houver fecundação o embrião liberta gonadotrofina coriónica e o
corpo lúteo cresce até o quarto mês.
Mantém-se a produção de progesterona até o quarto mês, depois
degenera e morre.
A placenta passa a produzir progesterona.
Ovo a Blastocisto (segmentação)
Tipos de Segmentação
Comparação entre embriões
Mórula

    Ovo ou
    zigoto         Segmentação

                                               Exemplo de desenvolvimento
                                 Blástula
                                               embrionário de um cordado –
             Gastrulação
                                                        o anfioxo
Gástrula                                                   …
                   Organogénese



               Embrião
Anfioxo




O anfioxo é um animal que pertence ao filo dos cordados mede cerca de 6 cm de comprimento e
vive enterrado em areia de águas rasas do ambiente marinho, entre dez e trinta metros de
profundidade, deixando para fora do substrato apenas sua extremidade anterior
Gastrulação
Organogénese
Nidação do Blastocisto
Nidação do Blastocisto
Anexos embrionários
         • Estruturas que derivam dos folhetos
         germinativos do embrião mas que não
         fazem parte do corpo desse embrião.
         • O saco vitelínico, o âmnio, o alantóide
         e o córion.
Córion

 Membrana     com     muitas   vilosidades
 (membrana mais exterior que, com o
 âmnio, rodeia o embrião).
 Forma uma extensa superfície de trocas;
 intervêm na formação de placenta.
Âmnio
  Saco que envolve o embrião (membrana
  que delimita a cavidade amniótica, cheia
  de líquido amniótico).


  Mantém o embrião num meio líquido
  (líquido amniótico), protegendo-o da
  desidratação, de choques mecânicos e
  auxilia   na    manutenção    de   uma
  temperatura constante.
Vesícula vitelina
         Saco membranoso com reduzida
         quantidade    de    substâncias   de
         reserva.


         Forma parte do tubo digestivo
         (incorpora o cordão umbilical).
Alantóide
     Divertículo da vesícula vitelina.


     Estrutura rudimentar que contribui
     para    a   formação      dos       vasos
     sanguíneos do cordão umbilical.
Placenta…
            Órgão em forma de disco
            que resulta da fusão do
            córion com o endométrio
            uterino.
Placenta…

            Assegura a fixação e a
            nutrição do embrião;
            É um filtro selectivo.
            Segrega hormonas.
Diferenciação celular…
Diferenciação celular…
Ectoderme Mesoderme Endoderme
Desenvolvimento fetal
    Embrião – até às 8 semanas
    Feto - a partir das 8 semanas


                                    Crescimento rápido
                                    e modificação nas
                                      proporções do
                                          corpo
Dados sobre a placenta…
No final da gestação:
   •área é de cerca 15 m2,
   •o comprimento total da rede de capilares estimado em cerca de 50 km.


No momento do parto:
   •20 cm de 
   •3 cm espessura
   •1 kg peso
Controlo do desenvolvimento embrionário
Alterações no organismo materno:
   • Aumento das dimensões do útero;
   • Adaptação do coração e circulação à presença de um novo ser em
   desenvolvimento;
   • Rins passam a eliminar as excreções da mãe e do bebé.
Controlo hormonal:
   • Paragem dos ciclos sexuais;
   • Trabalho parto;
   • Lactação.
Gonadotrofina coriónica humana (HCG)
• Segregada pelo feto.
• Impede a degeneração do corpo amarelo (que continua a produzir
estrogénio e progesterona – manutenção do endométrio e nidação do
embrião).
• Retroação negativa sobre o hipotálamo-hipófise
Gonadotrofina coriónica humana (HCG)
                                                                  Produção
Aumento HCG     estimula    Corpo amarelo          aumenta      estrogénios e
                                                                progesterona



                                                              Complexo
 Novo ciclo
              Não ocorre   FSH e LH         Não se liberta   hipotálamo-
  ovárico
                                                               hipófise
Gonadotrofina coriónica humana (HCG)
• eliminada na urina após a sua ação
• testes de gravidez baseados na sua deteção na urina
• A sua produção entra em declínio ao fim de 8 a 10 semanas, mas a
sua função é assegurada pela placenta.

                             • Expansão do útero
        Estrogénios          • desenvolvimento e maturação das glândulas mamárias

                             • Inexistência de contrações uterinas
       Progesterona          • desenvolvimento e maturação das glândulas mamárias
Regulação do parto
• No final da gestação o nível de estrogénios atinge o máximo;
• Dominância dos estrogénios em relação à progesterona induz
contrações uterinas;
• Estrogénios induzem a formação de recetores de oxitocina no útero.

  Oxitocina:
  • Hormona produzida pelo hipotálamo e segregada pela hipófise;
  • Estimula as contrações das células musculares do útero
  (mecanismo de retroação positiva)
Regulação do parto (1)
Regulação do parto (2)
Regulação do parto (3)
Dúvidas?


Site consultado e que pode servir de apoio ao estudo
http://www.notapositiva.com/pt/apntestbs/biologia/12_reprod_humana_manip_fertilidade_d.htm
Atividade prática – observação microscópica
                                                                                                                             Desenvolvimento embrionário Ouriço–do-mar

                                                                                                                               Após a fecundação, o ovo se
                                                                                                                               divide inúmeras vezes (Figs. D-
                                                                                                                               H),           atingindo   o   estágio   de
                                                                                                                               blástula (Fig. I).
                                                                                                                               A blástula é o estado anterior a
                                                                                                                               um processo mais avançado, a
                                                                                                                               gastrulação, durante o qual os
                                                                                                                               folhetos            fundamentais        se
                                                                                                                               organizam            dando    origem    ao
                                                                                                                               estágio de gástrula (Fig. J).

                                              Adaptado de http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo-equinodermata/ourico-do-mar-3.php
Atividade prática – observação microscópica



                                                                                   discoblástula

                                              Desenvolvimento embrionário da ave

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
César Milani
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Leonardo Kaplan
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos  ContraceptivosMéTodos  Contraceptivos
MéTodos Contraceptivos
tiafer96
 
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionáriosAula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
MARCIAMP
 

Mais procurados (20)

Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Gravidez parto e nascimento
Gravidez parto e nascimentoGravidez parto e nascimento
Gravidez parto e nascimento
 
Ciclo menstrual
Ciclo menstrualCiclo menstrual
Ciclo menstrual
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Sistema Genital Masculino
Sistema Genital MasculinoSistema Genital Masculino
Sistema Genital Masculino
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Embriologia slides
Embriologia  slidesEmbriologia  slides
Embriologia slides
 
Fecundação, Gravidez e Parto
Fecundação, Gravidez e PartoFecundação, Gravidez e Parto
Fecundação, Gravidez e Parto
 
Desenvolvimento embrionario
Desenvolvimento embrionarioDesenvolvimento embrionario
Desenvolvimento embrionario
 
FecundaçãO
FecundaçãOFecundaçãO
FecundaçãO
 
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoSistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
 
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos  ContraceptivosMéTodos  Contraceptivos
MéTodos Contraceptivos
 
Reprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º anoReprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º ano
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Aula sobre sistema reprodutor feminino e masculino
Aula sobre   sistema reprodutor feminino e masculinoAula sobre   sistema reprodutor feminino e masculino
Aula sobre sistema reprodutor feminino e masculino
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionáriosAula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
Aula 1° fecundação, embriologia e anexos embrionários
 
Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
 

Destaque

Parto e lactação regulação hormonal
Parto e lactação   regulação hormonalParto e lactação   regulação hormonal
Parto e lactação regulação hormonal
Isabel Lopes
 
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutoresRegulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Isabel Lopes
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
Isabel Lopes
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidade  Causas de infertilidade
Causas de infertilidade
Isabel Lopes
 
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
Nuno Correia
 
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
Hugo Martins
 
Biologia 12 reprodução humana
Biologia 12   reprodução humanaBiologia 12   reprodução humana
Biologia 12 reprodução humana
Nuno Correia
 
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
Nuno Correia
 
Desenvolvimento embrionario 1 em
Desenvolvimento embrionario 1 emDesenvolvimento embrionario 1 em
Desenvolvimento embrionario 1 em
ANA LUCIA FARIAS
 
Desenvolvimento embrionrio e fetal
Desenvolvimento embrionrio e fetalDesenvolvimento embrionrio e fetal
Desenvolvimento embrionrio e fetal
miguelpim
 
1202257930 cuidados gravidez
1202257930 cuidados gravidez1202257930 cuidados gravidez
1202257930 cuidados gravidez
Pelo Siro
 
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
Danielle Raissa
 

Destaque (20)

Parto e lactação regulação hormonal
Parto e lactação   regulação hormonalParto e lactação   regulação hormonal
Parto e lactação regulação hormonal
 
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutoresRegulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidade  Causas de infertilidade
Causas de infertilidade
 
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ReproduçãO Humana E ManipulaçãO Da Fertilidade)
 
Mitos sobre Reprodução e Sexualidade
Mitos sobre Reprodução e SexualidadeMitos sobre Reprodução e Sexualidade
Mitos sobre Reprodução e Sexualidade
 
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
(1) reprodução humana e manipulação da ferilidade
 
Biologia 12 reprodução humana
Biologia 12   reprodução humanaBiologia 12   reprodução humana
Biologia 12 reprodução humana
 
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
Biologia – 12º Ano (ManipulaçãO Da Fertilidade)
 
Teste De Biologia
Teste De BiologiaTeste De Biologia
Teste De Biologia
 
Biologia 12 reprodução humana
Biologia 12   reprodução humanaBiologia 12   reprodução humana
Biologia 12 reprodução humana
 
ContracepçãO Geral
ContracepçãO   GeralContracepçãO   Geral
ContracepçãO Geral
 
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio geneticoBiologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
 
Desenvolvimento embrionario 1 em
Desenvolvimento embrionario 1 emDesenvolvimento embrionario 1 em
Desenvolvimento embrionario 1 em
 
Desenvolvimento embrionrio e fetal
Desenvolvimento embrionrio e fetalDesenvolvimento embrionrio e fetal
Desenvolvimento embrionrio e fetal
 
1202257930 cuidados gravidez
1202257930 cuidados gravidez1202257930 cuidados gravidez
1202257930 cuidados gravidez
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
Embriologia geral
Embriologia geralEmbriologia geral
Embriologia geral
 
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
periodo fetal: da Décima Sétima à Vigésima Quinta semana do desenvolvimento e...
 
Aula14 embriologia
Aula14 embriologiaAula14 embriologia
Aula14 embriologia
 

Semelhante a Gravidez e desenvolvimento embrionário

Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
anarita2
 
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdfAula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
lucianatorresdemelo
 
Aparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor FemininoAparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor Feminino
Ana Abegão
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Zé Luís
 
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
Fernanda Andrade
 
Reprodução humana neuza grupo 3
Reprodução humana  neuza  grupo 3Reprodução humana  neuza  grupo 3
Reprodução humana neuza grupo 3
Pratica Matemática
 
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
joaotendeiro
 
Cn9 ciclo feminino_reproducao
Cn9 ciclo feminino_reproducaoCn9 ciclo feminino_reproducao
Cn9 ciclo feminino_reproducao
Joana Cunha
 

Semelhante a Gravidez e desenvolvimento embrionário (20)

Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
 
4_fecundação_nascimento.pptx
4_fecundação_nascimento.pptx4_fecundação_nascimento.pptx
4_fecundação_nascimento.pptx
 
Gametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
Gametogênese, Fecundação e Embriologia HumanaGametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
Gametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
 
Ciclo menstrual e Desenvolvimento Embrionário.pptx
Ciclo menstrual e Desenvolvimento Embrionário.pptxCiclo menstrual e Desenvolvimento Embrionário.pptx
Ciclo menstrual e Desenvolvimento Embrionário.pptx
 
sistema reprodutor
sistema reprodutorsistema reprodutor
sistema reprodutor
 
Gametogênese, fecundação e nidação.pptx.pdf
Gametogênese, fecundação e nidação.pptx.pdfGametogênese, fecundação e nidação.pptx.pdf
Gametogênese, fecundação e nidação.pptx.pdf
 
resumo obstetricia
 resumo obstetricia resumo obstetricia
resumo obstetricia
 
Desenvolvimento embrionário dos mamíferos
Desenvolvimento embrionário dos mamíferosDesenvolvimento embrionário dos mamíferos
Desenvolvimento embrionário dos mamíferos
 
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdfAula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
 
Aparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor FemininoAparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor Feminino
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
1 e 2 semana de desenvolvimento embrionário
 
Reprodução humana neuza grupo 3
Reprodução humana  neuza  grupo 3Reprodução humana  neuza  grupo 3
Reprodução humana neuza grupo 3
 
Trabalho Biologia.pptx
Trabalho Biologia.pptxTrabalho Biologia.pptx
Trabalho Biologia.pptx
 
Organogênese em Genética
Organogênese em GenéticaOrganogênese em Genética
Organogênese em Genética
 
Aula desenv fetal
Aula desenv fetalAula desenv fetal
Aula desenv fetal
 
Principios do desenvolvimento embrionário
Principios do desenvolvimento embrionárioPrincipios do desenvolvimento embrionário
Principios do desenvolvimento embrionário
 
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
Trabalho (cosmin e joao tendeiro 9ºc)
 
Cn9 ciclo feminino_reproducao
Cn9 ciclo feminino_reproducaoCn9 ciclo feminino_reproducao
Cn9 ciclo feminino_reproducao
 

Mais de Isabel Lopes

Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Isabel Lopes
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
Isabel Lopes
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
Isabel Lopes
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)
Isabel Lopes
 
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Isabel Lopes
 

Mais de Isabel Lopes (20)

Relatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarelaRelatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarela
 
Relatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógioRelatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógio
 
Relatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casaRelatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casa
 
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dadRelatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
 
Relatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpoRelatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpo
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplay
 
Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & co
 
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's baby
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
 
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluation
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rights
 
sistema hormonal
sistema hormonalsistema hormonal
sistema hormonal
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)
 
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 

Último (20)

Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 

Gravidez e desenvolvimento embrionário

  • 1. Fecundação e Desenvolvimento embrionário IL 2011 http://bioesc.wordpress.com/
  • 2. Longo caminho • Espermatozóides atravessam o muco uterino (mais fluído no período da ovulação). • Encontro com o oócito no último terço da trompa. • Células foliculares segregam uma substância que atrai os espermatozóides. • Espermatozóides atingem a zona pelúcida.
  • 4. Penetrar na zona pelúcida… • Ligação ao recetores da zona pelúcida; • Exocitose das enzimas do acrossoma; • Digestão da zona pelúcida e penetração de 1 espermatozóide até à membrana do óocito; • Fusão das membranas dos dois gâmetas… • Alteração da zona pelúcida impedindo outros espermetozóides de entrar
  • 5. Reação acrossómica e fecundação Formação do pronúcleo masculino por descondensação do núcleo do espermatozóide Conclusão da 2ª divisão da meiose e formação do pronúcleo feminino (e 2º glóbulo polar)
  • 6. Desenvolvimento embrionário • 8 semanas • Esboço de todos os órgãos p. 32
  • 7. •Crescimento • Morfogénese • Diferenciação celular
  • 8. Manutenção do endométrio Se houver fecundação o embrião liberta gonadotrofina coriónica e o corpo lúteo cresce até o quarto mês. Mantém-se a produção de progesterona até o quarto mês, depois degenera e morre. A placenta passa a produzir progesterona.
  • 9. Ovo a Blastocisto (segmentação)
  • 12. Mórula Ovo ou zigoto Segmentação Exemplo de desenvolvimento Blástula embrionário de um cordado – Gastrulação o anfioxo Gástrula … Organogénese Embrião
  • 13. Anfioxo O anfioxo é um animal que pertence ao filo dos cordados mede cerca de 6 cm de comprimento e vive enterrado em areia de águas rasas do ambiente marinho, entre dez e trinta metros de profundidade, deixando para fora do substrato apenas sua extremidade anterior
  • 18. Anexos embrionários • Estruturas que derivam dos folhetos germinativos do embrião mas que não fazem parte do corpo desse embrião. • O saco vitelínico, o âmnio, o alantóide e o córion.
  • 19. Córion Membrana com muitas vilosidades (membrana mais exterior que, com o âmnio, rodeia o embrião). Forma uma extensa superfície de trocas; intervêm na formação de placenta.
  • 20. Âmnio Saco que envolve o embrião (membrana que delimita a cavidade amniótica, cheia de líquido amniótico). Mantém o embrião num meio líquido (líquido amniótico), protegendo-o da desidratação, de choques mecânicos e auxilia na manutenção de uma temperatura constante.
  • 21. Vesícula vitelina Saco membranoso com reduzida quantidade de substâncias de reserva. Forma parte do tubo digestivo (incorpora o cordão umbilical).
  • 22. Alantóide Divertículo da vesícula vitelina. Estrutura rudimentar que contribui para a formação dos vasos sanguíneos do cordão umbilical.
  • 23. Placenta… Órgão em forma de disco que resulta da fusão do córion com o endométrio uterino.
  • 24. Placenta… Assegura a fixação e a nutrição do embrião; É um filtro selectivo. Segrega hormonas.
  • 28. Desenvolvimento fetal Embrião – até às 8 semanas Feto - a partir das 8 semanas Crescimento rápido e modificação nas proporções do corpo
  • 29.
  • 30.
  • 31. Dados sobre a placenta… No final da gestação: •área é de cerca 15 m2, •o comprimento total da rede de capilares estimado em cerca de 50 km. No momento do parto: •20 cm de  •3 cm espessura •1 kg peso
  • 32. Controlo do desenvolvimento embrionário Alterações no organismo materno: • Aumento das dimensões do útero; • Adaptação do coração e circulação à presença de um novo ser em desenvolvimento; • Rins passam a eliminar as excreções da mãe e do bebé. Controlo hormonal: • Paragem dos ciclos sexuais; • Trabalho parto; • Lactação.
  • 33. Gonadotrofina coriónica humana (HCG) • Segregada pelo feto. • Impede a degeneração do corpo amarelo (que continua a produzir estrogénio e progesterona – manutenção do endométrio e nidação do embrião). • Retroação negativa sobre o hipotálamo-hipófise
  • 34. Gonadotrofina coriónica humana (HCG) Produção Aumento HCG estimula Corpo amarelo aumenta estrogénios e progesterona Complexo Novo ciclo Não ocorre FSH e LH Não se liberta hipotálamo- ovárico hipófise
  • 35. Gonadotrofina coriónica humana (HCG) • eliminada na urina após a sua ação • testes de gravidez baseados na sua deteção na urina • A sua produção entra em declínio ao fim de 8 a 10 semanas, mas a sua função é assegurada pela placenta. • Expansão do útero Estrogénios • desenvolvimento e maturação das glândulas mamárias • Inexistência de contrações uterinas Progesterona • desenvolvimento e maturação das glândulas mamárias
  • 36. Regulação do parto • No final da gestação o nível de estrogénios atinge o máximo; • Dominância dos estrogénios em relação à progesterona induz contrações uterinas; • Estrogénios induzem a formação de recetores de oxitocina no útero. Oxitocina: • Hormona produzida pelo hipotálamo e segregada pela hipófise; • Estimula as contrações das células musculares do útero (mecanismo de retroação positiva)
  • 40. Dúvidas? Site consultado e que pode servir de apoio ao estudo http://www.notapositiva.com/pt/apntestbs/biologia/12_reprod_humana_manip_fertilidade_d.htm
  • 41. Atividade prática – observação microscópica Desenvolvimento embrionário Ouriço–do-mar Após a fecundação, o ovo se divide inúmeras vezes (Figs. D- H), atingindo o estágio de blástula (Fig. I). A blástula é o estado anterior a um processo mais avançado, a gastrulação, durante o qual os folhetos fundamentais se organizam dando origem ao estágio de gástrula (Fig. J). Adaptado de http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo-equinodermata/ourico-do-mar-3.php
  • 42. Atividade prática – observação microscópica discoblástula Desenvolvimento embrionário da ave