SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
FIQUE ATENTO AOS SINTOMAS DA
MENINGITE
ONDE ESTü O MENINGOCOCO?
Dor de Cabe≈a
Febre
Manchas
Vermelhas
V“mito
Rigidez de Nuca
Na popula≈¡o, encontramos um grande nÿmero de pessoas que
t»m o causadorda meningite meningoc—cica (meningococo) na sua
garganta, mesmo sem ficar doente ou apresentar sintomas. Essas
pessoas s¡o chamadas de “portadores s¡os”.
Os “portadores s¡os” acabam por transmitir a bact«ria para outras
pessoas pelo contato pr—ximo*, e essas pessoas podem acabar
desenvolvendo a doen≈a – meningite meningoc—cica ou mesmo a
meningococcemia (forma extremamente grave com dissemina≈¡o
da bact«ria por todo o organismo, causando manchas pelo corpo e
podendo levar rapidamente ao —bito).
Quando a vigil¿ncia epidemiol—gica detecta um caso suspeito ou
confirmado de doen≈a pelo meningococo, utiliza um antibi—tico
nos contatos. Essa medida « adotada para tentareliminara bact«ria
da garganta do “portador s¡o” que transmitiu o causador para o
doente, evitando assim a transmiss¡o para mais pessoas.
* Contatos pr—ximos s¡o os moradores do mesmo domicÀlio, indivÀduos que
compartilham o mesmo dormit—rio (em alojamentos, quart«is, entre outros),
comunicantes de creches e escolas, e pessoas diretamente expostas æs
secre≈”es do paciente.
A meningite « a inflama≈¡o das meninges, membranas que protegem
o c«rebro e a medula espinhal. Pode ser causada por vÀrus, fungos,
bact«rias, protozoørios e tamb«m por agentes n¡o infecciosos. As
meningites causadas por bact«rias s¡o muito graves e, se n¡o forem
tratadas a tempo, podem deixar sequelas graves e at« levar æ morte.
V“mito
Dor de cabe≈a
intensa e febre
(elevada e de inÀcio sÿbito)
Manchas vermelhas
na pele (pet«quias)
O risco de contrair meningite existe para todas as idades,
principalmente, em crian≈as menores de 5 anos.
Como se pega meningite?
Nem todas as meningites s¡o transmissÀveis, mas dentre as que s¡o «
de extrema import¿ncia a meningite meningoc—cica, na qual a
transmiss¡o ocorre por meio das vias respirat—rias, no contato com
secre≈”es, gotÀculas do nariz e da garganta expelidas pela fala, tosse e
espirro. A propaga≈¡o « facilitada em ambientes fechados e/ou sem
ventila≈¡o. Pessoas residentes na mesma casa, que compartilham
dormit—rios ou alojamentos est¡o suscetÀveis ao contøgio que
tamb«m pode ocorrer em creches, escolas, acampamentos ou locais
em que hø aglomera≈¡o de pessoas.
Principais sintomas:
Rigidez na nuca
(pesco≈o duro)
Em crian≈as menores de 1 ano deve-se observar a presen≈a de
“moleira inchada”, choro, irritabilidade e recusa de alimentos.
Quanto mais cedo a doen≈a for diagnosticada e tratada,
maior chance de cura, evitando complica≈”es.
Como prevenir a meningite?
Mantenha a carteira de vacina≈¡o da crian≈a em dia. Crian≈as
menores de 1 ano devem ser vacinadas contra alguns agentes
causadores de meningite com:
- Vacina Pentavalente (difteria, t«tano, coqueluche, hepatite B –
recombinante e Haemophilus influenza e tipo b – conjugada): doses
aos 2, 4 e 6 meses
- Meningoc—cica Conjugada C: doses aos 3, 5 e 12 meses / refor≈o ou
dose ÿnica entre 11 e 14 anos
- Pneumoc—cica 10 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e
outras doen≈as causadas pelo Pneumococo): doses aos 2, 4 e 12
meses
- BCG – dose ÿnica ao nascer
Mantenha todos os ambientes bem ventilados e, se possÀvel,
ensolarados, principalmente: salas de aula, quartos, locais de
trabalho e transporte coletivo;
Lave as m¡os frequentemente com øgua e sab¡o;
Mantenha higiene rigorosa com pratos, talheres, mamadeiras e
chupetas, brinquedos nas creches e escolas;
Evite transitar com crian≈as em ambientes fechados e mal
ventilados.
Todas as vacinas est¡o disponÀveis gratuitamente na rede pÿblica
de saÿde.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022
Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022
Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022Alexandre Naime Barbosa
 
Gênero Textual "Perfil"
Gênero Textual "Perfil"Gênero Textual "Perfil"
Gênero Textual "Perfil"Evanete Lima
 
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no texto
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no textoHabilidade: Inferir uma ideia implícita no texto
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no textoAline Fernandes
 
Doenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosDoenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosRafael Serafim
 
Saúde da Mulher - Mioma
Saúde da Mulher - MiomaSaúde da Mulher - Mioma
Saúde da Mulher - MiomaTIAGO SOUSA
 
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Rose
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose  - Rose0508 ascaridíase, escabiose, pediculose  - Rose
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Roselaiscarlini
 
Aula slides introdu+º+úo a microbiologia
Aula slides   introdu+º+úo a microbiologiaAula slides   introdu+º+úo a microbiologia
Aula slides introdu+º+úo a microbiologiaSimone Alvarenga
 
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalho
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalhoDoenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalho
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalhojoselene beatriz
 

Mais procurados (20)

Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022
Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022
Covid-19 - Epidemiologia Variantes e Reinfeccoes - SBIm Abr 2022
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 
AULA 01 - MICROBIOLOGIA.pptx
AULA 01 - MICROBIOLOGIA.pptxAULA 01 - MICROBIOLOGIA.pptx
AULA 01 - MICROBIOLOGIA.pptx
 
Microorganismos
MicroorganismosMicroorganismos
Microorganismos
 
Leishmaniose
LeishmanioseLeishmaniose
Leishmaniose
 
Tuberculose
TuberculoseTuberculose
Tuberculose
 
Gênero Textual "Perfil"
Gênero Textual "Perfil"Gênero Textual "Perfil"
Gênero Textual "Perfil"
 
Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1
 
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
 
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no texto
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no textoHabilidade: Inferir uma ideia implícita no texto
Habilidade: Inferir uma ideia implícita no texto
 
Doenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosDoenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungos
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 
Candidíase 1.1
Candidíase 1.1Candidíase 1.1
Candidíase 1.1
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Saúde da Mulher - Mioma
Saúde da Mulher - MiomaSaúde da Mulher - Mioma
Saúde da Mulher - Mioma
 
Meningite
Meningite Meningite
Meningite
 
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Rose
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose  - Rose0508 ascaridíase, escabiose, pediculose  - Rose
0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Rose
 
Vírus e viroses
Vírus e virosesVírus e viroses
Vírus e viroses
 
Aula slides introdu+º+úo a microbiologia
Aula slides   introdu+º+úo a microbiologiaAula slides   introdu+º+úo a microbiologia
Aula slides introdu+º+úo a microbiologia
 
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalho
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalhoDoenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalho
Doenças infecciosas e parasitarias relacionadas ao trabalho
 

Semelhante a Sintomas e prevenção da meningite

Semelhante a Sintomas e prevenção da meningite (20)

Meni sobre
Meni sobreMeni sobre
Meni sobre
 
Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactériasDoenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
 
Hanseniase
HanseniaseHanseniase
Hanseniase
 
Sarna
SarnaSarna
Sarna
 
Prevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágicoPrevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágico
 
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptxmonkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
 
Bactérias patogênicas
Bactérias patogênicasBactérias patogênicas
Bactérias patogênicas
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
 
Saúde coletiva - Difiteria (crupe)
Saúde coletiva - Difiteria (crupe)Saúde coletiva - Difiteria (crupe)
Saúde coletiva - Difiteria (crupe)
 
Isolamento
IsolamentoIsolamento
Isolamento
 
Formas de contágios de doenças infeciosas
Formas de contágios de doenças infeciosasFormas de contágios de doenças infeciosas
Formas de contágios de doenças infeciosas
 
Brochura Gripe
Brochura GripeBrochura Gripe
Brochura Gripe
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
Lepra lucas henrique 8 b
Lepra lucas henrique 8 bLepra lucas henrique 8 b
Lepra lucas henrique 8 b
 
Monilíase
MonilíaseMonilíase
Monilíase
 
Cuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higieneCuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higiene
 
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptxOBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
 
dtp
dtp dtp
dtp
 
Conceitos Básicos em Vacinação I - Simples
Conceitos Básicos em Vacinação I - SimplesConceitos Básicos em Vacinação I - Simples
Conceitos Básicos em Vacinação I - Simples
 
Modos de prevenção
Modos de prevençãoModos de prevenção
Modos de prevenção
 

Mais de Fabricio Batistoni (20)

Lavagem Nasal
Lavagem NasalLavagem Nasal
Lavagem Nasal
 
Lavagem Nasal 2
Lavagem Nasal 2Lavagem Nasal 2
Lavagem Nasal 2
 
Febre
FebreFebre
Febre
 
Tosse
TosseTosse
Tosse
 
Lavagem Nasal
Lavagem NasalLavagem Nasal
Lavagem Nasal
 
Prevenção de Acidentes
Prevenção de AcidentesPrevenção de Acidentes
Prevenção de Acidentes
 
ASMA na infância
ASMA na infânciaASMA na infância
ASMA na infância
 
Vacinação contra Covid-19
Vacinação contra Covid-19Vacinação contra Covid-19
Vacinação contra Covid-19
 
Saltos de desenvolvimento
Saltos de desenvolvimentoSaltos de desenvolvimento
Saltos de desenvolvimento
 
Consumo de Mel em Crianças
Consumo de Mel em CriançasConsumo de Mel em Crianças
Consumo de Mel em Crianças
 
Dislalia 2020
Dislalia 2020Dislalia 2020
Dislalia 2020
 
Introdução alimentar
Introdução alimentarIntrodução alimentar
Introdução alimentar
 
Dor de crescimento
Dor de crescimentoDor de crescimento
Dor de crescimento
 
Fica muito doente
Fica muito doenteFica muito doente
Fica muito doente
 
TDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e DiscalculiaTDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e Discalculia
 
TDAH para Educadores
TDAH para EducadoresTDAH para Educadores
TDAH para Educadores
 
TDAN mitos e verdades
TDAN mitos e verdadesTDAN mitos e verdades
TDAN mitos e verdades
 
Desenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento da linguagemDesenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento da linguagem
 
Imunoterapia
ImunoterapiaImunoterapia
Imunoterapia
 
Melatonina e sono
Melatonina e sonoMelatonina e sono
Melatonina e sono
 

Sintomas e prevenção da meningite

  • 1. FIQUE ATENTO AOS SINTOMAS DA MENINGITE ONDE ESTü O MENINGOCOCO? Dor de Cabe≈a Febre Manchas Vermelhas V“mito Rigidez de Nuca Na popula≈¡o, encontramos um grande nÿmero de pessoas que t»m o causadorda meningite meningoc—cica (meningococo) na sua garganta, mesmo sem ficar doente ou apresentar sintomas. Essas pessoas s¡o chamadas de “portadores s¡os”. Os “portadores s¡os” acabam por transmitir a bact«ria para outras pessoas pelo contato pr—ximo*, e essas pessoas podem acabar desenvolvendo a doen≈a – meningite meningoc—cica ou mesmo a meningococcemia (forma extremamente grave com dissemina≈¡o da bact«ria por todo o organismo, causando manchas pelo corpo e podendo levar rapidamente ao —bito). Quando a vigil¿ncia epidemiol—gica detecta um caso suspeito ou confirmado de doen≈a pelo meningococo, utiliza um antibi—tico nos contatos. Essa medida « adotada para tentareliminara bact«ria da garganta do “portador s¡o” que transmitiu o causador para o doente, evitando assim a transmiss¡o para mais pessoas. * Contatos pr—ximos s¡o os moradores do mesmo domicÀlio, indivÀduos que compartilham o mesmo dormit—rio (em alojamentos, quart«is, entre outros), comunicantes de creches e escolas, e pessoas diretamente expostas æs secre≈”es do paciente.
  • 2. A meningite « a inflama≈¡o das meninges, membranas que protegem o c«rebro e a medula espinhal. Pode ser causada por vÀrus, fungos, bact«rias, protozoørios e tamb«m por agentes n¡o infecciosos. As meningites causadas por bact«rias s¡o muito graves e, se n¡o forem tratadas a tempo, podem deixar sequelas graves e at« levar æ morte. V“mito Dor de cabe≈a intensa e febre (elevada e de inÀcio sÿbito) Manchas vermelhas na pele (pet«quias) O risco de contrair meningite existe para todas as idades, principalmente, em crian≈as menores de 5 anos. Como se pega meningite? Nem todas as meningites s¡o transmissÀveis, mas dentre as que s¡o « de extrema import¿ncia a meningite meningoc—cica, na qual a transmiss¡o ocorre por meio das vias respirat—rias, no contato com secre≈”es, gotÀculas do nariz e da garganta expelidas pela fala, tosse e espirro. A propaga≈¡o « facilitada em ambientes fechados e/ou sem ventila≈¡o. Pessoas residentes na mesma casa, que compartilham dormit—rios ou alojamentos est¡o suscetÀveis ao contøgio que tamb«m pode ocorrer em creches, escolas, acampamentos ou locais em que hø aglomera≈¡o de pessoas. Principais sintomas: Rigidez na nuca (pesco≈o duro) Em crian≈as menores de 1 ano deve-se observar a presen≈a de “moleira inchada”, choro, irritabilidade e recusa de alimentos. Quanto mais cedo a doen≈a for diagnosticada e tratada, maior chance de cura, evitando complica≈”es. Como prevenir a meningite? Mantenha a carteira de vacina≈¡o da crian≈a em dia. Crian≈as menores de 1 ano devem ser vacinadas contra alguns agentes causadores de meningite com: - Vacina Pentavalente (difteria, t«tano, coqueluche, hepatite B – recombinante e Haemophilus influenza e tipo b – conjugada): doses aos 2, 4 e 6 meses - Meningoc—cica Conjugada C: doses aos 3, 5 e 12 meses / refor≈o ou dose ÿnica entre 11 e 14 anos - Pneumoc—cica 10 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doen≈as causadas pelo Pneumococo): doses aos 2, 4 e 12 meses - BCG – dose ÿnica ao nascer Mantenha todos os ambientes bem ventilados e, se possÀvel, ensolarados, principalmente: salas de aula, quartos, locais de trabalho e transporte coletivo; Lave as m¡os frequentemente com øgua e sab¡o; Mantenha higiene rigorosa com pratos, talheres, mamadeiras e chupetas, brinquedos nas creches e escolas; Evite transitar com crian≈as em ambientes fechados e mal ventilados. Todas as vacinas est¡o disponÀveis gratuitamente na rede pÿblica de saÿde.