SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
• O consumo de mel por crianças é um
assunto bastante controverso.
• O Ministério da Saúde está preocupado com o risco de
botulismo e outras contaminações.
• A Sociedade Brasileira de Pediatria alerta sobre a
possibilidade de obesidade e desmame precoce.
• Os Alergologistas questionam a exposição precoce a
possíveis agentes alergênicos.
Mel Cru
Mel no estado original, com presença de pólen
e outras impurezas. Não é pasteurizado nem filtrado.
O mel é centrifugado mantém partículas de pólen e própolis,
sendo assim um mel de altíssima qualidade e cheio de nutrientes
benéficos ao organismo.
Este mel não passa por nenhum processo de pasteurização e,
portanto, preserva todas as propriedades sensíveis à temperatura.
Não deve ser oferecido para crianças menores de 3 anos.
Mel Decantado
O mel no estado cru, após separado dos favos,
é colocado em um decantador por alguns dias, para separar
impurezas de diferentes densidades.
Uma torneira instalada no recipiente permite que apenas o mel do
meio seja retirado, nesse caso, finíssimo e sem resíduos
provenientes de favos.
Esse tipo de mel não deve ser oferecido para crianças com menos
de 3 anos.
Mel Pasteurizado
Após ser centrifugado e filtrado o mel passa
por um processo de aquecimento e resfriamento, de acordo com
as normas de pasteurização para eliminar contaminantes e
destruir microorganismos patogênicos.
Esse mel pode ser consumido por crianças a partir de 1 ano.
Sobre o botulismo
O botulismo é uma doença grave que provoca
paralisia muscular. É causada pela colonização intestinal pelo
Clostridium botulinum que produz a toxina responsável pelos
sintomas.
O mel adquirido sem passar pelos devidos processos de
centrifugação, filtração e pasteurização pode conter esta bactéria.
• O mel é um alimento
consumido pelos seres
humanos há milênios;
• Os maiores riscos estão relacionados ao botulismo e
a exposição a alérgenos;
• O processo de centrifugação e filtração elimina a
maioria dos agentes que podem provocar alergia;
• O processo de pasteurização reduz a possibilidade
de toxina botulínica.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Consumo de Mel em Crianças (20)

Características do leite
Características do leiteCaracterísticas do leite
Características do leite
 
leite e derivados.vacas e homens pdf
leite e derivados.vacas e homens     pdfleite e derivados.vacas e homens     pdf
leite e derivados.vacas e homens pdf
 
Leite e derivados
Leite e derivadosLeite e derivados
Leite e derivados
 
Leite
LeiteLeite
Leite
 
B022 processamento bovinoleite
B022 processamento bovinoleiteB022 processamento bovinoleite
B022 processamento bovinoleite
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
 
Como fazer Iogurte.
Como fazer Iogurte.Como fazer Iogurte.
Como fazer Iogurte.
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
 
Brigadeiro de biomassa de banana
Brigadeiro de biomassa de bananaBrigadeiro de biomassa de banana
Brigadeiro de biomassa de banana
 
EXERCICIO LEITE
EXERCICIO LEITEEXERCICIO LEITE
EXERCICIO LEITE
 
exercício leite
exercício leite exercício leite
exercício leite
 
O leite
O leiteO leite
O leite
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
 
Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)
 
Como surgiu o iogurte? / Do que é feito o iogurte?
Como surgiu o iogurte? / Do que é feito o iogurte?Como surgiu o iogurte? / Do que é feito o iogurte?
Como surgiu o iogurte? / Do que é feito o iogurte?
 
Artigo TéCnico 1
Artigo TéCnico 1Artigo TéCnico 1
Artigo TéCnico 1
 
O iogurte
O iogurteO iogurte
O iogurte
 
O iogurte
O iogurteO iogurte
O iogurte
 
Oovo (1)
Oovo (1)Oovo (1)
Oovo (1)
 

Mais de Fabricio Batistoni (20)

Lavagem Nasal
Lavagem NasalLavagem Nasal
Lavagem Nasal
 
Lavagem Nasal 2
Lavagem Nasal 2Lavagem Nasal 2
Lavagem Nasal 2
 
Febre
FebreFebre
Febre
 
Tosse
TosseTosse
Tosse
 
Lavagem Nasal
Lavagem NasalLavagem Nasal
Lavagem Nasal
 
Prevenção de Acidentes
Prevenção de AcidentesPrevenção de Acidentes
Prevenção de Acidentes
 
ASMA na infância
ASMA na infânciaASMA na infância
ASMA na infância
 
Vacinação contra Covid-19
Vacinação contra Covid-19Vacinação contra Covid-19
Vacinação contra Covid-19
 
Saltos de desenvolvimento
Saltos de desenvolvimentoSaltos de desenvolvimento
Saltos de desenvolvimento
 
Dislalia 2020
Dislalia 2020Dislalia 2020
Dislalia 2020
 
Introdução alimentar
Introdução alimentarIntrodução alimentar
Introdução alimentar
 
Dor de crescimento
Dor de crescimentoDor de crescimento
Dor de crescimento
 
Fica muito doente
Fica muito doenteFica muito doente
Fica muito doente
 
TDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e DiscalculiaTDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e Discalculia
 
TDAH para Educadores
TDAH para EducadoresTDAH para Educadores
TDAH para Educadores
 
TDAN mitos e verdades
TDAN mitos e verdadesTDAN mitos e verdades
TDAN mitos e verdades
 
Desenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento da linguagemDesenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento da linguagem
 
Imunoterapia
ImunoterapiaImunoterapia
Imunoterapia
 
Melatonina e sono
Melatonina e sonoMelatonina e sono
Melatonina e sono
 
Novo normal
Novo normalNovo normal
Novo normal
 

Último

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 

Último (9)

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 

Consumo de Mel em Crianças

  • 1.
  • 2. • O consumo de mel por crianças é um assunto bastante controverso. • O Ministério da Saúde está preocupado com o risco de botulismo e outras contaminações. • A Sociedade Brasileira de Pediatria alerta sobre a possibilidade de obesidade e desmame precoce. • Os Alergologistas questionam a exposição precoce a possíveis agentes alergênicos.
  • 3. Mel Cru Mel no estado original, com presença de pólen e outras impurezas. Não é pasteurizado nem filtrado. O mel é centrifugado mantém partículas de pólen e própolis, sendo assim um mel de altíssima qualidade e cheio de nutrientes benéficos ao organismo. Este mel não passa por nenhum processo de pasteurização e, portanto, preserva todas as propriedades sensíveis à temperatura. Não deve ser oferecido para crianças menores de 3 anos.
  • 4. Mel Decantado O mel no estado cru, após separado dos favos, é colocado em um decantador por alguns dias, para separar impurezas de diferentes densidades. Uma torneira instalada no recipiente permite que apenas o mel do meio seja retirado, nesse caso, finíssimo e sem resíduos provenientes de favos. Esse tipo de mel não deve ser oferecido para crianças com menos de 3 anos.
  • 5. Mel Pasteurizado Após ser centrifugado e filtrado o mel passa por um processo de aquecimento e resfriamento, de acordo com as normas de pasteurização para eliminar contaminantes e destruir microorganismos patogênicos. Esse mel pode ser consumido por crianças a partir de 1 ano.
  • 6. Sobre o botulismo O botulismo é uma doença grave que provoca paralisia muscular. É causada pela colonização intestinal pelo Clostridium botulinum que produz a toxina responsável pelos sintomas. O mel adquirido sem passar pelos devidos processos de centrifugação, filtração e pasteurização pode conter esta bactéria.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. • O mel é um alimento consumido pelos seres humanos há milênios; • Os maiores riscos estão relacionados ao botulismo e a exposição a alérgenos; • O processo de centrifugação e filtração elimina a maioria dos agentes que podem provocar alergia; • O processo de pasteurização reduz a possibilidade de toxina botulínica.