Jon Sobrino
A reflexão da fé em Jesus foi se
desenvolvendo de formas muito
diferentes = várias cristologias
Cronologicamente foi um
pr...
A novidade teologal que
surge com Jesus
• Não só a realidade trinitária de Deus
• Mas que este “novo” Deus oferece uma
esc...
A conclusão é:
Os títulos cristológicos no
Novo Testamento
Os títulos cristológicos operam
como modelos teóricos para
exprimir e até cert...
Origem: Antigo Testamento
Conteúdo: Exprimem a relação de
Jesus com:
• o Reino de Deus;
• Deus ;
• os seres humanos;
• o p...
Riqueza: Os títulos oferecem uma
visão da totalidade de Jesus e das
cristologias do NT.
Perigo:
a) A possibilidade de conc...
Os títulos são modelos teóricos
explicativos. Processo de aplicar
os títulos a Jesus:
1º Momento: Aplicar a Jesus títulos ...
O N T quando aplica os títulos a
Jesus opera de duas maneiras
diferentes
1ª Para mostrar que há fé em Jesus, e consiste
em...
Os títulos cristológicos na atualidade
Unidade ii os títulos messiânicos
Unidade ii os títulos messiânicos
Unidade ii os títulos messiânicos
Unidade ii os títulos messiânicos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Unidade ii os títulos messiânicos

253 visualizações

Publicada em

Cristologia implicita, ou seja, o modo conforme o qual as primeiras comunidade cristãs desenvolveram a sua fé em jesus Cristo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
253
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade ii os títulos messiânicos

  1. 1. Jon Sobrino
  2. 2. A reflexão da fé em Jesus foi se desenvolvendo de formas muito diferentes = várias cristologias Cronologicamente foi um processo complexo.
  3. 3. A novidade teologal que surge com Jesus • Não só a realidade trinitária de Deus • Mas que este “novo” Deus oferece uma escandalosa subversão da realidade: O divino se faz realmente humano e no humano abaixado Fl 2,6-8, Hb 5,7s Isto aconteceu bem cedo. Depois foi se esquecendo;
  4. 4. A conclusão é:
  5. 5. Os títulos cristológicos no Novo Testamento Os títulos cristológicos operam como modelos teóricos para exprimir e até certo ponto conceitualizar, a partir da fé, quem é Jesus, sua especial realidade.
  6. 6. Origem: Antigo Testamento Conteúdo: Exprimem a relação de Jesus com: • o Reino de Deus; • Deus ; • os seres humanos; • o passado e o futuro; • a esperança; • a salvação • o cosmo Não há nenhum título que possa exprimir adequadamente - esgotando - a realidade de Jesus.
  7. 7. Riqueza: Os títulos oferecem uma visão da totalidade de Jesus e das cristologias do NT. Perigo: a) A possibilidade de concentrar-se em alguns títulos com desprezo de outros ou hieraraquizá-los segundo o próprio interesse. b) Compreender o conteúdo de um independente ou até contra a realidade de Jesus.
  8. 8. Os títulos são modelos teóricos explicativos. Processo de aplicar os títulos a Jesus: 1º Momento: Aplicar a Jesus títulos de dignidade cujo significado é já conhecido. 2º Momento: Os títulos se compreendem a partir da realidade de Jesus. O que os títulos significam realmente só se saberá a partir de Jesus.
  9. 9. O N T quando aplica os títulos a Jesus opera de duas maneiras diferentes 1ª Para mostrar que há fé em Jesus, e consiste em afirmar que Jesus é alguém muito especial, excepcionalmente relacionado com Deus. 2ª Para mostrar qual a fé que se tem em Jesus, que consiste em dizer que ser senhor, profeta, Filho…isso é Jesus.
  10. 10. Os títulos cristológicos na atualidade

×